Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 13 de 13
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
J. nurs. health ; 10(4): 20104026, abr.2020.
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1129448

RESUMO

Objetivo: identificar perfil dos profissionais de enfermagem que estão atuando durante a pandemia do novo coronavírus. Método: pesquisa quantitativa, com 128 profissionais do Estado do Rio de Janeiro, por meio de questionário online autoaplicado no período de 19 a 21 de maio de 2020. Análise de dados foi por estatística descritiva. Resultados: equipe composta por profissionais enfermeiros, jovens, do sexo feminino e sem treinamento específico para atuar junto aos casos confirmados/suspeitos do novo coronavírus. Conclusão: a identificação do perfil possibilita atentar as especificidades dessa população que está atuando durante a pandemia do novo coronavirus, de mulheres jovens, com provável necessidade de apoio nos cuidados com suas famílias, e que precisa estar mais preparada com treinamento para evitar a própria contaminação e de seus familiares, bem como ter segurança para prestar uma assistência de enfermagem com qualidade.(AU)


Objective: to identify the profile of nursing professionals who are working on the front line in the new coronavirus pandemic. Method: quantitative research, with 128 professionals from the State of Rio de Janeiro, thought a self-administered online questionnaire from May 19 to 21, 2020. Data analysis was performed using descriptive statistics. Results: team made up of professional nurses, young women and without specific training to work with confirmed/suspected cases of the new coronavirus. Conclusion: the identification of the profile makes it possible to pay attention to the specificities of this population that is working during the pandemic of the new coronavirus, of young women, with probable need of support in the care of their families, and who needs to be more prepared with training to avoid their own contamination and her family members, as well as being safe to provide quality nursing care.(AU)


Objetivo: identificar el perfil de los profesionales de enfermería que se encuentran trabajando durante la nueva pandemia de coronavirus. Metodo: investigación cuantitativa, con 128 profesionales del estado de Río de Janeiro, a través de un cuestionario en línea autoadministrado del 19 al 21 de mayo de 2020. El análisis de los datos fue por estadística descriptiva. Resultados: equipo formado por enfermeras profesionales, mujeres jóvenes y sin formación específica para trabajar con casos confirmados/sospechosos del nuevo coronavirus. Conclusión: la identificación del perfil permite prestar atención a las especificidades de esta población que se encuentra trabajando durante la pandemia del nuevo coronavirus, de mujeres jóvenes, con probable necesidad de apoyo en el cuidado de sus familias, y que necesitan estar más preparadas con capacitación para evitar su propia contaminación y de sus familiares, además de ser segura para brindar atención de enfermería de calidad.(AU)


Assuntos
Enfermagem , Infecções por Coronavirus , Coronavirus , Descrição de Cargo , Profissionais de Enfermagem
2.
Rev. enferm. UERJ ; 27: e33407, jan.-dez. 2019. ilus
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1005328

RESUMO

Objetivo: descrever os conteúdos e a organização das representações sociais da morte para pessoas que vivem com HIV/AIDS. Método: estudo descritivo, de abordagem qualitativa, e delineado por meio da Teoria das Representações Sociais. Participaram 165 pessoas vivendo com HIV/AIDS, em tratamento no ambulatório de referência na cidade do Rio de Janeiro. Projeto aprovado por Comitê de Ética em Pesquisa. Utilizou-se o software Evoc, ao final construiu-se o quadro de quatro casas. Resultados: abalizam uma dimensão emocional e do conhecimento das representações da morte, como um objeto multifacetado com diversos significados e variados sentimentos, apontando para a naturalização da morte. Conclusão: ainda que a morte contenha uma representação negativa, em pessoas com HIV/AIDS, pelos sentimentos ligados à tristeza, medo e dor, as estratégias políticas e governamentais, medidas de prevenção e tratamento no controle da doença delineiam uma nova direção, diante da cronicidade da síndrome, resultando em representações imbricadas no sentido da vida, do viver e do morrer como processo natural.


Objective: to describe the content and organization of social representations of death in people living with HIV/AIDS. Method: in this qualitative, descriptive study based on Social Representation Theory, the participants were 165 people living with HIV/AIDS, in treatment at an referral outpatient clinic in Rio de Janeiro city. The research ethics committee approved the study. A four-box chart was set up using Evoc software. Results: indicate an emotional dimension and knowledge of representations of death as a multifaceted object with a diverse meanings and varied feelings, pointing to a naturalization of death. Conclusion: even though death does contain negative representations for people with HIV/AIDS, due to feelings of sadness, fear and pain, government policy strategies and prevention and treatment measures for controlling the disease point in new directions, in view of the syndrome's timeframe, resulting in representations that overlap in the meaning of life, of living and of dying as a natural process


Objetivo: describir los contenidos y la organización de las representaciones sociales de la muerte respecto a las personas que viven con VIH-SIDA. Método: estudio descriptivo, con enfoque cualitativo, basado en la teoría de las representaciones sociales. Participaron 165 personas, que viven con VIH-SIDA, en tratamiento en una clínica ambulatoria de referencia en Río de Janeiro. El proyecto fue aprobado por el Comité de Ética. Usando el software Evoc, se construyó un marco de cuatro elementos. Resultados: indican una dimensión emocional y el conocimiento de las representaciones de la muerte como un objeto multifacético con varios significados y sentimientos, que apuntan hacia la naturalización de la muerte. Conclusión: aunque la muerte contenga una representación negativa para las personas con VIH-SIDA, debido a sentimientos relacionados con la tristeza, el miedo y el dolor, las estrategias políticas y gubernamentales, medidas de prevención y tratamiento en el control de la enfermedad delinean una nueva dirección, ante la cronicidad del síndrome, que condujo a representaciones imbricadas en el sentido de la vida, de vivir y de morir como un proceso natural.


Assuntos
Humanos , Atitude Frente a Morte , Síndrome de Imunodeficiência Adquirida , HIV , Enfermagem , Morte , Estudos de Avaliação como Assunto
3.
Rio de Janeiro; s.n; 2019. 350 p. ilus..
Tese em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1087526

RESUMO

Para estudar as representações sociais da morte e do morrer para os grupos religiosos e pessoas ateias, adotou-se como objetivos identificar os conteúdos constituintes das representações sociais da morte e morrer entre pessoas de diferentes grupos religiosos e pessoas ateias; descrever os conteúdos e a organização interna das representações sociais da morte e morrer das pessoas de grupos religiosos e ateias; identificar os elementos centrais das representações sociais através do uso de multimétodos de aferição da centralidade; identificar o nível de religiosidade dos participantes através da aplicação da Escala de Religiosidade de Duke e discutir as representações sociais da morte e o morrer dos diferentes grupos religiosos e de pessoas ateias. Trata-se de um estudo descritivo e exploratório com abordagem quanti-qualitativa, sob a ótica da teoria das representações sociais, realizado entre 2016 e 2019 em templos religiosos católico, espírita, umbandista, candomblecista, protestante e em uma universidade para os sujeitos ateus. Na primeira etapa participaram 900 sujeitos, sendo 150 para cada grupo social estudado, que responderam à caracterização, à coleta de evocações livres para os termos indutores morte e morrer e à escala de religiosidade de DUKE e 27 à entrevista. No segundo momento foram realizados os testes mise-em-cause, choix-par-bloc e esquemas cognitivos de base. Nessa etapa participaram 60 sujeitos de cada grupo social, com a exceção dos esquemas cognitivos de base que foram 10. Para a caracterização e a escala optou-se a análise através da estatística simples, para a evocação a prototípica e a similitude por co-ocorrência, para a entrevista a lexical. Os resultados da abordagem demonstram que o núcleo central da morte para os espíritas é vida, para os católicos, vida, céu e salvação, para os umbandistas, doença, dor e medo, para os protestantes, salvação e vida e para os ateus, família e saudade. Com relação a morrer, vida e solidão para os espíritas, vida para os católicos, tristeza, medo e passagem para umbandistas, final, vida e doença para candomblecistas, morte, pecado e separação para protestantes e doença para ateus. Na análise processual, os resultados se dividem em dois eixos, o primeiro versa sobre os aspectos conceituais e afetivos do processo de morte e de morrer e o segundo sobre mecanismos que o individuo dispõe para enfrentar os eventos que envolvem a morte e o pós-morte. Ao final do estudo pode constatar-se que morte e morrer possuem representações distintas para os grupos sociais estudados. O morrer é o processo que leva a criatura a morte, enquanto a morte é o fenômeno do cessar da vida. A morte está na essência do processo de morrer, impregnando-o e dando-lhe sentido. Deste modo, entendendo como esses grupos sociais estruturam seu pensamento em torno da morte e do morrer que se pode pensar em um cuidado integral de saúde, sobretudo de enfermagem.


