Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 20
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
Rev. SPAGESP ; 20(1): 113-125, jan.-jun. 2019.
Artigo em Português | LILACS, Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: biblio-1003120

RESUMO

Este artigo objetivou descrever uma proposta de grupo reflexivo com pais, mães e/ou cuidadores de crianças para promover práticas parentais positivas. Foram realizados dois grupos, um com cinco e outro com sete encontros e a periodicidade foi semanal. A duração foi de uma hora e meia cada encontro e foram coordenados por duas terapeutas e uma equipe reflexiva. Os eixos temáticos dos encontros foram: parentalidade, coparentalidade, características das crianças, limites e relação família-escola. Por meio da análise dos relatos dos participantes constatou-se que o grupo reflexivo foi um importante espaço de troca de experiências com outros cuidadores e uma oportunidade para refletir sobre as preocupações, desafios, expectativas e experiências de ser responsável pela criação e educação de criança.


This article describes the execution of therapeutic groups (reflexive) with parents and/or caregivers of children to promote positive parenting practices. Two groups were carried out, with five and seven meetings each and weekly periodicity. Each meeting had an hour and a half duration, which was coordinated by two therapists and a reflective team. The thematic axes of the meetings were parenting, co-parenting, children's characteristics, limits and family-school relationship. Through the analysis of the participants' reports, it was verified that the reflective group was an important space for exchanging experiences with other caregivers and an opportunity to reflect on their concerns, challenges, expectations and experiences of being responsible for raise a kid.


Este artículo objetivó describir grupos reflexivos con padres, madres y/o cuidadores de niños para promover prácticas parentales positivas. Se realizaron dos grupos semanales, con cinco y siete encuentros cada uno. La duración fue de una hora y media cada encuentro, coordinados por dos terapeutas y un equipo reflexivo compuesto por seis integrantes. Los ejes temáticos de los encuentros fueron: parentalidad, coparentalidad, características de los niños, límites y relación familia-escuela. A través del análisis de los relatos de los participantes se constató que el grupo reflexivo fue un importante espacio de intercambio de experiencias con otros cuidadores y una oportunidad para reflexionar sobre sus preocupaciones, desafíos, expectativas y experiencias de ser responsable por la creación y educación de niños.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Psicoterapia de Grupo , Educação Infantil , Relações Familiares
2.
Acta colomb. psicol ; 21(1): 217-248, Jan.-June 2018. tab, graf
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-886326

RESUMO

Resumo A preparação infantil para a cirurgia é foco de atenção da equipe de saúde pelo potencial traumático dos procedimentos cirúrgicos e por ser fonte de estresse e ansiedade na infância. O impacto de três preparações psicológicas pré-cirúrgicas sobre o estresse e a ansiedade de crianças submetidas a cirurgias eletivas foi avaliado. A amostra foi composta por 80 crianças de um hospital infantil, a qual foi dividida em dois blocos de 40 sujeitos de acordo com o sexo e alocados aleatoriamente num dos quatro grupos: controle, preparação por informações verbais, preparação por jogo com kit de preparação ou preparação por vídeo informativo. O estresse e a ansiedade foram mensurados por meio da Escala de Stress Infantil (ESI) e do Inventário de Ansiedade Traço-Estado (Idate-c). A intervenção foi implementada em três etapas distintas: (a) aplicação da ESI e do Idate-c antes da preparação, no dia anterior a cirurgia; (b) a preparação propriamente dita nos grupos submetidos aos diferentes programas de preparação, também no dia anterior, e (C) a reaplicação da ESI e do Idate-c no dia da cirurgia. Os dados foram analisados por meio de equações de regressão simultâneas, e as estimativas são apresentadas em termos de diferença média padronizada e erro-padrão. Os resultados permitem inferir que a preparação com o vídeo reduziu o estresse (Tvídeo1= -38 ± .18) e a ansiedade (Tvídeo2 = - .54 ± .27), especialmente entre os meninos (TvídeoM1 = - .66 ± .25; TvídeoM2 = - .71 ± .38). Implicações práticas para a preparação psicológica das crianças em situação pré-cirúrgica e limitações da pesquisa são discutidas.


Resumen La preparación infantil para una cirugía es el centro de atención del equipo de salud debido al potencial traumático de los procedimientos quirúrgicos y debido a que es una fuente de estrés y ansiedad en la infancia. En la presente investigación se evaluó el impacto de tres formas de preparación psicológica prequirúrgica ante el estrés y la ansiedad de los niños sometidos a cirugía electiva. La muestra estuvo constituida por 80 niños de un hospital infantil, divididos en dos bloques de 40 sujetos según el sexo, y asignados al azar a uno de cuatro grupos: control, preparación a través de información verbal, preparación a través de juego con el kit de preparación, o preparación a través de video informativo. Se utilizó la Escala de Estrés Infantil (ESI) y el Inventario Ansiedad Estado-Rasgo para niños (STAIC) para medir el estrés y la ansiedad de los niños. La intervención se llevó a cabo en tres etapas distintas: (a) aplicación del ESI y el STAIC antes de la preparación, el día anterior a la cirugía; (b) preparación propiamente dicha en los grupos de los diferentes programas de preparación el día anterior; y (C) reaplicación del ESI-C y el STAIC el día de la cirugía. El análisis de los datos se hizo mediante ecuaciones de regresión simultáneas y las estimaciones se presentan por medio de la diferencia entre medias estandarizada y de la desviación estándar. Los resultados permiten inferir que la preparación con video redujo el estrés (Tvideo1 = -.38 ± .18) y la ansiedad (Tvideo2 = -.54 ± .27), especialmente en los niños (TvideoMl = -.66 ± .25; TvideoM2 = -.71 ± .38). Al final se discuten las implicaciones prácticas para la preparación psicológica de los niños en situación prequirúrgica y las limitaciones de la investigación.


Abstract Child preparation for surgery is a focus of attention of health teams due to the traumatic potential of surgical procedures and for being a source of stress and anxiety in childhood. The impact of three pre-surgical psychological preparations on stress and anxiety of children undergoing elective surgery were evaluated. The sample consisted of 80 children from a children's hospital, divided into two blocks of 40 subjects according to gender and randomly assigned to one of four groups: control, preparation by verbal information, preparation by game and preparation kit or preparation by informational video. Stress and anxiety were measured using the Escala de Stress Infantil (ESI) (Child Stress Scale) and the State-Trait Anxiety Inventory for Children (STAIC). The intervention was implemented in three distinct stages: a) application of ESI and STAIC before preparation, the day before surgery; b) actual preparation, in groups submitted to different preparation programs, also on the previous day; and c) reapplication of ESI and STAIC on the day of surgery. Data were analyzed using simultaneous regression equations, and estimates are presented in terms of standardized mean difference and standard error. Results allow to infer that preparation by video reduced stress (Tvideo1 = -0.38±0.18) and anxiety (Tvideo2 = -0.54±0.27), especially among boys (TvideoM1 = -0.66±0.25; TvideoM2 = -0.71±0.38). Practical implications for the psychological preparation of children in pre-surgical situations and the limitations of this study are discussed.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Criança , Cirurgia Geral , Escalas de Preparação , Transtornos de Estresse Traumático
3.
Psico USF ; 23(2): 215-227, 2018. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS-Express | ID: biblio-955537

RESUMO

Abstract Coparenting refers to mothers and fathers articulating their efforts to raise their children. Currently, there are no instruments to measure this construct in Brazil. In this study, the adequacy of a cross-cultural adaptation of the Coparenting Relationship Scale (CRS) (Escala da Relação Coparental - ERC) was evaluated, examining evidence of semantic, conceptual, cultural, idiomatic, operational and measurement equivalence, and face validity. Two independent research groups adapted the CRS and then produced a unified version, completed by 171 couples with at least one child between 4 to 6 years of age. The precision of the subscales, measured using Cronbach's alpha, varied between .16 - .83. Four subscales had good precision in the Brazilian sample, but the precision of the "Division of Labor", "Coparenting Closeness", and "Coparenting Agreement" subscales needs to be improved and additional evidence of the validity of this instrument must be examined, so the CRS can be used in Brazil.


Resumo A coparentalidade envolve a articulação entre mães e pais para criar os filhos. Ainda não existem instrumentos para mensurar este construto, no Brasil. Nesse estudo, foi verificada a adequação de uma adaptação transcultural do Coparenting Relationship Scale (CRS) (Escala da Relação Coparental - ERC), por meio da avaliação das equivalências semântica, conceitual, cultural, idiomática, operacional e de mensuração e da validade aparente. Dois grupos de pesquisa independentes adaptaram a CRS e, depois, produziram uma versão unificada, respondida por 171 casais, com pelo menos um filho de 4 a 6 anos. Os índices de precisão, mensurados por meio do alfa de Cronbach para cada subescala, variaram entre 0,16 e 0,83. Quatro subescalas apresentaram boa precisão de mensuração da coparentalidade no contexto brasileiro, mas será necessário reformular as subescalas "Divisão de Tarefas", "Proximidade Coparental" e "Concordância Coparental", além de avaliar evidências adicionais de validade, para que a ERC possa ser usada no Brasil.


Resumen La coparentalidad implica articulación entre madres y padres para criar a los hijos. Todavía en Brasil no existen instrumentos para medir este constructo. En este estudio fue verificada la adecuación de una adaptación transcultural del Coparenting Relationship Scale (CRS) (Escala da Relação Coparental - ERC), por medio de evaluación de equivalencias semántica, conceptual, cultural, idiomática, operativa, de medición y validez aparente. Dos grupos de investigación independientes adaptaron CRS y, después, produjeron una versión unificada, respondida por 171 parejas con por lo menos un hijo de 4 a 6 años. Los índices de precisión, medidos por medio de alfa de Cronbach para cada subescala, oscilaron entre 0,16 y 0,83. Cuatro subescalas presentaron buena precisión de medición de coparentalidad en el contexto brasileño, pero será necesario reformular las subescalas "División de Tareas", "Proximidad Coparental" y "Concordancia Coparental", además de evaluar evidencias adicionales de validez, para que la ERC pueda ser utilizada en Brasil.

4.
Psicol. (Univ. Brasília, Online) ; 34: e3439, 2018. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS-Express | ID: biblio-1020152

RESUMO

Abstract This study aimed to investigate the internal structure and reliability indices of the Questionnaire d'Engagement Paternel (QEP). It describes the process of cross-cultural adaptation and results of the evaluation of the psychometric proprieties of the instrument. The sample consisted of 300 participants (150 mothers and 150 fathers), who formed two-parent families. The psychometric analyses involved procedures including back translation, factor analysis, and reliability analyses of the instrument. The Brazilian version of the QEP is presented, containing a total of 36 items, divided into five dimensions. Twenty items were excluded, according to statistical and theoretical criteria. The results demonstrated satisfactory evidence of validity of the scale. Considerations regarding limitations of the study and recommendations for use in future research were indicated.


Resumo Este estudo teve como objetivo investigar a estrutura interna e os índices de confiabilidade do Questionário de Engajamento Paterno (QEP). Propõe-se descrever o processo de adaptação transcultural e os resultados da avaliação das propriedades psicométricas do instrumento. A amostra foi composta por 300 participantes (150 mães e 150 pais), que formavam famílias biparentais. Nas análises psicométricas, foram seguidos procedimentos envolvendo back translation, análise fatorial e análise da confiabilidade do instrumento. Apresenta-se a versão brasileira do QEP, contendo o total de 36 itens, divididos em cinco dimensões. Houve exclusão de 20 itens, conforme critérios estatísticos e teóricos. Os resultados demonstraram evidências satisfatórias de validade e precisão da escala. Considerações sobre limitações do estudo e indicações de uso para pesquisas futuras foram apontadas.

5.
Psicol. teor. pesqui ; 34: e3439, 2018. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS-Express | ID: biblio-1002912

RESUMO

Abstract This study aimed to investigate the internal structure and reliability indices of the Questionnaire d'Engagement Paternel (QEP). It describes the process of cross-cultural adaptation and results of the evaluation of the psychometric proprieties of the instrument. The sample consisted of 300 participants (150 mothers and 150 fathers), who formed two-parent families. The psychometric analyses involved procedures including back translation, factor analysis, and reliability analyses of the instrument. The Brazilian version of the QEP is presented, containing a total of 36 items, divided into five dimensions. Twenty items were excluded, according to statistical and theoretical criteria. The results demonstrated satisfactory evidence of validity of the scale. Considerations regarding limitations of the study and recommendations for use in future research were indicated.


Resumo Este estudo teve como objetivo investigar a estrutura interna e os índices de confiabilidade do Questionário de Engajamento Paterno (QEP). Propõe-se descrever o processo de adaptação transcultural e os resultados da avaliação das propriedades psicométricas do instrumento. A amostra foi composta por 300 participantes (150 mães e 150 pais), que formavam famílias biparentais. Nas análises psicométricas, foram seguidos procedimentos envolvendo back translation, análise fatorial e análise da confiabilidade do instrumento. Apresenta-se a versão brasileira do QEP, contendo o total de 36 itens, divididos em cinco dimensões. Houve exclusão de 20 itens, conforme critérios estatísticos e teóricos. Os resultados demonstraram evidências satisfatórias de validade e precisão da escala. Considerações sobre limitações do estudo e indicações de uso para pesquisas futuras foram apontadas.

6.
Psico USF ; 23(2): 215-227, 2018. tab, il
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-910510

RESUMO

Coparenting refers to mothers and fathers articulating their efforts to raise their children. Currently, there are no instruments to measure this construct in Brazil. In this study, the adequacy of a cross-cultural adaptation of the Coparenting Relationship Scale (CRS) (Escala da Relação Coparental - ERC) was evaluated, examining evidence of semantic, conceptual, cultural, idiomatic, operational and measurement equivalence, and face validity. Two independent research groups adapted the CRS and then produced a unified version, completed by 171 couples with at least one child between 4 to 6 years of age. The precision of the subscales, measured using Cronbach's alpha, varied between .16 ­ .83. Four subscales had good precision in the Brazilian sample, but the precision of the "Division of Labor", "Coparenting Closeness", and "Coparenting Agreement" subscales needs to be improved and additional evidence of the validity of this instrument must be examined, so the CRS can be used in Brazil. (AU)


A coparentalidade envolve a articulação entre mães e pais para criar os filhos. Ainda não existem instrumentos para mensurar este construto, no Brasil. Nesse estudo, foi verificada a adequação de uma adaptação transcultural do Coparenting Relationship Scale (CRS) (Escala da Relação Coparental - ERC), por meio da avaliação das equivalências semântica, conceitual, cultural, idiomática, operacional e de mensuração e da validade aparente. Dois grupos de pesquisa independentes adaptaram a CRS e, depois, produziram uma versão unificada, respondida por 171 casais, com pelo menos um filho de 4 a 6 anos. Os índices de precisão, mensurados por meio do alfa de Cronbach para cada subescala, variaram entre 0,16 e 0,83. Quatro subescalas apresentaram boa precisão de mensuração da coparentalidade no contexto brasileiro, mas será necessário reformular as subescalas "Divisão de Tarefas", "Proximidade Coparental" e "Concordância Coparental", além de avaliar evidências adicionais de validade, para que a ERC possa ser usada no Brasil. (AU)


La coparentalidad implica articulación entre madres y padres para criar a los hijos. Todavía en Brasil no existen instrumentos para medir este constructo. En este estudio fue verificada la adecuación de una adaptación transcultural del Coparenting Relationship Scale (CRS) (Escala da Relação Coparental - ERC), por medio de evaluación de equivalencias semántica, conceptual, cultural, idiomática, operativa, de medición y validez aparente. Dos grupos de investigación independientes adaptaron CRS y, después, produjeron una versión unificada, respondida por 171 parejas con por lo menos un hijo de 4 a 6 años. Los índices de precisión, medidos por medio de alfa de Cronbach para cada subescala, oscilaron entre 0,16 y 0,83. Cuatro subescalas presentaron buena precisión de medición de coparentalidad en el contexto brasileño, pero será necesario reformular las subescalas "División de Tareas", "Proximidad Coparental" y "Concordancia Coparental", además de evaluar evidencias adicionales de validez, para que la ERC pueda ser utilizada en Brasil. (AU)


Assuntos
Humanos , Pré-Escolar , Criança , Adulto , Relações Pais-Filho , Reprodutibilidade dos Testes , Poder Familiar , Tradução , Comparação Transcultural
7.
Psico (Porto Alegre) ; 48(1): 1-11, 2017. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-955509

RESUMO

A recente Teoria da Relação de Ativação afirma que a função paterna de abrir a criança ao mundo se relaciona com o desenvolvimento de sua autonomia. Investigou-se a percepção de 218 pessoas sem filhos, a maioria (63,8%) mulheres com média de idade de 21 anos, sobre a função paterna de abertura ao mundo para meninos e meninas por meio do Questionário de Abertura ao Mundo Adaptado para Pessoas Sem Filhos. Os dados, analisados por meio de testes estatísticos paramétricos, apontaram que na percepção dessa amostra o pai ativa mais meninos que meninas. Entretanto, quanto mais se percebeu que o pai ativa o menino, mais se considerou, com menor intensidade que o pai ativa a menina. Os participantes homens consideraram que o pai pune significativamente com mais frequência os meninos em comparação à percepção das participantes mulheres. Portanto, conclui-se que na percepção dos participantes o pai ativa meninos e meninas diferentemente.


The recent Theory of Activation Relation states that the paternal function of opening the child to the world is related to the development of its autonomy. We investigated the perception of 218 people without children, the majority (63.8%) women with a mean age of 21 years, about the paternal function of opening to the world for boys and girls by means of the Adapted for People with No Children of the Openness to the World Questionnaire. The data, analyzed by means of parametric statistical tests, pointed out that in the perception of this sample the father activates more boys than girls. However, the more one perceives that the father activates the boy, the more it is considered that the father activates the girl with less intensity. The male participants considered that the father significantly more frequently punished the boys compared to the perception of female participants. Therefore, it is concluded that in the perception of the participants the father activates boys and girls differently.


La reciente Teoría de Relación de la Activación afirma que la función paterna de abertura al mundo está relacionada al desarrollo de la autonomía del niño. Se tuvo el objetivo de investigar la percepción de 218 personas sin hijos, la mayoría (63,8%) mujeres con media de edad de 21 años, sobre la función paterna de abertura al mundo para el niño y para la niña. Las personas respondieron al Cuestionario de Abertura al Mundo Adaptado para personas sin hijos. Los datos, analizados a través de pruebas estadísticas paramétricas, mostraron que los participantes percibieron que los niños son más activados por el padre que a las niñas. Sin embargo, cuanto más percibieron que el niño se activa por el padre, más se dieron cuenta de que la chica es activada por el padre, pero con menor intensidad. Los participantes hombres consideraron que el padre pune significativamente con mayor frecuencia a los niños en comparación con la percepción de las participantes mujeres. Se concluye que la percepción de los participantes el padre activa niños y niñas diferentemente.


Assuntos
Psicologia , Paternidade , Desenvolvimento Infantil , Relações Pai-Filho
8.
Cien Saude Colet ; 21(5): 1637-46, 2016 May.
Artigo em Inglês, Português | MEDLINE | ID: mdl-27166911

RESUMO

This article addresses the possibilities and challenges in the performance of the community health worker (CHW) from the perspective of the National Policy of Popular Health Education. It is based on the analysis of findings from a research-intervention carried out at a Family Health Center in a small city in the southern region of Brazil. The data analyzed was produced in meetings with the research team, in activities with the CHWs (individual interviews and workshops), and in feedback sessions with the team regarding the intervention. Among the results, the intertwined role of the CHW within the team was emphasized. In situating themselves between technical and popular forms of knowledge, the work of the CHW potentializes the actions of the Popular Health Education program, as it points to the need for training, agreement of the developed practices, and professional valorization. From these findings we were able to approach and understand the results in terms of the National Policy of Popular Health Education. Based on the analyses, we recommend the establishment of practices associated with the broader concept of health sustained in holistic teamwork that valorizes the knowledge/action of CHW and of the community, inspired in the guiding principles of PNEP-SUS.


Assuntos
Serviços de Saúde Comunitária/organização & administração , Agentes Comunitários de Saúde/organização & administração , Saúde da Família , Educação em Saúde/métodos , Brasil , Política de Saúde , Humanos
9.
Ciênc. saúde coletiva ; 21(5): 1637-1646, Mai. 2016.
Artigo em Português | LILACS, Repositório RHS | ID: lil-781012

RESUMO

Resumo Este artigo discutiu as possibilidades e os desafios da atuação do agente comunitário de saúde (ACS) na perspectiva da Política Nacional de Educação Popular em Saúde. Partiu da análise dos resultados de uma pesquisa-intervenção realizada junto a uma Unidade de Saúde da Família de uma cidade de pequeno porte da região do sul do Brasil. Os dados analisados foram produzidos em reuniões com a equipe, em atividades com ACS – entrevista individual e oficinas, e em processo de devolutiva da intervenção com equipe. Entre os resultados, o lugar entrelaçado ocupado pelo ACS na equipe apresentou destaque. Ao situar-se entre saberes técnicos e populares, o trabalho do ACS constitui-se como potencializador das ações de Educação Popular em Saúde, ao passo que aponta para a necessidade de capacitação, pactuação das práticas desenvolvidas e valorização profissional. A partir dessas constatações, produziu-se a aproximação e a compreensão dos resultados com a Política Nacional de Educação Popular em Saúde. Com base nas análises produzidas, recomenda-se a instauração de práticas associadas ao conceito ampliado de saúde sustentadas em um trabalho integrado em equipe que valorize o saber/fazer do ACS e da comunidade inspiradas nos princípios orientadores da PNEP-SUS.


Abstract This article addresses the possibilities and challenges in the performance of the community health worker (CHW) from the perspective of the National Policy of Popular Health Education. It is based on the analysis of findings from a research-intervention carried out at a Family Health Center in a small city in the southern region of Brazil. The data analyzed was produced in meetings with the research team, in activities with the CHWs (individual interviews and workshops), and in feedback sessions with the team regarding the intervention. Among the results, the intertwined role of the CHW within the team was emphasized. In situating themselves between technical and popular forms of knowledge, the work of the CHW potentializes the actions of the Popular Health Education program, as it points to the need for training, agreement of the developed practices, and professional valorization. From these findings we were able to approach and understand the results in terms of the National Policy of Popular Health Education. Based on the analyses, we recommend the establishment of practices associated with the broader concept of health sustained in holistic teamwork that valorizes the knowledge/action of CHW and of the community, inspired in the guiding principles of PNEP-SUS.


Assuntos
Humanos , Saúde da Família , Educação em Saúde/métodos , Agentes Comunitários de Saúde/organização & administração , Serviços de Saúde Comunitária/organização & administração , Brasil , Política de Saúde
10.
Nova perspect. sist ; 25(55)2016.
Artigo em Português | Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: psi-70312

RESUMO

Este artigo apresenta uma experiência de estágio em Psicologia com um grupo de crianças e uma adolescente em um CRAS de um município de pequeno porte do interior do sul do Brasil. No período de observação mapeamos no grupo questões relacionadas a: expressão da afetividade, gênero e sexualidade. A seguir planejamos atividades com foco na promoção da interação entre as crianças e adolescente, prevenção de situações de risco e vulnerabilidade, e fortalecimento de vínculos familiares e comunitários. Nossas ações foram fundamentadas no Pensamento Sistêmico, na abordagem do Construcionismo Social e nas práticas das Práticas Narrativas. Ao fim do processo observamos que as crianças e a adolescente modificaram seu modo de se relacionarem entre si, e posicionarem-se diante de questões conflituosas dentro e fora do grupo. A atuação de psicólogos no CRAS mostra-se desafiadora por exigir qualificação e formação técnica e flexibilidade e respeito aos diferentes modos de produção da infância e adolescência.(AU)


This article presents a training experience in psychology with a group of children and adolescent in a Centre of Reference in Social Assistance -CRSA of a small city in the countryside of southern Brazil. In the observation period, we mapped these issues in the group: expression of affection, gender and sexuality. Next, we planned activities aiming the promoting interaction among children and adolescent, risk and vulnerability prevention’s, and strengthening family and community ties. Our actions are based on Systems Thinking, Social Constructionist and Narrative Practices. After the interventions, children and the adolescent changed their ways of relating to each other and to position themselves in front of conflictive issues within and outside of the group. Psychological practices in CRSA shows challenging because it requires skills, technical background, flexibility and respect to the different modes of production of childhood and adolescence.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Criança , Adolescente
11.
Nova perspect. sist ; 24(51)2015.
Artigo em Português | Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: psi-70121

RESUMO

Este artigo descreve um método de trabalho em psicologia educacional embasado na teoria sistêmica e no construcionismo social. O Momento Reflexão (MR) é uma proposta interdisciplinar de intervenção em problemas do contexto escolar, que consiste em reuniões periódicas entre a professora e a equipe técnica. A partir das demandas emergentes no MR todos colaboram para construir estratégias de ação e planejar as intervenções mais adequadas para cada situação. Essas podem ser: conversações de dissolução do Sistema Determinado pelo Problema, intervenções mediadas, atendimento interdisciplinar com a família, observação em sala de aula, intervenção direta, encaminhamento para avaliação de outros especialistas. Por fim, todas as intervenções supracitadas têm como meta trabalhar as relações estabelecidas no contexto escolar.(AU)


This article describes a method of working in educational psychology grounded in systems theory and social constructionism. The Moment Reflection (MR) is a proposed interdisciplinary intervention in problems of school context, which consists of regular meetings between the teacher and the technical team. From the demands that arise in the MR, all members collaborate to construct strategies of action and plan the most appropriate nterventions for each situation. These can be: conversations of the dissolution System Determined by Problem, mediated interventions, an interdisciplinary approach with family, classroom observation, direct intervention, referral for evaluation of other experts. Finally, all the aforementioned interventions aim to work the relations established in the school context.(AU)

12.
Nova perspect. sist ; 22(45)2013.
Artigo em Português | Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: psi-69913

RESUMO

Nosso propósito neste artigo foi enriquecer as teorizações sobre possibilidades de intervenções psicoterapêuticas ancoradas na perspectiva relacional sistêmica em processos individuais, ao propor a utilização das técnicas do genograma e do workshop de fotografias nesse contexto, principalmente em atendimentos a adultos jovens solteiros. Trata-se de um estudo teórico e exploratório, com vinhetas de casos clínicos como exemplos. Esses eram terapias individuais semanais, com uma hora de duração, realizadas em dois contextos: consultório privado e instituição. As que ocorreram em instituição de assistência social tiveram em média oito encontros, e aquelas de consultório privado 25. Concluímos que a confecção do genograma e a realização do workshop de fotos foram instrumentos que auxiliaram no trabalho terapêutico individual de acordo com um enfoque relacional sistêmico. Ademais, principalmente o workshop de fotos também pode ser um bom aliado para terapeutas sócio-construcionistas ou narrativos.(AU)


Our purpose with this paper was to enrich theorizations about possibilities for individual psychotherapy interventions in systemic relational perspective, mainly in therapeutics processes with single young adult, by the use of the genogram and photos workshop. This is a theoretical and exploratory study, with discussion of excerts of clinical cases to illustrated this process. We conclude that the genogram and the photos workshop make possible to keep the focus on systemic relational in the individual therapy. Beyond, mainly de photos workshop can be also a good allied of social constructionist therapists and narrative therapists.(AU)

13.
Pensando fam ; 16(1): 53-68, jul. 2012.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-740757

RESUMO

Esse trabalho visa enriquecer as discussões acerca da terapia relacional sistêmica individual fornecendo bases teóricas para práticas clínicas e pesquisas ao contextualizar o adulto jovem solteiro dentro dessa perspectiva na atualidade. Para tanto, se realizou um estudo teórico e de caráter exploratório, por meio de uma pesquisa bibliográfica de levantamento de dados, que resultou numa revisão de literatura sobre a compreensão relacional sistêmica sobre o adulto jovem solteiro, enfocando-se os seguintes aspectos: a teoria bioecológica do desenvolvimento humano, o ciclo vital da família e o indivíduo e as fronteiras familiares. Considerando a complexidade exposta nesses trabalhos é que o terapeuta relacional sistêmico poderá iniciar um trabalho psicoterapêutico com o jovem adulto solteiro. Essas reflexões também podem auxiliar na elaboração de novas pesquisas no enfoque relacional sistêmico acerca desse tema...


This paper aims to enrich the discussions of individual systemic relational therapy providing a theoretical basis for clinical practice and research to contextualize the young adult within this perspective today. To this end, a theoretical study was conducted through a bibliographical research survey data, which resulted in a literature review of systemic relational understanding about the young adult, focusing on the following aspects: a bioecological theory of human development the family life cycle, and individual and family boundaries. Considering the complexity exposed in these studies is that the therapist may initiate a systemic relational psychotherapeutic work with the young single adult. These reflections can also assist in the preparation of new research in relational systemic focus on the subject...


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto Jovem/psicologia , Família/psicologia
14.
Pensando fam ; 16(1): 53-68, jul. 2012.
Artigo em Português | Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: psi-57339

RESUMO

Esse trabalho visa enriquecer as discussões acerca da terapia relacional sistêmica individual fornecendo bases teóricas para práticas clínicas e pesquisas ao contextualizar o adulto jovem solteiro dentro dessa perspectiva na atualidade. Para tanto, se realizou um estudo teórico e de caráter exploratório, por meio de uma pesquisa bibliográfica de levantamento de dados, que resultou numa revisão de literatura sobre a compreensão relacional sistêmica sobre o adulto jovem solteiro, enfocando-se os seguintes aspectos: a teoria bioecológica do desenvolvimento humano, o ciclo vital da família e o indivíduo e as fronteiras familiares. Considerando a complexidade exposta nesses trabalhos é que o terapeuta relacional sistêmico poderá iniciar um trabalho psicoterapêutico com o jovem adulto solteiro. Essas reflexões também podem auxiliar na elaboração de novas pesquisas no enfoque relacional sistêmico acerca desse tema.(AU)


This paper aims to enrich the discussions of individual systemic relational therapy providing a theoretical basis for clinical practice and research to contextualize the young adult within this perspective today. To this end, a theoretical study was conducted through a bibliographical research survey data, which resulted in a literature review of systemic relational understanding about the young adult, focusing on the following aspects: a bioecological theory of human development the family life cycle, and individual and family boundaries. Considering the complexity exposed in these studies is that the therapist may initiate a systemic relational psychotherapeutic work with the young single adult. These reflections can also assist in the preparation of new research in relational systemic focus on the subject.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto Jovem/psicologia , Família/psicologia
15.
Psicol. estud ; 17(2): 247-254, abr.-jun. 2012.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-656764

RESUMO

O bullying tem sido foco de pesquisas e intervenções de pesquisadores, educadores e profissionais da saúde do mundo todo, por ser um fenômeno relacional comumente observado em grupos, sobretudo em escolas, caracterizado pela presença de comportamentos agressivos, cruéis, intencionais e repetitivos adotados por uma ou mais pessoas contra outras, sem motivação evidente. Com vista ao enriquecimento das discussões acerca do conceito de bullying, fez-se uma descrição relacional sistêmica desse fenômeno. Para tanto, procedeu-se ao estabelecimento de uma correlação do bullying com os pressupostos de complexidade, instabilidade e intersubjetividade que embasam a compreensão desse fenômeno e com a Teoria Bioecológica do Desenvolvimento Humano. Os achados dessa compreensão sugerem que o fenômeno e as intervenções não podem reduzir-se apenas às características individuais dos sujeitos implicados, tampouco a uma interação entre autor e alvo que ignore a diversidade de pessoas e sistemas envolvidos e a teia complexa de relações compreendidas para de sua manutenção.


Bullying has been the subject of study and interventions for researchers, educators and health professionals around the world because it is a relational phenomenon commonly observed in groups, especially schools. It is characterized by the presence of aggressive, brutal, deliberate and repetitive behaviors adopted by one or more persons against another, with no obvious motivation. Aiming to enrich the discussions about the concept of bullying, this phenomenon was described in this article using systemic relational approach. For both we related bullying with the assumptions of complexity, instability and intersubjectivity that underpin this understanding, as well as with the Bioecologica Theory of Human Development. The findings suggest that understanding and intervention cannot be reduced solely to the individual characteristics of the individuals involved, nor to an author-target interaction that ignores the diversity of people and systems and the complex web of relationships involved in its maintenance.


El bullying ha sido foco de investigaciones e intervenciones de investigadores, educadores y profesionales de la salud de todo el mundo ya que es un fenómeno relacional comúnmente observado en grupos, especialmente en las escuelas, que se caracteriza por la presencia de conductas agresivas, crueles, intencionales y repetitivas adoptadas por una o más personas contra otra, sin motivación obvia. Con el objetivo de enriquecer las discusiones sobre el concepto de bullying se llevó a cabo una descripción sistémica relacional de lo mismo, relacionándolo con los presupuestos de complejidad, inestabilidad e intersubjetividad, así como con la Teoría Bioecológica de Desarrollo Humano. Los hallazgos sugieren que la comprensión no debe reducir el fenómeno y las intervenciones apenas a las características individuales de los sujetos implicados, ni a una interacción autor albo que ignore la diversidad de personas y sistemas implicados, tampoco la red compleja de relaciones involucradas en la manutención del mismo.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Criança , Bullying
16.
Psicol. estud ; 17(2): 247-254, abr.-jun. 2012.
Artigo em Português | Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: psi-57160

RESUMO

O bullying tem sido foco de pesquisas e intervenções de pesquisadores, educadores e profissionais da saúde do mundo todo, por ser um fenômeno relacional comumente observado em grupos, sobretudo em escolas, caracterizado pela presença de comportamentos agressivos, cruéis, intencionais e repetitivos adotados por uma ou mais pessoas contra outras, sem motivação evidente. Com vista ao enriquecimento das discussões acerca do conceito de bullying, fez-se uma descrição relacional sistêmica desse fenômeno. Para tanto, procedeu-se ao estabelecimento de uma correlação do bullying com os pressupostos de complexidade, instabilidade e intersubjetividade que embasam a compreensão desse fenômeno e com a Teoria Bioecológica do Desenvolvimento Humano. Os achados dessa compreensão sugerem que o fenômeno e as intervenções não podem reduzir-se apenas às características individuais dos sujeitos implicados, tampouco a uma interação entre autor e alvo que ignore a diversidade de pessoas e sistemas envolvidos e a teia complexa de relações compreendidas para de sua manutenção.(AU)


Bullying has been the subject of study and interventions for researchers, educators and health professionals around the world because it is a relational phenomenon commonly observed in groups, especially schools. It is characterized by the presence of aggressive, brutal, deliberate and repetitive behaviors adopted by one or more persons against another, with no obvious motivation. Aiming to enrich the discussions about the concept of bullying, this phenomenon was described in this article using systemic relational approach. For both we related bullying with the assumptions of complexity, instability and intersubjectivity that underpin this understanding, as well as with the Bioecologica Theory of Human Development. The findings suggest that understanding and intervention cannot be reduced solely to the individual characteristics of the individuals involved, nor to an author-target interaction that ignores the diversity of people and systems and the complex web of relationships involved in its maintenance.(AU)


El bullying ha sido foco de investigaciones e intervenciones de investigadores, educadores y profesionales de la salud de todo el mundo ya que es un fenómeno relacional comúnmente observado en grupos, especialmente en las escuelas, que se caracteriza por la presencia de conductas agresivas, crueles, intencionales y repetitivas adoptadas por una o más personas contra otra, sin motivación obvia. Con el objetivo de enriquecer las discusiones sobre el concepto de bullying se llevó a cabo una descripción sistémica relacional de lo mismo, relacionándolo con los presupuestos de complejidad, inestabilidad e intersubjetividad, así como con la Teoría Bioecológica de Desarrollo Humano. Los hallazgos sugieren que la comprensión no debe reducir el fenómeno y las intervenciones apenas a las características individuales de los sujetos implicados, ni a una interacción autor albo que ignore la diversidad de personas y sistemas implicados, tampoco la red compleja de relaciones involucradas en la manutención del mismo.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Criança , Bullying
17.
Paidéia (Ribeiräo Preto) ; 19(44): 357-366, set.-dez. 2009.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-536362

RESUMO

Com as mudanças conceituais trazidas pelo "feminismo das diferenças", os estudos feministas reavaliaram os pólos de valorização positiva e negativa das posições de mulheres e homens, voltando sua atenção para características, atribuições e funções femininas. Como consequência destas reflexões e das práticas que elas orientam, abriu-se a possibilidade de um olhar valorativo sobre o espaço doméstico e o trabalho que homens e mulheres nele desempenham. Esta pesquisa objetivou realizar um estudo de gênero sobre a casa, analisando as relações dos sujeitos com seus espaços de vida familiar, no interesse da valorização do trabalho doméstico e da compreensão do seu valor subjetivo. A pesquisa teve enfoque qualitativo a partir da abordagem etnográfica, por meio de entrevistas livres, gravadas e filmadas, objetivando obter depoimentos e imagens de sujeitos em suas casas e atividades. Foram entrevistados 12 mulheres e 5 homens de diferentes gerações e atividades profissionais, no município de Antônio Carlos, Região Metropolitana de Florianópolis-SC.


With the conceptual changes brought by the "difference feminism", feminist studies re-evaluated the poles of positive and negative valorization of women's and men's roles, focusing on feminine characteristics, attributions and functions. As a consequence of these studies and practices they guide, it was possible to value the domestic environment and tasks that both men and women perform in this environment. This study aimed to develop a gender study about the house, analyzing the relationship of the individuals with their family life spaces, trying to value the domestic work and to understand its subjective meaning. This qualitative study with ethnographic approach was carried out through taped and video recorded free interviews aiming to capture the testimonials and images of the participants in their homes during tasks. A total of 12 women and 5 men from different generations and professions were interviewed in Antônio Carlos in the metropolitan region of Florianópolis, SC, Brazil.


Con los cambios conceptuales originados por el "feminismo de las diferencias", los estudios feministas reevaluaran los polos de valorización positivos y negativos de las posiciones de mujeres y hombres, centrándose en características, atribuciones y funciones femeninas. Como consecuencia de estas reflexiones y de las practicas por ellas orientadas, fue posible observar de forma valorativa el espacio doméstico y al trabajo que hombres y mujeres allí realizan. Esta investigación tenía como objetivo realizar un estudio de género acerca de la casa, analizando la relación de los sujetos con sus espacios de vida familiar, tratando de valorizar el trabajo doméstico y de entender su significado subjetivo. Se trata de una investigación cualitativa, de enfoque etnográfico, que a través de entrevistas libres, grabadas y filmadas, captaron testimonios e imágenes de los sujetos, en sus casas, haciendo sus actividades. Fueron entrevistados 5 hombres y 12 mujeres de distintas generaciones y profesiones, en el municipio de Antonio Carlos, Región Metropolitana de Florianópolis-SC, Brasil.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Criança , Adolescente , Adulto Jovem , Pessoa de Meia-Idade , Idoso de 80 Anos ou mais , Identidade de Gênero , Serviços Domésticos , Relação entre Gerações
18.
Pensando fam ; 13(2): 163-183, dez. 2009.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-655812

RESUMO

A instituição de ensino em sua totalidade pode ser concebida como um sistema, um conjunto de relações entre seus diferentes membros, no qual cada parte interage com outra e a mudança em uma parte ou membro repercute em mudanças em todo o sistema. Apesar de a percepção individualizada das dificuldades constituir-se numa das vias mais difíceis para a busca de soluções e numa das condições para a manutenção dos problemas, os sistemas educacionais em geral, e os profissionais que neles atuam, ainda tendem a buscar explicações lineares e intra-psíquicas para as dificuldades apresentadas por funcionários, alunos ou turmas. O grupo Ciranda Consultoria Relacional Sistêmica em Instituições de Ensino se propõe a apresentar aos leitores subsídios que os auxilie a ampliar a compreensão da realidade escolar e seus problemas, promovendo a atualização teórica, técnica e prática, a partir da visão relacional sistêmica.


The educational institution as a whole may be understood as a system, a set of relationships among its different members, in which each part interacts with another and a change in one part or member reflects in changes throughout the system. Although the perception of individual problems constitutes one of the most difficult way to search for solutions and one of the conditions for maintaining the problems, the educational systems in general and the professionals who work with them, still tend to seek linear and intra-psychic explanations to the difficulties presented by staff, students or classes. The group Ciranda Consultoria Realacional Sistêmica em Instituições de Ensino presents in this paper subsidies that would help broaden the understanding of the school’s reality and its problems, promoting theoretical, technical and practical upgrade, from the systemic relational view.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Psicologia Educacional
19.
Pensando fam ; 13(2): 163-183, dez. 2009.
Artigo em Português | Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: psi-53143

RESUMO

A instituição de ensino em sua totalidade pode ser concebida como um sistema, um conjunto de relações entre seus diferentes membros, no qual cada parte interage com outra e a mudança em uma parte ou membro repercute em mudanças em todo o sistema. Apesar de a percepção individualizada das dificuldades constituir-se numa das vias mais difíceis para a busca de soluções e numa das condições para a manutenção dos problemas, os sistemas educacionais em geral, e os profissionais que neles atuam, ainda tendem a buscar explicações lineares e intra-psíquicas para as dificuldades apresentadas por funcionários, alunos ou turmas. O grupo Ciranda Consultoria Relacional Sistêmica em Instituições de Ensino se propõe a apresentar aos leitores subsídios que os auxilie a ampliar a compreensão da realidade escolar e seus problemas, promovendo a atualização teórica, técnica e prática, a partir da visão relacional sistêmica.(AU)


The educational institution as a whole may be understood as a system, a set of relationships among its different members, in which each part interacts with another and a change in one part or member reflects in changes throughout the system. Although the perception of individual problems constitutes one of the most difficult way to search for solutions and one of the conditions for maintaining the problems, the educational systems in general and the professionals who work with them, still tend to seek linear and intra-psychic explanations to the difficulties presented by staff, students or classes. The group Ciranda Consultoria Realacional Sistêmica em Instituições de Ensino presents in this paper subsidies that would help broaden the understanding of the school’s reality and its problems, promoting theoretical, technical and practical upgrade, from the systemic relational view.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Psicologia Educacional
20.
Paidéia (Ribeirão Preto) ; 19(44): 357-366, set.-dez. 2009.
Artigo em Português | Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: psi-45917

RESUMO

Com as mudanças conceituais trazidas pelo "feminismo das diferenças", os estudos feministas reavaliaram os pólos de valorização positiva e negativa das posições de mulheres e homens, voltando sua atenção para características, atribuições e funções femininas. Como consequência destas reflexões e das práticas que elas orientam, abriu-se a possibilidade de um olhar valorativo sobre o espaço doméstico e o trabalho que homens e mulheres nele desempenham. Esta pesquisa objetivou realizar um estudo de gênero sobre a casa, analisando as relações dos sujeitos com seus espaços de vida familiar, no interesse da valorização do trabalho doméstico e da compreensão do seu valor subjetivo. A pesquisa teve enfoque qualitativo a partir da abordagem etnográfica, por meio de entrevistas livres, gravadas e filmadas, objetivando obter depoimentos e imagens de sujeitos em suas casas e atividades. Foram entrevistados 12 mulheres e 5 homens de diferentes gerações e atividades profissionais, no município de Antônio Carlos, Região Metropolitana de Florianópolis-SC.(AU)


With the conceptual changes brought by the "difference feminism", feminist studies re-evaluated the poles of positive and negative valorization of women's and men's roles, focusing on feminine characteristics, attributions and functions. As a consequence of these studies and practices they guide, it was possible to value the domestic environment and tasks that both men and women perform in this environment. This study aimed to develop a gender study about the house, analyzing the relationship of the individuals with their family life spaces, trying to value the domestic work and to understand its subjective meaning. This qualitative study with ethnographic approach was carried out through taped and video recorded free interviews aiming to capture the testimonials and images of the participants in their homes during tasks. A total of 12 women and 5 men from different generations and professions were interviewed in Antônio Carlos in the metropolitan region of Florianópolis, SC, Brazil.(AU)


Con los cambios conceptuales originados por el "feminismo de las diferencias", los estudios feministas reevaluaran los polos de valorización positivos y negativos de las posiciones de mujeres y hombres, centrándose en características, atribuciones y funciones femeninas. Como consecuencia de estas reflexiones y de las practicas por ellas orientadas, fue posible observar de forma valorativa el espacio doméstico y al trabajo que hombres y mujeres allí realizan. Esta investigación tenía como objetivo realizar un estudio de género acerca de la casa, analizando la relación de los sujetos con sus espacios de vida familiar, tratando de valorizar el trabajo doméstico y de entender su significado subjetivo. Se trata de una investigación cualitativa, de enfoque etnográfico, que a través de entrevistas libres, grabadas y filmadas, captaron testimonios e imágenes de los sujetos, en sus casas, haciendo sus actividades. Fueron entrevistados 5 hombres y 12 mujeres de distintas generaciones y profesiones, en el municipio de Antonio Carlos, Región Metropolitana de Florianópolis-SC, Brasil.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Criança , Adolescente , Adulto Jovem , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Idoso de 80 Anos ou mais , Identidade de Gênero , Relação entre Gerações , Serviços Domésticos
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA