Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 43
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
ABC., imagem cardiovasc ; 32(4): 318-30, out.-dez. 2019. ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1024061

RESUMO

A doença pulmonar hipertensiva pode ser definida como um conjunto de alterações fisiopatológicas pulmonares que resultam em uma patologia grave, progressiva e com alta morbimortalidade. O ecocardiograma transtorácico é um método de imagem de fácil acesso e essencial para avaliação desta doença, principalmente na faixa pediátrica, na qual há limitações para realização frequente e de rotina do cateterismo direito. Nesta revisão, abordaremos as principais técnicas ecocardiográficas para o diagnóstico e a avaliação hemodinâmica da hipertensão pulmonar na população pediátrica. O diagnóstico precoce e o adequado estadiamento no acompanhamento das intervenções clínicas são fundamentais para escolha assertiva da abordagem terapêutica e, consequentemente, melhora do desfecho clínico


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Pediatria , Ecocardiografia/métodos , Criança , Hipertensão Pulmonar/mortalidade , Artéria Pulmonar , Valva Tricúspide , Veia Cava Inferior , Cateterismo Cardíaco , Ecocardiografia Doppler/métodos , Disfunção Ventricular Direita , Disfunção Ventricular Esquerda , Átrios do Coração , Ventrículos do Coração
3.
Arq. bras. cardiol ; 113(1): 135-181, July 2019. tabela, gráfico
Artigo em Inglês | Sec. Est. Saúde SP, SESSP-IDPCPROD, Sec. Est. Saúde SP | ID: biblio-1022874

RESUMO

In accordance with the "Standards for the Elaboration of Guidelines, Positions and Normations" sanctioned by the Brazilian Society of Cardiology, this document was written to update the "Echocardiography Indication Guidelines" of 2009. The new document is not intended to be a comprehensive review of echocardiography, but rather an indispensable basic guide to support the rational clinical decision-making of the physician requesting the exam for adult patients. Although it considers the recent technological advances of echocardiography, its purpose is not to describe in detail echocardiography methods, but to summarize in a clear and concise way the main situations in which echocardiography brings benefit to the diagnosis and/or therapeutic orientation of the individual. This manuscript chose to highlight the class of recommendation, as described below: Class I: conditions for which there is conclusive evidence or, in the absence thereof, general agreement that the examination procedure is useful and safe. Class II: conditions for which there is conflicting evidence and/or divergence of opinion on the utility and/or safety of the examination. Class-IIa: evidence or opinions favorable to the examination. Most experts approve. Class IIb: utility and/or safety less well established, with divergent opinions. Class III: conditions for which there is evidence or consensus that the examination is not useful and, in some cases, may even be harmful. In addition, the level of evidence was also described, as follows: A: several concordant randomized clinical trials or robust meta-analyses; B: less robust meta-analysis data or single randomized clinical study or observational studies; C: expert opinion.(AU)


Assuntos
Humanos , Ecocardiografia , Guia de Prática Clínica
4.
ABC., imagem cardiovasc ; 31(3)jul.-set. 2018. ilus, graf
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-909374

RESUMO

A Sociedade Brasileira de Anestesiologia, pelo Núcleo Vida de Ecocardiografia Transesofágica Intraoperatória (ETTI/SBA) juntamente com o Departamento de Imagem Cardiovascular da Sociedade Brasileira de Cardiologia (DIC/SBC), fez uma força-tarefa para normatizar a feitura da ecocardiografia transesofágica intraoperatória para os anestesiologistas e ecocardiografistas brasileiros com base nas evidências científicas da Sociedade dos Anestesiologistas Cardiovasculares/Sociedade Americana de Ecocardiografia (SCA/ASE) e da Sociedade Brasileira de Cardiologia


Assuntos
Humanos , Anestesiologia/métodos , Anestesiologia/normas , Ecocardiografia Transesofagiana/métodos , Ecocardiografia Transesofagiana/normas , Valva Aórtica , Brasil , Esôfago , Política Informada por Evidências , Guias como Assunto/normas , Coração , Átrios do Coração , Ventrículos do Coração , Monitorização Hemodinâmica/métodos , Valva Mitral , Sonda , Artéria Pulmonar , Cirurgia Torácica/métodos , Valva Tricúspide
5.
Rev. bras. anestesiol ; 68(1): 1-32, Jan.-Feb. 2018. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS-Express | ID: biblio-897812

RESUMO

Abstract Through the Life Cycle of Intraoperative Transesophageal Echocardiography (ETTI/SBA) the Brazilian Society of Anesthesiology, together with the Department of Cardiovascular Image of the Brazilian Society of Cardiology (DIC/SBC), created a task force to standardize the use of intraoperative transesophageal echocardiography by Brazilian anesthesiologists and echocardiographers based on scientific evidence from the Society of Cardiovascular Anesthesiologists/American Society of Echocardiography (SCA/ASE) and the Brazilian Society of Cardiology.


Resumo A Sociedade Brasileira de Anestesiologia, pelo Núcleo Vida de Ecocardiografia Transesofágica Intraoperatória (ETTI/SBA) juntamente com o Departamento de Imagem Cardiovascular da Sociedade Brasileira de Cardiologia (DIC/SBC), fez uma força-tarefa para normatizar a feitura da ecocardiografia transesofágica intraoperatória para os anestesiologistas e ecocardiografistas brasileiros com base nas evidências científicas da Sociedade dos Anestesiologistas Cardiovasculares/Sociedade Americana de Ecocardiografia (SCA/ASE) e da Sociedade Brasileira de Cardiologia.

6.
Rev Bras Anestesiol ; 68(1): 1-32, 2018.
Artigo em Português | MEDLINE | ID: mdl-28867150

RESUMO

Through the Life Cycle of Intraoperative Transesophageal Echocardiography (ETTI/SBA) the Brazilian Society of Anesthesiology, together with the Department of Cardiovascular Image of the Brazilian Society of Cardiology (DIC/SBC), createded a task force to standardize the use of intraoperative transesophageal echocardiography by Brazilian anesthesiologists and echocardiographers based on scientific evidence from the Society of Cardiovascular Anesthesiologists/American Society of Echocardiography (SCA/ASE) and the Brazilian Society of Cardiology.


Assuntos
Procedimentos Cirúrgicos Cardíacos , Ecocardiografia Transesofagiana/normas , Coração/diagnóstico por imagem , Cuidados Intraoperatórios/normas , Ecocardiografia Transesofagiana/efeitos adversos , Ecocardiografia Transesofagiana/métodos , Humanos
7.
Rev. bras. anestesiol ; 68(1): 1-32, 2018. ilus, tab
Artigo em Inglês | Sec. Est. Saúde SP, SESSP-IDPCPROD, Sec. Est. Saúde SP | ID: ses-37365

RESUMO

Through the Life Cycle of Intraoperative Transesophageal Echocardiography (ETTI/SBA) the Brazilian Society of Anesthesiology, together with the Department of Cardiovascular Image of the Brazilian Society of Cardiology (DIC/SBC), createded a task force to standardize the use of intraoperative transesophageal echocardiography by Brazilian anesthesiologists and echocardiographers based on scientific evidence from the Society of Cardiovascular Anesthesiologists/American Society of Echocardiography (SCA/ASE) and the Brazilian Society of Cardiology. (AU)


Assuntos
Consenso , Ecocardiografia , Ecocardiografia/métodos , Ecocardiografia
11.
ABC., imagem cardiovasc ; 29(4): 132-135, out.-dez. 2016. tab, graf
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-834208

RESUMO

Fundamento: O ecocardiograma é particularmente importante para a avaliação de pacientes instáveis hemodinamicamente. Apesar de sua realização à beira do leito eliminar o risco resultante do transporte, a obtenção de imagens pode ficar prejudicada; o posicionamento adequado poderia contribuir para uma melhor qualidade de imagem e consequentemente análise do exame. Objetivo: Avaliar se o posicionamento do paciente pela enfermagem poderia influenciar a qualidade das imagens ecocardiográficas obtidas no leito. Métodos: Foram estudados de maneira consecutiva os pacientes com solicitação de exame no leito. Durante a realização de ecocardiograma transtorácico foram adquiridos vídeos dos planos para esternal longitudinal (PEL) e apical 4-câmaras(Apical-4C) e a imagem estática do fluxo aórtico (FAo) em decúbito lateral esquerdo (DLE) e em decúbito dorsal (DD). As imagens digitalizadas foram analisadas cegamente por dois observadores em relação ao tipo de decúbito utilizado. A qualidade das imagens foi graduada como 1:boa/ótima; 2:inadequada/ruim; e comparadas com o teste de Kappa e correlação de Pearson. Resultados: Foram estudados 68 pacientes, com idade de 69 ± 24 anos, sendo 37 do sexo masculino e superfície corpórea 1,85 ± 0,09 m2. Em relação aos cortes, as imagens em DLE apresentam melhor qualidade (p < 0,001) quando comparadas ao DD tanto para os vídeos Apical-4C (Kappa 0,19) e PEL (Kappa 0,25) e FAo (Kappa 0,13); a concordância entre os avaliadores para a qualidade das imagens foi de 95%. Conclusão: O posicionamento adequado do paciente no leito em decúbito lateral esquerdo contribui significativamente para a aquisição de imagens de melhor qualidade.


Background: Echocardiography is particularly important for assessing hemodynamically unstable patients. Despite being carried out at the bedside to eliminate the risk resulting from patient’s transportation, the imaging maybe impaired. Proper patient’s positioning could contribute to enhancing both the image quality and analysis of the exam. Objective: To evaluate whether patient’s positioning by nurses could influence the quality of the echocardiographic images obtained at the bedside. Methods: Patients whose examinations were requested to be carried out at the bedside were studied in a consecutive manner. During transthoracic echocardiography, videos of the parasternal longitudinal view (PLV) and 4-chamber apical view (Apical-4C) were obtained, as well as the still image of the aortic flow (FAo), in the left lateral decubitus (LLD) and supine decubitus (SD). The scanned images were blindly analyzed by two observers comparing the type of decubitus used. The image quality was rated as 1: good/excellent quality; 2: inadequate/poor, and then submitted to Kappa agreement test and Pearson correlation. Results: 68 patients were studied, aged 69 ± 24 years, 37 males and body surface 1.85 ± 0.09 m2. When the distinct views were compared, LLD images showed better quality (p < 0.001) when compared to SD for both the Apical-4C videos (Kappa 0.19) and PLV (Kappa 0.25) and FAo (Kappa 0.13); interobserver agreement of the quality of the images was 95%. Conclusion: Patient’s proper positioning in bed in left lateral decubitus contributes significantly to the acquisition of better quality images.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Diagnóstico por Imagem/métodos , Ecocardiografia/métodos , Pacientes , Posicionamento do Paciente/efeitos adversos , Cuidados Críticos/normas , Cuidados de Enfermagem/métodos , Leitos/tendências , Análise Estatística
12.
ABC., imagem cardiovasc ; 29(1): 28-32, jan.-mar.2016. ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-777624

RESUMO

A dilatação idiopática do átrio direito (AD) é uma condiçãorara, frequentemente assintomática, com tratamentocontroverso, podendo se restringir ao acompanhamentoclínico ou tratamento cirúrgico. Descrevemos aqui um caso deum adolescente com achados ecocardiográficos compatíveiscom essa doença...


Assuntos
Humanos , Masculino , Adulto , Adolescente , Átrios do Coração/anormalidades , Átrios do Coração/cirurgia , Dilatação Patológica/diagnóstico , Ecocardiografia Transesofagiana/métodos , Ecocardiografia/métodos , Resultado do Tratamento
13.
Biomed Res Int ; 2015: 596451, 2015.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-26605333

RESUMO

Echocardiography is a key tool for hemodynamic assessment in Intensive Care Units (ICU). Focused echocardiography performed by nonspecialist physicians has a limited scope, and the most relevant parameters assessed by focused echocardiography in Pediatric ICU are left ventricular systolic function, fluid responsiveness, cardiac tamponade and pulmonary hypertension. Proper ability building of pediatric emergency care physicians and intensivists to perform focused echocardiography is feasible and provides improved care of severely ill children and thus should be encouraged.


Assuntos
Cuidados Críticos/métodos , Ecocardiografia/métodos , Adolescente , Criança , Pré-Escolar , Ecocardiografia/instrumentação , Feminino , Humanos , Lactente , Masculino
14.
ABC., imagem cardiovasc ; 27(4): 229-234, out.-dez. 2014. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-730116

RESUMO

Fundamento: O Ecocardiograma Transesofágico (ETE) intraoperatório tem sido muito utilizado durante as correções das cardiopatias congênitas; entretanto, em obstruções de vias de saída dos ventrículos, as informações são limitadas. Objetivo: Avaliar a confiabilidade do ETE em detectar gradientes residuais em pacientes com obstruções de vias de saída dos ventrículos. Pacientes e Método: Os gradientes sistólicos após circulação extracorpórea ao ETE de 127 pacientes (idade média de 7 anos), sendo 79 com obstrução direita e 48 com obstrução esquerda, foram comparados ao Ecocardiograma Transtorácico (ETT) após cirurgia. Gradientes maiores que 40 mmHg foram considerados de significância hemodinâmica.Resultados: Nas obstruções esquerdas o ETE mostrou gradientes médios maiores que o ETT (30 mmHg vs 24mmHg; p = 0,014). Os gradientes ao ETE foram menores que 40 mmHg em 75% dos pacientes e houve concordância com o ETT em 97%. Nos demais, o gradiente ao ETE foi maior que 40 mmHg e houve concordância com o ETT em 33%. Nas obstruções direitas o ETE mostrou gradientes médios semelhantes ao ETT (28 mmHg vs 25 mmHg; p = 0,21). Os gradientes ao ETE foram menores que 40 mmHg em 88% dos pacientes e houve concordância com o ETT em 91,5%. Nos demais, o gradiente ao ETE foi maior que 40 mmHg e houve concordância com o ETT em 60%. Conclusão: O ETE mostrou-se útil na detecção de gradientes residuais nas vias de saída dos ventrículos nos pacientes estudados. Entretanto, em gradientes maiores que 40 mmHg, o ETE sugere maior severidade das obstruções, particularmente no lado esquerdo.


Background: Despite the large use of intraoperative Transesophageal Echocardiography (TEE) in congenital heart surgery, limited information is available regarding ventricular outflow tract obstruction. Objective: The aim of this study was to assess the reliability of the post-bypass TEE to detect residual gradients in patients with ventricular outflow obstruction. Patients and Methods: Post-bypass TEE peak systolic gradients of 127 patients (mean age of 7 years), being 79 with right ventricular outflow tract obstruction and 48 with left ventricular outflow tract obstruction, were compared with the postoperative TTE. Postoperative lesions were considered of hemodynamic significance when peak systolic gradient was higher than 40 mmHg. Results: In patients with left ventricular outflow tract obstruction TEE showed mean peak systolic gradients higher than TTE (30 mmHg versus 24 mmHg; p= 0,014). In 75%, TEE gradients were lower than 40 mmHg and agreed with TTE in 97%. In the remaining patients, TEE gradients were higher than 40 mmHg and agree with TTE in 33%. In patients with right ventricular outflow tract obstruction TEE mean gradients agreed with TTE (28 mmHg versus 25 mmHg; p= 0.21). In 88%, TEE gradients were lower than 40 mmHg and agreed with TTE in 91.5%. In the remaining patients, TEE gradients were higher than 40 mmHg and agreed with TTE in 60%.Conclusion: TEE showed to be a reliable technique to detect residual ventricular outflow tract obstructions in the majority of patients. However, when considered gradients higher than 40 mmHg, TEE suggested a greater severity of obstructions, particularly on the left side.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Criança , Cardiopatias Congênitas/terapia , Ecocardiografia , Ecocardiografia Transesofagiana , Cuidados Intraoperatórios , Obstrução do Fluxo Ventricular Externo/cirurgia , Circulação Extracorpórea , Função Ventricular/fisiologia , Hemodinâmica , Análise Estatística , Tetralogia de Fallot
15.
ABC., imagem cardiovasc ; 27(4): 235-242, out.-dez. 2014. ilus, tab, graf
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-730117

RESUMO

Objetivos: Avaliar a função diastólica e a função atrial esquerda por meio do estudo com Doppler e ecocardiograma tridimensional em ciclistas de alto desempenho; comparar as variáveis estudadas a controles não esportistas. Métodos: Foram estudados 18 ciclistas profissionais (homens, idade 29, 5±4, 3 anos) e 18 indivíduos controles não esportistas (homens, idade 28, 8±5, 8 anos). Todos os indivíduos foram submetidos a ecocardiograma bidimensional e tridimensional com medidas de variáveis de função diastólica e de esvaziamento atrial como volume atrial esquerdo máximo, mínimo e antes de sua contração. Com base nestes volumes fundamentais foram calculadas a função de esvaziamento ativo, passivo e total, bem como a força de contração atrial. Resultados: Os indivíduos de ambos grupos apresentaram variáveis antropométricas semelhantes. Foi observado no grupo ciclista em relação aos controles: menor velocidade da onda A’ (5,9cm/s ± 2,2 versus 7,6 ± 2,3cm/s, com P=0,03), menor força de contração atrial (4,7 ±1,4Kdyn Vs. 6,2 ± 2,1Kdyn, com P= 0,02) e maior fração de esvaziamento passivo (43,8 ± 12,8% versus 34,8 ± 10,4% com P=0,03). Foi observada correlação linear entre a velocidade da onda A’ e a força de contração atrial no grupo dos ciclistas (r=0,80, P<0,05), entre a força de contração atrial e a fração de esvaziamento passivo (r=-0,88, P<0,05) e entre a força de contração atrial e o volume atrial antes de sua contração (r=0,65, P<0,05). Conclusão: O grupo ciclistas apresentou aumento do componente passivo em detrimento de uma redução do componente ativo no esvaziamento atrial total, o que mostrou estar correlacionado à atividade diastólica supernormal nesse grupo.


Objectives: To assess left ventricular diastolic and atrial function by means of Doppler and three-dimensional echocardiography of high-performance cyclists; To compare the variables studied for non-athlete controls. Methods: The study included 18 professional cyclists (men, age 29, 5±4, 3 years) and 18 non-athlete control individuals (men, age 28, 8±5, 8 years). All individuals underwent two-dimensional and three-dimensional echocardiography including measures of diastolic function variables and atrial emptying, such as maximum, minimum and before contraction left atrial volume. Based on these fundamental volumes, active, passive and total emptying function, and atrial contraction strength were calculated. Results: The individuals of both groups had similar anthropometric variables. The following was observed in the cyclist group as for the controls: lower A’ wave velocity (5.9 cm/s ± 2.2 versus 7.6 ± 2.3 cm/s, with P = 0.03), smaller atrial contraction force (4.7 ± 1,4Kdyn vs. 6.2 ± 2.1Kdyn, P = 0.02) and greater passive emptying fraction (43.8% ± 12.8 versus 34.8 ± 10.4% with P = 0.03). A linear correlation was found between A’ wave velocity and atrial contraction force in the cyclists group (r = 0.65, P <0.05), between atrial contraction force and passive emptying fraction (r = 0.80, P <0.05) and between atrial contraction and volume before contraction (r = 0.65, P < 0.05). Conclusion: The cyclists group showed an increase in the passive component to the detriment of a reduction in the active component in total atrial emptying, which was showed to be correlated with supernormal diastolic activity in this group.


Assuntos
Humanos , Masculino , Adulto , Atletas , Atividade Motora/fisiologia , Ciclismo/fisiologia , Ecocardiografia Tridimensional , Função Atrial/fisiologia , Índice de Massa Corporal , Remodelamento Atrial/fisiologia , Análise Estatística , Disfunção Ventricular Esquerda
16.
ABC., imagem cardiovasc ; 27(3): 184-190, jul.-set. 2014. tab, graf
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-719627

RESUMO

Fundamento: O Doppler tecidual é uma técnica que complementa a análise da função diastólica do ventrículo esquerdo. No entanto, alguns fatores podem influenciar suas medidas, entre estes a idade, cuja contribuição não está adequadamente esclarecida.Objetivo: Comparar o comportamento dos índices de função diastólica derivados do Doppler tecidual em indivíduos idosos hipertensos e não hipertensos.Métodos: Indivíduos com idade acima de 60 anos foram divididos em um grupo controle (GC), sem comorbidades cardiovasculares, e um grupo de hipertensos (HAS). Foram avaliadas as funções sistólica e diastólica (Doppler convencional e tecidual) do ventrículo esquerdo e obtidos os volumes do átrio esquerdo e massa ventricular. Resultados: Foram analisados 56 indivíduos (idade de 70,1 ± 6,6 anos), sendo 23 (41,1%) do GC e 33 (58,9%) do HAS. Os achados ecocardiográficos estruturais foram semelhantes entre os grupos, exceto para hipertrofia ventricular esquerda, mais frequente no HAS (34,4% versus 4,8%; p=0,017). A análise do Doppler tecidual não revelou diferenças entre os grupos (e’ septal: 8,0 ± 1,5 versus 7,2 ± 1,9cm/s; p=0,08 e e’ lateral: 9,8 ± 2,2 versus 8,7 ± 2,0cm/s; p=0,07, respectivamente para o GC e HAS). No HAS observou-se tempo de desaceleração da onda E (TD) mais prolongado (253 ± 62 versus 208 ± 36 ms no GC; p=0,003). Conclusão: Na análise da função diastólica em idosos, o Doppler tecidual não foi capaz de discriminar de forma acurada, indivíduos hipertensos, com maior potencial para a ocorrência de disfunção diastólica, de indivíduos não hipertensos. O TD revelou-se um parâmetro a ser valorizado nesta população.


Background: Tissue Doppler imaging is a technique that complements the analysis of left ventricular (LV) diastolic function. Some factors may influence these parameters, however the true influence of age on Tissue Doppler velocities remains unclear. Objective: To compare the indices of diastolic function derived from tissue Doppler imaging in hypertensive and non-hypertensive elderly individuals. Methods: Subjects aged over 60 years, divided into two groups were studied: a control group (GC) without cardiovascular comorbidities and a hypertensive group (HAS). Left ventricular systolic and diastolic function (conventional and tissue Doppler) was assessed, and measurements of left atrial volumes and LV mass were obtained. Results: The group consisted of 56 subjects (70.1 ± 6.6 years), 23 (41.1%) in the GC and 33 (58.9%) in the HAS. Except for LV hypertrophy, more frequent in the HAS group compared to HG (34.4% versus 4.8% respectively; p=0.017), all structural echocardiographic findings were similar. Tissue Doppler analysis revealed no differences between the groups (septal e’: 8.0 ± 1.5 vs. 7.2 ± 1.9 cm/s; p=0.083 and lateral e’: 9.8 ± 2.2 versus 8.7 ± 2.0 cm/s; p=0.074, respectively, for GC and HAS). A longer E-wave deceleration time was observed for HAS group (253 ± 62 versus 208 ± 36 ms in GC; p=0.003).Conclusion: In the analysis of diastolic function in elderly, tissue Doppler imaging was not able to discriminate hypertensive individuals, with the greatest potential for the occurrence of diastolic dysfunction, to the non-hypertensive individuals.The E-wave deceleration time proved to be a valuable parameter in this population.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Hipertensão/fisiopatologia , Hipertensão/mortalidade , Insuficiência Cardíaca/fisiopatologia , Insuficiência Cardíaca/mortalidade , Fatores Etários , Disfunção Ventricular Esquerda/diagnóstico , Doenças Cardiovasculares/fisiopatologia , Doenças Cardiovasculares/mortalidade , Ecocardiografia Doppler/métodos , Curva ROC
18.
Arq Bras Cardiol ; 102(2): 151-5, 2014 Feb.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-24676370

RESUMO

BACKGROUND: The search for quality requires assessment tools in the various subdivisions of a health complex. In diagnostic medicine, they are scarce and in ergometry suggestions of indicators were not found. OBJECTIVE: To establish indicator for quality control on ergometry based on III Guidelines of the Brazilian Cardiology Society About Ergometric Test; to verify the percentage of tests that have presented the indicator within the compliance in two services of the same institution before and after the publication of the document. METHODS: A critical analysis of the guidelines in the search for indicator that would present: accuracy, reliability, simplicity, validity, sensitivity and ability to quantitatively measure the variations in the behavior of quality criteria and that would be applicable to all tests. The indicator was applied in tests of 2010 and 2011 prior to the publication, and after it was adopted by two services of the same institution. RESULTS: The indicator that has met the criteria was the percentage of ergometric tests with exercise duration between 8 and 12 minutes. In the years 2010 and 2011, respectively, the percentage of ergometric tests within compliance were 85.5% and 86.1% (p=0.068) at the General Hospital, and 81.5% and 85.7% (p<0.001) the Service of Periodic Health Assessment. CONCLUSION: The exercise time between 8 and 12 minutes can be used as a quality criterion in ergometric and services where it was applied, at least 80% of the ergometric tests were compliant.


Assuntos
Ergometria/normas , Guias de Prática Clínica como Assunto/normas , Brasil , Ergometria/métodos , Humanos , Controle de Qualidade , Valores de Referência , Reprodutibilidade dos Testes , Sociedades Médicas , Fatores de Tempo
19.
Arq. bras. cardiol ; 102(2): 151-156, 03/2014. tab, graf
Artigo em Português | LILACS, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-IDPCPROD, Sec. Est. Saúde SP | ID: lil-704614

RESUMO

Fundamento: A busca pela qualidade exige ferramentas de avaliação nas diversas subdivisões de um complexo de saúde. Na medicina diagnóstica eles são escassos e em ergometria não foram encontradas sugestões de indicadores. Objetivo: Estabelecer indicador para controle de qualidade em ergometria baseado nas III Diretrizes da Sociedade Brasileira de Cardiologia Sobre Teste Ergométrico; verificar o percentual dos testes que apresentaram o indicador dentro da conformidade em dois serviços de uma mesma instituição, antes e após a publicação do documento. Métodos: Foi realizada análise crítica das diretrizes em busca de indicador que apresentasse: exatidão, confiabilidade, simplicidade, validade, sensibilidade e capacidade de medir quantitativamente as variações no comportamento dos critérios de qualidade e que fosse aplicável a todos os testes. O indicador foi aplicado nos testes de 2010, anterior à publicação e 2011, depois que ele foi adotado, por dois serviços de uma mesma instituição. Resultados: O indicador que preencheu os critérios foi o de percentual de exames ergométricos com duração do exercício entre 8 e 12 minutos. Nos anos 2010 e 2011, respectivamente, os percentuais de testes ergométricos dentro da conformidade foram 85,5% e 86,1% (p = 0,068) no Hospital Geral, e 81,5% e 85,7% (p < 0,001) no Serviço de Avaliação Periódica de Saúde. Conclusão: O tempo do exercício entre 8 e 12 minutos pode ser utilizado como critério de qualidade em ergometria e nos serviços onde ele foi aplicado, pelo menos 80% dos testes ergométricos estiveram conformes. .


Background: The search for quality requires assessment tools in the various subdivisions of a health complex. In diagnostic medicine, they are scarce and in ergometry suggestions of indicators were not found. Objective: To establish indicator for quality control on ergometry based on III Guidelines of the Brazilian Cardiology Society About Ergometric Test; to verify the percentage of tests that have presented the indicator within the compliance in two services of the same institution before and after the publication of the document. Methods: A critical analysis of the guidelines in the search for indicator that would present: accuracy, reliability, simplicity, validity, sensitivity and ability to quantitatively measure the variations in the behavior of quality criteria and that would be applicable to all tests. The indicator was applied in tests of 2010 and 2011 prior to the publication, and after it was adopted by two services of the same institution. Results: The indicator that has met the criteria was the percentage of ergometric tests with exercise duration between 8 and 12 minutes. In the years 2010 and 2011, respectively, the percentage of ergometric tests within compliance were 85.5% and 86.1% (p = 0.068) at the General Hospital, and 81.5% and 85.7% (p <0.001) the Service of Periodic Health Assessment. Conclusion: The exercise time between 8 and 12 minutes can be used as a quality criterion in ergometric and services where it was applied, at least 80% of the ergometric tests were compliant. .


Assuntos
Humanos , Ergometria/normas , Guias de Prática Clínica como Assunto/normas , Brasil , Ergometria/métodos , Controle de Qualidade , Valores de Referência , Reprodutibilidade dos Testes , Sociedades Médicas , Fatores de Tempo
20.
Arq. bras. cardiol ; 102(2): 151-156, 2014. ilus
Artigo em Português | Sec. Est. Saúde SP, SESSP-IDPCPROD, Sec. Est. Saúde SP | ID: ses-30603

RESUMO

A busca pela qualidade exige ferramentas de avaliação nas diversas subdivisões de um complexo desaúde. Na medicina diagnóstica eles são escassos e em ergometria não foram encontradas sugestões de indicadores.Objetivo: Estabelecer indicador para controle de qualidade em ergometria baseado nas III Diretrizes da SociedadeBrasileira de Cardiologia Sobre Teste Ergométrico; verificar o percentual dos testes que apresentaram o indicadordentro da conformidade em dois serviços de uma mesma instituição, antes e após a publicação do documento.Métodos: Foi realizada análise crítica das diretrizes em busca de indicador que apresentasse: exatidão, confiabilidade,simplicidade, validade, sensibilidade e capacidade de medir quantitativamente as variações no comportamento doscritérios de qualidade e que fosse aplicável a todos os testes. O indicador foi aplicado nos testes de 2010, anterior àpublicação e 2011, depois que ele foi adotado, por dois serviços de uma mesma instituição.Resultados: O indicador que preencheu os critérios foi o de percentual de exames ergométricos com duração doexercício entre 8 e 12 minutos. Nos anos 2010 e 2011, respectivamente, os percentuais de testes ergométricos dentro daconformidade foram 85,5% e 86,1% (p = 0,068) no Hospital Geral, e 81,5% e 85,7% (p < 0,001) no Serviço de AvaliaçãoPeriódica de Saúde.Conclusão: O tempo do exercício entre 8 e 12 minutos pode ser utilizado como critério de qualidade em ergometria enos serviços onde ele foi aplicado, pelo menos 80% dos testes ergométricos estiveram conformes. (AU)


Assuntos
Ergometria , Pesos e Medidas , Exercício
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA