Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 5 de 5
Filtrar
Filtros adicionais











País/Região como assunto
Intervalo de ano
1.
Rev. bras. cardiol. (Impr.) ; 23(2): 124-130, mar.-abr. 2010. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-564572

RESUMO

A vitamina D, mais especificamente o 1,25-dihidroxivitaminaD (1,25[OH]2D) ou calcitriol, tem sido relacionada à doença cardiovascular e, nesse contexto, parece estar bastante associada à fisiopatologia da insuficiência cardíaca (IC). Vários estudos demonstram que a deficiência de calcitriol e/ou as alterações que esta promove nos níveis séricos de paratormônio (PTH) ativa o sistema renina-angiotensina-aldosterona (SRAA), modula o sistema imune, regula a proteína quinase-C (PKC) causando hipertrofia das miofibrilas e apoptose dos cardiomiócitos, gera arritmia, disfunção mitocondrial e estresse oxidativo. Este artigo tem o objetivo de fazer uma revisão sobre a vitamina D, seu metabolismo e sua relação com os níveis de paratormônio, cálcio e fósforo, fatores que interferem em seu status; a influência da sua deficiência na IC e possíveis benefícios da sua suplementação na IC.


Assuntos
Humanos , Calcitriol/deficiência , Deficiência de Vitamina D/complicações , Deficiência de Vitaminas/complicações , Insuficiência Cardíaca/complicações , Insuficiência Cardíaca/diagnóstico
2.
Rev. nutr ; 22(3): 399-408, maio-jun. 2009. ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-528597

RESUMO

A insuficiência cardíaca é um problema grave e crescente de saúde pública em todo o mundo, sendo a via final comum da maioria das cardiopatias. Apesar dos recentes avanços da medicina, pouca atenção vem sendo dada ao tratamento não farmacológico, em particular à terapia nutricional. A evolução clínica dos pacientes com insuficiência cardíaca, via de regra, caminha para quadros variáveis de desnutrição, de causa multifatorial e que não está necessariamente relacionada ao índice de massa corporal. Assim, o objetivo deste trabalho foi revisar a literatura na busca por evidências sobre a composição adequada da dieta no tratamento de pacientes com insuficiência cardíaca. Realizou-se uma revisão sistemática nas bases de dados Medline, Pubmed, Lilacs, SciELO e dos comitês nacionais e internacionais de saúde, dos artigos publicados no período compreendido entre 1981 e 2006. Observou-se que existem poucos estudos bem elaborados, sobre a adequação da dietoterapia na insuficiência cardíaca e que esta ainda é muito restrita ao controle do sal e de líquido, sendo dada pouca atenção à quantidade e à qualidade dos demais nutrientes. Existe uma crescente evidência de que a dieta é um fator importante no prognóstico e no tratamento desses pacientes, porém futuros estudos, incluindo ensaios clínicos com adequado número de participantes, se fazem necessários para que se possa prescrever, com segurança, suplementos nutricionais.


Heart failure is a serious and increasing public health problem around the world, and is the common endpoint of most heart diseases. Despite recent medical advances, little attention has been given to the non-pharmacological treatments, specifically, to nutritional therapy. The clinical course of patients with heart failure constantly progresses to varying degrees of malnutrition caused by different factors and not necessarily related to body mass index. Thus, the objective of this study was to search the literature for evidences of a proper diet composition for heart failure patients. The Medline, Pubmed, Lilacs and SciELO databases, and the national and international health committees were systematically searched for articles published between 1981 and 2006. There were few well-designed studies on proper diet therapies for heart failure patients. The ones reviewed focused on restricting table salt and liquids but gave little attention to the amount and quality of other nutrients. There is growing evidence that diet is an important factor in the prognosis and treatment of these patients. However, future studies, including clinical trials with adequate numbers of participants, are necessary if nutritional supplements are to be safely prescribed.


Assuntos
Insuficiência Cardíaca/dietoterapia , Nutrientes , Micronutrientes/uso terapêutico , Terapia Nutricional/métodos
5.
Rev. SOCERJ ; 20(1): 20-27, jan-fev. 2007. tab, ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-461832

RESUMO

A incidência de insuficiência cardíaca (IC), resultado final comum à maioria das doenças cardíacas, vem crescendo rapidamente, necessitando que se aumentem os esforços para a descoberta de novas terapias que possam prevenir ou retardar a progressão da IC. Em função do conhecimento mais recente do papel dos mecanismos imunológicos e inflamatórios, bem como do estresse oxidativo na fisiopatologia da doença, boa parte desses esforços têm sido focados em terapias, principalmente medicamentosas, que possam controlar estes mecanismos. Contudo, sabe-se hoje que um adequado suporte nutricional, com modulação dos micronutrientes com atividade antioxidantes, é capaz de reduzir o estresse oxidativo e o processo inflamatório, principalmente por modular fatores de transcrição gênica responsáveis pela geração de resposta a estímulos extracelulares ou de modificação do meio interno da célula. Assim, neste artigo será feita uma análise da bibliografia sobre como os antioxidantes, via dieta ou suplementação, podem atuar como importantes coadjuvantes no tratamento da IC, revisando estudos que avaliam questões como as necessidades diárias destes nutrientes e níveis sanguíneos dos mesmos em pacientes com IC, assim como seus benefícios e riscos de utilização. Desta forma, identifica-se a necessidade clínica de se ampliar a visão do papel do nutricionista em equipes de tratamento de IC.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Estresse Oxidativo/fisiologia , Insuficiência Cardíaca/complicações , Insuficiência Cardíaca/diagnóstico
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA