Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 7 de 7
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
Texto & contexto enferm ; 29: e20190025, Jan.-Dec. 2020.
Artigo em Inglês | LILACS-Express | ID: biblio-1059133

RESUMO

ABSTRACT Objective: to analyze the perceptions of the family members of users of a children's psychosocial care center, regarding the facilitating factors and the difficulties in the communication with the health professionals. Method: a qualitative and descriptive study conducted with 25 family members of users of a children's psychosocial care center in a city of Minas Gerais (Brazil). Data collection took place between April and July 2017 using focus groups and a semi-structured script for the implementation of group sessions. Data was analyzed according to content analysis, thematic category. Results: two categories emerged from the analysis: Professional-Family relationship and Suggestions to enhance communication, which included practicalities and difficulties in communication. The data showed that the professional-family relationship refers to the professionals' positive actions, which facilitate communication, and to their negative actions, which means offering a distant and dehumanized care and failing to provide guidance. The suggestions to enhance communication were directed to the interventions focused on the family and on the dynamics and management of the service. Conclusion: there is a need for collaboration among management, staff and family members, which can contribute to a better health care and to building more solidary and dialogical relationships.


RESUMEN Objetivo: analizar las percepciones de los familiares de los usuarios de un centro de atención psicosocial infanto-juvenil, en relación con los factores facilitadores y las dificultades de la comunicación con los profesionales de la salud. Método: estudio cualitativo y descriptivo realizado con 25 familiares de usuarios de un centro de atención psicosocial infanto-juvenil en un municipio de Minas Gerais (Brasil). Los datos se recolectaron entre los meses de abril y junio de 2017 por medio de grupos focalizados, con la aplicación de un guión semiestructurado para desarrollar las sesiones grupales. Los datos se analizaron conforme al análisis de contenido, con la modalidad temática. Resultados: a partir del análisis surgieron dos categorías: Relación profesional-familia y Sugerencias para potenciar la comunicación; ambas abarcaron facilidades y dificultades en la comunicación. Los datos evidenciaron que la relación profesional-familia se refiere tanto a las acciones positivas de los profesionales, que facilitan la comunicación, como a sus acciones negativas, que significan ofrecer una atención distante y poco humanizada con escasa orientación. Las sugerencias para potenciar la comunicación estuvieron dirigidas a las intervenciones enfocadas en la familia y en la dinámica y organización del servicio. Conclusión: se hace evidente que es necesaria una aproximación entre la administración, el equipo de profesionales y los familiares, lo que puede ayudar a mejorar los cuidados en salud y hacer posible que se establezcan relaciones más solidarias y con más diálogo.


RESUMO Objetivo: analisar as percepções dos familiares de usuários de um centro de atenção psicossocial infantojuvenil, em relação aos fatores facilitadores e dificultadores da comunicação com os profissionais de saúde. Método: estudo qualitativo, descritivo, realizado com 25 familiares de usuários de um centro de atenção psicossocial infantojuvenil, em um município de Minas Gerais (Brasil). A coleta de dados ocorreu entre os meses de abril a julho de 2017, por meio de grupos focais, aplicando-se roteiro semiestruturado para desenvolvimento das sessões grupais. Os dados foram analisados segundo a análise de conteúdo, modalidade temática. Resultados: da análise emergiram duas categorias: Relação profissional-família e Sugestões para potencializar a comunicação, as quais abrangeram facilidades e dificuldades na comunicação. Os dados evidenciaram que a relação profissional-família diz respeito às ações positivas dos profissionais que facilitam a comunicação, e às ações negativas atuação distante, pouco humanizado, com escassez de orientação. As sugestões para potencializar a comunicação foram direcionadas às intervenções focadas na família e na dinâmica e organização do serviço. Conclusão: evidencia-se a necessidade de aproximação entre gerência, equipe de profissionais e familiares; o que pode contribuir para melhoria do cuidado em saúde e para a construção de relações mais solidárias e dialógicas.

2.
Texto & contexto enferm ; 29: e20190025, Jan.-Dec. 2020.
Artigo em Inglês | LILACS-Express | ID: biblio-1094547

RESUMO

ABSTRACT Objective: to analyze the perceptions of the family members of users of a children's psychosocial care center, regarding the facilitating factors and the difficulties in the communication with the health professionals. Method: a qualitative and descriptive study conducted with 25 family members of users of a children's psychosocial care center in a city of Minas Gerais (Brazil). Data collection took place between April and July 2017 using focus groups and a semi-structured script for the implementation of group sessions. Data was analyzed according to content analysis, thematic category. Results: two categories emerged from the analysis: Professional-Family relationship and Suggestions to enhance communication, which included practicalities and difficulties in communication. The data showed that the professional-family relationship refers to the professionals' positive actions, which facilitate communication, and to their negative actions, which means offering a distant and dehumanized care and failing to provide guidance. The suggestions to enhance communication were directed to the interventions focused on the family and on the dynamics and management of the service. Conclusion: there is a need for collaboration among management, staff and family members, which can contribute to a better health care and to building more solidary and dialogical relationships.


RESUMEN Objetivo: analizar las percepciones de los familiares de los usuarios de un centro de atención psicosocial infanto-juvenil, en relación con los factores facilitadores y las dificultades de la comunicación con los profesionales de la salud. Método: estudio cualitativo y descriptivo realizado con 25 familiares de usuarios de un centro de atención psicosocial infanto-juvenil en un municipio de Minas Gerais (Brasil). Los datos se recolectaron entre los meses de abril y junio de 2017 por medio de grupos focalizados, con la aplicación de un guión semiestructurado para desarrollar las sesiones grupales. Los datos se analizaron conforme al análisis de contenido, con la modalidad temática. Resultados: a partir del análisis surgieron dos categorías: Relación profesional-familia y Sugerencias para potenciar la comunicación; ambas abarcaron facilidades y dificultades en la comunicación. Los datos evidenciaron que la relación profesional-familia se refiere tanto a las acciones positivas de los profesionales, que facilitan la comunicación, como a sus acciones negativas, que significan ofrecer una atención distante y poco humanizada con escasa orientación. Las sugerencias para potenciar la comunicación estuvieron dirigidas a las intervenciones enfocadas en la familia y en la dinámica y organización del servicio. Conclusión: se hace evidente que es necesaria una aproximación entre la administración, el equipo de profesionales y los familiares, lo que puede ayudar a mejorar los cuidados en salud y hacer posible que se establezcan relaciones más solidarias y con más diálogo.


RESUMO Objetivo: analisar as percepções dos familiares de usuários de um centro de atenção psicossocial infantojuvenil, em relação aos fatores facilitadores e dificultadores da comunicação com os profissionais de saúde. Método: estudo qualitativo, descritivo, realizado com 25 familiares de usuários de um centro de atenção psicossocial infantojuvenil, em um município de Minas Gerais (Brasil). A coleta de dados ocorreu entre os meses de abril a julho de 2017, por meio de grupos focais, aplicando-se roteiro semiestruturado para desenvolvimento das sessões grupais. Os dados foram analisados segundo a análise de conteúdo, modalidade temática. Resultados: da análise emergiram duas categorias: Relação profissional-família e Sugestões para potencializar a comunicação, as quais abrangeram facilidades e dificuldades na comunicação. Os dados evidenciaram que a relação profissional-família diz respeito às ações positivas dos profissionais que facilitam a comunicação, e às ações negativas atuação distante, pouco humanizado, com escassez de orientação. As sugestões para potencializar a comunicação foram direcionadas às intervenções focadas na família e na dinâmica e organização do serviço. Conclusão: evidencia-se a necessidade de aproximação entre gerência, equipe de profissionais e familiares; o que pode contribuir para melhoria do cuidado em saúde e para a construção de relações mais solidárias e dialógicas.

3.
Cad. Bras. Ter. Ocup ; 27(4): 754-764, out.-dez. 2019. tab
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-1055575

RESUMO

Resumo Introdução A adolescência é uma fase na qual considera-se que os indivíduos podem estar expostos às situações de vulnerabilidade, entre elas o uso de drogas. Estas substâncias alteram o comportamento e a cognição comprometendo o desempenho ocupacional. Objetivo Descrever e analisar o desempenho ocupacional de adolescentes do sexo feminino, nos períodos anterior, durante e após a interrupção do uso de drogas. Método Estudo qualitativo exploratório realizado em uma instituição para o cuidado de adolescentes do sexo feminino que faziam uso abusivo de drogas, localizada no interior de Minas Gerais. Os dados foram coletados por meio de entrevista semiestruturada elaborada pelas autoras com questões referentes ao desempenho ocupacional nas diversas ocupações, antes e durante o uso de drogas, durante o acompanhamento na reabilitação, fatores de risco para o uso, idade de início do uso e fatores associados à reabilitação. Utilizou-se a análise de conteúdo temático-categorial. Resultados Participaram do estudo oito adolescentes do sexo feminino, com idade entre 13 e 18 anos. Os dados apontaram que o uso de drogas compromete o desempenho ocupacional de adolescentes em todas as ocupações, com ênfase na execução de atividades típicas dessa faixa etária, como educação, lazer e atividades de vida diária. Conclusão Espera-se que esse estudo possa contribuir como subsídio para profissionais que atuam com adolescentes usuários de drogas, por identificar os prejuízos no desempenho ocupacional devido a tal uso e com isso intervir junto a essa população.


Abstract Introduction Adolescence is a phase in which individuals could be exposed to situations of vulnerability, such as drug use. These substances alter behavior and cognition, compromising their occupational performance. Objective To describe and analyze the occupational performance of female adolescents in the periods before, during and after the interruption of drug use. Method An exploratory qualitative study carried out in an institution for the care of female adolescents who used drugs abusively, located in the interior of Minas Gerais. Data were collected through a semi-structured interview elaborated by the authors with questions related to occupational performance in the various occupations, before and during drug use, during rehabilitation follow-up, risk factors for use, age of onset of use, and factors associated with rehabilitation. We used thematic-categorial content analysis. Results Eight female adolescents, aged between thirteen and eighteen, participated in the study. The data indicated that the use of drugs compromises the occupational performance of adolescents in all occupations, with emphasis on activities typical of this age group, such as education, leisure, and activities of daily living. Conclusion This study may contribute as a subsidy to professionals who work with adolescent drug users since they can detect the impairments in occupational performance due to such use and thus intervene with this population.

4.
SMAD, Rev. eletrônica saúde mental alcool drog ; 15(1): 57-83, jan.-mar. 2019. tab
Artigo em Português | LILACS, Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: biblio-1004534

RESUMO

OBJETIVO: descrever a percepção de adolescentes sobre a adesão ao tratamento da dependência química. MÉTODO: estudo descritivo, exploratório, com abordagem qualitativa. Participaram onze adolescentes atendidos no Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (CAPS ad), no interior de Minas Gerais. Os dados foram coletados por meio de entrevistas, utilizando um instrumento semiestruturado, e após analisados através da técnica de análise de conteúdo. RESULTADOS: constatou-se que os vínculos estabelecidos, as atividades desenvolvidas e o apoio familiar facilitam a adesão ao tratamento, e a ordem judicial auxilia a frequência no serviço. CONCLUSÃO: conclui-se que a identificação e a compreensão dos fatores que interferem no processo de adesão ao tratamento possibilitam a elaboração de programas e abordagens terapêuticas adequadas e eficazes, pautadas nas necessidades dos adolescentes.


OBJECTIVE: the objective of this study was to describe the adolescents' perception about adherence to the chemical dependency treatment. METHOD: descriptive, exploratory study with a qualitative approach. Eleven adolescents attended the Psychosocial Care Center for Alcohol and Drugs (CAPS ad) in the interior of Minas Gerais. Data were collected through interviews, using a semi-structured instrument and then analyzed through the content analysis technique. RESULTS: it was found that the established links, the activities developed, the family support facilitates the adherence to the treatment and the court order assists in the frequency of service. CONCLUSION: it is concluded that the identification and understanding of the factors that interfere in the process of adherence to treatment allow the elaboration of adequate and effective therapeutic programs and approaches, based on the needs of adolescents.


OBJETIVO: el trabajo tuvo se objetivó describir la percepción de adolescentes sobre la adhesión al tratamiento de la dependencia química. MÉTODO: se trata de un estudio descriptivo, exploratorio, con abordaje cualitativo. Participaron del estudio once adolescentes atendidos en el grupo psicoterapéutico en el Centro de Atención Psicosocial Alcohol y Drogas (CAPS ad) en el interior de Minas Gerais. RESULTADOS: los datos fueron recolectados por medio de entrevistas, utilizando un instrumento semiestructurado y después de analizadas a través de la técnica de análisis de contenido. Se constató que los vínculos establecidos, las actividades desarrolladas, el apoyo familiar facilitan la adhesión al tratamiento y el orden judicial auxilia en la frecuencia al servicio. CONCLUSIÓN: se concluye que la identificación y la comprensión de los factores posibilitan la elaboración de programas y enfoques terapéuticos adecuados y eficaces.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adolescente , Centros de Tratamento de Abuso de Substâncias , Usuários de Drogas , Cooperação e Adesão ao Tratamento
5.
Cad. Ter. Ocup. UFSCar (Impr.) ; 22(SPE): 37-47, ago. 2014.
Artigo em Português | Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: psi-65983

RESUMO

A assistência a usuários de álcool e outras drogas no Brasil passou por diversas transformações devido a fenômenos históricos, sociais e políticos. Em 2009, o Ministério da Saúde criou o Consultório de Rua, visando à redução de danos à população em situação de rua e em vulnerabilidade ao uso de álcool ou outras drogas. O objetivo deste estudo foi descrever e analisar a experiência no serviço de Consultório de Rua na perspectiva dos profissionais que compõem a equipe de um município da Região Metropolitana do Recife, PE. Trata-se de um estudo qualitativo, com dados coletados através de entrevistas semiestruturadas com cinco profissionais e submetidos à Análise de Conteúdo Temática. O conteúdo das entrevistas explicitou o caráter dinâmico da realidade vivenciada pelos profissionais e o momento de implantação e consolidação do serviço no município, sendo possível caracterizar os objetivos, clientela, demanda dos usuários, sistematização das ações e dificuldades do/no serviço. Foi possível identificar congruência entre as experiências vivenciadas pelos participantes da pesquisa e o que é preconizado pelo Ministério da Saúde assim como semelhanças com outros serviços descritos na literatura. Além disso, os dados revelaram o desafio vivenciado pelos profissionais cotidianamente, expressos principalmente nas dificuldades relatadas. O estudo trouxe subsídios que podem direcionar a implantação de outras equipes de Consultório de Rua e a formação dos profissionais, inclusive de terapeutas ocupacionais, para atuação nesse campo.(AU)


Assistance to users of alcohol and other drugs in Brazil has undergone several transformations owing to historical, social, and political phenomena. In 2009, the Ministry of Health created the ?Street Clinic? in order to reduce harm to the homeless and the population vulnerable to use of alcohol or other drugs. The aim of this study was to describe and analyze the experience at a ?Street Clinic? from the perspective of the professionals who compose the service team in a municipality located in the metropolitan region of Recife, Pernanbuco state. This is a qualitative study with data collected through semi-structured interviews with five professionals and submitted to qualitative analysis. The content of the interviews explained the dynamic character of the reality experienced by professionals and the time of implementation and consolidation of this service in the city, characterizing the objectives, clientele, user demand, and systematization of actions and difficulties in delivering the service. It was possible to identify similarities between the experiences of the research participants and what is recommended by the Ministry of Health, as well as similarities with other services described in the literature. Furthermore, the data revealed the day to day challenges experienced by the professionals expressed mainly in the difficulties reported in the interviews. The study provided a good basis for the implementation of other Street Clinic teams and the training of professionals, including occupational therapists, to work in this .(AU)


Assuntos
Humanos , Drogas Ilícitas , Serviços de Saúde Mental , Terapia Ocupacional
6.
Cad. Ter. Ocup. UFSCar (Impr.) ; 22(supl.esp): 37-47, jul. 2014.
Artigo em Português | LILACS, Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: lil-729116

RESUMO

A assistência a usuários de álcool e outras drogas no Brasil passou por diversas transformações devido a fenômenos históricos, sociais e políticos. Em 2009, o Ministério da Saúde criou o Consultório de Rua, visando à redução de danos à população em situação de rua e em vulnerabilidade ao uso de álcool ou outras drogas. O objetivo deste estudo foi descrever e analisar a experiência no serviço de Consultório de Rua na perspectiva dos profissionais que compõem a equipe de um município da Região Metropolitana do Recife, PE. Trata-se de um estudo qualitativo, com dados coletados através de entrevistas semiestruturadas com cinco profissionais e submetidos à Análise de Conteúdo Temática. O conteúdo das entrevistas explicitou o caráter dinâmico da realidade vivenciada pelos profissionais e o momento de implantação e consolidação do serviço no município, sendo possível caracterizar os objetivos, clientela, demanda dos usuários, sistematização das ações e dificuldades do/no serviço. Foi possível identificar congruência entre as experiências vivenciadas pelos participantes da pesquisa e o que é preconizado pelo Ministério da Saúde assim como semelhanças com outros serviços descritos na literatura. Além disso, os dados revelaram o desafio vivenciado pelos profissionais cotidianamente, expressos principalmente nas dificuldades relatadas. O estudo trouxe subsídios que podem direcionar a implantação de outras equipes de Consultório de Rua e a formação dos profissionais, inclusive de terapeutas ocupacionais, para atuação nesse campo


Assistance to users of alcohol and other drugs in Brazil has undergone several transformations owing to historical, social, and political phenomena. In 2009, the Ministry of Health created the 'Street Clinic' in order to reduce harm to the homeless and the population vulnerable to use of alcohol or other drugs. The aim of this study was to describe and analyze the experience at a 'Street Clinic' from the perspective of the professionals who compose the service team in a municipality located in the metropolitan region of Recife, Pernanbuco state. This is a qualitative study with data collected through semi-structured interviews with five professionals and submitted to qualitative analysis. The content of the interviews explained the dynamic character of the reality experienced by professionals and the time of implementation and consolidation of this service in the city, characterizing the objectives, clientele, user demand, and systematization of actions and difficulties in delivering the service. It was possible to identify similarities between the experiences of the research participants and what is recommended by the Ministry of Health, as well as similarities with other services described in the literature. Furthermore, the data revealed the day to day challenges experienced by the professionals expressed mainly in the difficulties reported in the interviews. The study provided a good basis for the implementation of other Street Clinic teams and the training of professionals, including occupational therapists, to work in this field


Assuntos
Humanos , Drogas Ilícitas , Terapia Ocupacional , Serviços de Saúde Mental
7.
Mundo saúde (Impr.) ; 39(4): [476-483], s.d. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-972959

RESUMO

O hospital psiquiátrico, apesar de não ser mais o centro da atenção em saúde mental, ainda é um recurso bastante utilizadonos casos de transtornos mentais mais graves, como a esquizofrenia. Com isso, esse trabalho objetivou conhecer apercepção dos próprios pacientes com esquizofrenia sobre a internação integral em uma dessas instituições. Trata-se deestudo exploratório descritivo, de abordagem qualitativa, cujos dados foram coletados em um hospital psiquiátrico pormeio de entrevista semiestruturada. Participaram desta pesquisa oito pessoas com idade entre 24 e 52 anos, alguns comoutros diagnósticos associados ao da esquizofrenia, sendo que todos já haviam sido internados anteriormente. Conclui-seque, enquanto uma porta de entrada nos momentos de crise psicótica, o hospital psiquiátrico tende a ser percebido pelossujeitos entrevistados como um local para restabelecimento da saúde e um meio de acesso a alimentação, aos medicamentosnecessários e às atividades de higiene.


The psychiatric hospital although is no longer the center of mental health attention, even so is a commonly used resourcein cases of serious illnesses such as schizophrenia. Thus, this study aims to understand the perception of the person withschizophrenia on the full admission in one of these institutions. It is a descriptive exploratory study, of qualitative approach,whose data were collected in a psychiatric hospital through a semi-structured interview. Eight people, between the ages of24 and 52, were interviewed; some with other diagnostics related to schizophrenia and all of them had been previouslyhospitalized. The findings imply that the psychiatric hospital, a gateway to health assistance in a psychotic crisis, is perceivedas a place to restore health and means to access food, necessary medicines and hygiene facilities.


Assuntos
Masculino , Feminino , Humanos , Esquizofrenia , Hospitalização , Saúde Mental , Percepção , Esquizofrenia Paranoide , Hospitais Psiquiátricos , Serviços de Saúde Mental
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA