Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 10 de 10
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
Surg. cosmet. dermatol. (Impr.) ; 8(1): 33-40, jan.-mar. 2016. ilus.
Artigo em Inglês, Português | LILACS-Express | ID: biblio-394

RESUMO

Introdução: Embora existam diferenças decorrentes de formulações diversificadas, a toxina botulínica tipo A é amplamente comercializada no Brasil. Objetivo: Comparar a eficácia e a tolerabilidade de duas formulações de toxina botulínica A registradas no Brasil: Toxina botulínica tipo A (denominada Toxina 1) e Onabotulinumtoxin A (Toxina 2), no tratamento de linhas de expressão glabelares, por meio de um estudo multicêntrico, prospectivo, comparativo, randomizado e duplo-cego. Métodos: 157 pacientes foram randomizadas em um 1:1 (Toxina 1:Toxina 2) para receber 20U de toxina para tratamento das rugas dinâmicas da glabela. Houve registro fotográfico em franzimento máximo, nas cinco visitas do protocolo, por avaliadores independentes. A avaliação dos resultados incluiu: percentagem de resposta de pacientes com melhora de > 1 ponto em escala facial de rugas de quatro pontos, no máximo de franzimento após 15 dias de tratamento, melhora de rugas estáticas glabelares, dor e duração do efeito da toxina. Resultado: Duas semanas após a injeção, a taxa de resposta ao máximo franzido era 98,4% no grupo tratado com Toxina 1 e 98,2% no grupo tratado com Toxina 2, segundo os avaliadores independentes. Encontramos, para os indivíduos que receberam Toxina 1, a duração do efeito de 84,5 ± 38,8 dias e de 89,9 ± 41,1 dias para aqueles que receberam Toxina 2 (p = 0,4303). Conclusões: A toxina botulínica do tipo A denominada Toxina 1 é igualmente eficaz à denominada Toxina 2 no tratamento das rugas dinâmicas glabelares. Ambas as preparações foram bem toleradas


Introduction: Although there are differences arising from diverse formulations, botulinum toxin type A is widely marketed in Brazil. Objective: To compare the efficacy and tolerability of two botulinum toxin type A formulations registered in Brazil: Botulinum toxin type A (Toxin 1) and Onabotulinumtoxin A (Toxin 2), in the treatment of glabellar expression lines through a multicenter prospective, comparative, randomized, double-blind study. Methods: One hundred fifty-seven patients were randomized at a 1:1 (Toxin 1: Toxin 2) ratio for receiving 20U toxin for the treatment of the glabella's dynamic wrinkles. Photographic records were taken at maximum frowning in five protocol visits by independent evaluators. The assessment of results included: i) percentage of patients with improvement > 1 point in the four-point facial wrinkles scale, at maximum frowning, fifteen days after the treatment; ii) improvement in the static glabellar wrinkles; iii) pain and iv) duration of effect of the toxin. Results: According to the independent evaluators, two weeks after injection, the rate of response at maximum frowning was 98.4% in the group treated with Toxin 1 and 98.2% in the group treated with Toxin 2. For individuals who received Toxin 1, the authors found an effect's duration of 84.5 ± 38.8 days, while for those who received Toxin 2, the effect's duration was 89.9 ± 41.1 days (p = 0.4303). Conclusions: Botulinum toxin type A (Toxin 1) and Toxin 2 have similar effectivenesses in the treatment of dynamic glabellar wrinkles. Both preparations were well tolerated

2.
Surg. cosmet. dermatol. (Impr.) ; 8(2): 121-127, Abr.-Jun. 2016. graf, ilus, tab
Artigo em Inglês, Português | LILACS-Express | ID: biblio-868258

RESUMO

Introdução: Acne vulgar é doença inflamatória crônica dos folículos pilossebáceos. O tratamento deve ser precoce e efetivo para evitar cicatrizes e repercussões psicossociais, sendo a isotretinoína droga de escolha para casos moderados ou graves. Objetivos: Avaliar eficácia, segurança e tolerabilidade de uma isotretinoína similar ao produto referência. Métodos: Estudo bicêntrico, de intervenção terapêutica, incluindo 50 participantes, de 13 a 35 anos de idade, com acne moderada ou grave, usando isotretinoína 0,5mg/kg/dia, até 120mg/kg. A eficácia foi avaliada por meio da contagem de lesões, escala de avaliação global do investigador (IGA), satisfação do paciente e aplicação do questionário de qualidade de vida específico para acne (Acne Qol). Segurança e tolerabilidade foram avaliadas pela análise de eventos adversos e por exames laboratoriais. Resultados: A idade média foi 20 anos, sendo 70% homens, com redução de 99% das lesões ao final do tratamento e remissão total das lesões em 91,5% dos participantes. A escala IGA reduziu 98% no escore ao final do tratamento. Todos os pacientes se declararam satisfeitos, com significativa melhora na qualidade de vida. Os eventos adversos foram semelhantes aos descritos na literatura. Conclusões: A isotretinoína avaliada mostrou-se igualmente eficaz, segura e bem tolerada quando comparada aos dados publicados referentes ao produto-padrão.


Introduction: Acne vulgaris is a chronic inflammatory disease of the pilosebaceous follicles. Treatment should be early and effective to prevent scarring and psychosocial effects, and isotretinoin is the drug of choice for moderate or severe cases. Objective: To assess efficacy, safety and tolerability of an isotretinoin similar to the reference product. Methods: A bicentric study, with therapeutic intervention was conducted, including 50 participants aged 13 to 35 years, with moderate to severe acne, using isotretinoin 0.5 mg/kg/day up to 120 mg/kg. Efficacy was assessed through lesions counting, the investigator's global assessment (IGA) scale, patient satisfaction and application of the quality of life questionnaire specific for Acne (Acne Qol). Safety and tolerability were assessed by analysis of adverse events and laboratory tests. Results: Mean age was 20 years, 70% of participants were men, with a reduction of 99% of lesions after treatment and complete remission of lesions in 91.5% of participants. IGA scale reduced 98% in the score after treatment. Also, 100% of participants declared to be satisfied, with significant improvement in quality of life. Adverse events were similar to those described in the literature. Conclusion: The assessed isotretinoin was equally effective, safe and well-tolerated when compared with published data of the standard product.

3.
Surg. cosmet. dermatol. (Impr.) ; 1(2): 58-63, Abr.-Jun. 2009. graf., ilus.
Artigo em Inglês, Português | LILACS-Express | ID: biblio-884494

RESUMO

Introdução: A toxina botulínica é opção importante para o tratamento das rugas faciais dinâmicas. A toxina botulínica Lanzhou tipo A (LBTX-A) foi introduzida na China no início da década de 1990 e aprovada no Brasil em 2003. Objetivo: Avaliar a efi cácia e a tolerabilidade de LBTX-A para tratamento estético de rugas dinâmicas na parte superior da face. Materiais e Métodos: Em um estudo multicêntrico prospectivo com rótulo aberto, 110 indivíduos dos dois gêneros (idades de 25 a 65 anos) foram tratados com um total de 53 U de LBTX-A cada, distribuídos em 15 locais nos músculos frontal, corrugador, prócero e lateral ocular da órbita. Os pacientes foram revisados sete vezes no intervalo de 180 dias. A efi cácia foi avaliada por eletromiografi a, análise fotográfi ca e pelas opiniões do investigador e do paciente. A tolerabilidade foi avaliada pela incidência de eventos adversos. Resultados: Duas semanas depois das injeções, 94% dos pacientes tratados consideraram o resultado bom ou excelente. Na maioria dos casos, os resultados se prolongaram por 90 dias. Depois da injeção, quase todos os pacientes informaram dor leve ou ausência de dor e efeitos colaterais mínimos e reversíveis, como edema facial (seis pacientes), sensação de entumescimento facial (três pacientes) e ptose palpebral (dois pacientes). Conclusões: LBTX-A é efi ciente e bem tolerado para tratamento das linhas faciais dinâmicas.


Introduction: The botulinum toxin is a valuable option for the treatment of dynamic facial wrinkles. The Lanzhou botulinum toxin type A (LBTX-A) was introduced in China in the early 90's and approved in Brazil in 2003. Objective: Evaluate the effi cacy and tolerability of LBTX-A for the cosmetic treatment of dynamic wrinkles of the upper face. Material and Methods: In a prospective, open-label, multicenter study, 110 subjects of both sexes (aged from 25 to 65 years) were treated with a total of 53 U of LBTX-A each, distributed in fi fteen sites in the frontal, corrugator, procerus, orbicular ocular lateral muscles. The patients were reviewed 7 times within 180 days. Effi cacy was assessed by electromyography, photographic analysis and the investigator's and patient's opinions. Tolerability was assessed by the incidence of adverse events. Results: Two weeks post-injection, 94% of the treated patients considered the result as good or excellent. Results lasted 90 days in most cases. After injection, most patients reported mild or no pain, and minimal and reversible side effects as facial edema (6 patients), stuffi ness feeling (3 patients) and eyelid ptosis (2 patients). Conclusions: We conclude that LBTX-A is effi cient and well tolerated for the treatment of dynamic facial lines.

4.
RBM rev. bras. med ; 65(n.esp): 28-33, ago. 2008. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: lil-500027

RESUMO

Contexto: A neurotoxina botulínica tipo A é freqüentemente usada no tratamento de rugas de expressão faciais.Objetivo: Avaliar a eficácia e segurança de Dysport® no tratamento de linhas de expressão glabelares.Métodos: Estudo clínico aberto, randomizado e prospectivo, envolvendo 29 pacientes com rugas glabelares de moderadas a grave. As pacientes receberam injeções intramuscularmente de Dysport® nesses locais e foram acompanhadas por até 180 dias após a injeção. Avaliações dos resultados foram feitas de acordo com a classificação do médico, quanto à gravidade das linhas glabelares ao franzimento máximo e em repouso, e avaliação da melhoria de acordo com as pacientes. Resultados: Foram arroladas 29 pacientes e 27 delas concluíram o estudo. Houve redução, estatisticamente significante, na gravidade das rugas glabelares com Dysport®. Não houve ocorrência de efeitos colaterais.Conclusões: O tratamento com Dysport® é seguro e eficaz na diminuição das rugas dinâmicas glabelares.

5.
Dermatol Surg ; 33(1 Spec No.): S44-50, 2007 Jan.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-17241414

RESUMO

BACKGROUND: Botulinum toxin (BTX) is an effective treatment for primary axillary hyperhidrosis. In this study we used two toxins not bioequivalent: BOTOX (Allergan, Inc.) and Dysport (Beaufour Ipsen Biotech). OBJECTIVE: The objective was to compare the efficacy, safety, and tolerability of BOTOX and Dysport in the treatment of primary axillary hyperhidrosis using a conversion factor of 1:3, respectively. METHODS: In a double-blind, randomized prospective study, 10 patients with primary axillary hyperhidrosis and sweat production exceeding 50 mg/minute received 50 U of BOTOX in one axilla and 150 U of Dysport in the other. We performed Minor's test and gravimetry at 0 days, at 15 days, and monthly for 1 year. RESULTS: No significant difference was observed in the sweating quantity at baseline. After 1 month all patients had achieved success for both axillae. The sweat rate was reduced by a mean of 97.7% for BOTOX and 99.4% for Dysport, without statistical difference. The duration of benefits was similar between both toxins, with a mean of 260 days for BOTOX and 290 days for Dysport, without statistical difference. The longest symptom-free interval was 12 months (5 patients, 55.6%). CONCLUSIONS: BOTOX and Dysport presented similar levels of safety and efficacy in the treatment of primary axillary hyperhidrosis when a conversion factor of 1:3 was used.


Assuntos
Toxinas Botulínicas Tipo A/uso terapêutico , Hiperidrose/tratamento farmacológico , Adulto , Axila , Método Duplo-Cego , Feminino , Humanos , Injeções , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Sudorese/efeitos dos fármacos
6.
An. bras. dermatol ; 80(4): 395-410, jul.-ago. 2005.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-415250

RESUMO

A síndrome do ovário policístico é distúrbio endócrino feminino, extremamente comum na idade reprodutiva. Caracteriza-se por anormalidades menstruais, hiperandrogenismo e/ou hiperandrogenemia. A principal alteração na fisiopatologia é desconhecida. Entretanto, parece que a resistência à insulina, o hiperandrogenismo e a alteração na dinâmica das gonadotropinas são os mais importantes mecanismos fisiopatológicos envolvidos. As características clínicas mais freqüentes da síndrome do ovário policístico estão relacionadas com a unidade pilossebácea, como hirsutismo, acne, seborréia e alopecia. Desse modo, o dermatologista pode ser responsável pelo diagnóstico precoce da síndrome, evitando o retardo na instituição de medidas terapêutico-preventivas. Atualmente, as drogas recomendadas para as manifestações cutâneas da síndrome do ovário policístico são os contraceptivos orais conjugados, antiandrógenos e sensibilizantes de insulina e, além disso, é geralmente recomendada a modificação no estilo de vida. Trata-se de artigo de revisão sobre diagnóstico, fisiopatologia e tratamento da síndrome do ovário policístico. Os autores enfatizam que o conhecimento da fisiopatologia dessa síndrome, principalmente pelos dermatologistas, é fundamental para seu tratamento preventivo, nas diferentes fases da vida da mulher.


Assuntos
Hiperandrogenismo , Resistência à Insulina , Pele
7.
RBM rev. bras. med ; 58(n.esp): 17-: 20-18, 21, dez. 2001.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-316999

RESUMO

Os autores inicialmente mencionam a definiçäo, a história natural e o fator genético da acne. Em seguida discutem a etiopatologia e os principais fatores implicados na acne: produçäo de sebo pelas glândulas sebáceas, hiperqueratinizaçäo folicular, colonizaçäo bacteriana do folículo e liberaçäo de mediadores da inflamaçäo do folículo e derme adjacente. Após apresentar o quadro clínico e os aspectos psicossociais, os autores estabelecem o tratamento na base de cuidados gerais, tratamento tópico (acne comedoniana e acne inflamatória), tratamento sistêmico (antibióticos, antiandrógenos e isotretinoína) e tratamentos complementares.(au)


Assuntos
Humanos , Acne Vulgar
8.
In. Farhat, Calil Kairalla; Carvalho, Eduardo da Silva; Carvalho, Luiza Helena Falleiros Rodrigues; Succi, Regina Célia de Menezes. Infectologia pediátrica. Säo Paulo, Atheneu, 2 ed; 1998. p.519-23.
Monografia em Português | LILACS | ID: lil-260922
9.
In. Farhat, Calil Kairalla; Carvalho, Eduardo da Silva; Carvalho, Luiza Helena Falleiros Rodrigues; Succi, Regina Célia de Menezes Succi. Infectologia pediátrica. Säo Paulo, Atheneu, 2 ed; 1998. p.519-23.
Monografia em Português | Sec. Est. Saúde SP, SESSP-IIERPROD, Sec. Est. Saúde SP | ID: ses-3117
10.
An. bras. dermatol ; 62(3): 181-6, maio-jun. 1987. tab, ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-42128

RESUMO

Através da colaboraçäo de 400 médicos dermatologistas de todo o Brasil, foi realizado estudo multicêntrico, aberto, näo comparativo, no qual participaram 1.617 pacientes portadores de tinea corporis (48%) ou tinea cruris (52%), tratados com tioconazol loçäo a 1% aplicado duas vezes ao dia durante quatro semanas. Os pacientes foram avaliados clinicamente no pré-tratamento e após a 2§ e 4§ semanas, sendo quando necessário realizado exame micológico direto. Constatou-se, ja-a partir da 2§ semana, uma regressäo significativa (p < 0,001) em todos os parâmetros clínicos avaliados. A avaliaçäo clínica global na 2§ semana e ao término do tratamento evidenciou resultados excelentes ou bons em 1.454 (91%) e em 1.591 (99%) pacientes, respectivamente. Observou-se boa tolerabilidade ao tioconazol, pois somente 55 (3,4%) pacientes apresentaram reaçöes adversas, que em apenas 8 (0,5%) oportunidades exigiram a interrupçäo do tratamento. Em conclusäo, o tioconazol, novo derivado imidazólico com potente açäo fungicida, demonstrou ser eficaz e seguro no tratamento da tinea corporis ou cruris


Assuntos
Adolescente , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Humanos , Masculino , Feminino , Imidazóis/administração & dosagem , Tinha/tratamento farmacológico
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA