Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 16 de 16
Filtrar
1.
Trends Psychol ; 25(3): 1411-1426, jul.-set. 2017. tab, Ilus
Artigo em Inglês | LILACS, Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: biblio-904500

RESUMO

This article reports the experience of treating low-income patients with a primary diagnosis of generalized anxiety disorder (GAD) in a public hospital in Rio de Janeiro, Brazil. At the start of the project for outpatient treatment, which included the application of a cognitive model for GAD treatment, we observed that the majority of patients presented low educational level, which made it hard for them to understand key aspects of the cognitive-behavioral based treatment offered. Therefore, important adaptations to the treatment protocol were made necessary, including the way techniques were presented and applied, the therapeutic approach used, and even the duration of sessions. Since variations of cognitive therapy are increasingly being applied in hospital outpatient clinics in countries worldwide, the objective of this article is to present the adaptations performed and promote a discussion on the possible solutions for the difficulties faced in applying clinical psychology practice among patients with low educational and socioeconomic levels. This is a clinical study presenting an illustrative case, where adaptations to the treatment protocol were essential for the positive outcome of the case. It is concluded that, with the scope of treatment in mind, the therapist must be attentive to the client's demands and particularities in order to achieve therapeutic success.


Este artigo relata a experiência de tratamento de pacientes de baixa renda com diagnóstico primário de transtorno de ansiedade generalizada (TAG) em hospital público no Rio de Janeiro, Brasil. A ideia inicial do projeto era tratamento ambulatorial, com aplicação de um modelo cognitivo para o tratamento de TAG; porém, observamos que a maioria dos pacientes apresentou baixo nível educacional, o que tornava difícil sua compreensão dos principais aspectos do tratamento cognitivo-comportamental oferecido. Assim, foram feitas adaptações no protocolo de tratamento, incluindo a forma como as técnicas foram apresentadas e aplicadas, a abordagem terapêutica utilizada e a duração das sessões. Considerando que variações de terapias cognitivas são cada vez mais aplicadas em ambulatórios hospitalares em todo o mundo, o objetivo deste artigo é apresentar as adaptações realizadas e discutir possíveis soluções para as dificuldades enfrentadas na prática clínica com pacientes com baixo nível educacional e socioeconômico. Trata-se de um estudo clínico, com apresentação de um caso ilustrativo. Os resultados obtidos foram positivos e mostraram que as adaptações no protocolo foram essenciais para o sucesso terapêutico. Conclui-se que, tendo em mente o escopo do tratamento, o terapeuta deve estar atento às demandas e particularidades do cliente a fim de obter sucesso terapêutico.


Este artículo reporta la experiencia del tratamiento de pacientes de bajos recursos con diagnóstico primario de Trastorno de Ansiedad Generalizada (TAG) en hospitales públicos de Rio de Janeiro, Brasil. La idea original era el tratamiento ambulatorio con aplicación de un modelo cognitivo para el TAG. No obstante, el bajo nivel educativo presentado por la mayoría de los pacientes hace que les resulte difícil la comprensión de los principales aspectos del tratamiento cognitivo-conductual ofrecido. Adaptaciones fueron entonces realizadas en el protocolo de tratamiento, incluyendo cómo las técnicas fueron introducidas y aplicadas, el enfoque terapéutico utilizado y la duración de las sesiones. Dado que variantes de la terapia cognitiva son cada vez más aplicadas en la atención ambulatoria hospitalaria de todo el mundo, el objetivo de este artículo es presentar las adaptaciones realizadas y analizar posibles soluciones a las dificultades encontradas en la práctica de la psicología clínica con pacientes con bajo nivel educativo y socioeconómico, a partir de un caso ilustrativo. Los resultados obtenidos, positivos, indican que las adaptaciones realizadas fueron fundamentales para el éxito de la terapia. Podemos concluir que el terapeuta debe estar atento a las demandas y particularidad del cliente a fin de que la terapia sea exitosa.


Assuntos
Humanos , Ansiedade , Transtornos de Ansiedade , Pobreza , Terapia Cognitivo-Comportamental
2.
Temas psicol. (Online) ; 25(3): 1411-1426, set. 2017. ilus, tab
Artigo em Inglês | Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: psi-70967

RESUMO

This article reports the experience of treating low-income patients with a primary diagnosis of generalized anxiety disorder (GAD) in a public hospital in Rio de Janeiro, Brazil. At the start of the project for outpatient treatment, which included the application of a cognitive model for GAD treatment, we observed that the majority of patients presented low educational level, which made it hard for them to understand key aspects of the cognitive-behavioral based treatment offered. Therefore, important adaptations to the treatment protocol were made necessary, including the way techniques were presented and applied, the therapeutic approach used, and even the duration of sessions. Since variations of cognitive therapy are increasingly being applied in hospital outpatient clinics in countries worldwide, the objective of this article is to present the adaptations performed and promote a discussion on the possible solutions for the difficulties faced in applying clinical psychology practice among patients with low educational and socioeconomic levels. This is a clinical study presenting an illustrative case, where adaptations to the treatment protocol were essential for the positive outcome of the case. It is concluded that, with the scope of treatment in mind, the therapist must be attentive to the client's demands and particularities in order to achieve therapeutic success.(AU)


Este artigo relata a experiência de tratamento de pacientes de baixa renda com diagnóstico primário de transtorno de ansiedade generalizada (TAG) em hospital público no Rio de Janeiro, Brasil. A ideia inicial do projeto era tratamento ambulatorial, com aplicação de um modelo cognitivo para o tratamento de TAG; porém, observamos que a maioria dos pacientes apresentou baixo nível educacional, o que tornava difícil sua compreensão dos principais aspectos do tratamento cognitivo-comportamental oferecido. Assim, foram feitas adaptações no protocolo de tratamento, incluindo a forma como as técnicas foram apresentadas e aplicadas, a abordagem terapêutica utilizada e a duração das sessões. Considerando que variações de terapias cognitivas são cada vez mais aplicadas em ambulatórios hospitalares em todo o mundo, o objetivo deste artigo é apresentar as adaptações realizadas e discutir possíveis soluções para as dificuldades enfrentadas na prática clínica com pacientes com baixo nível educacional e socioeconômico. Trata-se de um estudo clínico, com apresentação de um caso ilustrativo. Os resultados obtidos foram positivos e mostraram que as adaptações no protocolo foram essenciais para o sucesso terapêutico. Conclui-se que, tendo em mente o escopo do tratamento, o terapeuta deve estar atento às demandas e particularidades do cliente a fim de obter sucesso terapêutico.(AU)


Este artículo reporta la experiencia del tratamiento de pacientes de bajos recursos con diagnóstico primario de Trastorno de Ansiedad Generalizada (TAG) en hospitales públicos de Rio de Janeiro, Brasil. La idea original era el tratamiento ambulatorio con aplicación de un modelo cognitivo para el TAG. No obstante, el bajo nivel educativo presentado por la mayoría de los pacientes hace que les resulte difícil la comprensión de los principales aspectos del tratamiento cognitivo-conductual ofrecido. Adaptaciones fueron entonces realizadas en el protocolo de tratamiento, incluyendo cómo las técnicas fueron introducidas y aplicadas, el enfoque terapéutico utilizado y la duración de las sesiones. Dado que variantes de la terapia cognitiva son cada vez más aplicadas en la atención ambulatoria hospitalaria de todo el mundo, el objetivo de este artículo es presentar las adaptaciones realizadas y analizar posibles soluciones a las dificultades encontradas en la práctica de la psicología clínica con pacientes con bajo nivel educativo y socioeconómico, a partir de un caso ilustrativo. Los resultados obtenidos, positivos, indican que las adaptaciones realizadas fueron fundamentales para el éxito de la terapia. Podemos concluir que el terapeuta debe estar atento a las demandas y particularidad del cliente a fin de que la terapia sea exitosa.(AU)


Assuntos
Pobreza , Ansiedade , Transtornos de Ansiedade , Terapia Cognitivo-Comportamental
3.
Motriz (Online) ; 23(1): 47-52, Jan.-Mar. 2017. tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-841828

RESUMO

Abstract In addition to dietary factors and sedentary habits, there is a relationship between obesity and psychological variables, even without a clear distinction between cause, effect, and correlation. Despite this relationship, weight-loss programs are limited to a combination of nutrition and physical education, leaving psychological intervention out of the treatment plan. Self-esteem issues, depression, and anxiety are just some of the emotional conditions related to obesity. However, there is no information in the literature about the importance of psychological counseling in a multidisciplinary program for weight-loss in adults. In this context, the main objective of this study was to analyze the effect of cognitive-behavioral therapy in groups (CBTG) combined with nutrition and physical education within a multidisciplinary approach to treat obesity. 46 individuals (7 men and 39 women) were divided into two groups: control (GC) and psychology (GP). Baseline and intervention measures were obtained prior to intervention and before the final meeting, including physical capacity tests and the administering the International Physical Activities Questionnaire (IPAQ). Both groups attended weekly lectures given by a nutritionist and two physical education professionals for 12 weeks. In addition, the GP participated in weekly sessions of CBTG for the same period. After the program, there were significant changes in body mass index, waist circumference, body fat percentage, and strength of the lower limbs in both groups. In addition to these changes, the GP also showed improvements in diastolic blood pressure and IPAQ scores, being the only one that increased its time of weekly physical activity. Thus, it was concluded that the psychological treatment might play an important role in a multidisciplinary weight-loss program.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Terapia Cognitivo-Comportamental , Exercício Físico/fisiologia , Exercício Físico/psicologia , Obesidade/psicologia , Obesidade/terapia , Psicoterapia de Grupo , Perda de Peso/fisiologia
4.
Rev. psiquiatr. clín. (São Paulo) ; 39(3): 100-105, 2012. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-640457

RESUMO

INTRODUÇÃO: A Escala de Compras Compulsivas (CBS) é um instrumento breve e de fácil aplicação, que visa avaliar as principais dimensões do transtorno das compras compulsivas, centrando-se no controle dos impulsos. OBJETIVO: O presente estudo tem como objetivo validar e aferir a fidedignidade da versão brasileira da Escala de Compras Compulsivas (CBS). MÉTODOS: Para validade de construto, foi realizada análise fatorial com extração dos componentes principais e rotação Varimax. A correlação entre a escala CBS e as medidas de depressão e ansiedade, assim como do transtorno obsessivo-compulsivo, foi avaliada por meio do coeficiente de Pearson, para estudo da validade convergente e divergente. A consistência interna foi aferida por meio do coeficiente alfa de Cronbach. RESULTADO: A CBS apresentou bons parâmetros psicométricos, sendo considerada válida e fidedigna em sua versão brasileira. No que concerne às correlações, a CBS apresenta uma correlação inversamente proporcional com outras escalas diagnósticas para o transtorno das compras compulsivas, indicando, portanto, ser um excelente instrumento de aferição dessa desordem. A CBS apresentou alto coeficiente alfa de Cronbach (0,86), demonstrando boa confiabilidade. CONCLUSÃO: Embora seja uma escala curta, com poucos itens, a versão brasileira da escala de compras compulsivas apresenta boas propriedades psicométricas, apresentando-se como um importante instrumento para avaliação desse construto.


BACKGROUND: The Compulsive Buying Scale is a short and easy-to-apply instrument, which comprises the main dimensions of the compulsive buying disorder, focusing on impulse control. OBJECTIVE: This study aims to validate and assess the reliability of the Brazilian version of the Compulsive Buying Scale. METHODS: To assess construct validity, a factor analysis with principal components extraction and Varimax rotation was conducted. The correlations between the CBS and measures for depression, anxiety, and obsessive-compulsive disorder were assessed with the Pearson coefficient, evaluating convergent and divergent validity. The internal consistency was measured using Cronbach's alpha coefficient. RESULT: The psychometric parameters of the Brazilian version of the CBS were satisfactory and the instrument was considered valid and reliable. The CBS showed an inversely correlation with other diagnostic scales for the compulsive buying disorder. Cronbach's alpha coefficient (0.86) was high, demonstrating a satisfactory reliability of the Portuguese CBS. DISCUSSION: Although the Brazilian version of the Compulsive Buying Scale is a short version with just a few items, the scale has excellent psychometric properties, presenting itself as an important tool to detect and evaluate compulsive buying disorder.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Comportamento Compulsivo/diagnóstico , Comportamento Compulsivo/epidemiologia , Análise Fatorial , Escalas de Graduação Psiquiátrica , Psicometria , Reprodutibilidade dos Testes , Transtorno Obsessivo-Compulsivo/diagnóstico , Estudo de Validação
5.
Braz J Psychiatry ; 33(2): 144-9, 2011 Jun.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-21829907

RESUMO

OBJECTIVE: Recent studies suggest that, when combined with pharmacotherapy, structured psychotherapy may modify the course of bipolar disorder. However, there are few studies that have examined the effects of cognitive behavioral group therapy on the course of this disorder. The aim of the present study was to evaluate the effectiveness of 14 sessions of cognitive behavioral group therapy, combined with pharmacotherapy, on the treatment of patients with bipolar disorder, and to compare our results against those from the use of pharmacotherapy alone. METHOD: Forty-one patients with bipolar I and II disorder participated in the study and were randomly allocated to one of two treatment groups; thirty-seven patients remained in the study until its completion. Mood and anxiety symptoms were measured in all subjects. Statistical analysis was used to investigate if the groups differed with respect to demographic characteristics and the scores recorded in the pre- and post-treatment stages, as well as during treatment (intra/inter groups). RESULTS: Patients showed statistically similar population characteristics. The association of cognitive behavioral group therapy and pharmacological treatment proved to be effective. Patients who had undergone cognitive behavioral group therapy presented fewer symptoms of mania, depression and anxiety, as well as fewer and shorter mood change episodes. CONCLUSION: Cognitive behavioral group therapy sessions substantially contributed to the improvement of depression symptoms.


Assuntos
Transtorno Bipolar/terapia , Terapia Cognitivo-Comportamental/métodos , Psicoterapia de Grupo/métodos , Adolescente , Adulto , Antipsicóticos/uso terapêutico , Transtorno Bipolar/psicologia , Estudos de Casos e Controles , Feminino , Humanos , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Comportamento Social , Resultado do Tratamento , Adulto Jovem
6.
Rev. bras. psiquiatr ; 33(2): 144-149, June 2011.
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-596411

RESUMO

OBJECTIVE: Recent studies suggest that, when combined with pharmacotherapy, structured psychotherapy may modify the course of bipolar disorder. However, there are few studies that have examined the effects of cognitive behavioral group therapy on the course of this disorder. The aim of the present study was to evaluate the effectiveness of 14 sessions of cognitive behavioral group therapy, combined with pharmacotherapy, on the treatment of patients with bipolar disorder, and to compare our results against those from the use of pharmacotherapy alone. METHOD: Forty-one patients with bipolar I and II disorder participated in the study and were randomly allocated to one of two treatment groups; thirty-seven patients remained in the study until its completion. Mood and anxiety symptoms were measured in all subjects. Statistical analysis was used to investigate if the groups differed with respect to demographic characteristics and the scores recorded in the pre- and post-treatment stages, as well as during treatment (intra/inter groups). RESULTS: Patients showed statistically similar population characteristics. The association of cognitive behavioral group therapy and pharmacological treatment proved to be effective. Patients who had undergone cognitive behavioral group therapy presented fewer symptoms of mania, depression and anxiety, as well as fewer and shorter mood change episodes. CONCLUSION: Cognitive behavioral group therapy sessions substantially contributed to the improvement of depression symptoms.


OBJETIVO: Estudos recentes sugerem que uma psicoterapia estruturada aplicada junto com a farmacoterapia pode alterar o curso do transtorno afetivo bipolar. Entretanto, poucos estudos investigam os resultados da terapia cognitivo-comportamental em grupo sobre este transtorno psiquiátrico. O objetivo desta pesquisa foi avaliar a eficácia de 14 sessões de terapia cognitivo-comportamental em grupo concomitante à farmacoterapia para bipolares e comparar com a farmacoterapia sozinha. MÉTODO: Quarenta e um pacientes com transtorno bipolar I e II participaram do estudo e foram alocados aleatoriamente para um dos dois grupos; trinta e sete preencheram todas as escalas. Os sintomas de humor e ansiedade de todos os participantes foram avaliados. A análise estatística foi utilizada para investigar se os grupos diferiam com relação aos dados demográficos e entre os escores pré-, durante e pós-tratamento (intra/intergrupos). RESULTADOS: Os participantes dos dois grupos mostraram-se similares nas características demográficas. A adição da terapia cognitivo-comportamental em grupo ao tratamento farmacológico foi efetiva. O grupo da terapia cognitivo-comportamental em grupo apresentou menos sintomas de mania, depressão e ansiedade, bem como uma redução na frequência e duração dos episódios de humor. CONCLUSÃO: As sessões de terapia cognitivo-comportamental em grupo foram especialmente importantes na melhora dos sintomas depressivos.


Assuntos
Adolescente , Adulto , Feminino , Humanos , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Adulto Jovem , Transtorno Bipolar/terapia , Terapia Cognitivo-Comportamental/métodos , Psicoterapia de Grupo/métodos , Antipsicóticos/uso terapêutico , Transtorno Bipolar/psicologia , Estudos de Casos e Controles , Comportamento Social , Resultado do Tratamento
7.
J. bras. psiquiatr ; 60(3): 176-181, 2011. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-604406

RESUMO

OBJETIVO: A Compulsive Buying Scale (Escala de Compras Compulsivas), instrumento breve e de fácil aplicação, apresenta como vantagem abarcar as principais dimensões do transtorno, sendo elas a compulsão pelas compras e o comportamento impulsivo. O presente estudo tem como objetivo a adaptação transcultural para o português do Brasil da Escala de Compras Compulsivas. MÉTODOS: Para a etapa de adaptação semântica, dois psicólogos bilíngues e um tradutor fluente em português e inglês traduziram a escala de seu idioma de origem, o inglês, para o português. Em um segundo momento, foi realizada a retrotradução da escala por dois tradutores e um psicólogo. Finalmente, a escala foi aplicada em 20 participantes, de modo que pudessem ser feitos ajustes semânticos no instrumento em questão. RESULTADOS: A colaboração entre profissionais especialistas em tradução bilíngue fluentes nos idiomas inglês e português brasileiro, e psicólogos clínicos capacitados à avaliação sobre o constructo a ser mensurado, possibilitou o ajuste dos termos utilizados na versão final da escala para o idioma português, assegurando adequação semântica do instrumento. Assim, todos os itens obtiveram aprovação superior a 90 por cento em sua aplicação experimental. CONCLUSÃO: A versão da escala de compras compulsivas adaptada para o idioma português foi elaborada com êxito.


OBJECTIVE: The Compulsive Buying Scale, a short and easy-to-apply instrument, has the advantage of comprising the main dimensions of the disorder, which are the compulsion for buying and the impulsive behavior. The present work aimed to adapt the scale transculturally to Brazilian Portuguese. METHODS: To the step of semantic adaptation, a Portuguese-English Translator and two bilingual Psychologists translated the scale from English to Portuguese. Secondly, it was translated back to English for validation by two translators and a Psychologist. Finally, the scale was applied to 20 participants in order to perform semantic adjustments to the instrument. RESULTS: The collaboration of professional translators and clinical psychologists, able to evaluate the quality of the material, made possible the adjustment of the text used in the final version of the scale in Portuguese, thus assuring semantic adequation. All items had approval of over 90 percent in the experimental application. CONCLUSION: The Brazilian Portuguese version of the Compulsive Buying Scale was successfully created.


Assuntos
Comparação Transcultural , Comportamento Compulsivo/diagnóstico , Comportamento Compulsivo/psicologia , Semântica , Traduções , Transtorno Obsessivo-Compulsivo/diagnóstico , Comércio , Escalas de Graduação Psiquiátrica , Inquéritos e Questionários
8.
Expert Rev Neurother ; 10(7): 1089-99, 2010 Jul.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-20586690

RESUMO

Bipolar disorder is one of the most serious and prevalent psychiatric disorders. The aim of the present article is to review the efficiency of cognitive-behavioral therapy (CBT) for bipolar patients. Some studies show consistent evidence that cognitive therapy, concomitant to psycho-education and pharmacological treatment, offers efficacy in different phases of the disease. In most of the studies, patients undergoing CBT showed improvements in quality of life, with a reduction in both frequency and duration of mood episodes, as well as higher degrees of compliance and fewer hospitalizations. More studies are required to prove the effectiveness of CBT for bipolar disorder in the context of standardizing diagnostic criteria and measuring instruments to evaluate the disorder's different phases and severity.


Assuntos
Transtorno Bipolar/terapia , Terapia Cognitivo-Comportamental , Ensaios Clínicos como Assunto , Humanos
9.
Rev. bras. ter. cogn ; 5(1): 35-45, 2009.
Artigo em Português | Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: psi-46236

RESUMO

O Transtorno de Déficit de Atenção/Hiperatividade (TDAH) é definido a partir de um curso crônico o qual conduz a diversos comprometimentos. Em adultos, as maiores dificuldades são de organização, sustentação da atenção e memória. O transtorno apresenta como características nucleares a desatenção, a hiperatividade e a impulsividade, e seu diagnóstico é fundamentalmente clínico. Nosso objetivo é relatar o caso de uma cliente adulta diagnosticada com TDAH subtipo desatento e Depressão Maior, tratada apenas com Terapia Cognitivo-Comportamental (TCC) em 20 sessões. Inicialmente serão apresentadas as características clínicas do TDAH e breve revisão do tratamento com TCC. As medidas pré e pós-tratamento envolveram o Inventário de Depressão de Beck e Adult Self-Report Scale. Entre as intervenções utilizadas estavam a psicoeducação, o questionamento socrático e as estratégias de organização. Após a TCC a cliente não mais preenche critérios para depressão maior, além de apresentar redução dos sintomas de TDAH.


Attention Deficit Hyperactivity Disorder (ADHD) is defined from a chronic course which leads to several impairments. In adults, the greatest difficulties are in organization, sustained attention and memory. The disorder presents as core characteristics: inattention, hyperactivity and impulsivity and its diagnosis is mainly clinical. Our aim is to report the case of an adult client diagnosed with ADHD inattentive subtype and Major Depression, treated only with Cognitive-Behavioral Therapy (CBT) in 20 sessions. Initially we will present the clinical characteristics of ADHD and a brief review of the treatment of ADHD with CBT. We will then describe the search in the literature about the efficacy of CBT without medication in adults with ADHD inattentive subtype. The measures pre and post-treatment were: Beck Depression Inventory and Adult Self-Report Scale. Some interventions were psychoeducation, Socratic questioning and strategies to improve organization. After CBT, the client no longer meets criteria for major depression and there was a decrease in symptoms of ADHD.


Assuntos
Humanos , Terapia Cognitivo-Comportamental
10.
Rev. bras. ter. cogn ; 4(1): 81-89, jan./jun. 2008.
Artigo em Português | Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: psi-38224

RESUMO

Em nossa sociedade um número expressivo de casais vem enfrentando problemas por conta de suas relações conflituosas. Tais dificuldades vêm sendo associadas ao desenvolvimento e manutenção de diversos transtornos mentais. A terapia cognitivo-comportamental (TCC) oferece um modelo eficaz para o manejo dos problemas conjugais e melhoria da satisfação dos parceiros com seus relacionamentos. O presente trabalho teve quatro objetivos: 1) apresentar um breve histórico da aplicação da TCC em casais; 2) traçar um perfil das pesquisas publicadas no Brasil, nessa modalidade terapêutica, com essa população, a partir de buscas sistemáticas em sete bases de dados bibliográficos;3) discutir a aplicação do modelo cognitivo de Beck às relações conjugais e 4)apresentar objetivos e etapas da terapia TCC no tratamento de parceiros em desalinho. Verificou-se que o número de publicações sobre TCC com casais ainda é reduzido no Brasil. Conclui-se que mais investigações sobre esse tema de pesquisa devem ser realizadas, focalizando a população brasileira.


In our society an expressive number of couples have faced problems due to conflicting relationships. Such diffi culties have been associated with the development and maintenance of several mental disorders. Cognitive behavioral therapy (CBT) offers an effective model for handling marital problems and improving partners’ satisfaction with their relationships. The present work has four goals: 1) to present a brief history of the application of CBT with couples; 2) to trace a profile of the researches published in Brazil concerning this therapeutic approach with this population, based in systematic searches in seven bibliographic databases; 3) to discuss the application of Beck’s cognitive model to marital relationships; and 4) to present goals and stages of CBT in the treatment of distressed couples. It was verified that the number of publications in Brazil on CBT with couples is still reduced. We conclude that more investigations on this research topic focusing on the Brazilian population should be conducted.

11.
Rev. bras. ter. cogn ; 3(2): 53-68, jul./dez. 2007. tab
Artigo em Português | Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: psi-37134

RESUMO

O artigo faz uma breve revisão da história das terapias cognitivas e do seu desenvolvimento no Brasil, além de avaliar as suas diferentes tendências teóricas e práticas entre 228 psicólogos e 20 psiquiatras brasileiros, que escolheram, dentre três modelos teóricos de intervenção apresentados em um questionário (A - de reestruturação cognitiva; B - cognitivo-comportamentais e C - construtivistas), aquele que mais norteava a sua prática clínica. Outros dados solicitados no questionário incluíram: tempo de experiência, tipo de treinamento, abordagem de treinamento inicial, áreas de atuação, local de atuação e profissão. Os resultados indicam uma crescente expansão das terapias cognitivas no Brasil, especialmente nos últimos cinco anos, sendo o Rio de Janeiro o local de maior concentração de profissionais dessa abordagem. A grande maioria dos terapeutas adota a combinação dos modelos A e B em suas práticas clínicas. Quando apenas um modelo é utilizado, o modelo A é o mais popular dos três, seguido do B. A clínica-escola e os cursos de especialização ou de formação têm sido predominantes no treinamento dos participantes. O percentual de profissionais que atua em hospitais ainda é pequeno em relação aos que trabalham em clínicas ou consultórios. Uma replicação do estudo após 10 anos é sugerida.


This article is a brief revision on the history of cognitive psychotherapies and their development in Brazil, as well as an evaluation of the different theoretical and practical tendencies of 228 psychologists and 20 psychiatrists from Brazil, who have chosen, among three theoretical intervention models presented in a questionnaire (A- cognitive restructuring; B-cognitive-behavior and C-constructivists) the one that most represented their clinical practices. Other data asked in the questionnaire were: experience time, type of training, approach on training initialization, areas of work, place of work and profession. The results show a crescent expansion of cognitive therapies in Brazil, especially in the last five years, being Rio de Janeiro the city with the higher concentration of professionals in this approach. The great majority of therapists adopt a combination of models A and B in their clinical practices. When only one model is used, model A is the most popular of all three, followed by model B. The school-clinic and the specialization or graduating courses have been predominant in the training of participants. The percentage of professionals working in hospitals is still quite low when compared to those working in clinics or private offices. A reapplication of studies is suggested after 10 years

12.
Braz J Psychiatry ; 29(1): 23-5, 2007 03.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-17435923

RESUMO

OBJECTIVE: To assess the effectiveness of a manual-based cognitive behavior therapy adapted to a group format in a sample of Brazilian obese subjects with binge-eating disorder. METHOD: In an open trial, 21 obese subjects with binge-eating disorder received a group cognitive-behavioral therapy program. Changes in binge-eating frequency, weight, body shape concerns, and depressive symptoms were compared between baseline and the end of the study. RESULTS: The mean frequency of binge-eating episodes significantly decreased from baseline to post-treatment (p < 0.001), with a binge eating remission rate of 76.1% at the end of the trial. Depressive symptoms and body shape concern also improved (p < 0.001). In addition, weight loss was statistically and clinically significant. CONCLUSION: The use of this adapted manual-based cognitive behavior therapy in this sample resulted in a marked improvement in binge-eating, weight, body shape concern, and depressive symptoms related to binge-eating disorder.


Assuntos
Bulimia Nervosa/terapia , Terapia Cognitivo-Comportamental/métodos , Obesidade/terapia , Adolescente , Adulto , Imagem Corporal , Índice de Massa Corporal , Peso Corporal , Brasil , Bulimia Nervosa/fisiopatologia , Terapia Cognitivo-Comportamental/normas , Transtorno Depressivo/diagnóstico , Feminino , Humanos , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Obesidade/psicologia , Escalas de Graduação Psiquiátrica , Inquéritos e Questionários , Resultado do Tratamento , Perda de Peso
13.
Rev. psiquiatr. Rio Gd. Sul ; 29(1): 80-92, jan.-abr. 2007. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-461258

RESUMO

OBJETIVOS: Avaliar as evidências sobre a eficácia da terapia cognitivo-comportamental no tratamento de obesos com transtorno da compulsão alimentar periódica. MÉTODOS: Nesta revisão, foram incluídos ensaios clínicos e metanálises publicados entre janeiro de 1980 e fevereiro de 2006, em todas as línguas. Foram excluídos estudos que investigassem a eficácia da terapia cognitivo-comportamental com uso concomitante de medicação, terapia cognitivo-comportamental no formato de manuais de auto-ajuda, relatos ou série de casos e cartas ao editor. As bases eletrônicas de dados consultadas foram: MEDLINE, PsycINFO, Embase, LILACS e Cochrane Library. A estratégia de busca incluiu também a checagem manual das referências bibliográficas dos artigos selecionados e de capítulos de livros sobre o tema. RESULTADOS: Foram encontrados dois ensaios clínicos abertos e 15 controlados. O desfecho primário na maioria desses estudos é a compulsão alimentar. No geral, os ensaios clínicos avaliados sugerem que o uso da terapia cognitivo-comportamental resulta numa melhora significativa da compulsão alimentar e dos sintomas psicopatológicos associados ao transtorno da compulsão alimentar periódica, sem resultar em perda de peso substancial. CONCLUSÕES: As evidências disponíveis sugerem que a terapia cognitivo-comportamental é um método de tratamento eficaz para o transtorno da compulsão alimentar, em relação aos componentes psicológicos dessa condição. Entretanto, sua eficácia na redução do peso corporal e na manutenção dos seus efeitos no longo prazo ainda precisa ser melhor investigada.


OBJECTIVES: To investigate evidence of the efficacy of cognitive-behavioral therapy in the treatment of obese patients with binge eating disorder. METHOD: This review included clinical trials and meta-analyses published in all languages from January 1980 to February 2006. Studies assessing the efficacy of cognitive-behavioral therapy associated with medication, cognitive-behavioral therapy in self-help manuals, case reports or series and letters to editors were excluded. The following electronic databases were used: MEDLINE, PsycINFO, Embase, LILACS and Cochrane Library. Search strategies also included consulting the references of selected articles and chapters of specialized books. RESULTS: Two open and 15 controlled clinical trials were included. The primary outcome in most studies was binge eating. In general, the clinical trials suggest that cognitive-behavioral therapy results in significant improvement in binge eating and other psychopathological symptoms related to binge eating disorder. However, no substantial weight loss was reported. CONCLUSIONS: Available evidence suggests that cognitive-behavioral therapy is an effective intervention method for psychological aspects of binge eating disorder, although its efficacy in body weight reduction and long-term maintenance of results still needs further investigation.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Bulimia Nervosa , Terapia Cognitivo-Comportamental , Obesidade/complicações , Obesidade/patologia , Obesidade/terapia , Psicoterapia/métodos , Psicoterapia/tendências
14.
Rev. bras. psiquiatr ; 29(1): 23-25, mar. 2007. tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-448545

RESUMO

OBJECTIVE: To assess the effectiveness of a manual-based cognitive behavior therapy adapted to a group format in a sample of Brazilian obese subjects with binge-eating disorder. METHOD: In an open trial, 21 obese subjects with binge-eating disorder received a group cognitive-behavioral therapy program. Changes in binge-eating frequency, weight, body shape concerns, and depressive symptoms were compared between baseline and the end of the study. RESULTS: The mean frequency of binge-eating episodes significantly decreased from baseline to post-treatment (p < 0.001), with a binge eating remission rate of 76.1 percent at the end of the trial. Depressive symptoms and body shape concern also improved (p < 0.001). In addition, weight loss was statistically and clinically significant. CONCLUSION: The use of this adapted manual-based cognitive behavior therapy in this sample resulted in a marked improvement in binge-eating, weight, body shape concern, and depressive symptoms related to binge-eating disorder.


OBJETIVO: Avaliar a efetividade da terapia cognitivo-comportamental baseada em um manual adaptado para o formato de grupo em uma amostra brasileira de obesos com transtorno da compulsão alimentar periódica. MÉTODO: Em um estudo aberto, 21 pacientes obesos com transtorno da compulsão alimentar periódica participaram de um programa da terapia cognitivo-comportamental em grupo. A freqüência da compulsão alimentar, o peso corporal, o grau de satisfação com a forma corporal e os sintomas depressivos foram avaliados no início do tratamento e no final do estudo. RESULTADOS: Houve uma redução estatisticamente significativa da freqüência média de episódios de compulsão alimentar entre a linha de base e o final do tratamento (p < 0,001), com uma taxa de remissão de episódios no final do estudo de 76,1 por cento. Foi observada, também, uma redução significativa dos sintomas depressivos e da insatisfação com a forma corporal (p < 0,001). Adicionalmente, a perda de peso foi clínica e estatisticamente significativa. CONCLUSÃO: A utilização de terapia cognitivo-comportamental baseada em um manual adaptado para o transtorno da compulsão alimentar periódica resultou em melhora significativa da compulsão alimentar, do peso corporal, da preocupação com a forma corporal e dos sintomas depressivos associados ao transtorno da compulsão alimentar periódica nessa amostra.


Assuntos
Adolescente , Adulto , Feminino , Humanos , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Bulimia Nervosa/terapia , Terapia Cognitivo-Comportamental/métodos , Obesidade/terapia , Imagem Corporal , Índice de Massa Corporal , Peso Corporal , Brasil , Bulimia Nervosa/fisiopatologia , Terapia Cognitivo-Comportamental/normas , Transtorno Depressivo/diagnóstico , Obesidade/psicologia , Escalas de Graduação Psiquiátrica , Inquéritos e Questionários , Resultado do Tratamento , Perda de Peso
15.
Rev. bras. ter. comport. cogn ; 2(2): 171-179, jul.-dez. 2000. graf
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-444654

RESUMO

O presente artigo tem como objetivo descrever os sintomas da depressão, explicar o Modelo Cognitivo, propor um tratamento em grupo e mostrar os resultados obtidos. O tratamento em grupo possui sessões estruturadas e o grupo deve ser composto de quatro a oito pacientes e conduzido por dois terapeutas. O programa de tratamento deve ter em média 12 a 20 sessões. A eficácia do tratamento, neste estudo, foi avaliada pelos escores de Beck de depressão e ansiedade. Foram realizados três grupos que obtiveram resultados iniciais bons, demonstrando que a proposta de tratamento pode ser eficaz, sendo uma solução para lista de espera de pacientes em instituições públicas


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Terapia Cognitivo-Comportamental , Depressão/psicologia , Psicoterapia de Grupo
16.
Rev. bras. ter. comport. cogn ; 2(2): 171-179, jul.-dez. 2000. graf
Artigo em Português | Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: psi-17457

RESUMO

O presente artigo tem como objetivo descrever os sintomas da depressão, explicar o Modelo Cognitivo, propor um tratamento em grupo e mostrar os resultados obtidos. O tratamento em grupo possui sessões estruturadas e o grupo deve ser composto de quatro a oito pacientes e conduzido por dois terapeutas. O programa de tratamento deve ter em média 12 a 20 sessões. A eficácia do tratamento, neste estudo, foi avaliada pelos escores de Beck de depressão e ansiedade. Foram realizados três grupos que obtiveram resultados iniciais bons, demonstrando que a proposta de tratamento pode ser eficaz, sendo uma solução para lista de espera de pacientes em instituições públicas (AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Depressão/psicologia , Terapia Cognitivo-Comportamental , Psicoterapia de Grupo
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA