Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 14 de 14
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
Int J Nurs Knowl ; 31(1): 37-43, 2020 Jan.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-31797558

RESUMO

PURPOSE: To analyze the accuracy of the defining characteristics of the nursing diagnosis of sexual dysfunction in women undergoing pharmacological treatment for breast cancer. METHODS: A cross-sectional accuracy study with statistical analysis. FINDINGS: Alteration in sexual satisfaction was the defining characteristic with the highest sensitivity value, while perceived sexual limitation was the defining characteristic with the highest value for both sensitivity and specificity. CONCLUSIONS: Perceived sexual limitation is a good clinical indicator to infer initial stages of sexual dysfunction and to confirm its presence. IMPLICATIONS FOR NURSING PRACTICE: Accurate diagnostics allow devising an action plan directed to the patients' real needs, helping prescribe and deliver the appropriate nursing interventions.

2.
Rev. bras. enferm ; 71(1): 97-103, Jan.-Feb. 2018. tab
Artigo em Inglês | LILACS-Express | ID: biblio-898352

RESUMO

ABSTRACT Objective: To identify proximal, intermediary and individual social determinants related to mammography adherence, according to the Social Determinants of Health model proposed by Dahlgren and Whitehead. Method: Correlational cross-sectional study, carried out with a sociodemographic and clinical data questionnaire and the Champion's Health Belief Model Scale, translated and adapted for use in Brazil. Data analyzed by multiple linear regression, from the domains scale, and sociodemographic and clinical variables were used as predictors. Results: The age group of 60-64 years (55.0%) was highlighted, 22 (55.0%) women had a stable partner; and 14 (65.0%) completed higher education. The domain with the greatest influence on adhesion to mammography was perceived barriers. Conclusion: The social determinants of health are directly related to the levels of adherence to the exam among women, as well as the perceived benefits, susceptibilities and barriers.


RESUMEN Objetivo: identificar determinantes sociales proximales, intermediarios y distales relacionados a la adhesión a la mamografía, según el modelo de determinantes sociales de salud, propuesto por Dahlgren y Whitehead. Método: estudio transversal correlacionado, realizado con la aplicación de un cuestionario de datos socio demográficos y clínicos y de Champion's Health BeliefModelScale, traducida y adaptada para el uso en Brasil. Datos analizados por regresión linear múltipla, a partir de los dominios de la escala, y usadas, como predictores, las variables socio demográficas y clínicas. Resultados: Se destacó el grupo de edad de 60-64 años (55,0%), 22 (55,0%) mujeres poseían pareja estable; y 14 (65,0%) concluyeron la enseñanza superior. El dominio con mayor influencia en la adhesión a la mamografía fue barreras notadas. Conclusión: Los determinantes sociales de salud tiene relación directa con los niveles de adhesión examen entre las mujeres, así como con los beneficios, las susceptibilidades y las barreras notadas.


RESUMO Objetivo: identificar determinantes sociais proximais, intermediários e distais relacionados à adesão à mamografia, segundo o modelo de determinantes sociais de saúde, proposto por Dahlgren e Whitehead. Método: estudo transversal correlacional, realizado com a aplicação de um questionário de dados sociodemográficos e clínicos e da Champion's Health Belief Model Scale, traduzida e adaptada para o uso no Brasil. Dados analisados por regressão linear múltipla, a partir dos domínios da escala, e usadas, como preditores, as variáveis sociodemográficas e clínicas. Resultados: destacou-se a faixa etária de 60-64 anos (55,0%), 22 (55,0%) mulheres possuíam companheiro fixo; e 14 (65,0%) concluíram o ensino superior. O domínio com maior influência na adesão à mamografia foi barreiras percebidas. Conclusão: os determinantes sociais de saúde têm relação direta com os níveis de adesão ao exame entre as mulheres, bem como com os benefícios, as suscetibilidades e as barreiras percebidas.

3.
Rev. bras. enferm ; 71(1): 97-103, Jan.-Feb. 2018. tab
Artigo em Inglês | LILACS-Express | ID: biblio-898383

RESUMO

ABSTRACT Objective: To identify proximal, intermediary and individual social determinants related to mammography adherence, according to the Social Determinants of Health model proposed by Dahlgren and Whitehead. Method: Correlational cross-sectional study, carried out with a sociodemographic and clinical data questionnaire and the Champion's Health Belief Model Scale, translated and adapted for use in Brazil. Data analyzed by multiple linear regression, from the domains scale, and sociodemographic and clinical variables were used as predictors. Results: The age group of 60-64 years (55.0%) was highlighted, 22 (55.0%) women had a stable partner; and 14 (65.0%) completed higher education. The domain with the greatest influence on adhesion to mammography was perceived barriers. Conclusion: The social determinants of health are directly related to the levels of adherence to the exam among women, as well as the perceived benefits, susceptibilities and barriers.


RESUMEN Objetivo: identificar determinantes sociales proximales, intermediarios y distales relacionados a la adhesión a la mamografía, según el modelo de determinantes sociales de salud, propuesto por Dahlgren y Whitehead. Método: estudio transversal correlacionado, realizado con la aplicación de un cuestionario de datos socio demográficos y clínicos y de Champion's Health BeliefModelScale, traducida y adaptada para el uso en Brasil. Datos analizados por regresión linear múltipla, a partir de los dominios de la escala, y usadas, como predictores, las variables socio demográficas y clínicas. Resultados: Se destacó el grupo de edad de 60-64 años (55,0%), 22 (55,0%) mujeres poseían pareja estable; y 14 (65,0%) concluyeron la enseñanza superior. El dominio con mayor influencia en la adhesión a la mamografía fue barreras notadas. Conclusión: Los determinantes sociales de salud tiene relación directa con los niveles de adhesión examen entre las mujeres, así como con los beneficios, las susceptibilidades y las barreras notadas.


RESUMO Objetivo: identificar determinantes sociais proximais, intermediários e distais relacionados à adesão à mamografia, segundo o modelo de determinantes sociais de saúde, proposto por Dahlgren e Whitehead. Método: estudo transversal correlacional, realizado com a aplicação de um questionário de dados sociodemográficos e clínicos e da Champion's Health Belief Model Scale, traduzida e adaptada para o uso no Brasil. Dados analisados por regressão linear múltipla, a partir dos domínios da escala, e usadas, como preditores, as variáveis sociodemográficas e clínicas. Resultados: destacou-se a faixa etária de 60-64 anos (55,0%), 22 (55,0%) mulheres possuíam companheiro fixo; e 14 (65,0%) concluíram o ensino superior. O domínio com maior influência na adesão à mamografia foi barreiras percebidas. Conclusão: os determinantes sociais de saúde têm relação direta com os níveis de adesão ao exame entre as mulheres, bem como com os benefícios, as suscetibilidades e as barreiras percebidas.

4.
Rev Bras Enferm ; 71(1): 97-103, 2018.
Artigo em Inglês, Português | MEDLINE | ID: mdl-29324950

RESUMO

OBJECTIVE: To identify proximal, intermediary and individual social determinants related to mammography adherence, according to the Social Determinants of Health model proposed by Dahlgren and Whitehead. Method: Correlational cross-sectional study, carried out with a sociodemographic and clinical data questionnaire and the Champion's Health Belief Model Scale, translated and adapted for use in Brazil. Data analyzed by multiple linear regression, from the domains scale, and sociodemographic and clinical variables were used as predictors. RESULTS: The age group of 60-64 years (55.0%) was highlighted, 22 (55.0%) women had a stable partner; and 14 (65.0%) completed higher education. The domain with the greatest influence on adhesion to mammography was perceived barriers. CONCLUSION: The social determinants of health are directly related to the levels of adherence to the exam among women, as well as the perceived benefits, susceptibilities and barriers.


Assuntos
Mamografia/estatística & dados numéricos , Programas de Rastreamento/métodos , Determinantes Sociais da Saúde/estatística & dados numéricos , Idoso , Atitude Frente a Saúde , Brasil , Neoplasias da Mama/prevenção & controle , Neoplasias da Mama/psicologia , Estudos Transversais , Detecção Precoce de Câncer/métodos , Detecção Precoce de Câncer/psicologia , Feminino , Humanos , Mamografia/métodos , Programas de Rastreamento/psicologia , Programas de Rastreamento/estatística & dados numéricos , Pessoa de Meia-Idade , Psicometria/instrumentação , Psicometria/métodos , Fatores Socioeconômicos , Inquéritos e Questionários , Cooperação e Adesão ao Tratamento/psicologia
5.
J Cancer Educ ; 33(5): 1082-1087, 2018 10.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-28293787

RESUMO

In rural area, control of breast cancer is related to health promotion and early diagnosis, which includes knowledge, awareness, and stimulating behavioral change, emphasizing screening for disease. The present study was developed to assess the knowledge, attitude, and practice of rural women about early detection of breast cancer in the Primary Health Care Centre. This is a cross-sectional study in a Primary Health Care Centre with 243 rural women participating in the public health service. Data collection was made by a self-administered questionnaire which included sociodemographic characteristics, questions on breast cancer risk factors, screening, and diagnostic methods. Marks were attributed to each question and calculated for each section. Participants fell in three categories of knowledge, attitude, and practice: appropriate, regular and inappropriate. Knowledge, attitude, and practice of early detection methods were considered especially appropriate for those rural women with education and higher economic level, but inadequate responses to such methods were still significant. It is noted that there is still a significant number of rural women who do not have basic knowledge regarding early detection methods of breast cancer, contributing to the non-realization of these methods, as its advocates.


Assuntos
Neoplasias da Mama/prevenção & controle , Detecção Precoce de Câncer , Conhecimentos, Atitudes e Prática em Saúde , População Rural , Adulto , Idoso , Brasil , Estudos Transversais , Feminino , Humanos , Pessoa de Meia-Idade , Inquéritos e Questionários
6.
Open Journal of Nursing ; 6(6): 491-496, 2016.
Artigo em Português | LILACS, Repositório RHS | ID: biblio-877621

RESUMO

OBJECTIVE: This study aimed to analyze the concept of nursing care to patients with breast cancer on chemotherapy treatment, according to the perspective of the person submitted to care. MATERIAL AND METHODS: The study folowed the conceptual analysis methodology proposed by Walker and Avant according to Waldow, and it was developed through consultation to SCOPUS and CINAHL databases. The selection was carried out by inclusion and exclusion criteria, constituting a sample of 7 articles. RESULTS: There have been identified the main uses of the risk concept, defining attributes, antecedents and consequences of the concept. CONCLUSION: The evaluation of the concept and nursing care to breast cancer patient on chemotherapy treatment allowed a broader understanding of the phenomenon, with emphasis on the skills and competencies in nursing care dispensed to woman on chemotherapy treatment for breast cancer.


Assuntos
Humanos , Cuidados de Enfermagem , Equipe de Enfermagem/estatística & dados numéricos , Competência Profissional , Aptidão , Neoplasias da Mama/enfermagem , Tratamento Farmacológico/enfermagem
7.
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-747945

RESUMO

INTRODUÇÃO: a adolescência é uma fase que acarreta mudanças biopsicossociais, com especificidades emocionais e comportamentais que repercutem na saúde sexual e reprodutiva de ambos os sexos. A Organização Mundial da Saúde considera como adolescentes a faixa etária dos 10 aos 19 anos. Cronologicamente isso é importante para a investigação epidemiológica, para elaboração de políticas públicas e para definição de programas e ações específicas para esse público. A preocupação com a saúde sexual e reprodutiva dos adolescentes se deve a precocidade do início da atividade sexual, a qual contribui para expor esses jovens aos riscos da gravidez não planejada e das doenças sexualmente transmissíveis OBJETIVO: identificar as fontes de informações utilizadas pelos adolescentes da escola pública sobre sexualidade e reprodução MÉTODO: estudo descritivo de natureza quantitativa. 90 entrevistas semiestruturadas foram aplicadas em adolescentes do segundo ano do Ensino Médio de uma Escola Pública da periferia urbana de uma capital do Nordeste Brasileiro, cuja faixa etária predomina entre 16 e 19 anos RESULTADOS: observou-se que os adolescentes da pesquisa têm uma acessibilidade relativamente elevada a atividades educativas na área de saúde sexual e reprodutiva. A escola foi o principal espaço citado pelos participantes do estudo. Quanto à busca por informações sobre o assunto, os amigos são os mais procurados pelos adolescentes. Posteriormente os mais citados são os familiares. A maioria dos adolescentes disse que a fonte de informação mais buscada era a televisão (35,5%), seguido da internet e livros e revistas. A anticoncepção era praticada por somente 14 (36,9%) dos adolescentes CONCLUSÃO: esse estudo aponta para a escola como principal espaço de participação em atividades educativas sobre saúde sexual e reprodutiva entre os adolescentes, além de os amigos, televisão e internet.


INTRODUCTION: adolescence is a phase that entails biopsychosocial changes with specific emotional and behavioral impact on sexual and reproductive health of both sexes. The World Health Organization considers adolescents to be the ages from 10 to 19 years. Chronologically this is important for epidemiological research, for development of public health policies , to define programs and specific actions for this audience. The concern with the sexual and reproductive health of adolescents is due to early onset of sexual activity, which contributes to expose these young people to the risks of unplanned pregnancy and sexually transmitted diseases OBJECTIVE: to identify the sources of information used by adolescents in public schools about sexuality and reproduction METHODS: descriptive quantitative study. There were 90 Semi-structured interviews applied to adolescents with predominant age between 16 and 19 years old from the second year of high school in a Public School located in the urban periphery of a capital in the northeast of Brazil RESULTS: it was observed that the adolescents of this study has a relatively high accessibility to the educational activities in the area of sexual and reproductive health. The school was the main area cited by the participants of the study. As for the search for information on the subject, friends are the most sought after by adolescents. Afterwards, the most often cited are family members. The majority of the adolescents said that the source of information most sought was television (35.5%), followed by the internet, books and magazines. Contraception was practiced by only 14 (36.9%) of the adolescents CONCLUSION: this study points to the school as the main area of participation in educational activities on sexual and reproductive health among adolescents, in addition to friends, television and the internet.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adolescente , Saúde do Adolescente , Promoção da Saúde , Gravidez não Desejada , Atenção Primária à Saúde , Fatores de Risco , Educação Sexual , Saúde Sexual e Reprodutiva , Sexualidade , Doenças Sexualmente Transmissíveis , Ensino Fundamental e Médio , Estratégia Saúde da Família , Política Pública , Instituições Acadêmicas
8.
Artigo em Inglês | Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: psi-65072

RESUMO

INTRODUCTION: adolescence is a phase that entails biopsychosocial changes with specific emotional and behavioral impact on sexual and reproductive health of both sexes. The World Health Organization considers adolescents to be the ages from 10 to 19 years. Chronologically this is important for epidemiological research, for development of public health policies , to define programs and specific actions for this audience. The concern with the sexual and reproductive health of adolescents is due to early onset of sexual activity, which contributes to expose these young people to the risks of unplanned pregnancy and sexually transmitted diseases OBJECTIVE: to identify the sources of information used by adolescents in public schools about sexuality and reproduction METHODS: descriptive quantitative study. There were 90 Semi-structured interviews applied to adolescents with predominant age between 16 and 19 years old from the second year of high school in a Public School located in the urban periphery of a capital in the northeast of Brazil RESULTS: it was observed that the adolescents of this study has a relatively high accessibility to the educational activities in the area of sexual and reproductive health. The school was the main area cited by the participants of the study. As for the search for information on the subject, friends are the most sought after by adolescents. Afterwards, the most often cited are family members. The majority of the adolescents said that the source of information most sought was television (35.5%), followed by the internet, books and magazines. Contraception was practiced by only 14 (36.9%) of the adolescents CONCLUSION: this study points to the school as the main area of participation in educational activities on sexual and reproductive health among adolescents, in addition to friends, television and the internet.(AU)


INTRODUÇÃO: a adolescência é uma fase que acarreta mudanças biopsicossociais, com especificidades emocionais e comportamentais que repercutem na saúde sexual e reprodutiva de ambos os sexos. A Organização Mundial da Saúde considera como adolescentes a faixa etária dos 10 aos 19 anos. Cronologicamente isso é importante para a investigação epidemiológica, para elaboração de políticas públicas e para definição de programas e ações específicas para esse público. A preocupação com a saúde sexual e reprodutiva dos adolescentes se deve a precocidade do início da atividade sexual, a qual contribui para expor esses jovens aos riscos da gravidez não planejada e das doenças sexualmente transmissíveis OBJETIVO: identificar as fontes de informações utilizadas pelos adolescentes da escola pública sobre sexualidade e reprodução MÉTODO: estudo descritivo de natureza quantitativa. 90 entrevistas semiestrutu-radas foram aplicadas em adolescentes do segundo ano do Ensino Médio de uma Escola Pública da periferia urbana de uma capital do Nordeste Brasileiro, cuja faixa etária predomina entre 16 e 19 anos RESULTADOS: observou-se que os adolescentes da pesquisa têm uma acessibilidade relativamente elevada a atividades educativas na área de saúde sexual e reprodutiva. A escola foi o principal espaço citado pelos participantes do estudo. Quanto à busca por informações sobre o assunto, os amigos são os mais procurados pelos adolescentes. Posteriormente os mais citados são os familiares. A maioria dos adolescentes disse que a fonte de informação mais buscada era a televisão (35,5%), seguido da internet e livros e revistas. A anticoncepção era praticada por somente 14 (36,9%) dos adolescentes CONCLUSÃO: esse estudo aponta para a escola como principal espaço de participação em atividades educativas sobre saúde sexual e reprodutiva entre os adolescentes, além de os amigos, televisão e internet.(AU)


Assuntos
Adolescente , Adolescente , Sexualidade , Saúde Sexual , Saúde Reprodutiva
9.
Rev. pesqui. cuid. fundam. (Online) ; 6(3): 1302-1312, jul.-set. 2014. tab
Artigo em Inglês, Português | LILACS | ID: lil-719771

RESUMO

Objective: to analyze the scientific production involving the use of hormone replacement therapy during menopause as a risk factor for developing breast cancer. Method: an integrative literature review. The databases BDENF, LILACS and SciELO were used. There were 71 articles identified of which 24 comprised the sample. Results: it was observed that Brazil was the country with the most publications and Portuguese was the most queried language. Regarding the choice of study design, 50% of the studies had a methodological qualitative approach and the data collection method by means of documents was the most used. Conclusion: nurses as health professionals should advise women in per menopausal age about the risks and benefits of the use of hormone replacement therapy in order to assist them in adhering or not to treatment.


Objetivo: analisar a produção científica envolvendo o uso da terapia de reposição hormonal no climatério como um fator de risco para desenvolvimento de câncer de mama. Método: realizou-se uma revisão integrativa da literatura. Utilizamos as bases de dados BDENF, LILACS e SciELO. Identificamos 71 artigos, dos quais 24 compuseram nossa amostra. Resultados: observamos que o Brasil foi o país com mais publicações e o idioma mais requisitado foi o português. Em relação à escolha do delineamento do estudo, 50% dos estudos possuíam abordagem metodológica do tipo qualitativa e o método de coleta de dados por meio de documentos foi o mais utilizado. Conclusão: a enfermagem como profissional da saúde deve orientar as mulheres em idade perimenopausa sobre os riscos e benefícios do uso da terapia de reposição hormonal a fim de auxiliá-las na adesão ou não a esse tratamento.


Objetivo: analizar la producción científica involucrando el uso de la terapia de reemplazo hormonal durante la menopausia como factor de riesgo para desarrollar cáncer de mama. Método: se realizó una revisión integradora de la literatura. Utilizamos las bases de datos BDENF, LILACS y SciELO. Se identificaron 71 artículos, de los cuales 24 formaban la muestra. Resultados: observamos que Brasil fue el país con el mayor número de publicaciones y la lengua portuguesa fue la más solicitada. En cuanto a la elección del diseño del estudio, el 50% de los estudios tenía aproximación metodológica de tipo cualitativo y el método de recogida de datos por medio de los documentos fue el más utilizado. Conclusión: enfermería como profesional de la salud debe aconsejar a las mujeres en edad peri menopáusica acerca de los riesgos y beneficios del uso de la terapia de reemplazo hormonal con el fin de ayudarles en el cumplimiento o no de este tratamiento.


Assuntos
Humanos , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Climatério , Terapia de Reposição Hormonal , Menopausa , Terapia de Reposição de Estrogênios , Terapia de Reposição de Estrogênios/efeitos adversos , Brasil
10.
Rev. pesqui. cuid. fundam. (Online) ; 6(3): 1302-1312, jul.-set. 2014. tab
Artigo em Inglês, Português | BDENF - Enfermagem | ID: bde-25665

RESUMO

Objective: to analyze the scientific production involving the use of hormone replacement therapy during menopause as a risk factor for developing breast cancer. Method: an integrative literature review. The databases BDENF, LILACS and SciELO were used. There were 71 articles identified of which 24 comprised the sample. Results: it was observed that Brazil was the country with the most publications and Portuguese was the most queried language. Regarding the choice of study design, 50% of the studies had a methodological qualitative approach and the data collection method by means of documents was the most used. Conclusion: nurses as health professionals should advise women in per menopausal age about the risks and benefits of the use of hormone replacement therapy in order to assist them in adhering or not to treatment.(AU)


Objetivo: analisar a produção científica envolvendo o uso da terapia de reposição hormonal no climatério como um fator de risco para desenvolvimento de câncer de mama. Método: realizou-se uma revisão integrativa da literatura. Utilizamos as bases de dados BDENF, LILACS e SciELO. Identificamos 71 artigos, dos quais 24 compuseram nossa amostra. Resultados: observamos que o Brasil foi o país com mais publicações e o idioma mais requisitado foi o português. Em relação à escolha do delineamento do estudo, 50% dos estudos possuíam abordagem metodológica do tipo qualitativa e o método de coleta de dados por meio de documentos foi o mais utilizado. Conclusão: a enfermagem como profissional da saúde deve orientar as mulheres em idade perimenopausa sobre os riscos e benefícios do uso da terapia de reposição hormonal a fim de auxiliá-las na adesão ou não a esse tratamento.(AU)


Objetivo: analizar la producción científica involucrando el uso de la terapia de reemplazo hormonal durante la menopausia como factor de riesgo para desarrollar cáncer de mama. Método: se realizó una revisión integradora de la literatura. Utilizamos las bases de datos BDENF, LILACS y SciELO. Se identificaron 71 artículos, de los cuales 24 formaban la muestra. Resultados: observamos que Brasil fue el país con el mayor número de publicaciones y la lengua portuguesa fue la más solicitada. En cuanto a la elección del diseño del estudio, el 50% de los estudios tenía aproximación metodológica de tipo cualitativo y el método de recogida de datos por medio de los documentos fue el más utilizado. Conclusión: enfermería como profesional de la salud debe aconsejar a las mujeres en edad peri menopáusica acerca de los riesgos y beneficios del uso de la terapia de reemplazo hormonal con el fin de ayudarles en el cumplimiento o no de este tratamiento.(AU)


Assuntos
Humanos , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Terapia de Reposição Hormonal , Climatério , Menopausa , Terapia de Reposição de Estrogênios/efeitos adversos , Terapia de Reposição de Estrogênios , Brasil
11.
Rev. bras. cancerol ; 59(3): 401-407, jul.-set. 2013. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-724468

RESUMO

Introdução: As atividades de educação em saúde estimulam a prevenção de doenças, a promoção da saúde e o engajamento da população em assuntos relacionados à saúde e à qualidade de vida, através da construção do conhecimento. Objetivo: Descrever a construção de um vídeo educativo sobre o câncer de mama em uma oficinavirtual. Método: Estudo do tipo de desenvolvimento de tecnologia educativa. A construção do material educativo ocorreu em junho de 2012, em quatro etapas: revisão narrativa da literatura, análise dos dados coletados, seleção dos dados e construção do material. Resultados: Obteve-se um vídeo educativo que abordava a definição do câncer de mama, as alterações na mama sugestivas de câncer e os métodos de detecção da doença: mamografia, exame clínicodas mamas, ultrassonografia mamária e autoexame das mamas. Conclusão: A enfermeira como profissional da saúdeé responsável pela promoção da saúde da comunidade, devendo desenvolver avanços na enfermagem que assegurem o compromisso social, a luta e o combate às doenças, como a elaboração de materiais que auxiliem a educação em saúde. A oficina virtual como uma tecnologia educativa pode facilitar a construção do conhecimento de forma a promover saúde


Introduction: Health education activities encourage diseases prevention, health promotion and engagement of thepopulation in matters related to health and quality of life through knowledge construction. Objective: to describe the elaboration of an educational video about breast cancer in a virtual workshop...


Assuntos
Humanos , Feminino , Recursos Audiovisuais , Diagnóstico Precoce , Tecnologia Educacional , Comunicação em Saúde , Neoplasias da Mama/prevenção & controle
12.
Rev. enferm. UERJ ; 21(2): 151-155, abr.-jun. 2013. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-747434

RESUMO

Objetivamos analisar a prevalência e fatores associados com a mamografia realizada por mulheres brasileiras. Este é um estudo epidemiológico transversal. Foram analisados dados secundários do Sistema Brasileiro de Informação do Câncer de Mama. Constatamos que 86,01% (n=742.004) das mulheres submetidas à mamografia em 2009 e 87,42% (n=2.231.668) em 2010 pertenciam à faixa etária de 40 a 69 anos. Em relação à escolaridade, a prevalência significativa de ensino fundamental incompleto atingiu 52,42% em 2009 e 54,24% em 2010. Nossos resultados indicam que 90,1% (n=777.194) de mulheres submetidas à mamografia em 2009 e 89,98% (n=2.297.490) em 2010 não relataram fatores de risco para câncer de mama. Um número maior apresentou atitudes favoráveis à mamografia, um fator que é considerado positivo para a prática do exame.


To analyze the prevalence and factors associated with the mammography exam undertaken by Brazilian women.This is an epidemiological cross-sectional study. We analyzed secondary data from the Brazilian Breast Cancer Information System. We found that 86.01% (n=742,004) of women undergoing mammography in 2009 and 87.42% (n=2,231,668) in 2010 were 40 to 69 years old. Regarding education, a significant prevalence of incomplete primary education was seen among those who were examined, reaching 52.42% in 2009 and 54.24% in 2010. Our findings indicate that 90.1% (n=777,194) of women who underwent mammography in 2009 and 89.98% (n=2,297,490) in 2010 did not report high risk factors for breast cancer. A greater number of women show positive attitudes about mammography, a factor that is considered critical for mammography’s compliance.


Objetivamos analizar la prevalencia y factores asociados con la mamografía realizada por mujeres brasileñas. Es un estudio epidemiológico transversal. Se analizaron datos secundarios del Sistema de Información sobre el Cáncer de Mama. Encontramos 86,01% (n=742.004) de las mujeres sometidas a una mamografía en 2009 y 87,42% (n=2.231.668) en 2010 eran de lafranja etaria de 40 a 69 años. En cuanto a la educación, la prevalencia significativa de la educación primaria incompleta alcanzó 52,42% en 2009 y 54,24% en 2010. Nuestros resultados indican que 90,1% (n=777.194) de las mujeres que se sometieron a una mamografía en 2009 y 89,98% (n=2.297.490) en 2010, informaron factores de riesgo para cáncer de mama. Un mayor número de mujeres reveló actitudes positivas sobre la mamografía, un factor que es fundamental para el cumplimiento de la mamografía.


Assuntos
Humanos , Feminino , Adulto , Neoplasias da Mama , Mamografia , Saúde da Mulher , Brasil , Estudos Transversais , Epidemiologia Descritiva
13.
Rev. enferm. UERJ ; 21(2): 151-155, abr.-jun. 2013. tab
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: bde-27857

RESUMO

Objetivamos analisar a prevalência e fatores associados com a mamografia realizada por mulheres brasileiras. Este é um estudo epidemiológico transversal. Foram analisados dados secundários do Sistema Brasileiro de Informação do Câncer de Mama. Constatamos que 86,01% (n=742.004) das mulheres submetidas à mamografia em 2009 e 87,42% (n=2.231.668) em 2010 pertenciam à faixa etária de 40 a 69 anos. Em relação à escolaridade, a prevalência significativa de ensino fundamental incompleto atingiu 52,42% em 2009 e 54,24% em 2010. Nossos resultados indicam que 90,1% (n=777.194) de mulheres submetidas à mamografia em 2009 e 89,98% (n=2.297.490) em 2010 não relataram fatores de risco para câncer de mama. Um número maior apresentou atitudes favoráveis à mamografia, um fator que é considerado positivo para a prática do exame. (AU)


To analyze the prevalence and factors associated with the mammography exam undertaken by Brazilian women.This is an epidemiological cross-sectional study. We analyzed secondary data from the Brazilian Breast Cancer Information System. We found that 86.01% (n=742,004) of women undergoing mammography in 2009 and 87.42% (n=2,231,668) in 2010 were 40 to 69 years old. Regarding education, a significant prevalence of incomplete primary education was seen among those who were examined, reaching 52.42% in 2009 and 54.24% in 2010. Our findings indicate that 90.1% (n=777,194) of women who underwent mammography in 2009 and 89.98% (n=2,297,490) in 2010 did not report high risk factors for breast cancer. A greater number of women show positive attitudes about mammography, a factor that is considered critical for mammography’s compliance. (AU)


Objetivamos analizar la prevalencia y factores asociados con la mamografía realizada por mujeres brasileñas. Es un estudio epidemiológico transversal. Se analizaron datos secundarios del Sistema de Información sobre el Cáncer de Mama. Encontramos 86,01% (n=742.004) de las mujeres sometidas a una mamografía en 2009 y 87,42% (n=2.231.668) en 2010 eran de lafranja etaria de 40 a 69 años. En cuanto a la educación, la prevalencia significativa de la educación primaria incompleta alcanzó 52,42% en 2009 y 54,24% en 2010. Nuestros resultados indican que 90,1% (n=777.194) de las mujeres que se sometieron a una mamografía en 2009 y 89,98% (n=2.297.490) en 2010, informaron factores de riesgo para cáncer de mama. Un mayor número de mujeres reveló actitudes positivas sobre la mamografía, un factor que es fundamental para el cumplimiento de la mamografía. (AU)


Assuntos
Humanos , Feminino , Adulto , Saúde da Mulher , Neoplasias da Mama , Mamografia , Estudos Transversais , Epidemiologia Descritiva , Brasil
14.
Rev. enferm. UFPE on line ; 7(1): 302-305, jan. 2013.
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: bde-32999

RESUMO

Objetivo: relatar a estratégia educativa sobre as redes sociais de apoio vivenciada com mulheresmastectomizadas. Método: estudo descritivo, do tipo relato de experiência, sobre as atividades do projeto deextensão universitária << Assistência à mulher mastectomizada na Associação Cearense de MulheresMastectomizadas >>, realizado em junho de 2012. Participaram da atividade 28 mulheres mastectomizadas,tendo em vista a relevância da existência de redes sociais de apoio para a reinserção à sociedade de mulheressubmetidas à mastectomia, uma vez que elas favorecem a reabilitação. Foram adotadas duas etapas: umaprática (por meio de técnica de interação com o uso da tecnologia leve/dura (“um rolo de barbante”) e outrateórica (explanação expositiva), favorecendo o compartilhamento de conteúdos relativos à temática.Resultados: a Enfermagem reconhece a necessidade das redes sociais de apoio a essas mulheres e indica apreocupação de construir junto a elas um conhecimento acerca do assunto. Conclusão: foi possível, de formalúdica e interativa, associar teoria à prática, estimulando a mulher a ser corresponsável no processo deensino-aprendizagem.(AU)


Assuntos
Humanos , Feminino , Mastectomia , Apoio Social , Enfermagem , Mastectomia/reabilitação , Educação em Saúde , Epidemiologia
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA