Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 5 de 5
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
Rev. enferm. UFSM ; 9: [17], jul. 15, 2019.
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1024694

RESUMO

Objetivo: identificar o perfil e as demandas de saúde de adolescentes escolares no Município de Divinópolis, Minas Gerais. Método: estudo transversal, exploratório-descritivo, realizado com 389 adolescentes do 8º e 9º anos do ensino fundamental. Resultados: entre os participantes do estudo, 34,4% já fizeram uso de álcool, 17,7% experimentaram fumar e 7,4% fizeram uso de maconha. A maioria dos adolescentes considerou seu estado de saúde como ótimo ou bom (84,4%). Dos que iniciaram atividade sexual, 28,9% relataram não utilizar nenhum tipo de método. Percentual elevado de adolescentes mencionou solidão em algum momento da vida (77,9%) e 5,3% dos meninos envolveram-se em brigas. Conclusão: as demandas dos adolescentes relacionadas ao sexo inseguro, saúde mental fragilizada, uso de álcool e outras drogas foram identificadas como prioritárias, necessitando da atuação conjunta entre saúde e educação na construção de estratégias comuns para o atendimento das necessidades inerentes ao adolescente.


Objective: to identify the profile and health demands of school-age adolescents in Divinopolis, Minas Gerais, Brazil. Method: cross-sectional, exploratory-descriptive study, developed with 389 adolescents from the 8th and 9th grades of elementary school. Results: Among the study participants, 34.4% had already consumed alcohol, 17.7% had tried smoking and 7.4% marijuana. Most of the adolescents considered their health status as excellent or good (84.4%). Among the students who were sexually active, 28.9% reported not using any type of contraceptive method. Many adolescents (77.9%) mentioned loneliness at some point in their lives and 5.3% of the boys had engaged in fights. Conclusion: the adolescents' priority demands were related to unsafe sex, impaired mental health, alcohol and drug use, demanding the joint action of health and education in the construction of shared strategies for meeting the adolescents' inherent needs.


Objetivo: identificar el perfil y las demandas de salud de adolescentes escolares en el município de Divinopolis, Minas Gerais, Brasil. Método: Estudio transversal, desarrollado con 389 adolescentes del 8º y 9º año de la enseñanza fundamental. Resultados: Entre los participantes, 34,4% consumió alcohol al menos una vez, 17,7% experimentó fumar y 7,4% usó marihuana. La mayoría de los adolescentes consideró su estado de salud como óptimo o bueno (84,4%). De los que iniciaron actividad sexual, el 28,9% relató no utilizar ningún tipo de método anticonceptivo. Muchos adolescentes (77,9%) mencionaron soledad en algún momento de la vida y el 5,3% de los niños se involucró en peleas. Conclusión: Los asuntos relacionados con la sexualidad, salud mental, uso de alcohol y otras drogas se identificaron como prioridades, que requieren la acción conjunta entre la salud y la educación en la construcción de estratégias comunes para satisfacer las necessidades inherentes de los adolescente.


Assuntos
Humanos , Estudos Transversais , Adolescente , Sexualidade , Vulnerabilidade em Saúde , Necessidades e Demandas de Serviços de Saúde
2.
Rev. enferm. Cent.-Oeste Min ; 7: 1-8, jul.-dez. 2017. ilus, tab
Artigo em Inglês, Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-908308

RESUMO

Objetivo: este estudo tem como objetivo conhecer o perfil de saúde de mães adolescentes e gestantes adolescentes pertencentes a uma Unidade Básica de Saúde do interior de Minas Gerais. Método: tratou-se de um estudo descritivo-exploratório de abordagem quantitativa. Participaram da pesquisa 10 mães adolescentes e 5 gestantes adolescentes com idades entre 15 e 19 anos. Foram analisados: condições sociodemográficas, socioeconômicas, ginecológicas e obstétricas. Resultados: 67% das adolescentes não haviam planejado a gestação e estavam se relacionando com o pai da criança atualmente; 54% foram mães entre 15 e 16 anos de idade. Quanto à sexarca, 47% relataram ter iniciado aos 15 anos. A respeito das consultas realizadas no pré-natal, 40 % informaram ter realizado menos de 6 consultas e 7% não souberam informar quantas consultas foram realizadas. Com relação aos métodos contraceptivos, 60% estão fazendo uso de algum método contraceptivo atualmente e 56% informaram que o método anticoncepcional mais utilizado foi o anticoncepcional injetável. Conclusão: a caracterização do perfil das mães e gestantes adolescentes permite a identificação das necessidades de saúde desse grupo e contribui para o direcionamento das atividades educativas e assistência em saúde de forma integral e equânime.


Objective: this study aims to evaluate the health profile of teenage mothers and pregnant teenagers from to a Basic Health Unit inMinas Gerais. Method: this was a descriptive and exploratory study with a quantitative approach. The participants were 10 teenagemothers and five pregnant teenagers aged 15 to 19 years. There was analysis of sociodemographic, socioeconomic, gynecologicaland obstetrical conditions. Results: 67% of adolescents had not planned the pregnancy and were currently relating to the father ofthe child, 54% were mothers between 15 and 16 years old. As for the first sexual intercourse, 47% reported having started at age 15.Regarding consultations on prenatal care, 40% reported having done less than six consultations and 7% could not say how manyconsultations were held. Regarding the contraceptive methods, 60% are making use of contraceptive methods currently and 56%reported that the most widely used contraceptive method was the injectable contraceptive. Conclusion: the characterization of theprofile of teenage mothers and pregnant adolescents allows identifying the health needs of that group, and contributes to directeducational activities and assistance in health, fully and equitably.


Objetivo: este estudio tiene como objetivo evaluar el perfil de salud de las adolescentes madres y embarazadas que pertenecen auna Unidad Básica de Salud en Minas Gerais. Método: se realizó un estudio descriptivo y exploratorio con enfoque cuantitativo. Los participantes fueron 10 madres adolescentes y cinco adolescentes embarazadas de 15 a 19 años. Fueron analizadas: condicionessociodemográficas, socioeconómicas, de ginecología y obstetricia. Resultados: 67% de las adolescentes no habían planeado elembarazo y estaban relacionán dose con el padre del niño, actualmente, 54% fueron madres entre 15 y 16 años de edad. En cuantoa la primera relación sexual, 47% informaron haber iniciado a los 15 años. En cuanto a las consultas sobre la atención prenatal, 40% reportaron haber hecho menos de seis consultas y 7% no podían decir cuántas consultas fueron realizadas. En cuanto a los%métodos anticonceptivos, 60% están haciendo uso de métodos anticonceptivos actualmente y 56% informaron de que el método anticonceptivo más utilizado fue el anticonceptivo inyectable. Conclusión: la caracterización del perfil de las madres y adolescentes embarazadas permite la identificación de las necesidades de salud de este grupo, y contribuye a la dirección de las actividadeseducativas y de asistencia en materia de salud de forma plena y equitativamente.


Assuntos
Feminino , Humanos , Adolescente , Adolescente , Perfil de Saúde , Gravidez na Adolescência
3.
Rev. enferm. UFSM ; 7(4): 1-14, out.-dez. 2017.
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1034467

RESUMO

Objetivo: identificar o estilo de vida e saúde de docentes de uma instituição deensino pública. Método: estudo quantitativo, descritivo, correlacional. A amostra foicomposta por 82 docentes dos cursos de Bioquímica, Enfermagem, Farmácia e Medicina.Utilizou-se um questionário semiestruturado para a caracterização do perfil sóciodemográficoe laboral; escala validada do Estilo de Vida Fantástico. Resultados: 65,9% mulheres, 74,4%doutores, 58,3% relataram estilo de vida muito bom, 24,4% afastaram devido a doença;68,2% dos docentes com estilo de vida muito bom não fazia uso de medicação diária, aopasso que para aqueles que faziam uso de medicação diária, o estilo de vida muito bom caiupara 42,9%. Conclusão: Há necessidade de criação de políticas públicas de saúde que visem apromoção à saúde no ambiente universitário e a produção de novos estudos acerca dasalterações de saúde nos docente e suas repercussões no estilo de vida.


Aim: to identify the lifestyle and health of teachers of a public educationalinstitution. Method: quantitative, descriptive, correlational study. The sample consisted of 82professors of Biochemistry, Nursing, Pharmacy and Medicine. A semi-structured questionnairewas used to characterize the socio-demographic and work profile; Validated scale of theFantastic Lifestyle. Results: 65.9% women, 74.4% doctors, 58.3% reported a very goodlifestyle, 24.4% withdrawn due to illness; 68.2% of teachers with very good lifestyle did not use daily medication, while for those who used daily medication, the very good lifestyle dropped to42.9%. Conclusion: it is necessary to emphasize the need to create public health policies thataim to promote health in the university environment and the production of new studies abouthealth changes in teachers and their repercussions on the lifestyle.


Objetivo: identificar el estilo de vida y la salud de los docentes de una institución deenseñanza pública. Método: estudio cuantitativo, descriptivo, correlacional. La muestra fuecompuesta por 82 docentes de los cursos de Bioquímica, Enfermería, Farmacia y Medicina. Seutilizó un cuestionario semiestructurado para la caracterización del perfil socio demográfico ylaboral; escala validada del Estilo de Vida Fantástico. Resultados: 65,9% mujeres, 74,4%doctores, 58,3% relataron estilo de vida muy bueno, 24,4% se alejaron debido a enfermedad;68,2% de los docentes con estilo de vida muy bueno no hacía uso de medicación diaria, mientras,para aquellos que hacían uso de medicación diaria, el estilo de vida muy bueno cayó para 42,9%.Conclusión: crear políticas públicas de salud que contribuyan para la promoción de la salud enel ambiente universitario y la producción de nuevos estudios sobre las alteraciones de salud delos docentes y sus repercusiones en el estilo de vida.


Assuntos
Docentes , Enfermagem , Estilo de Vida , Saúde Pública , Saúde do Trabalhador , Universidades
4.
Rev. enferm. UFPE on line ; 11(supl.3): 1481-1488, mar.2017. ilus, tab
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1032431

RESUMO

Objetivo: identificar o bem-estar no trabalho e as alterações de saúde dos docentes de uma instituição de ensino superior. Método: estudo descritivo, correlacional, transversal, de abordagem quantitativa, realizado numa instituição de ensino pública. A amostra foi de 82 docentes de Bioquímica, Enfermagem, Farmácia e Medicina. Para avaliar o bem-estar, foram utilizadas Escala de Faces de Andrews, Índice de Bem-estar (WHO-5) e Escala de Bem-estar Psicológico (EBEP). Resultados: na escala de Faces de Andrews, a face predominante foi 2 “felicidade”, com 39%. No bem-estar, 64,59% dos docentes apresentaram bem-estar satisfatório. 24,7%dos professores disseram ter se afastado do trabalho devido à depressão, síndrome do pânico, síndrome de Burnout; 1,2% relatou afastamento devido à AT com material perfuro cortante. Conclusão: o bem-estar, bom relacionamento interpessoal e sua estreita relação com o crescimento pessoal e objetivos de vida são fundamentais para a promoção da saúde no trabalho dos docentes.


Assuntos
Masculino , Feminino , Humanos , Condições de Trabalho , Docentes , Doenças Profissionais , Emoções , Satisfação no Emprego , Saúde do Trabalhador , Universidades , Epidemiologia Descritiva , Estudos Transversais , Promoção da Saúde , Relações Interpessoais
5.
Rev. enferm. Cent.-Oeste Min ; 5(3): 1752-1367, dez.2015.
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-782561

RESUMO

O atual contexto mundial de envelhecimento populacional e, consequente gestação tardia, tem levado ao aumento do número de portadores de síndromes, tal como a Síndrome de Down (SD). Tais mudanças exigem políticas que garantam o acesso desta população a serviços de saúde. Estudo com objetivo de identificar as experiências de acesso destes pacientes aos cuidados de saúde na atenção primária, na ótica de seus familiares e de enfermeiros. Estudo descritivo, de abordagem qualitativa. Os relatos obtidos nas entrevistas foram gravados e transcritos para análise de conteúdo associada ao programa computacional ATLAS TI 7. Foram identificadas as seguintes categorias temáticas: O cuidado ao usuário com SD na atenção primária; Influência da gestão da atenção primária no acesso aos serviços e Importância do conhecimento do enfermeiro para o cuidado ao usuário com SD. Os serviços de saúde ainda carecem de condições estruturais, administrativas e de pessoal capacitado para cuidar deste tipo de paciente, pelo fato de ainda serem recentes as políticas públicas voltadas para os direitos destas pessoas. Apesar das políticas brasileiras ressaltarem o princípio da equidade do atendimento em saúde, ainda há muito que se investir na redução das iniquidades na alocação e no acesso aos serviços da atenção primária...


This study aimed to identify the access experiences of people with Down syndrome to health care inprimary care, from the viewpoint of their families and nurses. Method: Descriptive study of qualitative approach. Thereports were recorded and transcribed for content analysis associated with the computer program ATLAS IT 7. Results:We identified the following thematic categories: Care to the user with SD in primary care; Influence the managementof primary care in access to services and nurse's knowledge of the importance of care for the user with SD.Conclusion: Health services still lack structural, administrative and skilled personnel to take care of this type ofpatient, because they are still recent public policies for the rights of these people. Despite the Brazilian policies theybounce the principle of equity of health care, there is still a lot to invest in reducing inequities in the allocation andaccess to services of primary health care...


Este estudio tuvo como objetivo identificar las experiencias el acceso de personas con síndrome de Down ala atención de salud en la atención primaria, desde el punto de vista de sus familias y enfermeras. Método: Estudiodescriptivo de enfoque cualitativo. Se registraron los informes de las entrevistas y posteriormente transcritastotalmente para el análisis de contenido asociado con el programa informático Atlas TI 7. Resultados: Se identificaronlas siguientes categorías temáticas: Atención al usuario con SD en la atención primaria; Influir en la gestión de laatención primaria en el acceso a los servicios y el conocimiento de la enfermera de la importancia del cuidado para elusuario con SD. Conclusión: Los servicios de salud siguen careciendo de personal de estructura, administrativas ycualificados para cuidar de este tipo de pacientes, ya que son todavía las políticas públicas recientes de los derechosde estas personas. A pesar de las políticas brasileños que rebotan el principio de equidad de la atención de salud,todavía hay mucho que invertir en la reducción de las desigualdades en la distribución y el acceso a los servicios de atención primaria de salud...


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Acesso aos Serviços de Saúde , Atenção Primária à Saúde , Enfermagem , Síndrome de Down
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA