Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 7 de 7
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
Epidemiol Serv Saude ; 29(2): e2018258, 2020.
Artigo em Inglês, Português | MEDLINE | ID: mdl-32401909

RESUMO

OBJECTIVE: to analyze the results of the National Census of Primary Health Care Centers with regard to architectural and communication barriers in Primary Health Care throughout Brazil. METHODS: this was a cross-sectional study based on data from the first National Census of Primary Health Care Centers conducted between May and October 2012. RESULTS: the Northern region had the lowest rates of adequacy; although the Southeast region had the best rates when compared to the country's other regions, they were nevertheless unsatisfactory, since for many items adequacy was still below 50%; the items relating to accessibility by people with disabilities (5.7 to 34.2%) and/or the illiterate (0.1 to 27.4%) had very low scores. CONCLUSION: the majority of services evaluated had architectural and communication barriers, hindering access to health services by disabled, illiterate or elderly people; the importance of allocating resources to reduce iniquities and improve access is stressed.


Assuntos
Acessibilidade Arquitetônica/estatística & dados numéricos , Barreiras de Comunicação , Acesso aos Serviços de Saúde/estatística & dados numéricos , Atenção Primária à Saúde/estatística & dados numéricos , Idoso , Brasil , Estudos Transversais , Pessoas com Deficiência , Necessidades e Demandas de Serviços de Saúde/estatística & dados numéricos , Disparidades em Assistência à Saúde/estatística & dados numéricos , Humanos , Alfabetização , Atenção Primária à Saúde/normas , Alocação de Recursos/estatística & dados numéricos
2.
Epidemiol. serv. saúde ; 29(2): e2018258, 2020. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1101121

RESUMO

Resumo Objetivo: analisar os resultados do Censo Nacional das Unidades Básicas de Saúde no que se refere às barreiras arquitetônicas e de comunicação na Atenção Básica em Saúde em todo o território brasileiro. Métodos: estudo transversal com base nos dados do primeiro Censo Nacional das Unidades Básicas de Saúde, coletados de maio a outubro de 2012. Resultados: a região Norte apresentou menores índices de adequação, enquanto a Sudeste apresentou os melhores índices, comparados às demais regiões, porém insatisfatórios, pois muitos itens permaneceram abaixo de 50%; itens sobre acessibilidade por pessoas com deficiência (5,7 a 34,2%) e não alfabetizadas (0,1 a 27,4%) apresentaram pontuação muito baixa. Conclusão: a maioria das unidades avaliadas possuem barreiras arquitetônicas e de comunicação, prejudicando a acessibilidade aos serviços de saúde prestados às pessoas com deficiência, não alfabetizadas ou idosas; destaca-se a importância da alocação de recursos para redução de iniquidades e melhoria do acesso.


Resumen Objetivo: analizar la accesibilidad de los usuarios al Censo Nacional de las Unidades Básicas de Salud en lo referente a barreras arquitectónicas y de comunicaciones en todo Brasil. Métodos: estudio descriptivo analítico con base en los datos del primer Censo Nacional de las Unidades Básicas de Salud; la encuesta se realizó entre mayo y octubre de 2012. Resultados: la región Norte presentó menores índices de adecuación, mientras que el Sudeste presentó mejores índices comparados a las demás regiones, pero insatisfactorios, pues muchos ítems permanecieron por debajo del 50%; los ítems sobre accesibilidad por personas con discapacidad (5,7 a 34,2%) y no alfabetizadas (0,1 a 27,4%) presentaron una puntuación muy baja. Conclusión: los datos demuestran que la mayoría de los servicios evaluados poseen barreras arquitectónicas y de comunicación, perjudicando la accesibilidad a los servicios de salud prestados a las personas con discapacidad, no alfabetizadas o ancianas, y exalta la importancia de asignación de recursos para la reducción de iniquidades y mejoría del acceso.


Abstract Objective: to analyze the results of the National Census of Primary Health Care Centers with regard to architectural and communication barriers in Primary Health Care throughout Brazil. Methods: this was a cross-sectional study based on data from the first National Census of Primary Health Care Centers conducted between May and October 2012. Results: the Northern region had the lowest rates of adequacy; although the Southeast region had the best rates when compared to the country's other regions, they were nevertheless unsatisfactory, since for many items adequacy was still below 50%; the items relating to accessibility by people with disabilities (5.7 to 34.2%) and/or the illiterate (0.1 to 27.4%) had very low scores. Conclusion: the majority of services evaluated had architectural and communication barriers, hindering access to health services by disabled, illiterate or elderly people; the importance of allocating resources to reduce iniquities and improve access is stressed.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Atenção Primária à Saúde , Sistema Único de Saúde , Pessoas com Deficiência , Barreiras de Comunicação , Serviços de Saúde , Acesso aos Serviços de Saúde , Acessibilidade Arquitetônica/estatística & dados numéricos , Centros de Saúde , Estudos Transversais , Comunicação em Saúde
3.
Fisioter. mov ; 29(4): 741-750, Out.-Dec. 2016. tab
Artigo em Inglês | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-828780

RESUMO

Abstract Introduction: With the creation of the Support Center for Family Health (NASF) and the high insertion of physiotherapists in this, it is necessary to have a better knowledge on this category's current work. Objective: To analyze the process of work of physiotherapists at NASF and their education, and the technological tools usage. Methods: Transversal study, descriptive, analytic, enforced by online semi-structured questionnaires to NASF's physiotherapists in Mato Grosso do Sul. The results were analyzed through descriptive statistics and chi-square test (significant level of 5%). Results: 37 physiotherapists (21 cities) participated. Among them, 27% Family-Health/Primary-Health-Care post graduates, and 51.4% in other clinical areas. Most (91,9%) did not receive enough capacitation when joining NASF, and 94.6% consider that did not have enough knowledge to do their activities. The articulation NASF and Family-Health-Strategy team is considered unsatisfactory to 51.3%. Individual rehabilitation is the most carried activity on a daily basis (59.5%), and NASF's tools are used by less than half, except the Amplified Clinic, which is used by 54,1% of physiotherapists. There was a significant association between capacitation to NASF's work and the tools usage of Singular-Therapeutic Project, Territorial Health Project and Support Pact. There was no association between the tools usage and the specialization in Family Health. Conclusion: The assistive and rehabilitator model has been the conductor of physiotherapists' actions. NASF's tools are little used. These results are explained due to the limited knowledge about NASF's attributions, resulting from the small capacitation offer to these activities and the traditional rehabilitator education.


Resumo Introdução: Com a criação do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF) e a alta inserção de fisioterapeutas neste serviço, faz-se necessário conhecer melhor o trabalho da categoria neste cenário. Objetivo: Analisar o processo de trabalho dos fisioterapeutas nos NASF, a utilização de ferramentas-tecnológicas e a formação destes para o trabalho. Métodos: Estudo transversal, descritivo-analítico, por meio de questionário on-line semiestruturado aplicado com fisioterapeutas dos NASF de Mato-Grosso do Sul. Os resultados foram analisados através de estatística descritiva e teste qui-quadrado (p<0,05). Resultados: Participaram 37 fisioterapeutas de 21 municípios. Destes, 27% possuem especialização em Saúde da Família (SF)/Atenção-Primária à Saúde e 51,4% em outras áreas clínicas. A maioria (91,9%) não recebeu capacitação ao ingressar no NASF, e 94.6% não possuíam conhecimento suficiente para realizar suas atividades. A articulação NASF e equipe de Estratégia de Saúde da Família é considerada insatisfatória para 51,3%. A reabilitação individual é a atividade mais realizada diariamente (59,5%), e as ferramentas do NASF são utilizadas por menos da metade, exceto a Clínica Ampliada, realizada por 54,1%. Houve associação significativa entre a capacitação para o trabalho no NASF e a utilização das ferramentas Projeto-Terapêutico-Singular, Projeto Saúde no Território e Pactuação de Apoio. Não houve associação entre a utilização das ferramentas e a especialização em SF. Conclusão: O modelo assistencial-reabilitador tem sido o condutor das ações dos fisioterapeutas, e as ferramentas do NASF são pouco utilizadas. Estes resultados podem ser explicados pelo limitado conhecimento sobre as atribuições do NASF, resultante da pouca oferta de capacitação e da formação tradicional.

4.
Rev. bras. educ. méd ; 40(3): 430-436, jul.-set. 2016. tab, graf
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-829807

RESUMO

RESUMO O processo de formação dos profissionais da saúde constitui um desafio a gestores e educadores devido à complexidade de estimular ao mesmo tempo habilidades profissionais, interpessoais e humanísticas do aluno. Os programas de Residências Multiprofissionais em Saúde (RMS) apresentam caráter de vanguarda em nosso país ao incentivarem práticas multiprofissionais ativas e participativas na atenção em saúde. Neste estudo, investigamos os níveis de estresse e qualidade de vida dos acadêmicos durante os dois anos em que se encontravam em uma RMS. O cenário de prática envolveu assistência de alta complexidade a pacientes críticos. Durante os dois anos, constatamos aumento no nível de estresse dos acadêmicos, intimamente relacionado à queda na qualidade de vida. Diversos fatores físicos e psíquicos estão vinculados aos resultados, que devem gerar discussões nos núcleos docentes estruturantes de cada residência na proposição de medidas acolhedoras aos alunos.


ABSTRACT The training process for health professionals constitutes a challenge for managers and educators since the procedures for stimulating professional, interpersonal, and human skills stand on a complex basis. Multi-professional Residence Programs (MRP) are somewhat cutting-edge in Brazil, based on the fact that they encourage active and participative multidisciplinary practices in health care. It was in this context that this study investigated student stress and quality of life during the two years spent on an MRP, with the practical scenario involving highly complex assistance administered to critically ill patients. Over the course of the two years, we were able to identify an increase in student stress levels, strongly related to a decrease in their quality of life. Many physical and psychological factors are linked to the results, and should generate debate within the academic structuring cores of each residence on measures which may be taken to better foster student welfare.

5.
Motriz rev. educ. fís. (Impr.) ; 22(3): 205-210, July-Sept. 2016. tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-789105

RESUMO

Despite consensus regarding the interference of cognitive processes on the human balance, the impact that different sensory stimuli have on the stabilometric measures remains unclear. Here, we investigated changes in the postural balance of individuals with Alzheimer's disease (AD) and in healthy controls undergoing different proprioceptive and somesthetic pitfalls. We included 17 subjects submitted to eight sensorimotor dynamics with differences in the support bases, contact surfaces, and visual clues. The measurements used to assess participants balance were as follows: position of the body in space, range of instability, area of the support base, and velocity of postural control. From a total of 56 cross-sectional analyses, 21.42% pointed out differences between groups. Longitudinal analyses showed that tasks with proprioceptive and somesthetic pitfalls similarly impact imbalance in both groups. The current results suggest that AD subjects and healthy controls had different patterns submitted to balance, but suffered similar interference when undergoing proprioceptive and somesthetic challenges


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Idoso , Privação Sensorial , Equilíbrio Postural , Retroalimentação Sensorial , Doença de Alzheimer/complicações
6.
BIS, Bol. Inst. Saúde (Impr.) ; 17(sup): 58-61, Dez. 2016.
Artigo em Português | Sec. Est. Saúde SP, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-ISPROD, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-ISACERVO | ID: biblio-1022986

RESUMO

A dor crônica pode ser persistente e recorrente, tem um processo de tratamento longo que inclui repouso e uso de fármacos para o alívio do sintoma, que, em muitas ocasiões, podem resultar em efeitos colaterais desagradáveis, o que dificulta a adesão de pessoas ao tratamento farmacológico. A baixa adesão ao tratamento e os possíveis efeitos colaterais estão relacionados diretamente à baixa eficácia do uso contínuo de medicamentos, fazendo necessária uma nova forma de tratamento multidimensional, agindo não somente sobre os sintomas, mas também nas características biopsicossocial do paciente.


Assuntos
Humanos , Terapias Complementares , Dor Crônica , Promoção da Saúde
7.
Rev. bras. educ. méd ; 39(3): 336-338, jul.-set. 2015.
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: lil-766218

RESUMO

RESUMO Diante da necessidade da formação voltada para o trabalho em equipe e o desenvolvimento de discussões e construções coletivas nos campos de saberes, estudantes e docentes das diversas áreas da saúde da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul criaram uma proposta de mobilização em busca de uma formação interdisciplinar. O produto final dessa mobilização culminou na criação, pelos estudantes, de uma Carta de Intenções – denominada “Carta Verde” – para mudanças curriculares voltadas à formação interprofissional. Esse nome representa a liberdade e a saúde, no intuito de que, juntas, todas as profissões possam se complementar e produzir saúde desde sua formação. Além disso, horários “verdes” para a participação de projetos, criação de coletivos em saúde e discussões entre as diversas áreas do conhecimento são estratégias para otimizar a formação em equipe dos futuros profissionais. O produto dessa carta pode induzir mudanças curriculares mais efetivas e concretas no que diz respeito à formação interprofissional segundo as atuais necessidades do Sistema Único de Saúde do nosso país.


ABSTRACT Considering the need for teamwork-focused training and the development of discussions and collective constructions in the fields of knowledge, a proposal that seeks to mobilize interdisciplinary training was created by students and teachers from different health courses of the Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. The end product of this initiative culminated in the creation of a Letter of Intent for curricular changes focused on interprofessional education, called “Carta Verde” or “Green Letter”. This name represents freedom and health, with the intention that together all the professions can complement each other and produce health from training onwards. Furthermore, “green” schedules for participation in projects, creating collective health and discussions between the various areas of knowledge are strategies that can optimize the training of future professional staff. The product of this letter may lead to more effective and specific curricular changes to interprofessional education in accordance with the current needs of the Health System in Brazil.

SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...