Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 28
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
Rev Bras Enferm ; 72(2): 329-336, 2019.
Artigo em Inglês, Português | MEDLINE | ID: mdl-31017193

RESUMO

OBJECTIVE: To build and validate the Patient Safety Assessment in Medication Administration (ASPAM - Avaliação da Segurança do Paciente na Administração de Medicamentos) tool. METHOD: Methodological study in which the construction, Content Validation Index (CVI), construct validation (factorial analysis) and reliability were performed in terms of homogeneity (Cronbach's Alpha). RESULTS: The ASPAM reached CVI of 0.77 for simplicity, 0.76 for clarity and 0.93 for relevance. The exploratory factorial analysis was adequate for the tool (Kaiser-Meyer-Olkim of 0.66 and Bartlett's sphericity with p <0.001). The Cronbach's Alpha end of the scale with 28 items was 0.85. CONCLUSION: The ASPAM tool was valid and reliable for the identification of risk-generating conditions for the occurrence of Adverse Drug Events.


Assuntos
Sistemas de Medicação/normas , Segurança do Paciente/normas , Brasil , Intervalos de Confiança , Humanos , Sistemas de Medicação/estatística & dados numéricos , Segurança do Paciente/estatística & dados numéricos , Reprodutibilidade dos Testes , Inquéritos e Questionários , Estudos de Validação como Assunto
2.
Rev. bras. enferm ; 72(2): 329-336, Mar.-Apr. 2019. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS-Express | ID: biblio-1003447

RESUMO

ABSTRACT Objective: To build and validate the Patient Safety Assessment in Medication Administration (ASPAM - Avaliação da Segurança do Paciente na Administração de Medicamentos) tool. Method: Methodological study in which the construction, Content Validation Index (CVI), construct validation (factorial analysis) and reliability were performed in terms of homogeneity (Cronbach's Alpha). Results: The ASPAM reached CVI of 0.77 for simplicity, 0.76 for clarity and 0.93 for relevance. The exploratory factorial analysis was adequate for the tool (Kaiser-Meyer-Olkim of 0.66 and Bartlett's sphericity with p <0.001). The Cronbach's Alpha end of the scale with 28 items was 0.85. Conclusion: The ASPAM tool was valid and reliable for the identification of risk-generating conditions for the occurrence of Adverse Drug Events.


RESUMEN Objetivo: Construir y validar el instrumento Evaluación de la Seguridad del Paciente en la Administración de Medicamentos (ASPAM - Avaliação da Segurança do Paciente na Administração de Medicamentos). Método: El estudio metodológico en que se procedió a la construcción, el Índice de Validación de Contenido (IVC), la validación de constructo (análisis factorial) y la confiabilidad, en términos de homogeneidad (Alfa de Cronbach). Resultados: La ASPAM alcanzó IVC de 0,77 para simplicidad, 0,76 para claridad y 0,93 para relevancia. El análisis factorial exploratorio se mostró adecuado para el instrumento (Kaiser-Meyer-Olkim de 0,66 y la esfericidad de Bartlett con p <0,001). El Alfa de Cronbach final de la escala con 28 ítems fue de 0,85. Conclusión: El instrumento ASPAM se mostró válido y confiable para la identificación de condiciones generadoras de riesgo para ocurrencia de eventos adversos a los medicamentos.


RESUMO Objetivo: Construir e validar o instrumento Avaliação da Segurança do Paciente na Administração de Medicamentos (ASPAM). Método: Estudo metodológico em que se procederam a construção, o Índice de Validação de Conteúdo (IVC), a validação de construto (análise fatorial) e a confiabilidade, em termos de homogeneidade (Alfa de Cronbach). Resultados: A ASPAM alcançou IVC de 0,77 para simplicidade, 0,76 para clareza e 0,93 para relevância. A análise fatorial exploratória mostrou-se adequada para o instrumento (Kaiser- Meyer-Olkim de 0,66 e a esfericidade de Bartlett com p<0,001). O Alfa de Cronbach final da escala com 28 itens foi de 0,85. Conclusão: O instrumento ASPAM mostrou-se válido e confiável para a identificação de condições geradoras de risco para ocorrência de eventos adversos aos medicamentos.

3.
REME rev. min. enferm ; 23: e-1239, jan.2019.
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1049873

RESUMO

OBJETIVO: construir e validar um objeto virtual de aprendizagem configurado como um jogo digital de simulação, sobre o processo de administração de medicamentos. MÉTODO: estudo metodológico que apresenta o processo de construção e validação de um jogo educacional. Após a construção do protótipo, foram aplicados questionários para a validação de conteúdo da qualidade e de usabilidade. Participaram da pesquisa sete professores como juízes e cinco alunos do curso de Enfermagem como representantes do público-alvo. Os dados foram analisados a partir do índice de validade de conteúdo e do nível de concordância entre os itens das escalas criadas. RESULTADOS: após as etapas de criação do jogo intitulado MedSafe, professores foram convidados como juízes para a validação de conteúdo, obtendo-se índice de 0,78. A avaliação de qualidade foi realizada pelo público-alvo revelou média satisfatória. Na avaliação de usabilidade, na qual participaram professores e alunos, atingiu-se nível de concordância baixo, reforçando a necessidade de melhorias no sistema do jogo. CONCLUSÕES: o protótipo do jogo MedSafe demonstrou potencial para ser utilizado no ensino do processo de administração de medicamentos e, a partir dos resultados dessa etapa de prototipagem, as modificações serão realizadas e darão subsídios para o aperfeiçoamento do jogo que será aplicado em pesquisas futuras.(AU)


Objective: to build and validate a virtual learning object configured as a digital simulation game about the medication administration process. Method: a methodological study that presents the process of construction and validation of an educational game. After the construction of the prototype, questionnaires were applied to validate quality content and usability. Seven lecturers participated in the research as judges and five Nursing students as representatives of the target audience. Data were analyzed based on the content validity index and on the level of agreement between the items of the created scales. Results: after the creation stages of the game entitled MedSafe, lecturers were invited as judges for content validation, obtaining an index of 0.78. The quality assessment was performed by the target audience and proved a satisfactory mean value. In the usability evaluation, in which lecturers and students participated, a low level of agreement was reached, reinforcing the need for improvements in the game system. Conclusions: the prototype of the MedSafe game demonstrated its potential to be used in the teaching of the medication administration process and, from the results of this prototyping stage, modifications will be made and will allow for the improvement of the game that will be applied in future research studies. (AU)


Objetivo: construir y validar un objeto virtual de aprendizaje configurado como juego digital de simulación sobre el proceso de administración de medicamentos. Método: estudio metodológico que presenta el proceso de construcción y validación de un juego educativo. Después de la construcción del prototipo, se aplicaron cuestionarios para validar el contenido de la calidad y la usabilidad. Siete docentes participaron en la investigación como jueces y cinco estudiantes de enfermería como representantes del público objeto. Los datos se analizaron en función del índice de validez de contenido y el nivel de acuerdo entre los elementos de las escalas creadas. Resultados: después de las etapas de creación del juego titulado MedSafe, los profesores fueron invitados como jueces para la validación de contenido, obteniendo un índice de 0,78. La evaluación de calidad realizada por el público objeto reveló un promedio satisfactorio. En la evaluación de usabilidad, en la que participaron profesores y estudiantes, se alcanzó un bajo nivel de acuerdo, lo que refuerza la necesidad de mejoras en el sistema de juego. Conclusiones: el prototipo del juego MedSafe mostró potencial para ser utilizado en la enseñanza del proceso de administración de drogas y, a partir de los resultados de esta etapa de creación de prototipos, se realizarán las modificaciones y se otorgarán subsidios para perfeccionar el juego que se aplicará en futuras investigaciones.(AU)


Assuntos
Humanos , Tecnologia , Educação em Enfermagem , Segurança do Paciente , Treinamento por Simulação , Conduta do Tratamento Medicamentoso
4.
Rev Bras Enferm ; 71(suppl 6): 2604-2611, 2018.
Artigo em Inglês, Português | MEDLINE | ID: mdl-30540034

RESUMO

OBJECTIVE: To determine the influence of socio-demographic characteristics in the self-care of people with heart failure (HF). METHOD: Cross-sectional, analytical study, held in three private hospitals in Fortaleza, Ceará, Brasil, with 57 hospitalized patients. The data were collected through a demographic characterization form and a self-care assessment scale and were analyzed with inferential statistics, using mean comparison tests. RESULTS: Self-care was best assessed in people with higher education level, higher household income and in a relationship. CONCLUSION: The socio-demographic characteristics influenced seven self-care practices: dietary control; monitoring of body weight; effort in labor activities; knowledge about HF; up-to-date vaccination record; leisure activities; and family and social support network with strong bonds. The higher prevalence of answers indicating satisfactory self-care practices among the patients occurred in the areas of health promotion and tolerance to stress.


Assuntos
Insuficiência Cardíaca/psicologia , Autocuidado , Fatores Socioeconômicos , Adulto , Idoso , Idoso de 80 Anos ou mais , Manutenção do Peso Corporal , Brasil , Estudos Transversais , Exercício/psicologia , Comportamento Alimentar/psicologia , Feminino , Alfabetização em Saúde/normas , Insuficiência Cardíaca/terapia , Humanos , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Apoio Social , Vacinação/métodos , Vacinação/psicologia
5.
Rev. bras. enferm ; 71(supl.6): 2604-2611, 2018. tab
Artigo em Inglês | LILACS-Express | ID: biblio-977667

RESUMO

ABSTRACT Objective: To determine the influence of socio-demographic characteristics in the self-care of people with heart failure (HF). Method: Cross-sectional, analytical study, held in three private hospitals in Fortaleza, Ceará, Brasil, with 57 hospitalized patients. The data were collected through a demographic characterization form and a self-care assessment scale and were analyzed with inferential statistics, using mean comparison tests. Results: Self-care was best assessed in people with higher education level, higher household income and in a relationship. Conclusion: The socio-demographic characteristics influenced seven self-care practices: dietary control; monitoring of body weight; effort in labor activities; knowledge about HF; up-to-date vaccination record; leisure activities; and family and social support network with strong bonds. The higher prevalence of answers indicating satisfactory self-care practices among the patients occurred in the areas of health promotion and tolerance to stress.


RESUMEN Objetivo: Averiguar la influencia de las características sociodemográficas en el autocuidado de personas con insuficiencia cardíaca (IC). Método: Estudio transversal, analítico, realizado en tres hospitales privados de Fortaleza, Ceará, Brasil, con 57 pacientes internados. Los datos fueron recolectados por medio de formulario de caracterización sociodemográfica y de escala de evaluación del autocuidado y fueron analizados con estadística inferencial, utilizando pruebas de comparación de promedios. Resultados: El autocuidado fue mejor evaluado en personas con mayor escolaridad, renta familiar más alta y con pareja. Conclusión: Las características sociodemográficas influenciaron siete prácticas de autocuidado: el control dietético; el monitoreo del peso corporal; el esfuerzo en la actividad laboral; el conocimiento sobre la IC; el esquema de vacunación actualizado; las actividades de ocio; y la red de apoyo familiar y social con vínculos fuertes. La mayor prevalencia de respuestas indicativas de las prácticas de autocuidado satisfactorias entre los pacientes ocurrió en los ámbitos de la promoción de la salud y de la tolerancia al estrés.


RESUMO Objetivo: Averiguar a influência de características sociodemográficas no autocuidado de pessoas com insuficiência cardíaca (IC). Método: Estudo transversal, analítico, realizado em três hospitais privados de Fortaleza, Ceará, Brasil, com 57 pacientes internados. Os dados foram coletados por meio de formulário de caracterização sociodemográfica e de escala de avaliação do autocuidado e foram analisados com estatística inferencial, utilizando-se testes de comparação de médias. Resultados: O autocuidado foi melhor avaliado em pessoas com maior escolaridade, renda familiar mais alta e companheiro. Conclusão: As características sociodemográficas influenciaram sete práticas de autocuidado: controle dietético; monitoramento do peso corporal; esforço na atividade laboral; conhecimento sobre a IC; esquema vacinal atualizado; atividades de lazer; e rede de suporte familiar e social com vínculos fortes. A maior prevalência de respostas indicativas de práticas de autocuidado satisfatórias entre os pacientes ocorreu nos domínios de promoção da saúde e tolerância ao estresse.

6.
Rev. enferm. UFPE on line ; 11(5): 1943-1952, mai.2017. ilus, tab, graf
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: bde-31386

RESUMO

Objetivo: investigar as evidências científicas sobre as principais estratégias de enfermagem para a prevenção de úlceras por pressão utilizadas em pacientes internados em Unidades de Terapia Intensiva. Método: revisão integrativa, com vistas a responder à questão: Quais estratégias têm sido usadas pela equipe de enfermagem para prevenir Úlceras por Pressão (UP) em pacientes internados em Unidades de Terapia Intensiva? Para a seleção dos artigos, utilizaram-se três bases de dados, CINAHL, PUBMED/MEDLINE e CINAHL. Não houve limitação quanto ao ano de publicação. A amostra constituiu-se de 13 artigos. Resultados: seis categorias foram identificadas: Superfícies de apoio; Programas e/ou protocolos para prevenção de UP; Uso preventivo de coberturas biológicas; Mudança de decúbito; Controle dos fatores de risco; e Monitorização computadorizada da pressão pele/superfície de apoio. Conclusão: a condução da revisão integrativa reforçou a importância de implementar medidas preventivas embasadas cientificamente na assistência de enfermagem ao paciente crítico. (AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Lesão por Pressão/prevenção & controle , Cuidados de Enfermagem , Unidades de Terapia Intensiva , Cuidados Críticos , MEDLINE , Pacotes de Assistência ao Paciente
7.
Rev. RENE ; 18(2): 148-155, Mar-Abr. 2017.
Artigo em Inglês | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-833763

RESUMO

Objetivo: construir e validar o conteúdo da Escala de Avaliação do Autocuidado de Pacientes com Insuficiência Cardíaca. Métodos: estudo metodológico segundo a psicometria. Realizou-se busca em cinco bases de dados, que resultou em 63 artigos que nortearam a construção de um instrumento preliminar. Procedeu-se a validação de conteúdo por oito juízes que opinaram sobre a adequação de cada item segundo os critérios: clareza, precisão e relevância. Resultados: houve uma concordância entre os juízes de 0,896 (p=0,001), sendo comprovada a validade de conteúdo da escala. O instrumento ficou composto por 20 itens agrupados em seis dimensões: Nutrição (4 itens), Atividade e repouso (3 itens), Percepção e cognição (3 itens), Promoção da saúde (6 itens), Tolerância ao estresse (2 itens) e Papéis e Relacionamentos (2 itens). Conclusão: o instrumento obteve um índice de validade de conteúdo satisfatório o que revela que a escala é representativa do conteúdo do construto (AU).


Assuntos
Insuficiência Cardíaca , Psicometria , Autocuidado , Estudos de Validação , Enfermagem
8.
Rev Rene (Online) ; 18(2): 148-155, Mar.-Abr. 2017. tab, graf
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-896243

RESUMO

Resumo Objetivo construir e validar o conteúdo da Escala de Avaliação do Autocuidado de Pacientes com Insuficiência Cardíaca. Métodos estudo metodológico segundo a psicometria. Realizou-se busca em cinco bases de dados, que resultou em 63 artigos que nortearam a construção de um instrumento preliminar. Procedeu-se a validação de conteúdo por oito juízes que opinaram sobre a adequação de cada item segundo os critérios: clareza, precisão e relevância. Resultados houve uma concordância entre os juízes de 0,896 (p=0,001), sendo comprovada a validade de conteúdo da escala. O instrumento ficou composto por 20 itens agrupados em seis dimensões: Nutrição (4 itens), Atividade e repouso (3 itens), Percepção e cognição (3 itens), Promoção da saúde (6 itens), Tolerância ao estresse (2 itens) e Papéis e Relacionamentos (2 itens). Conclusão o instrumento obteve um índice de validade de conteúdo satisfatório o que revela que a escala é representativa do conteúdo do construto.


Abstract Objective to build and validate the content of the Self-Care Assessment Scale for Heart Failure Patients. Methods methodological study based on psychometry. A search was carried out in five databases resulting in 63 articles that guided the preparation of a preliminary instrument. Content was validated by eight judges who assessed the adequacy of each item according to the criteria: clarity, precision and relevance. Results there was an agreement among judges of 0.896 (p=0.001), and the validity of the content of the scale was confirmed. The instrument consisted of 20 items distributed into six dimensions: Nutrition (4 items), Activity and rest (3 items), Perception and cognition (3 items), Health promotion (6 items), Stress tolerance (2 items) and Roles and Relationships (2 items). Conclusion the instrument obtained a satisfactory content validity index which shows that the scale is representative of the construct content.

9.
Acta sci., Health sci ; 36(1): 83-89, jan.-jun. 2014. ilus, tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-833189

RESUMO

The objective was to identify risk factors for cardiovascular disease present in patients undergoing cardiac catheterization. Documentary study, a retrospective, quantitative nature. Developed in the hemodynamic of a public hospital in Fortaleza, Ceará State, Brazil. We analyzed the records of 1269 patients undergoing cardiac catheterization. The data was collected by a program called teleficha existing in that hospital. Data were organized in tables and graphs. The study was approved by the Ethics Committee. The results were: 819 (65%) patients were male and the average age was 62 years old. It was identified as risk factors: hypertension (73%), dyslipidemia (44%), smoking (37%), heredity (25%) and diabetes mellitus (16%). It was concluded that existed a high prevalence of risk factors for cardiovascular disease in the population studied, showing the need for health education programs, aimed to clarify and control the risk factors of cardiovascular diseases.


O objetivo foi identificar os fatores de risco para a doença cardiovascular presentes nos usuários submetidos ao cateterismo cardíaco. Estudo documental, retrospectivo, de natureza quantitativa. Desenvolvido no serviço de hemodinâmica de um hospital público, Fortaleza, Estado do Ceará, Brasil. Foram analisados 1269 cadastros de usuários submetidos ao procedimento de cateterismo cardíaco. A coleta de dados ocorreu por um programa chamado teleficha existente no referido hospital. Os dados foram organizados em tabelas e gráficos. O estudo foi aprovado pelo comitê de ética. Os resultados obtidos foram: 819 (65%) usuários eram do sexo masculino; a média de idade foi de 62 anos. Identificaram-se como fatores de risco: hipertensão (73%), dislipidemia (44%), tabagismo (37%), fatores hereditários (25%) e diabetes mellitus (16%) . Concluiu-se que havia uma elevada prevalência de fatores de risco para a doença cardiovascular na população estudada, mostrando a necessidade de criar programas de educação em saúde, visando esclarecer e controlar os fatores de risco de doenças cardiovasculares.


Assuntos
Humanos , Pessoa de Meia-Idade , Cateterismo Cardíaco , Doença da Artéria Coronariana , Enfermagem
10.
Rev. dor ; 14(4): 251-255, out.-dez. 2013. tab
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: lil-700060

RESUMO

JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Apesar de ser o tipo mais prevalente de dor aguda e de sua expressão clínica estar associada à morbimortalidade, a dor pós-operatória persiste subdiagnosticada e subtratada. O objetivo deste estudo foi analisar registros sobre dor e analgesia pós-operatória em prontuários de pacientes internados. MÉTODOS: Estudo documental, transversal, de natureza quantitativa, realizado em hospital privado de Fortaleza/CE. Analisaram-se 60 prontuários de pacientes nas primeiras 24 horas de pós-operatório. Utilizou-se check-list para avaliação dos registros sobre avaliação da dor em três momentos (pós-operatório imediato na sala de recuperação pós-anestésica, após uma hora de cirurgia e nas horas subsequentes). Também foram analisadas prescrições médicas e de enfermagem, evoluções diárias e folha de monitorização clínica. Realizou-se análise estatística descritiva e aplicou-se teste Qui-quadrado de tendência linear (χ2) para comparar respostas dos pacientes à analgesia nos diferentes momentos de avaliação da dor. RESULTADOS: Encontrou-se registro sobre dor e analgesia em 46,6% dos prontuários, limitado à descrição de intensidade, localização e analgesia. Prevaleceram pacientes do gênero feminino (55%), maiores de 59 anos (31,6%), submetidos a cirurgias gerais (46,6%), com dor abdominal (45%) moderada a intensa na primeira avaliação, evoluindo para dor leve ou ausência de dor nas horas subsequentes à analgesia. Daqueles que apresentaram dor, 45% não receberam analgesia. Comprovou-se relação estatisticamente significativa entre intensidade da dor e tempo de pós-operatório (p<0,001). CONCLUSÃO: São preocupantes os achados relacionados à subprescrição de analgésicos no pós-operatório. Os profissionais devem se envolver no manuseio e no registro apropriado desse tipo de dor, promovendo melhores condutas analgésicas e maior satisfação aos pacientes.


BACKGROUND AND OBJECTIVES: Although being the most prevalent acute pain and its clinical expression being associated to morbidity and mortality, postoperative pain is still underdiagnosed and undertreated. This study aimed at analyzing records of postoperative pain and analgesia of admitted patients' medical charts. METHODS: This is a documental, transversal and quantitative study carried out in a private hospital of Fortaleza/CE. Sixty medical charts of patients were analyzed during the first 24 postoperative hours. A checklist was used to evaluate pain records in three moments (immediate postoperative period in the post-anesthetic care unit, one hour after surgery and subsequent hours). We have also analyzed medical and nursing prescriptions, daily evolutions and clinical monitoring sheets. Descriptive statistical analysis was used and Chi-square test with linear trend (χ2) was applied to compare patients' response to analgesia in different pain evaluation moments. RESULTS: Records on pain and analgesia were found in 46.6% medical charts and were limited to describing intensity, location and analgesia. The prevalence was female patients (55%), older than 59 years (31.6%), submitted to general surgeries (46.6%), with moderate to severe abdominal pain (45%) in the first evaluation, evolving to mild or no pain in hours subsequent to analgesia. From those with pain, 45% have received no analgesia. There has been statistically significant relation between pain intensity and postoperative time (p < 0.001). CONCLUSIONS: Findings about underprescription of postoperative analgesics are worrisome. Professionals should be involved in the adequate handling and recording of this type of pain, promoting better analgesic approaches and higher patients' satisfaction.

11.
Rev. RENE ; 14(2): 301-310, mar.-abr. 2013.
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: bde-24481

RESUMO

Objetivou-se identificar os fatores condicionantes para o autocuidado em pacientes estomizados, verificar saberes e práticas sobre os cuidados com a estomia. Estudo descritivo e qualitativo, tendo como referencial a Teoria do Autocuidado de Orem, realizado na Associação de Estomizados de Fortaleza-CE em junho e julho de 2007. Destacaram-se, como fatores condicionantes para o autocuidado: sexo masculino, idade superior a 51 anos, baixa escolaridade, procedência da capital/região metropolitana, estado civil casado e baixa renda familiar. Dos discursos emergiram três categorias: Aprendendo a cuidar do estoma: sistema de apoio-educação; Cuidar do estoma: saberes e práticas; e Dificuldades encontradas para a prática do autocuidado. Concluiu-se que pessoas estomizadas necessitam de uma assistência de enfermagem multidimensional, individualizada e que os capacite a realizar o autocuidado de forma eficaz. (AU)


Assuntos
Humanos , Enfermagem , Cuidados de Enfermagem , Autocuidado
12.
Rev. dor ; 14(1): 39-43, jan.-mar. 2013. graf, tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-671640

RESUMO

JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Dores musculoesqueléticas acometem 3% a 5% da população mundial, reduzindo a capacidade funcional dos seus portadores. O objetivo deste estudo foi comparar a capacidade funcional entre mulheres com fibromialgia e lombalgia. MÉTODO: Estudo comparativo, com amostra de conveniência formada por 69 mulheres diagnosticadas com lombalgia (35) e fibromialgia (34) cadastradas em Ambulatório de Ortopedia de Hospital Público de Ensino em Fortaleza/CE. Utilizou-se o Questionário de Avaliação da Dor Musculoesquelética e analisou-se a associação entre tipo de dor, características sociodemográficas e atividades praticadas pelas pacientes com os testes de Qui-quadrado (χ²) e Fisher-Freeman-Halton. RESULTADOS: Do universo de 69 participantes, a média de idade foi de 45 ±10,8 anos, a maioria era casada (63,8%), a maior parte (42,0%) tinha baixo nível de escolaridade e era trabalhadora do lar (37,7%). O tipo de dor não mostrou associação estatisticamente significativa com estado civil (p = 0,289), ocupação (p = 0,349) e escolaridade (p = 0,907). A dor principal, em ambos os grupos, localizava-se na coluna lombar (56%) e tinha caráter insidioso (69%) e contínuo (54,5%). A maioria não praticava exercícios físicos (p < 0,001), queixando-se de falta de energia, predominante na fibromialgia (82,4%) (p = 0,019). Das atividades físicas citadas, sobressaiu a caminhada (52,6%) nos dois grupos, seguida de alongamento, ginástica e hidroginástica (47,4%) (p = 1,000). Também houve prejuízos nas atividades ocupacionais (21,7%), domésticas (21,7%) e de lazer (13,0%). CONCLUSÃO: Mulheres com fibromialgia apresentaram pior capacidade funcional que mulheres com lombalgia, merecendo atenção dos profissionais de saúde para avaliação completa da dor e das modificações funcionais destas pacientes.


BACKGROUND AND OBJECTIVES: Musculoskeletal pain affects 3% to 5% of the world population, decreasing patients' functional capacity. This study aimed at comparing functional capacity among females with fibromyalgia or low back pain. METHOD: Comparative study with convenience sample of 69 females with diagnosis of low back pain (35) or fibromyalgia (34) registered in the Orthopedics Outpatient Setting of a Public Teaching Hospital in Fortaleza/CE. Musculoskeletal Pain Evaluation Questionnaire was used, and the association among type of pain, socio-demographic characteristics and activities practiced by patients was analyzed with Chi-square (χ²) and Fisher-Freeman-Halton tests. RESULTS: From 69 participants, mean age was 45 ±10.8 years, most were married (63.8%), most had low education level and were housewives (37.7%). The type of pain had no statistically significant association with marital status (p = 0.289), occupation (p = 0.349) and education level (p = 0.907). Major pain site for both groups was lumbar spine (56%) and was insidious (69%) and continuous (54.5%). Most did not practice physical exercises (p < 0.001), and complained of lack of energy, especially those with fibromyalgia (82.4%) (p = 0.019). From mentioned physical activities, walking was predominant in both groups (52.6%), followed by stretching, gymnastics and hydrogymnastics (47.4%) (p = 1.000). There has been impairment of occupational (21.7%), domestic (21.7%) and leisure (13.0%) activities. CONCLUSION: Females with fibromyalgia had poorer functional capacity as compared to females with low back pain, deserving attention of health professionals for thorough pain evaluation, and assessment of functional changes of these patients.


Assuntos
Fibromialgia , Dor Lombar , Dor
13.
Rev. ciênc. méd., (Campinas) ; 22(1): 23-30, 2013. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-688983

RESUMO

Objetivou-se identificar as práticas de autocuidado de pacientes com insuficiência cardíaca nas publicações científicas. Trata-se de uma revisão integrativa de literatura que utilizou os descritores controlados autocuidado e insuficiência cardíaca e suas traduções em inglês e espanhol nas seguintes bases de dados: Scopus, PubMed, CINAHL, Cochrane e Lilacs. Foram selecionados 14 artigos que atenderam aos critérios de inclusão. Como resultados, foram constatadas 17 práticas de autocuidado que devem ser realizadas por pacientes com insuficiência cardíaca, predominando restrição salina (9), pesagem diária (8), restrição hídrica (7), monitorização e reconhecimento de sintomas (6), exercício físico (5) e seguimento da terapia medicamentosa (5). Concluise que a prática do autocuidado contempla a adesão a um estilo de vida saudável, mas com recomendações e restrições específicas para o paciente com insuficiência cardíaca, variando conforme a classe funcional da doença. Termos de indexação: Autocuidado. Exercício. Insuficiência cardíaca. Literatura de revisão como assunto.


The study aimed to identify the self-care practices of patients with heart failure in scientific publications. This integrative literature review used the controlled descriptors self-care and heart failure and their Portuguese and Spanish translations in the following databases: Scopus, PubMed, CINAHL, Cochrane and Lilacs. Fourteen articles that met the inclusion criteria were selected. Seventeen self-care practices were found that must be performed by heart failure patients, namely salt restriction (9), daily weighing (8), fluid restriction (7), monitoring and recognition of symptoms (6), exercise (5) and drug therapy (5). Self-care practices include adherence to a healthy lifestyle but with specific recommendations and restrictions for heart failure patients which vary according to the functional class of the disease.


Assuntos
Humanos , Insuficiência Cardíaca , Pacientes , Literatura de Revisão como Assunto , Autocuidado
14.
Rev Rene (Online) ; 14(2): 301-310, 2013. tab
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-990284

RESUMO

Objetivou-se identificar os fatores condicionantes para o autocuidado em pacientes estomizados, verificar saberes e práticas sobre os cuidados com a estomia. Estudo descritivo e qualitativo, tendo como referencial a Teoria do Autocuidado de Orem, realizado na Associação de Estomizados de Fortaleza-CE em junho e julho de 2007. Destacaram-se, como fatores condicionantes para o autocuidado: sexo masculino, idade superior a 51 anos, baixa escolaridade, procedência da capital/região metropolitana, estado civil casado e baixa renda familiar. Dos discursos emergiram três categorias: Aprendendo a cuidar do estoma: sistema de apoio-educação; Cuidar do estoma: saberes e práticas; e Dificuldades encontradas para a prática do autocuidado. Concluiu-se que pessoas estomizadas necessitam de uma assistência de enfermagem multidimensional, individualizada e que os capacite a realizar o autocuidado de forma eficaz.


El objetivo fue identificar los factores que influyen en el autocuidado a pacientes con ostomía, verificar el conocimiento y las prácticas en la atención a la ostomía. Estudio descriptivo y cualitativo, basado en la Teoría de autocuidado de Orem, desarrollada en la Asociación de Ostomía de Fortaleza-CE, Brasil, en junio y julio de 2007. Se destacaron como factores condicionantes de autocuidado: sexo masculino, mayores de 51 años, bajo nivel de educación, origen de las ciudades capitales o área metropolitana, estado matrimonial y baja renta familiar. De los discursos sugirieron tres categorías: Aprendiendo a cuidar del estoma: sistema apoyo-educación; Cuidado del estoma: conocimiento y prácticas; Dificultades encontradas en la práctica de autocuidado. Los estomizados precisan de atención de enfermería multidimensional, individualizada que les permita realizar el autocuidado eficaz.


This study aimed to identify the conditioning factors to self-care practice of ostomy patients, and verify knowledge and practices on stoma care. Descriptive and qualitative study, referencing the Orem's Self-Care Theory, carried out at the Ostomy Association of Fortaleza-CE, Brazil, in June and July 2007. We identified as the main conditioning factors for self-care: male, aged over 51 years, low education, from the capital city/metropolitan area, married, and with low family income. From the participants' statements, emerged three categories: Learning to take care of stoma: education-support system; Stoma Care: knowledge and practices; and Difficulties found in the practice of self-care. It was concluded that ostomy patients require a multidimensional and individualized nursing care, which enables them to perform self-care effectively.

15.
Rev. RENE ; 13(4)set.- dez. 2012.
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: bde-24136

RESUMO

O objetivo foi verificar a frequência dos fatores de risco da doença coronariana em pacientes que realizaram revascularização do miocárdio. Estudo descritivo, desenvolvido no ambulatório de um hospital público, referência em cardiologia, Fortaleza-Ceará, Brasil. A amostra foi composta por 78 pacientes que se submeteram à cirurgia de revascularização do miocárdio. Os dados foram coletados nos prontuários e por avaliações do paciente na alta hospitalar. Os fatores de risco para doença arterial coronariana avaliados foram: hipertensão arterial (83,3%), diabetes (46,2%), dislipidemia (46,2%), obesidade (67,9%), sedentarismo (57,7%) e tabagismo (34,6%). Conclui-se que a hipertensão arterial, a obesidade e o sedentarismo foram os fatores de risco mais frequentes nos pacientes que realizaram revascularização do miorcárdio e que a maior parte deles apresentou no mínimo três fatores de risco. (AU)


Assuntos
Humanos , Fatores de Risco , Doença da Artéria Coronariana , Revascularização Miocárdica , Doença da Artéria Coronariana/enfermagem
16.
Rev. RENE ; 13(4)set.-dez. 2012.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-679889

RESUMO

O objetivo foi verificar a frequência dos fatores de risco da doença coronariana em pacientes que realizaram revascularização do miocárdio. Estudo descritivo, desenvolvido no ambulatório de um hospital público, referência em cardiologia, Fortaleza-Ceará, Brasil. A amostra foi composta por 78 pacientes que se submeteram à cirurgia de revascularização do miocárdio. Os dados foram coletados nos prontuários e por avaliações do paciente na alta hospitalar. Os fatores de risco para doença arterial coronariana avaliados foram: hipertensão arterial (83,3%), diabetes (46,2%), dislipidemia (46,2%), obesidade (67,9%), sedentarismo (57,7%) e tabagismo (34,6%). Conclui-se que a hipertensão arterial, a obesidade e o sedentarismo foram os fatores de risco mais frequentes nos pacientes que realizaram revascularização do miorcárdio e que a maior parte deles apresentou no mínimo três fatores de risco.


Assuntos
Humanos , Doença da Artéria Coronariana , Revascularização Miocárdica , Fatores de Risco , Doença da Artéria Coronariana/enfermagem
17.
Esc. Anna Nery Rev. Enferm ; 16(2): 340-346, abr.-jun. 2012. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-638616

RESUMO

O objetivo foi identificar os fatores intervenientes na adesão ao tratamento anti-hipertensivo que contribuíram para surgimento do acidente vascular encefálico (AVE). Estudo descritivo realizado em uma Unidade de AVE de um hospital público. A amostra constituiuse de 75 pacientes com diagnóstico de Hipertensão Arterial Sistêmica acometidos por um AVE. A coleta de dados aconteceu em março e abril de 2010. Estudo aprovado pelo Comitê de Ética e Pesquisa sob parecer nº 110302/10. Os fatores intervenientes na adesão do paciente ao tratamento anti-hipertensivo foram: sexo masculino (61,4%), idade >60 anos (48%), antecedentes familiares para HAS (68%), baixa escolaridade (72%), renda familiar até um salário mínimo (52%) e presença de efeitos colaterais (22,6%). Talvez a experiência de um AVE seja um fator determinante para a maior adesão do paciente ao tratamento antihipertensivo. É necessário que os enfermeiros realizem acompanhamento ao hipertenso periodicamente, informando-o acerca da doença e do tratamento, visando evitar complicações.


The objective was to identify the intervenient factors in the adhesion to the anti-hypertensive treatment that contributed to the stroke appearance as complication of arterial hypertension. This is a descriptive quantitative study carried out in a stroke unit of a public hospital. The sample was composed by 75 patients with diagnosis of systemic arterial hypertension (SAH) attacked by a stroke, admitted in the referred unit. Data collection happened in March and April 2010. The study was approved by the Research and Ethics Committee under protocol nº. 110302/10. The intervenient factors in patients' adhesion to the anti-hypertensive treatment were: male (61.4%), older than 60 years-old (48%), family history of SAH (68%), low education (72%), family income up to one minimum wage (52%), unsatisfactory professional-patient relationship (14.6%), difficult access to health unit (6.6%) and presence of side effects (22.6%). Maybe the experience of a stroke is a decisive factor to patient's adherence to antihypertensive treatment. It is necessary that nurses carry out monitoring the patients with hypertension regularly, informing them about the disease and treatment to prevent complications.


El objetivo fue identificar los factores que intervienen en la adherencia al tratamiento antihipertensivo que contribuyeron a la aparición del accidente vascular encefálico (ACV). Estudio descriptivo en una unidad de ACV de un hospital público. La muestra fue constituida por 75 pacientes diagnosticados con Hipertensión Arterial Sistémica afectados por el ACV. La recolección de datos ocurrió entre marzo y abril de 2010. Estudio aprobado por el Comité de Ética e Investigación bajo parecer nº 110302/10. Los factores que intervienen en la adhesión del paciente al tratamiento antihipertensivo fueron: sexo masculino (61,4%), edad > 60 años (48%), antecedentes familiares de hipertensión arterial (68%), baja escolaridad (72%), renta familiar hasta un sueldo mínimo (52%) y presencia de efectos colaterales (22,6%). Tal vez la experiencia de un ACV sea un factor determinante en la mayor adherencia del paciente al tratamiento antihipertensivo. Es necesario que enfermeros realicen seguimiento periódicamente, informándoles acerca de la enfermedad y del tratamiento para evitar complicaciones.


Assuntos
Humanos , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Acidente Vascular Cerebral/diagnóstico , Acidente Vascular Cerebral/enfermagem , Brasil , Hipertensão/diagnóstico , Cuidados de Enfermagem
18.
Rev. bras. enferm ; 65(1): 155-161, jan.-fev. 2012.
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: bde-26016

RESUMO

O estudo objetivou analisar os aspectos abordados da consulta de enfermagem (CE) nas publicações científicas. Realizou-se uma revisão integrativa da literatura disponível nos bancos de dados: LILACS, PUBMED, CINAHL e COCHRANE. Foram selecionados 31 artigos que obedeceram aos critérios de inclusão. Os temas mais abordados acerca da CE foram: fatores intervenientes da CE, tempo e custo das consultas, avaliação dos registros de Enfermagem, uso de roteiros de entrevista, comunicação, sistematização da assistência de Enfermagem, significado e importância da CE para promoção da saúde. Conclui-se que diversos aspectos da consulta de Enfermagem estão sendo abordados nos artigos analisados. Contudo, são necessários estudos que comprovem sua eficácia.(AU)


The study aimed to analyze the aspects of the nursing consultation (NC) in scientific publications. It was conducted an integrative literature review available in databases: LILACS, PUBMED, CINAHL and COCHRANE. 31 articles were selected that met the inclusion criteria. The themes most addressed on the NC were: factors affecting the NC, time and cost of consultations, assessment of nursing records, use of interview scripts, communication, systematization of nursing care, meaning and importance of the NC to promote health. It was concluded that various aspects of nursing consultation are being addressed in the articles analyzed. However, studies are needed to confirm its efficacy.(AU)


El objetivo fue analizar los aspectos de la consulta de enfermería (CE) en las publicaciones científicas. Se realizó una revisión de la literatura disponible en las bases de datos: LILACS, PUBMED, CINAHL y Cochrane. Fueron seleccionados 31 artículos que cumplían con los criterios de inclusión. Los temas más discutidos acerca de la CE fueron: los factores que afectan a la CE, el tiempo y costo de las consultas, la evaluación de los registros de enfermería, el uso de guiones de entrevista, la comunicación, la sistematización de los cuidados de enfermería y la importancia de la CE para la promoción de la salud. Se concluye que varios aspectos de la consulta de enfermería están siendo tratados en los artículos analizados. Sin embargo, se necesitan estudios para confirmar su eficacia.(AU)


Assuntos
Humanos , Diagnóstico de Enfermagem , Encaminhamento e Consulta
19.
Rev. bras. enferm ; 65(1): 155-161, jan.-fev. 2012.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-639528

RESUMO

O estudo objetivou analisar os aspectos abordados da consulta de enfermagem (CE) nas publicações científicas. Realizou-se uma revisão integrativa da literatura disponível nos bancos de dados: LILACS, PUBMED, CINAHL e COCHRANE. Foram selecionados 31 artigos que obedeceram aos critérios de inclusão. Os temas mais abordados acerca da CE foram: fatores intervenientes da CE, tempo e custo das consultas, avaliação dos registros de Enfermagem, uso de roteiros de entrevista, comunicação, sistematização da assistência de Enfermagem, significado e importância da CE para promoção da saúde. Conclui-se que diversos aspectos da consulta de Enfermagem estão sendo abordados nos artigos analisados. Contudo, são necessários estudos que comprovem sua eficácia.


The study aimed to analyze the aspects of the nursing consultation (NC) in scientific publications. It was conducted an integrative literature review available in databases: LILACS, PUBMED, CINAHL and COCHRANE. 31 articles were selected that met the inclusion criteria. The themes most addressed on the NC were: factors affecting the NC, time and cost of consultations, assessment of nursing records, use of interview scripts, communication, systematization of nursing care, meaning and importance of the NC to promote health. It was concluded that various aspects of nursing consultation are being addressed in the articles analyzed. However, studies are needed to confirm its efficacy.


El objetivo fue analizar los aspectos de la consulta de enfermería (CE) en las publicaciones científicas. Se realizó una revisión de la literatura disponible en las bases de datos: LILACS, PUBMED, CINAHL y Cochrane. Fueron seleccionados 31 artículos que cumplían con los criterios de inclusión. Los temas más discutidos acerca de la CE fueron: los factores que afectan a la CE, el tiempo y costo de las consultas, la evaluación de los registros de enfermería, el uso de guiones de entrevista, la comunicación, la sistematización de los cuidados de enfermería y la importancia de la CE para la promoción de la salud. Se concluye que varios aspectos de la consulta de enfermería están siendo tratados en los artículos analizados. Sin embargo, se necesitan estudios para confirmar su eficacia.


Assuntos
Humanos , Diagnóstico de Enfermagem , Encaminhamento e Consulta
20.
Online braz. j. nurs. (Online) ; 10(3)sep.- dec. 2011. tab
Artigo em Inglês, Espanhol, Português | BDENF - Enfermagem | ID: bde-28362

RESUMO

Objective: Verification of the presence of modifiable and non-modifiable risk factors to Arterial System Hypertension (ASH) in patients who had suffered Cerebrovascular Accident (CVA). Method: Descriptive study, quantitative performed in a SAH Unit of a hospital in Fortaleza, Brazil. 75 patients diagnosed with SAH and attacked by CVA, hospitalized in this same unit, composed the sample. The data was collected through interviews with the patients, then exposed in frequency datasheets. Study approved by the Ethics Committee. Results and discussion: Non-modifiable factors: male (61,4%), age above 60 years old (48%), family background of cardiovascular diseases (68%) and white-skinned (64%). Modifiable factors: unhealthy diet (64%), sedentary lifestyle (92%), smoking (20%), regular consumption of alcoholic beverages (21,3%), and inadequate use of medication (41,3%). Conclusion: CVA victims have modifiable factors related to ASH, forcing the nursing professionals to develop strategies to the population that carries ASH to the reduction of these factors and prevention of cardiovascular implications.(AU)


Resumen: Objetivo: averiguar la presencia de factores de riesgo no cambiables para la hipertensión Arterial Sistémica (HAS) en los pacientes que padeceron un Accidente Cerebrovascular (AVE). Método: estudio descriptivo, cantitativo realizado en una unidad de AVE de un hospital, fortaleza, CE. El mostreo se compuso por 75 pacientes portadores de HAS que padecieron un Accidente Cerebrovascular, ingresados en dicha unidad. se coletaron los datos por medio de entrevistas a los pacientes. Se expuso los resultados en tablas de asistencia. aprovado por el comité de ética. Resultados y tertulia: Factores no cambiables : sexo masculino (61,4%), franja etarea >60 años (48%), antecedentes familiares con enfermedades cardiovasculares (68%) y el color de la piel blanca (64%). Factores cambiables: consumo de alimentos no saludables(64%), sedentarismo (92%), tabaquismo (20%), etilismo (21,3%) y el uso inadecuado de medicinas (41,3%).Conclusión: Víctimas de Accidente cerebrovasculares poseen factores cambiables para el HAS, y se necesita que los prefesionales de enfermería sepan desarrollar estrategias junto a la población portadora de has para la reducción de dichoa factores y prevención de las complicaciones cardiovasculares.(AU)


Objetivo: Verificar a presença de fatores de risco não-modificáveis e modificáveis para a Hipertensão Arterial Sistêmica (HAS) nos pacientes que tiveram um Acidente Vascular Encefálico (AVE). Método: Estudo descritivo, quantitativo realizado em uma unidade de AVE de um hospital, Fortaleza-CE. Compôs a amostra 75 pacientes portadores de HAS acometidos por um AVE, internados na referida unidade. Coletou-se os dados por meio de entrevista ao paciente Os resultados foram expostos em tabelas de frequência. Aprovado pelo comitê de ética. Resultados e discussão: Fatores não modificáveis: sexo masculino (61,4%), faixa etária >60 anos (48%), antecedentes familiares com doenças cardiovasculares (68%) e cor da pele branca (64%). Fatores modificáveis: alimentação não saudável (64%), sedentarismo (92%), tabagismo (20%), etilismo (21,3%) e uso inadequado da medicação (41,3%). Conclusão: Vítimas de AVE possuem fatores modificáveis para a HAS, cabendo aos profissionais enfermeiros desenvolver estratégias com a população portadora de HAS para redução desses fatores e prevenção de complicações cardiovasculares.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Enfermagem , Hipertensão , Acidente Vascular Cerebral , Fatores de Risco , Prevenção de Doenças
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA