Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 1 de 1
Filtrar
Mais filtros










Base de dados
Intervalo de ano de publicação
1.
Physis (Rio J.) ; 32(1): e320118, 2022. tab
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-1375999

RESUMO

Resumo A violência contra a mulher é um fenômeno social complexo, que apresenta alta reincidência e desafia a rede socioassistencial. Este estudo de campo, de caráter qualitativo, buscou conhecer os saberes e as práticas de profissionais médicos de um hospital público de Alagoas a respeito dessa temática. A produção dos dados se deu a partir do uso de entrevistas semiestruturadas e a análise dos mesmos ocorreu por meio da técnica de análise de conteúdo, do tipo categorial. Constatou-se que, apesar de reconhecerem alguns aspectos importantes para o atendimento à mulher vítima de violência, há um enorme desconhecimento quanto às políticas e a rede de atenção, decorrente da ausência de formação. A inexistência institucional de protocolos para lidar com os casos leva a uma prática profissional subjetivista e por vezes limitada às lesões físicas da violência.


Abstract Violence against women is a complex social phenomenon, which has a high recurrence and challenges the social assistance network. This qualitative field study sought to understand the knowledge and practices of medical professionals from a public hospital in the state of Alagoas, Brazil, regarding this theme. The production of data used semi-structured interviews and their analysis took place through the content analysis technique, of the categorical type. It was found that, despite recognizing some important aspects for the care of women victims of violence, there is a huge lack of knowledge about the policies and the care network, due to the lack of training. The institutional inexistence of protocols to deal with cases leads to a subjective professional practice that is sometimes limited to physical injuries caused by violence.

SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...