Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 18 de 18
Filtrar
1.
Rev Bras Enferm ; 73(4): e20180941, 2020.
Artigo em Inglês, Português | MEDLINE | ID: mdl-32578731

RESUMO

OBJECTIVES: to assess Primary Health Care physicians and nurses' knowledge about initial care for burn patients. METHODS: a descriptive cross-sectional survey of 71 professionals between February 19 and March 30, 2018. A validated questionnaire was used to assess knowledge through the correct answers obtained in the tool; Mann-Whitney test to compare professionals' level of knowledge; and logistic regression to investigate the association with other variables. RESULTS: there was an overall wrong answer rate of 40.27% in a tool applied to the subject in relation to physicians and 45.59% of nurses, with no statistically significant difference among them (p=0.27). There was a positive association between level of knowledge and length of practice in Primary Health Care (p=0.043). 29.19% of physicians and 14.89% of nurses knew the Ministry of Health's flowchart for initial care for burn victims. CONCLUSIONS: professionals had a low level of knowledge associated with their time in Primary Health Care.


Assuntos
Queimaduras/terapia , Competência Clínica/normas , Pessoal de Saúde/normas , Atenção Primária à Saúde/normas , Adulto , Queimaduras/fisiopatologia , Competência Clínica/estatística & dados numéricos , Estudos Transversais , Feminino , Conhecimentos, Atitudes e Prática em Saúde , Pessoal de Saúde/estatística & dados numéricos , Humanos , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Atenção Primária à Saúde/métodos , Atenção Primária à Saúde/estatística & dados numéricos , Inquéritos e Questionários
2.
Rev Bras Enferm ; 73 Suppl 1: e20190104, 2020.
Artigo em Inglês, Português | MEDLINE | ID: mdl-32490950

RESUMO

OBJECTIVE: to describe and analyze the role of expert nurses in mental health in the Family Health Strategy. METHOD: a qualitative study, with 20 Basic Health Units nurses of Teresina, Piauí. The information was collected through semi-structured interviews from March to May 2017 and analyzed using the content analysis method. RESULTS: it was found that the conceptions of the mental health disease process were based on the biological model, there was little communication between mental health and basic network, nurses did not feel qualified to work mental health and there were few mental health actions in Primary Care. Final considerations: it becomes urgent to implement public policies that articulate mental health and Primary Care, raising awareness and continuing education for nurses.


Assuntos
Serviços Comunitários de Saúde Mental/normas , Papel do Profissional de Enfermagem/psicologia , Enfermeiras e Enfermeiros/psicologia , Atenção Primária à Saúde/métodos , Reabilitação Psiquiátrica/métodos , Atitude do Pessoal de Saúde , Brasil , Serviços Comunitários de Saúde Mental/tendências , Humanos , Entrevistas como Assunto/métodos , Atenção Primária à Saúde/tendências , Reabilitação Psiquiátrica/normas , Pesquisa Qualitativa
3.
Cogit. Enferm. (Online) ; 25: e62829, 2020. tab, graf
Artigo em Inglês, Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1124601

RESUMO

RESUMO Objetivo: validar o conteúdo e a aparência de um programa eletrônico para seguimento clínico do recém-nascido com sífilis congênita. Método: estudo metodológico, de validação de aparência e conteúdo. Os dados foram coletados de junho a agosto de 2018 com instrumentos de avaliação para validação por sete especialistas médicos docentes de uma Instituição de Ensino Superior, com experiência em pediatria e/ou infectologia, com tempo de formação superior a 16 anos. Na análise dos dados, utilizou-se o Índice de Validade de Conteúdo com valor estabelecido de 0,78. Resultados: quanto à estrutura e apresentação, objetivos e relevância, todos os itens foram considerados validados pelos especialistas. O Índice de Validade de Conteúdo global foi 0,97. Conclusão: o programa eletrônico foi validado quanto ao conteúdo e aparência, tendo como contribuição, aos enfermeiros e médicos da Atenção Básica, a produção de uma ferramenta de fácil utilização para o efetivo seguimento clínico ao recém-nascido com sífilis congênita.


RESUMEN: Objetivo: validar el contenido y la apariencia de un programa electrónico para el seguimiento clínico del recién nacido con sífilis congénita. Método: Estudio metodológico, validación de apariencia y contenido. Los datos fueron recopilados de junio a agosto de 2018 con instrumentos de evaluación para su validación por parte de siete especialistas médicos del cuerpo docente de una institución de enseñanza superior, con experiencia en pediatría y/o infectología, con un período de formación de más de 16 años. Los datos se analizaron utilizando el Índice de Validez de Contenido con un valor establecido de 0,78. Resultados: en lo que respecta a la estructura y presentación, los objetivos y la relevancia, todos los ítems fueron considerados validados por parte de los especialistas. El Índice de Validez de Contenido global fue de 0,97. Conclusión: el programa electrónico fue validado en cuanto a su contenido y apariencia, en el cual contribuyeron enfermeros y médicos del área de Atención Básica y la producción de una herramienta de fácil utilización para un efectivo seguimiento clínico del recién nacido con sífilis congénita.


ABSTRACT Objective: To validate the content and appearance of an electronic tool for the monitoring of newborns with congenital syphilis. Method: Methodological study of validation of content and appearance. Data were collected from June to August 2018 with the use of assessment instruments for validation by seven medical specialists who teach at a higher education institution, with experience in pediatrics and/or infectious diseases, and who have completed their undergraduate courses more than 16 years ago. Content Validity Index with an established value of 0.78 was used. Results: Regarding structure and presentation, objectives and relevance, all items were considered validated by the experts. The global Content Validity Index was 0.97. Conclusion: The electronic tool was validated for content and appearance, and its contribution to nurses and doctors in primary care was the production of an easy-to-use tool for effective clinical monitoring of infants with congenital syphilis.


Assuntos
Recém-Nascido , Sífilis Congênita , Recém-Nascido , Estudo de Validação , Registros Eletrônicos de Saúde , Métodos
4.
Cogit. Enferm. (Online) ; 25: e62729, 2020. tab, graf
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1124594

RESUMO

RESUMO Objetivo: validar o conteúdo e a aparência de um álbum seriado para enfermeiros da atenção básica sobre violência doméstica contra a mulher. Método: estudo metodológico, de validação de aparência e conteúdo, desenvolvido em Teresina, Piauí, Brasil, no ano de 2018. Coletou-se os dados pelo envio dos instrumentos de avaliação via e-mail para especialistas selecionados na Plataforma Lattes. Na análise utilizou-se o Índice de Validade de Conteúdo com valor estabelecido de 0,78. Resultados: participaram 15 especialistas, com experiência em tecnologias educativas e/ou violência contra mulher, a maioria com doutorado e graduado em enfermagem. Quanto à estrutura e apresentação, objetivos e relevância, todos os itens foram considerados validados pelos especialistas. O Índice de Validade de Conteúdo global da tecnologia educativa foi 0,93. Conclusão: o álbum seriado foi validado quanto ao conteúdo e aparência, sugerindo que esta tecnologia educativa possibilita ações de educação em saúde realizadas por enfermeiros da Atenção Básica.


RESUMEN: Objetivo: validar el contenido y la apariencia de un álbum seriado para los enfermeros de atención primaria sobre violencia doméstica contra la mujer. Método: estudio metodológico, para validación de apariencia y contenido, desarrollado en Teresina, Piauí, Brasil, en el año 2018. La recolección de datos se realizó a través del envío de los instrumentos de evaluación a los especialistas seleccionados en la Plataforma Lattes, por vía de correo electrónico. El valor del índice de validez de contenido establecido para el análisis fue de 0,78. Resultados: participaron 15 especialistas, con experiencia en tecnologías educativas y / o violencia contra las mujeres, la mayoría, con doctorados o graduados en enfermería o En cuanto a los ítems estructura, presentación, objetivos y relevancia, todos se consideraron validados por los expertos. El índice de validez de contenido global para la tecnología educativa fue de 0,93. Conclusión: el álbum seriado fue validado en términos de contenido y apariencia, lo que sugiere que esta tecnología educativa permite acciones de educación en salud realizadas por enfermeros de atención primaria.


ABSTRACT Objective: to validate the content and appearance of a serial album on domestic violence against women for primary care nurses. Method: a methodological study, of appearance and content validation, developed in Teresina, Piauí, Brazil, in 2018. The data were collected by sending the evaluation instruments via e-mail to selected specialists on the Lattes Platform. In the analysis, the Content Validity Index was used with an established value of 0.78. Results: 15 specialists participated, with experience in educational technologies and/or violence against women, most of them have doctorates and nursing degrees. Regarding structure and presentation, objectives and relevance, all items were considered validated by experts. The global Content Validity Index of the educational technology was 0.93. Conclusion: The serial album has been validated for content and appearance, suggesting that this educational technology enables health education actions performed by nurses of Basic Care.

5.
Rev. bras. enferm ; 73(4): e20180941, 2020. tab
Artigo em Inglês | LILACS-Express | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1101540

RESUMO

ABSTRACT Objectives: to assess Primary Health Care physicians and nurses' knowledge about initial care for burn patients. Methods: a descriptive cross-sectional survey of 71 professionals between February 19 and March 30, 2018. A validated questionnaire was used to assess knowledge through the correct answers obtained in the tool; Mann-Whitney test to compare professionals' level of knowledge; and logistic regression to investigate the association with other variables. Results: there was an overall wrong answer rate of 40.27% in a tool applied to the subject in relation to physicians and 45.59% of nurses, with no statistically significant difference among them (p=0.27). There was a positive association between level of knowledge and length of practice in Primary Health Care (p=0.043). 29.19% of physicians and 14.89% of nurses knew the Ministry of Health's flowchart for initial care for burn victims. Conclusions: professionals had a low level of knowledge associated with their time in Primary Health Care.


RESUMEN Objetivos: evaluar el conocimiento de médicos y enfermeros de la Atención Primaria de Salud sobre atención inicial al paciente quemado. Métodos: investigación descriptiva, transversal con 71 profesionales en el período entre 19 de febrero y 30 de marzo de 2018. Se utilizó un cuestionario validado para evaluar el conocimiento por medio de los aciertos obtenidos en el instrumento y la prueba de Mann-Whitney para comparar el nivel de conocimiento de los profesionales y regresión logística para investigar la asociación con las demás variables. Resultados: se observó índice general de errores en el instrumento aplicado sobre el tema del 40,27% en relación a los médicos y el 45,59% de los enfermeros, sin haber diferencia estadísticamente significativa entre ellos (p=0,27). Se verificó asociación positiva entre nivel de conocimiento y tiempo de actuación en la Atención Primaria de Salud (p=0,043). El 29,19% de los médicos y el 14,89% de los enfermeros conocían el diagrama de flujo para atención inicial al quemado del Ministerio de Salud. Conclusiones: Los profesionales presentaron bajo nivel de conocimiento y éste se mostró asociado al tiempo de actuación en la Atención Primaria de Salud.


RESUMO Objetivos: avaliar o conhecimento de médicos e enfermeiros da Atenção Primária à Saúde sobre atendimento inicial ao paciente queimado. Métodos: pesquisa descritiva, transversal com 71 profissionais, entre 19 de fevereiro e 30 de março de 2018. Utilizou-se questionário validado para avaliar o conhecimento por meio dos acertos obtidos no instrumento; teste de Mann-Whitney para comparar o nível de conhecimento dos profissionais; regressão logística para investigar a associação com as demais variáveis. Resultados: observou-se índice geral de erros no instrumento aplicado sobre o tema de 40,27% em relação aos médicos e 45,59% dos enfermeiros, sem haver diferença estatisticamente significante entre eles (p=0,27). Verificou-se associação positiva entre nível de conhecimento e tempo de atuação na Atenção Primária à Saúde (p=0,043). 29,19% dos médicos e 14,89% dos enfermeiros conheciam o fluxograma para atendimento inicial ao queimado do Ministério da Saúde. Conclusões: os profissionais apresentaram baixo nível de conhecimento associado ao tempo de atuação na Atenção Primária à Saúde.

6.
Acta Paul. Enferm. (Online) ; 33: eAPE20190025, 2020. tab, graf
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1100858

RESUMO

Resumo Objetivo Analisar associação entre aleitamento materno e excesso de peso em pré-escolares. Métodos Estudo transversal com 448 pré-escolares de 10 Centros Municipais de Educação Infantil do município de Teresina-PI. Realizou-se reunião com os pais, momento em que foi aplicado o questionário estruturado com questões relativas aos dados sociodemográficos e alimentação pregressa das crianças. Posteriormente, foram obtidas as medidas antropométricas das crianças (peso e altura). Foi considerado excesso de peso (sobrepeso + obesidade) quando o resultado do escore-z foi maior que ou igual a +2, e os menores que +2 foram classificados como sem excesso de peso. A análise da associação entre o aleitamento materno exclusivo até seis meses, aleitamento exclusivo até quatro meses e o aleitamento materno com o estado nutricional da criança foi feita utilizando-se o teste qui-quadrado de Pearson (c2), enquanto a razão de prevalência (RP) foi estimada para quantificar as associações entre o aleitamento materno e o estado nutricional controlado pelas variáveis sociodemográficas. Todas as estimativas e os intervalos de confiança de 95% foram calculados utilizando o modelo de regressão de Poisson com variância robusta. Resultados A prevalência do excesso de peso e a proporção das crianças que receberam o aleitamento materno exclusivo até os 6 meses de idade foi de 11,16% e 41,9%, respectivamente. O excesso de peso foi 2,5 vezes mais elevado entre as crianças não amamentadas (IC 95%: 1,09; 5,83); e, após o controle das variáveis sociodemográficas, verificou-se que as crianças maiores de 48 meses tiveram risco elevado para o excesso de peso (RP: 1,69; IC 95%: 1,01; 2,85) em relação aos menores de 48 meses de idade (p = 0,04). Conclusão O presente estudo demonstrou que as crianças que receberam aleitamento materno foram protegidas contra o excesso de peso.


Resumen Objetivo Analizar la elación entre la lactancia materna y el exceso de peso en niños preescolares. Métodos Estudio transversal con 448 niños preescolares de 10 Centros Municipales de Educación Infantil del municipio de Teresina, estado de Piauí. Se realizó una reunión con los padres, momento en que se aplicó el cuestionario estructurado con preguntas relativas a datos sociodemográficos y alimentación anterior de los niños. Posteriormente, se obtuvieron las medidas antropométricas de los niños (peso y estatura). Se consideró exceso de peso (sobrepeso + obesidad) cuando el resultado de la puntuación z fue mayor o igual a +2; y los menores a +2 se clasificaron como sin exceso de peso. El análisis de la relación entre lactancia materna exclusiva hasta los seis meses, lactancia exclusiva hasta los cuatro meses y lactancia materna con el estado nutricional del niño se realizó mediante la prueba c2 de Pearson . Para cuantificar las relaciones entre la lactancia materna y el estado nutricional controlado por las variables sociodemográficas se calculó la a razón de prevalencia (RP). Todas las estimaciones y los intervalos de confianza de 95% se calcularon utilizando el modelo de regresión de Poisson con varianza robusta. Resultados La prevalencia del exceso de peso y la proporción de los niños que recibieron lactancia materna exclusiva hasta los 6 meses de edad fue de 11,16% y 41,9%, respectivamente. El exceso de peso fue 2,5 veces más elevado en niños no amamantados (IC 95%: 1,09; 5,83). Luego del control de las variables sociodemográficas, se verificó que los niños mayores de 48 meses tuvieron un riesgo elevado de exceso de peso (RP: 1,69; IC 95%: 1,01; 2,85) con relación a los menores de 48 meses de edad (p = 0,04). Conclusión El presente estudio demostró que los niños que recibieron lactancia materna fueron protegidos contra el exceso de peso.


Abstract Objective To analyze association between breastfeeding and overweight in preschoolers. Methods A cross-sectional study with 448 preschoolers from 10 Municipal Centers of Early Childhood Education in the city of Teresina, state of Piauí. A meeting was held with the parents, at which time the structured questionnaire with questions related to sociodemographic data and past feeding of the children was applied. Subsequently, the anthropometric measurements of the children (weight and height). Overweight (overweight + obesity) was considered when the z-score result was greater than or equal to +2. Children younger than +2 were classified as not overweight. The association between exclusive breastfeeding up to six months, exclusive breastfeeding up to four months and breastfeeding with the child's nutritional status was analyzed using Pearson's chi-square test (c2), while the prevalence ratio (PR) was estimated to quantify the associations between breastfeeding and nutritional status controlled by sociodemographic variables. All estimates and 95% confidence intervals were calculated using the robust variance Poisson regression model. Results The prevalence of overweight and the proportion of children who received exclusive breastfeeding until 6 months of age were 11.16% and 41.9%, respectively. Overweight was 2.5 times higher among non-breastfed children (95% CI: 1.09; 5.83). After controlling for sociodemographic variables, it was found that children older than 48 months were at high risk for overweight (PR: 1.69; 95% CI: 1.01; 2.85) compared to children younger than 48 months. months old (p = 0.04). Conclusion The present study demonstrated that breastfed newborns were protected against overweight.

7.
J. pediatr. (Rio J.) ; 95(4): 466-474, July-Aug. 2019. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1040346

RESUMO

Abstract Objectives: To describe aspects of the microcephaly epidemic in the state of Piauí. Methods: All cases of congenital microcephaly confirmed in the state between 2015 and 2016 were included (n = 100). Investigation forms of the Regional Reference Center for Microcephaly were reviewed. Discarded cases (n = 63) were used as a comparison group. Results: In October, November, and December 2015 incidence rates reached 4.46, 6.33 and 3.86/1000 live births, respectively; 44 cases were reported in the state capital. Among the mothers of confirmed and discarded cases, the frequency of skin rash during pregnancy was 50/97 (51.5%) and 8/51 (15.7%), respectively (p < 0.001); 33 confirmed cases (35.9%) had a head circumference z-score between −2 and −3, 23 (25%) between −3 and −4, and 8 (8.7%) had a z-score of less than −4. Head computer tomography scans revealed calcifications in 78/95 (82.1%) cases. Lissencephaly, hydrocephalus and agenesis of the corpus callosum were also frequently observed. Ophthalmic findings included retinal pigment epithelium rarefaction and atrophy. Absence of otoacoustic emissions was observed in 21/70 cases. One newborn also presented lower limb muscle atrophy. There were no significant differences in vaccination rates for influenza, diphtheria-tetanus-acellular pertussis, and hepatitis B in either group. Conclusions: The state of Piauí, like others in the northeastern region, faced an epidemic of congenital microcephaly between 2015 and 2016, presumably related to congenital Zika virus infection, more intense in the capital. Current challenges include the improvement of vector control, basic research, scaling-up of diagnostic tools for pre-natal screening of Zika virus, vaccines, and health care for affected children.


Resumo Objetivos: Descrever os aspectos da epidemia de microcefalia no Estado do Piauí. Métodos: Foram incluídos todos os casos de microcefalia congênita confirmados no estado entre 2015-2016 (n = 100). Os formulários de investigação do Centro Regional de Referência em Microcefalia foram analisados. Os casos descartados (n = 63) foram usados como grupo de comparação. Resultados: Em outubro, novembro e dezembro de 2015, as taxas de incidência atingiram 4,46, 6,33 e 3,86/1.000 nascidos vivos, respectivamente; 44 casos foram relatados na capital do estado. Entre as mães de casos confirmados e descartados, a frequência de erupção cutânea durante a gravidez foi 50/97 (51,5%) e 8/51 (15,7%), respectivamente (p < 0,001); 33 casos confirmados (35,9%) apresentaram um escore z de perímetro cefálico entre -2 e -3, 23 (25%) entre -3 e -4 e 8 (8,7%) apresentaram escore z inferior a -4. As tomografias computadorizadas cerebrais revelaram calcificações em 78/95 (82,1%) dos casos. Lisencefalia, hidrocefalia e agenesia do corpo caloso também foram observadas com mais frequência. Os achados oftalmológicos incluíram rarefação e atrofia do epitélio pigmentar da retina. Foram observadas ausência de emissões otoacústicas em 21/70 casos. Um recém-nascido também apresentou atrofia muscular dos membros inferiores. Não houve diferenças significativas nas taxas de vacinação para gripe, vacina difteria tétano e coqueluche acelular e hepatite B em qualquer grupo. Conclusões: O Estado do Piauí, como outros na região Nordeste, enfrentou, entre 2015 e 2016, uma epidemia de microcefalia congênita, supostamente relacionada à infecção congênita pelo vírus Zika, mais intensa na capital. Os desafios atuais incluem melhora do controle de vetores, pesquisa básica, ampliação de ferramentas de diagnóstico para exame pré-natal do vírus Zika, vacinas e cuidados de saúde para crianças afetadas.


Assuntos
Humanos , Gravidez , Adolescente , Adulto , Adulto Jovem , Complicações Infecciosas na Gravidez/epidemiologia , Microcefalia/diagnóstico , Microcefalia/epidemiologia , Complicações Infecciosas na Gravidez/virologia , Brasil/epidemiologia , Características de Residência , Cefalometria , Incidência , Surtos de Doenças , Idade Gestacional , Análise Espaço-Temporal , Zika virus/isolamento & purificação , Microcefalia/virologia
8.
J Pediatr (Rio J) ; 95(4): 466-474, 2019.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-29963988

RESUMO

OBJECTIVES: To describe aspects of the microcephaly epidemic in the state of Piauí. METHODS: All cases of congenital microcephaly confirmed in the state between 2015 and 2016 were included (n=100). Investigation forms of the Regional Reference Center for Microcephaly were reviewed. Discarded cases (n=63) were used as a comparison group. RESULTS: In October, November, and December 2015 incidence rates reached 4.46, 6.33 and 3.86/1000 live births, respectively; 44 cases were reported in the state capital. Among the mothers of confirmed and discarded cases, the frequency of skin rash during pregnancy was 50/97 (51.5%) and 8/51 (15.7%), respectively (p<0.001); 33 confirmed cases (35.9%) had a head circumference z-score between -2 and -3, 23 (25%) between -3 and -4, and 8 (8.7%) had a z-score of less than -4. Head computer tomography scans revealed calcifications in 78/95 (82.1%) cases. Lissencephaly, hydrocephalus and agenesis of the corpus callosum were also frequently observed. Ophthalmic findings included retinal pigment epithelium rarefaction and atrophy. Absence of otoacoustic emissions was observed in 21/70 cases. One newborn also presented lower limb muscle atrophy. There were no significant differences in vaccination rates for influenza, diphtheria-tetanus-acellular pertussis, and hepatitis B in either group. CONCLUSIONS: The state of Piauí, like others in the northeastern region, faced an epidemic of congenital microcephaly between 2015 and 2016, presumably related to congenital Zika virus infection, more intense in the capital. Current challenges include the improvement of vector control, basic research, scaling-up of diagnostic tools for pre-natal screening of Zika virus, vaccines, and health care for affected children.


Assuntos
Microcefalia/diagnóstico , Microcefalia/epidemiologia , Complicações Infecciosas na Gravidez/epidemiologia , Adolescente , Adulto , Brasil/epidemiologia , Cefalometria , Surtos de Doenças , Feminino , Idade Gestacional , Humanos , Incidência , Microcefalia/virologia , Gravidez , Complicações Infecciosas na Gravidez/virologia , Características de Residência , Análise Espaço-Temporal , Adulto Jovem , Zika virus/isolamento & purificação
9.
Rev Bras Enferm ; 71(6): 2953-2960, 2018.
Artigo em Inglês, Português | MEDLINE | ID: mdl-30517398

RESUMO

OBJECTIVE: To analyze the knowledge of breastfeeding (BF) and supplementary feeding (SF) of professionals in the Primary Health Care. METHOD: Cross-sectional study, with 168 professionals, conducted between June and September 2016. The Kruskal Wallis test was used to compare means of percentage of knowledge about BF and SF, by professional category and contingency testing, for association between variables. RESULTS: From the total of professionals, 39.29% of them demonstrated good knowledge about BF and 2.38% about SF; 74.4% of respondents reported not knowing the program Brazilian Breastfeeding and Feeding Strategy (EAAB - Estratégia Amamenta e Alimenta Brasil). There was a positive association between professionals' level of knowledge about BF and education (p=0.04), occupation (p=0.05) and healthcare in BF (p=0.04). Regarding the level of knowledge about SF, there was association between education (p<0.01) and healthcare in SF (p=0.04). CONCLUSION: The professionals have greater knowledge about breastfeeding when compared to supplementary feeding.


Assuntos
Aleitamento Materno/métodos , Competência Clínica/normas , Pessoal de Saúde/normas , Fenômenos Fisiológicos da Nutrição do Lactente , Adulto , Brasil , Competência Clínica/estatística & dados numéricos , Estudos Transversais , Feminino , Pessoal de Saúde/estatística & dados numéricos , Humanos , Lactente , Recém-Nascido , Masculino , Pessoa de Meia-Idade
10.
Rev. bras. enferm ; 71(6): 2953-2960, Nov.-Dec. 2018. tab
Artigo em Inglês | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-977602

RESUMO

ABSTRACT Objective: To analyze the knowledge of breastfeeding (BF) and supplementary feeding (SF) of professionals in the Primary Health Care. Method: Cross-sectional study, with 168 professionals, conducted between June and September 2016. The Kruskal Wallis test was used to compare means of percentage of knowledge about BF and SF, by professional category and contingency testing, for association between variables. Results: From the total of professionals, 39.29% of them demonstrated good knowledge about BF and 2.38% about SF; 74.4% of respondents reported not knowing the program Brazilian Breastfeeding and Feeding Strategy (EAAB - Estratégia Amamenta e Alimenta Brasil). There was a positive association between professionals' level of knowledge about BF and education (p=0.04), occupation (p=0.05) and healthcare in BF (p=0.04). Regarding the level of knowledge about SF, there was association between education (p<0.01) and healthcare in SF (p=0.04). Conclusion: The professionals have greater knowledge about breastfeeding when compared to supplementary feeding.


RESUMEN Objetivo: analizar el conocimiento sobre la lactancia materna (LM) y la alimentación complementaria (AC) de los profesionales de la atención primaria. Método: estudio transversal, con 168 profesionales, realizado entre junio y septiembre de 2016. Se utilizó la prueba de Kruskal Wallis para la comparación entre los promedios del porcentaje del conocimiento sobre LM y AC, por categoría profesional, y la prueba de contingencia, para asociación entre las variables. Resultados: el 39,29% de los profesionales demostraron buen conocimiento sobre LM y el 2,38%, sobre AC; el 74,4% de los entrevistados revelaron que no conocían el programa Estratégia Amamenta y Alimenta. La asociación fue positiva entre el nivel de conocimiento de los profesionales en LM y escolaridad (p=0,04), profesión (p=0,05) y asistencia en LM (p=0,04). En cuanto al nivel de conocimiento en AC, hubo asociación con escolaridad (p<0,01) y asistencia en AC (p=0,04). Conclusión: Los profesionales tienen mayor conocimiento sobre la lactancia materna cuando se compara al conocimiento en alimentación complementaria.


RESUMO Objetivo: Analisar o conhecimento sobre aleitamento materno (AM) e alimentação complementar (AC) de profissionais da atenção primária. Método: Estudo transversal, com 168 profissionais, realizado entre junho e setembro de 2016. Utilizou-se o teste de Kruskal Wallis para comparação entre as médias do percentual do conhecimento sobre AM e AC, por categoria profissional, e o teste de contingência, para associação entre as variáveis. Resultados: 39,29% dos profissionais demonstraram bom conhecimento sobre AM e 2,38%, sobre AC; 74,4% dos entrevistados revelaram que não conheciam o programa Estratégia Amamenta e Alimenta. Houve associação positiva entre nível de conhecimento dos profissionais em AM e escolaridade (p = 0,04), profissão (p = 0,05) e assistência em AM (p = 0,04). Quanto ao nível de conhecimento em AC, houve associação com escolaridade (p < 0,01) e assistência em AC (p = 0,04). Conclusão: Os profissionais têm maior conhecimento sobre aleitamento materno quando comparado ao conhecimento em alimentação complementar.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Recém-Nascido , Lactente , Adulto , Aleitamento Materno/métodos , Competência Clínica/normas , Pessoal de Saúde/normas , Fenômenos Fisiológicos da Nutrição do Lactente , Brasil , Estudos Transversais , Competência Clínica/estatística & dados numéricos , Pessoal de Saúde/estatística & dados numéricos , Pessoa de Meia-Idade
11.
Divulg. saúde debate ; (54): 43-56, mar. 2016.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-996855

RESUMO

O manuscrito relata a experiência vivenciada por consultores de saúde da criança no apoio à formulação e implementação de uma Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Criança no âmbito de seis estados do Nordeste no período de 2012 a 2015. As vivências foram catalisadas a partir de um processo formativo com ênfase em um modo de fazer, centrado na construção e valorização dos múltiplos saberes envolvidos na produção de saúde, no fortalecimento de vínculos afetivos, constituição de cartografias nos territórios, de sentidos de grupalidade solidária e melhor compreensão sobre ética do cuidado. Relatos ilustrativos dos territórios foram apresentados como expressão das dificuldades e potencialidades que se descortinam e como o manejo de situações difíceis pode ser propulsor do fortalecimento de coletivos


The study reports the experience lived by child health consultants in the support to the formulation and implementation of a National Policy for Comprehensive Child Health Care within six northeastern states in the period from 2012 to 2014. The experiences were catalyzed from a formative process with emphasis on a way of doing, focused on the construction and valorization of the multiple knowledges involved in the production of health, in the strengthening of affective bonds, cartography constitution in the territories, of senses of sympathetic groupality and better understanding of the ethics of care. Illustrative reports of the territories were presented as an expression of the difficulties and potentials that are revealed and how the handling of difficult situations may be the engine of the strengthening of collectives


Assuntos
Humanos , Feminino , Cuidado da Criança , Saúde da Criança , Serviços de Saúde
12.
Rev. enferm. UFPE on line ; 10(supl.1): 202-210, jan. 2016. ilus
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1355086

RESUMO

Objetivo: analisar a orientação alimentar recebida pelos diabéticos no âmbito da estratégia saúde da família. Método: estudo exploratório, descritivo, com abordagem qualitativa realizado com 16 diabéticos do tipo 2 que realizavam acompanhamento junto a equipes da Estratégia Saúde da Família em município do Piauí/PI. Os dados foram produzidos por meio de entrevistas individuais, processados no software IRAMUTEQ e analisados pela Classificação Hierárquica Descendente. O projeto teve a aprovação pelo Comitê de Ética em Pesquisa, CAAE 15720913.1.0000.5210. Resultados: identificaram-se seis classes semânticas: Orientação alimentar ao diabético na Estratégia Saúde da Família, O diagnóstico do diabetes, O agente comunitário de saúde como elemento central no acompanhamento realizado aos diabéticos, Orientação alimentar realizada pelo nutricionista, Assistência prestada pela Estratégia Saúde da Família e Tratamento medicamentoso ao diabético na Estratégia Saúde da Família. Conclusão: a orientação alimentar foi de realizada de forma restritiva e impositiva, em desacordo com as diretrizes atuais, além de uma maior valorização do medicamento no tratamento, por parte dos pacientes.(AU)


Objective: analyzing the nutritional guidance received by diabetics in the Family Health Strategy. Method: an exploratory, descriptive study with a qualitative approach conducted with 16 type 2 diabetics who underwent assistance with the teams of the Family Health Strategy in the municipality of Piaui/PI. The data were produced through individual interviews, processed in IRAMUTEQ software and analyzed by Hierarchical Classification Descending. The project was approved by the Research Ethics Committee, CAAE 15720913.1.0000.5210. Results: there were identified six semantic classes: food guidance to the diabetic in the Family Health Strategy, the diagnosis of diabetes, the community health worker as a central element in the monitoring carried out for diabetics, food guidance conducted by nutritionist, assistance provided by the Health Strategy Family and drug treatment for diabetic patients in the Family Health Strategy. Conclusion: the nutritional guidance was held in a restrictive and prescriptive way, contrary to the current guidelines, as well as a greater appreciation of the drug in treatment by patients.(AU)


Objetivo: analizar la orientación nutricional recibida por los diabéticos en la Estrategia Salud de la Familia. Método: un estudio exploratorio, descriptivo, con un enfoque cualitativo realizado con 16 diabéticos tipo 2 que se sometieron a seguimiento con los equipos de la Estrategia Salud de la Familia en el municipio de Piauí/PI. Los datos se produjeron a través de entrevistas individuales, procesados en el software IRAMUTEQ y analizados por Clasificación Jerárquica Descendente. El proyecto fue aprobado por el Comité de Ética en la Investigación, CAAE 15720913.1.0000.5210. Resultados: se identificaron seis clases semánticas: orientación acerca de la alimentación al diabético en la Estrategia Salud de la Familia, el diagnóstico de la diabetes, el trabajador de salud de la comunidad como un elemento central en la supervisión llevada a cabo para los diabéticos, orientación de alimentos realizada por la nutricionista de la Estrategia Salud de la Familia y el tratamiento farmacológico para los pacientes diabéticos en la Estrategia Salud de la Familia. Conclusión: la orientación nutricional se llevó a cabo de manera restrictiva y prescriptiva, en contra de las directrices actuales, así como una mayor apreciación de la droga en el tratamiento por los pacientes.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Idoso de 80 Anos ou mais , Conhecimentos, Atitudes e Prática em Saúde , Educação em Saúde , Estratégia Saúde da Família , Diabetes Mellitus , Diabetes Mellitus Tipo 2 , Dieta , Epidemiologia Descritiva , Pesquisa Qualitativa
13.
Rev. nutr ; 23(6): 1019-1030, nov.-dez. 2010.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-582788

RESUMO

OBJETIVO: Analisar os reflexos da Iniciativa Hospital Amigo da Criança nos atores sociais que a vivenciam. MÉTODOS: Estudo qualitativo. Utilizaram-se entrevistas semiestruturadas, com auxílio de um roteiro temático, junto a vinte mulheres e dez profissionais de saúde em cinco hospitais amigos da criança em Teresina (PI). Para a análise dos dados foi utilizada a técnica de análise de conteúdo do tipo temática. RESULTADOS: A análise das falas levou à construção de dois eixos de discussão: um relacionado à tríade de sustentação da Iniciativa - promoção, proteção e apoio; e o outro a seu próprio modus operandi, os quais permitiram evidenciar dificuldades na implementação das normas e rotinas da Iniciativa Hospital Amigo da Criança desenvolvidas nas instituições. CONCLUSÃO: Os resultados revelaram a necessidade de ajustes para melhorar a resolutividade do programa, com ênfase para: adoção de uma nova matriz ensino-aprendizagem pautada na educação reflexiva e na adoção dos referenciais da pedagogia da problematização; fortalecimento das redes de apoio à mulher; investimentos na melhoria do acolhimento, tornando a relação cliente-profissional mais respeitosa e definição de um processo de monitoramento contínuo que permita a adoção de medidas corretivas sempre que se fizer necessário.


OBJECTIVE: This study analyzed the way the Baby-Friendly Hospital Initiative is perceived by the social actors involved in it. METHODS: This qualitative study administered semi-structured interviews aided by a thematic guide to twenty female patients and ten health professionals from five Baby-Friendly Hospitals in Teresina (PI), in Northeast Brazil. Thematic content analysis was used to analyze the data. RESULTS: Analysis of the testimonials led to two axes of discussion: one related to the foundation triad of the initiative - promotion, protection and support; and the other related to its own modus operandi, highlighting the difficulties for implementing the BFHI norms and practices carried out in these institutions. CONCLUSION: The results showed that adjustments are necessary to improve the effectiveness of the program, with special emphasis to: adoption of a new teaching-learning matrix based on reflexive education; adoption of references from the pedagogy of questioning; strengthening of women's support networks; investments for improving the receptiveness, thus creating a more respectful relationship between customers and professionals; and the establishment of a continuous monitoring system that allows the implementation of corrective measures whenever necessary.


Assuntos
Humanos , Feminino , Gravidez , Avaliação de Programas e Projetos de Saúde , Pessoal de Saúde/organização & administração , Planejamento Hospitalar/organização & administração , Serviço Social
14.
Nutrire Rev. Soc. Bras. Aliment. Nutr ; 35(3)dez. 2010. graf, ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-577660

RESUMO

This study aimed to analyze the labeling of products comprised by the Brazilian Standard for the Trading of Food, Pacifiers, Baby Bottles and Nipple Shields for Breastfeeding Infants and Toddlers, as well as the marketing strategies used in a supermarket chain in Teresina. 36 labels were analyzed in 28 stores. The collection of data was done through forms designed by the National Health Surveillance Agency (ANVISA). The data were analyzed based on ANVISA resolutions (# 221 and 222, 2002) and on Federal Law # 11.474, 2007. Excel for Windows was used for drawing the graphs. The results show label irregularities related to: the presence of non-compliant illustrations; the format of mandatory warnings; instructions on preparation and handling; administration with the bottle; false concept of advantage and safety; lack of packaging. As for the marketing strategies, the greatest inconformity was the lack of warning statements from the Ministry of Health concerning the use of pacifiers and feeding bottles. In spite of being under very strict laws, industries and supermarkets are not fully adapted to them, revealing the need forimproving the inspection on labeling and marketing strategy, thus contributing to increase breastfeeding indexes.


El objetivo del estudio fue analizar el etiquetado de los productos comprendidos por la ley que regula en Brasil la comercialización de alimentos para lactantes, niños en la primera infancia, chupetes, biberones y protectores de pezón (NBCAL), así como las estrategias de promoción utilizada para su comercialización por una red de supermercados en Teresina - Piauí, Brasil. Fueron analizados 36 etiquetas en 28 almacenes. La colecta de datos se hizo por medio de formularios elaborados por la Agencia Nacional de Vigilancia Sanitaria (ANVISA). Los datos se analizaron con base en las disposiciones de las resoluciones 221 y 222 de 2002 de La ANVISA y la ley federal nº 11.474 de 2007. El programa EXCEL fue usado para la elaboración de los gráfi cos. Los resultados mostraron no conformidades en las etiquetas de los productos relacionados: presencia de ilustraciones en desacuerdo con la norma, también en frases de advertencia obligatorias, en instrucciones de preparación y manipulación, administración en mamadera, falsos conceptos de ventajas o seguridad, falta de embalaje. En relación a La promoción comercial, las disconformidades más encontradas fueron el uso de estrategias de promoción para los alimentos para lactantes, chupetes y biberones y la ausencia de frases de advertencia del Ministerio de la Salud. Los resultados mostraron que, a pesar de La legislación ser bastante rigurosa, la industria y los supermercados todavía no se adaptaron totalmente a ella, y es necesario aumentar La fiscalización del etiquetado y de la promoción comercial de estos productos contribuyendo AL aumento de los índices de lactancia materna.


O estudo teve como objetivo realizar a análise da rotulagem dos produtos abrangidos pela Norma Brasileira de Comercialização de Alimentos para Lactentes e Crianças de Primeira Infância, Bicos, Chupetas, Mamadeiras e Protetores de Mamilo (NBCAL), bem como as estratégias de promoção comercial utilizadas numa rede de supermercados em Teresina. Foram analisados 36 rótulos de produtos em 28 lojas. A coleta dos dados se deu por meio de formulários elaborados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). Os dados foram analisados de acordo com o disposto nas resoluções da ANVISA (Nº 221 e 222 de 2002) e na Lei Federal Nº 11.474 de 2007. Utilizou-se o programa Excel para elaboração dos gráficos. Os resultados demonstraram inconformidades nos rótulos dos produtos relacionadas a: presença de ilustrações não conformes, formatação da frase de advertência obrigatória; instruções de preparo e manuseio; administrações em mamadeiras; falso conceito de vantagem ou segurança; ausência de embalagem. Quanto à promoção comercial, as inconformidades mais encontradas foram a utilização de estratégias de promoção para os alimentos para lactentes, bicos, chupetas emamadeiras como também a ausência das frases de advertência do Ministério da Saúde. Os resultados revelaram que apesar da legislação ser bastante rigorosa, as indústrias e supermercados ainda não se adequaram totalmente, sendo necessário aumentar a fiscalização da rotulagem e da promoção comercial destes produtos, contribuindo para o aumento dos índices de aleitamento materno.


Assuntos
Alimentação Artificial , Brasil , Cuidado do Lactente , Monitoramento , Rotulagem de Produtos/legislação & jurisprudência , Normas Técnicas , Aleitamento Materno , Promoção de Alimentos
15.
Epidemiol. serv. saúde ; 19(2): 115-124, 2010. tab, graf
Artigo em Português | Sec. Est. Saúde SP, LILACS, Sec. Est. Saúde SP | ID: lil-557593

RESUMO

O estudo avaliou os fatores associados ao aleitamento materno exclusivo entre os hospitais públicos de Teresina-Piauí. Foram estudadas 1.102 crianças. Utilizou-se análise de probitos para calcular as probabilidades de aleitamento e modelo de regressão logística bivariada para análise de associação entre as variáveis. As probabilidades encontradas foram: 19 por cento para Aleitamento Materno Exclusivo (AME) e 16 por cento para o Aleitamento Materno Predominante (AMP) aos 180 dias; e 56 por cento para Aleitamento Materno (AM) aos 361 dias. A mediana foi de 98 dias para o AME e superior a 365 dias para AM. Houve diferenças nas medianas e probabilidades de AME entre os hospitais estudados. A prevalência de AME foi maior entre as crianças que nasceram no Hospital 3, não utilizaram mamadeira e mamaram nas primeiras 24 horas de vida (p<0,05). Os resultados apontam melhor perfil de aleitamento comparando-se com outros estudos, embora aquém do recomendado, refletindo a necessidade de estratégias para a melhoria dos indicadores.


This study assessed the factors associated with exclusive breast feeding in public hospitals in Teresina, State of Piaui, Brazil. A total of 1,102 infants were surveyed. Probit analysis was used to calculate the probabilities of breast feeding. The bivariate logistic regression model was used in order to analyze the association between variables. The probabilities found were: 19 per cent for Exclusive Breast feeding (EBF) and 16 per cent for Predominant Breast feeding (PBF) at 180 days; and 56 per cent for Breast feeding (BF) at 361 days. The median was 98 days for EBF and over 365 days for BF. There were differences between EBF medians and probabilities in the hospitals surveyed. The prevalence of EBF was higher amonginfants who were born in Hospital 3, who did not use baby bottles and were breastfed during the first 24 hours of life(p<0.05). Results show a better breast feeding profile if compared to other studies, although below recommendations, reflecting the need for strategies to improve indexes.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Criança , Aleitamento Materno/efeitos adversos , Avaliação de Programas e Projetos de Saúde , Hospitais , Prevalência , Estratégia Saúde da Família
16.
Cad Saude Publica ; 24(8): 1753-62, 2008 Aug.
Artigo em Português | MEDLINE | ID: mdl-18709216

RESUMO

This study aims to evaluate the situation with breastfeeding in the State of Piauí, Brazil, at the time of the 2006 vaccination campaign. The sample consisted of 1,963 infants (< 1 year of age) from 45 municipalities. Medians and probabilities of breastfeeding categories were calculated by probit analysis. Multivariate logistic analysis was used to analyze the association between independent variables and partial and exclusive breastfeeding. The probabilities were: 16% for exclusive breastfeeding and 18% for predominant breastfeeding at 180 days of age and 58% for breastfeeding at 361 days. Median duration was 67 days for exclusive breastfeeding and 200 days for breastfeeding. The breastfeeding rate was higher for children whose mothers belonged to social classes C, D, and E (p = 0.024) and lived in the countryside (p = 0.009). Not nursing during the first 24 hours of life, using a pacifier, and bottle-feeding reduced the prevalence of breastfeeding (p < 0.001). The prevalence rates are below the recommended standards and reflect the need to prioritize actions to promote breastfeeding in the State.


Assuntos
Aleitamento Materno/estatística & dados numéricos , Promoção da Saúde , Desmame , Adolescente , Adulto , Alimentação Artificial , Brasil , Criança , Métodos Epidemiológicos , Feminino , Humanos , Lactente , Recém-Nascido , Masculino , Idade Materna , Chupetas , População Rural , Classe Social , Fatores de Tempo , População Urbana , Mulheres Trabalhadoras , Adulto Jovem
17.
Cad. saúde pública ; 24(8): 1753-1762, ago. 2008. graf, tab
Artigo em Português | Sec. Est. Saúde SP, LILACS, Sec. Est. Saúde SP | ID: lil-488928

RESUMO

O objetivo do estudo foi realizar um diagnóstico da situação do aleitamento materno no Piauí, Brasil, durante a campanha de vacinação de 2006. A amostra constituiu-se de 1.963 crianças menores de um ano em 45 municípios. As medianas e probabilidades das categorias de aleitamento foram realizadas pela análise de probitos. Para análise da associação entre as variáveis do estudo e aleitamento materno/aleitamento materno exclusivo, utilizou-se o modelo de regressão logística multivariada. As probabilidades encontradas foram: 16 por cento para o aleitamento materno exclusivo, 18 por cento para o predominante na idade de 180 dias e 58 por cento para aleitamento materno aos 361 dias. A duração mediana foi de 67 dias para o aleitamento materno exclusivo e 200 para aleitamento materno. Entre as crianças cujas mães pertenciam às classes econômicas C, D e E (p = 0,024) e moravam na zona rural (p = 0,009), o aleitamento materno foi maior. Não mamar nas primeiras 24 horas e utilizar chupeta e mamadeira reduziram a prevalência do aleitamento materno (p < 0,001). As prevalências encontram-se aquém das recomendações e refletem a necessidade de priorização das ações voltadas para o aleitamento no estado.


This study aims to evaluate the situation with breastfeeding in the State of Piauí, Brazil, at the time of the 2006 vaccination campaign. The sample consisted of 1,963 infants (< 1 year of age) from 45 municipalities. Medians and probabilities of breastfeeding categories were calculated by probit analysis. Multivariate logistic analysis was used to analyze the association between independent variables and partial and exclusive breastfeeding. The probabilities were: 16 percent for exclusive breastfeeding and 18 percent for predominant breastfeeding at 180 days of age and 58 percent for breastfeeding at 361 days. Median duration was 67 days for exclusive breastfeeding and 200 days for breastfeeding. The breastfeeding rate was higher for children whose mothers belonged to social classes C, D, and E (p = 0.024) and lived in the countryside (p = 0.009). Not nursing during the first 24 hours of life, using a pacifier, and bottle-feeding reduced the prevalence of breastfeeding (p < 0.001). The prevalence rates are below the recommended standards and reflect the need to prioritize actions to promote breastfeeding in the State.


Assuntos
Adolescente , Adulto , Criança , Feminino , Humanos , Lactente , Recém-Nascido , Masculino , Adulto Jovem , Aleitamento Materno/estatística & dados numéricos , Promoção da Saúde , Desmame , Alimentação Artificial , Brasil , Métodos Epidemiológicos , Idade Materna , Chupetas , População Rural , Classe Social , Fatores de Tempo , População Urbana , Mulheres Trabalhadoras , Adulto Jovem
18.
Rev. bras. saúde matern. infant ; 3(3): 315-321, jul.-set. 2003.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-350478

RESUMO

OBJETIVOS: ampliar a compreensão acerca de como as mulheres que desmamaram os seus filhos antes do quarto mês de vida percebem a amamentação e a assistência recebida no curso do ciclo gravídico-puerperal. MÉTODOS: adotou-se a Teoria das Representações Sociais como referencial teórico-metodológico. Ao todo foram entrevistadas 24 mulheres com base num questionário semi-estruturado. A análise dos dados se deu a partir do método de análise de conteúdo. RESULTADOS: a análise do discurso das entrevistadas permitiu evidenciar um verdadeiro descompasso entre o discurso proferido pela instituição, em favor da amamentação exclusiva até o sexto mês de vida, e a vivência das mulheres com relação a este ato, que se traduziu na impossibilidade de cumprir tal orientação frente as suas condições concretas de vida. CONCLUSÕES: os resultados revelaram a necessidade de uma urgente reformulação nos referenciais que embasam as ações de saúde voltadas para essa área, com vistas a contemplar, além dos determinantes biológicos, os condicionantes socioculturais que permeiam a amamentação


Assuntos
Aleitamento Materno , Saúde Materno-Infantil , Cuidado Pré-Natal , Desmame
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...