Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 4 de 4
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
Rev. enferm. UFPE on line ; 13(3): 773-782, mar. 2019. ilus, graf, tab
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1015758

RESUMO

Objetivo: objetivou-se analisar o impacto da polifarmácia na qualidade de vida dos idosos a partir das produções científicas. Método: trata-se de estudo bibliográfico, tipo revisão integrativa de literatura. Realizou-se a coleta de dados nas bases de dados Medline, LILACS e Biblioteca Scielo, entre o período de 2006 e 2016, nos idiomas inglês, espanhol e português, submetendo-se à Técnica de Análise de Conteúdo na Modalidade Análise de Conteúdo Temática. Resultados: evidenciou-se que a polimedicação pode levar ao desenvolvimento, no idoso, de uma série de complicações por conta dos efeitos adversos dos fármacos, afetando a qualidade de vida e a realização das suas atividades diárias. Defende-se que o cuidado com a interação medicamentosa, o aprazamento e a educação em saúde são de grande relevância no contexto do envelhecimento, comprometendo os aspectos fisiológicos do paciente. Conclusão: observa-se que a atuação do enfermeiro é indispensável pelo conhecimento teórico de Farmacologia e do processo de envelhecimento, pois contribui para a vigilância medicamentosa e dos efeitos colaterais em relação aos idosos que, muitas vezes, fazem uso de medicamentos sem prescrição médica.(AU)


Objective: to analyze the impact of polypharmacy on the quality of life of the older adults from the scientific productions. Method: this is a bibliographical study, integrative literature review type. Data collection was carried out in the Medline, LILACS and Scielo databases between 2006 and 2016, in English, Spanish and Portuguese, submitted to the Content Analysis Technique in the Thematic Content Analysis Mode. Results: the polymedication can lead to the development of a series of complications for the older adult due to the adverse effects of the drugs, affecting the quality of life and the performance of their daily activities. Care with medication interaction, the time of taking the medication and education in health are of great relevance in the context of aging, compromising the physiological aspects of the patient. Conclusion: the nurses´ performance is indispensable by the theoretical knowledge of Pharmacology and the aging process since it contributes to drug surveillance and side effects for the elderly people, who often use medications without a medical prescription.(AU)


Objetivo: analizar el impacto de la polifarmacia en la calidad de vida de los ancianos a partir de las producciones científicas. Método: se trata de un estudio bibliográfico, tipo revisión integradora de la literatura. Se realizó la recolección de datos en las bases de datos Medline, LILACS y Biblioteca Scielo, entre el período de 2006 a 2016, en los idiomas inglés, español y portugués, submetiéndose a la Técnica de Análisis de Contenido en la Modalidad Análisis de Contenido Temático. Resultados: se observó que la polimedicación puede llevar al desarrollo de una serie de complicaciones al anciano por cuenta de los efectos adversos de los fármacos, afectando la calidad de vida y la realización de sus actividades diarias. Se defiende que el cuidado con la interacción medicamentosa, el tempo de tomar la medicación y la educación en salud son de grande relevancia en el contexto del envejecimiento, comprometiendo los aspectos fisiológicos del paciente. Conclusión: se observa que la actuación del enfermero es indispensable por el conocimiento teórico de Farmacología y del proceso de envejecimiento, pues contribuye para la vigilancia medicamentosa y de los efectos colaterales en relación a los adultos mayores que muchas veces usan medicamentos sin prescripción médica.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Idoso de 80 Anos ou mais , Qualidade de Vida , Idoso , Atividades Cotidianas , Saúde do Idoso , Polimedicação , Enfermagem Geriátrica , Cuidados de Enfermagem , MEDLINE , LILACS
2.
Cogitare enferm ; 23(4): e59117, 2018. tab, graf
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-984286

RESUMO

RESUMO: Objetivos: identificar os fatores que influenciam a qualidade de vida de idosos com o Vírus da Imunodeficiência Humana e discutir as formas de enfrentamento dos fatores que afetam a qualidade de vida. Método: revisão integrativa de literatura cuja busca, realizada na Literatura Latino-americana e do Caribe em Ciências da Saúde, US National Library of Medicine e Cumulative Index to Nursing & Allied Health Literature, ocorreu nos dias 21 e 22 de novembro de 2017. Resultados: foram encontrados 24.122 artigos, dos quais 13 foram selecionados para análise, emergindo duas categorias: Fatores que influenciam a qualidade de vida de idosos com o Vírus da Imunodeficiência Humana; Formas de enfrentamento dos fatores que afetam a qualidade de vida desses idosos. Conclusão: os fatores que se destacaram foram a idade, as comorbidades e a depressão, e o enfrentamento se deu através do uso da Terapia Antirretroviral, abordagem das doenças oportunistas e aperfeiçoamento da assistência profissional.


RESUMEN: Objetivos: identificar los factores que influyen en la calidad de vida de ancianos con el Virus de la Inmunodeficiencia Humana y discutir formas de afrontar los factores que interfieren en la calidad de vida. Método: revisión integrativa de literatura cuya búsqueda, que se realizó en Literatura Latinoamericana y de Caribe en Ciencias de la Salud, US National Library of Medicine y Cumulative Index to Nursing & Allied Health Literature, ocurrió en los días 21 y 22 de noviembre de 2017. Resultados: se encontraron 24.122 artículos, de los cuales 13 se seleccionaron para análisis, resultando en dos categorías: Factores que influyen en la calidad de vida de ancianos con el Virus de la Inmunodeficiencia Humana; Formas de afrontar los factores que influyen en la calidad de vida de esos ancianos. Conclusión: se destacaron los factores: edad, comorbilidades y depresión; y acerca del afrontamiento ocurrió por medio del uso de la Terapia Antirretroviral, abordaje de las enfermedades oportunistas y perfeccionamiento de la asistencia profesional.


ABSTRACT: Objectives: To identify the factors that influence the quality of life of older adults with the Human Immunodeficiency Virus and to discuss ways of coping with these factors that affect the quality of life. Method: an integrative review of the literature was carried out in the Latin American and Caribbean Literature on Health Sciences, US National Library of Medicine and Cumulative Index to Nursing & Allied Health Literature databases, on November 21 and 22, 2017. Results: 24,122 articles were found, of which 13 were selected for analysis, with two categories emerging: Factors that influence the quality of life of older adults with the Human Immunodeficiency Virus: Ways of coping with factors that affect the quality of life of these older adults. Conclusion: the factors that stood out were age, comorbidities and depression, and the coping occurred through the use of Antiretroviral Therapy, taking care regarding opportunistic diseases and improving the professional care.


Assuntos
Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Idoso de 80 Anos ou mais , Qualidade de Vida , Idoso , Adaptação Psicológica , Síndrome de Imunodeficiência Adquirida , HIV
3.
Niterói; s.n; 2016. 89 f p.
Tese em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-906201

RESUMO

A AIDS é um problema de saúde pública mundial. A partir do século XXI, a pandemia da AIDS ganhou visibilidade com novos sujeitos de estudo-os indivíduos com 50 anos ou mais. A necessidade de estudos com esses sujeitos envolve a melhoria da qualidade de vida, aumento da sobrevida pelo sucesso com os antirretrovirais e eficácia de estratégias para enfrentamento de impotência sexual. A partir disso, têm-se como objetivos deste estudo caracterizar o perfil clínico e epidemiológico dos indivíduos com 50 anos ou mais com HIV/AIDS que fizeram acompanhamento no ambulatório do serviço de Doenças Infecciosas e Parasitárias do HU no recorte temporal de 2009 a 2014; verificar a ocorrência de episódios de internação desses indivíduos com 50 anos ou mais; avaliar o perfil de internação dos indivíduos com 50 anos ou mais que internaram no transcurso da doença; comparar as variáveis do estudo entre os sexos. Trata-se de um estudo epidemiológico descritivo, inferencial e seccional a partir dos registros de indivíduos com 50 anos ou mais com HIV/AIDS acompanhados no ambulatório de doenças infecciosas e parasitárias de um hospital universitário no município de Niterói. Os resultados do estudo apontaram uma expressa proximidade entre o número de homens (53%) e mulheres (47%) infectados pelo vírus HIV, acompanhados no ambulatório, o que corrobora com o processo de feminização da epidemia. Houve uma predominância de homens solteiros/separados 40 (74%) e mulheres viúvas 16 (33%) em que observamos diferença estatística significativa (ChiQuadrado; p =< 0.0001) onde muitas dessas mulheres foram contaminadas por relação heterossexual. Na opção sexual dos indivíduos com 50 anos ou mais, foi observada a prevalência de heterossexuais e homossexuais masculinos e nas mulheres a heterossexualidade, confirmando a transmissão por relação sexual heterossexual (ChiQuadrado; p =< 0.0001). Em referência aos casos de HIV na família, houve diferença significativa entre os sexos (Chi-Quadrado; p = 0.0184), pois as mulheres apresentaram um número expressivo de maridos/companheiros 17 (35%) infectados. As coinfecções/doenças oportunistas têm sido a causa de internação desses indivíduos com 50 anos ou mais, visto que, muitas vezes, descobrem a soropositividade para o HIV, já manifestando a AIDS. As causas mais prevalentes de internação, no sexo masculino e feminino, foram por pneumocistose, tuberculose pulmonar, neurotoxoplasmose e pneumonia bacteriana. Muitos desses indivíduos descobriram estar com HIV ainda antes dos 60 anos de idade, o que nos leva a uma reflexão de como as pessoas vêm envelhecendo. O envelhecimento populacional é um fato, somado a vulnerabilidade dos indivíduos com 50 anos ou mais a infecções sexualmente transmissíveis, leva ao profissional de saúde a responsabilidade de planejamento de ações que visam à disseminação de informação voltada à educação sexual deste público, pois estão sexualmente ativos e necessitam postularem-se preventivamente para redução de infecções e transmissibilidade. A terapia antirretroviral para manutenção da saúde desses indivíduos e redução dos episódios de internação é de suma importância, porque a mudança de esquema e a não adesão podem levar ao acometimento por doenças oportunistas e consequentes internações, quando não, a um prognóstico ruim


AIDS is a worldwide public health issue. As of the 21st century, AIDS pandemic gained visibility with new study subjects ­ individuals of ages 50 years or over. The need for studies with these subjects involves a better quality of life, increase in the survival rate due to the success of the antiretroviral treatment and efficiency in strategies for facing sexual impotence. Based on this, the objective of this study was to characterize the clinical and epidemiological profile of individuals in their fifties or over with HIV/AIDS being accompanied at an outpatient clinic for Infectious and Parasitic Diseases of a UH, during the time period of 2009 to 2014; verify the occurrence of episodes of hospitalization of these individuals with ages of 50 years or over; evaluate the hospitalization profile of individuals with ages 50 years or over, hospitalized in the course of the illness; compare the gender variables of the study. A descriptive, inferential and sectional study from registers of individuals with ages of 50 or over, with HIV/AIDS, accompanied in an outpatient clinic for infectious and parasitic diseases at a university hospital in the municipality of Niterói. The results of the study indicate an expressive proximity between the number of men (53%) and women (47%) infected with the HIV virus, accompanied at an outpatient clinic, which corroborates with the feminization process of the epidemic. There was a predominance of single/separated men 40 (74%) and widows 16 (33%), in which a significant statistical difference was observed (Chi-Squared; p =< 0.0001) where many of these women were contaminated through heterosexual relations. In the sexual option of individuals aged 50 or over, a prevalence of heterosexual and homosexual males and heterosexual females was observed, confirming transmission through heterosexual relations (Chi-Squared; p =< 0.0001). With reference to HIV cases in the family there was a significant difference between the genders (Chi-Squared; p = 0.0184), once women presented a significant number of infected husbands/partners 17 (35%). Co-infections/opportunistic infections have been the cause for hospitalization of these individuals with ages of 50 years or over, once they often discover that they are HIV positive, when already manifesting AIDS. The most prevalent causes for hospitalization, in the male and female genders, were pneumocystis, pulmonary tuberculosis, neurotoxoplasmosis and bacterial pneumonia. Many of these individuals discovered that they had HIV before the age of 60, which leads us to think about how people are aging. Ageing population is a fact, summed to the vulnerability of individuals of ages 50 or over to sexually transmitted infections, conveying to the health professionals the responsibility of planning actions aiming to disseminate information guided towards sexual education of this public, once they are sexually active and need to advance in preventive actions in order to reduce infections and transmissibility. Antiretroviral therapy for maintaining the health of these individuals and reducing episodes of hospitalization is of utmost importance, once a change in treatment and non-adhesion could lead these individual to be affected by opportunistic diseases and consequent hospitalization, or even to a poor prognosis


Assuntos
Síndrome de Imunodeficiência Adquirida , Idoso , Perfil de Saúde , HIV
4.
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-763914

RESUMO

A Síndrome da Imunodeficiência Adquirida tem registrado mudanças no perfil da epidemia nas últimas décadas. Este estudo teve por objetivo levantar as produções científicas de enfermagem sobre HIV/AIDS na população idosa nos últimos dez anos e discutir as evidências que perpassam as produções científicas encontradas. Realizou-se uma revisão integrativa de literatura por intermédio das bases de dados LILACS, SciELO e BDENF, com seleção final de 21 artigos. Com base nesses artigos, foram criadas três categorias: implicações do diagnóstico precoce, dificuldades e facilidades a adesão à terapia antirretroviral e ações de Enfermagem. São necessárias habilidades para lidar com as questões relacionadas ao envelhecimento, complexidade do tratamento antirretroviral e eventos adversos, que são as principais causas de abandono da terapêutica. Concluiu-se que o papel da Enfermeira é fundamental no acolhimento e na avaliação integral do idoso.


In recent decades, changes in the profile of the Acquired Immunodeficiency Syndrome epidemic have occurred. This study aimed to raise the scientific productions of nursing about HIV/AIDS in the elderly population over the last ten years and discuss the evidence throughout the scientific research obtained. An integrative literature review through the LILACS, SciELO and BDENF was performed, resulting in the final selection of 21 articles. Based on these articles, three categories were created: early diagnosis implications, difficulties and facilities of adherence to antiretroviral therapy and Nursing actions. Skills are necessary to deal with issues related to aging, complexity of antirretroviral treatment and adverse events, which are the main causes of abandonment to therapy. It was concluded that the role of nursing is essential for admission and full evaluation of elderly people.


En las últimas décadas, se han producido cambios en el perfil de la epidemia del síndrome de inmunodeficiencia adquirida. Este estudio evalúa la producción científica de enfermería sobre el virus HIV/AIDS en la población de ancianos en los últimos diez años, discutiendo la evidencia de que atraviesan las producciones científicas encontradas. Se realizó una revisión integradora de la literatura a través de las bases LILACS, SciELO y BDENF, con selección final de 21 artículos. Se crearon tres categorías: implicaciones del diagnóstico precoz, dificultades y facilidades de la adherencia a la terapia antirretroviral y acciones de enfermería. Habilidades son necesarias para tratar con las cuestiones relacionadas al envejecimiento, complejidad del tratamiento antirretroviral y eventos adversos, principales causas de abandono de la terapia. El rol de la enfermera es fundamental en la acogida y en la evaluación integral de los ancianos.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Idoso , Idoso de 80 Anos ou mais , Idoso , Infecções por HIV , Síndrome de Imunodeficiência Adquirida , Soropositividade para HIV , Papel do Profissional de Enfermagem , Diagnóstico Precoce
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...