Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 1 de 1
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
Bol. saúde ; 21(2): 67-79, jul.-dez. 2007.
Artigo em Português | CidSaúde - Cidades saudáveis | ID: cid-62690

RESUMO

O presente artigo relata uma experiência de grupo de acolhimento em saúde mental na rede básica. O enfoque metodológico deste trabalho é o da pesquisa-intervenção, utilizando recursos da observação participante e da cartografia. O ponto de partida é a problematização de um novo paradigma em saúde coletiva, em que o acolhimento é considerado um dispositivo de responsabilização clínica e de intervenção resolutiva, percebendo os sujeitos com prioridade nos atendimentos. Discutem-se os principais emergentes grupais em três encontros semanais, focalizando questões relativas ao compartilhamento das vivências em grupo, a ênfase no diagnóstico e na medicalização. São problematizados os procedimentos burocráticos da equipe, bem como os limites do dispositivo de acolhimento em grupo considerando inclusive a perspectiva dos usuários. Aponta-se a necessidade de ampliar os sentidos da escuta clínica visando à subjetivação das queixas e aos investimentos na autonomização da população usuária. Sugere-se ainda uma composição multiprofissional e práticas analíticas na equipe de trabalho, a fim de garantir maior continência dos trabalhadores no uso desta ferramenta de intervenção. (AU)


Assuntos
Saúde Mental , Serviços Básicos de Saúde , Acolhimento
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...