Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 13 de 13
Filtrar
1.
Rev Bras Enferm ; 73Suppl 3(Suppl 3): e20190374, 2020.
Artigo em Inglês, Português | MEDLINE | ID: mdl-32965435

RESUMO

OBJECTIVE: To identify the frequency and factors associated to incontinence associated dermatitis in elderly people. METHODS: Cross-sectional study with 202 elderly patients admitted to a university hospital between September 2017 and January 2018. Data collection included: cognitive screening, sociodemographic and clinical questionnaire. It was performed exploratory and descriptive analysis, where prevalence and ratios (PR) were calculated. RESULTS: Prevalence of injury was 9.4%, age range 70-79 years (13.5%), African American (21.4%), hospitalization period ≥ 21 days (44.4%), in use of nasogastric tube (33.3%), medical device (11.3%), restricted mobility (18.5%). It was associated with hospitalization period, use of nasogastric tube, restricted mobility, medical devices, and cognition. CONCLUSION: It was confirmed an average frequency of incontinence associated dermatitis in elderly patients and association to factors such as hospitalization period, immobility, cognition, use of nasogastric tube and devices. It must be highlighted the importance of prevention measures, early detection, assessment and monitoring of this type of injury.

2.
Rev. Pesqui. (Univ. Fed. Estado Rio J., Online) ; 12: 503-508, jan.-dez. 2020. tab
Artigo em Inglês, Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1087515

RESUMO

Objetivo: Analisar a associação entre a síndrome da fragilidade e o uso de tecnologias assistivas em idosos de um ambulatório. Método: Pesquisa transversal, com 374 idosos, entre fevereiro de 2016 a fevereiro de 2017. A coleta de dados contemplou instrumento estruturado e Escala de Fragilidade de Edmonton. Para análise utilizou-se o Stata®12, verificou-se a associação por meio dos testes F de Fisher e t de Student (p≤0,05). Resultados: Predomínio de mulheres (67,4%), média de idade de 67,9 anos, casados (56,4%), baixa escolaridade (55,1%). Dos participantes, 4,5% utilizavam bengala, 1,3% muleta e 0,3% andador, 29,4% faziam uso de lentes corretivas, 40,1% dos idosos apresentaram algum grau de fragilidade. As análises bivariada e multivariada apontaram associação positiva entre a fragilidade e bengala (p=0,001). Conclusão: Importante do profissional de saúde, realize o rastreio precoce da fragilidade com destaque para os idosos em uso de tecnologias assistivas, pois podem indicar o comprometimento e perda funcional


Objective: To analyze the association between the fragility syndrome and the use of assistive technologies in the elderly in an outpatient clinic. Method: Cross-sectional research with 374 elderly individuals, between February 2016 and February 2017. Data collection included structured instrument and Edmonton Fragility Scale. Stata®12 was used for analysis, the association was verified through Fisher's F test and Student's t test (p≤0.05). Results: Predominance of women (67.4%), mean age of 67.9 years, married (56.4%), low educational level (55.1%). Of the participants, 4.5% used bengal, 1.3% crutch and 0.3% walker, 29.4% used corrective lenses, 40.1% of the elderly presented some degree of fragility. The bivariate and multivariate analysis showed a positive association between fragility and bengal (p=0.001). Conclusion: Important for the health professional, perform the early screening of the fragility, highlighting the elderly using assistive technologies, as they may indicate impairment and functional loss


Objetivo: Analizar la asociación entre el síndrome de fragilidad y el uso de tecnologías asistivas en ancianos de un ambulatorio. Método: Investigación transversal, con 374 ancianos, entre febrero de 2016 a febrero de 2017. La recolección de datos contempló instrumento estructurado y Escala de Fragilidad de Edmonton. Para el análisis se utilizó el Stata®12, se verificó la asociación por medio de las pruebas F de Fisher y t de Student (p≤0,05). Resultados: Predominio de mujeres (67,4%), promedio de edad de 67,9 años, casados (56,4%), baja escolaridad (55,1%). De los participantes, el 4,5% utilizaba bengala, el 1,3% muleta y el 0,3% andador, el 29,4% hacía uso de lentes correctivas, el 40,1% de los ancianos presentaron algún grado de fragilidad. Los análisis bivariados y multivariados apuntaron una asociación positiva entre la fragilidad y el bengala (p=0,001). Conclusión: Importante del profesional de salud, realice el rastreo precoz de la fragilidad con destaque para los ancianos en uso de tecnologías asistivas, pues pueden indicar el compromiso y pérdida funcional


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Idoso de 80 Anos ou mais , Equipamentos de Autoajuda/estatística & dados numéricos , Idoso Fragilizado/estatística & dados numéricos , Fragilidade/enfermagem , Estudos Transversais , Assistência Ambulatorial/tendências , Fragilidade/prevenção & controle , Enfermagem Geriátrica
3.
Rev. eletrônica enferm ; 21: 1-8, 2019.
Artigo em Inglês, Português | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-1118952

RESUMO

Estudo transversal desenvolvido com 374 idosos de um hospital de ensino da região dos Campos Gerais que buscou identificar a prevalência e fatores associados à fragilidade em idosos de um ambulatório de especialidades médicas. A coleta de dados compreendeu entrevista, Mini Exame do Estado Mental e Escala de Fragilidade de Edmonton. Realizou-se análise bivariada e múltipla por meio de regressão de Poisson com os respectivos intervalos de confiança de 95% e nível de significância de p≤0,05. A prevalência de fragilidade foi de 40,1%, com associação significativa às variáveis sexo feminino (p=0,002), baixa escolaridade (p=0,020), presença de doença(s) autorreferida(s) (p=0,006), medicamentos (p=0,001), perda de urina (p=0,001), quedas (p=0,001) e à hospitalização (p=0,001). A prevalência de fragilidade identificada foi discretamente inferior à constatada em estudo de um centro de referência e superior a idosos da comunidade, com fatores sociodemográficos e clínicos associados. Requerendo olhar atento dos profissionais da saúde acerca deste per!l


Cross-sectional study developed with 374 elderly patients of a teaching hospital of the region of Campos Gerais that aimed to identify the prevalence of factors associated with the frailty in elderly people of an outpatient care specialty clinics. #e data collect consisted of interview, Mini-Mental State Examination and Edmonton Frail Scale. A bivariate and multiple analysis was performed by means of Poisson regression with their respective 95% con!dence intervals. #e prevalence of frailty was 40.1%, with signi!cant association to the variables feminine gender (p=0.002), low schooling (p=0.020), presence of self-reported disease (s) (p=0.006), medications (p=0.001), loss of urine (p=0.001), falls (p=0.001) and to the hospitalization (p=0.001). #e prevalence of frailty identi!ed was discretely less than the one found in study of a reference center and higher than the one of elderly persons of the community, with associated socio-demographic and clinical factors. Which requires an attentive look of the health professionals about this pro!le.

4.
Rev. bras. anal. clin ; 50(3): 244-249, dez.16, 2018. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-969455

RESUMO

Objetivo: O objetivo desse estudo foi realizar o monitoramento interno de qualidade em citopatologia cervicovaginal em amostras coletadas no período de 2013 e 2014 e identificar possíveis resultados falso-negativos, relacionando-os com os exames obtidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Métodos: Foram analisados 313 esfregaços cervicovaginais pelo método de Papanicolaou nos anos de 2013 e 2014. O controle interno de qualidade foi realizado pela revisão de 100% dos esfregaços. As amostras com resultados discordantes entre a análise citológica pelo Projetopap e controle interno de qualidade foram reavaliadas por uma equipe de quatro citologistas. Resultados: Das 313 amostras analisadas pelo SUS, 100% foram NILM; pelo Projetopap, 309 (98,8%) foram NILM, uma (0,3%) AIS e três (0,9%) insatisfatórias. No controle interno de qualidade foram: 260 (83,1%) NILM, 44 (14%) amostras insatisfatórias, sete (2,3%) ASC-US, uma (0,3%) LSIL e uma (0,3%) AIS. Conclusão: O estudo ressalta a importância de um sistema de controle de qualidade em citopatologia e alerta para a possibilidade de emissão de laudos falso-negativos.


Assuntos
Controle de Qualidade , Neoplasias do Colo do Útero , Teste de Papanicolaou , Patologia , Sistema Único de Saúde
6.
Rev Rene (Online) ; 18(5): 665-701, set. - out. 2017.
Artigo em Inglês | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-877390

RESUMO

Objetivo: avaliar os fatores associados à síndrome da fragilidade em mulheres idosas de um ambulatório. Métodos: estudo transversal com 252 idosas. Aplicou-se o Mini Exame do Estado Mental e a Escala de Fragilidade de Edmonton. A associação de variáveis foi realizada por meio da regressão linear simples (testes F de Fisher e t de Student), p≤0,05. Resultados: predominaram as casadas (44,4%), com baixa escolaridade (50,0%) e que moravam com familiares (50,8%). Entre elas, 28,6% possuíam fragilidade leve, 13,0% moderada e 3,6% severa. Os fatores associados à síndrome foram idade (p=0,021), nível de escolaridade (p=0,001), residir com familiares (p=0,013), doenças (p=0,023), quedas meses (p=0,001) e hospitalização nos últimos 12 meses (p=0,001). Conclusão: evidenciou-se que quase metade da amostra apresentou algum tipo de fragilidade. Assim, é importante avaliar frequentemente essa população, considerando fatores associados que podem contribuir para a fragilidade. (AU)


Assuntos
Humanos , Feminino , Idoso , Idoso de 80 Anos ou mais , Idoso , Idoso Fragilizado , Enfermagem Geriátrica , Enfermagem
7.
Cogitare enferm ; 22(3): 01-10, jul-set. 2017.
Artigo em Inglês, Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-875404

RESUMO

Pesquisa transversal com o objetivo de investigar a associação entre fatores sociodemográficos e clínicos e os componentes força de preensão manual e velocidade da marcha em idosos longevos. A amostra contemplou 243 longevos, de três Unidades Básicas de Saúde de Curitiba, Paraná, entre janeiro de 2013 e setembro de 2015. Identificou-se associação significativa entre força de preensão manual e sexo (p=0,001), idade (p=0,001), estado civil (p=0,001), moradia (p=0,001), quedas no último ano (p=0,03), perda de urina (p=0,001), uso de bengala (p=0,001) e andador (p=0,001). A velocidade da marcha apresentou associação com sexo (p=0,001), idade (p=0,001), estado civil (p=0,001), moradia (p=0,001), quedas no último ano (p=0,03), perda de urina (p=0,001), uso de bengala (p=0,001) e andador (p=0,001). Destaca-se que a avaliação da força de preensão manual e velocidade da marcha auxiliam na identificação de alterações funcionais em longevos e constitui-se como parte fundamental na gestão da síndrome da fragilidade física (AU).


Cross-sectional research to investigate the association between sociodemographic and clinical factors and the components hand grip strength and gait speed in long-living elderly. The sample included 243 long-living elderly from three primary health care services in Curitiba, Paraná, between January 2013 and September 2015. A significant association was identified between hand grip strength and sex (p=0.001), age (p=0.001), marital status (p=0.001), housing (p=0.001), falls in previous year (p=0.03), urine loss (p=0.001), use of cane (p=0.001) and walker (p=0.001). The gait speed was associated with sex (p=0.001), age (p=0.001), marital status (p=0.001), housing (p=0.001), falls in previous year (p=0.03), urine loss (p=0.001), use of cane (p=0.001) and walker (p=0.001). It is highlighted that the assessment of hand grip strength and gait speed helps to identify functional changes in long-living elderly and plays a fundamental role in the management of the physical frailty syndrome (AU).


Investigación transversal con objeto de investigar la asociación entre factores sociodemográficos y clínicos y los componentes fuerza de prensión manual y velocidad de marcha en ancianos longevos. La muestra incluyó a 243 longevos de tres Unidades Básicas de Salud de Curitiba, Paraná, entre enero de 2013 y septiembre de 2015. Fue identificada asociación significativa entre fuerza de prensión manual y sexo (p=0,001), edad (p=0,001), estado civil (p=0,001), morada (p=0,001), caídas en el último año (p=0,03), pérdida de orina (p=0,001), uso de bastón (p=0,001) y andador (p=0,001). La velocidad de marcha reveló asociación con sexo (p=0,001), edad (p=0,001), estado civil (p=0,001), morada (p=0,001), caídas en el último año (p=0,03), pérdida de orina (p=0,001), uso de bengala (p=0,001) y andador (p=0,001). Se destaca que la evaluación de la fuerza de prensión manual y velocidad de marcha ayudan en la identificación de alteraciones funcionales en longevos y representa parte fundamental en la gestión de la síndrome de la fragilidad física (AU).


Assuntos
Humanos , Idoso Fragilizado , Força da Mão , Marcha , Enfermagem Geriátrica
8.
Online braz. j. nurs. (Online) ; 16(2): 170-178, 2017. tab
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-877002

RESUMO

Aim: to identify the factors associated with performance in the Mini Mental State Examination (MMSE) on the part of the elderly attending a specialized outpatient clinic. Method: a cross-sectional study involving a convenience sample, comprising 216 elderly people waiting for consultation at a specialized outpatient clinic, from March to June 2015, with the application of a structured instrument and the MMSE. For analysis purposes, the study made use of Stata version 12 software, and results were considered statistically significant when p<0.05. Results: subjects who were female (54%), married (44%), who lived with their spouse (41%) and had low educational level (70%) characteristics predominated. We identified a significant association between MMSE performance and gender (p=0.001), education (p=0.001), income (p=0.001), home companions (p=0.002) and individual monthly income (p=0.001). Conclusion: early identification of cognitive decline and associated factors enables prevention and/or treatment strategies to be implemented by health professionals, especially nurses.(AU)


Objetivo: identificar os fatores associados ao desempenho no Mini Exame do Estado Mental (MEEM) de idosos atendidos em um ambulatório de especialidades. Método: estudo transversal, com amostra por conveniência, constituída por 216 idosos que aguardavam consulta no ambulatório de especialidades, no período de março a junho de 2015, com aplicação de instrumento estruturado e do MEEM. Para análise, utilizou-se o software Stata versão 12® e os resultados foram considerados estatisticamente significativos quando p<0,05. Resultados: houve predomínio do sexo feminino (54%), casados (44%), que moravam com o cônjuge (41%), e com baixa escolaridade (70%). Identificou-se associação significativa entre o desempenho no MEEM e sexo (p=0,001), escolaridade (p=0,001), renda (p=0,001), arranjo domiciliar (p=0,002), renda mensal individual (p=0,001). Conclusão: identificar precocemente o declínio cognitivo e fatores associados possibilita que estratégias de prevenção e/ou tratamento sejam implementadas pelos profissionais de saúde, em especial o enfermeiro.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Idoso , Idoso de 80 Anos ou mais , Cognição , Estudos de Avaliação como Assunto , Saúde do Idoso , Saúde Mental
9.
J. vasc. bras ; 14(3): 217-223, July-Sep. 2015. tab, graf
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-763082

RESUMO

A incapacidade das fístulas arteriovenosas (FAVs) atenderem aos quesitos mínimos para realização da hemodiálise (HD) corresponde a uma das maiores causas de morbidade nos pacientes em terapia renal substitutiva. Identificar os fatores de risco associados com a falência do acesso vascular é fundamental para o manejo e sucesso da terapia hemodialítica.ObjetivoComparar o tempo médio de patência e a sobrevida das fístulas arteriovenosas realizadas nos pacientes portadores de diabetes mellitus com pacientes não portadores de diabetes mellitus (DM) em HD.MétodosTrata-se de um estudo retrospectivo observacional, no qual foram observados os prontuários médicos de todos os pacientes em HD no Hospital Santa Casa de Misericórdia de Ponta Grossa, no período de fevereiro de 2014. Foram analisados dados clínicos referentes à confecção, manutenção e utilização das FAVs como adjuvante na terapia dialítica, comparando o tempo médio de patência das fístulas em uso para HD, bem como a sobrevida das FAVs ocluídas. Os pacientes selecionados foram divididos em dois grupos para comparação, conforme a presença ou ausência de DM.ResultadosOs indivíduos do Grupo DM apresentaram maior média de idade (59,97 ± 10,12), menor tempo de acompanhamento no serviço de hemodiálise (25,42 ± 21,03 meses), menor tempo médio até a oclusão da fístula arteriovenosa (9,03 ± 11,60 meses) e menor média de sobrevida dos acessos vasculares em 24 meses (50,25%).ConclusõesO estudo concluiu que para os pacientes diabéticos houve um menor tempo médio da patência das FAVs e menor taxa de sobrevida dos acessos em 24 meses.


Failure of arteriovenous fistulas (AVFs) to meet the minimum requirements for hemodialysis (HD) is the greatest cause of morbidity in patients on renal replacement therapy. Identifying risk factors associated with failure of vascular access is crucial to management and success of hemodialysis treatment.ObjectiveTo compare mean duration of patency and survival of arteriovenous fistulas created in HD patients with and without diabetes mellitus (DM).MethodsThis was a retrospective observational study of the medical records for all patients on HD at the Hospital Santa Casa de Misericórdia de Ponta Grossa (Brazil) in February 2014. We analyzed clinical data relating to creation, maintenance and use of AVF for dialysis, comparing mean duration of patency of fistulas currently in use for HD and analyzing survival of previously occluded AVFs. Patient data was allocated to one of two groups for analysis, according to presence or absence of DM.ResultsIndividuals in the DM group had higher mean age (59.97 ± 10.12), shorter time on hemodialysis treatment (25.42 ± 3.21 months), lower mean time before occlusion of arteriovenous fistulas (3.09 ± 11.60 months) and a lower mean rate survival of vascular access to 24 months (50.25%).ConclusionsThis study concluded that diabetic patients had shorter mean duration of AVF patency and lower rate of access survival to 24 months.


Assuntos
Humanos , Diabetes Mellitus/fisiopatologia , Fístula Arteriovenosa/diagnóstico , Registros Médicos , Diálise Renal , Estudos Retrospectivos , Fatores de Tempo
10.
Rev. RENE ; 16(3): 391-397, Maio-Jun.2015.
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-767419

RESUMO

Investigar a associação entre a fragilidade física e o escore cognitivo de idosos de uma Universidade Aberta à Terceira Idade da região sul do país, Brasil. Métodos: estudo descritivo e transversal, amostra por conveniência constituído por 100 idosos, coleta de março a junho de 2013. Utilizou-se para avaliação da cognição o Mini Exame do Estado Mental e para a fragilidade a Escala de Edmonton. Resultados: houve predomínio do gênero feminino (93%), com média de idade de 65,6 anos. Foram classificados como não frágeis 81% dos participantes, aparentemente vulneráveis a fragilidade 16% dos idosos e fragilidade leve 3%. Houve associação significativa entre o desempenho cognitivo e fragilidade (p<0,006). Conclusão: a investigação da associação entre fragilidade física e escore cognitivo em idosos subsidia a construção de planos de cuidados gerontológicos voltados a gestão da síndrome...


Assuntos
Humanos , Idoso , Cognição , Enfermagem Geriátrica , Idoso Fragilizado
11.
Rev. Esc. Enferm. USP ; 48(6): 1006-1012, 12/2014. tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-736336

RESUMO

Objective To investigate the prevalence of reduced grip strength and associated factors in long-lived elderly, who are users of primary health care. Method Cross-sectional quantitative study, data were collected during the period of January to December of 2013, by applying tests and questionnaires. The convenience sampling was comprised of 157 seniors. Results The findings indicate that the reduction in grip strength presents a moderate prevalence (25.5%), predominantly among females (19.1%), in the age group of 80-89 years (18.5%) and in those with lower educational levels (15.9%). The association between reduced grip strength and the variables of age and body mass index showed a statistical significance. Conclusion Investigations about the handgrip strength are essential for identifying clinical conditions of Brazilian long-lived elderly, and contribute to the development of plans towards the management of frailty. .


Objetivo Investigar a prevalência da redução da força de preensão manual e fatores associados em idosos longevos, usuários da atenção básica de saúde. Método Estudo quantitativo transversal, cujos dados foram coletados no período de janeiro a dezembro de 2013, por meio de testes e aplicação de questionários. A amostra por conveniência compreendeu 157 idosos. Resultados Apontam que a redução da força de preensão manual possui prevalência moderada (25,5%), com predomínio do sexo feminino (19,1%), da faixa etária de 80 a 89 anos (18,5%) e baixa escolaridade (15,9%). A associação entre diminuição da força de preensão manual e as variáveis idade e índice de massa corpórea mostrou significância estatística. Conclusão As investigações sobre o componente da força de preensão manual são fundamentais para a identificação das condições clínicas dos idosos longevos brasileiros e contribuem para a construção de planos voltados para a gestão da fragilidade. .


Objetivo Investigar la prevalencia de la reducción de la fuerza de agarre manual y los factores asociados en ancianos longevos, usuarios de la atención básica a la salud. Método Estudio cuantitativo transversal, cuyos datos fueron recogidos en el período de enero a diciembre de 2013, por medio de pruebas y aplicación de cuestionarios. La muestra por conveniencia comprendió a 157 ancianos. Resultados Señalan que la reducción de la fuerza de agarre manual tiene prevalencia moderada (25,5%), con predominio del sexo femenino (19,1%), del rango de edad de 80 a 89 años (18,5%) y baja escolaridad (15,9%). La asociación entre la disminución de la fuerza de agarre manual y las variables de edad e índice de masa corpórea mostró significación estadística. Conclusión Las investigaciones acerca del componente de la fuerza de agarre manual son fundamentales para la identificación de las condiciones clínicas de los ancianos longevos brasileños y contribuyen para la construcción de planes dirigidos a la gestión de la fragilidad. .


Assuntos
Idoso de 80 Anos ou mais , Feminino , Humanos , Masculino , Idoso Fragilizado , Força da Mão/fisiologia , Debilidade Muscular/fisiopatologia , Fatores Etários , Brasil/epidemiologia , Estudos Transversais , Debilidade Muscular/epidemiologia , Prevalência , Fatores Sexuais
12.
Rev Esc Enferm USP ; 48(6): 1006-12, 2014 Dec.
Artigo em Português | MEDLINE | ID: mdl-25626499

RESUMO

OBJECTIVE: To investigate the prevalence of reduced grip strength and associated factors in long-lived elderly, who are users of primary health care. METHOD: Cross-sectional quantitative study, data were collected during the period of January to December of 2013, by applying tests and questionnaires. The convenience sampling was comprised of 157 seniors. RESULTS: The findings indicate that the reduction in grip strength presents a moderate prevalence (25.5%), predominantly among females (19.1%), in the age group of 80-89 years (18.5%) and in those with lower educational levels (15.9%). The association between reduced grip strength and the variables of age and body mass index showed a statistical significance. CONCLUSION: Investigations about the handgrip strength are essential for identifying clinical conditions of Brazilian long-lived elderly, and contribute to the development of plans towards the management of frailty.


Assuntos
Idoso Fragilizado , Força da Mão/fisiologia , Debilidade Muscular/fisiopatologia , Fatores Etários , Idoso de 80 Anos ou mais , Brasil/epidemiologia , Estudos Transversais , Feminino , Humanos , Masculino , Debilidade Muscular/epidemiologia , Prevalência , Fatores Sexuais
13.
RGO (Porto Alegre) ; 56(3): 237-243, jul.-set. 2008. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-495227

RESUMO

Objetivo: Analisar a prevalência do papilomavírus humano e seus subtipos em 50 lesões verrucosas orais, sendo 20 papilomas, 17 condilomas acuminados e 13 verrugas vulgares. Método: O método de escolha foi a hibridização in situ utilizando sondas biotiniladas de amplo espectro para papilomavírus humano e sondas específicas para papilomavírus humano 6/11, papilomavírus humano 16/18 e papilomavírus humano 31/33. Resultados: Dez dos 50 casos (20%) de lesões verrucosas orais apresentaram positividade para a reação de hibridização in situ para a sonda de amplo espectro, sendo três (3/20) papilomas, cinco (5/17) condilomas e duas (2/13) verrugas vulgares. Destes, oito (16%) apresentaram positividade para a sonda papilomavírus humano 6/11, sendo cinco condilomas acuminados, um papiloma e duas verrugas vulgares. Três casos (6%) apresentaram positividade para a sonda papilomavírus humano 16/18, sendo dois casos de condilomas acuminados e o outro caso de papiloma. Dos seis casos positivos para a sonda papilomavírus humano 31/33 (12%), quatro eram condilomas e dois eram papilomas. Conclusão: A presença do papilomavírus humano (20%) encontrada neste estudo foi baixa, porém dentro da média encontrada na literatura, mostrando que a hibridização in situ pode não detectar a presença de DNA viral quando em quantidades pequenas; nestes casos, a realização de outros métodos de detecção de papilomavírus humano pode ser necessária.


Objective: The human papillomavirus is a group of DNA epitheliotrophic viruses associated with the etiology of benign and malignant oral warts. More than 100 types have been identified and among them, 24 have been found into the oral cavity. The aim of this study was to analyze human papillomavirus prevalence and its subtypes in 50 oral warts, of which 20 were squamous papillomas, 17 condyloma acuminatum and 13 verruca vulgaris. Method: In situ hybridization was used with biotinylated DNA probes for wide-spectrum HPV and with specific probes for human papillomavirus 6/11, human papillomavirus 16/18 and human papillomavirus 31/33. Results: Human papillomavirus was present in ten (20%) of the 50 oral wart cases, 03 (3/20) squamous papillomas, 05 (5/17) condyloma acuminatum and 02 (2/13) verruca vulgaris. Of these, 8 (16%) were positive to the HPV probe 6/11 being 5 condyloma acuminatum, 1 squamous papilloma and 2 verruca vulgaris. Three cases (6%) demonstrated positivity to the human papillomavirus probe 16/18, with 2 being cases of condyloma and the other a case of squamous papilloma. Of the six positive cases to the human papillomavirus probe 31/33, (12%) 4 were condyloma acuminatum and 2 squamous papillomas. Conclusion: The human papillomavirus expression (20%) found in this study was low, but within the average found in the literature. Nonetheless, in addition to in situ hybridization, other methods may be necessary for confirming the presence of human papillomavirus.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Boca/patologia , Hibridização In Situ , Papillomaviridae , Verrugas , Fatores Etários , Grupos de Populações Continentais , Fatores Sexuais
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA