Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 1 de 1
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
Enferm. actual Costa Rica (Online) ; (38): 61-74, Jan.-Jun. 2020.
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1090087

RESUMO

Resumo Este estudo teve como objetivo discutir as percepções dos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate a Endemias sobre o processo de orientação da população quanto à prevenção e controle do Aedes Aegypti. Tratase de estudo descritivo-exploratório de natureza qualitativa, realizado com 07 Agentes de Combate a Endemias e 12 Agentes Comunitários de Saúde em uma cidade no interior da Bahia, cujos dados foram coletados por meio de entrevista semiestruturada, gravada com auxílio de gravador e analisado através da técnica do discurso do sujeito coletivo, que permitiu a construção de discursos coletivos. Os resultados mostram que na percepção de tais profissionais, a população não contribui para a prevenção e controle do Aedes Aegypti de modo eficaz, deixando apenas que os profissionais em questão atuem de forma ativa, sendo que este trabalho deve ser em conjunto com a população e os Agentes. Concluímos que com base nos resultados obtidos a população é orientada quanto aos cuidados para a prevenção do AA, no entanto, grande parte das pessoas não colocam em prática o que é pasado para eles, sendo assim, existe a necessidade de implementação de atividades para sensibilização deles.


Abstract This study aimed to discuss the perceptions of Community Health Agents and Endemic Control Agents on the process of guiding the population regarding the prevention and control of Aedes Aegypti. This is a descriptive and exploratory study of qualitative nature, conducted with 07 Endemic Disease Agents and 12 Community Health Agents in a city in the interior of Bahia, whose data were collected through semi-structured interviews, recorded with the aid of tape recorder and analyzed through the technique of collective subject discourse, which allowed the construction of collective discourses. The results show that in the perception of such professionals, the population does not contribute to the prevention and control of Aedes Aegypti effectively, leaving only the professionals in question to act actively, and this work should be together with the population and the agents. We conclude that based on the results obtained the population is oriented towards care for the prevention of AA, however, most people do not put into practice what is passed on to them, so there is a need to implement activities to raise awareness of them.


Resumen Este estudio tuvo como objetivo discutir las percepciones de los Agentes de Salud Comunitaria y los Agentes de Control Endémico sobre el proceso de orientación de la población con respecto a la prevención y el control del Aedes Aegypti. Este es un estudio descriptivo y exploratorio de naturaleza cualitativa, realizado con 07 Agentes de Enfermedades Endémicas y 12 Agentes de Salud Comunitaria en una ciudad del interior de Bahía, cuyos datos fueron recolectados a través de entrevistas semiestructuradas, registradas con la ayuda de una grabadora y analizados a través de la técnica del discurso del sujeto colectivo, que permitió la construcción de discursos colectivos. Los resultados muestran que, en la percepción de tales profesionales, la población no contribuye a la prevención y al control del Aedes Aegypti de manera efectiva, dejando solamente a los profesionales en cuestión para que actúen activamente, y este trabajo debe ser realizado juntamente con la población y con los agentes. Concluimos que, en base a los resultados obtenidos, la población está orientada hacia la atención para la prevención de AA, sin embargo, la mayoría de las personas no ponen en práctica lo que se les transmite, por lo que es necesario implementar actividades para crear conciencia sobre ellos.


Assuntos
Humanos , Prevenção Primária/educação , Brasil , Saúde Pública , Agentes Comunitários de Saúde , Serviços de Saúde Comunitária , Doenças Endêmicas , Aedes , Vigilância em Saúde Pública
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA