Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 16 de 16
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
Rev Bras Enferm ; 72(3): 780-787, 2019 Jun 27.
Artigo em Inglês, Português | MEDLINE | ID: mdl-31269146

RESUMO

OBJECTIVE: to describe the validation of the booklet on self-care with the feet of people with diabetes. METHOD: methodological study, focusing on the validation of a printed booklet. The content and appearance of the booklet was validated by 23 judges divided into three groups: 11 content and appearance, seven technicians and five of the area of design and marketing. The appearance was validated by 30 people with type 2 Diabetes Mellitus. RESULTS: the judges in the nursing area allowed the validation of material with a Content Validity Index (CVI) of 0.99, judges in the area of design and marketing with Suitability Assessment of Materials (SAM) of 99.2% and the target audience with concordance index of 99.4%. CONCLUSION: the educational booklet proved to be valid and reliable educational material to be used in order to promote compliance with self-care with the feet of people with Diabetes Mellitus.


Assuntos
Pé Diabético/terapia , Folhetos , Educação de Pacientes como Assunto/normas , Autocuidado/instrumentação , Diabetes Mellitus Tipo 2/complicações , Diabetes Mellitus Tipo 2/psicologia , Diabetes Mellitus Tipo 2/terapia , Pé Diabético/psicologia , Humanos , Educação de Pacientes como Assunto/métodos , Autocuidado/métodos , Autocuidado/normas , Inquéritos e Questionários , Estudos de Validação como Assunto
2.
Rev. bras. enferm ; 72(3): 780-787, May.-Jun. 2019. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS-Express | ID: biblio-1013569

RESUMO

ABSTRACT Objective: to describe the validation of the booklet on self-care with the feet of people with diabetes. Method: methodological study, focusing on the validation of a printed booklet. The content and appearance of the booklet was validated by 23 judges divided into three groups: 11 content and appearance, seven technicians and five of the area of design and marketing. The appearance was validated by 30 people with type 2 Diabetes Mellitus. Results: the judges in the nursing area allowed the validation of material with a Content Validity Index (CVI) of 0.99, judges in the area of design and marketing with Suitability Assessment of Materials (SAM) of 99.2% and the target audience with concordance index of 99.4%. Conclusion: the educational booklet proved to be valid and reliable educational material to be used in order to promote compliance with self-care with the feet of people with Diabetes Mellitus.


RESUMEN Objetivo: describir la validación de cartilla sobre el autocuidado con pies de personas con diabetes. Método: estudio metodológico, con foco en la validación de cartilla impresa. El contenido y apariencia de la cartilla fue validado por 23 jueces divididos en tres grupos: 11 de contenido y aspecto, siete técnicos y cinco del área de diseño y marketing. La apariencia fue validada por 30 personas con Diabetes Mellitus tipo 2. Resultados: los jueces en el área de enfermería posibilitaron la validación del material con Índice de Validez del Contenido (IVC) total de 0,99, jueces del área de diseño y marketing con Suitability Assessment of Materials (SAM): 99,2% y el público objetivo con índice de concordancia: 99,4%. Conclusión: la cartilla educativa se mostró material educativo válido y confiable para ser utilizada, a fin de promover la adhesión al autocuidado con los pies de personas con Diabetes Mellitus.


RESUMO Objetivo: descrever a validação de cartilha sobre o autocuidado com pés de pessoas com diabetes. Método: estudo metodológico, com foco na validação de cartilha impressa. O conteúdo e aparência da cartilha foi validado por 23 juízes divididos em três grupos: 11 de conteúdo e aparência, sete técnicos e cinco da área de design e marketing. A aparência foi validada por 30 pessoas com Diabetes Mellitus tipo 2. Resultados: os juízes na área de enfermagem possibilitaram a validação do material com Índice de Validade do Conteúdo (IVC) total de 0,99, juízes da área de design e marketing com Suitability Assessment of Materials (SAM): 99,2% e o público-alvo com índice de concordância: 99,4%. Conclusão: a cartilha educativa mostrou-se material educativo válido e confiável para ser utilizada, a fim de promover a adesão ao autocuidado com os pés de pessoas com Diabetes Mellitus.

3.
Rev. enferm. UERJ ; 21(2,n.esp): 760-765, 2013. tab
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: bde-27808

RESUMO

A hipertensão arterial é uma doença de natureza multissistêmica que vem atingindo grande parte da população mundial, na qual se encontram adultos cada vez mais jovens. Objetivou-se descrever as características sociodemográficas e os hábitos de vida de acadêmicos de uma universidade pública do nordeste do Brasil. Estudo descritivo, transversal e quantitativo, realizado em 240 acadêmicos de diversos cursos no período de março a abril de 2011. Observou-se predominância de mulheres, com idade entre 18 e 29 anos, de cor parda, com elevado consumo de frituras e sal, sedentários, com padrão de sono preservado. Conclui-se que diversos fatores contribuem para alterar os níveis pressóricos desses jovens, portanto, a enfermagem deve utilizar os dados sociodemográficos e de hábitos de vida para intervir eficazmente sobre a população adulta jovem, incidindo suas ações sobre os fatores de risco para hipertensão e complicações associadas.(AU)


Hypertension is a multi-systemic disease affecting a large part of the world’s population, and increasingly young adults. This quantitative, cross-sectional study described the socio-demographic characteristics and living habits of 240 undergraduate students on several different coursesat a public university in northeast Brazil from March to April 2011. The participants were predominantly women, from 18 to 29 years old, ‘brown’ skinned, reporting high intake of fried foods and salt, with sedentary habitsand unimpaired sleep patterns. It was concluded that, as several factors contribute to altering these young people’s blood pressure levels, nursing should use socio-demographic and living habitdata in order to intervene effectively in the young adult population, focusing action directly on the risk factors for hypertension and associated complications.(AU)


La hipertensión es una enfermedad multisistémica que ha llegado a gran parte de la población mundial, donde hay más jóvenes adultos. El objetivo fue describir las características sociodemográficas y los hábitos de vida de estudiantes de una universidad pública del nordeste de Brasil. Estudio descriptivo transversal, cuantitativo, se aplicó un cuestionario a 240 estudiantes de diversos cursos en el período de marzo a abril de 2011. Se observó predominio de mujeres, con edad entre 18 y 29 años, pardas, con alto consumo de alimentos fritos y con sal, sedentarias, con patrón de sueño conservado. Se concluye que varios factores contribuyen para los cambios de los niveles de presión arterial de estos jóvenes, por lo tanto, la enfermería debe utilizarse de datos sociodemográficas y de hábitos de vida para intervenir eficazmente en la población adulta joven, centrando sus acciones en los factores de riesgo para la hipertensión y las complicaciones asociadas.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto Jovem , Adulto , Cuidados de Enfermagem , Hipertensão , Fatores de Risco , Estudantes , Educação Superior , Educação em Saúde , Epidemiologia Descritiva , Brasil
4.
Rev. enferm. UERJ ; 21(2,n.esp): 760-765, 2013. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-748567

RESUMO

A hipertensão arterial é uma doença de natureza multissistêmica que vem atingindo grande parte da população mundial, na qual se encontram adultos cada vez mais jovens. Objetivou-se descrever as características sociodemográficas e os hábitos de vida de acadêmicos de uma universidade pública do nordeste do Brasil. Estudo descritivo, transversal e quantitativo, realizado em 240 acadêmicos de diversos cursos no período de março a abril de 2011. Observou-se predominância de mulheres, com idade entre 18 e 29 anos, de cor parda, com elevado consumo de frituras e sal, sedentários, com padrão de sono preservado. Conclui-se que diversos fatores contribuem para alterar os níveis pressóricos desses jovens, portanto, a enfermagem deve utilizar os dados sociodemográficos e de hábitos de vida para intervir eficazmente sobre a população adulta jovem, incidindo suas ações sobre os fatores de risco para hipertensão e complicações associadas.


Hypertension is a multi-systemic disease affecting a large part of the world’s population, and increasingly young adults. This quantitative, cross-sectional study described the socio-demographic characteristics and living habits of 240 undergraduate students on several different coursesat a public university in northeast Brazil from March to April 2011. The participants were predominantly women, from 18 to 29 years old, ‘brown’ skinned, reporting high intake of fried foods and salt, with sedentary habitsand unimpaired sleep patterns. It was concluded that, as several factors contribute to altering these young people’s blood pressure levels, nursing should use socio-demographic and living habitdata in order to intervene effectively in the young adult population, focusing action directly on the risk factors for hypertension and associated complications.


La hipertensión es una enfermedad multisistémica que ha llegado a gran parte de la población mundial, donde hay más jóvenes adultos. El objetivo fue describir las características sociodemográficas y los hábitos de vida de estudiantes de una universidad pública del nordeste de Brasil. Estudio descriptivo transversal, cuantitativo, se aplicó un cuestionario a 240 estudiantes de diversos cursos en el período de marzo a abril de 2011. Se observó predominio de mujeres, con edad entre 18 y 29 años, pardas, con alto consumo de alimentos fritos y con sal, sedentarias, con patrón de sueño conservado. Se concluye que varios factores contribuyen para los cambios de los niveles de presión arterial de estos jóvenes, por lo tanto, la enfermería debe utilizarse de datos sociodemográficas y de hábitos de vida para intervenir eficazmente en la población adulta joven, centrando sus acciones en los factores de riesgo para la hipertensión y las complicaciones asociadas.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto Jovem , Educação Superior , Educação em Saúde , Hipertensão , Cuidados de Enfermagem , Fatores de Risco , Estudantes , Brasil , Epidemiologia Descritiva
5.
Rev. gaúch. enferm ; 33(1): 100-108, mar. 2012. graf, tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-643935

RESUMO

O estudo buscou analisar a prevalência e interferência da incontinência urinária sobre a vida diária de mulheres de um Centro de Saúde em Fortaleza, Ceará. Estudo transversal, analítico e quantitativo na população (168) que realizou consulta para Hipertensão e/ou Diabetes em setembro de 2009. A coleta de dados ocorreu através de entrevista e aplicação do "International Consultationon Incontinence Questionnaire". Para análise inferencial utilizou-se testes qui-quadrado e exato de Fisher. Da análise amostral (59), resultaram mulheres: com idade entre 42 e 59 anos (52,5%), baixa escolaridade (55,9%), sem companheiro (57,6%), aposentada (50,8%), não fumantes (81,4%) e peso aumentado (71,2%). Apenas escolaridade associou-se à incontinência. A prevalência foi 61,0%. Para 55,5% das incontinentes, perder urina interfere de forma grave ou muito grave em sua vida diária. A perda urinária ocorreu ao tossir ou espirrar (72,2%) e antes de chegar ao banheiro (61,1%). A incontinência urinária apresentou alta prevalência, interferindo negativamente na vida das mulheres.


El estudio buscó analizar la prevalencia e interferencia de la incontinencia urinaria en la vida diaria de las mujeres de un Centro de Salud en Fortaleza, Ceará, Brasil. Estudio transversal, analítico y cuantitativo en la población (168) que realizó consulta para Hipertensión y/o Diabetes en septiembre de 2009. La recolecta de datos se realizó mediante entrevista y aplicación del "International Consultationon Incontinence Questionnaire". Para análisis inferencial se utilizaron los test qui-cuadrado y exacto de Fisher. En el análisis de la muestra (59), fueron mujeres: con edad entre 42 y 59 años (52,5%), baja escolaridad (55,9%), sin compañero (57,6%), jubiladas (50,8%), no fumadoras (81,4%) y con sobrepeso (71,2%). Solamente escolaridad se asoció a incontinencia. La prevalencia fue 61,0%. Para 55,5% de las incontinentes, perder orina interfiere de forma grave o muy grave en su vida diaria. La pérdida urinaria ocurrió al toser o estornudar (72,2%) y antes de llegar al lavabo (61,1%). La incontinencia urinaria presentó alta prevalencia, interfiriendo negativamente en la vida de las mujeres.


This study investigates the prevalence of urinary incontinence and how it interferes in the daily life of women from a health center in the city of Fortaleza, state of Ceará, Brazil. This is a cross-sectional, analytical and quantitative study. The studied population was of 168 women who had appointments for hypertension and / or diabetes in September 2009. The data was collected through interviews and the application of the "International Consultation on Incontinence Questionnaire." For inferential analysis, we used chi-square and Fisher's exact test. Women from the analysis sample (59) were: aged between 42 and 59 years (52.5%), low educational level (55.9%), without a partner (57.6%), retired (50.8%), nonsmokers (81.4%) and overweight (71.2%). Only the low educational level was associated with incontinence. Prevalence was of 61.0%. For 55,5% of incontinents, losing urine intervenes in a grave or very grave way with their daily life. The urinary loss occurred while coughing or sneezing (72.2%) and before arriving at the bathroom (61.1%). The urinary incontinence presented a high prevalence, intervening negatively with these women's lifes.


Assuntos
Humanos , Estratégia Saúde da Família , Incontinência Urinária , Saúde Pública
6.
Rev. gaúch. enferm ; 33(1): 100-108, mar. 2012. graf, tab
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: bde-25245

RESUMO

O estudo buscou analisar a prevalência e interferência da incontinência urinária sobre a vida diária de mulheres de um Centro de Saúde em Fortaleza, Ceará. Estudo transversal, analítico e quantitativo na população (168) que realizou consulta para Hipertensão e/ou Diabetes em setembro de 2009. A coleta de dados ocorreu através de entrevista e aplicação do "International Consultationon Incontinence Questionnaire". Para análise inferencial utilizou-se testes qui-quadrado e exato de Fisher. Da análise amostral (59), resultaram mulheres: com idade entre 42 e 59 anos (52,5%), baixa escolaridade (55,9%), sem companheiro (57,6%), aposentada (50,8%), não fumantes (81,4%) e peso aumentado (71,2%). Apenas escolaridade associou-se à incontinência. A prevalência foi 61,0%. Para 55,5% das incontinentes, perder urina interfere de forma grave ou muito grave em sua vida diária. A perda urinária ocorreu ao tossir ou espirrar (72,2%) e antes de chegar ao banheiro (61,1%). A incontinência urinária apresentou alta prevalência, interferindo negativamente na vida das mulheres.(AU)


El estudio buscó analizar la prevalencia e interferencia de la incontinencia urinaria en la vida diaria de las mujeres de un Centro de Salud en Fortaleza, Ceará, Brasil. Estudio transversal, analítico y cuantitativo en la población (168) que realizó consulta para Hipertensión y/o Diabetes en septiembre de 2009. La recolecta de datos se realizó mediante entrevista y aplicación del "International Consultationon Incontinence Questionnaire". Para análisis inferencial se utilizaron los test qui-cuadrado y exacto de Fisher. En el análisis de la muestra (59), fueron mujeres: con edad entre 42 y 59 años (52,5%), baja escolaridad (55,9%), sin compañero (57,6%), jubiladas (50,8%), no fumadoras (81,4%) y con sobrepeso (71,2%). Solamente escolaridad se asoció a incontinencia. La prevalencia fue 61,0%. Para 55,5% de las incontinentes, perder orina interfiere de forma grave o muy grave en su vida diaria. La pérdida urinaria ocurrió al toser o estornudar (72,2%) y antes de llegar al lavabo (61,1%). La incontinencia urinaria presentó alta prevalencia, interfiriendo negativamente en la vida de las mujeres.(AU)


This study investigates the prevalence of urinary incontinence and how it interferes in the daily life of women from a health center in the city of Fortaleza, state of Ceará, Brazil. This is a cross-sectional, analytical and quantitative study. The studied population was of 168 women who had appointments for hypertension and / or diabetes in September 2009. The data was collected through interviews and the application of the "International Consultation on Incontinence Questionnaire." For inferential analysis, we used chi-square and Fisher's exact test. Women from the analysis sample (59) were: aged between 42 and 59 years (52.5%), low educational level (55.9%), without a partner (57.6%), retired (50.8%), nonsmokers (81.4%) and overweight (71.2%). Only the low educational level was associated with incontinence. Prevalence was of 61.0%. For 55,5% of incontinents, losing urine intervenes in a grave or very grave way with their daily life. The urinary loss occurred while coughing or sneezing (72.2%) and before arriving at the bathroom (61.1%). The urinary incontinence presented a high prevalence, intervening negatively with these women's lifes.(AU)


Assuntos
Humanos , Incontinência Urinária , Estratégia Saúde da Família , Saúde Pública
7.
Cogitare enferm ; 16(4): 640-646, out.-dez. 2011. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-686203

RESUMO

Trata-se de estudo epidemiológico transversal que teve por objetivo identificar o risco e os fatores associados ao desenvolvimento de úlceras por pressão em crianças internadas em uma Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica. Foi realizado com 40 crianças, com idades entre vinte e nove dias e oito anos; os dados foram coletados por meio de um formulário e da Escala de Braden Q. Houve homogenia em relação ao sexo, a média de idade foi de 15,3 meses. Todas as crianças foram consideradas em risco pela escala de Braden Q, com escores altos nos itens exposição à umidade e perfusão tecidual e oxigenação. Observaram-se 26 úlceras por pressão em 17 crianças, localizadas principalmente na região occipital, e cerca de um terço foram classificadas em estágio um. Percebe-se a necessidade de mais estudos sobre a assistência às crianças criticamente doentes e que contribuam para o desenvolvimento de intervenções de prevenção desses agravos


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Criança , Criança Hospitalizada , Epidemiologia , Enfermagem , Lesão por Pressão
8.
Rev. RENE ; 12(4): 776-782, out.-dez. 2011.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-682317

RESUMO

Estudo descritivo, quantitativo que teve como objetivo identificar as características clínicas de crianças em uso de derivações ventriculares para tratamento da hidrocefalia. Deu-se em uma unidade de internação em neurocirurgia pediátrica de um hospital público. Amostra constituída por 60 pacientes internados de junho a dezembro de 2006. Os resultados evidenciaram idade variando de 1 dia a 13 anos, sem diferença entre os sexos, 58,3% dos pacientes internados estavam na faixa etária menor que um ano de idade, com diagnóstico principal de hidrocefalia. A principal causa de internações subsequentes está relacionada à disfunção da derivação ventricular peritoneal. As crianças evoluíram para alta hospitalar com tempo de internação de 3 a 240 dias. As derivações ventriculares são métodos importantes para aumentar a sobrevida das crianças com hidrocefalia. Porém os cuidados dispensados quanto ao manuseio dos dispositivos devem ser bem orientados pela equipe multiprofissional às famílias, objetivando reduzir os longos períodos de reinternações.


Assuntos
Humanos , Criança , Criança , Hidrocefalia , Enfermagem
9.
Cogitare enferm ; 16(4): 640-646, out.-dez. 2011. tab
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: bde-25861

RESUMO

Trata-se de estudo epidemiológico transversal que teve por objetivo identificar o risco e os fatores associados ao desenvolvimento de úlceras por pressão em crianças internadas em uma Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica. Foi realizado com 40 crianças, com idades entre vinte e nove dias e oito anos; os dados foram coletados por meio de um formulário e da Escala de Braden Q. Houve homogenia em relação ao sexo, a média de idade foi de 15,3 meses. Todas as crianças foram consideradas em risco pela escala de Braden Q, com escores altos nos itens exposição à umidade e perfusão tecidual e oxigenação. Observaram-se 26 úlceras por pressão em 17 crianças, localizadas principalmente na região occipital, e cerca de um terço foram classificadas em estágio um. Percebe-se a necessidade de mais estudos sobre a assistência às crianças criticamente doentes e que contribuam para o desenvolvimento de intervenções de prevenção desses agravos(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Criança , Lesão por Pressão , Criança Hospitalizada , Epidemiologia , Enfermagem
10.
Rev. enferm. UERJ ; 19(3): 468-472, jul.-set. 2011. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-618875

RESUMO

Objetivou-se caracterizar usuários com úlcera venosa, atendidos no ambulatório de estomaterapia de hospital municipal, nas unidades básicas de saúde da família e durante visitas domiciliares. Estudo transversal com análise estatística. A coleta de dados ocorreu de julho a novembro de 2008, em Maracanaú (CE). Foram examinadas 87 pessoas, das quais 55(66,3%) apresentaram úlcera venosa ativa ou cicatrizada. Os resultados evidenciaram média de idade de 66,7 anos, 28(50,9%) do sexo feminino e renda entre um a três salários mínimos. Associaram-se às úlceras a insuficiência venosa - 55(100,0%), a hipertensão - 39(70,9%) e a obesidade - 16(29,1%). A associação entre insuficiência venosa e hipertensão foi frequente em 39(70,9%), e significante estatisticamente (p<0.01) para predisposição às úlceras. Acometiam a região do maléolo lateral, 21(48,8%), com duração média de 5,5 anos e 42(76,4 %) eram recidivantes. Os resultados indicam que a úlcera venosa é doença crônica da população idosa, associada com hipertensão, de difícil cicatrização e longos períodos de existência.


This paper aims at characterizing users with venous ulcer, assisted on home visits as well as at stomatherapy out-patient clinic of a basic family health care unit of a municipal hospital. Transversal study with statistical analysis. Data collection was made from July to November, 2008, in Maracanaú, CE, Brazil. Eighty-seven people were examined, 55 of which (66.3%) showed active or healed venous ulcer. Results showed average age of 66.7 years, 28(50,9%) female, with an income ranging from one to three minimum wages. Together with the ulcers, venous insufficiency 55(100.0%), hypertension 39(70.9%), and obesity 16(29.1%) stood out. The association of venous insufficiency and hypertension was common (70.9%) and statistically significant (p <0.01) for predisposition to ulcers. They were found on the lateral ankle 21(48,8%), with a duration of 5.5 years, and 42(76.4%) were relapses. Results indicate that venous leg ulcers are an important long-lasting hypertension-associated and hard-healing chronic disease, affecting the elderly.


Se objetivó caracterizar usuarios con úlcera venosa, atendidos en el ambulatorio de hospital municipal, en unidades básicas de salud de la familia y durante visitas domiciliarias. Estudio transversal con análisis estadico. La recolección de datos acaeció de julio a noviembre de 2008, en Macanaú-CE – Brasil. Fueron examinadas 87 personas, de las cuales 55(66,3%) presentaron úlcera venosa activa o cicatrizada. Los resultados revelaron edad media de 66,7 años, 28(50,9%) de mujeres y renta entre uno y tres salarios mínimos. Se asociaron a las úlceras la insuficiencia venosa - 55(100,0%), la hipertensión 39(70,9%) y la obesidad 16(29,1%). La asociación entre insuficiencia venosa y hipertensión fue frecuente en 39 (70,9%) y estadísticamente significativa (p <0,01) para predisposición a las úlceras. Acometían la región del maléolo lateral – 21(48,8%) con duración media de 5,5 años y 42(76,4%) eran recidivantes. Los resultados indican que la úlcera venosa es enfermedad crónica de la población anciana, asociada con hipertensión, de difícil cicatrización y largos períodos de duración.


Assuntos
Humanos , Perna (Organismo)/patologia , Úlcera Varicosa/enfermagem , Úlcera Varicosa/epidemiologia , Brasil , Estudos Transversais , Estratégia Saúde da Família , Análise Estatística
11.
Rev. enferm. UERJ ; 19(3): 468-472, jul.-set. 2011. tab
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: bde-22328

RESUMO

Objetivou-se caracterizar usuários com úlcera venosa, atendidos no ambulatório de estomaterapia de hospital municipal, nas unidades básicas de saúde da família e durante visitas domiciliares. Estudo transversal com análise estatística. A coleta de dados ocorreu de julho a novembro de 2008, em Maracanaú (CE). Foram examinadas 87 pessoas, das quais 55(66,3%) apresentaram úlcera venosa ativa ou cicatrizada. Os resultados evidenciaram média de idade de 66,7 anos, 28(50,9%) do sexo feminino e renda entre um a três salários mínimos. Associaram-se às úlceras a insuficiência venosa - 55(100,0%), a hipertensão - 39(70,9%) e a obesidade - 16(29,1%). A associação entre insuficiência venosa e hipertensão foi frequente em 39(70,9%), e significante estatisticamente (p<0.01) para predisposição às úlceras. Acometiam a região do maléolo lateral, 21(48,8%), com duração média de 5,5 anos e 42(76,4 %) eram recidivantes. Os resultados indicam que a úlcera venosa é doença crônica da população idosa, associada com hipertensão, de difícil cicatrização e longos períodos de existência.(AU)


This paper aims at characterizing users with venous ulcer, assisted on home visits as well as at stomatherapy out-patient clinic of a basic family health care unit of a municipal hospital. Transversal study with statistical analysis. Data collection was made from July to November, 2008, in Maracanaú, CE, Brazil. Eighty-seven people were examined, 55 of which (66.3%) showed active or healed venous ulcer. Results showed average age of 66.7 years, 28(50,9%) female, with an income ranging from one to three minimum wages. Together with the ulcers, venous insufficiency 55(100.0%), hypertension 39(70.9%), and obesity 16(29.1%) stood out. The association of venous insufficiency and hypertension was common (70.9%) and statistically significant (p <0.01) for predisposition to ulcers. They were found on the lateral ankle 21(48,8%), with a duration of 5.5 years, and 42(76.4%) were relapses. Results indicate that venous leg ulcers are an important long-lasting hypertension-associated and hard-healing chronic disease, affecting the elderly.(AU)


Se objetivó caracterizar usuarios con úlcera venosa, atendidos en el ambulatorio de hospital municipal, en unidades básicas de salud de la familia y durante visitas domiciliarias. Estudio transversal con análisis estadico. La recolección de datos acaeció de julio a noviembre de 2008, en Macanaú-CE – Brasil. Fueron examinadas 87 personas, de las cuales 55(66,3%) presentaron úlcera venosa activa o cicatrizada. Los resultados revelaron edad media de 66,7 años, 28(50,9%) de mujeres y renta entre uno y tres salarios mínimos. Se asociaron a las úlceras la insuficiencia venosa - 55(100,0%), la hipertensión 39(70,9%) y la obesidad 16(29,1%). La asociación entre insuficiencia venosa y hipertensión fue frecuente en 39 (70,9%) y estadísticamente significativa (p <0,01) para predisposición a las úlceras. Acometían la región del maléolo lateral – 21(48,8%) con duración media de 5,5 años y 42(76,4%) eran recidivantes. Los resultados indican que la úlcera venosa es enfermedad crónica de la población anciana, asociada con hipertensión, de difícil cicatrización y largos períodos de duración.(AU)


Assuntos
Humanos , Úlcera Varicosa/epidemiologia , Úlcera Varicosa/enfermagem , Perna (Organismo)/patologia , Estratégia Saúde da Família , Estudos Transversais , Análise Estatística , Brasil
12.
Rev. enferm. UFPE on line ; 5(6): 1483-1491, ago. 2011.
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: bde-31591

RESUMO

Objetivo: identificar problemas de enfermagem de crianças com hidrocefalia e mielomeningocele em uso de derivações ventriculares. Método: estudo transversal, quantitativo, desenvolvido em uma unidade de internação em neurocirurgia pediátrica de um hospital público. A amostra constituiu-se de 60 pacientes internados de junho a dezembro de 2006. O estudo foi submetido ao comitê de ética em pesquisa com protocolo n°82/2006. Resultados: os achados evidenciaram que os principais diagnósticos e problemas de enfermagem relacionam-se à capacidade adaptativa intracraniana diminuída relacionada ao aumento da PIC; risco para integridade da pele prejudicada relacionado à imobilidade e/ou exposição frequente à secreção fecal/urinária e incontinência urinária relacionada à bexiga neurogênica. Conclusão: as derivações ventriculares são métodos importantes para aumentar a sobrevida das crianças com hidrocefalia. Porém os cuidados dispensados quanto ao manuseio dos dispositivos devem ser bem orientados pela equipe multiprofissional às famílias, objetivando reduzir os longos períodos de re-internações. (AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Criança , Hidrocefalia , Meningomielocele , Enfermagem , Estudos Transversais , Epidemiologia
13.
Rev. bras. enferm ; 62(6): 889-893, nov.-dez. 2009. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-537520

RESUMO

Estudo de revisão cujo objetivo é analisar a produção científica de Enfermagem acerca da úlcera venosa, no período de 2002 a 2007. Para o levantamento de artigos foram consultados periódicos de enfermagem indexados nos sistemas Medline e LILACS. Foram encontrados 25 artigos em sete periódicos nacionais e internacionais. Foi verificado que a produção científica versa sobre diversos aspectos, havendo necessidade de estudos acerca das questões humanísticas. Concluiu-se que o cuidado úlcera venosa é expresso em alguns aspectos na pesquisa de enfermagem, mas o assunto ainda é pouco pesquisado e existem poucas pesquisas qualitativas que abordam esse conteúdo.


Review study that aimed at analyzing the nursing scientific production about varicose ulcer in the period from 2002 to 2007. For the data collection it was used Medline and LILACS databases. Twenty-five materials were found in seven national and international journals. It was demonstrated that scientific production approach several issues and there is a need for studies on the humanistic issues. It was concluded that the care of varocose ulcers is expressed in some aspects in nursing research, but that the matter is still poorly researched and that there is little qualitative research that address this content.


Estudio de revisión que objetivó analizar la producción científica de enfermería sobre varicose venosa. Para el levantamiento de artículos fueron consultados periódicos de enfermería indexados en las basis de datos Medline y LILACS. Fueron encontrados 25 artículos en siete periódicos nacionales e internacionales. Verificamos que la producción científica versa sobre diversos aspectos, habiendo necesidad de estudios sobre las cuestiones humanísticas. Concluyse que la atención a la varicose venosa está expresado en algunos aspectos en la investigación de enfermería, pero que el asunto todavía es poco investigado y que existen pocas investigaciones cualitativas que aborden este contenido.


Assuntos
Humanos , Úlcera Varicosa/enfermagem , Bibliometria
14.
Rev. bras. enferm ; 62(6): 889-893, nov.-dez. 2009. tab
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: bde-20652

RESUMO

Estudo de revisão cujo objetivo é analisar a produção científica de Enfermagem acerca da úlcera venosa, no período de 2002 a 2007. Para o levantamento de artigos foram consultados periódicos de enfermagem indexados nos sistemas Medline e LILACS. Foram encontrados 25 artigos em sete periódicos nacionais e internacionais. Foi verificado que a produção científica versa sobre diversos aspectos, havendo necessidade de estudos acerca das questões humanísticas. Concluiu-se que o cuidado úlcera venosa é expresso em alguns aspectos na pesquisa de enfermagem, mas o assunto ainda é pouco pesquisado e existem poucas pesquisas qualitativas que abordam esse conteúdo.(AU)


Review study that aimed at analyzing the nursing scientific production about varicose ulcer in the period from 2002 to 2007. For the data collection it was used Medline and LILACS databases. Twenty-five materials were found in seven national and international journals. It was demonstrated that scientific production approach several issues and there is a need for studies on the humanistic issues. It was concluded that the care of varocose ulcers is expressed in some aspects in nursing research, but that the matter is still poorly researched and that there is little qualitative research that address this content.(AU)


Estudio de revisión que objetivó analizar la producción científica de enfermería sobre varicose venosa. Para el levantamiento de artículos fueron consultados periódicos de enfermería indexados en las basis de datos Medline y LILACS. Fueron encontrados 25 artículos en siete periódicos nacionales e internacionales. Verificamos que la producción científica versa sobre diversos aspectos, habiendo necesidad de estudios sobre las cuestiones humanísticas. Concluyse que la atención a la varicose venosa está expresado en algunos aspectos en la investigación de enfermería, pero que el asunto todavía es poco investigado y que existen pocas investigaciones cualitativas que aborden este contenido.(AU)


Assuntos
Humanos , Úlcera Varicosa/enfermagem , Bibliometria
15.
Nursing (Säo Paulo) ; 9(94): 728-733, mar. 2006. graf
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-520435

RESUMO

O estudo objetivou descrever o serviço de estomaterapia de um hospital municipal e suas ações nos anos de 2001 a 2003. A coleta de dados considerou 476 fichas de admissão e evolução do ambulatório de estomaterapia. Observou-se que 57,8% da clientela era formada por pacientes do sexo masculino, 25,6% do total tinham idade superior a 60 anos, 91,4% residiam no município, cerca de 31% eram de lesões por trauma, e em 35,5% dos casos foi utilizada a sulfadiazina de prata a 1 por cento no tratamento de feridas. A maioria (53%) iniciou tratamento com menos de 30 dias do acometimento da lesão, cerca de 60% tiveram suas lesões cicatrizadas e 26,6% permanecem em tratamento. Observou-se aumento na demanda de pacientes em torno de 12%. Conclui-se que o atendimento de qualidade ao portador de feridas é indispensável, pois possibilita diminuir o número de internações hospitalares, complicações e os custos.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Idoso , Cicatrização , Ferimentos e Lesões/epidemiologia , Serviços de Saúde , Estudos Retrospectivos , Sulfadiazina de Prata
16.
Nursing (São Paulo) ; 9(94): 728-733, mar. 2006. graf
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: bde-16308

RESUMO

O estudo objetivou descrever o serviço de estomaterapia de um hospital municipal e suas ações nos anos de 2001 a 2003. A coleta de dados considerou 476 fichas de admissão e evolução do ambulatório de estomaterapia. Observou-se que 57,8 por cento da clientela era formada por pacientes do sexo masculino, 25,6 por cento do total tinham idade superior a 60 anos, 91,4 por cento residiam no município, cerca de 31 por cento eram de lesões por trauma, e em 35,5 por cento dos casos foi utilizada a sulfadiazina de prata a 1 por cento no tratamento de feridas. A maioria (53 por cento) iniciou tratamento com menos de 30 dias do acometimento da lesão, cerca de 60 por cento tiveram suas lesões cicatrizadas e 26,6 por cento permanecem em tratamento. Observou-se aumento na demanda de pacientes em torno de 12 por cento. Conclui-se que o atendimento de qualidade ao portador de feridas é indispensável, pois possibilita diminuir o número de internações hospitalares, complicações e os custos.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Idoso , Cicatrização , Ferimentos e Lesões/epidemiologia , Estudos Retrospectivos , Sulfadiazina de Prata , Serviços de Saúde
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA