Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 3 de 3
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
Estud. psicol. (Natal) ; 22(1): 10-16, Mar. 2017. ilus, graf, tab
Artigo em Português | LILACS, Index Psicologia - Periódicos | ID: biblio-891912

RESUMO

Investigou-se a percepção monocular da profundidade ou relevo de máscaras policromadas objetivas côncava e convexa. Participaram do estudo 40 estudantes, que julgaram a profundidade ou relevo da máscara côncava e da máscara convexa. Mais da metade dos observadores, 67%, realizaram ou tenderam a realizar a inversão monocular da profundidade. Quando solicitados a avaliar em centímetros a distância da ponta do nariz da máscara à sua base, as maiores extensões foram designadas à máscara convexa, comparativamente à côncava. Porém, a inversão visual da profundidade de concavidades não foi afetada pela posição de apresentação das máscaras (vertical ou invertida) ou pela direção da fonte de iluminação incidente sobre elas (de cima ou por baixo). Os resultados confirmam que, na percepção de faces, o processo de alta ordem se sobrepõe ao processo de baixa ordem e que a ilusão da máscara côncava é um instrumento eficaz na verificação da percepção de profundidade.


It was investigated the monocular perception of depth or relief of objective concave and convex masks. The study included 40 students, who judge the depth or relief of a concave and a convex mask. More than half of observers, 67%, performed the monocular depth inversion. When asked to evaluate the distance in centimeters from the tip of the nose to the base of the mask, the major extensions were appointed to the convex mask, compared to concave. However, the visual inversion of depth of the concavities was not affected by the position of the masks (vertical or inverted) or by the direction of the light source incident on them (from top or bottom). The results confirm that in the face perception, the top-down process overlaps the bottom-up process and that the hollow-face illusion is an effective instrument in depth perception verification.


Se investigó la percepción monocular de profundidad o relieve de máscaras huecas y convexas objetivas. En el estudio participaron 40 estudiantes que juzgaron la profundidad o relieve de máscaras huecas y convexas. Más de la mitad de los observadores, el 67%, realizó la inversión monocular de la profundidad. Cuando se les pidió para evaluaren la distancia en centímetros desde la punta de la nariz hasta la base de la máscara, las más grandes extensiones fueron nombradas a la máscara convexa, en comparación con la máscara hueca. Sin embargo, la visual inversión de la profundidad de los huecos no ha sido afectada por la posición de presentación de las máscaras (vertical o invertida) o por la dirección de la fuente de luz incidente sobre ellas (desde arriba o abajo). Los resultados confirman que la percepción de las caras, los procesos de orden superior se superponen los procesos de orden inferior y la ilusión de la máscara hueca es una herramienta eficaz en la verificación de la percepción de profundidad.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Percepção Visual , Acuidade Visual , Percepção de Profundidade , Máscaras Faciais , Estudantes/psicologia , Brasil , Análise de Variância
2.
Psico (Porto Alegre) ; 48(4): 284-294, 2017.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-968069

RESUMO

Esta pesquisa teve por objetivo investigar a percepção binocular da ilusão da máscara côncava em indivíduos com Síndrome de Abstinência do Álcool comparativamente aos saudáveis. Indivíduos saudáveis, com Síndrome de Abstinência do Álcool leve e com moderada, observaram com os dois olhos, a face côncava de uma boneca disposta dentro de uma caixa, a classificam como côncava ou convexa e atribuíram centímetros a sua classificação. Apenas os observadores com Síndrome de Abstinência do Álcool moderada apresentaram um déficit em realizar a inversão visual da máscara côncava, diferindo estatisticamente do grupo de observadores saudáveis. Os grupos não diferiram quanto às atribuições métricas de profundidade ou relevo à máscara côncava. Constatou-se que a máscara côncava é um instrumento efetivo na detecção de possíveis prejuízos perceptuais em indivíduos com Síndrome de Abstinência do Álcool moderada.


This research aimed to investigate the binocular perception of the hollow-mask illusion in individuals with alcohol withdrawal syndrome compared to healthy. Healthy subjects, with mild and moderate alcohol withdrawal syndrome, observed with both eyes, the concave face of a doll willing inside of a box. They classified the mask as concave or convex and attributed centimeters your ranking. Only observers with moderate alcohol withdrawal syndrome showed a deficit in visual inversion of the concave mask statistically different from the healthy group observers. The groups did not differ with respect to metrics assignments depth or relief with the hollow mask. It was found that the concave mask is an effective tool in detecting possible perceptual impairments in subjects with moderate alcohol withdrawal syndrome.


Esta investigación tiene como objetivo investigar la percepción binocular de la ilusión de la máscara hueca en las personas con síndrome de abstinencia de alcohol en comparación con los sanos. Los individuos sanos, con síndrome de abstinencia de alcohol leve e moderado, observado con los dos ojos, la cara cóncava de una muñeca dispuestos en una caja, para clasificar como cóncava o convexa y atribuyeron centímetros su ranking. Solamente los observadores con síndrome de abstinencia de alcohol moderada mostraron un déficit en la realización de la inversión visual de la máscara cóncava, estadísticamente diferentes entre el grupo de los observadores sanos. Los grupos no mostraron diferencias con respecto a profundidad métricas asignaciones o criados con la máscara hueca. Se encontró que la máscara cóncava es una herramienta eficaz en la detección de posibles deficiencias de percepción en los individuos con síndrome de abstinencia alcohólica moderada.


Assuntos
Alcoolismo , Psicologia , Percepção Visual
3.
Psicol. saber soc ; 4(2): 246-264, jul.-dez. 2015. tab
Artigo em Português | LILACS, Index Psicologia - Periódicos | ID: biblio-946830

RESUMO

O presente artigo objetivou verificar a relação entre a preferência por conteúdos violentos e hábitos relacionados aos jogos de videogames com a tendência a cognições agressivas. Para participar do estudo, era necessário que os participantes tivessem conta na rede social Facebook. Não só jogadores puderam participar, contanto que fossem maiores de idade. O instrumento de levantamento de cognições foi criado no aplicativo online Google Docs. No instrumento, os participantes completaram algumas palavras dispostas e preencheram perguntas a respeito de hábitos de jogo e o quanto estes fazem parte de sua rotina, seus pensamentos e suas interações sociais. Para avaliar cognições agressivas, foram apresentados 12 conjuntos de letras no qual cada um deles exibia uma sequência com uma lacuna a ser completada, por exemplo, S_CO, cabendo as respostas SACO, SUCO, SOCO ou SECO. Foram verificados, ainda, os hábitos de jogo e as características sócio demográficas dos participantes. A partir dos resultados obtidos, pôde-se concluir que não houve significância na relação entre a preferência por games de conteúdo violento e cognições agressivas. (AU)


This paper aimed verify the relationship between preference for violent content and habits related to videogames games with the tendency to aggressive cognitions. To participate in the study, it was necessary that the participants had account on the Facebook social network. Not only players were able to participate, provided they were of legal age. The cognitions survey instrument was created in the online application Google Docs. In the instrument, participants completed a few submitted words and answered questions about gambling habits and how these are part of your routine, your thoughts and your social interactions. To assess aggressive cognitions, they were submitted 12 sets of letters in which each exhibited a sequence with a gap to be completed, e.g. S_CO fitting responses SACO, SUCO, SOCO or SECO. They were checked also habits of play and sociodemographic characteristics of the participants. From the results obtained, it could be concluded that there was no significance in the relationship between preference for violent content of games and aggressive cognitions. (AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adolescente , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Comportamento Social , Violência/psicologia , Jogos de Vídeo/psicologia , Agressão/psicologia , Jogos Recreativos/psicologia
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...