Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 2 de 2
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
J Card Surg ; 35(11): 3017-3024, 2020 Nov.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-32827179

RESUMO

BACKGROUND AND AIM: Access to specialized cardiac surgery is a problem in emerging countries. Here, we reflect on the approach we used to establish a cardiac surgery unit in Trinidad and Tobago. METHODS: The program started in 1993 with monthly visits by a team from Bristol Heart Institute. A group of local doctors, nurses, and perfusionists were identified for training, and a senior nurse moved to the island to start a teaching program. The visiting support was gradually reduced, and the local team gained independence in managing the service in 2006. RESULTS: The initial low volume surgery increased to around 380 cases a year with the implementation of comprehensive service in 2006. Most patients required coronary artery bypass graft (CABG). In-hospital mortality declined from 5% in the nascent years to below 2% thereafter. In the last 5 years (2015-2019), 1764 patients underwent surgery (mean age 59.6 ± 10.8 years, 66% male). The majority were East-Indian-Caribbean (79.1%) or Afro-Caribbean (16.7%), half had diabetes, and two-thirds hypertension (EuroScore II 1.8 ± 1.9). The majority (1363 patients) underwent CABG (99.5% off-pump; conversion to on-pump 1.5%). The mean number of grafts was 2.5 ± 0.7 with 98.5% and 23.1% receiving one and two or more arterial grafts, respectively. In-hospital mortality was 1.1%, re-exploration for bleeding 2%, stroke 0.1%, mediastinitis 0.2%. The length of the postoperative hospital stay was 5.8 ± 2 days. CONCLUSION: Frequent outside visits complemented by training in an overseas center, and transfer of knowledge proved to be an effective strategy to develop a cardiac surgery unit in an emerging country with results comparable to accepted international standards.


Assuntos
Ponte de Artéria Coronária/estatística & dados numéricos , Doença da Artéria Coronariana/epidemiologia , Doença da Artéria Coronariana/cirurgia , Acesso aos Serviços de Saúde/estatística & dados numéricos , Centro Cirúrgico Hospitalar/estatística & dados numéricos , Cirurgia Torácica , Idoso , Comorbidade , Ponte de Artéria Coronária/mortalidade , Doença da Artéria Coronariana/etnologia , Diabetes Mellitus/epidemiologia , Feminino , Mortalidade Hospitalar , Humanos , Hipertensão/epidemiologia , Tempo de Internação , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Trinidad e Tobago/epidemiologia
2.
Rev. bras. cir. cardiovasc ; 20(3): 332-335, jul.-set. 2005. tab, graf
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-421614

RESUMO

OBJETIVO: A populacão do Caribe constitui uma sociedade multiétnica, incluindo caucasianos, afro-caribenhos, indianos, asiáticos, hispânicos, europeus e nativos, com uma grande variabilidade de padrões socioeconômicos. A incidência e os tipos de doencas cardíacas também variam significativamente entre essas etnias. Relatamos aqui a experiência (em pacientes adultos e pediátricos) em um servico de cirurgia cardíaca de baixo volume em Trinidad e Tobago, no Caribe. MÉTODO: O programa de cirurgia cardíaca de adultos comecou em novembro de 1993, são reportados os dados de 878 pacientes (629 homens, idade entre 18 e 88 anos, com média de 67 anos). Destes, 39,4 por cento eram diabéticos e 46,5 por cento hipertensos. Os procedimentos incluíram cirurgia de revascularizacão miocárdica (CRM), reparo e substituicão de valvas e cirurgias da aorta. O programa de cirurgia cardíaca pediátrica (idades entre duas semanas e 21 anos) comecou em setembro de 1998, tendo sido realizado um total de 279 operacões. RESULTADOS: Adultos - a mortalidade total foi de 3,8 por cento. A maioria dos procedimentos foi CRM (82,3 por cento) com mortalidade total de 2,8 por cento (0 por cento em 2004). A técnica sem circulacão extracorpórea foi empregada em 43 por cento dos procedimentos de CRM (71,2 por cento em 2004). A cirurgia de valva aórtica foi feita em 49 pacientes, e a substituicão/reparo da valva mitral em 96 doentes. Pediátricos - a maioria dos procedimentos foi correcão de comunicacão interventricular (111), comunicacão interatrial (57), tetralogia de Fallot (23), e 88 outros (com mortalidade de 1,5 por cento). CONCLUSAO: Cirurgia cardíaca em um servico multiétnico de baixo volume pode ser realizada com excelentes resultados, comparáveis com padrões internacionais de qualidade.


Assuntos
Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Masculino , Humanos , Procedimentos Cirúrgicos Cardíacos , Revascularização Miocárdica , Cirurgia Torácica , Circulação Extracorpórea , Hospitais
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...