Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 110
Filtrar
1.
Rev Gaucha Enferm ; 40: e20180277, 2019 Jul 29.
Artigo em Português, Inglês | MEDLINE | ID: mdl-31365736

RESUMO

OBJECTIVE: to find the social representations of female students about female condoms. Methodology: exploratory and descriptive study, with qualitative approach, based on the Theory of Social Representations. METHOD: 94 students from high school students, technical courses, and adult education participated, all from public schools from a municipality in the countryside of Bahia/Brazil, and responded to the test of free word association. The evocations were submitted to the softwares EVOC and IRAMUTEQ. RESULTS: students recognize that the female condom is a technology that provides autonomy, protects against sexually transmitted infections, and prevents pregnancy. In contrast, they reported that their reasons for not using the method are finding it uncomfortable and strange. FINAL CONSIDERATIONS: Social representations point to the need for strategies that promote information exchange and stimulate practical knowledge about the female condom among public school students.


Assuntos
Atitude , Preservativos Femininos , Instituições Acadêmicas , Estudantes/psicologia , Adolescente , Fatores Etários , Coito , Feminino , Humanos , Estado Civil , Pesquisa Qualitativa , Parceiros Sexuais , Inquéritos e Questionários , Testes de Associação de Palavras , Adulto Jovem
2.
REME rev. min. enferm ; 23: e-1162, jan.2019.
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1005117

RESUMO

Objetivo: analisar a estrutura das representações sociais de docentes de graduação em Enfermagem sobre o processo de Enfermagem. Métodos: estudo qualitativo realizado com 100 docentes do curso de graduação em Enfermagem de sete instituições de ensino superior, públicas e privadas, situadas em uma capital do Nordeste do Brasil. Os dados obtidos por meio do teste de Associação Livre de Palavras foram processados pelo software Evoc e analisados à luz da Teoria das Representações Sociais. Resultados: na centralidade os docentes atribuíram ao processo de Enfermagem os significados das expressões sistematização da assistência de Enfermagem, etapas do processo e organização para assistência e na periferia atribuíram importância ao processo de Enfermagem e destacaram atributos profissionais. Conclusão: os participantes consideraram como idênticos os termos sistematização da assistência de Enfermagem e processo de Enfermagem, o que pode contribuir para subsumir a importância de cada um destes, aumentar a lacuna entre teoria e prática e distanciar o processo de Enfermagem de sua principal finalidade que consiste em nortear práticas com fundamentação teórica própria da profissão.(AU)


Purpose: To analyze the structure of nursing undergraduate faculty social representations of the nursing process. Methods: This is a qualitative study conducted with one hundred nursing undergraduate faculty members from seven public and private colleges, located in a capital city in Northeast Brazil. Data was obtained by means of the free word association test were processed using the Evoc software and analyzed in light of the theory of social representation. Results: This study's results showed that faculty members assigned the meaning of the expressions "systematization of nursing care," "process stages" and "organization for care" to the nursing process, whereas, in the peripheral system, they attributed importance to the nursing process and pointed out professional attributes. Conclusion: Participants considered the terms "systematization of nursing care" and "nursing process" to be identical, which may contribute to subsume their importance, increase the gap between theory and practice, and distance the nursing process from its main purpose, which consists of guiding practices based on the profession's own theoretical basis.(AU)


Objetivo: analizar la estructura de las representaciones sociales de docentes de grado en enfermería sobre el Proceso de Enfermería. Método: estudio cualitativo realizado con docentes del curso de grado en enfermería de siete facultades públicas y privadas de enseñanza superior de una capital del noreste de Brasil. Los datos, recogidos a través de la prueba de asociación libre de palabras, fueron procesados por el software Evoc y analizados a la luz de la teoría de las representaciones sociales. Resultados: en el centro ...(AU)


Assuntos
Psicologia Social , Ensino , Enfermagem , Processo de Enfermagem , Educação
3.
Rev. gaúch. enferm ; 40: e20180277, 2019. graf
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1014135

RESUMO

Resumo OBJETIVO Conhecer as representações sociais de alunas sobre o preservativo feminino. METODOLOGIA Estudo exploratório e descritivo, com abordagem qualitativa, apoiado na Teoria das Representações Sociais. Participaram 94 alunas de Ensino Médio, cursos técnicos e Educação de Jovens e Adultos, de escolas públicas de um município do interior da Bahia-Brasil, que responderam ao teste de associação livre de palavras. As evocações foram submetidas aos softwares EVOC e IRAMUTEQ. RESULTADOS As alunas reconhecem que o preservativo feminino é uma tecnologia que proporciona autonomia, protege de infecções sexualmente transmissíveis e evita a gravidez. Em contraposição, relatam que o estranhamento e o desconforto são elementos importantes que justificam o não uso. CONSIDERAÇÕES FINAIS As representações sociais apontam necessidades de estratégias que promovam trocas de informações e estimulem o conhecimento prático sobre o preservativo feminino entre as estudantes de escolas públicas.


Resumen OBJETIVO Conocer las representaciones sociales de alumnas sobre el preservativo femenino. MÉTODO Estudio exploratorio y descriptivo, con abordaje cualitativo, apoyado en la Teoría de las Representaciones Sociales. Participaron 94 alumnas de Enseñanza Media, cursos técnicos y Educación de Jóvenes y Adultos, de escuelas públicas de un municipio del interior de Bahía-Brasil, que respondieron a la prueba de asociación libre de palabras. Las evocaciones fueron sometidas al software EVOC e IRAMUTEQ. RESULTADOS Las alumnas reconocen que el preservativo femenino es una tecnología que proporciona autonomía, protege de infecciones sexualmente transmisibles y evita el embarazo. En contraposición, relatan que el extrañamiento y la incomodidad son elementos importantes que justifican el no uso. CONSIDERACIONES FINALES Las representaciones sociales apuntan necesidades de estrategias que promuevan intercambios de informaciones y estimulen el conocimiento práctico sobre el preservativo femenino entre las estudiantes de escuelas públicas.


Abstract OBJECTIVE to find the social representations of female students about female condoms. Methodology: exploratory and descriptive study, with qualitative approach, based on the Theory of Social Representations. METHOD 94 students from high school students, technical courses, and adult education participated, all from public schools from a municipality in the countryside of Bahia/Brazil, and responded to the test of free word association. The evocations were submitted to the softwares EVOC and IRAMUTEQ. RESULTS students recognize that the female condom is a technology that provides autonomy, protects against sexually transmitted infections, and prevents pregnancy. In contrast, they reported that their reasons for not using the method are finding it uncomfortable and strange. FINAL CONSIDERATIONS Social representations point to the need for strategies that promote information exchange and stimulate practical knowledge about the female condom among public school students.


Assuntos
Humanos , Feminino , Adolescente , Adulto Jovem , Instituições Acadêmicas , Estudantes/psicologia , Atitude , Preservativos Femininos , Testes de Associação de Palavras , Parceiros Sexuais , Inquéritos e Questionários , Fatores Etários , Estado Civil , Coito , Pesquisa Qualitativa
4.
Rev. baiana saúde pública ; 42(1): https://doi.org/10.22278/2318-2660.2018.v42.n1.a2406, 12,Out 2018.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-948020

RESUMO

As peças publicitárias de campanhas midiáticas relacionadas à prevenção foram utilizadas como produção textual e se configuraram como ferramenta-chave na construção das representações sociais. O objetivo da pesquisa foi analisar a relação intertextual entre as publicações científicas sobre cuidado às pessoas com Vírus da Imunodeficiência Humana/Síndrome da Imunodeficiência Adquirida, no período de 10 anos (2002-2011), e as campanhas midiáticas para o Dia Mundial de Luta Contra a Síndrome da Imunodeficiência Adquirida, nesse mesmo período. Trata-se de uma pesquisa documental e descritiva em bases de dados e em documentação oficial. Os resultados permitiram perceber a existência de quatro categorias: gênero, geração, preconceito/discriminação e raça, sendo que houve predomínio no foco das campanhas para o tema preconceito, demonstrando intenção governamental em interferir na representação social negativa, discriminatória e historicamente associada à Síndrome da Imunodeficiência Adquirida. A intertextualidade na categoria gênero identificou conteúdos que destacam o protagonismo feminino na prevenção/tratamento ou no estabelecimento das estratégias de enfrentamento. E, na categoria geração, independente do pertencimento geracional, a experiência com o Vírus da Imunodeficiência Humana/Síndrome da Imunodeficiência Adquirida é difícil, complexa e limitante. Concluiu-se que a relação intertextual apresenta-se como forma de apreender a dinâmica dessa epidemia e pode trazer contribuição à forma de agir frente às suas diversas facetas. A intertextualidade constitui-se em um recurso eficaz para apreender a construção do sentido, conferindo-lhe coerência e credibilidade. Utilizá-la com propriedade, como apoio argumentativo ou simplesmente como um jogo linguístico, contribui para a compreensão das representações sociais sobre a Síndrome da Imunodeficiência Adquirida ao longo da epidemia.


Publicity pieces of media campaigns related to prevention were used as textual production and are configurated as a key tool in the construction of social representations. The objective of this study was to analyze the intertextual relation between scientific publications on the care for persons with Human Immunodeficiency Virus / Acquired Immunodeficiency Syndrome in the period of 10 years (2002-2011) and the media campaigns for the World Day against Acquired Immunodeficiency Syndrome, in this same period. It is a documentary and descriptive research in databases in official documentation. The results allowed to perceive the existence of four categories: gender, generation, prejudice/discrimination and race, prejudice being the predominant in the focus of the campaigns, demonstrating governmental intention to interfere in the negative social representation, discriminatory and historically associated to Acquired Immunodeficiency Syndrome. Intertextuality in the gender category has identified content that highlights female protagonism in prevention / treatment or in the establishment of coping strategies. And in the generation category, regardless of generational belonging, the experience with Human Immunodeficiency Virus / Acquired Immunodeficiency Syndrome is difficult, complex and limiting. It was possible to conclude that the intertextual relation presents itself as a way of apprehending the dynamics of this epidemy and can contribute to the way of acting in face of its various facets. Intertextuality is an effective resource for understanding the construction of meaning, giving it coherence and credibility. To use it properly, as argumentative support or simply as a linguistic game, contributes to the understanding of social representations about Acquired Immunodeficiency Syndrome throughout the epidemic.


Las piezas publicitarias de campañas mediáticas relacionadas a la prevención fueron utilizadas como producción textual y configuraron como herramienta clave en la construcción de las representaciones sociales. El objetivo de la investigación fue analizar la relación intertextual entre las publicaciones científicas sobre cuidado a las personas con Virus de la Inmunodeficiencia Humana / Síndrome de Inmunodeficiencia Adquirida en el período de 10 años (2002-2011), y las campañas mediáticas para el Día Mundial de Lucha contra el Síndrome de Inmunodeficiencia Adquirida en este mismo período. Tratase de una investigación documental y descriptiva en bases de datos en documentación oficial. Los resultados permitieron percibir la existencia de cuatro categorías: género, generación, preconcepto / discriminación y raza, siendo que hubo predominio en el foco de las campañas para el tema preconcepto, demostrando intención gubernamental en interferir en la representación social negativa, discriminatoria e históricamente asociada al Síndrome de Inmunodeficiencia Adquirida. La intertextualidad en la categoría género identificó contenidos que destacan el protagonismo femenino en la prevención / tratamiento o en el establecimiento de las estrategias de enfrentamiento. Y, en la categoría generación, independientemente de la pertenencia generacional, la experiencia con el Virus de la Inmunodeficiencia Humana / Síndrome de Inmunodeficiencia Adquirida es difícil, compleja y limitante. Concluyese que la relación intertextual presentase como forma de aprehender la dinámica de esa epidemia y, puede aportar contribución a la forma de actuar frente a sus diversas facetas. La intertextualidad, constituyese en un recurso eficaz para aprehender la construcción del sentido, confiriéndole coherencia y credibilidad. La utilización con propiedad, como apoyo argumentativo o simplemente como un juego lingüístico, contribuye a la comprensión de las representaciones sociales sobre el Síndrome de Inmunodeficiencia Adquirida a lo largo de la epidemia.


Assuntos
Humanos , Síndrome de Imunodeficiência Adquirida , HIV , Mídias Sociais , Promoção da Saúde
5.
Rev. enferm. UFPE on line ; 12(9): 2470-2478, set. 2018. ilus, tab
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-995926

RESUMO

Objetivo: analisar a produção científica de enfermeiras sobre o ensino do Processo de Enfermagem. Método: trata-se de revisão integrativa de estudos publicados entre 2002 e 2012, na base de dados LILACS e biblioteca virtual SciELO. Realizou-se a busca em março de 2017, utilizando-se descritores controlados contemplados no DeCS. Resultados: caracterizaram-se sete artigos originais quanto ao periódico, ano de publicação, delineamento metodológico, área de atuação e titulação das autoras e procedência regional das produções. Suscita-se a necessidade de discutir e refletir sobre os modos de ensinar e aprender o Processo de Enfermagem entre docentes, discentes, coordenadores de cursos de enfermagem e serviços de saúde. Conclusão: considera-se que diante da complexidade do Processo de Enfermagem, o seu ensino deve ocorrer transversalmente, envolver estratégias inovadoras e promover qualificação docente contínua visando à formação de profissionais críticos, reflexivos e comprometidos com os princípios do Sistema Único de Saúde.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Educação Superior , Educação em Enfermagem , Bacharelado em Enfermagem , Capacitação de Recursos Humanos em Saúde , Processo de Enfermagem , Pesquisa em Educação de Enfermagem
6.
Rev Bras Enferm ; 71(4): 1934-1939, 2018.
Artigo em Inglês, Português | MEDLINE | ID: mdl-30156680

RESUMO

OBJECTIVE: To apprehend social representation of health care professionals on HIV/AIDS and to compare it with a subgroup of physicians. METHOD: Qualitative research based on the Theory of Social Representations. Free associations for the term HIV/AIDS were collected from 73 workers of public services specialized in HIV/AIDS, in Salvador-Bahia. The results were analyzed in the EVOC software. RESULTS: For all health professionals, HIV/AIDS is associated with "prejudice, care, disease and prevention", and for the subgroup of physicians it is associated with the term "prevention". Health professionals represented HIV/AIDS similarly to society in general and, due to their normative character, prescribed attitudes typical of health care professionals. FINAL CONSIDERATIONS: The findings show that, despite the advances in the health area regarding the treatment of AIDS, prejudice still persists. It is important to strengthen interdisciplinary actions focused on discussions on this theme during training, favoring the comprehensiveness of the assistance.


Assuntos
Infecções por HIV/psicologia , Pessoal de Saúde/psicologia , Percepção Social , Atitude do Pessoal de Saúde , Brasil , Infecções por HIV/complicações , Infecções por HIV/terapia , HIV-1/patogenicidade , Pessoal de Saúde/normas , Humanos , Pesquisa Qualitativa , Estigma Social
7.
Rev. bras. enferm ; 71(4): 1934-1939, Jul.-Aug. 2018. tab
Artigo em Inglês | LILACS-Express | ID: biblio-958661

RESUMO

ABSTRACT Objective: To apprehend social representation of health care professionals on HIV/AIDS and to compare it with a subgroup of physicians. Method: Qualitative research based on the Theory of Social Representations. Free associations for the term HIV/AIDS were collected from 73 workers of public services specialized in HIV/AIDS, in Salvador-Bahia. The results were analyzed in the EVOC software. Results: For all health professionals, HIV/AIDS is associated with "prejudice, care, disease and prevention", and for the subgroup of physicians it is associated with the term "prevention". Health professionals represented HIV/AIDS similarly to society in general and, due to their normative character, prescribed attitudes typical of health care professionals. Final considerations: The findings show that, despite the advances in the health area regarding the treatment of AIDS, prejudice still persists. It is important to strengthen interdisciplinary actions focused on discussions on this theme during training, favoring the comprehensiveness of the assistance.


RESUMEN Objetivo: Aprehender la estructura de las representaciones sociales de los trabajadores de la salud sobre el HIV/sida y compararla con el subgrupo formado por médicos. Método: Investigación cualitativa fundamentada en la Teoría de las Representaciones Sociales. Se recolectaron evocaciones libres de 73 trabajadores de servicios públicos especializados en HIV/sida en Salvador, Bahía, para el estímulo HIV/sida, y se las analizó mediante el software EVOC. Resultados: Para los trabajadores de la salud, el HIV/sida está asociado a "prejuicio, cuidado, enfermedad y prevención", y para el subgrupo de médicos, al término "prevención". Los trabajadores de la salud representan el HIV/sida de manera semejante a la sociedad en general y, por su carácter normativo, manifiestan actitudes aceptadas como propias de los profesionales de la salud. Consideraciones finales: Los hallazgos demuestran que independientemente de los avances en el área de la salud, permanece el prejuicio en lo tocante al tratamiento del sida. Se hace relevante el fortalecimiento de acciones interdisciplinares y pláticas sobre esa temática en la formación, que favorezcan la integralidad de la atención.


RESUMO Objetivo: Apreender a estrutura das representações sociais de trabalhadores(as) em saúde sobre o HIV/aids e compará-las com o subgrupo formado por médicas(os). Método: Pesquisa qualitativa fundamentada na Teoria das Representações Sociais. Coletaram-se evocações livres de 73 trabalhadores(as) de serviços públicos especializados em HIV/aids, em Salvador-Bahia, para o estímulo HIV/aids, submetendo-as à análise no software EVOC. Resultados: Para os(as) trabalhadores(as) em saúde, o HIV/aids associa-se a "preconceito, cuidado, doença e prevenção", e para o subgrupo de médicas(os) ao termo "prevenção". Os trabalhadores em saúde representam o HIV/aids de forma semelhante à sociedade em geral e, pelo seu caráter normativo, prescrevem atitudes aceitas como próprias de profissionais de saúde. Considerações finais: Os achados mostram que independentemente dos avanços da área da saúde, no tocante ao tratamento da aids, ainda persiste o preconceito. Torna-se relevante o fortalecimento de ações interdisciplinares, para discussões sobre essa temática na formação, que favoreçam a integralidade da assistência.

8.
Rev Rene (Online) ; 18(6): 779-786, nov. - dez 2017.
Artigo em Inglês | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-877685

RESUMO

Objetivo: compreender o olhar de profissionais de saúde sobre cuidado a pessoas com síndrome da imunodeficiência adquirida. Métodos: abordagem qualitativa baseada na Teoria das Representações Sociais a partir de evocações livres de 73 profissionais, de quatro serviços públicos especializados, submetendo-as à Análise Fatorial de Correspondência. Resultados: os profissionais com maior tempo de formação e atuação enfatizaram aspectos relacionados à síndrome como degradação física, abandono e morte; os profissionais com menor tempo de formação e atuação representam o cuidado da pessoa vivendo com o vírus da imunodeficiência humana como um conhecimento acrescido de sensibilidade, indicando atitudes e comportamentos socialmente construídos e aceitos como próprios de profissionais de saúde. Conclusão: os profissionais com maior experiência veem à síndrome em seu aspecto negativo e inicial; os recém-chegados á prática profissional denotam sensibilidade e abertura para as questões relevantes deste fenômeno e, possibilidades concretas de práticas de cuidado mais efetivas/transformadoras. (AU)


Assuntos
Síndrome de Imunodeficiência Adquirida , Assistência à Saúde , Pessoal de Saúde , Infecções por HIV
9.
Cogitare enferm ; 22(3): 01-10, jul-set. 2017.
Artigo em Inglês, Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-876109

RESUMO

Objetivou-se apreender as representações sociais de profissionais de saúde sobre o HIV/aids e o cuidado a pessoa com HIV/aids comparando os índices de diversidade e de raridade. O artigo constitui um recorte de pesquisa desenvolvida com base na teoria das Representações Sociais (RS), com abordagem multimetodológica, em quatro unidades de serviço especializados em HIV/aids, da cidade de Salvador-Bahia, envolvendo 73 profissionais de saúde, mediante aplicação da técnica de associação livre de palavras processadas no software EVOC e cálculo de índices de centralidade. 'Preconceito e morte' constituem o núcleo central (NC) da RS de HIV/aids e 'aconselhamento e acolhimento' o NC de Cuidado. Os elementos estruturantes da RS da aids denotam a presença de juízos de valor e o cálculo dos índices de diversidade e raridade, revelou um menor compartilhamento das evocações sobre o objeto HIV/aids do que sobre o objeto Cuidado (AU).


This study aimed to apprehend the social representations elaborated by health professionals on the acquired immunodeficiency syndrome and care to people living with the human immunodeficiency virus through comparison of the diversity and rarity indexes. This is a multi-method study, based on the Theory of Social Representations, involving 73 health professionals, in four specialized services units, in the city of Salvador, Bahia, in 2015. Data was collected with the use of the free word association test (processing was made with EVOC software) and calculation of centrality degrees. 'Prejudice and death "are the nucleus of the representation of the acquired immunodeficiency syndrome, and "advice and care" constitute the nucleus of Care. It is concluded that the structuring elements of social representation denote the presence of value judgments, and the calculation of diversity and rarity indexes revealed that there was less sharing of evocations about the disease than about Care (AU).


Estudio cuya finalidad fue aprehender las representaciones sociales de profesionales de salud acerca del síndrome de la imunodeficiencia adquirida y el cuidado con las personas que viven con el virus de la inmunodeficiencia humana, comparando los índices de diversidad y de raridad. Es un estudio multimétodos, con base en la Teoría de las Representaciones Sociales, de lo cual participaron 73 profesionales de salud, en cuatro unidades de servicios especializados, en la ciudad de Salvador, Bahia, en 2015. Los datos fueron obtenidos por medio de aplicación de la técnica de asociación libre de palabras procesadas en el software EVOC y calculándose los índices de centralidad. 'Prejuicio y muerte' constituyen el nucleo central de la representación del Síndrome de la inmunodeficiencia adquirida, y 'aconsejar y acoger', el de Cuidado. Se constata que los elementos estructurantes de la representación social apuntan la presencia de juicios de valor; el cálculo de los índices de diversidad y raridad reveló que se comparten menos informaciones y experiencias sobre la enfermedad que sobre e Cuidad (AU).


Assuntos
Humanos , Síndrome de Imunodeficiência Adquirida , Pessoal de Saúde , Assistência , Cuidados de Enfermagem
10.
Rev Bras Enferm ; 70(1): 71-78, 2017.
Artigo em Português, Inglês | MEDLINE | ID: mdl-28226044

RESUMO

Objective:: analyze social representations of nurses related to the care for women involved with drugs. Method:: qualitative research founded on the theory of social representations, with 42 nurses from a public maternity ward of Salvador-BA, using identification questionnaire, test of free association of words, and semi-structured interview. We analyzed the structure of social representations and the similarity tree of free evocations, and also analyzed the content of interviews. Results:: care for women involved with drugs is represented by a set of words that shows theoretical questions and scientific techniques, but faced with experiences in the training, in the daily work and in ideas and values assigned to the consumption of drugs especially in the gravidic-puerperal period. Conclusion:: The social representations of nurses show conflicts between social and cultural aspects around the problem of drugs and the health care provided to women involved with drugs.


Assuntos
Papel do Profissional de Enfermagem/psicologia , Enfermeiras e Enfermeiros/normas , Identificação Social , Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias/psicologia , Adulto , Feminino , Humanos , Masculino , Enfermeiras e Enfermeiros/psicologia , Pesquisa Qualitativa , Inquéritos e Questionários
11.
Rev. bras. enferm ; 70(1): 71-78, jan.-fev. 2017. tab, graf
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-843624

RESUMO

RESUMO Objetivo: analisar representações sociais de enfermeiras acerca do cuidado à mulher envolvida com drogas. Método: pesquisa qualitativa fundamentada na teoria das representações sociais, com 42 enfermeiras de uma maternidade pública de Salvador-BA, mediante questionário de identificação, teste de associação livre de palavras e entrevista semiestruturada. Realizou-se a análise da estrutura das representações sociais e da árvore de similitude das evocações livres, assim como análise de conteúdo das entrevistas. Resultados: o cuidado a mulheres envolvidas com drogas é representado por um conjunto de palavras que evidencia questões teóricas e técnicas científicas, mas confrontadas com experiências na formação, no cotidiano laboral e em ideias e valores atribuídos ao consumo de drogas no período gravídico-puerperal sobretudo. Conclusão: As representações sociais das enfermeiras revelam conflitos entre e aspectos sociais e culturais em torno da problemática das drogas e o cuidado demandado a saúde de mulheres envolvidas com drogas.


RESUMEN Objetivo: analizar representaciones sociales de enfermeras acerca del cuidado a la mujer consumidora de drogas. Método: investigación cualitativa, fundamentada en teoría de las representaciones sociales, con 42 enfermeras de maternidad pública de Salvador-BA, mediante cuestionario de identificación, test de asociación libre de palabras y entrevista semiestructurada. Se efectuó análisis de estructura de las representaciones sociales y del árbol de similitud de las evocaciones libres, y análisis de contenido de las entrevistas. Resultados: el cuidado a mujeres consumidoras de drogas está representado por un conjunto de palabras que evidencia cuestiones teóricas y técnicas científicas, contrastadas con experiencias de formación, de cotidianeidad laboral y de ideas y valores atribuidos al consumo de drogas, particularmente en períodos de embarazo y posparto. Conclusión: las representaciones sociales de las enfermeras expresan conflictos entre aspectos sociales y culturales referidos a la problemática de las drogas y el cuidado de salud demandado por las consumidoras de drogas.


ABSTRACT Objective: analyze social representations of nurses related to the care for women involved with drugs. Method: qualitative research founded on the theory of social representations, with 42 nurses from a public maternity ward of Salvador-BA, using identification questionnaire, test of free association of words, and semi-structured interview. We analyzed the structure of social representations and the similarity tree of free evocations, and also analyzed the content of interviews. Results: care for women involved with drugs is represented by a set of words that shows theoretical questions and scientific techniques, but faced with experiences in the training, in the daily work and in ideas and values assigned to the consumption of drugs especially in the gravidic-puerperal period. Conclusion: The social representations of nurses show conflicts between social and cultural aspects around the problem of drugs and the health care provided to women involved with drugs.

12.
Rev Gaucha Enferm ; 38(4): e2016-80, 2017.
Artigo em Inglês, Português | MEDLINE | ID: mdl-29791532

RESUMO

OBJECTIVE To analyze the the social representations of young Catholics about HIV/AIDS prevention and sexuality. METHOD Mixed study, based on the theory of social representations, held in 2015 with 84 young Catholics participating in the group "World Youth Day" on Facebook. The data were collected through the technique of free association of words and in-depth interview. For the information analysis, the software Tri-Deux-Mots and Alceste were used. RESULTS Sexuality is processed in the representational field of young people as being associated with the sexual practice. In turn, the prevention of HIV, a phenomenon represented as intrinsic to sexuality, occurs through the use of condoms or fidelity within marriage. CONCLUSION Young Catholics represent the prevention of HIV/AIDS as a transverse phenomenon to sexuality, whose sexual practices are anchored both in hegemonic and progressive discourses.


Assuntos
Catolicismo , Infecções por HIV/prevenção & controle , Conhecimentos, Atitudes e Prática em Saúde , Comportamento Sexual , Adolescente , Comportamento do Adolescente , Preservativos/estatística & dados numéricos , Cultura , Análise Fatorial , Feminino , Associação Livre , Infecções por HIV/psicologia , Humanos , Internet , Masculino , Utilização de Procedimentos e Técnicas , Sexo Seguro/psicologia , Sexo Seguro/estatística & dados numéricos , Comportamento Sexual/psicologia , Comportamento Sexual/estatística & dados numéricos , Valores Sociais , Tabu , Adulto Jovem
13.
Rev. baiana enferm ; 31(3): e21870, 2017.
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-897477

RESUMO

Objetivo conhecer os sentimentos de mulheres soropositivas para o HIV e HTLV sobre a não amamentação. Método pesquisa qualitativa, fundamentada na Teoria das Representações Sociais, realizada com 134 mulheres atendidas em Centros de Referências para IST/aids e HTLV, na cidade de Salvador, Bahia, Brasil. Para produção das informações foram utilizadas o survey descritivo e a dinâmica interativa. Foi utilizada a análise de conteúdo temática. Resultados as entrevistadas revelaram sentimentos de tristeza, medo, raiva, culpa e incerteza diante da decisão de não amamentação. Essa decisão esteve ancorada no desejo de evitar a contaminação do seu filho para o vírus da imunodeficiência adquirida e/ou para o vírus T-linfotrópico humano. Conclusão os sentimentos das entrevistadas acerca da não amamentação estão permeados por conflitos oriundos de padrões socioculturalmente estabelecidos com relação à amamentação. Na prática profissional, enfermeiras têm a possibilidade de intervir na situação da não amamentação apoiando a mulher na sua decisão.


Objetivo conocer los sentimientos de mujeres seropositivas para el VIH y el HTLV, sobre el no amamantamiento. Método investigación cualitativa, basada en la Teoría de las Representaciones Sociales, realizada con 134 mujeres atendidas en Centros de Referencias para el IST/sida y HTLV, en la ciudad de Salvador, Bahía, Brasil. Para la recolección de datos se utilizó el survey descriptivo y la dinámica interactiva, además del análisis de contenido temático. Resultados las entrevistadas revelaron sentimientos de tristeza, miedo, rabia, culpa e inseguridad delante de la decisión de no amamantar. Esa decisión se basó en el deseo de evitar la contaminación de su hijo con el virus de la inmunodeficiencia adquirida y/o para el virus T-linfotrópico humano. Conclusión los sentimientos de las entrevistadas sobre el no amamantamiento, están permeados por conflictos oriundos de patrones establecidos socioculturalmente con relación al amamantamiento. En la práctica profesional, las enfermeras tienen la posibilidad de intervenir en la situación del no amamantamiento apoyando a la mujer en su decisión.


Objective to know the feelings of HIV- and HTLV-positive women towards non-breastfeeding. Method qualitative research based on the Theory of Social Representations, carried out with 134 women assisted at IST/AIDS and HTLV Reference Centers, in the city of Salvador, Bahia, Brazil. A descriptive survey and interactive dynamics were used to produce the information. Data were examined through thematic content analysis. Results the interviewees revealed feelings of sadness, fear, anger, guilt, and uncertainty regarding tire decision of not to breastfeed. This decision was anchored in the intent to protect the child from being contaminated with the acquired immunodeficiency virus and/or human T-lymphotropic virus. Conclusion the feelings of the interviewees towards non-breastfeeding are permeated by conflicts arising from socio-culturally established patterns regarding breastfeeding. In professional practice, nurses have the possibility to intervene in tire situation of non-breastfeeding by supporting the women in their decision.

14.
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: bde-32035

RESUMO

Objetivo: conhecer os sentimentos de mulheres soropositivas para o HIV e HTLV sobre a não amamentação.Método: pesquisa qualitativa, fundamentada na Teoria das Representações Sociais, realizada com 134 mulheresatendidas em Centros de Referências para IST/aids e HTLV, na cidade de Salvador, Bahia, Brasil. Para produção dasinformações foram utilizadas o survey descritivo e a dinâmica interativa. Foi utilizada a análise de conteúdo temática.Resultados: as entrevistadas revelaram sentimentos de tristeza, medo, raiva, culpa e incerteza diante da decisão denão amamentação. Essa decisão esteve ancorada no desejo de evitar a contaminação do seu filho para o vírus daimunodeficiência adquirida e/ou para o vírus T-linfotrópico humano. Conclusão: os sentimentos das entrevistadasacerca da não amamentação estão permeados por conflitos oriundos de padrões socioculturalmente estabelecidoscom relação à amamentação. Na prática profissional, enfermeiras têm a possibilidade de intervir na situação da nãoamamentação apoiando a mulher na sua decisão. (AU)


Objective: to know the feelings of HIV- and HTLV-positive women towards non-breastfeeding. MethodObjective: toknow the feelings of HIV- and HTLV-positive women towards non-breastfeeding. Method: qualitative research basedon the Theory of Social Representations, carried out with 134 women assisted at IST/AIDS and HTLV ReferenceCenters, in the city of Salvador, Bahia, Brazil. A descriptive survey and interactive dynamics were used to producethe information. Data were examined through thematic content analysis. Results: the interviewees revealed feelings ofsadness, fear, anger, guilt, and uncertainty regarding the decision of not to breastfeed. This decision was anchoredin the intent to protect the child from being contaminated with the acquired immunodeficiency virus and/or humanT-lymphotropic virus. Conclusion: the feelings of the interviewees towards non-breastfeeding are permeated byconflicts arising from socio-culturally established patterns regarding breastfeeding. In professional practice, nurseshave the possibility to intervene in the situation of non-breastfeeding by supporting the women in their decision. (AU)


Objetivo: conocer los sentimientos de mujeres seropositivas para el VIH y el HTLV, sobre el no amamantamiento.Método: investigación cualitativa, basada en la Teoría de las Representaciones Sociales, realizada con 134 mujeresatendidas en Centros de Referencias para el IST/sida y HTLV, en la ciudad de Salvador, Bahía, Brasil. Para larecolección de datos se utilizó el survey descriptivo y la dinámica interactiva, además del análisis de contenidotemático. Resultados: las entrevistadas revelaron sentimientos de tristeza, miedo, rabia, culpa e inseguridad delantede la decisión de no amamantar. Esa decisión se basó en el deseo de evitar la contaminación de su hijo con elvirus de la inmunodeficiencia adquirida y/o para el virus T-linfotrópico humano. Conclusión: los sentimientos delas entrevistadas sobre el no amamantamiento, están permeados por conflictos oriundos de patrones establecidossocioculturalmente con relación al amamantamiento. En la práctica profesional, las enfermeras tienen la posibilidadde intervenir en la situación del no amamantamiento apoyando a la mujer en su decisión.(AU)


Assuntos
Humanos , Feminino , Saúde Materno-Infantil , Aleitamento Materno , Enfermagem , HIV , Vírus Linfotrópico T Tipo 1 Humano
15.
Rev. gaúch. enferm ; 38(4): e2016, 2017. graf
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-901684

RESUMO

Resumo OBJETIVO Analisar as representações sociais de jovens católicos(as) quanto à prevenção ao HIV/AIDS e à sexualidade. MÉTODO Estudo misto, com base na teoria das representações sociais, realizado em 2015 com 84 jovens católicos participantes do grupo "Jornada Mundial da Juventude" no Facebook. Os dados foram coletados através da técnica de associação livre de palavras e entrevista em profundidade. Para análise das informações, foram usados os softwares Tri-Deux-Mots e Alceste. RESULTADOS A sexualidade é processada no campo representacional dos(as) jovens como sendo associada à prática sexual. Por sua vez, a prevenção ao HIV, fenômeno representado como intrínseco à sexualidade, ocorre com o uso de preservativos ou com a fidelidade dentro do matrimônio. CONCLUSÃO Jovens católicos representam a prevenção ao HIV/AIDS como fenômeno transversal à sexualidade, cujas práticas sexuais estão ancoradas tanto nos discursos hegemônicos quanto nos progressistas.


Resumen OBJETIVO Analizar las representaciones sociales de los(as) jóvenes católicos(as) sobre la prevención del VIH/SIDA y la sexualidad. MÉTODO Estudio mixto, basado en la teoría de las representaciones sociales, llevado a cabo en 2015 con 84 jóvenes participantes del grupo de católicos "Jornada Mundial de la Juventud" en Facebook. Los datos fueron recolectados a través de la técnica de la asociación libre de palabras y la entrevista en profundidad. Para el análisis de la información se utilizó el software Tri-Deux-Palabras y Alceste. RESULTADOS La sexualidad es procesada en el campo representacional de los(as) jóvenes como siendo asociada con la práctica sexual. A su vez, la prevención del VIH, fenómeno representado como intrínseco a la sexualidad, se produce con el uso de preservativos o con la fidelidad dentro del matrimonio. CONCLUSIÓN Jóvenes católicos(as) representan la prevención del VIH/SIDA como fenómeno transversal a la sexualidad, cuyas prácticas sexuales están ancladas tanto en los discursos hegemónicos como en los progresistas.


Abstract OBJECTIVE To analyze the the social representations of young Catholics about HIV/AIDS prevention and sexuality. METHOD Mixed study, based on the theory of social representations, held in 2015 with 84 young Catholics participating in the group "World Youth Day" on Facebook. The data were collected through the technique of free association of words and in-depth interview. For the information analysis, the software Tri-Deux-Mots and Alceste were used. RESULTS Sexuality is processed in the representational field of young people as being associated with the sexual practice. In turn, the prevention of HIV, a phenomenon represented as intrinsic to sexuality, occurs through the use of condoms or fidelity within marriage. CONCLUSION Young Catholics represent the prevention of HIV/AIDS as a transverse phenomenon to sexuality, whose sexual practices are anchored both in hegemonic and progressive discourses.

16.
Rev. gaúch. enferm ; 38(4): e2016, 2017. graf
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-901694

RESUMO

Resumo OBJETIVO Analisar as representações sociais de jovens católicos(as) quanto à prevenção ao HIV/AIDS e à sexualidade. MÉTODO Estudo misto, com base na teoria das representações sociais, realizado em 2015 com 84 jovens católicos participantes do grupo "Jornada Mundial da Juventude" no Facebook. Os dados foram coletados através da técnica de associação livre de palavras e entrevista em profundidade. Para análise das informações, foram usados os softwares Tri-Deux-Mots e Alceste. RESULTADOS A sexualidade é processada no campo representacional dos(as) jovens como sendo associada à prática sexual. Por sua vez, a prevenção ao HIV, fenômeno representado como intrínseco à sexualidade, ocorre com o uso de preservativos ou com a fidelidade dentro do matrimônio. CONCLUSÃO Jovens católicos representam a prevenção ao HIV/AIDS como fenômeno transversal à sexualidade, cujas práticas sexuais estão ancoradas tanto nos discursos hegemônicos quanto nos progressistas.


Resumen OBJETIVO Analizar las representaciones sociales de los(as) jóvenes católicos(as) sobre la prevención del VIH/SIDA y la sexualidad. MÉTODO Estudio mixto, basado en la teoría de las representaciones sociales, llevado a cabo en 2015 con 84 jóvenes participantes del grupo de católicos "Jornada Mundial de la Juventud" en Facebook. Los datos fueron recolectados a través de la técnica de la asociación libre de palabras y la entrevista en profundidad. Para el análisis de la información se utilizó el software Tri-Deux-Palabras y Alceste. RESULTADOS La sexualidad es procesada en el campo representacional de los(as) jóvenes como siendo asociada con la práctica sexual. A su vez, la prevención del VIH, fenómeno representado como intrínseco a la sexualidad, se produce con el uso de preservativos o con la fidelidad dentro del matrimonio. CONCLUSIÓN Jóvenes católicos(as) representan la prevención del VIH/SIDA como fenómeno transversal a la sexualidad, cuyas prácticas sexuales están ancladas tanto en los discursos hegemónicos como en los progresistas.


Abstract OBJECTIVE To analyze the the social representations of young Catholics about HIV/AIDS prevention and sexuality. METHOD Mixed study, based on the theory of social representations, held in 2015 with 84 young Catholics participating in the group "World Youth Day" on Facebook. The data were collected through the technique of free association of words and in-depth interview. For the information analysis, the software Tri-Deux-Mots and Alceste were used. RESULTS Sexuality is processed in the representational field of young people as being associated with the sexual practice. In turn, the prevention of HIV, a phenomenon represented as intrinsic to sexuality, occurs through the use of condoms or fidelity within marriage. CONCLUSION Young Catholics represent the prevention of HIV/AIDS as a transverse phenomenon to sexuality, whose sexual practices are anchored both in hegemonic and progressive discourses.

17.
Rev. enferm. UERJ ; 24(6): e12536, nov.-dez. 2016.
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-960696

RESUMO

Objetivo: discutir o conhecimento, a forma de prevenção de outras infecções sexualmente transmissíveis e a prática do sexo seguro. Método: estudo descritivo com abordagem quantitativa, realizado com um grupo de dez gestantes soropositivas para o Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV) em um hospital universitário do Rio de Janeiro. Os dados foram obtidos por questionário semiestruturado entre dezembro de 2012 e março de 2013, e organizados com recurso do Microsoft Excel®. Os aspectos éticos foram respeitados, sendo o projeto aprovado sob nº CAAE-07639612.9.0000.5285. Resultados: prevaleceu o uso do preservativo masculino como referência da prática do sexo seguro, mencionado por seis mulheres. Conclusão: a gestante tem conhecimento da prática sexual segura, mas a cultura de que o preservativo atrapalha a relação sexual, além das desigualdades nas relações de gênero, constituem fatores que influenciam na decisão da mulher quanto à adoção desta prática.


Objective: to discuss knowledge of means of preventing other sexually-transmitted infections and practicing safe sex. Method: in this quantitative descriptive study of a group of ten HIV-positive pregnant women at a university hospital in Rio de Janeiro, data were collected by semi-structured questionnaire between December 2012 and March 2013, and organized using Microsoft Excel®. Ethical requirements were met, and the project approved (CAAE-07639612.9.0000.5285). Results: the predominant reference for safe sex, mentioned by six women, was to use a male condom. Conclusion: the pregnant women were aware of safe sex practices, but the culture that condoms interfere with sexual intercourse, in addition to inequalities in gender relations, influenced the women's decision to adopt this practice.


Objetivo: discutir el conocimiento, la forma de prevención de otras infecciones de transmisión sexual y la práctica del sexo seguro. Método: estudio descriptivo con enfoque cuantitativo, realizado con un grupo de diez mujeres embarazadas VIH-positivas en un hospital universitario de Rio de Janeiro. Los datos fueron obtenidos por cuestionario semiestructurado entre diciembre de 2012 y marzo de 2013, y organizados con recurso de Microsoft Excel®. Los aspectos éticos han sido respetados y el proyecto fue aprobado bajo el número CAAE-07639612.9.0000.5285. Resultados: prevaleció el uso del preservativo masculino como referencia de la práctica del sexo seguro, mencionado por seis mujeres. Conclusión: la embarazada tiene conocimiento de la práctica sexual segura, pero la cultura de que el preservativo estorba en la relación sexual, además de las desigualdades en las relaciones de género, constituyen factores que influyen en la decisión de la mujer en cuanto a la adopción de esta práctica.


Assuntos
Humanos , Feminino , Gravidez , Adulto , Doenças Sexualmente Transmissíveis/prevenção & controle , Síndrome de Imunodeficiência Adquirida , HIV , Sexo Seguro , Gestantes , Saúde Sexual , Análise Quantitativa , Epidemiologia Descritiva , Saúde da Mulher , Enfermagem , Hospitais Universitários
18.
Acta paul. enferm ; 29(1): 47-52, jan.-fev. 2016.
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: lil-781347

RESUMO

Resumo Objetivo Apreender a vivência da sexualidade das mulheres com incontinência urinária secundária ao vírus linfotrópico de célula T humana (HTLV). Métodos Pesquisa qualitativa, utilizando-se história oral temática e coleta de dados por meio da entrevista em profundidade e para análise, a técnica de análise de conteúdo e gênero. Resultados Participaram dez mulheres e emergiram quatro categorias: Compreensão da sexualidade; Vivenciando conflitos e violência; Vivenciando a sexualidade desprovida de prazer; Vivenciando as perdas urinárias na sexualidade. O conhecimento sobre sexualidade e seu exercício foram limitados. Viver com a incontinência e o vírus contribuiu para uma relação conjugal e afetiva conflitantes, cercada de renúncias, limitações, violências de gênero, além de modificações e adaptações na vida, para aprender a conviver com a doença. Conclusão As mulheres apresentaram dificuldade em exercer a sexualidade, e precisaram modificar seus estilos de vida e se empoderarem para viver melhor.


Abstract Objective To understand the sexuality experience of women with urinary incontinence secondary to human T-cell lymphotropic virus (HTLV). Methods Qualitative study using oral thematic history and data collection through in-depth interview and, for analysis, the content and gender analysis technique. Results Ten women participated and four categories emerged: understanding sexuality; experiencing conflict and violence; experiencing sexuality without pleasure; and experiencing urinary losses during intercourse. Knowledge about sexuality and exercise was limited. Living with incontinence and the virus contributed to conflicts in marital and emotional relationships, surrounded by renunciation, limitation, gender-based violence, as well as life changes and adaptations to learning how to live with the disease. Conclusion Women had difficulty in performing their sexuality, and needed to change their lifestyle and empower themselves to live better.

19.
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: bde-29946

RESUMO

Na trajetória da Revista Baiana de Enfermagem (RBE), o ano de 2016 é marcado pela comemoraçãodos seus 35 anos de existência e resistência, com notória contribuição na divulgação da produção doconhecimento em Saúde e Enfermagem. Essa comemoração se dá concomitante aos 70 anos da Escolade Enfermagem da Universidade Federal da Bahia (EEUFBA) e aos 10 anos de implantação do curso dedoutorado da EEUFBA. Então, tripla comemoração. Em 1981, a professora Maria do Rosário Barbosa Nogueira, diretora da Escola de Enfermagem, com o apoio do Reitor Luiz Fernando Seixas de Macedo Costa, criou a RBE com o intuito de veicular conhecimentocientífico para profissionais e discentes de enfermagem... (AU)


Assuntos
Humanos , História da Enfermagem , Publicações Periódicas como Assunto
20.
Rev Lat Am Enfermagem ; 23(4): 769-77, 2015.
Artigo em Inglês, Português, Espanhol | MEDLINE | ID: mdl-26444180

RESUMO

OBJECTIVE: to identify and analyze the evidence available regarding evaluation of burden and quality of life of mothers who are caregivers for children and adolescents with chronic illnesses. METHOD: an integrative review, undertaken in the electronic sources MEDLINE; Academic Search Premier; CINAHL; LILACS; SciELO and PubMed, between 2010 and 2014. RESULTS: among the 22 documents selected, there was a predominance of convenience samples and non-experimental transversal designs, at the levels IV and III2. The caregiver burden scales used were the Zarit Burden Interview and Montgomery-Borgatta Caregiver Burden Scale-Revised along with the following instruments for evaluating quality of life: The World Health Organization Quality of Life-BREF Scale; Self-report questionnaires; The Ulm Quality of Life Inventory for Parents of chronically ill children; Asthma Caregiver Quality of Life Questionnaire; and the Nottingham Health Profile. Quality-of-life appears to be influenced in a complex and interrelated way by the physical and mental health of the mothers who are caregivers, in accordance with their level of independence, social relationships, environment, and the extent to which they see themselves as burdened. CONCLUSION: the revealing of the results for the evaluation of burden and quality of life of mothers who are caregivers has implications for the planning and implementation of effective interventions, by the multidisciplinary team, if they are to relieve the burden.


Assuntos
Cuidadores , Doença Crônica/enfermagem , Efeitos Psicossociais da Doença , Mães , Qualidade de Vida , Adolescente , Criança , Feminino , Humanos
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA