Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 1 de 1
Filtrar
Mais filtros










Base de dados
Intervalo de ano de publicação
1.
Artigo em Inglês | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-1288037

RESUMO

ABSTRACT Objective: To describe, for the first time in the pediatric population, the use of an effective technique to mobilize secretion in a patient whose disease imposes many care limitations. Case description: 2-year-old infant with Epidermolysis Bullosa, dependent on mechanical ventilation after cardiorespiratory arrest. Infant evolved with atelectasis in the right upper lobe with restriction to all manual secretion mobilization techniques due to the risk of worsening skin lesions. We opted for tracheal aspiration in a closed system combined with expiratory pause, a technique only described in adult patients so far. Comments: This case report is the first to use this technique in a pediatric patient. The use of expiratory pause combined with tracheal aspiration not only optimized the mobilization of secretion, but it was also a safe tool for reversing atelectasis. Our case report brings an important result because it increases the possibilities of managing pediatric patients admitted to intensive care units, especially in situations of absolute contraindication for chest maneuvers.


RESUMO Objetivo: Descrever pela primeira vez na população pediátrica a utilização de técnica eficaz para mobilização de secreção em paciente cuja patologia impõe muitas limitações no seu cuidado. Descrição do caso: Lactente de 2 anos e 4 meses com diagnóstico de epidermólise bolhosa dependente de ventilação mecânica pós-parada cardiorrespiratória evoluiu com atelectasia em lobo superior direito, com restrição a todas as técnicas manuais de mobilização de secreção em virtude do risco de agravamento das lesões de pele. Optou-se pela realização de aspiração traqueal em sistema fechado combinada à pausa expiratória, técnica até então só descrita em pacientes adultos. Comentários: O relato trata, portanto, do primeiro caso a utilizar essa técnica em paciente pediátrico. O uso da pausa expiratória combinada à aspiração traqueal não só otimizou a mobilização de secreção como também foi uma ferramenta segura para a reversão da atelectasia. O resultado revela-se importante, pois amplia as possibilidades do manejo de pacientes pediátricos internados nas unidades de terapia intensiva, principalmente em situações de contraindicação absoluta de manipulação torácica.

SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...