Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 6 de 6
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
Cad. Bras. Ter. Ocup ; 29: e2048, 2021.
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS, Index Psicologia - Periódicos | ID: biblio-1285764

RESUMO

Resumo O objetivo deste ensaio foi trazer ao debate a concepção gramsciana de Estado e sociedade civil na tentativa de elencar elementos teóricos para discutir a terapia ocupacional no processo de institucionalização das demandas sociais no contexto de uma sociedade capitalista. Para tanto, recorreu-se a textos de autores que têm se dedicado ao estudo da obra de Gramsci, os quais possibilitaram uma análise crítica e a percepção da peculiaridade da concepção de Estado neste autor, pela incorporação da sociedade civil, e as determinações gerais da sua teoria. Nesse contexto, foi possível fazer apontamentos sobre a dimensão social da terapia ocupacional, como profissão que surge na e para a sociedade capitalista, com a função social de responder às demandas sociais de pessoas e grupos que encontram limitações para participar da vida em sociedade, muitas delas decorrentes das contradições próprias dessa sociedade. Reforça-se a necessidade do compromisso ético-político da profissão com os interesses coletivos das classes subalternas, principais demandantes do trabalho profissional.


Abstract The objective of this essay was to debate the Gramscian conception of the state and civil society, in an attempt to raise theoretical elements to discuss occupational therapy in the process of institutionalizing social demands in the context of a capitalist society. For that, we resorted to texts by authors who have been dedicating to the study of Gramsci's work, which allowed a critical analysis and the perception of the peculiarity of the conception of State by this author, through the incorporation of civil society and the general determinations of his theory. In this context, it was possible to make notes on the social dimension of occupational therapy, as a profession that emerges from and for the capitalist society, with the social function of responding to the social demands from people and groups that find limitations in participating in life in society, many of them arising from the contradictions inherent from this society. We reinforce the need for ethical and political commitment of occupational therapy professionals to the collective interests of the subordinate classes, which is the main demand of professional work.

2.
Cad. Bras. Ter. Ocup ; 29: e2072, 2021. tab
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS, Index Psicologia - Periódicos | ID: biblio-1249407

RESUMO

Resumo Terapeutas ocupacionais têm contribuído e ambicionam dar continuidade à criação de soluções para problemáticas no âmbito do setor da Educação. Assim, o objetivo da pesquisa da qual decorre este artigo foi conhecer e analisar as proposições que terapeutas ocupacionais, no Brasil, vêm fazendo para e na Escola. Para tanto, lançou-se mão de uma revisão de mapeamento na biblioteca SciELO e nos periódicos Cadernos Brasileiros de Terapia Ocupacional e Revista de Terapia Ocupacional da Universidade de São Paulo, em período aberto até o fim de 2018. Com esse levantamento e sua sistematização, foram reunidos 36 textos que articulavam "terapia ocupacional e escola/educação". Paralelamente, durante 2017, foram realizadas seis entrevistas com pesquisadoras brasileiras que atuavam na interface terapia ocupacional e educação. O conjunto de dados reunidos e sua análise levaram à elaboração de quatro eixos temáticos que configuraram e delimitaram a argumentação utilizada para sustentar e problematizar proposições terapêutico-ocupacionais em diálogo com o setor da Educação, especificamente nas escolas. Ficou evidente uma prevalência de práticas voltadas às crianças com deficiência, em uma perspectiva individualizada e relacionada à produção da/na saúde. Paripassu, há o crescimento de proposições voltadas a crianças em geral na educação infantil e a jovens em situação de vulnerabilidade social. Pontua-se que o estofo para designar a educação como um campo particular de intervenção do terapeuta ocupacional, com um recorte metodológico próprio, um saber técnico e populações específicas, ainda está em construção e em disputa no interior da própria terapia ocupacional.


Abstract Occupational therapists have contributed and aim to continue creating solutions to problems within the scope of the Education sector. Thus, the objective of this research was to know and analyze the propositions of occupational therapists in Brazil who have been doing for and in School. To this end, a mapping review was carried out in the SciELO library and in the following Brazilian journals: Cadernos Brasileiros de Terapia Ocupacional and Revista de Terapia Ocupacional da Universidade de São Paulo, in an open period until the end of 2018. With this survey and its systematization, 36 texts were collected that articulated "occupational therapy and school/education". At the same time, during 2017, six interviews were conducted with Brazilian researchers who worked on the interface of occupational therapy and education. The collected data set and its analysis led to the elaboration of four thematic axes that configured and delimited the arguments used to support and problematize therapeutic-occupational propositions in dialogue with the Education sector, specifically in schools. It was evident a prevalence of practices aimed at children with disabilities under an individualized perspective approach and associated with the production of/in health has been evidenced. Simultaneously, there has been an increase in the number of proposition solutions aimed at early childhood education and socially vulnerable youth; notably, those included found in popular and poverty impoverished contexts, outlined in the individual/collective transition. It should be emphasized that the energy to designate education as a particular field of intervention for occupational therapists, with its methodological approach, technical knowledge, and specific populations, is still under construction in development and in dispute within occupational therapy itself.

3.
Cad. Bras. Ter. Ocup ; 28(3): 1103-1115, jul.-set. 2020. tab
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS, Index Psicologia - Periódicos | ID: biblio-1132820

RESUMO

Resumo A pandemia de Covid-19 tem provocado a adoção de medidas que ocasionam mudança na rotina e na organização do trabalho das universidades. Os ambientes virtuais vêm se apresentando como vetores para os cursos de graduação durante o enfrentamento da pandemia, sendo necessário produzir reflexões para este novo contexto. A Rede Nacional de Ensino e Pesquisa em Terapia Ocupacional - RENETO, Brasil, atenta às questões implicadas com a formação e produção de conhecimento da área, vem buscando, junto aos pares, maneiras de realizar uma leitura complexa da realidade e, com base nesta, criar e implementar estratégias que deem conta de atender as demandas impostas, respeitando as regionalidades e naturezas institucionais em que os cursos de graduação estão inseridos. Assim, com base em um levantamento realizado junto às coordenações de cursos de graduação em terapia ocupacional, a fim de compreender como os cursos de graduação têm aderido ou não à oferta de ensino por meio de plataformas digitais, o presente trabalho reflete acerca das tomadas de decisões pedagógicas, éticas e políticas no âmbito das diversas atividades acadêmicas, não apenas no contexto do enfrentamento da pandemia, como também nas projeções da nova realidade imposta por esta problemática.


Abstract The Covid-19 pandemic has led to the adoption of measures that bring about changes in the routine and organization of work in universities. The virtual environments have been considered vectors for undergraduate courses during the pandemic, and it is necessary to reflect on this new context. The Rede Nacional de Ensino e Pesquisa em Terapia Ocupacional - RENETO (National Network of Education and Research in Occupational Therapy), Brazil, attentive to the issues involved in the formation and production of knowledge in the field, has been searching with peers for ways to carry out a complex reading of reality and, from this, create and implement strategies to be able to deal with the demands imposed, respecting the regionalities and institutional nature in which the undergraduate courses are running on. Thus, based on a survey carried out with the coordinators of Occupational Therapy courses, which aimed to understand how the undergraduate courses have adhered or not to teaching through digital platforms, this paper reflects on decision making about pedagogical, ethical, and political dimensions in the scope of academic activities not only in the context of the pandemic, but also considering the projections of the new reality imposed by the pandemic.

4.
Preprint em Português | SciELO Preprints | ID: pps-790

RESUMO

The COVID-19 pandemic has conduced to the adoption of measures that bring about changes in the routine and organization of work in universities. The virtual environments have been considered as vectors for undergraduate courses during pandemic addressing, and it's necessary to produce reflection for this new context. The Rede Nacional de Ensino e Pesquisa em Terapia Ocupacional ­ RENETO (Brazilian Occupational Therapy Education and Research Association), Brazil, attentive to the issues involved in the formation and production of knowledge in the field, has been searching with peers for ways to carry out a complex reading of reality and, from this, create and implement strategies to be able to deal with the demands imposed, respecting the regionalities in which the undergraduate courses are running on. Thus, based on a survey carried out with the coordinators of Occupational Therapy courses, which aimed to understand how the undergraduate courses have adhered or not to teaching through digital platforms, this paper intends to reflect on decision making about pedagogical, ethical and political dimensions in the scope of academic activities not only in the context of pandemic, but also considering the projections of the new reality imposed by the pandemic. However, there is still a somewhat disjointed scenario in the area and realities significantly different, between public and private institutions.


A pandemia de COVID-19 tem provocado a adoção de medidas que ocasionam a mudança na rotina e na organização do trabalho das universidades. Os ambientes virtuais vêm se apresentando como vetores para os cursos de graduação durante o enfrentamento da pandemia, sendo necessário produzir reflexões para este novo contexto. A Rede Nacional de Ensino e Pesquisa em Terapia Ocupacional ­ RENETO, Brasil, atenta as questões implicadas com a formação e produção de conhecimento da área, vem buscando junto aos pares maneiras de realizar uma leitura complexa da realidade e, a partir desta, criar e implementar estratégias que deem conta de atender as demandas impostas, respeitando as regionalidades em que os cursos de graduação estão inseridos. Assim, a partir de um levantamento realizado junto às coordenações de cursos de graduação em Terapia Ocupacional, a fim de compreender como os cursos de graduação têm aderido ou não à oferta de ensino por meio de plataformas digitais, o presente trabalho pretende refletir acerca das tomadas de decisões pedagógicas, éticas e políticas no âmbito das diversas atividades acadêmicas, não apenas no contexto do enfrentamento da pandemia, como também nas projeções da nova realidade imposta por esta problemática. Contudo, observa-se ainda um cenário um tanto desarticulado na área, entre instituições significativamente diferentes, públicas e privadas.

5.
Cad. Bras. Ter. Ocup ; 25(3): [627-640], 20170925.
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-879515

RESUMO

Objetivo: Esta pesquisa tem como objetivo descrever as ações da terapia ocupacional com adolescentes em situação de vulnerabilidade social e analisar como a profissão vem contribuindo no campo social. Método: Trata-se de uma pesquisa bibliográfica de artigos indexados feita por meio de consultas à plataforma de dados da Biblioteca Virtual em Saúde, às Revistas de Terapia Ocupacional da Universidade de São Paulo e aos Cadernos de Terapia Ocupacional da Universidade Federal de São Carlos. Foram utilizados os seguintes descritores em saúde (DeCS): terapia ocupacional AND adolescentes AND vulnerabilidade social. Foram incluídos artigos originais, relatos de experiência e estudos de caso que contemplassem ações/intervenções da terapia ocupacional com adolescentes em situação de vulnerabilidade social no Brasil, entre 2005 e 2015. Resultados: Foram encontrados 48 artigos, dos quais 39 foram excluídos por não obedecerem aos critérios de inclusão da pesquisa e 9 foram lidos na íntegra e analisados. As estratégias prioritárias utilizadas pela terapia ocupacional foram as oficinas de atividades, dinâmicas e rodas de conversa. Essas estratégias têm oportunizado resultados importantes para essa população, como: o fortalecimento de vínculos, a convivência, a melhora na comunicação, o comportamento descontraído dos adolescentes, a apropriação dos direitos, o exercício da autonomia e a realização de projetos pessoais e coletivos. Conclusão: A literatura encontrada fornece suporte para inserção e implantação de ações da terapia ocupacional com adolescentes em situação de vulnerabilidade social.


Objective: This research aims to describe the actions of Occupational Therapy with adolescents in situations of social vulnerability and analyze how the professional contribution in the social field. Method: This is a bibliographical research of indexed articles made through consultations the data platform of the Virtual Health Library, the Occupational Therapy Magazines of the University of São Paulo and the Cadernos de Terapia Ocupacional of the Federal University of São Carlos. The following health descriptors (DeCS) were used: Occupational Therapy AND adolescents AND social vulnerability. We included original articles, experience reports and case studies on Occupational Therapy actions/interventions among adolescents in situations of social vulnerability in Brazil between 2005 and 2015. Results: A total of 48 articles were found, of which 39 were excluded because they did not meet the inclusion criteria of the research and 9 were read in full and analyzed. The strategies used by Occupational Therapy consisted of workshops of activities, dynamics and group discussion. These strategies have provided important results for this population, for example: strengthening of bonds, improved communication, relaxed behavior of adolescents, appropriation of rights, exercise of autonomy and realization of personal projects. Conclusion: The literature found provides support for insertion and implementation of Occupational Therapy actions with adolescents in situations of social vulnerability

6.
Cad. Ter. Ocup. UFSCar (Impr.) ; 24(4): [777-789], out.-dez. 2016.
Artigo em Inglês, Português | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-831834

RESUMO

Trata-se de apresentar e discutir os resultados de uma pesquisa que tomou como objeto a produção bibliográfica publicada, entre 1990 e 2014, nos Cadernos de Terapia Ocupacional da UFSCar e na Revista de Terapia Ocupacional da USP. Os objetivos foram caracterizar a produção em relação a ano de publicação, autores, instituições dos autores, área e subárea, categoria do texto e presença do termo "terapia ocupacional" ou correlato no título, no resumo ou nas palavras-chave e, com isso, criar um banco de dados virtual para sistematizar essa produção, que compõe parte considerável das publicações de terapeutas ocupacionais brasileiros. Com a reunião e organização de dados referentes a todos os volumes dos periódicos no período, foram incluídos neste estudo 881 textos e pode-se afirmar que esse número vem aumentando de modo importante, especialmente a partir de 2006. Mais de 60% dos textos são da área de terapia ocupacional e duas de suas subáreas se apresentaram com maior destaque: "saúde mental" e "fundamentos". Foram arroladas 254 instituições de vínculo dos autores, sendo que as de Ensino Superior têm maior presença, notadamente as públicas. Foram identificados 1.404 diferentes autores, 85,8% mulheres, e a absoluta maioria é de terapeutas ocupacionais. Em ambos os periódicos mais de 80% dos autores publicaram apenas um texto e poucos (entre 5,3% e 3,2%) publicaram cinco ou mais trabalhos. Tais dados são preocupantes com relação à institucionalização acadêmica da terapia ocupacional no Brasil, pois a existência de publicações é condição necessária, mas não suficiente, para o diálogo e construção acadêmicos.


We present and discuss the results of a survey that took as an object the papers published between 1990 and 2014, in the Cadernos de Terapia Ocupacional da UFSCar (Occupational Therapy UFSCar Journal) and in the Revista de Terapia Ocupacional da USP (Occupational Therapy Journal of USP). The objectives were to characterize the production according to the publication year, authors, institutions of the authors, area and subarea, text category and the presence of the term "occupational therapy" or correlate in the title, abstract or keywords. Through this it was created a virtual database to systematize this production, which constitutes a considerable part of the Brazilian occupational therapists publications. With the data gathering and organization regarding all the journals volumes in the period, there were included in the study 881 texts, and this number has increased importantly, especially since 2006. Over 60% of the texts are from the occupational therapy area, and two of its subareas were present with greater prominence: "mental health" and "fundamentals". There were enrolled 254 institutions of origin of the authors, in which the Higher Education highlights, notably the public universities. There were identified 1404 different authors, 85,8% were women, being the vast majority occupational therapists. In both journals, more than 80% of the authors published only one text, and few (between 5.3% and 3.2%) published five or more. Such data is worrying regarding the academic institutionalization of Brazilian occupational therapy, since the publications is a necessary condition, but not enough, for dialogue and academic construction.

SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...