Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 34
Filtrar
Mais filtros










Tipo de estudo
Intervalo de ano de publicação
1.
Ciênc. saúde coletiva ; 14(5): 1891-1902, nov.-dez. 2009. tab, graf
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-529143

RESUMO

Este trabalho objetivou analisar a assistência prestada por um programa de promoção da saúde em infantes de pré-escola na cidade de Anápolis, Goiás, bem como as formas de participação dos seus envolvidos. Para tanto, foram levantados dados estatísticos de atendimentos, bem como a realização de entrevistas com os respectivos pais e/ou responsáveis por esses infantes (119 entrevistados), como também com os responsáveis pela sua execução (19 entrevistados). Pelos dados obtidos, pode-se concluir que a eficácia do programa, considerando-se as percepções acerca do mesmo, pelos entrevistados, sinaliza como satisfatória em seu aspecto global.


This work aimed to analyze the assistance given by a health promotion in pre-school infants program in the city of Anápolis, Goiás State, as well as the forms of participation of the ones involved. Thus, statistical attendance dates were collected, as well as the realization of interviews with the respective parents and/or responsible for the infants, and also the ones, showing a sample of 119 and 19 people, respectively. Analyzing the collected data, it can be concluded that the effectiveness of the program, considering the perceptions of the interviewed ones, is showed as satisfactory on its global aspect.


Assuntos
Pré-Escolar , Humanos , Educação em Saúde , Promoção da Saúde , Brasil
2.
Cien Saude Colet ; 14(5): 1891-902, 2009.
Artigo em Português | MEDLINE | ID: mdl-19851602

RESUMO

This work aimed to analyze the assistance given by a health promotion in pre-school infants program in the city of Anápolis, Goiás State, as well as the forms of participation of the ones involved. Thus, statistical attendance dates were collected, as well as the realization of interviews with the respective parents and/or responsible for the infants, and also the ones, showing a sample of 119 and 19 people, respectively. Analyzing the collected data, it can be concluded that the effectiveness of the program, considering the perceptions of the interviewed ones, is showed as satisfactory on its global aspect.


Assuntos
Educação em Saúde , Promoção da Saúde , Brasil , Pré-Escolar , Humanos
3.
São Paulo; s.n; 2008. 225 p. tab, ilus.
Tese em Português | Sec. Est. Saúde SP, SESSP-HMLMBACERVO, SESSP-HMLMBPROD, Sec. Est. Saúde SP | ID: ses-18803

RESUMO

Este trabalho objetivou analisar as ações de Promoção da Saúde correlacionadas com a Qualidade de Vida dos trabalhadores de dois hospitais da rede pública estadual da Cidade de São Paulo, realizado no período de 15 de janeiro a 30 de março de 2008. Tratou-se de estudo de caso, descritivo, do tipo corte transversal na linha da pesquisa qualitativa e quantitativa e contou com a participação de 233 trabalhadores. Os instrumentos utilizados foram: na etapa qualitativa, um questionário com perguntas abertas e, na quantitativa, o SF-36, na versão adaptada para o português, cuja confiabilidade foi avaliada pela consistência interna, através do alfa de Cronbach. Pelos dados pesquisados, pôde-se concluir: maioria era do sexo feminino (73%), faixa etária entre 30-50 anos (49,8%), predominância do ensino médio completo com (53,2%), casados (45,5%), regime de contratação estatutário (67,8%), tinha apenas um vínculo empregatício (75,5%), declarou jamais ter tirado licença (44,2%) e nem sofreu qualquer tipo de acidente de trabalho (88,4%).(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Acesso aos Serviços de Saúde , Saúde Pública , Qualidade de Vida
4.
São Paulo; s.n; 2008. 195 p. tab.
Tese em Português | CidSaúde - Cidades saudáveis | ID: cid-59370

RESUMO

Este trabalho objetivou analisar as ações de Promoção da Saúde correlacionadas com a Qualidade de Vida dos trabalhadores de dois hospitais da rede pública estadual da cidade de São Paulo, realizado no período de 15 de janeiro a 30 de março de 2008. Tratou-se de estudo de caso, descritivo, do tipo corte transversal na linha da pesquisa qualitativa e quantitativa e contou com a participação de 233 trabalhadores. Os instrumentos utilizados foram: na etapa qualitativa, um questionário com perguntas abertas e, na quantitativa, o SF-36, na versão adaptada para o português, cuja confiabilidade foi avaliada pela consistência interna, através do alfa de Cronbach. Pelos dados pesquisados, pôde-se concluir: maioria era do sexo feminino (73 por cento), faixa etária entre 30-50 anos (49,8 por cento), predominância do ensino médio completo com (53,2 por cento), casados (45,5 por cento), regime de contratação estatuário (67,8 por cento), tinha apenas um vinculo empregatício (75,5 por cento), declarou jamais ter tirado licença (44,2 por cento) e nem sofreu qualquer tipo de acidente de trabalho (88,4 por cento). No levantamento dos programas foram identificados o SEESMT, COMSAT, PPRA, PCMSO e outros, sem registros suficientes que permitissem análise, evidenciando a pouca eficiência dos programas ou ações específicas que promovam a Qualidade de Vida do trabalhador. Quanto ao entendimento da Promoção da Saúde nestes programas, apesar dos esforços evidentes das Instituições pesquisadas em ampliar a atenção à Saúde do Trabalhador, constataram-se fragilidade na forma de divulgação e pouca ou nenhuma clareza dos entrevistados sobre o conceito de Promoção da Saúde, programas focados na doença atendendo à demanda e com inespressiva forma de planejamento, monitoramento ou avaliação, sugerindo urgentes mudanças neste sentido.(AU)


Assuntos
Promoção da Saúde , Saúde do Trabalhador , Qualidade de Vida , Hospitais/22060 , Estudos Transversais
5.
São Paulo; s.n; 2008. 225 p. tab, ilus.
Tese em Português | Sec. Est. Saúde SP, SESSP-HMLMBACERVO, SESSP-HMLMBPROD, Sec. Est. Saúde SP | ID: biblio-1074530

RESUMO

Este trabalho objetivou analisar as ações de Promoção da Saúde correlacionadas com a Qualidade de Vida dos trabalhadores de dois hospitais da rede pública estadual da Cidade de São Paulo, realizado no período de 15 de janeiro a 30 de março de 2008. Tratou-se de estudo de caso, descritivo, do tipo corte transversal na linha da pesquisa qualitativa e quantitativa e contou com a participação de 233 trabalhadores. Os instrumentos utilizados foram: na etapa qualitativa, um questionário com perguntas abertas e, na quantitativa, o SF-36, na versão adaptada para o português, cuja confiabilidade foi avaliada pela consistência interna, através do alfa de Cronbach. Pelos dados pesquisados, pôde-se concluir: maioria era do sexo feminino (73%), faixa etária entre 30-50 anos (49,8%), predominância do ensino médio completo com (53,2%), casados (45,5%), regime de contratação estatutário (67,8%), tinha apenas um vínculo empregatício (75,5%), declarou jamais ter tirado licença (44,2%) e nem sofreu qualquer tipo de acidente de trabalho (88,4%).


Assuntos
Masculino , Feminino , Humanos , Acesso aos Serviços de Saúde , Qualidade de Vida , Saúde Pública
6.
Saúde Soc ; 14(1): 68-77, jan. 2005.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-413839

RESUMO

Após a promulgação da Constituição Federal de 1988, os conselhos das áreas sociais se evidenciaram como instrumentos habilitadores no processo de descentralização das políticas sociais no âmbito local, abrindo possibilidades de participação política e superando as modalidades tradicionais vigentes até então. O objetivo deste trabalho foi de identificar a composição dos Conselhos Setoriais do Município de Bertioga/SP, sua forma de atuação e analisar a participação da sociedade civil, utilizando-se a metodologia de estudo de caso na linha qualitativa. Os resultados mostraram que, embora o tempo transcorrido a partir das leis que institucionalizaram seja curto para esperar resultados sedimentados, as conquistas e os obstáculos, na prática, sinalizam uma fragilidade, indicando a necessidade de capacitar seus membros e criar mecanismos para integrá-los, a partir da ação coletiva, para exercer influência sobre o sistema político.


Assuntos
Conselheiros/organização & administração , Participação da Comunidade , Controle Social Formal
7.
Saúde Soc ; 14(1): 68-77, Jan, 2005.
Artigo em Português | CidSaúde - Cidades saudáveis | ID: cid-50698

RESUMO

Após a promulgação da Constituição Federal de 1988, os conselhos das áreas sociais se evidenciaram como instrumentos habilitadores no processo de descentralização das políticas sociais no âmbito local, abrindo possibilidades de participação política e superando as modalidades tradicionais vigentes até então. O objetivo deste trabalho foi de identificar a composição dos Conselhos Setoriais do Município de Bertioga/SP, sua forma de atuação e analisar a participação da sociedade civil, utilizando-se a metodologia de estudo de caso na linha qualitativa. Os resultados mostraram que, embora o tempo transcorrido a partir das leis que institucionalizaram seja curto para esperar resultados sedimentados, as conquistas e os obstáculos, na prática, sinalizam uma fragilidade, indicando a necessidade de capacitar seus membros e criar mecanismos para integrá-los, a partir da ação coletiva, para exercer influência sobre o sistema político.(AU)


Assuntos
Controle Social Formal , Participação da Comunidade , Curadores/organização & administração
9.
São Paulo; s.n; 2004. [220] p. tab, graf.
Tese em Português | LILACS | ID: lil-383341

RESUMO

O objetivo deste trabalho foi analisar a organização, o funcionamento e a atuação dos Conselhos Setoriais, legalmente constituídos no Município de Bertioga, a partir de identificação composição, organização, sucessos, dificuldades e potencialidades para o trabalho intersetorial. As técnicas de coleta de dados utilizadas foram a análise documental da legislação que rege a criação e o funcionamento dos Conselhos e os dados de entrevistas semi-estruturadas com seus integrantes. Conclusão: os resultados mostraram que embora o tempo transcorrido a partir da promulgação das leis que institucionalizaram os Conselhos Gestores seja pouco para se esperar resultados sedimentados, as conquistas e os obstáculos encontrados na prática sinalizam para uma certa fragilidade dos Conselhos. O número de pessoas, quadros e entidades disponíveis para participar nos Conselhos é insuficiente, o que implica na participação de um mesmo representante em diferentes Conselhos. Isto vem tornando a representação menos qualificada em várias instâncias de deliberação. No que se refere às mudanças necessárias no sistema administrativo para ampliar o impacto dos Conselhos, muitos desafios permanecem. Um deles tem a ver com a fragmentação. A fragilidade detectada indica a necessidade de integração dos Conselhos para que eles se fortaleçam exercendo influência sobre o sistema político e as burocracias públicas. Por outro lado, o fato de num município existirem diversos Conselhos Setoriais tem prejudicado a articulação das políticas locais, criado dificuldade na participação. Tem-se dessa forma, um desafio urgente de buscar mecanismos de integração dos Conselhos, visando minimizar os efeitos perversos da fragmentação


Assuntos
Conselhos de Saúde , Política de Saúde , Participação da Comunidade , Política Pública , Colaboração Intersetorial , Política , Sistema Único de Saúde
10.
São Paulo; s.n; 2004. [220] p. tab, graf.
Tese em Português | CidSaúde - Cidades saudáveis | ID: cid-48606

RESUMO

O objetivo deste trabalho foi analisar a organização, o funcionamento e a atuação dos Conselhos Setoriais, legalmente constituídos no Município de Bertioga, a partir de identificação composição, organização, sucessos, dificuldades e potencialidades para o trabalho intersetorial. As técnicas de coleta de dados utilizadas foram a análise documental da legislação que rege a criação e o funcionamento dos Conselhos e os dados de entrevistas semi-estruturadas com seus integrantes. Conclusão: os resultados mostraram que embora o tempo transcorrido a partir da promulgação das leis que institucionalizaram os Conselhos Gestores seja pouco para se esperar resultados sedimentados, as conquistas e os obstáculos encontrados na prática sinalizam para uma certa fragilidade dos Conselhos. O número de pessoas, quadros e entidades disponíveis para participar nos Conselhos é insuficiente, o que implica na participação de um mesmo representante em diferentes Conselhos. Isto vem tornando a representação menos qualificada em várias instâncias de deliberação. No que se refere às mudanças necessárias no sistema administrativo para ampliar o impacto dos Conselhos, muitos desafios permanecem. Um deles tem a ver com a fragmentação. A fragilidade detectada indica a necessidade de integração dos Conselhos para que eles se fortaleçam exercendo influência sobre o sistema político e as burocracias públicas. Por outro lado, o fato de num município existirem diversos Conselhos Setoriais tem prejudicado a articulação das políticas locais, criado dificuldade na participação. Tem-se dessa forma, um desafio urgente de buscar mecanismos de integração dos Conselhos, visando minimizar os efeitos perversos da fragmentação (AU)


Assuntos
Conselhos de Saúde , Participação da Comunidade , Política Pública , Política de Saúde , Sistema Único de Saúde , 16763 , Colaboração Intersetorial
14.
19.
São Paulo; Jotacê; 2001. 160 p.
Monografia em Português | Coleciona SUS | ID: biblio-926734
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA