Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 6 de 6
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
Rev. Ciênc. Plur ; 6(2): 156-169, 2020. tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-1100324

RESUMO

Introdução:Vivencia-se na atualidade uma pandemia causada pelo novo Coronavírus,o qual é transmitido por meio de gotículas de saliva, espirro e tosse, fazendo-se necessário mudanças na assistência ao paciente. Objetivo:Descrever a experiência com a construção de um Procedimento Operacional Padrão para assistência nutricional em pacientes acometidos pelo Coronavírus. Metodologia:Trata-se de um estudo descritivo, do tipo relato de experiência,vivenciado pela equipe de residentes multiprofissionais em nutrição do Hospital Universitário Onofre Lopes,da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Resultados:Baseado nas recomendações da Organização Mundial de Saúde e do Conselho Federal de Nutrição e, com a participação dos profissionais do serviço, foi construído o referido procedimento que descreve as boas práticas na triagem, avaliação e conduta nutricional. Conclusão:A implantação e implementação do POP oportunizou a interação de conhecimentos e novas condutas assistenciais, mesmo diante das limitações estruturais, de equipamentos de proteção individual e de medidas de contingenciamento implementadas no serviço (AU).


Introduction:We are currently experiencing a pandemic caused by the new Coronavirus, which is transmitted through droplets of saliva, sneezing and coughing, making changes in patient care necessary. Objective:To describe the experience with the construction of a Standard Operating Procedure for nutritional assistance in patients affected by the Coronavirus. Methodology:This is a descriptive study, an experience report, experienced by the team of multiprofessional residents in nutrition at the Hospital Universitário Onofre Lopes, at the Federal University of Rio Grande do Norte. Results:Based on the recommendations of the World Health Organization and the Federal Nutrition Council and, with the participation of service professionals, the referred procedure was developed, which describes good practices in screening, assessment and nutritional conduct. Conclusion: The implementation and implementation of SOP provided an opportunity for the interaction of knowledge and new care behaviors, even in the face of structural limitations, personal protective equipment and contingency measures implemented in the service (AU).


Introducción:Actualmenteestamos experimentando una pandemia causada por el nuevo Coronavirus, que se transmite a través de gotas de saliva, estornudos y tos, lo que hace que sea necesario realizar cambios en la atención del paciente. Objetivo:Describir la experiencia con la construcción de un Procedimiento Operativo Estándar para asistencia nutricional en pacientes afectados por el Coronavirus. Metodología:Este es un estudio descriptivo, un informe de experiencia, experimentado por el equipo de residentes multiprofesionales en nutrición del Hospital Universitário Onofre Lopes, de la Universidad Federal de Río Grande del Norte. Resultados:Basado en las recomendaciones de la Organización Mundial de la Salud y el Consejo Federal de Nutrición y, con la participación de profesionales de servicio, se desarrolló el procedimiento referido, que describe buenas prácticas en la detección, evaluación y conducta nutricional. Conclusión:La implementación e implementación de SOP brindó una oportunidad para la interacción del conocimiento y los nuevos comportamientos de atención, incluso frente a limitaciones estructurales, equipos de protección individual y medidas de contingencia implementadas en el servicio (AU).


Assuntos
Protocolos Clínicos/normas , Infecções por Coronavirus/prevenção & controle , Assistência Integral à Saúde , Nutricionistas , Brasil , Aprendizagem Baseada em Problemas/métodos , Promoção da Saúde
3.
Rev. Nutr. (Online) ; 29(3): 367-375, mai.-jun. 2016. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-782903

RESUMO

RESUMO Objetivo Identificar a prevalência da utilização de suplemento alimentar em recém-nascidos e avaliar as características, os solicitantes e os motivos justificados para sua utilização em um "Hospital Amigo da Criança". Métodos Trata-se de estudo do tipo transversal, realizado com 113 díades mãe e filho de um hospital universitário com o título de "Amigo da Criança", no período de agosto de 2012 a fevereiro de 2013. A partir de um questionário estruturado, foram coletadas informações sociodemográficas, antecedentes obstétricos, condições de nascimento da criança, características do suplemento e prescritores. Foi realizada análise descritiva e inferencial (teste Qui-quadrado de Pearson), aceitando um nível de significância p?0,05, com intervalo de confiança de 95%. Resultados A prevalência de indicação de suplemento alimentar foi de 16,0%, com menor aderência para os nascidos nas primeiras horas do dia (p=0,006). O profissional de enfermagem foi o que mais solicitou o suplemento (54,0%), e no menor tempo (1 a 6 horas) após o nascimento da criança (p=0,05). Quanto aos motivos de indicação, apenas 6,2% atenderam às recomendações da Iniciativa Hospital Amigo da Criança, destacando-se a hipogalactia como principal motivo (71,7%), com maior probabilidade de indicação para os recém-nascidos de parto cesáreo (p<0,02). Conclusão Apesar do título de "Hospital Amigo da Criança", foram identificadas inúmeras indicações de suplemento ali-mentar desnecessárias e precipitadas, o que pode dificultar o aleitamento materno e favorecer o desmame precoce, sugerindo a necessidade de uma avaliação mais criteriosa na indicação pela equipe assistencial.


ABSTRACT Objective To identify the prevalence of infant formula use and assess the characteristics, requesters, and reasons that justify its use in a Baby-Friendly Hospital. Methods This cross-sectional study included 113 mother/child dyads from a university hospital with the title "Baby-Friendly Hospital" from August 2012 to February 2013. A structured questionnaire collected sociodemographic data, obstetric history, newborn birth conditions, infant formula characteristics, and prescribers. Descriptive and inferential analyses (Pearson's Chi-square test) were conducted using a significance level of p?0.05 and a 95% confidence interval. Results The prevalence of infant formula prescription was of 16.0%, with smaller adherence in infants born in the first hours of the day (p=0.006). Nurses made the most requests (54.0%) and in the shortest period of time (1 to 6 hours) after delivery (p=0.05). Only 6.2% of the requests complied with the recommendations made by Baby-Friendly Hospitals, and the main reason for the request was hypogalactia (71.7%). Infant formula was more likely to be indicated to infants born by cesarean section (p<0.02). Conclusion Despite the title "Baby-Friendly Hospital", numerous unnecessary and hasty infant formula indications were identified, which may hinder breastfeeding and favor early weaning, suggesting that the care team needs to assess infant formula indication more thoroughly.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Recém-Nascido , Adulto , Aleitamento Materno , Recém-Nascido , Suplementos Nutricionais , Hospitais Universitários
4.
Cien Saude Colet ; 21(1): 243-52, 2016 Jan.
Artigo em Inglês, Português | MEDLINE | ID: mdl-26816181

RESUMO

The objective was to evaluate the childcare actions in the neonatal period from the strategies recommended by the Ministry of Health. Cross-sectional study carried out from the database of the national population-based survey entitled "Chamada Neonatal" (Neonatal Call--in English): assessment of attention to prenatal care and to children under one year in the North and Northeast, which happened in the nine priority municipalities for the Pact of reducing child mortality and Neonatal in Rio Grande do Norte, Brazil with 837 mother/child pairs. The variables were composed by issues/actions regarding the neonatal period, followed by a descriptive and inferential analysis. The whole database sample was used, composed of 57.6% in the capital and 42.4% in all the interiors. The frequency of hospital environment actions ranges from 35% to 96% and those carried out in primary care from 57% to 91.2%. Most are associated with the nature of public hospitals and the state capital, and the actions of care for continuity of care and better economic conditions (p <0.05). Not all actions met the totality of what is advocated in the programs and childcare policies, and reveals regional inequalities in healthcare.


Assuntos
Mortalidade Infantil , Cuidado Pré-Natal , Brasil/epidemiologia , Estudos Transversais , Assistência à Saúde , Feminino , Disparidades em Assistência à Saúde , Humanos , Lactente , Gravidez
5.
Ciênc. saúde coletiva ; 21(1): 243-252, Jan. 2016. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-770655

RESUMO

Resumo O objetivo foi avaliar as ações de atenção à criança no período neonatal a partir das estratégias preconizadas pelo Ministério da Saúde. Estudo transversal realizado a partir do banco de dados da pesquisa nacional de base populacional intitulada “Chamada Neonatal: avaliação da atenção ao pré-natal e aos menores de um ano nas regiões Norte e Nordeste”, que aconteceu nos nove municípios prioritários para o Pacto de Redução da Mortalidade Infantil e Neonatal no Rio Grande do Norte, com 837 pares mãe/filho. As variáveis foram compostas pelas questões/ações referentes ao período neonatal, seguidas de uma análise descritiva e inferencial. Foi utilizada toda a amostra do banco de dados composta por 57,6% na capital e 42,4% no conjunto dos interiores. A frequência das ações de âmbito hospitalar variou de 35% a 96% e as realizadas na atenção básica de 57% a 91,2%. A maioria teve associação com os hospitais de natureza pública e com a capital do estado, e as ações de atenção à continuidade do cuidado com melhores condições econômicas (p < 0,05). Todas as ações não atenderam a totalidade do que é preconizado nos programas e políticas de atenção à criança, e revelam as iniquidades regionais em saúde.


Abstract The objective was to evaluate the childcare actions in the neonatal period from the strategies recommended by the Ministry of Health. Cross-sectional study carried out from the database of the national population-based survey entitled “Chamada Neonatal” (Neonatal Call - in English): assessment of attention to prenatal care and to children under one year in the North and Northeast, which happened in the nine priority municipalities for the Pact of reducing child mortality and Neonatal in Rio Grande do Norte, Brazil with 837 mother/child pairs. The variables were composed by issues/actions regarding the neonatal period, followed by a descriptive and inferential analysis. The whole database sample was used, composed of 57.6% in the capital and 42.4% in all the interiors. The frequency of hospital environment actions ranges from 35% to 96% and those carried out in primary care from 57% to 91.2%. Most are associated with the nature of public hospitals and the state capital, and the actions of care for continuity of care and better economic conditions (p <0.05). Not all actions met the totality of what is advocated in the programs and childcare policies, and reveals regional inequalities in healthcare.


Assuntos
Humanos , Feminino , Gravidez , Lactente , Mortalidade Infantil , Cuidado Pré-Natal , Brasil/epidemiologia , Estudos Transversais , Assistência à Saúde , Disparidades em Assistência à Saúde
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA