Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 1 de 1
Filtrar
Mais filtros










Base de dados
Intervalo de ano de publicação
1.
Rev. CEFAC ; 17(3): 847-853, May-Jun/2015. tab, graf
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: lil-751494

RESUMO

OBJETIVO: descrever os níveis de pressão sonora a que os trabalhadores estão expostos durante a jornada de trabalho em ambulâncias e verificar possível associação do uso da sirene, das condições do trânsito e do período do dia em que foi realizada a medição. MÉTODOS: trata-se de estudo transversal descritivo dividido em duas etapas. Na primeira etapa foram realizadas medições do nível de pressão sonora na cabine da ambulância durante as viagens de emergência, e investigação da percepção do motorista sobre as condições do trânsito e uso da sirene. Na segunda etapa foi realizada análise da exposição de um trabalhador ao ruído durante a jornada de trabalho. Os dados foram analisados estatisticamente. RESULTADOS: a média do nível sonoro contínuo equivalente durante 12 viagens de emergência foi superior a 85 dB(A), valor acima do permitido pela Norma Regulamentadora 15, sendo que o ruído elevado esteve associado às condições do trânsito e uso da sirene (p<0,05). A dose de ruído em porcentagem durante os plantões de um motorista variou de 17.51% a 155.68%, ultrapassando o limite preconizado e também teve influência das condições do trânsito e uso da sirene. CONCLUSÃO: os níveis de pressão sonora a que os trabalhadores estão expostos durante a jornada de trabalho em ambulâncias são elevados e ultrapassam o que é estabelecido pela norma Brasileira. Dessa forma, verifica-se a necessidade do desenvolvimento de ações preventivas voltadas à saúde desses profissionais já que elevados níveis de ruído podem interferir negativamente na saúde auditiva e qualidade de vida dos trabalhadores. .


PURPOSE: to describe the sound pressure levels that workers are exposed during working hours in ambulances and verify possible association between the use of sirens, traffic conditions and time of the day that the measurement was taken. METHODS: in the first stage, it was measured the sound pressure level in the cabin of the ambulance during emergency trips, and performed the investigation of the driver's perception about traffic conditions and use of the siren. In the second stage, it was analyzed the noise exposure of a worker during the working hours. The data were analyzed statistically. RESULTS: the average of the equivalent continuous sound level for 12 emergency trips exceeded 85 dB (A) above the value allowed by the Regulatory Standard 15, and the loud noise was associated with traffic conditions and use of the siren (p <0.05). The noise dose in percentage during a driver shifts varied from 17,51% to 155,68%, exceeding the recommended limit and also had an influence on traffic conditions and siren's use. CONCLUSION: the sound pressure levels to which workers are exposed during working hours in ambulances are high and beyond what is established by the Brazilian standard. Thus, it is necessary to develop preventive health actions to this professionals since the high noise levels can adversely affect their hearing health and quality of life. .

SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...