Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 6 de 6
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
Rev. bras. saúde ocup ; 44: e1, 2019. tab, graf
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-990834

RESUMO

Resumo Introdução: transtornos mentais e comportamentais (TMC) estão entre as principais causas de perda de dias de trabalho. Os transtornos de ansiedade são a segunda causa dos afastamentos laborais. Objetivo: identificar e analisar as evidências disponíveis na literatura sobre afastamentos do trabalho por transtornos de ansiedade. Métodos: revisão integrativa da literatura, sem limite de ano de publicação, com descritores controlados, realizada nas bases de dados Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (Lilacs), Medical Literature Analysis and Retrieval System Online (Medline) e Base de Dados em Enfermagem (BDENF). Resultados: a seleção final consistiu em 13 artigos, sendo o mais antigo publicado em 2006 e o mais recente em 2016. Os afastamentos por transtornos de ansiedade tiveram como principais fatores de risco as condições e ambiente de trabalho, com impacto negativo, tanto para a saúde do trabalhador como para o empregador. Discussão: as evidências apontam para uma alta prevalência dos transtornos ansiosos como causa de afastamentos do trabalho e da alta demanda de custos elevados com auxílio-doença. Conhecer o perfil de adoecimento do trabalhador contribui para identificar os fatores de risco para TMC e auxilia na proposição de estratégias de intervenção direcionadas a reduzir o afastamento laboral.


Abstract Introduction: mental and behavioral disorders (MBD) are among the main causes of lost workdays. Anxiety disorders are the second cause of work absenteism. Objective: to identify and analyze evidence available in literature about work absenteism due to anxiety disorders. Methods: integrative literature review, with no publication year limits and with controlled subject headings, using the following databases: Latin American and Caribbean Literature on Health Sciences (Lilacs), Medical Literature Analysis and Retrieval System Online (Medline) and Nursing Database (BDENF). Results: the final selection consisted of 13 articles, the oldest published in 2006 and the most recent in 2016. Work absences due to anxiety disorders had as main risk factors the environment and working conditions, with a negative impact for both, the worker's and the employer's health. Discussion: evidence indicates a high prevalence of anxiety disorders as cause of work absenteeism and of the high demand for increasing social security costs. Knowing the worker's illness profile contributes to identify the MBD risk factors, and helps in proposing intervention strategies aimed at reducing work absenteism.

2.
Rev. enferm. UFPE on line ; 12(12): 3172-3180, dez. 2018.
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-999483

RESUMO

Objetivo: analisar a utilização de metodologias ativas como estratégia de ensino-aprendizagem em um curso de capacitação em drogas e redução de danos para trabalhadores da APS. Método: trata-se de estudo qualitativo e analítico desenvolvido por meio de entrevistas gravadas com roteiro semiestruturado, 12 profissionais da saúde; analisando-se as informações pela técnica de Análise de Conteúdo. Resultados: desenvolveram-se as atividades com base em estratégias ativas do tipo dramatização, dinâmica de troca, situação problema e aprendizagem baseada em equipe, todas envolvendo a temática; foram avaliadas positivamente como forma melhor de compreensão sobre o tema para uma tomada de decisão adequada. Conclusão: mostraram-se as metodologias ativas como estratégia pedagógica eficaz e facilitadora para o aprimoramento e a aquisição de conhecimentos para a formação profissional, em específico, para o campo de atuação e o manejo ao usuário dependente químico.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Equipe de Assistência ao Paciente , Atenção Primária à Saúde , Saúde Mental , Aprendizagem Baseada em Problemas , Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias , Redução do Dano , Educação Continuada , Capacitação de Recursos Humanos em Saúde , Pesquisa Qualitativa
3.
Rev Bras Enferm ; 71(suppl 5): 2213-2220, 2018.
Artigo em Inglês, Português | MEDLINE | ID: mdl-30365786

RESUMO

OBJECTIVE: to analyze the prevalence of various anxiety disorders among mental and behavioral disorders as a cause for the leave of absence of workers in the state of Piauí. METHOD: transversal census-based study performed with data from the National Social Security Institute. Four-hundred twelve leaves of absence of workers due to anxiety disorders in the 2015-2016 biennium were included. RESULTS: higher prevalence was found for mixed anxiety-depressed disorder (31.2%), followed by other anxious disorders (20.6%) and generalized anxiety (14.1%). Ages from 22 to 45 years old prevailed in the group of individuals with duration of absence greater than or equal to 41 days, with statistically significant difference (p < 0.001). There was no statistically significant association (p = 0.004) between rural activity and increased time of absence. CONCLUSION: the study draws attention to the prevalence of "other anxiety disorders" as the cause of leave of absence, with emphasis on mixed anxiety-depressed disorder.


Assuntos
Absenteísmo , Transtornos de Ansiedade/complicações , Prevalência , Adolescente , Adulto , Transtornos de Ansiedade/psicologia , Censos , Feminino , Humanos , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Saúde do Trabalhador/estatística & dados numéricos
4.
Rev. bras. med. trab ; 16(3): 297-304, out.2018.
Artigo em Inglês, Português | LILACS | ID: biblio-966067

RESUMO

Introdução: Os fatores psicossociais se constituem, por um lado, em interações entre o conteúdo do trabalho e as condições ambientais e organizacionais e, por outro, nas competências e necessidades dos trabalhadores. Quando se trata da assistência ao usuário dependente químico ou com adoecimento mental, o serviço é maximizado pela necessidade de cuidado constante. Objetivo: Analisar a concepção do trabalhador de enfermagem que atua na assistência aos usuários de álcool e outras drogas acerca dos fatores psicossociais que interferem na sua saúde mental. Método: Trata-se de um estudo exploratório, descritivo, de abordagem qualitativa, no qual participaram 22 profissionais da saúde integrantes da equipe de enfermagem. Os dados foram obtidos por meio de entrevista, processados no software IRAMUTEQ e analisados pela Classificação Hierárquica Descendente (CHD). Resultados: Em geral, os participantes percebem os fatores psicossociais que influenciam seu trabalho e, sendo estes desagradáveis, representam riscos para a saúde e sobrecarga mental. As mulheres reportaram maiores exigências laborais e mais sintomas de estresse. Em relação à saúde física e à psicológica, a percepção dos fatores psicossociais aumenta ao longo dos anos na organização, e a maioria referiu a existência, principalmente, de estresse ocupacional decorrente de carga e ritmo de trabalho. Conclusão: A exposição ocupacional a fatores psicossociais desfavoráveis no trabalho esteve presente no relato da maioria dos trabalhadores da enfermagem. Contudo, a correta avaliação desses fatores nas situações de trabalho apresenta dificuldades conceituais e, provavelmente, nem sempre há o seu reconhecimento


Background: Psychosocial factors represent interactions between the content of work and environmental and organizational conditions, and reflect on the competencies and needs of workers. In the case of substance-dependent or mentally ill patients, the workload is maximized due to the need to provide constant care. Objective: To analyze the perception of nursing professionals who provide care to users of alcohol and other drugs in regard to the psychosocial factors which interfere with their mental health. Method: Exploratory and descriptive study with qualitative approach conducted with 22 nursing professionals. Data were collected in interviews, processed with software IRAMUTEQ, and analyzed based on the descending hierarchical classification technique. Results: In general the participants were aware of the psychosocial factors which interfere with their work, and being unpleasant, they represent a risk to health and mental overload. The women reported more job demands and stress symptoms. The perceived influence of psychosocial factors on physical and mental health increased with the time in the job. Most participants complained of occupational stress derived from the workload and pace of work. Conclusion: Most participants reported occupational exposure to unfavorable psychosocial factors at work. However, accurate analysis of such factors is hindered by conceptual aspects, in addition to the fact they are not always recognized


Assuntos
Saúde Mental , Saúde do Trabalhador , Alcoolismo/enfermagem , Usuários de Drogas , Equipe de Enfermagem , Epidemiologia Descritiva , Coleta de Dados
5.
Rev. enferm. UFPE on line ; 12(6): 1610-1617, jun. 2018. ilus, tab
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-982081

RESUMO

Objetivo: caracterizar o perfil de indivíduos com dependência química de uma Comunidade Terapêutica. Método: estudo quantitativo, descritivo e exploratório, que envolveu 22 usuários em tratamento em uma comunidade terapêutica. Os dados foram coletados por meio de um questionário e a análise estatística descritiva foi realizada e apresentado em percentuais estatísticos pelo programa SPSS versão 19. Resultados: o perfil sociodemográfico dos participantes demonstrou que a faixa etária mais expressiva foi de 39 a 45 anos (27,2%), sendo que boa parte (45,4%) tinha apenas ensino fundamental incompleto. Dentre os usuários houve predomínio de solteiros (68,1%), católicos (81,8%), e desempregados (36,4%). Em relação ao uso de substâncias psicoativas, o álcool representou 90,9% dos participantes e o crack 81,8%. A maioria (95,4%) teve apoio familiar durante a realização do tratamento, principalmente pela mãe (59,1%). Conclusão: constatou-se que a dependência química atinge diversos âmbitos da vida do indivíduo e tem como característica o início precoce, o que pode ser um fator importante para a constituição das características sociodemográficas apresentadas nessa pesquisa.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adolescente , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Condições Sociais , Comunidade Terapêutica , Drogas Ilícitas , Saúde Mental , Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias , Transtornos Relacionados ao Uso de Álcool , Epidemiologia Descritiva
6.
Rev. bras. enferm ; 71(supl.5): 2213-2220, 2018. tab
Artigo em Inglês | LILACS-Express | ID: biblio-977649

RESUMO

ABSTRACT Objective: to analyze the prevalence of various anxiety disorders among mental and behavioral disorders as a cause for the leave of absence of workers in the state of Piauí. Method: transversal census-based study performed with data from the National Social Security Institute. Four-hundred twelve leaves of absence of workers due to anxiety disorders in the 2015-2016 biennium were included. Results: higher prevalence was found for mixed anxiety-depressed disorder (31.2%), followed by other anxious disorders (20.6%) and generalized anxiety (14.1%). Ages from 22 to 45 years old prevailed in the group of individuals with duration of absence greater than or equal to 41 days, with statistically significant difference (p < 0.001). There was no statistically significant association (p = 0.004) between rural activity and increased time of absence. Conclusion: the study draws attention to the prevalence of "other anxiety disorders" as the cause of leave of absence, with emphasis on mixed anxiety-depressed disorder.


RESUMEN Objetivo: analizar la prevalencia de los diversos trastornos de ansiedad entre los trastornos mentales y comportamentales como causa del absentismo laboral de trabajadores del estado de Piauí. Método: estudio transversal y censal realizado con datos del Instituto Nacional del Seguro Social de Brasil. Se incluyeron 412 absentismos de trabajadores por trastornos de ansiedad en el bienio 2015-2016. Resultados: se verificó mayor prevalencia para el trastorno mixto ansioso y depresivo (31,2%), seguido de otros trastornos ansiosos (20,6%) y ansiedad generalizada (14,1%). En el grupo de individuos con una duración de absentismo mayor o igual a 41 días, con una diferencia estadísticamente significativa (p < 0,001), prevaleció el grupo de edad de 22 a 45 años. Se observó una asociación estadísticamente significativa (p = 0,004) entre actividad rural y mayor tiempo de absentismo. Conclusión: el estudio llama la atención sobre la prevalencia de "otros trastornos ansiosos" como causa del absentismo laboral, con destaque para el trastorno mixto ansioso-depresivo.


RESUMO Objetivo: analisar a prevalência dos diversos transtornos de ansiedade entre os transtornos mentais e comportamentais como causa do afastamento laboral de trabalhadores do estado do Piauí. Método: estudo transversal e censitário realizado com dados do Instituto Nacional do Seguro Social. Incluíram-se 412 afastamentos de trabalhadores por transtornos de ansiedade no biênio 2015-2016. Resultados: verificou-se maior prevalência para o transtorno misto ansioso e depressivo (31,2%), seguido de outros transtornos ansiosos (20,6%) e ansiedade generalizada (14,1%). Prevaleceu a faixa etária de 22 a 45 anos no grupo de indivíduos com duração de afastamento maior ou igual a 41 dias, com diferença estatisticamente significativa (p < 0,001). Houve associação estatisticamente significativa (p = 0,004) entre atividade rural e maior tempo de afastamento. Conclusão: o estudo chama atenção para a prevalência de "outros transtornos ansiosos" como causa do afastamento laboral, com destaque para o transtorno misto ansioso depressivo.

SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA