Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 2 de 2
Filtrar
Mais filtros










Base de dados
Intervalo de ano de publicação
1.
Braz. j. pharm. sci ; 46(1): 53-66, Jan.-Mar. 2010. ilus
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-548736

RESUMO

New Product Portfolio Management is aimed at helping decision-makers better select projects for new products based on key criteria for the manufacturer. The Brazilian pharmaceutical industry has been undergoing change due to stricter sanitary requirements following the enactment of the Generic Law in 1999. This paper presents the results of a research study aimed at clarifying the rationale employed by national pharmaceutical companies in selecting and prioritizing their new product development projects. Consequently, proposals for an analytical structure that could help these companies better select their products were produced. The research was carried out using case study methodology in which four different companies were investigated. The results of the field study confirmed that these companies had a non-structured Product Development System and that the selection of new product development projects was made on a non-systematic basis. The research also identified key criteria for the selection of projects of new pharmaceutical products, which provided the basis for the preparation of a proposal for a managerial standard for application of New Product Portfolio Management.


A gestão de portfólio de projetos de novos produtos visa a auxiliar os tomadores de decisão a selecionar projetos de novos produtos considerando critérios importantes para a organização. A indústria farmacêutica brasileira tem passado por transformações devido ao aumento das exigências sanitárias após a Lei de Genéricos, de 1999. O objetivo deste trabalho foi entender como as indústrias farmacêuticas brasileiras selecionam seus projetos de desenvolvimento de novos produtos e propor uma estrutura que possa auxiliar estas empresas a selecionar seus projetos de produtos. Foi utilizada a metodologia de estudo de caso e uma mostra de quatro organizações foi investigada. Os resultados indicam que essas empresas apresentam um desenvolvimento de produtos não estruturado e que a seleção de projetos de novos produtos é realizada de forma não-sistemática. Critérios importantes para a seleção de projetos de novos produtos foram identificados e utilizados para elaboração de um padrão gerencial para aplicação da gestão de portfólio de projetos de novos produtos.


Assuntos
Indústria Farmacêutica , Organização e Administração , Tecnologia de Produtos , Química Farmacêutica/normas , Sugestão , Legislação como Assunto , Tecnologia/métodos
2.
Rev. bras. farmacogn ; 16(3): 408-420, jul.-set. 2006. tab
Artigo em Inglês | LILACS-Express | ID: lil-571009

RESUMO

In this paper, we describe the results of a thorough survey in the four editions of the Brazilian Official Pharmacopoeia (FBRAS), in a search for data about the plants and other botanical products included in them. The growth of the pharmaceutical industry since the second half of last century markedly affected the Brazilian official medicine. The paper analyses the transformation within the Pharmacopoeia, focusing on the presence of Monographs for Native medicinal plants. The result showed a strong substitution of Native American medicinal plants by industrialized medicine and foreign medicinal plants in FBRAS and confirms the necessity of investiments in research for the validation of Brazilian Native plants.


Este artigo descreve os resultados de uma extensa revisão efetuada nas quatro edições da Farmacopéia Brasileira, buscando dados sobre as plantas medicinais e outros produtos vegetais nela descritos. O crescimento da indústria farmacêutica internacional a partir da segunda metade do século passado afetou intensamente a medicina oficial no Brasil. O texto faz uma breve análise das transformações sofridas pela Farmacopéia, tomando como base a existência de Monografias para as espécies vegetais nativas. Os resultados do estudo demonstram uma intensa substituição das plantas nativas do Brasil por medicamentos industrializados e outros produtos vegetais estrangeiros, confirmando assim a necessidade de investimentos em pesquisa de validação das nossas plantas medicinais.

SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA