Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 12 de 12
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
Rev. pesqui. cuid. fundam. (Online) ; 11(3): 763-770, abr.-maio 2019. tab
Artigo em Inglês, Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-987722

RESUMO

Objective: The study's purpose has been to identify in scientific literature the intersectoral actions developed in the mental health field. Methods: It is an integrative review that was performed by searching in both LILACS and MEDLINE databases for publications between January 2005 and August 2015. There were found 1,027 publications, 28 of which met the inclusion criteria. We evidenced some intersectoral actions that were categorized as follows: interventions in school/educational institutions; educational activities; partnerships with NGOs; discussion forums; social benefits; inclusive actions at work; interventions in the community; home interaction; religious care institutions; and leisure. Results: Through data analysis, it was possible to observe the importance of intersectoral actions in social inclusion, and also the decentralization of care to other services, places and sectors. Nonetheless, it is still necessary to discuss this process, once it is not only to include other spaces, rather to stimulate and to develop the communication between health, social assistance, work, and education. Conclusion: The challenge of consolidating intersectoriality lies on building an articulation between different sectors and shared responsibilities for mental health cases


Objetivo: Identificar na literatura científica as ações intersetoriais desenvolvidas em saúde mental. Métodos: Revisão integrativa realizada nas bases de dados LILACS e MEDLINE, entre janeiro de 2005 a agosto de 2015. Foram encontradas 1027 publicações, das quais 28 atenderam aos critérios de inclusão. Na análise dos dados, evidenciamos ações intersetoriais que foram categorizadas em: intervenções na escola/instituição de ensino; ações educativas; parcerias com ONGs; fóruns de discussões; subsídios sociais; ações de inclusão no trabalho; intervenções na comunidade; intervenção domiciliar; acolhimento das instituições religiosas; e lazer. Resultados: Observa-se a importância das ações intersetoriais na inclusão social com a descentralização do cuidado para outros serviços e dispositivos. No entanto, é necessário problematizar que esse processo não é somente incluir outros espaços, e sim, estimular e desenvolver a comunicação entre eles. Conclusão: O desafio da consolidação da intersetorialidade é que haja a articulação entre diversos setores e a responsabilização compartilhada da rede


Objetivo: Identificar en la literatura científica acciones intersectoriales desarrolladas en la salud mental. Métodos: Revisión de las bases de datos LILACS y MEDLINE para publicaciones entre enero de 2005 y agosto de 2015. Hemos encontrado 1027 publicaciones, 28 cumplieron los criterios del inclusión. Las acciones intersectoriales encontradas fueron categorizadas como: intervenciones en la escuela/instituciones educativas; actividades educacionales; asociaciones con ONGs; Foros de discusión; beneficios sociales; acciones inclusivas en el trabajo; intervenciones en la comunidad; intervenciones domiciliarias; instituciones del cuidado religioso; y ocio. Resultados: Las acciones intersectoriales son importantes en la inclusión social, la descentralización de la atención a otros servicios, lugares y sectores. Todavía es necesario discutir este proceso, para incluir otros espacios, sino para estimular y desarrollar la comunicación entre salud, asistencia social, trabajo y educación. Conclusión: El desafío de consolidar la intersectorialidad es construir una articulación entre los diferentes sectores y responsabilidades responsabilidades compartidas en salud mental


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Saúde Mental/tendências , Colaboração Intersetorial , Integralidade em Saúde
2.
J. nurs. health ; 9(2): 199202, abr.2019.
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1047261

RESUMO

Objetivo: conhecer a perspectiva da equipe do consultório na rua sobre barreiras que interferem no acesso aos serviços de saúde pelos usuários de drogas, sob a dimensão programática do conceito de vulnerabilidade. Métodos: estudo qualitativo, descritivo, em que participaram sete trabalhadores de uma equipe do consultório na rua por meio de entrevistas semiestruturadas, cujos dados foram tratados por análise temática. Resultados: as barreiras ao acesso identificadas foram: estigma, rede de serviços compartimentalizada, falta de recursos/serviços de saúde mental, burocracia dos processos de cuidado e territorialização. O consultório na rua é uma estratégia inovadora de cuidado, propiciando o acesso às pessoas excluídas e estigmatizadas. Considerações finais: uma rede ainda compacta, linear, com processos rígidos e fechados, tem limitado avanços no cuidado desses usuários, pois não possui a porosidade necessária para potencializar o acolhimento das subjetividades e a efetiva resposta às necessidades em saúde.(AU)


Objective: to know the Consultório na rua's team perspective about the barriers that interfere in the access to health services for drug users, under the programmatic dimension of the vulnerability concept. Methods: a qualitative, descriptive study in which seven workers from a team of the Consultório na rua participated through semi-structured interviews, whose data were treated by thematic analysis. Results: the identified barriers to the access were: stigma, shared services network, lack of mental health resources and services, bureaucracy of care processes and territorialization. The Consultório na rua is an innovating care strategy since it provides access to excluded and stigmatized people. Final Considerations: a network that is still compact and lineal with rigid and closed processes has limited advancements in the care of such users because it neither has the needed porosity in order to maximize welcoming to the subjectivities nor the effective response to their health needs.(AU)


Assuntos
Pessoas em Situação de Rua , Saúde Mental , Usuários de Drogas , Acesso aos Serviços de Saúde , Serviços de Saúde Mental
3.
REME rev. min. enferm ; 22: e-1150, 2018.
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-964491

RESUMO

O objetivo deste artigo é debater o uso de drogas como um fenômeno sociocultural e, a partir desse enfoque, a constituição de uma perspectiva de territorialidades de cuidados, visando ampliar olhares para um modelo sociocultural de atenção aos usuários de drogas. Trata-se de estudo de reflexão de natureza teórica, que problematiza a importância de se pensar a relação do indivíduo com o uso de drogas em diferentes aspectos socioculturais, incluindo espaços econômicos e sociais, os significados, a cultura, a formação de redes e estilos de vida. Nesse sentido, introduzimos a ideia de territorialidades de cuidado baseada em um modelo sociocultural, em que se reconhece a importância de uma dinâmica/ dialógica estabelecida entre profissionais e usuários no espaço vivo do cuidado.(AU)


Assuntos
Saúde Mental , Assistência Integral à Saúde , Usuários de Drogas , Antropologia , Fatores Socioeconômicos
4.
Interface (Botucatu, Online) ; 22(supl.2): 1729-1738, 2018.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-975823

RESUMO

Resumo Este artigo propõe a analisar a formação interprofissional em serviço a partir da perspectiva de trabalhadores de um Centro de Atenção Psicossocial. Trata-se de um estudo da pesquisa "Avaliação Qualitativa da Rede de Serviços de Saúde Mental para Atendimento a Usuários de Crack (ViaREDE)", que teve como percurso metodológico a Avaliação de Quarta Geração. O processo avaliativo possibilitou reflexões sobre a formação interprofissional na modalidade da Residência Integrada Multiprofissional em Saúde, na perspectiva dos trabalhadores da Atenção Psicossocial. O estudo demonstrou que as residências são importantes estratégias para o desenvolvimento do trabalho interprofissional no campo da Atenção à Saúde, contribuindo para as ações de educação permanente e a construção de processos instituintes de mudanças para as práticas de cuidado, ao mesmo tempo em que ainda vivenciam muitos desafios na dimensão micropolítica do encontro trabalhador-residente.(AU)


Resumen La propuesta de este artículo es analizar la formación interprofesional en servicio a partir de la perspectiva de trabajadores de un Centro de Atención Psicosocial. Se trata de un estudio de la investigación "Evaluación cualitativa de la red de servicios de salud mental para atención a usuarios de crack (ViaREDE)", que tuvo como trayectoria metodológica la Evaluación de Cuarta Generación. El proceso de evaluación posibilitó reflexiones sobre la formación interprofesional en la modalidad de la Residencia Integrada Multiprofesional en Salud, bajo la perspectiva de los trabajadores de la Atención Psicosocial. El estudio demostró que las residencias son importantes estrategias para el desarrollo del trabajo interprofesional en el campo de la Atención de la Salud, contribuyendo con las acciones de educación permanente y la construcción de procesos instituidores de cambios para las prácticas de cuidado, al mismo tiempo en que todavía enfrentan muchos desafíos en la dimensión micro-política del encuentro trabajador-residente.(AU)


Abstract This article aims to analyze the interprofessional in-service education from the point of view of workers from a Psychosocial Care Center. It is part of the research study "Qualitative Evaluation of the Mental Health Services Network for Crack Users (ViaREDE)," whose methodological approach was the Fourth Generation Evaluation. The evaluation process provided reflections on interprofessional education based on the Integrated Multiprofessional Health Residency from the point of view of the Psychosocial Care Center's workers. The study showed residencies are important strategies for the development of interprofessional work in healthcare, contributing to permanent education actions and the creation of change processes in care practices. However, they still experience challenges in the micropolitical dimension between workers and residents.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Educação Continuada , Capacitação de Recursos Humanos em Saúde , Internato e Residência , Relações Interprofissionais , Serviços de Saúde Mental
5.
Cad Saude Publica ; 33(7): e00085216, 2017 Aug 07.
Artigo em Português | MEDLINE | ID: mdl-28792989

RESUMO

This study aimed to investigate factors associated with perceived improvement among users of Centers for Psychosocial Care. This was a cross-sectional study of 1,493 users of Centers for Psychosocial Care in the South of Brazil. Users' perceived improvement was assessed by Perceived Change Scale - Patients (PCS-Patients). Associated factors were investigated using logistic regression guided by a hierarchical model, with statistical significance set at p < 0.05. Factors associated with the outcome were: state where the Center for Psychosocial Care was located, paid work, diagnosis of schizophrenia, age at diagnosis < 18 years, longer time attending the center, ease of access, and involvement in the evaluation. The factors that actually involve improvement in users include those pertaining to characteristics of the illness and aspects related to services in the implementation of mental health policies and their organization.


Assuntos
Serviços Comunitários de Saúde Mental/normas , Transtornos Mentais/terapia , Medidas de Resultados Relatados pelo Paciente , Satisfação do Paciente/estatística & dados numéricos , Adolescente , Adulto , Distribuição por Idade , Idoso , Idoso de 80 Anos ou mais , Brasil/epidemiologia , Estudos Transversais , Feminino , Humanos , Modelos Logísticos , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Percepção , Pesquisa Qualitativa , Distribuição por Sexo , Fatores Socioeconômicos , Inquéritos e Questionários , Resultado do Tratamento , Adulto Jovem
6.
Cad. Saúde Pública (Online) ; 33(7): e00085216, 2017. tab
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-889723

RESUMO

Este estudo objetivou investigar os fatores associados à melhora percebida pelos usuários de Centros de Atenção Psicossocial (CAPS). Estudo transversal, realizado com 1.493 usuários de CAPS do Sul do Brasil. A melhora percebida pelos participantes foi avaliada pela Escala de Mudança Percebida - Pacientes (EMP-Pacientes). Para investigação dos fatores associados, muniu-se de uma regressão logística guiada por um modelo hierárquico que considerou como associação um valor de p < 0,05. Os fatores associados ao desfecho foram: estado de alocação do CAPS, possuir trabalho remunerado, diagnóstico de esquizofrenia, menor idade quando diagnosticado, maior tempo de frequência no serviço, facilidade de acesso e envolvimento na avaliação. Entre os fatores que efetivamente tencionam melhora nos usuários, destacam-se aqueles referentes às características da doença e os aspectos relativos aos serviços quanto à execução das políticas de saúde mental e quanto à organização deles.


This study aimed to investigate factors associated with perceived improvement among users of Centers for Psychosocial Care. This was a cross-sectional study of 1,493 users of Centers for Psychosocial Care in the South of Brazil. Users' perceived improvement was assessed by Perceived Change Scale - Patients (PCS-Patients). Associated factors were investigated using logistic regression guided by a hierarchical model, with statistical significance set at p < 0.05. Factors associated with the outcome were: state where the Center for Psychosocial Care was located, paid work, diagnosis of schizophrenia, age at diagnosis < 18 years, longer time attending the center, ease of access, and involvement in the evaluation. The factors that actually involve improvement in users include those pertaining to characteristics of the illness and aspects related to services in the implementation of mental health policies and their organization.


Este estudio tuvo como objetivo investigar los factores asociados a la mejora percibida por los usuarios de Centros de Atención Psicosocial. Estudio transversal, realizado con 1.493 usuarios de Centros de Atención Psicosocial del sur de Brasil. La mejora percibida por los participantes se evaluó mediante la Escala de Cambios Percibidos - Pacientes (EMP-Pacientes, por sus siglas en portugués). Para la investigación de los factores asociados, se hizo uso de una regresión logística guiada por un modelo jerárquico que consideró como asociación un valor de p < 0,05. Los factores asociados al desenlace fueron: estado de asignación del Centro de Atención Psicosocial, tener trabajo remunerado, diagnóstico de esquizofrenia, menor de edad cuando se es diagnosticado, mayor tiempo de frecuencia en el servicio, facilidad de acceso y participación en la evaluación. Entre los factores que efectivamente prevén mejora en los usuarios, se destacan aquellos referentes a las características de la enfermedad y los aspectos relativos a los servicios, en cuanto a la ejecución de las políticas de salud mental y respecto a la organización de los mismos.

7.
Cad. Saúde Pública (Online) ; 33(7): e00085216, 2017. tab
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-889740

RESUMO

Este estudo objetivou investigar os fatores associados à melhora percebida pelos usuários de Centros de Atenção Psicossocial (CAPS). Estudo transversal, realizado com 1.493 usuários de CAPS do Sul do Brasil. A melhora percebida pelos participantes foi avaliada pela Escala de Mudança Percebida - Pacientes (EMP-Pacientes). Para investigação dos fatores associados, muniu-se de uma regressão logística guiada por um modelo hierárquico que considerou como associação um valor de p < 0,05. Os fatores associados ao desfecho foram: estado de alocação do CAPS, possuir trabalho remunerado, diagnóstico de esquizofrenia, menor idade quando diagnosticado, maior tempo de frequência no serviço, facilidade de acesso e envolvimento na avaliação. Entre os fatores que efetivamente tencionam melhora nos usuários, destacam-se aqueles referentes às características da doença e os aspectos relativos aos serviços quanto à execução das políticas de saúde mental e quanto à organização deles.


This study aimed to investigate factors associated with perceived improvement among users of Centers for Psychosocial Care. This was a cross-sectional study of 1,493 users of Centers for Psychosocial Care in the South of Brazil. Users' perceived improvement was assessed by Perceived Change Scale - Patients (PCS-Patients). Associated factors were investigated using logistic regression guided by a hierarchical model, with statistical significance set at p < 0.05. Factors associated with the outcome were: state where the Center for Psychosocial Care was located, paid work, diagnosis of schizophrenia, age at diagnosis < 18 years, longer time attending the center, ease of access, and involvement in the evaluation. The factors that actually involve improvement in users include those pertaining to characteristics of the illness and aspects related to services in the implementation of mental health policies and their organization.


Este estudio tuvo como objetivo investigar los factores asociados a la mejora percibida por los usuarios de Centros de Atención Psicosocial. Estudio transversal, realizado con 1.493 usuarios de Centros de Atención Psicosocial del sur de Brasil. La mejora percibida por los participantes se evaluó mediante la Escala de Cambios Percibidos - Pacientes (EMP-Pacientes, por sus siglas en portugués). Para la investigación de los factores asociados, se hizo uso de una regresión logística guiada por un modelo jerárquico que consideró como asociación un valor de p < 0,05. Los factores asociados al desenlace fueron: estado de asignación del Centro de Atención Psicosocial, tener trabajo remunerado, diagnóstico de esquizofrenia, menor de edad cuando se es diagnosticado, mayor tiempo de frecuencia en el servicio, facilidad de acceso y participación en la evaluación. Entre los factores que efectivamente prevén mejora en los usuarios, se destacan aquellos referentes a las características de la enfermedad y los aspectos relativos a los servicios, en cuanto a la ejecución de las políticas de salud mental y respecto a la organización de los mismos.

8.
Texto & contexto enferm ; 26(3): e1890014, 2017. tab
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-904226

RESUMO

RESUMO Objetivo: descrever as características da articulação entre os serviços que compõem a rede de saúde mental infantojuvenil, através do sistema de referência e contrarreferência. Método: estudo descritivo desenvolvido em 25 serviços, a partir de informações obtidas em questionários autoaplicados aos coordenadores, através do sistema eletrônico do Ministério da Saúde. A organização e análise descritiva dos dados foram realizadas no programa estatístico Stata versão 12.0. Resultados: evidenciou-se a existência de sistemas de referência e contrarreferência entre a atenção básica e os centros de atenção psicossocial infantojuvenil e uma parceria com os outros serviços de saúde mental e ampliação do cuidado. No entanto, o hospital psiquiátrico ainda é utilizado como referência no tratamento, dentre outras limitações, como dificuldades em lidar com as demandas de saúde mental, devido a encaminhamentos recorrentes e inexperiência neste tipo de acolhimento/tratamento. Conclusão: a emergência para o cuidado em saúde mental infantojuvenil que atenda os pressupostos do paradigma psicossocial suscita novas práticas que possam contribuir para o fortalecimento das ações neste cenário. Estas ações devem ser pautadas num sistema de referência que demonstre efetividade na rede de saúde, de modo a promover um cuidado amplo, contínuo, tendo em vista o fortalecimento da rede de atenção psicossocial.


RESUMEN Objetivo: describir las características de la articulación entre los servicios que componen la red de salud mental infanto-juvenil, a través del sistema de referencia y contra-referencia. Método: estudio descriptivo desarrollado en 25 servicios, a partir de informaciones obtenidas en cuestionarios auto-administrados a los coordinadores, a través del sistema electrónico del Ministerio de la salud. La organización y análisis descriptivo de los datos se realizaron utilizando Stata versión 12.0. Resultados: se evidenció la existencia de sistemas de referencia y contra-referencia entre los centros de atención psicosocial infantojuveniles y la asociación con otros servicios de salud mental y la atención primaria en expansión. Sin embargo, el hospital psiquiátrico todavía se utiliza como referencia en el tratamiento, entre otras limitaciones, tales como dificultades para hacer frente a las exigencias de la salud mental debido a la falta de experiencia y referencias recurrentes en este tipo de atención/tratamiento. Conclusión: la emergencia para el cuidado en salud mental infanto-juvenil que cumpla con las condiciones del paradigma psicosocial, suscita nuevas prácticas que pueden contribuir al fortalecimiento de las acciones en este escenario. Estas acciones deben guiarse en un sistema de referencia para demostrar la eficacia del sistema de salud, con el fin de promover una atención integral, continua con el fin de fortalecer la red de atención psicosocial.


ABSTRACT Objective: describing the characteristics of the articulation between the services that compose the mental health network of children and adolescents, through the referral and counter-referral system. Method: descriptive study developed in 25 services, based on information obtained from self-administered questionnaires applied to coordinators through the Ministry of Health electronic system. Data organization and descriptive analysis were performed in the Stata statistical program version 12.0. Results: the existence of referral and counter-referral systems are evidenced between the basic healthcare and psychosocial healthcare centers for children and adolescents, and a partnership with other mental-health services and expanded care. However, psychiatric hospitals are still used as a reference for treatment, among other limitations, such as difficulties in dealing with mental health demands due to recurrent referrals and inexperience in this type of care/treatment. Conclusion: emergency services for children and adolescent mental healthcare which meet the expectations of the psychosocial paradigm need new practices that may contribute to strengthening actions in this scenario. Such actions should be based on a referral system that can demonstrate effectiveness among the healthcare network in order to promote comprehensive and continuous care focused on strengthening the psychosocial care network.

9.
Texto & contexto enferm ; 26(3): e1890014, 2017. tab
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-904260

RESUMO

RESUMO Objetivo: descrever as características da articulação entre os serviços que compõem a rede de saúde mental infantojuvenil, através do sistema de referência e contrarreferência. Método: estudo descritivo desenvolvido em 25 serviços, a partir de informações obtidas em questionários autoaplicados aos coordenadores, através do sistema eletrônico do Ministério da Saúde. A organização e análise descritiva dos dados foram realizadas no programa estatístico Stata versão 12.0. Resultados: evidenciou-se a existência de sistemas de referência e contrarreferência entre a atenção básica e os centros de atenção psicossocial infantojuvenil e uma parceria com os outros serviços de saúde mental e ampliação do cuidado. No entanto, o hospital psiquiátrico ainda é utilizado como referência no tratamento, dentre outras limitações, como dificuldades em lidar com as demandas de saúde mental, devido a encaminhamentos recorrentes e inexperiência neste tipo de acolhimento/tratamento. Conclusão: a emergência para o cuidado em saúde mental infantojuvenil que atenda os pressupostos do paradigma psicossocial suscita novas práticas que possam contribuir para o fortalecimento das ações neste cenário. Estas ações devem ser pautadas num sistema de referência que demonstre efetividade na rede de saúde, de modo a promover um cuidado amplo, contínuo, tendo em vista o fortalecimento da rede de atenção psicossocial.


RESUMEN Objetivo: describir las características de la articulación entre los servicios que componen la red de salud mental infanto-juvenil, a través del sistema de referencia y contra-referencia. Método: estudio descriptivo desarrollado en 25 servicios, a partir de informaciones obtenidas en cuestionarios auto-administrados a los coordinadores, a través del sistema electrónico del Ministerio de la salud. La organización y análisis descriptivo de los datos se realizaron utilizando Stata versión 12.0. Resultados: se evidenció la existencia de sistemas de referencia y contra-referencia entre los centros de atención psicosocial infantojuveniles y la asociación con otros servicios de salud mental y la atención primaria en expansión. Sin embargo, el hospital psiquiátrico todavía se utiliza como referencia en el tratamiento, entre otras limitaciones, tales como dificultades para hacer frente a las exigencias de la salud mental debido a la falta de experiencia y referencias recurrentes en este tipo de atención/tratamiento. Conclusión: la emergencia para el cuidado en salud mental infanto-juvenil que cumpla con las condiciones del paradigma psicosocial, suscita nuevas prácticas que pueden contribuir al fortalecimiento de las acciones en este escenario. Estas acciones deben guiarse en un sistema de referencia para demostrar la eficacia del sistema de salud, con el fin de promover una atención integral, continua con el fin de fortalecer la red de atención psicosocial.


ABSTRACT Objective: describing the characteristics of the articulation between the services that compose the mental health network of children and adolescents, through the referral and counter-referral system. Method: descriptive study developed in 25 services, based on information obtained from self-administered questionnaires applied to coordinators through the Ministry of Health electronic system. Data organization and descriptive analysis were performed in the Stata statistical program version 12.0. Results: the existence of referral and counter-referral systems are evidenced between the basic healthcare and psychosocial healthcare centers for children and adolescents, and a partnership with other mental-health services and expanded care. However, psychiatric hospitals are still used as a reference for treatment, among other limitations, such as difficulties in dealing with mental health demands due to recurrent referrals and inexperience in this type of care/treatment. Conclusion: emergency services for children and adolescent mental healthcare which meet the expectations of the psychosocial paradigm need new practices that may contribute to strengthening actions in this scenario. Such actions should be based on a referral system that can demonstrate effectiveness among the healthcare network in order to promote comprehensive and continuous care focused on strengthening the psychosocial care network.

10.
J. nurs. health ; 6(3): 414-422, Dez.2016.
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: bde-31744

RESUMO

Objetivo: identificar a satisfação de familiares de usuários de CAPS sobre informações ofertadas pelos profissionais quanto ao transtorno e o tratamento dos usuários. Métodos: estudo transversal realizado com 1242 familiares em 40 CAPS de 39 municípios. Foram selecionadas variáveis específicas a partir da avaliação do familiar em relação às informações prestadas pelo CAPS acerca da doença e tratamento do usuário. Foi utilizado teste de Chi quadrado. Resultados: a maior parte dos indivíduos estudados mostrou-se muito satisfeita com as informações a respeito do tratamento obtido pelos usuários no CAPS e sobre o transtorno do indivíduo. Contudo, não receber informações quanto ao tratamento foi maior preditor de insatisfação do que não receber informações quanto ao transtorno. Conclusões: os resultados deste estudo tencionam à necessidade de qualificar o diálogo entre a equipe dos serviços e os familiares dos usuários, em especial, acerca do tratamento fornecido para o usuário.(AU)


Objective: to identify the satisfaction of CAPS users’ relatives about the information offered by professionals regarding their disorder and treatment. METHODS: a cross-sectional study was performed with 1242 relatives in 40 CAPS from 39 municipalities. Specific variables were selected to access the evaluation of the relatives about the information provided by the CAPS on the disease and the treatment of the user. Chi square test was used. Results: most of the studied individuals were very satisfied with the information about the treatment obtained by users in the CAPS and on the individual’s disorder. However, not receiving information about the treatment was a greater predictor of dissatisfaction than not receiving information about the disorder. Conclusions: the results of this study stress the need of qualify the dialogue between the services team and the users' families, especially about the treatment provided to the user.(AU)


Objetivo: identificar la satisfacción de la familia de usuarios del CAPS sobre la información ofrecida cuanto la enfermedad y tratamiento de los usuarios. Métodos: estudio transversal de 1242 familias en 40 CAPS 39 municipios. Se seleccionaron las variables específicas sobre la evaluación de la familia en relación a la información proporcionada por el CAPS sobre la enfermedad y tratamiento del usuario. Se utilizó la prueba de chi cuadrado. Resultados: la mayoría de los sujetos demostraron estar satisfechos con la información sobre la asistencia recibida por los usuarios del CAPS y el desorden de la persona. No recibir información sobre el tratamiento fue mayor predictor de la insatisfacción de no recibir información sobre el trastorno. Conclusiones: los resultados de este estudio tensan la necesidad de calificar el diálogo entre el personal de servicios y de las familias de los consumidores, especialmente en el tratamiento suministrado al usuario.(AU)


Assuntos
Humanos , Satisfação Pessoal , Centros Comunitários de Saúde Mental , Cuidadores , Avaliação em Saúde , Saúde Mental
11.
Rev. pesqui. cuid. fundam. (Online) ; 6(2): 651-662, abr.-jun. 2014. tab
Artigo em Inglês, Português | LILACS | ID: lil-712336

RESUMO

Objective: To describe the capacity of articulation of the Centers of Psychosocial Attention of Children and Adolescent (CPACA) of the States of the South of Brazil with the sectors of Basic Health Network, School, Education Secretary, EJA, Guardianship Council, Social Assistance (CRAS/CREAS) and Justice. Method: Census and descriptive character, is a cut from the Research CAPSUL (2011), conducted with 25 CPACA, being 16 in the state of Rio Grande do Sul; 5 in Santa Catarina and 4 in Paraná, in the period of June 2011 to November 2012. In the analysis the basic statistic of descriptive analysis was used. Results: The CPACA needs attention and investment by public politics, to promote these actions of improvement are very important to the development of children and adolescents, once in this age they begin the social formation and the psychological maturity. Conclusion: To establish partnerships with the responsible bodies, to build an intersectoral network of mutual assistance.


Objetivo: Descrever a capacidade de articulação dos Centros de Atenção Psicossocial Infantojuvenil (CAPSi) dos Estados do Sul do Brasil com os setores da Rede Básica de Saúde, Escola, Secretaria de Educação, EJA, Conselho Tutelar, Assistência Social (CRAS/CREAS) e Justiça. Método: De caráter censitário e descritivo é um recorte da Pesquisa CAPSUL(2011), realizada com 25 CAPSi, 16 no estado do Rio Grande do Sul; 5 em Santa Catarina e 4 no Paraná, no período de junho de 2011 a novembro de 2012. Na análise, utilizou-se a estatística básica de análise descritiva. Resultados: Os CAPSi precisam de atenção e investimento por parte das políticas públicas, promover essas ações de melhoria são de suma importância para o desenvolvimento das crianças e jovens, já que nesta faixa etária começa a formação social e amadurecimento psicológico. Conclusão: Estabelecer parcerias com os órgãos responsáveis, para que se possa construir uma rede intersetorial de assistência mútua.


Objetivo: Describir la capacidad de articulación de los Centros de Atención Psicosocial Infantil-Juvenil (CAPSi) de los Estados del Sur de Brasil con los sectores de la Red Básica de Salud, Escuela, Secretaria de Educación, EJA, Consejo Tutelar, Asistencia Social (CRAS/CREAS) y Justicia. Método: De carácter de censo y descriptivo, es un recorte de la Investigación CAPSUL (2011), realizada con 25 CAPSi, siendo 16 en el estado de Rio Grande do Sul; 5 en Santa Catarina y 4 en Paraná, en el período de junio de 2011 a noviembre de 2012. En el análisis se utilizó la estadística básica de análisis descriptiva. Resultados: Los CAPSi necesitan de atención e inversión por parte de las políticas públicas, promover esas acciones de mejoría es importante para el desarrollo de estos niños y jóvenes ya que en esta faja de edad comienza la formación social y maduración psicológica. Conclusión: Establecer asociaciones con los órganos responsables, para que se pueda construir una red intersectorial de asistencia mutua.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Criança , Adolescente , Fortalecimento Institucional , Centros de Saúde , Desenvolvimento Institucional , Serviços de Saúde Mental , Sistemas Multi-Institucionais , Políticas Públicas de Saúde , Brasil
12.
Rev. pesqui. cuid. fundam. (Online) ; 6(2): 651-662, abr.-jun. 2014. tab
Artigo em Inglês, Português | BDENF - Enfermagem | ID: bde-25443

RESUMO

Objective: To describe the capacity of articulation of the Centers of Psychosocial Attention of Children and Adolescent (CPACA) of the States of the South of Brazil with the sectors of Basic Health Network, School, Education Secretary, EJA, Guardianship Council, Social Assistance (CRAS/CREAS) and Justice. Method: Census and descriptive character, is a cut from the Research CAPSUL (2011), conducted with 25 CPACA, being 16 in the state of Rio Grande do Sul; 5 in Santa Catarina and 4 in Paraná, in the period of June 2011 to November 2012. In the analysis the basic statistic of descriptive analysis was used. Results: The CPACA needs attention and investment by public politics, to promote these actions of improvement are very important to the development of children and adolescents, once in this age they begin the social formation and the psychological maturity. Conclusion: To establish partnerships with the responsible bodies, to build an intersectoral network of mutual assistance.(AU)


Objetivo: Descrever a capacidade de articulação dos Centros de Atenção Psicossocial Infantojuvenil (CAPSi) dos Estados do Sul do Brasil com os setores da Rede Básica de Saúde, Escola, Secretaria de Educação, EJA, Conselho Tutelar, Assistência Social (CRAS/CREAS) e Justiça. Método: De caráter censitário e descritivo é um recorte da Pesquisa CAPSUL(2011), realizada com 25 CAPSi, 16 no estado do Rio Grande do Sul; 5 em Santa Catarina e 4 no Paraná, no período de junho de 2011 a novembro de 2012. Na análise, utilizou-se a estatística básica de análise descritiva. Resultados: Os CAPSi precisam de atenção e investimento por parte das políticas públicas, promover essas ações de melhoria são de suma importância para o desenvolvimento das crianças e jovens, já que nesta faixa etária começa a formação social e amadurecimento psicológico. Conclusão: Estabelecer parcerias com os órgãos responsáveis, para que se possa construir uma rede intersetorial de assistência mútua.(AU)


Objetivo: Describir la capacidad de articulación de los Centros de Atención Psicosocial Infantil-Juvenil (CAPSi) de los Estados del Sur de Brasil con los sectores de la Red Básica de Salud, Escuela, Secretaria de Educación, EJA, Consejo Tutelar, Asistencia Social (CRAS/CREAS) y Justicia. Método: De carácter de censo y descriptivo, es un recorte de la Investigación CAPSUL (2011), realizada con 25 CAPSi, siendo 16 en el estado de Rio Grande do Sul; 5 en Santa Catarina y 4 en Paraná, en el período de junio de 2011 a noviembre de 2012. En el análisis se utilizó la estadística básica de análisis descriptiva. Resultados: Los CAPSi necesitan de atención e inversión por parte de las políticas públicas, promover esas acciones de mejoría es importante para el desarrollo de estos niños y jóvenes ya que en esta faja de edad comienza la formación social y maduración psicológica. Conclusión: Establecer asociaciones con los órganos responsables, para que se pueda construir una red intersectorial de asistencia mutua.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Criança , Adolescente , Centros de Saúde , Serviços de Saúde Mental , Políticas Públicas de Saúde , Desenvolvimento Institucional , Fortalecimento Institucional , Sistemas Multi-Institucionais , Brasil
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA