Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 36
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
Ciênc. rural (Online) ; 52(10): e20201069, 2022. tab
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1375118

RESUMO

The present evaluated the effects of copper sulfate solution (CSS) and arginine powder (Arg) supplements on performance, thyroid hormones and blood biochemistry of broiler chickens fed with canola meal (CM)-based diets. The experimental design was completely randomized with a 3 × 3 factorial and 9 treatments, corresponding to 3 levels of CSS (0, 125 and 250 mg/kg) and 3 levels of Arg (0, 0.1 and 0.2%) (n = 45 per treatment). Feeds were offered ad libitum for 21 days, from 22 to 42 days of age. Feed efficiency was significantly affected by the dietary addition of 250 mg/kg CSS and 0.2% Arg, and by the CSS × Arg interaction. CM supplemented with CSS improved the thyroid gland status and increased the plasma levels of triiodothyronine and thyroxine. Birds fed diets supplemented with 0.2% Arg had lower blood glucose level than the other treatments. The addition of 250 mg/kg CSS and 0.2% Arg reduced the stress caused by the rapid growth of broilers, also increasing the overall bird welfare.


O objetivo do presente trabalho foi avaliar os efeitos da suplementação com solução de sulfato de cobre (SSC) e arginina em pó (Arg) sobre o desempenho, hormônios tireoidianos e bioquímica sanguínea de frangos de corte alimentados com dietas à base de canola DC. O desenho experimental foi completamente casualizado com fatorial 3 × 3 e nove tratamentos correspondentes a três níveis de inclusão de SSC (0, 125 e 250 mg/kg) e três níveis de Arg (0, 0,1 e 0,2%) (n = 45 para cada tratamento). As rações foram oferecidas ad libitum por 21 dias, de 22 até 42 dias de idade. A eficiência alimentar foi significativamente afetada pela adição de 250 mg/kg de SSC e 0,2% de Arg, assim como pela interação SSC × Arg. A suplementação da DC com SSC melhorou os parâmetros da glândula tireoide e aumentou os níveis plasmáticos de triiodotironina e tiroxina. As aves alimentadas com dietas suplementadas com 0,2% de Arg apresentaram menor nível de glicose sanguínea do que as dos demais tratamentos. A adição de 250 mg/kg de SSC e 0,2% de Arg reduz o estresse causado pelo rápido crescimento dos frangos, além de melhorar as condições gerais de bem estar das aves.


Assuntos
Animais , Arginina/administração & dosagem , Hormônios Tireóideos/análise , Galinhas/crescimento & desenvolvimento , Sulfato de Cobre/administração & dosagem , Brassica napus/química , Ração Animal/análise , Suplementos Nutricionais/análise , Aminoácidos/administração & dosagem
2.
J Dairy Res ; 87(3): 360-363, 2020 Aug.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-32883375

RESUMO

For this research communication, 90 samples of a Brazilian dairy were combined into four groups (raw material, final product, food-contact and non-food contact surfaces) and analyzed by metataxonomics based on 16S rRNA gene sequencing. The results showed high alpha-diversity indexes for final product and non-food contact surfaces but, overall, beta-diversity indexes were low. The samples were separated in two main clusters, and the core microbiota was composed by Macrococcus, Alkaliphilus, Vagococcus, Lactobacillus, Marinilactibacillus, Streptococcus, Lysinibacillus, Staphylococcus, Clostridium, Halomonas, Lactococcus, Enterococcus, Bacillus and Psychrobacter. These results highlight that rare taxa occur in dairies, and this may aid the development of strategies for food protection.


Assuntos
Bactérias/classificação , Laticínios/microbiologia , Microbiologia de Alimentos , Leite/microbiologia , Animais , Bactérias/genética , Brasil , Bovinos
3.
Ciênc. rural (Online) ; 49(2): e20180888, 2019. tab
Artigo em Inglês | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-1045294

RESUMO

ABSTRACT: The aim of the present study was to assess the occurrence of aflatoxins (AFs) and fumonisins (FBs) in feed ingredients (corn and soybean meal) and finishing feed in a broiler operation system, as well was to evaluate their effect on the productivity of 20 batches of broilers produced and the histology status of broilers' liver after slaughter. Corn samples presented the highest frequencies of AFs and FBs, at mean levels of 29.1 and 2,100µg/kg, respectively. Soybean samples presented mean levels of 1.5 and 70µg/kg for AFs and FBs, respectively. Batches of broilers receiving feed containing FB levels higher than 1,000µg/kg had lower weight gain and higher mortality rates, while those fed rations with AFs equal or above the limit of quantification (LOQ) of the analytical method presented higher scores of histological changes in the liver. A dilution effect was observed for AFs and FBs from ingredients, especially corn, to feed during manufacture, whilst not enough to prevent losses in productivity. Results of this trial highlighted the need for strict control of mycotoxins in corn intended for broilers.


RESUMO: O objetivo do presente trabalho foi verificar a ocorrência de aflatoxinas (AFs) e fumonisinas (FBs) em ingredientes (milho e farelo de soja) e na ração de abate sobre a produtividade de uma empresa integradora de frangos de corte, bem como avaliar seus efeitos sobre produtividade de 20 lotes de frangos produzidos pela empresa e a histologia dos fígados dos frangos após o abate. As amostras de milho apresentaram as maiores frequências de AFs e FBs, em concentrações médias de 29,1 e 2.100µg/kg, respectivamente. As amostras de farelo de soja apresentaram níveis médios de 1,5 e 70µg/kg para AFs e FBs, respectivamente. Os lotes de aves que receberam ração contendo níveis de FBs maiores que 1,000µg/kg apresentaram menor ganho de peso e maior percentual de mortalidade, enquanto que as que receberam ração com AFs iguais ou superiores ao limite de quantificação (LQ) do método analítico apresentaram maior grau de alteração histopatológica no fígado. Houve efeito de diluição de AFs e FBs dos ingredientes, especialmente o milho, à ração no processo de fabricação, porém não suficiente para evitar perdas na produtividade. Os resultados do estudo reforçam a necessidade do controle estrito de micotoxinas no milho destinado à alimentação de frangos de corte.

4.
Braz. J. Pharm. Sci. (Online) ; 53(3): e00071, 2017. tab, ilus
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-889389

RESUMO

ABSTRACT This study aimed to investigate the effect of peracetic acid (PAA, 0.5%) on adherent cells of three strains of Listeria monocytogenes strains belonging to serotypes 4b and 1/2b that had been previously isolated from the environment of a Brazilian cheese plant. The assays were conducted using polystyrene microplates and stainless steel coupons and the adhered cells were treated with PAA for 60, 120 and 180 s. On stainless steel, biofilms were partially inactivated by PAA after 60 s and almost 100% of the cells were damaged within 180 s using epifluorescence microscopy with LIVE/DEAD® staining. On polystyrene microplates, PAA decreased (P<0.05) biofilm biomass produced by the three L. monocytogenes isolates at 60 s, when compared with controls (no PAA treatment). However, PAA did not completely eliminate L. monocytogenes cells on polystyrene microplates (decreasing 1.8-2.5 log cycles after treatment with PAA for 180 s). The correct concentration and contact time of PAA is critical for eliminating biofilms formed by L. monocytogenes on stainless steel surfaces, although further studies are needed for defining efficient PAA treatments to remove adherent cells of this pathogen on plastic polymers


Assuntos
Ácido Peracético/efeitos adversos , Brasil , Indústria de Laticínios/classificação , Biofilmes , Listeria monocytogenes/patogenicidade
5.
Arq. Inst. Biol ; 83: e0972014, 2016. tab
Artigo em Português | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1006452

RESUMO

Neste trabalho foram determinados os níveis de ácido fólico e de fumonisina B1 (FB1) em farinha de milho consumida por 24 voluntários residentes em um campus universitário no estado de São Paulo, bem como sua relação com as concentrações de ácido fólico sérico nos indivíduos. As análises de ácido fólico e de FB1 em farinha de milho foram realizadas por cromatografia líquida de alta eficiência (CLAE), enquanto a determinação de ácido fólico sérico foi feita por kit de imunoensaio. Detectou-se a FB1 em 100% das amostras de farinha de milho, em níveis que variaram de 142 a 3.037 µg kg-1 (média: 738 ± 591 µg kg-1). As concentrações de ácido fólico nas amostras de farinha de milho ficaram entre < 0,3 µg kg-1 (limite de quantificação) e 1.705 µg kg-1, com média de 713 ± 435 µg kg-1, o que representa 47% do limite mínimo exigido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) para farinhas de milho comercialmente disponíveis. Nas amostras de soro humano, os níveis de ácido fólico variaram de 6,7 a 24,0 ng mL-1 (média: 13,4 ± 5,4 ng mL-1). Não houve correlação (p < 0,05) entre os níveis de ácido fólico no soro dos indivíduos e as concentrações de FB1 ou ácido fólico nas amostras de farinha de milho. Outros estudos são necessários para estimar a ingestão total de FB1 por meio da dieta para averiguar os efeitos das fumonisinas sobre a absorção de ácido fólico nos indivíduos avaliados.(AU)


In the present study, folic acid and fumonisin B1 (FB1) levels were determined in corn flour consumed by 24 volunteers, residents in a university campus in São Paulo State, as well as its relationship with folic acid in serum of individuals. Analyses of folic acid and FB1 in corn flour were performed by high-performance liquid chromatography (HPLC), while the determination of folic acid in serum was accomplished using an immunoassay kit. FB1 was detected in 100% of corn samples, at levels ranging from 142 to 3,037 µg kg-1 (which means: 738 ± 591 µg kg-1). The concentrations of folic acid in corn flour samples ranged from < 0.3 µg kg-1 (limit of quantification) to 1,705 µg kg-1, with a mean of 713 ± 435 µg kg-1, which represents 47% of the minimum required by National Agency of Health Surveillance (ANVISA) for corn flour commercially available. The levels of folic acid in human serum samples ranged from 6.7 to 24.0 ng mL-1 (meaning: 13.4 ± 5.4 ng mL-1). No correlations were observed (p < 0.05) between the folic acid levels in serum of individuals and the concentrations of FB1 or folic acid in corn flour samples. Further studies are needed to estimate the total intake of FB1 in the diet to assess the effects fumonisins on the absorption of folic acid in the individuals evaluated.(AU)


Assuntos
Humanos , Zea mays/química , Fumonisinas/sangue , Soro , Farinha , Ácido Fólico/sangue , Voluntários Saudáveis
6.
Braz. j. microbiol ; 46(2): 577-581, Apr-Jun/2015. tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-749719

RESUMO

This study aimed to verify the in vitro ability of beer fermentation residue (BFR) containing Saccharomyces cerevisiae cells and five commercial products that differed in the viability and integrity of S. cerevisiae cells to remove aflatoxin B1 (AFB1) from a citrate-phosphate buffer solution (CPBS). BFR was collected at a microbrewery and prepared by drying and milling. The commercial yeast-based products were as follows: inactive intact yeast cells from beer alcoholic fermentation, inactive intact yeast cells from sugarcane alcoholic fermentation, hydrolyzed yeast cells, yeast cell walls and active yeast cells. Adsorption assays were performed in CPBS spiked with 1.0 μg AFB1/mL at pH 3.0 and 6.0 for a contact time of 60 min at room temperature. Analysis of AFB1 in the samples was performed by high performance liquid chromatography. AFB1 adsorption by the products ranged from 45.5% to 69.4% at pH 3.0 and from 24.0% to 63.8% at pH 6.0. The higher percentages (p < 0.05) of AFB1 binding at both pH values were achieved with products containing hydrolyzed yeast cells or yeast cell walls rather than intact cells. The AFB1 binding percentages of BFR were 55.0 ± 5.0% at pH 3.0 and 49.2 ± 4.5% at pH 6.0, which was not significantly different (p > 0.05) from commercial products containing inactive intact yeast cells. The results of this trial indicate that the yeast-based products tested, especially the BFR, have potential applications in animal feeds as a suitable biological method for reducing the adverse effects of aflatoxins.


Assuntos
Adsorção , Aflatoxina B1/análise , Cerveja , Fermentação , Saccharomyces cerevisiae/metabolismo , Cromatografia Líquida de Alta Pressão , Concentração de Íons de Hidrogênio , Temperatura
7.
Bepa - Boletim Epidemiológico Paulista ; 11(126): 25-28, junho 2014. tab
Artigo em Português | Sec. Est. Saúde SP, SESSP-CTDPROD, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-CVEPROD, Sec. Est. Saúde SP | ID: biblio-1060520

RESUMO

Atuns e afins da família Scombridae são particularmente susceptíveis à formação de histamina por conterem grandes quantidades de histidina livre no tecido muscular. Esses peixes estão frequentemente associados a surtos de intoxicação histamínica em diversos países. Considerando que a presença de histamina representa um risco à saúde humana, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), pela Instrução normativa nº 46/2011, estabeleceu um nível de tolerância para histamina em conservas de atuns e bonitos (100 mg/kg). Neste trabalho relata-se um surto de intoxicação histamínica causado por atum (em conserva) ocorrido em abril de 2013, em uma escola do município de São Paulo, SP (Brasil) que acometeu diversas crianças após a ingestão da refeição do dia (almoço). Foram analisadas quanto ao teor de histamina as seguintes amostras: atum ralado com óleo comestível e caldo vegetal em conserva refogado com temperos (preparado na escola), uma embalagem original fechada de atum ralado com óleo comestível e caldo vegetal em conserva, do mesmo lote utilizado no refogado, e uma embalagem original de atum ralado com óleo comestível e caldo vegetal em conserva violada contendo fragmentos de atum. Não foi detectada histamina no produto com embalagem original fechada. Já no atum preparado e nos fragmentos de atum da embalagem, os teores foram de 1076,5 e 1534,7 mg/kg, respectivamente. Esses resultados são coerentes com os sintomas relatados na investigação do surto (manchas vermelhas ao redor da boca e face, edema ao redor dos olhos). Os dados sugerem que pode ter ocorrido uma contaminação cruzada e/ou estocagem em temperatura abusiva após o preparo, uma vez que a amostra do mesmo lote que estava intacta não continha histamina. Com este trabalho, pôde-se confirmar a intoxicação histamínica das pessoas acometidas devido ao consumo de altos teores de histamina presente no alimento preparado à base de atum em conserva...


Assuntos
Humanos , Alimentos em Conserva , Atum , Intoxicação , Histamina
8.
Ciênc. rural ; 44(4): 699-705, Apr. 2014.
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: lil-705301

RESUMO

As aflatoxinas são responsáveis por grandes prejuízos à saúde de aves comerciais e à produção animal, essencialmente por perda financeira decorrente de diminuição de ganho de peso dos animais. A detoxificação da ração ou de suas matérias-primas, bem como tentativas de diminuir a contaminação fúngica que leva à produção das toxinas, além de técnicas nutricionais, são métodos que podem ser adotados para tentar diminuir os efeitos deletérios sobre os frangos de corte. Sendo assim, o objetivo desta revisão é mostrar o que a ciência fornece como meios de detoxificação e/ou redução de contaminação por fungos; e algumas substâncias naturais que auxiliam a produção avícola na redução de micotoxicoses .


Aflatoxins are answerable for large losses for the health of commercial birds and for the animal production, essentially by financial losses due to animal body weight diminution. Detoxification of feed or its raw materials, well as attempts of diminution of fungal contamination that leads to toxins production, beyond of nutritional techniques, are methods that can be adopted trying to diminish deleterious effects among broiler chickens. This way, the objective of this review is to show what science supplies like ways of detoxification and/or reduction of contamination by fungi, and some natural substances that help poultry production on reduce mycotoxicosis.

9.
Braz. j. vet. res. anim. sci ; 51(2): 94-101, 2014.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-733547

RESUMO

As aflatoxicoses são micotoxicoses causadas por toxinas produzidas por estirpes de fungos do gênero Aspergillus. Cau- sam prejuízos importantes à produção animal, em especial àquelas que têm nos grãos sua matéria-prima base para preparação de ração, como a avicultura de corte. Atualmente, diversas técnicas, tais como uso de substâncias químicas, métodos físicos, estratégias de colheita, armazenagem e processamento de alimentos, estão sendo estudadas para quese diminua e, se bem aplicadas, evite os efeitos deletérios causados por essas substâncias à saúde animal. O objetivo desta revisão é descrever os principais efeitos das aflatoxinas sobre o desempenho zootécnico na produção de frangos de corte, as alterações nas matérias-primas de ração e os avanços científicos em metodologias de detoxificação biológica e de boas práticas agrícolas.


Aflatoxicosis are mycotoxicosis caused by toxins produced by strains of fungi of the genus Aspergillus. They cause important losses to animal production, especially to those that use grains like base raw-material to prepare feeds, like poultry production. Currently, many techniques are being studied to prevent the deleterious effects caused by these substances to animal health, including the use of chemical substances, physical methods, strategies for harvest, storage and processing food. The objective of this review is to describe the main effects of aflatoxins on poultry performance, the alterations in raw-materials of feeds and scientific advances on methods for biological detoxification and agricultural good practices.


Assuntos
Animais , Aspergillus/patogenicidade , Aves Domésticas/análise , Armazenamento de Alimentos , Galinhas/classificação
10.
UNOPAR Cient., Ciênc. biol. saude ; 14(4)out. 2012. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: lil-655268

RESUMO

As bactérias psicrotróficas podem afetar a qualidade de diversos produtos lácteos. A relação entre a contagem de psicrotróficos no leite pasteurizado e as frações de caseína do leite longa vida foi avaliada. O processo ultra alta temperatura foi conduzido de acordo com a seguinte sequência: pasteurização a 72-75 ºC por 15 s, pré-aquecimento a 85º C, esterilização a 142-145 ºC por 2 s por injeção direta de vapor ao leite, remoção da água condensada, resfriamento a 70 ºC, homogeneização, resfriamento a 20 ºC, envase asséptico em embalagens cartonadas de 1L e armazenamento à temperatura ambiente por 120 dias. As contagens de psicrotróficos foram determinadas no leite pasteurizado por contagem padrão em placas. As frações de caseína (as1, as2, beta e k) foram avaliadas no leite longa vida nos dias 8 e 120 de armazenamento por cromatografia líquida de alta eficiência. Foi observado aumento na quantidade de as2-caseína e redução da as2-caseína como porcentagem da caseína total ao final do armazenamento (P<0,05). Houve correlação positiva (P<0,05) no dia 120 de armazenamento entre psicrotróficos e a fração k-caseína.


Psycrothrophic bacteria can affect the quality of several dairy products. The relationship between psycrothrophic counts in pasteurized milk and casein fractions of ultra-high-temperature (UHT) milk was evaluated. The UHT process was performed according to the following sequence: pasteurization at 72-75 oC for 15 s, pre-heating at 85 oC, sterilization at 142-145 ºC for 2 s by direct steam injection into milk, removing of the condensed water, cooling to 70 ºC, homogenization, cooling to 20 ºC, bottling aseptically in 1-L sterile carton boxes and storage at room temperature for 120 days. Psycrothrophic counts were determined in pasteurized milk by standard plate count. Casein fractions (as1, as2, beta and k) were analyzed in UHT milk on days 8 and 120 by high performance liquid chromatography. It was observed increase in quantity of as2-casein and reduction of as2-casein as a percentage of total casein at the end of storage period (P<0,05). There was a positive correlation (P<0,05) on day 120 of storage between psychrotrophic and the k-casein fraction (P<0.05).

11.
Ciênc. rural ; 40(12): 2588-2592, dez. 2010. tab
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: lil-570608

RESUMO

O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito da contagem de células somáticas (CCS) do leite na atividade de plasmina e plasminogênio durante o período de armazenamento do leite longa vida integral. Os leites crus foram categorizados em grupos de CCS de baixa (342.000-487.000 células mL-1) e alta contagem (603.000-808.000 células mL-1). Dois lotes de leite longa vida em cada categoria de CCS foram analisados para determinação de plasmina e plasminogênio após 10, 30, 60, 90 e 120 dias de armazenamento em temperatura ambiente. Para a fabricação do leite longa vida, o leite cru foi submetido à pasteurização rápida seguida da esterilização industrial do leite por injeção de vapor pelo método direto e embalagem asséptica do produto. A CCS não apresentou efeitos sobre as características físico-químicas do leite cru, e nem sobre a atividade de plasmina e plasminogênio nos leites cru e longa vida, armazenados por 120 dias. Entretanto, independentemente da CCS, a atividade de plasmina e plasminogênio aumentou no leite longa vida ao longo do armazenamento, indicando a possibilidade de aumento da proteólise no produto durante sua vida de prateleira.


This study aimed to evaluate the effect of somatic cell counts (SCC) in milk on plasmin and plasminogen activities of ultra high temperature (UHT) milk during storage. Raw milks were categorized in SCC groups of low (342,000-487,000 cells mL-1) and high cells (603,000-808,000 cells mL-1). Two replicates of UHT milks within each SCC category were analyzed for plasmin and plasminogen activities after 10, 30, 60, 90 and 120 days of storage at room temperature. For manufacture of UHT milk, raw milk was pasteurized and sterilized by direct vapor injection process, followed by aseptic packaging. SCC had no effect on physical-chemical characteristics of raw milk, and on plasmin or plasminogen activities in raw and UHT milks during 120 days of storage. However, independently of the SCC in raw milk, the activity of plasmin and plasminogen increased in UHT milk during storage, hence indicating a possible increase in proteolysis in the product during its shelf-life.

12.
Braz. arch. biol. technol ; 52(5): 1235-1242, Sept.-Oct. 2009. tab, ilus
Artigo em Inglês | LILACS-Express | LILACS | ID: lil-536400

RESUMO

In the present study, composition, functional properties and sensory characteristics of Mozzarella cheese produced from milk with somatic cell counts (SCC) at low (<200,000 cells/mL), intermediate (≈400,000 cells/mL) and high (>800,000 cells/mL) levels were investigated. Three batches of cheese were produced for each SCC category. The cheeses were vacuum packed in plastic bags and analysed after 2, 9, 16, 23 and 30 days of storage at 4ºC. SCC level did not affect the moisture, fat, total protein and ash content, mesophilic and psychrotrophic bacteria, and sensory parameters of Mozzarella cheese. However, meltability increased in cheese manufactured from high SCC milk. Results indicated that raw milk used to produce Mozzarella cheese should not contain high SCC (>800,000 cells/mL) in order to avoid changes in the functional properties of the Mozzarella cheese.


No presente estudo foram investigadas a composição, as propriedades funcionais e as características sensoriais do queijo Mussarela produzido a partir de leite com contagens de células somáticas (CCS) em níveis baixos (<200.000 CS/mL), intermediários (≈400.000 CS/mL) e altos (>800.000 CS/mL). Foram produzidos 3 lotes de queijo para cada CCS. Os queijos foram embalados a vácuo e analisados após 2, 9, 16, 23 e 30 dias de armazenamento a 4ºC. O nível de CS não afetou a umidade, os teores de gordura, proteína total e cinzas, os níveis de bactérias mesófilas e psicrotróficas, e os parâmetros sensoriais do queijo Mussarela. Entretanto, houve aumento da capacidade de derretimento no queijo fabricado com leite de alta CCS. Os resultados indicam que o leite cru utilizado para a produção de queijo Mussarela não deve conter níveis de CS acima de 800.000/mL, para evitar alterações nas propriedades funcionais do queijo Mussarela.

13.
Rev. saúde pública ; 41(2): 307-312, abr. 2007. tab
Artigo em Português | LILACS-Express | CidSaúde - Cidades saudáveis | ID: cid-55093

RESUMO

O objetivo do artigo foi ressaltar a necessidade de esforços educativos que visem ao empowerment de funcionários de abatedouros, baseado nos principais problemas de saúde por eles enfrentados. A rotina em abatedouros consiste em tarefas estressantes e cansativas. As conseqüências incluem problemas músculo-esqueléticos, transmissão de zoonoses, problemas de pele e acidentes com materiais pérfuro-cortantes e animais. Esses trabalhadores geralmente não são especializados, não têm controle sobre suas tarefas, e podem não estar conscientes dos determinantes que afetam sua saúde. Os veterinários são geralmente responsáveis pela rotina de trabalho nesses locais e conhecem os riscos à saúde que a execução dessas tarefas representam. Portanto, esses profissionais poderiam participar mais ativamente na educação para o empowerment dos trabalhadores e não se concentrarem apenas em questões referentes à segurança alimentar.(AU)


Assuntos
Matadouros , Riscos Ocupacionais , Conhecimentos, Atitudes e Prática em Saúde , Educação em Saúde , Educação em Veterinária
14.
Rev. saúde pública ; 41(2): 307-312, Apr. 2007. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-444589

RESUMO

O objetivo do artigo foi ressaltar a necessidade de esforços educativos que visem ao empowerment de funcionários de abatedouros, baseado nos principais problemas de saúde por eles enfrentados. A rotina em abatedouros consiste em tarefas estressantes e cansativas. As conseqüências incluem problemas músculo-esqueléticos, transmissão de zoonoses, problemas de pele e acidentes com materiais pérfuro-cortantes e animais. Esses trabalhadores geralmente não são especializados, não têm controle sobre suas tarefas, e podem não estar conscientes dos determinantes que afetam sua saúde. Os veterinários são geralmente responsáveis pela rotina de trabalho nesses locais e conhecem os riscos à saúde que a execução dessas tarefas representam. Portanto, esses profissionais poderiam participar mais ativamente na educação para o empowerment dos trabalhadores e não se concentrarem apenas em questões referentes à segurança alimentar.


The objective of the review was to emphasize the need for educational efforts aiming at the empowerment of slaughterhouse workers based on their major work-related conditions. Slaughterhouse work involves stressful and tiring tasks. These workers suffer from serious occupational injuries and health problems including musculoskeletal disorders, zoonoses, skin conditions and injuries related to animals and sharp instruments. Slaughterhouse workers are generally low-skill staff, have no control over their job tasks and may not be aware of the determinants affecting their health. While working for the Brazilian Ministry of Agriculture, veterinarians are greatly responsible for the work routine in slaughterhouses and are aware of health risks involved in these workers' job. Besides focusing their activities on food safety, veterinarians they should take an active role in educating slaughterhouse workers for their empowerment.


Assuntos
Educação em Veterinária , Educação em Saúde , Conhecimentos, Atitudes e Prática em Saúde , Matadouros , Riscos Ocupacionais
15.
Rev Saude Publica ; 41(2): 307-12, 2007 Apr.
Artigo em Português | MEDLINE | ID: mdl-17384810

RESUMO

The objective of the review was to emphasize the need for educational efforts aiming at the empowerment of slaughterhouse workers based on their major work-related conditions. Slaughterhouse work involves stressful and tiring tasks. These workers suffer from serious occupational injuries and health problems including musculoskeletal disorders, zoonoses, skin conditions and injuries related to animals and sharp instruments. Slaughterhouse workers are generally low-skill staff, have no control over their job tasks and may not be aware of the determinants affecting their health. While working for the Brazilian Ministry of Agriculture, veterinarians are greatly responsible for the work routine in slaughterhouses and are aware of health risks involved in these workers' jobs. Besides focusing their activities on food safety, veterinarians should take an active role in educating slaughterhouse workers for their empowerment.


Assuntos
Matadouros , Educação em Saúde/métodos , Doenças Profissionais/prevenção & controle , Serviços de Saúde do Trabalhador/métodos , Poder Psicológico , Autonomia Profissional , Animais , Humanos , Qualidade de Vida , Médicos Veterinários , Recursos Humanos
16.
Hig. aliment ; 17(110): 18-23, jul. 2003.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-353636

RESUMO

O leite de búfala constitui um excelente alimento para o consumo humano direto e para a fabricação de derivados. São abordados alguns aspectos microbiológicos referentes à obtenção do leite bubalino nas propriedades leiteiras, importantes para o controle da qualidade do produto in natura. Adicionalmente, considerações são feitas sobre os principais critérios para assegurar a higiene das operações de ordenha e o controle de mastites no rebanho.


Assuntos
Leite , Búfalos
17.
In. Germano, Pedro Manuel Leal; Germano, Maria Izabel Simöes. Higiene e vigilância sanitária de alimentos: qualidade das matérias-primas, doenças transmitidas por alimentos, treinamento de recursos humanos. Säo Paulo, Varela, 2 ed; 2003. p.103-110, tab.
Monografia em Português | LILACS | ID: lil-334343
18.
In. Germano, Pedro Manuel Leal; Germano, Maria Izabel Simöes. Higiene e vigilância sanitária de alimentos: qualidade das matérias-primas, doenças transmitidas por alimentos, treinamento de recursos humanos. Säo Paulo, Varela, 2 ed; 2003. p.125-139.
Monografia em Português | LILACS | ID: lil-334345
19.
In. Germano, Pedro Manuel Leal; Germano, Maria Izabel Simöes. Higiene e vigilância sanitária de alimentos: qualidade das matérias-primas, doenças transmitidas por alimentos, treinamento de recursos humanos. Säo Paulo, Varela, 2 ed; 2003. p.91-102, tab, graf.
Monografia em Português | LILACS | ID: lil-334356
20.
Hig. aliment ; 16(92/93): 71-75, jan.-fev. 2002. tab, graf
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-307786

RESUMO

Teve por finalidade avaliar os níveis de microrganismos mesófilos na superfície de carcaças, em diferentes etapas do abate de bovinos e de suínos. Para isto foram colhidas amostras (swabs) em regiões da superfície externa das meias carcaças, sendo que, para bovinos, as amostragens foram efetuadas imediatamente após as etapas de esfola, serragem da carcaça e lavagem, bem como 24 h após o resfriamento em câmara fria a 0ÝC. As mesmas fases foram adotadas para a amostragem dos suínos, com exceção da esfola. Amostras da água do tanque de escaldamento de suínos, também, foram submetidas às análises microbiológicas (contagem global de mesófilos e determinação do Número Mais Provável de coliformes totais e fecais). Os resultados médios obtidos nas meias carcaças de bovinos foram: 4,56 log UFC/cm2 (após a esfola), 4,37 log UFC/cm2 (após a serragem), 4,42 log UFC/cm2 (após a lavagem) e 4,38 log UFC/cm2 (24 h na câmara fria). Com relação às carcaças suínas, os valores médios encontrados foram superiores, alcançando 5,25 log UFC/cm2 (após a serragem), 5,17 log UFC/cm2 (após a lavagem) e 4,99 log UFC/cm2 (24 h na câmara fria). A água utilizada no escaldamento de suínos revelou-se negativa para coliformes, porém apresentou níveis crescentes de mesófilos ao longo dos trabalhos de abate, atingindo 3,90 log UFC/cm2. Todas as amostras de bovinos e suínos apresentaram resultados negativos para E.coli. Concluiu-se que os níveis de contaminação, obtidos a partir da superfície de carcaças bovinas e suínas, encontraram-se acima dos valores recomendados para estes produtos. A lavagem das meias carcaças e o resfriamento por 24 h em câmara fria não foram suficientes para reduzir as contagens de mesófilos. Os valores encontrados indicam uma provável redução do período de vida útil das carnes obtidas, como conseqüência da carga microbiana inicial.


Assuntos
Animais , Doenças dos Bovinos/microbiologia , Doenças dos Suínos/microbiologia , Bovinos , Suínos
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...