The representation between the Death and to die for the atheists and believers of different religions. To study the social representations of death and dying for religious groups and atheists, the objective was to identify the constituent contents of the social representations of death and dying among people of different religious groups and atheists. To describe the contents and internal organization of these social representations of these same groups; to identify the central elements of social representations using centrality measurement methods; to identify participants' religiosity level by applying the Duke's Scale and discuss the social representations of the death and dying of different religious groups and atheistic people. This is a descriptive and exploratory study with a quantitative and qualitative approach, with the perspective of the theory of social representations, held between 2016 and 2019 in religious temples as a Catholic, Spiritism temple, Umbanda and Candomblé temples (Brazilian religions of African origin), Protestant and a university for atheists. In the first stage, 900 people participated, being 150 for each social group studied, that responded to the characterization, for to collect to free evocations for the death and dying inducing terms to death and dying and the religiosity scale of DUKE and 27 to the interview. In the second moment tests were performed, applying mise-in-cause, choix-par-bloc and basic cognitive schemes methodology. In this phase, 60 subjects from each social group participated, but for the basic cognitive that only 10 participated. For the characterization and the scale it was chosen the analysis through the simple statistics, for the prototype evocation and similarity for co-occurrence, the lexical interview. The results of the approach demonstrate that the central core of death for to the Spiritists is the life, for the Catholics, life, heaven and salvation, for the Umbanda followers, disease, pain and fear, for the Protestants, the salvation and the life, and for the Atheists, family and the longing. Concerning dying, life and loneliness for the spiritists, life for Catholics, sadness, fear and passage for the Umbanda followers, the end, life and illness for Candomble followers, death, sin and separation for Protestants and sickness for atheists. In procedural analysis, the results are divided into two axes: the first one deals with the conceptual and affective aspects of the process of death and dying, the second, about mechanisms, that the individual has to face the events involving death and the afterlife. At the end of the study, it can be seen that death and dying have different representations for the social groups studied. Dying is the process that leads the creature to death, while death is the phenomenon of the cessation of life. Death is at the heart of the process of dying, pervading it and giving it meaning. Thus, understanding how these social groups structure their thinking around death and dying, that one can think of integral health care, especially nursing.


Pour étudier les represéntations sociales du mort e de mourir par les groupes religieux e personnes athées, on a adopté comme des objetifs identifier les contenus constituants des represéntations sociales Du mort et de mourir entre personnes de differéntes groupes religieux et personnes athées; décrire les contenus et l'organization interne des representations sociales Du mort et de mourir des personnes des groupes religieux et des athées; identifier les éléments centraux des represéntations sociales à travers l'usage des multiples méthodes de mesure de la centralité; identifier le niveau de religiosité des participants à travers l'application de l'échelle de religiosité de Duke et discuter des représentations sociales de la mort et de mourir des différents groupes religieux et personnes athées. Il s'agit d'une étude descriptive et exploratoire avec une approche quantitative et qualitative, du point de vue de la théorie des représentations sociales, menée entre 2016 et 2019 dans des temples religieux catholiques, spirites, umbandistes, candomblécistes, protestants et dans une université pour les athées. Dans la première étape, 900 sujets ont participé, 150 pour chaque groupe social étudié, qui ont répondu à la caractérisation, à la collecte d'association libre par les termes inducteurs mort et mourir et à l'échelle de religiosité de DUKE et 27 pour l'entretien. Au deuxième temps, la mise en cause, les tests de choix par bloc et les schémas cognitifs de base ont été réalisés. À ce stade, 60 sujets de chaque groupe social ont participé, à l'exception des schémas cognitifs de base qui étaient 10. Pour la caractérisation et l'échelle, nous avons opté pour l'analyse à l'aide de statistiques simples, pour l'évocation l'analyse prototypique et la similitude par cooccurrence, pour l'entrevue l'analyse lexical. Les résultats de cette approche démontrent que le noyau central de la mort pour les spirites est la vie, pour les catholiques, la vie, le ciel et le salut, pour les umbandistes est la maladie, la douleur et la peur, pour les protestants, le salut et la vie, et pour les athées, la famille. et manquer quelqu'un. En ce qui concerne le mourir, la vie et la solitude pour les spirites, la vie pour les catholiques; la tristesse, la peur et le passage pour les umbandistes; la fin, la vie et la maladie pour les candomblécistes; la mort, le péché et la séparation pour les protestants et la maladie pour les athées. Dans l'analyse procédurale, les résultats sont divisés en deux axes, le premier concerne les aspects conceptuels et affectifs du processus de la mort et de mourir, et le second concerne les mécanismes permettant à l'individu de faire face aux événements impliquant la mort et l'au-delà. À la fin de l'étude, on peut voir que la mort et de mourir ont des représentations différentes pour les groupes sociaux étudiés. La mort est le processus qui mène la créature à la mort, tandis que mourir est le phénomène de la cessation de la vie. La mort est au cœur du processus de mourir, elle le pénètre et lui donne un sens. Ainsi, pour comprendre comment ces groupes sociaux structurent leur réflexion sur la mort et mourir on peut penser à des soins de santé complets, surtout aux soins infirmiers.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Religião , Atitude Frente a Morte , Morte , Pesquisa Metodológica em Enfermagem , Tabelas
4.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-962346

RESUMO

Objetivou-se, neste estudo, analisar os tipos de violência relacionados ao trabalho em unidade de internação psiquiátrica, de acordo com a percepção dos trabalhadores de enfermagem, e discutir as repercussões para a saúde dos integrantes do grupo. Pesquisa qualitativa, descritiva, realizada em unidade de internação psiquiátrica de hospital universitário. Utilizou-se a técnica de entrevista semiestruturada, com 16 trabalhadores de enfermagem. Aplicada a análise de conteúdo aos depoimentos, identificou-se que tanto a violência psicológica quanto a institucional, decorrentes das condições inadequadas de trabalho, prejudicam os trabalhadores e a prática de enfermagem. Conclui-se, então, a importância de a instituição investir em ações preventivas no intuito de promover a saúde do grupo, bem como a qualidade do serviço ofertada.


The objective in this study was to analyze the types of violence related to the work at a psychiatric inpatient service as perceived by the nursing professionals and to discuss the repercussions for the group members' health. Qualitative and descriptive research, undertaken at a psychiatric inpatient service of a teaching hospital. The semistructured interview technique was used with 16 nursing workers. Content analysis was applied to the testimonies. It was identified that both psychological and institutional violence, deriving from the inappropriate work conditions, negatively affect the professionals and nursing practice. In conclusion, it is important for the institution to invest in preventive actions in order to promote the group's health and the quality of the service offered.


Este estudio tuvo como objetivo analizar los tipos de violencia relacionada con el trabajo en una unidad de internación psiquiátrica en la percepción del personal de enfermería y discutir las implicaciones para la salud del grupo. Investigación cualitativa, descriptiva, cumplida en una unidad de internación psiquiátrica de un hospital universitario. Se ha utilizado la técnica de entrevista semiestructurada con dieciséis trabajadores de enfermería. Aplicada el análisis de contenido a los testimonios, se identificó que la violencia psicológica y institucional resultante de las condiciones de trabajo inadecuadas causan daño a los trabajadores y la práctica de enfermería. La conclusión es la importancia de la institución invertir en acciones preventivas con el fin de promover la salud del grupo y la calidad del servicio.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Pessoas Mentalmente Doentes , Violência no Trabalho , Estresse Ocupacional , Hospitais Psiquiátricos , Equipe de Enfermagem
5.
Rev. enferm. UERJ ; 23(5): 633-638, set.-out. 2015.
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-912866

RESUMO

Objetivou-se, neste estudo, identificar as cargas de trabalho de enfermagem em uma unidade de internação psiquiátrica e analisar as repercussões para a saúde dos trabalhadores. Método qualitativo, descritivo, tendo como campo uma unidade de internação em um hospital psiquiátrico situado no município do Rio de Janeiro (Brasil). Utilizou-se a técnica de entrevista semiestruturada com 30 trabalhadores de enfermagem em 2014. Aplicada a análise de conteúdo aos depoimentos, chegou-se aos seguintes resultados: as cargas de trabalho física e psíquica acarretam estresse ocupacional e desgastes, como a peculiaridade do cuidado de pacientes nas emergências psiquiátricas, a insuficiência de recursos humanos e materiais e a reduzida autonomia. Conclui-se que cabe à organização investir em ações preventivas, a partir das cargas identificadas pelos trabalhadores, no intuito de promover a saúde do grupo e motivar a participação na tomada de decisões que revertam em melhoria das condições de trabalho.


This qualitative, descriptive study to identify the nursing workload in a psychiatric inpatient unit and analyze the impact on nursing staff health was conducted at a psychiatric hospital in Rio de Janeiro municipality, Brazil. Semi-structured interviews of 30 nursing workers were conducted in 2014. Content analysis yielded the following results: the physical and psychological workload causes job stress and wear, because of the peculiarities of care for patient in psychiatric emergencies, insufficient human resources, and lack of autonomy. It was concluded that the organization should invest in preventive actions in view of workload identified by workers, so as to promote group health and encourage participation in decision making to improve working conditions.


Estudio cuyo objetivo fue identificar las cargas de trabajo de enfermería en una unidad de internación psiquiátrica y analizar las repercusiones para la salud de los trabajadores. Método cualitativo, descriptivo, que tiene como campo una unidad de internación en un hospital psiquiátrico situado en la ciudad de Rio de Janeiro (Brasil). Se ha utilizado la técnica de entrevista semiestructurada junto a 30 trabajadores de enfermería, en 2014. Aplicado el análisis de contenido a las declaraciones, se llegó a los resultados siguientes: las cargas de trabajo física y psíquicas provocan estrés laboral y desgastes, como la peculiaridad del cuidado de pacientes en las emergencias psiquiátricas, la insuficiencia de recursos materiales y humanos y la poca autonomía. Se concluyó que le cabe a la organización invertir en acciones preventivas a partir de las cargas identificados por los trabajadores con el fin de promover la salud del grupo y estimular la participación en la toma de decisiones que se transformen en mejoría de las condiciones de trabajo.


Assuntos
Humanos , Saúde Mental , Enfermagem , Carga de Trabalho , Recursos Humanos de Enfermagem , Epidemiologia Descritiva , Pesquisa Qualitativa
6.
Rio de Janeiro; s.n; 2014. 95 p.
Tese em Português | LILACS | ID: lil-734068

RESUMO

Estudo que possui como objeto “violência laboral em hospital psiquiátrico como risco psicossocial à saúde dos trabalhadores de enfermagem”, cujo interesse investigativo iniciou-se na graduação e posteriormente ao trabalhar como enfermeiro em um hospital psiquiátrico. Tais experiências marcaram de forma peculiar a minha trajetória profissional e o interesse acerca do objeto de estudo, por entender que a violência em âmbito psiquiátrico precisa ser desvelada e discutida para que medidas preventivas sejam adotadas no coletivo dos trabalhadores com vistas ao bem estar, a satisfação no trabalho e qualidade do serviço ofertado a população. Objetivou-se neste estudo, identificar os tipos de violência presentes no trabalho da enfermagem em hospital psiquiátrico; descrever as repercussões da violência laboral para a saúde dos trabalhadores de enfermagem em hospital psiquiátrico e analisar os mecanismos de enfrentamento adotados pelos trabalhadores da enfermagem diante da violência laboral em hospital psiquiátrico. Estudo qualitativo, descritivo, cujos dados foram obtidos em um hospital psiquiátrico situado no município do Rio de Janeiro, no período janeiro a fevereiro de 2013 com 16 trabalhadores (7 enfermeiros e 9 técnicos de enfermagem), a partir dos critérios de inclusão adotados. Trabalhou-se com a técnica de entrevista semiestruturada, mediante um roteiro contendo questões sobre o objeto de estudo. O projeto atendeu as exigências presentes na Resolução 196/96, do Ministério da Saúde (MS), tendo sido aprovado pela Comissão de Ética em Pesquisa (CEP) com o número 070.3.2012. Aplicada a técnica de conteúdo ao material emergiram os seguintes resultados: na vivencia dos trabalhadores do hospital psiquiátrico há três tipos de violência. A primeira refere-se à violência sofrida, principalmente durante as emergências psiquiátricas, momento em que o trabalhador sofre com as agressões verbais e, em alguns casos, físicas cometidas pelo paciente...


The following dissertation is a study that has as a subject-matter the “workplace violence as a psychosocial risk to the health of nurses of a psychiatric hospital”, whose investigative interest began in the undergraduate studies and later as I worked as a nurse in a psychiatric hospital. Such experiences shaped in a peculiar way my professional trajectory and the interest in the subject-matter of this study, for my understanding that the violence in the psychiatric sphere needs to be uncovered and discussed in order to preventive measures be adopted in the workers’ collective in view of the welfare, the work satisfaction and quality of the service that is offered to the population. It is intended in this study: to identify the kinds of violence that are present in the nursing work in a psychiatric hospital; to describe the repercussions of the workplace violence to the health of nurses in a psychiatric hospital; and to analyze the coping mechanisms adopted by the nurses in the presence of workplace violence in a psychiatric hospital. The study is a qualitative, descriptive one, whose data was collected in a psychiatric hospital from the city of Rio de Janeiro, through the period from January to February 2013, with 16 workers (7 registered nurses and 9 licensed practical nurses) from the adopted criteria of inclusion. The used technique was the semi-structured interview, through a script with questions about the subject-matter. The project followed the demands from the resolution 196/96, from the Ministry of Health (MH) and was approved by the Comissão de Ética em Pesquisa (CEP) with the number 070.3.2012. After the content analysis the following findings emerged: there are three kinds of violence in the life of the workers. The first refers to the violence suffered mainly during the psychiatric emergencies, where the worker suffers verbal and, in some cases, physical, aggressions by the patient...


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Saúde Mental , Saúde do Trabalhador , Riscos Ocupacionais , Enfermagem Psiquiátrica , Violência , Condições de Trabalho , Brasil , Hospitais Psiquiátricos , Pesquisa Metodológica em Enfermagem
7.
Rev. enferm. UFPE on line ; 7(3): 813-819, mar.2013. ilus
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1033583

RESUMO

Objetivo: analisar a produção científica de enfermagem relacionada ao trabalho noturno entre 2002 a 2012 erefletir as repercussões do trabalho noturno na saúde destes trabalhadores. Método: revisão integrativa deliteratura de caráter descritivo e exploratório realizada nas bases de dados da Literatura Latino Americana edo Caribe em Ciências da Saúde (LILACS) em abril de 2012. Utilizou-se por critérios de exclusão: trabalhospublicados antes de 2002 que fugiam ao tema de interesse da pesquisa, os resumos e os repetidos; incluíramsetrabalhos em português na íntegra. Os dados foram analisados através da análise de conteúdo. Resultados:mediante aos achados emergiram duas categorias: a produção científica da enfermagem em relação aotrabalho noturno e as repercussões do trabalho noturno na saúde do trabalhador de enfermagem. Conclusão:a análise permitiu observar a crescente preocupação com as repercussões do trabalho noturno na saúde dotrabalhador de enfermagem a nível psíquico e somático.


Assuntos
Masculino , Feminino , Humanos , Enfermagem , Jornada de Trabalho em Turnos , Profissionais de Enfermagem , Saúde do Trabalhador , LILACS , Epidemiologia , Literatura de Revisão como Assunto
8.
Rev. enferm. UERJ ; 21(2,n.esp): 729-735, 2013. tab
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-748562

RESUMO

Objetivou-se neste estudo descrever os padrões de consumo de álcool por trabalhadores de enfermagem e analisar as repercussões para a saúde do grupo. Método quantitativo, descritivo e exploratório, cujos dados foram coletados mediante um instrumento autoaplicado. Participaram do estudo 90 trabalhadores de enfermagem de um hospital público no Rio de Janeiro (Brasil), em 2013. Dos sujeitos, 70 (77,7%) usaram álcool na vida, 61 (67,7%) no último ano e destes 22 (24,4%) consumiram cinco ou mais doses em uma única ocasião. O uso de álcool foi associado a problemas no trabalho e entre eles: insatisfação, estresse, conflitos no trabalho em equipe. Aqueles que consumiram álcool no último ano, acima do padrão estabelecido (mais de quatro doses em única vez), relataram prejuízos físico, mental e social. Concluiu-se que o consumo de álcool se encontra acima do padrão estabelecido, em parte significativa da amostra. Os resultados evidenciam a importância da aplicação de estratégias preventivas e programas educativos junto aos trabalhadores.


This quantitative, descriptive exploratory study described patterns of alcohol consumption among nursing workers and analyzed its impact on their health. Data were collected in 2013 using a self-applied questionnaire. Ninety nursing workers at a public hospital in Rio de Janeiro (Brazil) took part. Of these, 70(77.7%) had used alcohol at some time, 61(67.7%) during the prior year and, of the latter, 22(24.4%) reported having drunk five or more measures on occasion (excessive consumption). The use of alcohol was associated with problems at work and among the nurses: dissatisfaction, stress, and team work conflicts. Those who had drunk more than the specified amount (up to four measures at a time) in the prior year reported mental, physical and social harm. It was concluded that alcohol consumption is above the specified level in a significant portion of the sample. The results highlight the importance of preventive strategies and educational programs for workers.


Se objetivó en este estudio identificar los patrones de consumo de alcohol por trabajadores de enfermería y analizar las repercusiones para la salud del grupo. Investigación cuantitativa, exploratoria y descriptiva, cuyos datos fueron recolectados mediante un cuestionario autoaplicado. Participaron del estudio 90 trabajadores de enfermería de un hospital público en el municipio de Rio de Janeiro (Brasil), en 2013. De los indivíduos, 70(77,7%) consumiron alcohol en la vida, 61 (67,7%) en el último año y 22 (24,4%) consumiron cinco ou más doses en una única ocasión. El uso del alcohol fue asociado a problemas en el trabajo siendo algunos de ellos: insatisfacción, estrés y conflictos en el trabajo en equipo. Àqueles que consumiron alcohol encima de los patrones establecidos (más de cuatro doses de uma so vez) en lo último año relataron daños físico, mental y social. Se concluye que el consumo de alcohol se encuentra encima de los patrones establecidos en parte significativa de la muestra. Los resultados evidenciaron la importancia de estrategias preventivas y programas educativos junto a los trabajadores.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Bebidas Alcoólicas , Consumo de Bebidas Alcoólicas/prevenção & controle , Enfermeiros , Programa de Saúde Ocupacional , Saúde do Trabalhador , Brasil , Pesquisa
9.
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1029854

RESUMO

Nossos dados confirmam que o maior sofrimento psíquico está diretamente ligado a organização do trabalho e não com a profissão. É notório que o orgulho de ser enfermeiro se conflita com uma condição de trabalho insatisfatória gerada também pela dificuldade de relacionamento interpessoal. Os resultados nos levam a essência da profissão, que se fundamenta no cuidar com amor ao próximo, com doação e humildade, pois a grande maioria dos entrevistados se considera pleno, realizado e feliz em sua profissão.


Assuntos
Masculino , Feminino , Humanos , Condições de Trabalho , Esgotamento Profissional , Satisfação no Emprego , Brasil
10.
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1029861

RESUMO

Nota-se que o estresse e o sofrimento psíquico são evidentes no âmbito psiquiátricos, uma vez forjados através dos conflitos interpessoais bem como na insatisfação com a administração da instituição. A educação em saúde, tanto questionada pelos entrevistados, assume caráter essencial para a aproximação dos envolvidos, bem como na instrução dos mesmos, uma vez que o cuidado não ficará limitado ao cliente, e sim a todos que participam do processo do cuidado, minimizando o estresse e o sofrimento psíquico dos trabalhadores, ao pensar em estratégias de melhorias nas condições de trabalho gerada, principalmente, pela dificuldade de relacionamento entre os profissionais.


Assuntos
Masculino , Feminino , Humanos , Condições de Trabalho , Enfermagem Psiquiátrica , Saúde do Trabalhador , Brasil
12.
Rev. enferm. UFPE on line ; 5(8): 1941-1948, out. 2011.
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1033353

RESUMO

Objetivo: descrever os fatores contributivos para o sofrimento psíquico da equipe de enfermagem em âmbito psiquiátrico Método: trata-se de estudo descritivo, realizado com enfermeiros e técnicos de enfermagem de clínica psiquiátrica da cidade do Rio de Janeiro totalizando 41 profissionais, com amostra aleatória. As informações foram coletadas em questionário com 38 questões abertas e fechadas. O projeto foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Clínica da Gávea, sob CAAE nº 002/2009. Resultados: mediante aos dados recolhidos emergiram duas categorias, fatores ocupacionais e interpessoais contributivos para o estresse e o sofrimento psíquico e também a educação em saúde como processo amenizador dos contribuintes ao estresse e sofrimento psíquico no âmbito de trabalho. Conclusão: observou-se que o estresse e o sofrimento psíquico estão diretamente ligados a organização do trabalho e não necessariamente com a profissão. Os fatores ocupacionais e interpessoais são evidentemente contribuintes para o desenvolvimento da problemática em questão. O estresse e o sofrimento psíquico forjam-se através dos conflitos interpessoais bem como na insatisfação com a administração da instituição. A educação em saúde assume caráter essencial para a aproximação dos envolvidos, bem como na instrução dos mesmos, uma vez que o cuidado não ficará limitado ao cliente, e sim a todos que participam do processo do cuidado.


Assuntos
Masculino , Feminino , Humanos , Equipe de Enfermagem , Estresse Psicológico , Saúde do Trabalhador , Epidemiologia , Pesquisa Qualitativa , Unidade Hospitalar de Psiquiatria
13.
Rev. enferm. UFPE on line ; 5(1): 140-144, jan.-fev. 2011.
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1033060

RESUMO

Objetivo: descrever as experiências vivenciadas em um estágio extracurricular em uma clínica psiquiátrica. Métodologia:trata-se de um estudo descritivo, do tipo relato de vivencia. A população do estudo foi constituída pela equipemultidiciplinar (incluindo os estagiários), internos e seus familiares em uma clínica psiquiátrica da cidade do Rio deJaneiro. Resultados: foram identificadas como experiências relevantes: Atividades Artísticas, Vivência acadêmica,Interação com a Família do Paciente Psiquiátrico e Dependentes Químicos. A Enfermagem deveria participar com maiorembasamento teórico e assiduidade com o intuito de aproximar as experiências e levantar questionamentos em prol domelhor desenvolvimento para o cliente e para o crescimento do profissional. Conclusão: observou-se, durante o estágio, ofavorecimento da interdisciplinaridade na teoria e prática, visando sempre o cuidado integral do cliente. Odesenvolvimento da atividade acadêmica extracurricular, em cenário da prática de cuidado galgada nainterdisciplinaridade e na consolidação da saúde como um direito social, contribui expressivamente para a formaçãoprofissional do acadêmico de enfermagem na área de saúde mental.


Assuntos
Masculino , Feminino , Humanos , Equipe de Assistência ao Paciente , Estudantes de Enfermagem , Saúde Mental , Educação Profissionalizante , Família , Hospitais Psiquiátricos , Terapia pela Arte
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...