Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 7 de 7
Filtrar
Filtros adicionais











País/Região como assunto
Intervalo de ano
1.
Rev. bras. med. fam. comunidade ; 14(41): e1900, 02/2019. tab, ilus
Artigo em Português | LILACS, Coleciona SUS | ID: biblio-986718

RESUMO

Objetivo: Avaliar a Atenção Básica quanto aos insumos, imunobiológicos e medicamentos disponibilizados nos serviços de saúde da família de município de Minas Gerais, Brasil. Métodos: Trata-se de pesquisa transversal, analítica, conduzida em 2014, a partir de instrumento ministerial intitulado Autoavaliação para Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica, de equipes de saúde da família. Oito itens foram considerados, com valores entre zero a 10 pontos, da total inadequação à total adequação da Unidade Básica de Saúde (UBS), ao item avaliado. Classificaram-se as unidades em padrões de qualidade "muito insatisfatório" a "muito satisfatório" e analisou-se conforme localização rural e urbana, nível de significância p<0,05. Resultados: Participaram 75 equipes, que apresentaram expressiva inadequação nos itens: UBS dispor todas as vacinas exigidas no calendário básico, 5,95 (±4,003); possuir insumos e medicamentos para abordagem inicial de urgência/emergência, 2,33 (±2,500); apresentar os medicamentos básicos com regularidade, 3,68 (±3,146). A classificação foi regular para 45,3% das unidades e insatisfatória para 29,3%, sem diferenças quanto à localização urbana ou rural (p=0,479). Conclusão: Evidenciou-se avaliação insatisfatória, com inadequações relativas às vacinas, à abordagem inicial nas situações de urgência e emergência e à disponibilidade dos medicamentos. Tal situação prejudica o elenco de ações e a resolutividade dos serviços, afetando a capacidade da equipe para atender, efetivamente, as demandas de saúde da população


Objective: To evaluate the Basic Care regarding the supplies, immunobiologicals and medicines available in the family health services of the municipality of Minas Gerais, Brazil. Methods: Cross-sectional, analytical research, conducted in 2014, from a ministerial instrument titled Self-Assessment for Improving Access and Quality of Primary Care, of family health teams. Eight items were considered, with values between zero and 10 points, of the total inadequacy to the total adequacy of the Basic Health Unit (UBS), to the evaluated item. The units were classified in quality standards "very unsatisfactory" to "very satisfactory" and analyzed according to rural and urban locations, level of significance p<0.05. Results: 75 teams participated, which presented significant inadequacy in the items: UBS dispose of all the vaccines required in the basic calendar, 5.95 (±4.003); to have supplies and medicines for the initial emergency/emergency approach, 2.33 (±2.500); presenting the basic medicines regularly, 3.68 (±3.146). The classification was regular for 45.3% of the units and unsatisfactory to 29.3%, without differences in urban or rural locations (p=0.479). Conclusion: There was an unsatisfactory evaluation, with inadequacies related to vaccines, the initial approach in emergency and emergency situations and the availability of medicines. Such a situation undermines the list of actions and the resolution of services, affecting the capacity of the team to effectively meet the population's health demands.


Objetivo: Evaluar la Atención Básica en cuanto a los insumos, inmunobiológicos y medicamentos disponibles en los servicios de salud de la familia del municipio de Minas Gerais, Brasil. Métodos: Se trata de investigación transversal, analítica, conducida en 2014, a partir de instrumento ministerial titulado Autoevaluación para la mejora del acceso y de la calidad de la atención básica, de los equipos de salud de la familia. Se consideraron ocho ítems, con valores entre cero y diez puntos, de la total inadecuación a la total adecuación de la Unidad Básica de Salud (UBS), al ítem evaluado. Se clasificaron las unidades en estándares de calidad "muy insatisfactorio" a "muy satisfactorio" y se analizó según ubicación rural y urbana, nivel de significancia p<0,05. Resultados: Participaron 75 equipos, que presentaron expresiva inadecuación en los ítems: UBS disponer todas las vacunas requeridas en el calendario básico, 5,95 (±4,003); poseer insumos y medicamentos para el enfoque inicial de urgencia/emergencia, 2,33 (±2,500); presentar los medicamentos básicos con regularidad, 3,68 (±3,146). La clasificación fue regular para el 45,3% de las unidades e insatisfactoria para el 29,3%, sin diferencias en cuanto a la ubicación urbana o rural (p=0,479). Conclusión: Se evidenció una evaluación insatisfactoria, con inadecuaciones relativas a las vacunas, al abordaje inicial en las situaciones de urgencia y emergencia y a la disponibilidad de los medicamentos. Tal situación perjudica el elenco de acciones y la resolutividad de los servicios, afectando la capacidad del equipo para atender efectivamente las demandas de salud de la población.


Assuntos
Humanos , Atenção Primária à Saúde , Avaliação em Saúde , Estratégia Saúde da Família , Insumos Farmacêuticos , Pesquisa sobre Serviços de Saúde
2.
Trab. educ. saúde ; 17(1): e0018710, 2019. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-979431

RESUMO

Resumo Este estudo teve como objetivo avaliar a organização do processo de trabalho entre equipes de saúde da família de um município de Minas Gerais (MG), Brasil. Pesquisa quantitativa, transversal, analítica, desenvolvida em 2014. Investigaram-se formulários da Autoavaliação para Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica de 73 equipes. Foram considerados 14 itens da subdimensão organização do processo de trabalho, avaliados com valores entre zero e 10 pontos, referindo-se à total inadequação ou adequação da equipe ao padrão avaliado. As equipes foram classificadas do padrão 'muito insatisfatório' ao 'muito satisfatório'. Efetuaram-se análises estatísticas com nível de significância p<0,05. Classificaram-se 86,3% nos padrões muito satisfatório/satisfatório, mas 13,7% foram regular/muito insatisfatório. Três itens ‒ 'Território definido, vínculo com a população e responsabilização pela resolução das necessidades de saúde'; 'Coordenação do cuidado' e 'Monitoramento das solicitações de exames' ‒ apresentaram desempenho inadequado. As equipes da zona urbana foram melhor avaliadas. O maior número de profissionais da odontologia foi correlacionado à maior pontuação. Atenção especial deve ser dada àquelas equipes com baixa pontuação. Melhor organização do processo de trabalho deve ser fortalecida, visando aprimorar a performance no cuidado à saúde da comunidade.


Abstract The study had the goal of assessing the organization of the work process of family health teams in a municipality in the state of Minas Gerais, Brazil. It was a quantitative, cross-sectional analytical research performed in 2014. We investigated the forms for the Self-Assessment for the Improvement in the Access and Quality of Primary Health Care of 73 teams. A total of 14 items of the subdimension organization of the work process were considered, and they were scored from 0 to 10, with 0 meaning complete inadequacy and 10 meaning complete adequacy of the team to the assessed pattern. The teams were classified from the 'highly unsatisfactory' pattern to the 'highly satisfactory' pattern. The significance level of the statistical analyses was set as values of p < 0.05. A total of 86.3% were classified in the highly satisfactory/satisfactory pattern, and 13.7% were classified as average/highly unsatisfactory. Three items ‒ 'Defined territory, bond with the population and responsibility for the fulfilment of the health needs'; 'Coordination of care'; and 'Monitoring of exam requests' ‒ had inadequate performances. The teams from urban areas scored better in the assessment. The odontology professionals were the category that scored the highest in the assessment. Special attention should be devoted to the teams with low scores. A better organization of the work process should be strengthened, with the goal of enhancing the performance in the care to health of the community.


Resumen Este estudio tuvo como objetivo evaluar la organización del proceso de trabajo entre equipos de salud de la familia de un municipio del Estado de Minas Gerais, Brasil. Investigación cuantitativa, transversal, analítica, desarrollada en el 2014. Se investigaron formularios de Autoevaluación para Mejora del Acceso y la Calidad de la Atención Básica de 73 equipos. Se consideraron 14 puntos de la subdimensión organización del proceso de trabajo, evaluados con valores entre cero y diez puntos, correspondiendo respectivamente a la total inadecuación o adecuación del equipo al estándar evaluado. Los equipos se clasificaron desde el estándar 'muy insatisfactorio' hasta el 'muy satisfactorio'. Se efectuaron análisis estadísticos con nivel de significación p<0,05. El 86,3% se clasificó en los estándares muy satisfactorio/satisfactorio y el 13,7% como regular/muy insatisfactorio. Tres puntos ‒ 'Territorio definido, vínculo con la población y responsabilidad por la resolución de las necesidades de salud'; 'Coordinación del cuidado' y 'Monitoreo de las solicitudes de exámenes' ‒ presentaron un rendimiento inadecuado. Los equipos de la zona urbana tuvieron un mejor resultado. El mayor número de profesionales de odontología estuvo correlacionado a la mayor puntuación. Se debe dar atención especial a aquellos equipos con baja puntuación. Se debe poner énfasis en una mejor organización del proceso de trabajo, a fin de optimizar el rendimiento en el cuidado de la salud de la comunidad.


Assuntos
Humanos , Atenção Primária à Saúde , Gestão em Saúde , Estratégia Saúde da Família , Serviços de Saúde , Pesquisa sobre Serviços de Saúde
3.
Saude e pesqui. (Impr.) ; 10(1): 101-109, jan.-abr. 2017.
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-847293

RESUMO

Objetivou-se analisar a avaliação das equipes de saúde da família quanto aos itens educação permanente e qualificação profissional para Atenção Básica. Pesquisa quantitativa, transversal e analítica, realizada em município polo ao norte de Minas Gerais. Os dados de 75 equipes foram coletados a partir da autoavaliação para melhoria do acesso e da qualidade da atenção básica, em 2014. Consideraram-se dois itens de padrão de qualidade em educação permanente e qualificação. A análise estatística foi realizada no Software IBM SPSS 22.0. Processaram-se análises bivariadas considerando o nível de significância p<0,05. Predominou a autoavaliação positiva, com média de 15,2 pontos, sendo 53,3% das equipes classificadas no padrão muito satisfatório, 26,7% satisfatório e 20,0% regular, com melhor classificação para as equipes da zona urbana comparadas às rurais (p<0,05). A educação permanente ainda não se efetivou no cotidiano dos pro­fissionais. Sugere-se incentivar a qualificação profissional para aquisição de competências e habilidades na atenção básica.


Family health teams were evaluated with regard to permanent education and professional qualification for basic health care. Current quantitative, transversal and analytic research was undertaken in a municipality in the north of the state of Minas Gerais, Brazil, where data on 75 teams were collected in 2014 through the Self-Evaluation for the Improvement of Access and Quality of Basic Care. Two items for quality standard in permanent education and qualification were taken into account. Statistical analysis was performed by IBM SPSS 22.0, with bi-variate analyses at p<0.05 significance level. Positive self-evaluation predominated, with mean 15.2 marks, or rather, 53.3% for teams classified as very satisfactory; 26.7% as satisfactory; 20.0% as fair, with higher classification for the urban teams rather than the rural ones (p<0.05). Permanent education is still an item on the agenda of pro­fessionals. Professional qualification is encouraged for the acquisition of competence and capacity in Basic Health Care.

4.
Cogitare enferm ; 22(2): 01-10, abr-jun. 2017.
Artigo em Inglês, Português | LILACS | ID: biblio-868424

RESUMO

Objetivou-se avaliar a infraestrutura das unidades de saúde da família e os equipamentos para ações na Atenção Básica. Pesquisa quantitativa, transversal analítica, realizada em 2014 em cidade polo de Minas Gerais, com avaliação de subdimensão da Autoavaliação para Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica, de 75 equipes. A classificação da subdimensão situou-se no padrão insatisfatório para 48% das unidades. São poucas as unidades com total adequação para: ações em saúde (5,3%), atendimento com privacidade (9,3%), disposição de telefone e internet (1,3%), recursos para atender urgência e emergência (1,3%), veículo oficial para ações externas (4%), identificação visual das dependências e dos profissionais (4%). A disposição de telefone e internet apresentou maior média para zona urbana e disposição de veículo oficial foi maior para zona rural (p<0,05). A qualidade da infraestrutura e dos equipamentos obteve avaliação predominantemente negativa pelas equipes, limitando a consolidação da Atenção Básica (AU).


The present study aimed to assess the quality of infrastructure in family health units and of the equipment used in primary care actions. Quantitative, cross-sectional analytical study conducted in 2014 in a large city of Minas Gerais, with assessment of the subdimension Self-assessment for Access and Quality Improvement in Primary Care of 75 teams. The subdimension was considered unsatisfactory by 48% of the units. Few units met all the requirements assessed for all health actions: (5.3%) regarding the delivery of private, personalized health care services; (9.3%) regarding availability of telephone line and internet connection; (1.3%) regarding resources needed to meet emergency care needs; (1.3%) regarding the availability of a vehicle for the transportation of the health teams in planned external activities; (4%) regarding the visual identification of the facilities and teams. The availability of a telephone line and internet connection showed the highest average in urban areas and the availability of a vehicle for transportation of the teams was higher in rural areas (p <0.05). The assessment of the quality of infrastructure and equipment by the teams was predominantly negative, impacting the consolidation of Primary Care (AU).


Estudio cuyo objetivo fue evaluar la infraestructura de las unidades de salud de la família, así como los equipos para acciones en la Atención Básica. Investigación cuantitativa, transversal analítica, realizada en 2014 en ciudad polo de Minas Gerais, por medio de evaluación de subdimensión de la Autoevaluación para Mejorar el Acceso y la Cualidad de la Atención Básica de 75 equipos. Se evaluó la clasificación de la subdimensión como insatisfactoria para 48% de las unidades. Fueron pocas unidades con total adecuación para: acciones en salud (5,3%), atendimiento con privacidad (9,3%), disposición de teléfono e internet (1,3%), recursos para atender urgencias y emergencias (1,3%), vehículo oficial para acciones externas (4%), identificación visual de las dependencias y de los profesionales (4%). La disposición de teléfono e internet presentó media mayor para zona urbana y hubo más disposición de vehículo oficial en el ámbito rural (p<0,05). La evaluación de la cualidad de la infraestructura y de los equipos por los profesionales fue predominantemente negativa, limitándose la consolidación de la Atención Básica (AU).


Assuntos
Humanos , Estratégia Saúde da Família , Qualidade, Acesso e Avaliação da Assistência à Saúde , Pesquisa sobre Serviços de Saúde , Atenção Primária à Saúde , Qualidade da Assistência à Saúde
5.
Saúde debate ; 40(111): 117-127, dez. 2016. tab
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-846124

RESUMO

RESUMO Objetivou-se analisar a qualidade da Atenção Básica pelas Equipes de Saúde da Família. Utilizaram-se dados da Autoavaliação para Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica e do Sistema de Informação da Atenção Básica. Foi analisado o padrão de qualidade conforme equipe urbana/rural, composição profissional e cadastro de agravos/doenças por equipe. Ao todo, 75 equipes participaram deste estudo, das quais, 44% alcançaram padrão satisfatório. Observou-se que equipes mais bem classificadas têm maiores médias de médicos e dentistas (p<0,05) e que o menor cadastro de pessoas com agravos/doenças não representou melhor qualidade da Atenção Básica. Nota-se, também, que a avaliação de serviços a partir da equipe é importante para a gestão em saúde.


ABSTRACT This study aimed to analyze the quality of Primary Care by Family Health Teams. Data from the Self-Assessment for Improving Access and Quality of Primary Care and Basic Care Information System were used. It was analyzed the quality standard per urban/rural staff, professional composition and records of injuries/illnesses per team. Overall, 75 teams participated in this study, of which, 44% achieved satisfactory standard. It was observed that best classified teams have higher averages of doctors and dentists (p<0.05) and that the lower register of people with injuries/illnesses did not represent a better quality of Primary Care. It was also noted that service evaluation from the team is important for health management.

6.
Saúde debate ; 38(100): 26-34, Jan-Mar/2014. tab
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: lil-710473

RESUMO

Este artigo descreve o perfil dos cirurgiões-dentistas, enfermeiros e médicos que atuam nas Estratégias de Saúde da Família (ESF) do Município de Montes Claros - MG e avalia seus papéis frente às Redes de Atenção à Saúde (RASs). Identificou-se elevado índice de capacitação profissional, mas fraco vínculo empregatício com o referido município. Os recursos humanos na atenção primária são elemento essencial para as RASs, pois os profissionais devem estar capacitados para atuar como protagonistas nos sistemas de governança em prol da comunidade. Ainda é necessária a mobilização pelo sistema gestor de modo a fornecer aos profissionais garantias e condições para se atingir a excelência no serviço de saúde.


This article aims to describe the profile of the orthodontists, nurses and physicians involved in the Family Health Strategy at the municipality of Montes Claros - MG and insert it in context of the Primary Health Networks (PHNs). A high level of professional training is observed, although a weak employment link also applies. It is known that human resources are an overriding element to reach a good performance at the PHNs, once they should be prepared to act as protagonists of governance systems, managing the resources towards community. It is still necessary that health system' managers provide health personnel with all professional guarantees so to reach excellence in primary health.

7.
Saúde debate ; 37(96): 43-50, jan.-mar. 2013.
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: lil-673402

RESUMO

Esta pesquisa objetivou investigar a existência e a acessibilidade ao prontuário eletrônico na atenção primária à saúde. Trata-se de estudo quantitativo, descritivo e exploratório, realizado em Montes Claros - Minas Gerais, Brasil. Os dados foram coletados entre nos meses de outubro de 2010 ea março de 2011. A análise foi realizada por meio do Statistical Package for The Social Science PASW® 17.0. Foram entrevistados médicos, enfermeiros e cirurgiõães-dentistas de Equipes de Saúde da Família (ESF). Este trabalho foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Estadual de Montes Claros, parecer consubstanciado nº 2011/2010. Os resultados demonstraram a inexistência do prontuário eletrônico.


This study investigated the existence and accessibility to electronic medical records in health care. This is a quantitative, descriptive and exploratory study, held in Montes Claros - Minas Gerais, Brazil. Data were collected from October 2010 to March 2011. The analysis was performed using the Statistical Software Statistical Package for Social Science The PASW ® 17.0. We interviewed doctors, nurses and dentists of Family Health Teams. This study was approved by the Ethics Committee in Research of Montes Claros State University, the consolidated nº.2011/2010. The results showed the lack of electronic medical records.

SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA