Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 3 de 3
Filtrar
Mais filtros










Tipo de estudo
Intervalo de ano de publicação
1.
Pesqui. prát. psicossociais ; 14(4): 1-12, out.-dez. 2019.
Artigo em Português | LILACS, Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: biblio-1115083

RESUMO

Neste artigo, buscou-se compreender a concepção de Educação para C. G. Jung e suas possíveis contribuições para o processo educativo, principalmente no tocante à sua teoria dos tipos psicológicos. Embora tenham sido orientados para o trabalho psicoterapêutico, os resultados apontaram que a Psicologia Analítica traz pressupostos relevantes que podem ser aplicados à educação. Os resultados, também, demonstraram a importância da escola na formação da consciência individual, por ser o primeiro espaço que a criança frequenta fora do ambiente familiar. O processo transferencial e as interferências dos conteúdos inconscientes envolvidos na relação educador-aluno sugere a necessidade de atuação sobre a personalidade do educador, no sentido de desenvolver não somente o aspecto cognitivo, mas, principalmente, a afetividade e a sensibilidade, a fim de evitar influências negativas na transmissão do conhecimento. A teoria dos tipos psicológicos contribui para pensar as diferenças individuais, ao considerar as variadas formas de cognição, adaptação e percepção do mundo.


In this article, we try to understand the conception of Education for C. G. Jung and his possible contributions to the educational process, especially his theory about psychological types. The results pointed out, although it was oriented to psychotherapeutic work, Analytical Psychology provides relevant assumptions that can be applied to education. The results demonstrated the importance of the school in the formation of individual consciousness, since it is the first space that the child attends outside the family environment. The transfer process and the interferences of the unconscious contents involved in the educator-student relationship suggest the need to act on the personality of the educator, seeking to develop not only the cognitive aspect, but mainly the affectivity and sensitivity, in order to avoid influences in the transmission of the knowledge. The theory of psychological types contributes to the thinking of individual differences, considering the different forms of cognition, adaptation and perception of the world.


En este artículo, se buscó comprender la concepción de Educación para C. Jung y sus posibles contribuciones al proceso educativo, principalmente en lo que se refiere a su teoría sobre los tipos psicológicos. Los resultados apuntan, aunque se ha orientado al trabajo psicoterapéutico, la Psicología Analítica proporciona presupuestos relevantes que pueden aplicarse a la educación. Los resultados demostraron la importancia de la escuela en la formación de la conciencia individual, por ser el primer espacio que el niño frecuenta fuera del ambiente familiar. El proceso transferencial y las interferencias de los contenidos inconscientes involucrados en la relación educador-alumno sugiere la necesidad de actuación sobre la personalidad del educador, en el sentido de desarrollar, no sólo el aspecto cognitivo, sino, principalmente la afectividad y la sensibilidad, a fin de evitar influencias negativas en la transmisión del conocimiento. La teoría de los tipos psicológicos contribuye a pensar las diferencias individuales, al considerar las diferentes formas de cognición, adaptación y percepción del mundo.


Assuntos
Psicologia , Educação , Percepção , Testes Psicológicos , Adaptação
2.
Psicol. pesq ; 10(1): 17-25, jun. 2016. ilus, tab
Artigo em Português | Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: psi-70562

RESUMO

A hipótese da medicalização da vida é discutida pelo estudo da dispensação de psicofármacos em um município mineiro de pequeno porte. Foram sistematizados e analisados 1.240 registros de dispensação pela rede pública de saúde em 2012. Os antiepiléticos foram mais prescritos no período (37,6%), seguidos de ansiolíticos (33,8%) e antipsicóticos (17,3%). Mulheres receberam a maior parte das prescrições (67,6%). As prescrições foram concentradas nas faixas etárias de 50-59 (20,8%), 60-69 (18,5%) e 40-49 anos (17%). A adesão aos psicofármacos no tratamento do sofrimento mental mostrou-se relevante nesta localidade, sendo a alta prescrição um indicador indireto. Elaboração e desenvolvimento de propostas de desmedicalização junto dos usuários do SUS são fundamentais na direção da atenção integral à saúde.(AU)


The medicalization of life hypothesis is discussed by means of the study of psychotropic medication dispensing in a small town at Minas Gerais state, Brazil. A number of 1.240 records of dispensation accomplished at public health services in 2012 were systematized and analyzed. Anti-epileptics were mostly prescribed in the period (37.6%), followed by anxiolytics (33.8%) and antipsychotics (17.3%). Women received the majority of prescriptions (67.6%). Prescriptions were concentrated in the following age groups: 50-59 (20.8%), 60-69 (18.5%) and 40-49 (17%). The adherence to psychotropic drugs to treat mental disorders proved relevant in this town, high prescription being an indirect indicator. The elaboration and development of desmedicalization propositions along the patients at SUS are central towards a comprehensive health care approach.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Medicalização , Saúde Mental , Psicofarmacologia , Tratamento Farmacológico
3.
Psicol. pesq ; 10(1): 17-25, jun. 2016. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-869273

RESUMO

A hipótese da medicalização da vida é discutida pelo estudo da dispensação de psicofármacos em um município mineiro de pequeno porte. Foram sistematizados e analisados 1.240 registros de dispensação pela rede pública de saúde em 2012. Os antiepiléticos foram mais prescritos no período (37,6%), seguidos de ansiolíticos (33,8%) e antipsicóticos (17,3%). Mulheres receberam a maior parte das prescrições (67,6%). As prescrições foram concentradas nas faixas etárias de 50-59 (20,8%), 60-69 (18,5%) e 40-49 anos (17%). A adesão aos psicofármacos no tratamento do sofrimento mental mostrou-se relevante nesta localidade, sendo a alta prescrição um indicador indireto. Elaboração e desenvolvimento de propostas de desmedicalização junto dos usuários do SUS são fundamentais na direção da atenção integral à saúde.


The medicalization of life hypothesis is discussed by means of the study of psychotropic medication dispensing in a small town at Minas Gerais state, Brazil. A number of 1.240 records of dispensation accomplished at public health services in 2012 were systematized and analyzed. Anti-epileptics were mostly prescribed in the period (37.6%), followed by anxiolytics (33.8%) and antipsychotics (17.3%). Women received the majority of prescriptions (67.6%). Prescriptions were concentrated in the following age groups: 50-59 (20.8%), 60-69 (18.5%) and 40-49 (17%). The adherence to psychotropic drugs to treat mental disorders proved relevant in this town, high prescription being an indirect indicator. The elaboration and development of desmedicalization propositions along the patients at SUS are central towards a comprehensive health care approach.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Tratamento Farmacológico , Medicalização , Saúde Mental , Psicofarmacologia
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...