Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 28
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
Trab. educ. saúde ; 19: e00309141, jan. 2021.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1139807

RESUMO

Resumo Este ensaio possui como principal objetivo problematizar mudanças ocorridas no trabalho de professoras e professores da rede particular de ensino no contexto de pandemia e sua relação com a saúde. Apresenta novas formas de resistências e organização coletiva, como a greve virtual, do ponto de vista dos próprios docentes que se encontram em atividades de ensino remoto e, também, em exercício de direção sindical. Foi construído de forma compartilhada, entre professore(a)s e pesquisadore(a)s. Fundamenta-se na pedagogia crítica e dialógica freireana, cujos processos valorizam a formação mútua e emancipadora. Dos diálogos empreendidos durante a construção do texto, chegamos a quatro importantes pontos de análise e problematização, a saber: trabalho docente em tempos de isolamento social; mudanças no processo e na organização do trabalho; aspectos geracionais e questões de gênero; saúde docente, resistências e greve virtual. Ao fim, observa-se que o tipo de atividade de ensino, não presencial, por meio de plataformas e outros recursos digitais, se constitui como uma configuração atual do trabalho que se aprofunda no contexto de pandemia e faz uso exacerbado da tecnologia, articulando novos modos de controle, extração de sobretrabalho e do mais-valor social.


Abstract This essay has as main objective to problematize changes occurred in the work of teachers and private school teachers in the context of a pandemic and its relationship with health. It presents new forms of resistance and collective organization, such as the virtual strike, from the point of view of the teachers themselves who are in remote teaching activities and also in the exercise of union leadership. It was built in a shared way, between professors and researchers. It is based on Freire's critical and dialogical pedagogy, whose processes value mutual and emancipatory formation. From the dialogues undertaken during the construction of the text, we come to four important points of analysis and problematization, namely: teaching work in times of social isolation; changes in the work process and organization; generational aspects and gender issues; teaching health, resistance and virtual strike. In the end, it is observed that the type of teaching activity, not in person, through platforms and other digital resources, constitutes a current configuration of work that deepens in the context of a pandemic and makes exacerbated use of technology, articulating new control modes, extraction of overwork and social added value.


Resumen Este ensayo tiene como principal objetivo problematizar los cambios ocurridos en el trabajo de profesoras y profesores de la red de enseñanza particular en el contexto de la pandemia y su relación con la salud. Presenta nuevas formas de resistencias y organización colectiva, como la huelga virtual, del punto de vista de los propios docentes que se encuentran en actividades de enseñanza remota y, también, en ejercicio de dirección sindical. Fue construido de forma compartida, entre profesores(a)s e investigadores(a)s. Se fundamenta en la pedagogía crítica y dialógica freireana, cuyos procesos valorizan la formación mútua y emancipadora. De los diálogos emprendidos durante la construcción del texto, llegamos a cuatro importantes puntos de análisis y problematización, a saber: trabajo docente en tiempos de aislamiento social; cambios en el proceso y en la organización del trabajo; aspectos generacionales y cuestiones de género; salud docente, resistencias y huelga virtual. Al fin, se observa que el tipo de actividad de enseñanza, no presencial, por medio de plataformas y otros recursos digitales, se constituye como una configuración actual del trabajo que se profundiza en el contexto de la pandemia y hace uso exacerbado de la tecnología, articulando nuevos modos de control, extracción de sobretrabajo y de plusvalía social.


Assuntos
Humanos , Instituições Acadêmicas , Saúde do Trabalhador , Docentes , Identidade de Gênero
2.
Cien Saude Colet ; 25(5): 1829-1838, 2020 May.
Artigo em Inglês, Português | MEDLINE | ID: mdl-32402016

RESUMO

This study aimed to analyze teaching work's temporality aspects in their relationship with health. Qualitative research was conducted with the participation of ten professors from a public university. Six meetings called "Worker's Health workshops" were held, a research methodology that gathers workers and researchers to discuss topics related to work and health. The material was analyzed through the content analysis technique, in the thematic modality. The main themes were identified from the transcribed materials of the workshops' dialogues, namely: working time intensification and extension, teacher's health, working time and sleep deprivation, and health advocacy strategies and solutions. We noted that health advocacy strategies are located in individuals and the workgroup, through cooperation and social time. The theme of an intensive and extensive combination of working time associated with insecure work conditions was identified. We concluded that teaching work time is underpinned by rules and social values under the historical determination of new managerial standards within the public university.

3.
Rev. bras. saúde ocup ; 45: e4, 2020.
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-1092698

RESUMO

Resumo Objetivo: analisar a abordagem metodológica "Oficinas em saúde do trabalhador" e seus resultados acerca das relações entre trabalho docente e saúde em universidade pública. Métodos: pesquisa social de caráter qualitativo e de natureza pedagógica e participativa. "Oficinas em saúde do trabalhador" são espaços onde trabalhadores e pesquisadores discutem temas de trabalho relacionados à saúde, pautados em investigação participativa e pedagogia freireana e em fundamentos do campo da Saúde do Trabalhador, principalmente o modelo operário de conhecimento e a teoria de Gramsci. Foram realizadas quatro reuniões com oito docentes pertencentes ao mesmo instituto de uma universidade federal localizada no estado do Rio de Janeiro. Resultados: no plano epistemológico, analisaram-se importantes temas acerca do trabalho e da saúde docentes, sendo eles: precarização da infraestrutura universitária e as condições de trabalho docente; relações coletivas e conflitos; sentidos e ambivalência do trabalho docente; queixas de saúde e intensificação do trabalho. Conclusão: este estudo possibilitou o desenvolvimento de abordagem metodológica de caráter dialógico e participativo. Embora o estudo esteja circunscrito a um pequeno grupo, o método propiciou identificar e analisar importantes aspectos do trabalho e da saúde docente que constatam transformações no trabalho em universidade, apontando para a necessidade de estudos de maior alcance.


Abstract Objective: to analyze the methodological approach "Workshops on workers' health" and its results regarding the relationship between health and teaching in public universities. Methods: social study of qualitative, pedagogical and participatory approach. "Workshops on workers' health" are spaces where workers and researchers discuss the work and health relation in accordance with participative research, Freire's pedagogy and Workers' Health concepts, especially the Workers' Model of Knowledge and Gramsci's theory. Four meetings were held with eight professors of the same institute in a federal university situated in the state of Rio de Janeiro, Brazil. Results: epistemologically, important subjects concerning the work and health of teachers were analyzed, namely: university infrastructure precarization and teaching work conditions; collective relations and conflicts; teacher work meanings and ambivalence; health complaints and work intensification. Conclusion: this study enabled the development of a dialogical and participatory methodological approach. Although this study was limited to a small group, the method enabled the identification and analysis of important aspects of work and health of teaching at the university, showing the transformations in university work and indicating the need for studies of larger scope.

4.
Ciênc. Saúde Colet ; 25(5): 1829-1838, 2020.
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-1100987

RESUMO

Resumo O objetivo do presente estudo foi analisar aspectos da temporalidade do trabalho docente em sua relação com a saúde. Realizou-se pesquisa de caráter qualitativo com a participação de dez docentes de universidade pública. Efetivaram-se seis reuniões, denominadas "Oficinas em saúde do trabalhador", uma metodologia de investigação que reúne trabalhadores e pesquisadores para debater temas relacionados ao trabalho e à saúde. A análise do material foi efetuada por meio da técnica de análise de conteúdo, na modalidade temática. Tomando por base os materiais transcritos procedentes dos diálogos das oficinas, identificaram-se os temas principais, a saber: intensificação e prolongamento do tempo de trabalho; saúde docente; tempo de trabalho e privação do sono; saídas e estratégias de defesa da saúde. Percebeu-se que as estratégias de defesa da saúde situam-se no âmbito individual e do grupo de trabalho por meio de cooperação e tempo de convívio. Identificou-se o tema da combinação intensiva e extensiva do tempo de trabalho associado à precarização das condições laborais. Concluiu-se que o tempo de trabalho docente é constituído por regras e valores sociais sob a determinação histórica de novos padrões gerenciais no contexto da universidade pública.


Abstract This study aimed to analyze teaching work's temporality aspects in their relationship with health. Qualitative research was conducted with the participation of ten professors from a public university. Six meetings called "Worker's Health workshops" were held, a research methodology that gathers workers and researchers to discuss topics related to work and health. The material was analyzed through the content analysis technique, in the thematic modality. The main themes were identified from the transcribed materials of the workshops' dialogues, namely: working time intensification and extension, teacher's health, working time and sleep deprivation, and health advocacy strategies and solutions. We noted that health advocacy strategies are located in individuals and the workgroup, through cooperation and social time. The theme of an intensive and extensive combination of working time associated with insecure work conditions was identified. We concluded that teaching work time is underpinned by rules and social values under the historical determination of new managerial standards within the public university.

5.
Interface (Botucatu, Online) ; 23: e180497, 2019.
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-1012454

RESUMO

Este artigo teve como objetivo conhecer a relação entre o trabalho e a saúde de professoras e monitoras de creche pública no município de Vitória da Conquista (Bahia, Brasil). Para tal, realizou-se uma pesquisa qualitativa de caráter exploratório. Foram efetuadas dez entrevistas por meio de um roteiro semiestruturado de questões. No que concerne ao método empregado para análise dos materiais, foi adotada a técnica de análise de conteúdo, chegando-se a quatro temas principais: precarização, sobrecarga e intensificação do trabalho; gestão, política e conflitos; diferenças entre o trabalho de professoras e monitoras; e educação, saúde e cuidado. Por fim, considera-se necessário que o trabalho, em sua relação com a saúde, seja objeto de diálogo com vistas a gerar mudanças, segundo a perspectiva dos trabalhadores, de modo a reforçar o aspecto relativo à cooperação e ampliação do campo de criação coletiva.(AU)


This exploratory study aimed to gain an insight into the relationship between the work and health of teachers and monitors in a public nursery in Vitória da Conquista in the State of Bahia, Brazil. Semi-structured interviews were conducted with ten teachers and monitors. A content analysis of the interview transcripts identified four main themes: precarious work, overwork, and work intensification; management, politics, and conflicts; differences between the work of teachers and monitors; and education, health, and care. We conclude that, to promote change, the relationship between work and health should be discussed from the workers' perspective to reinforce cooperation and expand the field of collective creation.(AU)


El objetivo de este artículo fue conocer la relación entre el trabajo y la salud de maestras y monitoras de una guardería pública en el municipio de Vitória da Conquista (Bahia, Brasil). Para tanto, se realizó una encuesta cualitativa de carácter exploratorio. Se realizaron diez entrevistas por medio de un guion semiestructurado de preguntas. En lo que se refiere al método empleado para el análisis de los materiales, se adoptó la técnica de análisis de contenido, llegándose a cuatro temas principales: precarización, sobrecarga e intensificación del trabajo; gestión, política y conflictos; diferencias entre el trabajo de maestras y monitoras; educación, salud y el cuidado. Finalmente, se considera necesario que el trabajo, en su relación con la salud, sea objeto de diálogo con vistas a generar cambios, según la perspectiva de los trabajadores, para reforzar el aspecto relativo a la cooperación y ampliación del campo de creación colectiva.(AU)

6.
Trab. educ. saúde ; 17(1): e0017002, 2019.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-979426

RESUMO

Resumo Este estudo tem por objetivo analisar as relações entre trabalho, educação e saúde na greve dos profissionais de educação da rede municipal do Rio de Janeiro, ocorrida no ano de 2013. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, a qual adotou, como técnica de investigação, a realização de entrevistas individuais e a pesquisa documental, com base na imprensa sindical. Foi escolhida a técnica de análise temática, e foram identificados três temas principais de interpretação, a saber: trabalho e defesa da educação pública de qualidade; aprendizado coletivo e pedagogia da luta; e luta coletiva pela saúde. No ângulo de compreensão da história, a greve materializou-se como espaço de questionamento acerca da situação do trabalho nas escolas e como movimento de luta em defesa da educação pública de qualidade. Do mesmo modo, a greve trouxe reflexões acerca da relação entre o trabalho docente e a luta pela saúde. Conclui-se que ações coletivas de trabalhadores são espaços de aprendizagem, de produção de conhecimento e intervenção em saúde. Trata-se de uma perspectiva ampliada de educação e saúde, como práxis pedagógica, que se processa na luta e na valorização da experiência coletiva do trabalho.


Abstract The aim of the present study was to analyze the relationships between work, education and health in the strike of the education professionals of the Rio de Janeiro (Brazil) municipal network, in the year of 2013. This is a qualitative research, which adopted individual interviews and documentary research as its investigation technique, based on the trade union press. We chose the thematic analysis technique, and three main themes of interpretation were identified: work and defense of quality public education; collective learning and struggle pedagogy; and collective fight for health. From the angle of the historical understan-ding of the event, the strike materialized as a space for questioning the situation of work in schools and as a movement of struggle in defense of quality public education. Likewise, the strike raised reflections about the relationship between teaching as an occupation and the struggle for health. The conclusion is that the collective actions of workers are spaces of learning, of production of knowledge, and of intervention in health. It is an extended perspective of education and health, as a pedagogical praxis, which is carried out in the struggle and in the valorization of the collective experience of work.


Resumen Este estudio tiene por objetivo analizar las relaciones entre trabajo, educación y salud en la huelga de los profesionales de educación de la red municipal de Rio de Janeiro, ocurrida en el año 2013. Se trata de una encuesta cualitativa, la cual adoptó, como técnica de investigación, la realización de entrevistas individuales y la búsqueda documental, con base en la prensa sindical. En lo que respecta al análisis de los materiales de campo, fue elegida la técnica de análisis temática, siendo identificados tres temas principales de interpretación: trabajo y defensa de la educación pública de calidad; aprendizaje colectivo y pedagogía de la lucha; y lucha colectiva por la salud. En el ángulo de comprensión de la historia, la huelga se materializó como espacio de cuestionamiento acerca de la situación del trabajo en las escuelas y como movimiento de lucha en defensa de la educación pública de calidad. Del mismo modo, la huelga trajo reflexiones acerca de la relación entre el trabajo docente y la lucha por la salud. Concluye que las acciones colectivas de trabajadores son espacios de aprendizaje, de producción de conocimiento e intervención en salud. Se trata de una perspectiva ampliada de educación y salud, como praxis pedagógica, que se procesa en la lucha y en la valorización de la experiencia colectiva del trabajo.


Assuntos
Humanos , Trabalho , Saúde do Trabalhador , Educação , Docentes
7.
Trab. educ. saúde ; 17(1): e0018819, 2019.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-979430

RESUMO

Resumo Neste ensaio, para celebrar os cinquenta anos do seu manuscrito, nós revisitamos o clássico Pedagogia do Oprimido, de Paulo Freire. Em tempos difíceis no Brasil e de Movimento Escola sem Partido, dentre tantos outros 'avanços' do conservadorismo, a obra magna do patrono da educação brasileira está mais atual e vigorosa do que nunca. Aqui, embora reconhecendo que o ensaio de Freire significou certa 'revolução' da pedagogia, nosso foco incide sobre aquela que julgamos ser, apesar de pouco debatida, sua tese central - a da pedagogia da revolução. Além disso, no final, mostramos que Freire foi um dos precursores no Brasil do pensamento pós-colonial, devendo, portanto, servir como um ponto de interseção com essa corrente libertária cujo renascimento renova as esperanças e a utopia da esquerda.


Abstract In the present essay, in celebration of the 50th anniversary of his manuscript, we revisit the classic book Pedagogy of the Oppressed, by Paulo Freire. Amidst difficult times for Brazil, and at a time in which we see the rise of the Non-Partisan School Movement (Movimento Escola sem Partido, in Portuguese), among other 'advancements' of conservatism, the masterpiece of the patron of Brazilian education is more current and vigorous than ever before. Here, even though we recognize that Freire's essay meant a certain 'revolution' in pedagogy, our focus is on what we consider his central, though little debated, thesis: the pedagogy of revolution. Moreover, in the end, we show that Freire was one of the pioneers in Brazil of the post-colonial thinking, and this must work as a point of convergence with this libertarian school of thought, whose revival renews the hopes and utopia of the Left.


Resumen En este ensayo, volvimos sobre el clásico Pedagogía del Oprimido, de Paulo Freire, con motivo de la celebración de los cincuenta años de su manuscrito. En tiempos difíciles en Brasil y del Movimiento "Escuela sin Partido", entre tantos otros 'avances' del conservadurismo, la obra magna del patrono de la educación brasileña se muestra más actual y cobra más fuerza que nunca. Aquí, si bien reconocemos que el ensayo de Freire implicó una cierta 'revolución' en la pedagogía, nuestro análisis se centra sobre lo que consideramos como su tesis central, más allá que ha sido poco debatida - la de la pedagogía de la revolución. Así mismo, en el final, mostramos que Freire fue uno de los precursores en Brasil del pensamiento poscolonial, debiendo por lo tanto servir como un punto de intersección con esa corriente libertaria cuyo renacimiento renueva las esperanzas y la utopía de la izquierda.


Assuntos
Humanos , Educação
8.
Trab. educ. saúde ; 16(1): 221-242, jan.-abr. 2018.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-904483

RESUMO

Resumo O estudo que deu origem a este artigo teve como objetivo conhecer o trabalho e a saúde de docentes de universidades públicas do ponto de vista sindical. Para tal, realizou-se pesquisa de cunho qualitativo com a participação dos membros da direção regional do Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior do Rio de Janeiro. Realizaram-se entrevistas individuais com perguntas abertas em um roteiro semiestruturado de questões. No que tange à análise dos materiais das entrevistas, utilizou-se a técnica de análise de conteúdo, mais específicamente a análise temática, tendo sido identificados cinco eixos empíricos de discussão: mudanças do papel da universidade e a relação com o modelo de Estado; precarização do trabalho em universidades públicas; intensificação do trabalho docente e produtividade acadêmica; ação sindical e saúde do trabalhador; e mudanças necessárias no trabalho docente. Constatou-se uma concepção de saúde, do ponto de vista sindical, que pode ser interpretada como movimento permanente de emancipação coletiva, afastando-se das acepções centradas nos indivíduos e em abordagens estritamente biomédicas. Trata-se de uma concepção dialética de saúde que compreende a vida e o trabalho como processo, em permanente transformação na história.


Abstract This article aims to meet the work and health of public universities teachers under the Trade Union point of view. To this end, qualitative oriented research was done with the participation of members of the regional direction of the National Union of Teachers of higher education institutions of Rio de Janeiro (Brazil). Individual interviews were conducted with open-ended questions through a script of semi-structured questions. Regarding the analysis of the interview's material, was used the technique of 'content analysis', more specifically the thematic analysis, being identified five empirical discussion axes, which are: changes in the role of the university and the relationship with the state model; precariousness work in public universities; teaching work intensification and productivity academic; trade union action and workers' health and necessary changes at work. At the end, a health conception was set, under the trade union point of view, which is interpreted as permanent collective emancipation movement, moving away from the meanings centered on individuals and in strictly biomedical approaches. It is a dialectical conception of health which comprises the life and work as a process, in constant transformation in history.


Resumen El estudio que dio origen a este artículo tuvo como objetivo conocer el trabajo y la salud de docentes de universidades públicas desde el punto de vista sindical. Con esta finalidad, se realizó una investigación de carácter cualitativo con la participación de los miembros de la dirección regional del Sindicato Nacional de Docentes de Instituciones de Enseñanza Superior de Río de Janeiro (Brasil). Se realizaron entrevistas individuales con preguntas abiertas en una guía semiestructurada de preguntas. En lo que atañe al análisis de los materiales de las entrevistas, se utilizó la técnica de análisis de contenido, más específicamente el análisis temático, y se identificaron cinco ejes empíricos de discusión: cambios en el papel de la universidad y la relación con el modelo de Estado; precarización del trabajo en universidades públicas; intensificación del trabajo docente y productividad académica; acción sindical y salud del trabajador; y cambios necesarios en el trabajo docente. Se constató una concepción de salud, desde el punto de vista sindical, que puede interpretarse como movimiento permanente de emancipación colectiva, alejándose de las acepciones centradas en los individuos y en enfoques estrictamente biomédicos. Se trata de una concepción dialéctica de la salud que comprende la vida y el trabajo como proceso, en permanente transformación en la historia.


Assuntos
Humanos , Condições de Trabalho , Saúde do Trabalhador , Educação Superior , Docentes , Sindicatos
9.
Cad Saude Publica ; 34(3): e00037317, 2018 03 08.
Artigo em Português | MEDLINE | ID: mdl-29538515

RESUMO

The main objective of this article is to present and analyze the research instrument called "health and work notebooks", focusing on the production of knowledge concerning professors' work at a public university. The notebooks serve as a qualitative and participant research technique that is appropriate for the in-depth study of relations between health and work, viewing workplaces as privileged spaces for exercising effective action in the defense of health and the work experience as the principal material for analysis. The notebooks' special quality as a research technique lies in worker's role as protagonist in the research, as the diary's author and co-participant in the study. Eight professors participated, all from the same institute in a federal university (IFES) in Rio de Janeiro, Brazil. As for analysis of the empirical materials from the notebooks and consistent with the workers, the thematic analysis technique was adopted, producing four main discussion categories: time on the job and professors' multiple work activities; precarization of working conditions at universities; faculty health at limits; and the notebooks viewed from the authors' perspective. As for the results, the theme that stood out was work overload and time pressure to meet targets. Finally, the health and work notebooks proved to be a potential research tool for generating knowledge from a collective perspective.


Assuntos
Coleta de Dados/instrumentação , Docentes , Saúde , Saúde do Trabalhador , Trabalho , Brasil , Coleta de Dados/métodos , Humanos , Setor Público , Pesquisa Qualitativa , Universidades , Local de Trabalho
10.
Cad. Saúde Pública (Online) ; 34(3): e00037317, 2018.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-889899

RESUMO

Este artigo tem como objetivo principal apresentar e analisar o instrumento de pesquisa designado como "cadernetas de saúde e trabalho", com foco na produção de conhecimento sobre o trabalho de docentes de universidade pública. Trata-se de uma técnica de investigação de caráter qualitativo e participativo, adequada ao aprofundamento do estudo das relações entre a saúde e o trabalho, reavendo os locais de trabalho como lugares privilegiados de observações para o exercício de uma efetiva ação de defesa da saúde e a experiência do trabalho como matéria principal de análise. A qualidade especial das cadernetas como técnica de investigação refere-se ao papel protagonista atribuído ao trabalhador no processo de pesquisa, autor do diário e coparticipante do estudo. Participaram oito docentes pertencentes ao mesmo instituto de uma universidade federal de ensino superior (IFES), localizada no Rio de Janeiro, Brasil. Quanto à análise dos materiais empíricos, procedentes das anotações das cadernetas e de encontro com os trabalhadores, adotou-se a técnica de análise temática, chegando-se a quatro categorias principais de discussão, a saber: o tempo de trabalho e as múltiplas atividades de trabalho do professor; precarização das condições de trabalho em universidades; saúde docente entre limites e cadernetas sob o olhar dos seus autores. No que concerne aos resultados, sobressaiu o tema alusivo à sobrecarga de trabalho e pressão do tempo para cumprimento de metas. Ao fim, considerou-se que as cadernetas de saúde e trabalho mostraram-se como ferramenta de pesquisa com potencial para se gerar conhecimento em perspectiva coletiva.


The main objective of this article is to present and analyze the research instrument called "health and work notebooks", focusing on the production of knowledge concerning professors' work at a public university. The notebooks serve as a qualitative and participant research technique that is appropriate for the in-depth study of relations between health and work, viewing workplaces as privileged spaces for exercising effective action in the defense of health and the work experience as the principal material for analysis. The notebooks' special quality as a research technique lies in worker's role as protagonist in the research, as the diary's author and co-participant in the study. Eight professors participated, all from the same institute in a federal university (IFES) in Rio de Janeiro, Brazil. As for analysis of the empirical materials from the notebooks and consistent with the workers, the thematic analysis technique was adopted, producing four main discussion categories: time on the job and professors' multiple work activities; precarization of working conditions at universities; faculty health at limits; and the notebooks viewed from the authors' perspective. As for the results, the theme that stood out was work overload and time pressure to meet targets. Finally, the health and work notebooks proved to be a potential research tool for generating knowledge from a collective perspective.


El objetivo principal de este artículo es presentar y analizar el instrumento de investigación denominado "cartillas de salud y trabajo", centrándose en la producción de conocimiento sobre el trabajo de docentes de universidad pública. Se trata de una técnica de investigación de carácter cualitativo y participativo, adecuada a la profundización del estudio de las relaciones entre la salud y el trabajo, reincorporando los lugares de trabajo como lugares privilegiados de observación para el ejercicio de una efectiva acción de defensa de la salud, y la experiencia laboral como materia principal de análisis. La cualidad especial de las cartillas como técnica de investigación se refiere al papel protagonista, atribuido al trabajador en el proceso de investigación, autor del diario y coparticipante del estudio. Participaron ocho docentes pertenecientes al mismo instituto de una universidad federal de enseñanza superior (IFES), localizada en Río de Janeiro, Brasil. En cuanto al análisis de los materiales empíricos, procedentes de las anotaciones de las cartillas y de encuentros con los trabajadores, se adoptó la técnica de análisis temático, llegándose a cuatro categorías principales de discusión, a saber: el tiempo de trabajo y las múltiples actividades de trabajo del profesor; precarización de las condiciones de trabajo en universidades; salud docente entre límites y cartillas bajo la atenta mirada de sus autores. En lo que concierne a los resultados, se resaltó el tema alusivo a la sobrecarga de trabajo y presión de tiempo para el cumplimiento de metas. Al final, se consideró que las cartillas de salud y trabajo se mostraron como herramientas de investigación con potencial para generar conocimiento desde una perspectiva colectiva.


Assuntos
Humanos , Trabalho , Saúde , Coleta de Dados/instrumentação , Saúde do Trabalhador , Docentes , Universidades , Brasil , Coleta de Dados/métodos , Local de Trabalho , Setor Público , Pesquisa Qualitativa
11.
Rev. bras. saúde ocup ; 43(supl.1): e13s, 2018.
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-977955

RESUMO

Resumo O objetivo deste ensaio é refletir sobre o papel da intervenção em saúde do trabalhador, seus objetos e modalidades no contexto atual, caracterizado pelas recém-promulgadas reforma trabalhista e lei da terceirização, por novas formas de gestão e por transformações nas tecnologias de produção e de serviços. A intervenção é concebida como processo para efetivação de mudanças nas situações de trabalho a fim de eliminar ou reduzir os agravos a elas relacionados e, ao mesmo tempo, aumentar o poder de agir individual e coletivo dos trabalhadores. Enfim, refletir sobre a intervenção remete também a indagar sobre o poder de agir da atuação profissional e da pesquisa no campo, assim como sobre o que se espera das instituições nas novas configurações do trabalho no Brasil.


Abstract This essay aims at reflecting on the role of intervention in worker's health, its objects and modalities in the current context characterized by the recent labor reform and outsourcing laws, by the new frames of management and developments in production and services technologies. Intervention is conceived as a process for consolidating changes in work situations in order to eliminate or reduce related work problems and, at the same time, increase workers' individual and collective 'pouvoir d'agir'. After all, reflecting on the intervention also leads to pondering on the power of professional action and research within the worker's health field, as well as on what is expected from institutions in the new labor configurations in Brazil.

12.
Saúde debate ; 41(114): 976-985, Jul.-Set. 2017.
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-903938

RESUMO

RESUMO O presente estudo tem como objetivo analisar a experiência de formação em saúde do trabalhador e saúde ambiental em base territorial local, adotando como matéria principal de interpretação as avaliações dos próprios trabalhadores. Por meio da técnica de análise de conteúdo, chegou-se a duas categorias empíricas de análise, sendo a primeira a interdisciplinaridade e construção coletiva do conhecimento, e a segunda, a intersetorialidade e os saberes advindos da prática. Ao final, constataram-se elementos formativos, de caráter crítico, que contribuem para a emancipação dos atores locais e as ações de políticas públicas integradas.


ABSTRACT The study here reported had as objective to analyze the training experience in workers' and environmental health focused on local territory, adopting as interpretation main data assessments issued from the workers themselves. By means of content analysis, we arrived to two empirical categories of analysis. The first is interdisciplinarity and knowledge collective construction, and the second is intersectoriality and skills acquired through practice. At the end, formative elements of critical character were verified, which contribute to the emancipation of local players and actions of integrated public policies.

13.
Saúde debate ; 41(spe2): 254-263, Abr.-Jun. 2017.
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-903988

RESUMO

RESUMO O principal intento deste ensaio consiste em retomar de modo crítico a perspectiva de saúde sob o enfoque da saúde do trabalhador, reavendo alguns dos seus marcos teóricos constitutivos. Lançou-se mão, como base principal de estudo, de obras seminais pertencentes ao campo, a saber: a medicina social latino-americana e os estudos operários italianos. Além disso, serviram de apoio publicações de autores brasileiros que examinam a configuração teórica, política e metodológica do campo, procurando conferir 'identidade própria' à saúde do trabalhador. Chegou-se a três teses capitais que foram desenvolvidas em diálogo com autores da tradição de pensamento do materialismo histórico.


ABSTRACT The main intention of this essay consists in critically analysing the perspective of health under the focus of worker's health, recovering some of its constitutive theorical milestones. Seminal literature of the field, such as Latin American social Medicine and studies of the Italian workers, was used as a main base of this study. Besides, publications of Brazilian authors, which assess the theorical, political and methodological configuration of the field and seek to provide 'self-identity' to worker's health, also supported this essay. We have come to three capital theses which were developed in dialogues with authors of the tradition of the historical materialism thinking.

14.
Trab. educ. saúde ; 15(1): 95-116, Jan.-Apr. 2017.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-962983

RESUMO

Resumo Este estudo teve como principal objetivo analisar a política de desprecarização do trabalho em saúde, em âmbito local, do ponto de vista de professores e pesquisadores. Para tal, efetuou-se um estudo de caráter qualitativo, elegendo-se como campo de investigação uma unidade técnico-científica de saúde localizada no estado do Rio de Janeiro. Para a coleta de dados, realizaram-se entrevistas individuais com dez participantes. No que concerne à análise dos materiais de campo, lançou-se mão da técnica de análise do discurso, chegando-se a cinco categorias empíricas principais de análise: precarização das relações humanas; transição do modelo de gestão institucional; intensificação do trabalho do professor e pesquisador; sofrimento e prazer no trabalho; e desprecarização do trabalho. Além disso, adotou-se como objeto de análise a política implementada pelo governo federal denominada DesprecarizaSUS. Os resultados mostraram que, do ângulo de interpretação do trabalho, a política de desprecarização deve alcançar um conjunto de ações políticas que não estão circunscritas apenas à esfera jurídica. A de maior relevância é a instituição, no plano local, de condições propícias para se superar a deterioração das relações humanas no trabalho geradas no âmbito do contexto neoliberal de gestão pública.


Abstract The main objective of this article is to analyse the bettermen of work's policy at a work's local scope through the professors and researchers' perspective. To this end, we have chosen a qualitative study, and a scientific-technical health unit located in the State of Rio de Janeiro was elected such as a research field. For data collection, information was gathered through ten individual semi-structured interviews. Analysis of data was done through discourse analysis and five main empirical categories of analysis were found: precariousness of the human relations; transition to the institutional management model; professors and researchers' labor intensification; pleasure-suffering experiences at work; and, lastly, the bettermen of the work. In addition, we also adopted such as object of study a policy implemented by Brazilian federal government, whose name is DesprecarizaSUS. The results show that the bettermen of work's policy must reach a range of political actions, which are not restricted to the administrative level. In according to the professors and researchers' perspective it is essential to establish the conditions to overcome the deterioration of human relations at work generated by the neoliberal context of public administration.


Resumen Este estudio tuvo como principal objetivo analizar la política de desprecarización del trabajo en salud, en el ámbito local, desde el punto de vista de profesores e investigadores. Con ese fin, se realizó un estudio de carácter cualitativo, eligiendo como campo de investigación una unidad técnica y científica de salud, ubicada en el estado de Río de Janeiro, Brasil. Para la recolección de datos se realizaron entrevistas individuales con diez participantes. En lo que concierne al análisis de los materiales de campo, se utilizó la técnica de análisis del discurso, llegándose a cinco categorías empíricas principales de análisis: precarización de las relaciones humanas; transición del modelo de gestión institucional; intensificación del trabajo del profesor e investigador; sufrimiento y placer en el trabajo; desprecarización del trabajo. Además de ello, se adoptó como objeto de análisis la política implementada por el gobierno federal denominada DesprecarizaSUS. Los resultados mostraron que, del ángulo de interpretación del trabajo, la política de desprecarización debe alcanzar un conjunto de acciones políticas que no se circunscriben apenas a la esfera jurídica, siendo la de mayor relevancia la institución, en el plano local, de condiciones propicias para superar el deterioro de las relaciones humanas en el trabajo generadas en el ámbito del contexto neoliberal de gestión pública.


Assuntos
Humanos , Sistema Único de Saúde , Saúde do Trabalhador , Pessoal de Saúde
15.
Cad. saúde colet., (Rio J.) ; 23(4): 374-379, out.-dez. 2015.
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: lil-772650

RESUMO

Resumo Este artigo tem como objetivo analisar a relação entre trabalho, saúde e agronegócio no âmbito da estruturação da política de vigilância em saúde do trabalhador a partir da perspectiva de atores locais. O estudo realizou-se no município de Lagoa da Confusão, TO, sob a vertente da pesquisa participante. Sucederam-se quatro reuniões, com a presença de até 11 pessoas, de modo a se respeitar a ideia de constituição de grupos participativos. No que concerne à interpretação dos materiais de campo, adotou-se a técnica de análise do discurso, sendo identificados três categorias empíricas de análise, a saber: Trabalho Precário e Agronegócio; Agrotóxicos; e Política. Além disso, obteve-se como produto das reuniões um Plano de Vigilância Participativa em Saúde do Trabalhador para o município. Quanto às discussões dos materiais, sobressaiu o sentido do importante papel que o Estado tem a desempenhar como formulador de políticas para intervenção na realidade, bem como na ordenação de ações democráticas de vigilância em saúde do trabalhador. Além disso, constatou-se o imprescindível apoio às organizações locais dos trabalhadores, de modo a torná-las mais fortes, tendo em vista uma ampliação da capacidade coletiva de defesa da saúde.


Abstract This article aims to analyze the relationship between work, health and agribusiness within the structure of occupational health surveillance policy, from the perspective of local actors. The study was conducted in the municipality of Lagoa da Confusão (TO) as part of participatory research. Up to eleven people attended four meetings in order to respect the idea of establishment of participatory groups. Field materials were interpreted using the speech analysis technique, and identified three empirical categories of analysis, namely: Precarious Work and Agribusiness; Pesticides and Policy. In addition, the meeting resulted in an Occupational Health Participatory Monitoring Plan for the municipality. The State role as policy developer to intervene in reality was highlighted during the material discussions, as well as during the ordering of democratic actions in occupational health surveillance. Additionally, the need to support the local occupational organization was noted in order to make them stronger, aiming to expanding the collective capacity to protect health.

16.
Physis (Rio J.) ; 25(3): 843-862, jul.-set. 2015.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-764180

RESUMO

ResumoEste artigo tem como objetivo conhecer a perspectiva de médicos sobre a saúde e o trabalho em uma unidade de terapia intensiva neonatal de um hospital público do estado do Rio de Janeiro. Para tal, realizou-se pesquisa de cunho qualitativo e de caráter exploratório. Foram realizadas 13 entrevistas individuais e semiestruturadas, com roteiro de perguntas abertas. No que tange à análise dos materiais, adotou-sea técnica de análise do discurso, sendo identificados quatro eixos empíricos de discussão, a saber: elementos da atual configuração do trabalho médico; o trabalho na UTI neonatal; a saúde dos médicos e a prática de automedicação e a necessidade de espaços de diálogo; gênero no trabalho médico e na pediatria. Ao fim, verificou-se que as transformações técnicas e organizacionais do trabalho médico vêm se acelerando e gerando significativas consequências para a vida e a saúde desses trabalhadores. Constatou-se, ainda, preponderância da ausência de vínculos trabalhistas estáveis e precedência de escolha pela atividade de plantões devido às atuais condições salariais, gerandomaior carga de trabalho. Conclui-sepela necessidade de uma política de valorização profissional abrangente que inclua mudanças na organização laboral a partir dos locais de trabalho com a participação dos trabalhadores.


AbstractThis article aims to know the perspective on health and the work of doctors in a neonatal intensive care in a public hospital in the state of Rio de Janeiro. To this end we carried out a qualitative and exploratory study. Thirteen individual and semistructured interviews with script questions were conducted. Regarding the analysis of the materials, we adopted the discourse analysis technique, and identified four empirical lines of discussion, namely: the current medical work setting elements; work in the NICU; doctors' health and the practice of self-medication and the need for dialogue; gender in medical practice and pediatrics. It was found that the technical and organizational transformations of medical work are accelerating and generating significant consequences for the lives and health of these workers. We also found preponderance of the absence of stable employment relationships and precedence of choice for shifts of activity due to the current salary conditions, generating increased workload. The results confirmed the need for a comprehensive professional development policy that includes changes in work organization from workplaces, with the participation of employees.


Assuntos
Humanos , Médicos , Automedicação , Unidades de Terapia Intensiva Neonatal , Saúde do Trabalhador , Pesquisa Qualitativa , Hospitais Públicos , Brasil
17.
Trab. educ. saúde ; 13(2): 261-282, May-Aug/2015.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-746670

RESUMO

Este ensaio busca contribuir para a construção de uma modalidade participativa e dialógica de vigilância em saúde para os locais de trabalho, notadamente para o serviço público federal. Nele desenvolve-se uma reflexão com base na revisão da literatura especializada e foco na legislação e na política em vigor no país. Constata-se que as conquistas históricas realizadas no âmbito dos movimentos sociais de trabalhadores propiciam a produção de novas relações entre o Estado e a sociedade, favorecendo o aparecimento de espaços participativos nas instituições públicas. Além disso, evidencia-se a necessidade capital da organização de comissões de saúde do trabalhador por locais de trabalho como forma elementar de implantação da política de vigilância em saúde nos ambientes laborais. Por fim, sob a égide do campo da educação crítica, apresentam-se alguns preceitos do aporte teórico da pedagogia freiriana para que sirvam de base à criação de espaços de fala e escuta no trabalho. Defende-se a ideia de que o diálogo e a participação são os fundamentos educativos de uma perspectiva democrática de vigilância em saúde do trabalhador.


This essay seeks to contribute to the construction of a participatory and dialogical mode of health surveillance for the workplace, notably for the federal public service. A reflection is made in it based on a review of the literature and a focus on the legislation and on the policy in force in the country. The authors find that the historical achievements made in the scope of labor social movements favor the production of new relations between the state and society, favoring the emergence of participatory spaces in public institutions. In addition, it highlights the capital need for organizing occupational health commissions per workplace as an elementary way to implement the health surveillance policy in the work environments. Finally, under the aegis of the critical education field, it presents a few precepts of the theoretical contribution made by Freire's pedagogy to serve as a base for the creation of spaces for discussion at the workplace. The authors defend the idea that dialog and participation are the educational foundations of a democratic perspective of occupational health surveillance.


Este ensayo pretende contribuir a la construcción de un modo participativo y dialó-gico de vigilancia en la salud en los locales de trabajo, en particular para el servicio público federal. En el mismo se desarrolla una reflexión basada en la revisión de la literatura especializada y se centra en la política y la legislación vigente en el país. Se observa que los logros históricos alcanzados bajo los movimientos sociales de los trabajadores fomentan la producción de nuevas relaciones entre el Estado y la sociedad, lo que favorece la aparición de espacios de participación en las instituciones públicas. Además de ello, se pone de relieve la necesidad esencial de una organización de comisiones de salud del trabajador por locales de trabajo como forma elemental de implantación de la política de vigilancia en la salud en los ambientes laborales. Por fin, en el marco del campo de la educación crítica, se presentan algunos preceptos de la contribución teórica de la pedagogía de Freire para que sirvan como base a la creación de espacios para el diálogo en el trabajo. Se defiende la idea de que el diálogo y la participación son los fundamentos educativos de una perspectiva democrática de vigilancia en la salud del trabajador.


Assuntos
Humanos , Educação , Vigilância em Saúde do Trabalhador , Participação Social
18.
Trab. educ. saúde ; 12(3): 519-539, Sep-Dec/2014.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-723380

RESUMO

Este artigo tem como objetivo analisar as obras do autor brasileiro Carlos Rodrigues Brandão relacionadas ao campo da educação e da pesquisa participante, destacando os seus pressupostos teóricos e estabelecendo relações com o campo da saúde. Realizamos uma investigação de caráter qualitativo e de tipo exploratório-descritivo, adotando a pesquisa bibliográfica como procedimento metodológico. 'Educação' foi a categoria teórica principal. Ademais, obtivemos as seguintes categorias empíricas advindas das análises textuais: 'educações'; 'sempre aprendemos uns com os outros'; 'uma antropologia participante'; 'liberdade, autonomia e esperança'; 'pesquisa participante'; 'diálogo: (re)construção do conhecimento ou construção de saberes'; 'pesquisa, conhecimento e tempo'; 'o sentido da palavra: direito de pronunciar o sentido do mundo'. Verificamos importantes fundamentos de uma concepção crítica de educação que podem contribuir como base para práticas democráticas de saúde, como, por exemplo, a ideia de 'diálogo' como pedra angular pedagógica, que possibilita processos de interação de sujeitos e a construção social do conhecimento.


This article aims to analyze the work of Brazilian author Carlos Rodrigues Brandão as related to the field of education and participatory research, highlighting his theoretical assumptions and establishing relationships with the field of healthcare. We conducted a qualitative, exploratory-descriptive investigation, using literature research as a methodological procedure. 'Education' was the main theoretical category. Additionally, we obtained the following empirical categories arising from textual analysis: 'Educations;' 'always learn from each other;' 'a participatory anthropology;' 'freedom, autonomy, and hope;' 'participatory research;' 'dialog: (Re)construction of knowledge or construction of knowledge;' 'research, knowledge, and time;' 'The sense of the word: the right to pronounce the meaning of the world.' We checked important foundations of a critical conception of education that can contribute as a basis for democratic health practices, such as the idea of 'dialog' as a pedagogical cornerstone that enables interaction processes among individuals and the social construction of knowledge.


Este artículo tiene como objetivo analizar las obras del autor brasileño Carlos Rodrigues Brandão, relacionadas al campo de la educación y de la investigación participante, destacando sus premisas teóricas y estableciendo relaciones con el campo de la salud. Se realizó una investigación de carácter cualitativo y de tipo exploratorio-descriptivo, adoptando la investigación bibliográfica como procedimiento metodológico. "Educación" fue la categoría teórica principal. Además, se obtuvieron las siguientes categorías empíricas surgidas de los análisis textuales: "educaciones"; "siempre aprendeemos unos con otros"; "una antropología participante"; "libertad, autonomía y esperanza"; "investigación participante"; "diálogo: (re)construcción del conocimiento o construcción de saberes"; "investigación, conocimiento y tiempo"; "el sentido de la palabra: derecho de pronunciar el sentido del mundo". Se verificaron fundamentos importantes de una concepción crítica de educación que pueden contribuir como base para prácticas democráticas de salud como, por ejemplo, la idea de "diálogo" como piedra angular pedagógica, que permite procesos de interacción de individuos y la construcción social del conocimiento.


Assuntos
Humanos , Saúde , Educação , Antropologia
19.
Rev. bras. saúde ocup ; 38(128): 280-291, jul.-dez. 2013.
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: lil-699293

RESUMO

Este ensaio aborda as contribuições de Ivar Oddone e do Modelo Operário Italiano (MOI) de luta pela saúde para o desenvolvimento do campo da Saúde do Trabalhador, particularmente no Brasil. Primeiramente, faz-se um balanço das formas de incorporação do legado do MOI nos estudos e nas práticas de Saúde do Trabalhador. A seguir, apresenta-se a experiência de construção de cartografias de riscos industriais desenvolvida em região do sudeste da França. A terceira parte trata da concepção de "comunidade científica ampliada" e suas derivações. Ao final, discute-se a técnica de "instrução ao sósia" como um instrumento eficaz para a reapropriação, pelos trabalhadores, de suas estratégias de ação no trabalho, assim como para desenvolvê-las. Destaca-se que não se trata de incorporar esse patrimônio tal e qual foi utilizado na Itália, mas de explorar seus princípios e experimentações, considerando seu potencial de produção de ações coletivas e de fortalecimento de mobilizações já existentes. Sinaliza-se a atualidade do MOI, pois, apesar das tradicionais formas de luta dos trabalhadores estarem menos visíveis, a capacidade de recriação dos trabalhadores é um potencial em que se deve apostar.


This essay discusses the contributions of both Ivar Oddone and the Italian Worker's struggle for health Model (IWM) for the development of the worker's health field, particularly in Brazil. It starts by revising the ways the IWM legacy was incorporated to the Worker's Health research and practices. Then, it presents the building of the industrial hazard mappings experience carried out in the Southeast of France. The third part deals with the concept of "expanded scientific community" and its derivations. Finally, it discusses the "instruction to the double" technique as an effective instrument for workers' re-appropriation of their strategies for action at work and for their implementation. The paper highlights that it is not a matter of incorporating the Italian experience, but of working out its principles and experiences, considering its potential power for instigating collective actions and for strengthening existing mobilizations. The paper points at the IWM up to date aspect: although the traditional ways of struggling are less evident, one can be sure of workers' recreating capacity.

20.
Saúde Soc ; 21(4): 858-870, out.-dez. 2012.
Artigo em Português | LILACS, Sec. Est. Saúde SP | ID: lil-662808

RESUMO

O presente artigo analisa as relações entre saúde e trabalho dos agentes de combate às endemias (ACEs) da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), lotados no município de Nova Iguaçu-RJ, que foram reintegrados ao quadro da administração pública após terem sido dispensados. Os objetivos principais deste estudo foram compreender a história da luta destes trabalhadores por reconhecimento social e justiça, cujo desfecho foi a readmissão ao trabalho, bem como conhecer os efeitos adversos na saúde em razão das condições da atividade de combate a endemias. Adotou-se como base metodológica os estudos participativos e, complementarmente, o enfoque da educação popular, realizando grupos de discussão com os trabalhadores. Trata-se, por conseguinte, de uma pesquisa de cunho pedagógico, na qual o diálogo é a relação fundamental. Dos temas identificados nos grupos de discussão obteve-se um repertório de problemas e questões que evidenciaram as más condições de trabalho e a desregulamentação de políticas de saúde voltada para os trabalhadores. Os próprios trabalhadores reconhecem a precarização de seu trabalho, conferindo grande responsabilidade à interferência da política. Referiram-se ainda a um período de incertezas, sofrido pela indefinição de responsabilidades entre os níveis de governo, durante o período de descentralização político-administrativa, e seus efeitos negativos na saúde. Mencionaram o possível aspecto de toxicidade dos inseticidas e os seus riscos de contaminação. Foram sinalizadas sugestões que podem ser adotadas, de modo a propiciar melhores condições de trabalho e de saúde.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Condições de Trabalho , Doenças Endêmicas , Nível de Saúde , Mão de Obra em Saúde , Riscos Ocupacionais , Saúde do Trabalhador , Sindicatos , Organizações de Normalização Profissional
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...