Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 4 de 4
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
Rev. Pesqui. (Univ. Fed. Estado Rio J., Online) ; 6(3): 1068-1077, jul.-set. 2014. ilus
Artigo em Inglês, Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-719751

RESUMO

Objective: to describe the learning strategy of creating a timeline about "what is taught and for whom the content of Nursing Administration." Method: report of experience implementing a strategy of teaching in the History of Nursing Administration, the Graduate Strict Sense held in May 2013 Program. Used technique workshop, held preparing the environment, organization of materials, tuition and guidance on strategy execution. Results: the implementation of the strategy was proposed, tested by students and teacher and their products were interactive panels composing the timeline on the history of nursing. Conclusion: the strategy was considered appropriate to discuss the content and relevant to the proposed organization.


Objetivo: relatar a estratégia de aprendizagem de criação de uma linha do tempo sobre “O que e para quem é ensinado o conteúdo de Administração em Enfermagem”. Método: relato de experiência de aplicação de uma estratégia de ensino na disciplina História da Administração em Enfermagem, do Programa de Pós-graduação Senso Estrito realizada em maio de 2013. Utilizada técnica de oficina, realizado preparo do ambiente, organização dos materiais; orientações sobre a aula e execução da estratégia. Resultados: a aplicação da estratégia foi proposta, testada por alunos e professora e seus produtos foram painéis interativos compondo a linha do tempo em história da enfermagem. Conclusão: aestratégia foi considerada adequada para a discussão do conteúdo e a organização pertinente ao proposto.


Objetivo: describir la estrategia de aprendizaje de la creación de una línea de tiempo sobre "lo que se enseña y para los que el contenido en Administración de Enfermería." Método: reporte de experiencia en la implementación de una estrategia de la enseñanza de la Historia de Administración de Enfermería, el sentido estricto de Postgrado celebrado 05 2013 Programa. Taller de técnica utilizada, celebró la preparación del medio ambiente, la organización de los materiales, matrícula y orientación sobre la ejecución de la estrategia. Resultados: se propuso la implementación de la estrategia, probada por los alumnos y el profesor y sus productos eran paneles interactivos que componen la línea de tiempo en la historia de la enfermería. Conclusión: la estrategia se consideró apropiado para discutir el contenido y relevante para la organización propuesta.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Educação de Pós-Graduação em Enfermagem/métodos , Educação em Enfermagem , Ensino/métodos , Brasil
2.
Hist. enferm., Rev. eletronica ; 3(1): 56-75, 20120000.
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1028955

RESUMO

Estudo histórico-documental, que objetivou evidenciar transformações nos modelos comunicacionais adotados na passagem de plantão explicitados na literatura científica brasileira. As fontes primárias foram artigos, dissertações e teses publicadas no período de 1974 a 2011, indicadas pelas bases LILACS, MEDLINE, PERIENF, DEDALUS, CINAHL. Com os 34 textos encontrados, foram construídas as categorias de descrição: Bases Ideológicas e Teóricas da Passagem de Plantão; Condições Necessárias para Efetivação da Passagem de Plantão; Operacionalização da Passagem de Plantão; Consequências da Passagem de Plantão e Propostas de Melhorias. A definição da passagem de plantão, conteúdo da informação, tempo dispendido e modalidades da atividade foram objeto de atenção. Os fatores negativos da atividade estavam ligados à desvalorização do processo comunicativo e os positivos à organização do trabalho na unidade e uso de recursos da tecnologia da informação. Concluiu-se que as transformações acompanharam mudanças da visão tecnicista para um olhar centrado no processo administrativo e educacional


Assuntos
História do Século XX , História da Enfermagem , Comunicação , Cuidados de Enfermagem , Equipe de Enfermagem , Jornada de Trabalho em Turnos
3.
Acta paul. enferm ; 25(3): 471-476, 2012. tab
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-641582

RESUMO

OBJETIVO: Identificar na literatura as complicações relacionadas às alterações fisiológicas do paciente, à equipe multidisciplinar e ao uso de equipamentos durante o transporte intra-hospitalar de pacientes críticos. MÉTODOS: Revisão integrativa da literatura, com busca nas bases de dados PUBMED, MEDLINE, e LILACS. RESULTADOS: Foram encontrados 20 artigos, todos escritos na língua inglesa. Os estudos mostraram que as alterações na pressão arterial e na frequência cardíaca são as mais comuns durante o transporte. Dos eventos adversos relacionados a problemas com a equipe, destacaram-se, a falta de conhecimento do profissional e a falha de comunicação, além dos provenientes dos equipamentos utilizados. CONCLUSÃO: Transportar o paciente crítico de maneira segura significa melhorar a comunicação entre as equipes, padronizar as ações e equipamentos utilizados por meio de protocolos e identificar intercorrências para obter excelência no atendimento durante o transporte.


OBJECTIVE: To identify in the literature the complications related to physiological changes of the patient, the multidisciplinary team and the use of equipment during the intrahospital transport of critically ill patients. METHODS: Integrative review of literature, through a search in the databases of PubMED, MEDLINE, and LILACS. RESULTS: We encountered 20 articles, all written in the English language. Studies have shown that changes in arterial pressure and heart rate are most common during transport. Of the adverse events related to problems with the team, the lack of knowledge of the professional and failure of communication stood out, apart from those derived from equipment used. CONCLUSION: Transporting the critically ill patient safely requires improving communication between teams, standardizing the actions and equipment used by means of protocols, and identifying opportunities to obtain excellence in service during transport.


OBJETIVO: Identificar en la literatura las complicaciones relacionadas a las alteraciones fisiológicas del paciente, al equipo multidisciplinario y al uso de equipamientos durante el transporte intrahospitalario de pacientes críticos. MÉTODOS: Revisión integrativa de la literatura, con búsqueda en las bases de datos PUBMED, MEDLINE, y LILACS. RESULTADOS: Fueron encontrados 20 artículos, todos escritos en el idioma inglés. Los estudios mostraron que las alteraciones en la presión arterial y en la frecuencia cardíaca son las más comunes durante el transporte. De los eventos adversos relacionados a problemas con el equipo, se destacaron, la falta de conocimiento del profesional y la falla en la comunicación, además de los provenientes de los equipamientos utilizados. CONCLUSIÓN: Transportar al paciente crítico de manera segura significa mejorar la comunicación entre los equipos, patronizar las acciones y equipamientos utilizados por medio de protocolos e identificar complicaciones para obtener excelencia en la atención durante el transporte.


Assuntos
Humanos , Estado Terminal , Falha de Equipamento , Equipe de Assistência ao Paciente , Transferência de Pacientes , Sinais e Sintomas , Transporte de Pacientes , Bases de Dados Bibliográficas
4.
Nursing (Säo Paulo) ; 14(161): 551-556, out. 2011. ilus, graf
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-613766

RESUMO

Estudo descritivo exploratório com abordagem quantitativa que objetivou mensurar, através do tempo porta-balão, o tempo médio de atendimento dos pacientes com infarto agudo do miocárdio e indicação de reperfusão miocárdica pela angioplastia transluminal coronariana primária. A amostra foi composta por 19 pacientes. Na triagem classificatória doze pacientes relataram dor torácica / epigástrica irradiada, sete relataram dor torácica localizada e três relataram náuseas/vômitos. Em 42,1% o tempo porta-balão total ficou menor ou igual a 90 minutos; em 52,6% maior que 90 minutos e menor que 120 minutos e em 5,2% acima de 120 minutos. É fundamental esforços da equipe de saúde para reduzir os tempos entre as fases do tempo porta-balão para agilizar o atendimento e reduzir o tempo entre o início do evento e a reperfusão miocárdica na hemodinâmica.


Assuntos
Humanos , Infarto do Miocárdio , Tratamento de Emergência , Inquéritos e Questionários
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA