Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 2 de 2
Filtrar
Mais filtros










Tipo de estudo
Intervalo de ano de publicação
1.
Rev. Ciênc. Plur ; 5(2): 1-15, ago. 2019.
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-1021742

RESUMO

Introdução: O contexto familiar e social influencia nas situações de saúde durante a infância, sendo a orientação familiar um mediador importante entre a família e os profissionais da saúde.Objetivo: avaliar o atributo da orientação familiar sob a ótica dos familiares de crianças inscritas em serviços de puericultura da cidade de Santa Cruz, Rio Grande doNorte. Metodologia: Trata-se de estudo avaliativo, quantitativo, de caráter descritivo, com amostra composta por 186 pais/responsáveis de crianças de 0 à 2 anos dos serviços de puericultura da cidade de Santa Cruz, Rio Grande do Norte, Brasil, no ano de 2016, utilizando um questionário validado no Brasil denominado PCA Tools, versão para crianças. Resultados: Os resultados mostram que os profissionais não conhecem as famílias (48,9%), incluindo os agravos principais (45,7%), entretanto 79,6% afirmaram que sim a respeito dos antecedentes familiares. Para 63,4% eles não sabem sobre os empregos dos familiares, porém estão cientes sobre a dificuldade para obter recursos financeiros para medicação (47,3%). Referente a conhecerem a ideologia sobre o tratamento e autocuidado, 50,5% acreditam que sim.Conclusão: Embora os serviços de saúde da rede da Atenção Primária à Saúde possibilitem maior aproximação com o usuário dos serviços de saúde, bem como em seu contexto familiar e social e tenham sido responsáveis por grandes avanços na saúde pública, ainda se faz necessário implementação de medidas e estratégias para garantir o cumprimento do atributo orientação familiar (AU).


Introduction: The family and social context influences health situations during childhood, with family orientation being an important mediator between family and health professionals.Objective: to evaluate the presence and extension of the family orientation attribute from the perspective of the relatives of children enrolled in childcare services in the city of Santa Cruz, Rio Grande do Norte. Methodology: This is an evaluative, quantitative, descriptive study with a sample composed of 186 parents / guardians of children aged 0 to 2 years of childcare services in the city of Santa Cruz, Rio Grande do Norte, Brazil, in 2016, using a questionnaire validated in Brazil called PCA Tools, version for children.Results: The results show that the professionalsdo not know the families (48.9%), including the main diseases (45.7%); however, 79.6% said yes about the family history. For 63.4%, they do not know about family jobs, but are aware of the difficulty in obtaining financial resources for medication (47.3%). Concerning the ideology about treatment and self-care, 50.5% believe that it is. Conclusion: Although the health services of the Primary Health Care Network make it possible to bring health services closer to the user, as well as to their family and social context and have been responsible for great advances in public health, it is still necessary to implement measures and strategies to ensure compliance with the family orientation attribute (AU).


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Recém-Nascido , Lactente , Pré-Escolar , Atenção Primária à Saúde , Família , Criança , Saúde da Criança , Pesquisa sobre Serviços de Saúde , Pais , Brasil , Epidemiologia Descritiva , Inquéritos e Questionários , Interpretação Estatística de Dados
2.
Rev. Ciênc. Plur ; 3(2): 42-52, 2017. tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-876522

RESUMO

Introdução: O aumento da expectativa de vida é de suma importância no contexto social e também um dos nossos grandes desafios; de modo que se tornam fundamentais, estudos que priorizem a avaliação da atenção à população idosa. Objetivo: Avaliar, a partir da percepção dos usuários idosos, a qualidade da assistência da equipe profissional na Atenção Primária à Saúde da pessoa idosa. Metodologia: Trata-se de um estudo exploratório descritivo com abordagem quantitativa realizada na cidade de Santa Cruz, estado Rio Grande do Norte, Brasil, utilizando-se uma amostra de 130 idosos. Resultados: No que se refere à qualidade do atendimento na APS, podemos observar que 48,5% dos usuários afirmou ser bom, uma vez que 26,2% verbalizaram que raramente havia rotatividade profissional. Em relação à educação em saúde, observou-se que 82,3% nunca receberam orientações sobre prevenção do câncer e controle de quedas e 41,5% algumas vezes recebiam sobre importância de realização de atividade física. No que diz respeito à necessidade de encaminhamento dos pacientes à outros serviços observou-se que 50,0% algumas vezes foram encaminhados e 29,2% dizem algumas vezes terem sido contra referenciado. Conclusão: A atuação dos profissionais da APS foi adequada, o que confere boa qualidade aos serviços. As fragilidades ainda existentes, oferecem subsídios para que estes possam ser estimulados a elaborar novas estratégias para melhorias à saúde do idoso (AU).


Introduction: The increase in life expectancy is of paramount importance in the social context and also one of our great challenges; thus, studies that prioritize the evaluation of attention to the elderly population become fundamental. Objective: To evaluate, from the perception of the elderly users, the quality of the assistance of the professional team in the Primary Health Care to the elderly person. Methodology: This is a descriptive exploratory study with a quantitative approach performed in the city of Santa Cruz, Rio Grande do Norte State, Brazil, using a sample of 130 elderly people. Results: Regarding the quality of care in PHC, we can observe that 48.5% of the users said that they were good, since 26.2% stated that there was rarely any professional turnover. Regarding health education, it was observed that 82.3% never received guidance on cancer prevention and control of falls and 41.5% were sometimes given over importance of physical activity. Regarding the need to refer patients to other services, it was observed that 50.0% were sometimes referred and 29.2% said they were sometimes referred to as referrals. Conclusion: The performance of PHC professionals was adequate, which gives good quality to the services. The fragilities that still exist, offer subsidies so that they can be stimulated to elaborate new strategies for improvements in the health of the elderly (AU).


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Idoso de 80 Anos ou mais , Idoso , Saúde do Idoso , Serviços de Saúde para Idosos , Atenção Primária à Saúde/estatística & dados numéricos , Brasil , Distribuição de Qui-Quadrado , Epidemiologia Descritiva , Inquéritos e Questionários/estatística & dados numéricos
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA