Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 4 de 4
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
Interface (Botucatu, Online) ; 26: e210290, 2022.
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-1360502

RESUMO

O artigo pretende descrever as percepções do(a)s trabalhadore(a)s quanto ao cotidiano institucional e suas possíveis correlações com os fatores que geram sofrimento mental e crises no público atendido em sete Centros de Socioeducação (Censes) do Paraná. Utilizou-se como instrumentos de coleta de dados grupos focais, entrevistas e observações participantes, sendo os dados interpretados pelos princípios da hermenêutica. Observou-se uma não padronização das estruturas dos Censes e a percepção dos trabalhadores indicou dinâmicas menos institucionalizadas em estruturas menores. A privação ocupacional pareceu sinalizar o aumento do sofrimento mental do(a)s adolescentes, contrariamente ao acesso a um repertório de atividades significativas, as quais pareceram ser promotoras de saúde mental. Conclui-se que a institucionalização pode gerar sofrimento mental tanto ao(a)s adolescentes quanto às equipes que trabalham nos Censes, sendo a estruturação do cotidiano um de seus determinantes. (AU)


El artículo pretende describir las percepciones de los trabajadores y trabajadoras en lo que se refiere al cotidiano institucional y sus posibles correlaciones con los factores que generan sufrimiento mental y crisis en el público atendido en siete Centros de Socioeducación (Censes) de Paraná. Como instrumentos de colecta de datos se utilizaron grupos focales, entrevistas y observaciones participantes, siendo los datos interpretados por los principios de la hermenéutica. Se observó la no estandarización de las estructuras de los Censes y la percepción de los trabajadores indicó dinámicas menos institucionalizadas en estructuras menores. La privación ocupacional pareció señalizar el aumento del sufrimiento mental de los adolescentes, contrariamente al acceso a un repertorio de actividades significativas que parecían ser promotoras de salud mental. Se concluye que la institucionalización puede generar un sufrimiento mental tanto a los adolescentes como a los equipos que trabajan en los Censes, siendo la estructuración del cotidiano uno de sus factores determinantes. (AU)


The article aims to describe the perceptions of the workers about the institutional daily life and its possible correlations with the factors that generate mental suffering and crises in the public assisted in seven Socio-Education Youth Centers (Censes) in Paraná. Instruments of data collection were: focus groups, interviews and participant observations, being the data interpreted by the principles of hermeneutics. We observed a non-standardization of the Censes structures and the workers' perception indicated less institutionalized dynamics in smaller structures. Occupational deprivation seemed to signal the increase of mental suffering of the adolescents, contrary to the access to a repertoire of significant activities, which seemed to promote mental health. It is concluded that institutionalization can generate mental suffering for both the adolescents and the teams working in the Censes, with the structuring of daily life being one of its determinants. (AU)

2.
Arq Neuropsiquiatr ; 70(2): 140-4, 2012 Feb.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-22311220

RESUMO

Epilepsy causes restrictions in the performance of various daily activities. The aiming of this study was to investigate whether these restrictions affect the perceived quality of life. The assessments Quality of Life in Epilepsy-31 (QOLIE-31) and Canadian Occupational Performance Measure (COPM) were applied in a sample that consisted of a single group of 34 subjects with at least two years of uncontrolled seizures. The results indicated that the most affected domains of QOLIE-31 were seizure worry, 29.77 (±21.72), and effects of drugs, 49.75 (±28.58), and for the COPM, the average of performance and satisfaction were respectively 3.10 (±3.07) and 4.45 (±3.29), and performance limitations most frequently cited were maintain employment (18), left home alone (15) and courses (15). The application of the Spearman correlation coefficient showed that the three main performance limitations posed by the COPM, especially regarding the level of satisfaction, influence the perception of quality of life. Thus, occupational performance proves to be an important area of intervention with subjects with epilepsy.


Assuntos
Atividades Cotidianas/psicologia , Epilepsia/psicologia , Qualidade de Vida/psicologia , Trabalho/psicologia , Adulto , Feminino , Humanos , Masculino , Convulsões/psicologia , Comportamento Social , Fatores Socioeconômicos , Análise e Desempenho de Tarefas
3.
Arq. neuropsiquiatr ; 70(2): 140-144, Feb. 2012. tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-612696

RESUMO

Epilepsy causes restrictions in the performance of various daily activities. The aiming of this study was to investigate whether these restrictions affect the perceived quality of life. The assessments Quality of Life in Epilepsy-31 (QOLIE-31) and Canadian Occupational Performance Measure (COPM) were applied in a sample that consisted of a single group of 34 subjects with at least two years of uncontrolled seizures. The results indicated that the most affected domains of QOLIE-31 were seizure worry, 29.77 (±21.72), and effects of drugs, 49.75 (±28.58), and for the COPM, the average of performance and satisfaction were respectively 3.10 (±3.07) and 4.45 (±3.29), and performance limitations most frequently cited were maintain employment (18), left home alone (15) and courses (15). The application of the Spearman correlation coefficient showed that the three main performance limitations posed by the COPM, especially regarding the level of satisfaction, influence the perception of quality of life. Thus, occupational performance proves to be an important area of intervention with subjects with epilepsy.


A epilepsia causa limitações quanto ao desempenho de várias atividades diárias. Este estudo procurou investigar se essas limitações afetam a percepção da qualidade de vida (QV) do sujeito com epilepsia. Foram estudados 34 sujeitos com crises epiléticas não controladas há pelo menos dois anos, para os quais foram aplicadas, dentre outras, as avaliações QOLIE-31 para QV e Medida Canadense de Desempenho Ocupacional (COPM) para análise das limitações no desempenho ocupacional. Os resultados indicaram que os domínios da QOLIE-31 mais afetados foram preocupação com as crises (29,8±21,7) e efeitos dos medicamentos (49,7±28,6). Em relação à COPM, as médias de desempenho e satisfação foram, respectivamente, 3,10±3,07 e 4,45±3,29, sendo as limitações no desempenho mais frequentes a manutenção do emprego (18), ser capaz de sair de casa sozinho (15) e poder frequentar cursos (15). A aplicação do coeficiente de correlação de Spearman evidenciou que as três principais limitações no desempenho levantadas pela COPM, principalmente em relação ao nível de satisfação, influenciam na percepção da qualidade de vida do sujeito com epilepsia. Dessa forma, o desempenho ocupacional provou ser uma importante área de intervenção com sujeitos epiléticos.


Assuntos
Adulto , Feminino , Humanos , Masculino , Atividades Cotidianas/psicologia , Epilepsia/psicologia , Qualidade de Vida/psicologia , Trabalho/psicologia , Comportamento Social , Fatores Socioeconômicos , Convulsões/psicologia , Análise e Desempenho de Tarefas
4.
Acta fisiátrica ; 18(2)jun. 2011.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-663353

RESUMO

A literatura mostra que os sujeitos com Epilepsia apresentam dificuldadespara o engajamento no desempenho de atividades em todos ou quase todos os aspectos da vida. Visando melhor compreender os problemas de desempenho ocupacional do sujeito comepilepsia, os objetivos desta pesquisa foram: avaliar e classificar, de acordo com a CIF, quais os problemas de desempenho ocupacional apresentados por sujeitos com Epilepsia e discutir os dados levantados de acordo com a literatura. Foram entrevistados 34 sujeitos, onde os principais problemas de desempenho relatados foram:Manter um emprego (d8451) com 18 queixas, Treinamento profissional(d825) e Deslocar-se por diferentes locais (d460), ambos com 15 queixas. Observou-se que os fatores determinantes para os problemasde desempenho encontrados são facilmente classificados na CIF e, suas limitações para atividades e restrições para participação estão em acordo com o modelo de saúde apresentado pelaclassificação, onde além das deficiências relacionadas às funções docorpo também os fatores ambientais e pessoais interferem na vida desses sujeitos.


The literature shows that subjects with epilepsy have difficulties performingactivities in all or nearly all aspects of life. Searching for a better understanding of the problems of occupational performance in subjects with epilepsy, this research sought to evaluate and classify these problems according to the ICF experienced by subjects with Epilepsy and to discuss the data gleaned from the literature. Thirty-four individuals were interviewed, where the main performance problems reported were: maintaining a job (d8451) with 18 complaints, vocational training (d825) with 15 complaints, and moving around in different locations (d460), also with 15 complaints. It was observed that thedetermining factors for these performance problems were easily classified according to the ICF, and their limitations to activities and restrictionsto participation were in accord with the biopsychosocial model of health given by the classification where, apart from deficiencies related to the body functions, the environmental and personal factors also interfere with the lives of these individuals.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Atividades Cotidianas , Epilepsia/epidemiologia , Epilepsia/reabilitação , Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde , Saúde do Trabalhador , Análise e Desempenho de Tarefas , Epidemiologia Descritiva , Terapia Ocupacional
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...