Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 1 de 1
Filtrar
Mais filtros










Base de dados
Intervalo de ano de publicação
1.
RECIIS (Online) ; 13(4): 831-842, out.-dez. 2019. tab, ilus
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1047577

RESUMO

The objective of this study was to compare intra-domiciliary contacts (IDCs) in the Health Information System (SIS) with records of people diagnosed with leprosy. This was a cross-sectional, retrospective, and quantitative study based on the physical information collected in medical records and the SIS records in 2015 and 2016, in a municipality in the countryside of the State of São Paulo. We used an instrument with variables related to IDCs such as gender, age, relationship, disease, BCG-ID vaccine, SIS records, and descriptive analysis. Out of the 81 IDCs from 40 diagnosed patients, 72 were evaluated, and 71 were included in the SIS. One IDC became ill after the end of treatment of the index case. The prevalent gender among IDCs was female, young adults, and children. A difference of 12.4% as observed between the physical and SIS records; a difference of 11.1% was observed when correlating 81 records with the frequency of the 72 evaluated IDCs. It is concluded that the IDC and SIS records are in disagreement.


O objetivo deste estudo foi comparar os contatos intradomiciliares (CIs) do Sistema de Informação em Saúde (SIS) com os registros de pessoas diagnosticadas com hanseníase. Estudo transversal, retrospectivo e quantitativo, baseado nas informações coletadas em registros físicos e do SIS em 2015 e 2016, em um município do interior do Estado de São Paulo. Foi utilizado um instrumento com variáveis relacionadas aos CIs: sexo, idade, relacionamento, doença, vacina BCG-ID, registros SIS e análise descritiva. Dos 81 CIs de 40 pacientes diagnosticados, 72 foram avaliados e 71 foram incluídos no SIS. 01 CIs adoeceu após o término do tratamento do caso índice. O sexo prevalente dos CIs é feminino, adulto jovem e filho. Entre os registros físicos e do SIS, houve uma diferença de 12,4%; e correlacionando os mesmos registros (81) com a frequência dos CIs avaliados (72), há uma diferença de 11,1%. Conclui-se que existe discordância entre os registos de CIs nos registos com o SIS.


El estudio tiene el objetivo de comparar las anotaciones de comunicantes intradomiciliares (CI) del Sistema de Información en Salud (SIS), con las de los prontuarios de las personas diagnosticadas con leprae. En el presente trabajo se analizaron los resultados obtenidos en el análisis de los resultados obtenidos en el análisis de los resultados obtenidos, evaluados en los registros del SIS. De los 81 CI de 40 pacientes diagnosticados, 72 fueron evaluados y 71 fueron incluidos en el SIS. Y en el caso de las mujeres, El grado de parentesco frecuente fue infantil, mujeres y adultos jóvenes. Entre las anotaciones del SIS y los prontuarios, hay diferencia del 12,4%; y correlacionando los mismos registros (81) con la frecuencia de los CI evaluados (72), hay una diferencia del 11,1%. Se concluye que hay discordancia entre los registros de CI en los prontuarios con el SIS.


Assuntos
Humanos , Epidemiologia , Comunicação em Saúde , Vigilância em Saúde Pública , Sistemas de Informação em Saúde , Hanseníase , Sistema Único de Saúde , Registros Médicos , Epidemiologia Descritiva , Estudos Transversais , Hanseníase/diagnóstico
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA