Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 6 de 6
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
BEPA, Bol. epidemiol. paul. (Impr.) ; 16(185-186): 1-13, 2019. map, tab, graf
Artigo em Português | LILACS, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-CTDPROD, Sec. Est. Saúde SP | ID: biblio-1023376

RESUMO

Com a transmissão de doenças pelo mosquito Aedes aegypti há um crescente número de estratégias de combate e controle deste vetor. Dentre as estratégias para o controle das doenças transmitidas por Aedes aegypti, destaca-se a legislação que impõe caráter punitivo, como a aplicação de multas. Neste sentido, as secretarias municipais de saúde elaboram legislação própria contemplando especificidades locais. A região do Grupo de Vigilância Epidemiológica (GVE) XX Piracicaba-SP reporta transmissão de dengue desde os anos 1990 e mais recentemente de outras arboviroses como as febres chikungunya e Zika. O objetivo deste estudo foi identificar as legislações aplicáveis, elaboradas pelas equipes municipais, na região do GVE XX no combate ao vetor Aedes aegypti e identificar avanços e dificuldades na sua aplicação. Identificou-se que dos 26 municípios da área de abrangência do GVE XX, 17 (65%) aprovaram legislação própria para autuação. O estudo permitiu identificar a situação dos municípios da região do GVE XX quanto à existência e aplicação de legislação própria no controle do vetor, que os municípios ainda enfrentam dificuldades para a aplicação dessas legislações e que o nível regional pode apoiar as equipes na elaboração e aplicação da legislação.


Assuntos
Aedes , Legislação , Controle de Vetores
3.
Rev Esc Enferm USP ; 44(3): 642-8, 2010 Sep.
Artigo em Português | MEDLINE | ID: mdl-20964039

RESUMO

The objective of the present study was to characterize the population affected by Hib meningitis from 1992 to 2001, in the Regional Health Board of Piracicaba (São Paulo-Brazil) in terms of variables regarding demographics and the health-disease process. Data were collected from disease notification reports, and arranged using the SINAN Data Program. It was observed there was a peak in the incidence of meningitis in 1994 and a peak of deaths in 1999, before the vaccine had been introduced. The most affected group were male children under the age of 5 years, which is in agreement with literature. Most patients received care at public hospitals in the municipalities of Piracicaba and Limeira, which are references for the community of the entire region, which puts into effect one of the axes of the Health System of Brazil (SUS): regionalization. The introduction of the vaccine reduced incidence in about 73%, which corroborates its importance and shows that is necessary to encourage adherence to vaccination.


Assuntos
Meningite por Haemophilus/epidemiologia , Brasil/epidemiologia , Pré-Escolar , Feminino , Humanos , Lactente , Masculino , Estudos Retrospectivos
4.
Rev. Esc. Enferm. USP ; 44(3): 642-648, sept. 2010. graf
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-561397

RESUMO

O presente estudo objetivou caracterizar a população acometida por meningites por Hib em relação às variáveis demográficas e relativas ao processo saúde-doença, no período de 1992 a 2001, na DIR de Piracicaba, SP, Brasil. Os dados foram coletados a partir de fichas de notificação compulsória, sendo sistematizados através do Programa SINAN. Observou-se que ocorreu um pico de incidência da doença em 1994, e um pico de óbitos em 1999, anteriores à introdução da vacina. Os mais acometidos foram crianças menores de 5 anos, do sexo masculino, confirmando dados de literatura. A maioria dos pacientes foi atendida em unidades hospitalares públicas de Piracicaba e Limeira, referências para as comunidades desses municípios, concretizando um dos princípios do Sistema Único de Saúde (SUS): a regionalização. A introdução da vacina promoveu redução dos casos em cerca de 73 por cento, o que corrobora a sua importância e impele à necessidade de estimular a adesão à vacinação.


The objective of the present study was to characterize the population affected by Hib meningitis from 1992 to 2001, in the Regional Health Board of Piracicaba (São Paulo-Brazil) in terms of variables regarding demographics and the health-disease process. Data were collected from disease notification reports, and arranged using the SINAN Data Program . It was observed there was a peak in the incidence of meningitis in 1994 and a peak of deaths in 1999, before the vaccine had been introduced. The most affected group were male children under the age of 5 years, which is in agreement with literature. Most patients received care at public hospitals in the municipalities of Piracicaba and Limeira, which are references for the community of the entire region, which puts into effect one of the axes of the Health System of Brazil (SUS): regionalization. The introduction of the vaccine reduced incidence in about 73 percent, which corroborates its importance and shows that is necessary to encourage adherence to vaccination.


El presente estudio objetivó caracterizar la población afectada por meningitis causada por Hib en relación a las variables demográficas y relativas al proceso salud-enfermedad, en el período de 1992 a 2001 en la DIR de Piracicaba, SP, Brasil. Los datos fueron recolectados a partir de fichas de notificación obligatorias, las cuales fueron sistematizadas a través del programa SINAN. Se observó que ocurrió un pico de incidencia de la enfermedad en 1994 y un pico de fallecimientos en 1999, con antelación a la introducción de la vacuna. Los más afectados fueron niños menores de 5 años, de sexo masculino, confirmando datos de la bibliografía. La mayoría de los pacientes fue atendida en unidades hospitalarias públicas de Piracicaba y Limeira, referenciales para las comunidades de tales municipios, concretando uno de los principios del Sistema Único de Salud (SUS): su regionalización. La introducción de la vacuna promovió la reducción de casos en cerca del 73 por ciento, lo que corrobora su importancia e impulsa la necesidad de estimular la adhesión a la vacunación.


Assuntos
Pré-Escolar , Feminino , Humanos , Lactente , Masculino , Meningite por Haemophilus/epidemiologia , Brasil/epidemiologia , Estudos Retrospectivos
5.
BEPA, Bol. epidemiol. paul. (Impr.) ; 3(25): 6-9, jan. 2006. tab, graf
Artigo em Português | Coleciona SUS, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-CTDPROD, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-ACVSES, SESSP-CVEPROD, Sec. Est. Saúde SP | ID: biblio-944269

RESUMO

Atualmente, a coqueluche representa um crescente problema de saúde pública em países desenvolvidos. A despeito das altas coberturas vacinais, observa-se um aumento nos coeficientes de incidência em todas as faixas etárias. Essa situação suscita novas estratégias epidemiológicas, como a indicação de vacina acelular em adolescentes e adultos jovens. Ao mesmo tempo, no Brasil, não há dados que comprovem essa emergência da coqueluche, mesmo porque a introdução da vacinação em massa no País ocorreu muito recentemente em relação aos países desenvolvidos. O presente trabalho é um estudo descritivo da situação epidemiológica da coqueluche nos últimos sete anos (1999 a 2005), realizado com base nos casos suspeitos e confirmados, abrangendo as cidades que compreendem a DIR XV – Piracicaba.


Assuntos
Doenças Transmissíveis Emergentes , Vacinação , Coqueluche/epidemiologia , Vacina contra Difteria, Tétano e Coqueluche
6.
Säo Paulo; s.n; 2002. 120 p. mapas, tab, graf.
Tese em Português | LILACS | ID: lil-332609

RESUMO

As meningites bacterianas e particularmente aquelas causadas pelo Haemophilus influenzae tipo b constituem um sério problema de Saúde Coletiva em âmbito mundial, no Brasil e na Regional de Piracicaba locus do presente estudo, que teve como objetivos identificar o comportamento das meningites nessa regional entre 1992 a 2001; identificar o impacto da introduçäo da vacina contra o Hib (a partir do 2§ semestre de 1999); além de identificar algumas características pessoais, sociais e relativas ao processo saúde-doença, das crianças acometidas pela doença. Foram sitematizadas as fichas de notificaçäo compulsória e realizadas entrevistas como os responsáveis pelas crianças acometidas por meningite por Hib, de 1999 a 2001. Os resultados obtidos apontam a ocorrência de aproximadamente 300 casos/ano de meningite, sendo que as bacterianas representam 30 porcento dos casos. As causadas pelo Hib apresentam as maiores incidências entre os menores de 1 ano e a letalidade da doença variou de 12 a 41 porcento. A cobertura vacinal foi superior a 95 porcento. Em 1998, foram notificados 17 casos de meningite por Hib (Coeficiente de Incidência-CI-12,5/100 mil menores de 5 anos) e, no ano 2001, registrou-se 4 casos (CI: 3,9 casos/100 mil menores de 5 anos), com reduçäo de aproximadamente, 73 porcento. As 20 entrevistas realizadas (80 porcento das famílias com crianças acometidas pela doença entre 1999 a 2001), mostram que nenhum caso foi registrado em crianças que receberam 3 doses da vacina. Alguns potenciais indicadores de vulnerabilidade para a doença foram investigados e, em 75 porcento das crianças, pelo menos 3 estiveram presentes, como pouca idade, presença de menores de 7 anos na residência e freqüência à escolas/creche. Os dados obtidos permitem subsidiar intervençöes para monitorar a enfermidade na Regional de Piracicaba e indicam a necessidade de estudos com séries históricas extensas dado que a implantaçäo da vacina é recente


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Criança , Meio Ambiente , Vacinas Anti-Haemophilus , Meningite por Haemophilus , Processo Saúde-Doença , Saúde Pública
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA