Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 12 de 12
Filtrar
1.
São Paulo; FSP; 2002. 61 p. graf, tab.(Saúde & Sociedade, 2).
Monografia em Português | Sec. Munic. Saúde SP, COVISA-Acervo, EMS-Acervo | ID: sms-4882
2.
In. Almeida, Marcio José; Feuerwerker, Laura Camargo Macruz; Llanos C, Manuel. La educación de los profesionales de la salud en Latinoamérica, teoría y práctica de un movimento de cambio. Tomo 1 - una mirada analítica. São Paulo, Hucitec, 1999. p.83-114, tab.
Monografia em Espanhol | CidSaúde - Cidades saudáveis | ID: cid-43294
3.
In. Almeida, Marcio José; Feuerwerker, Laura Camargo Macruz; Llanos C, Manuel. La educación de los profesionales de la salud en Latinoamérica, teoría y práctica de un movimento de cambio. Tomo 1 - una mirada analítica. São Paulo, Hucitec, 1999. p.165-184.
Monografia em Espanhol | CidSaúde - Cidades saudáveis | ID: cid-43295
4.
São Paulo; FSP; 1998. 61 p. ilus.(Saúde & Cidadania, 2).
Monografia em Português | Sec. Munic. Saúde SP, COVISA-Acervo | ID: sms-6269
5.
Divulg. saúde debate ; (11): 5-8, set. 1995.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-223259

RESUMO

Analisa os aspectos institucionais e de manutençäo do Projeto UNI e os fatores que favorecem ou dificultam o seu alcance (AMSB)


Assuntos
Serviços de Integração Docente-Assistencial , Avaliação de Programas e Projetos de Saúde , Desenvolvimento de Programas
6.
In. Kisil, Marcos; Chaves, Mário. Programa UNI: uma nova iniciativa na educaçäo dos profissionais da saúde. Barueri, Fundaçäo W.K. Kellogg, 1994. p.69-85.
Monografia em Português | LILACS | ID: lil-137806

RESUMO

O planejamento estratégico requer a coleta e a análise de informaçöes sobre um problema, a exploraçäo de alternativas de soluçäo e uma ênfase nas implicaçöes futuras das decisöes no presente. Facilita a comunicaçäo e participaçäo de diferentes grupos, acomoda interesses e valores divergentes, e acelera o processo decisório ordenado para uma implementaçäo com sucesso de um projeto. Este deve ser o papel do planejamento estratégico para as organizaçöes envolvidas em um Projeto UNI, quer a universidade, quer os Serviços Locais de Saúde, ou qualquer outra organizaçäo envolvida, em sua aplicaçäo em comunidades específicas


Assuntos
Serviços de Integração Docente-Assistencial , Planejamento Estratégico
7.
In. Kisil, Marcos; Chaves, Mário. Programa UNI: una nueva iniciativa en la educación de los profesionales de la salud. Barueri, Fundación W.K. Kellogg, 1994. p.71-87.
Monografia em Espanhol | LILACS | ID: lil-137811

RESUMO

La planificación estratégica requiere de la recolección y análisis de informaciones sobre un problema, el desarrollo de alternativas de solución y el énfasis en las implicaciones futuras, para la toma de decisiones en el presente. Facilita la comunicación y participación de diferentes grupos, acomodar intereses y valores divergentes, y acelerar el proceso de decisión ordenado para la implementación exitosa de un proyecto. Este debe ser el papel de la planificación estratégica para las organizaciones participantes en un Proyecto UNI, sea la Universidad, los Servicios Locales de Salud, o cualquier otra organización involucrada, en su aplicación en comunidades específicas


Assuntos
Serviços de Integração Docente-Assistencial , Planejamento Estratégico
8.
s.l; s.n; 1986. <260> p. ilus, tab.
Tese em Português | LILACS | ID: lil-41950

RESUMO

Partindo das projeçöes de vendas de medicamentos em farmácias comerciais de todo o território brasileiro, analisou-se as tendências do consumo de medicamentos benzodiazepínicos, no período de 1970 a 1985 e comparou-as com as tendências de consumo de outros grupos medicamentosos, escolhidos como representativos das prescriçöes médicas (neurolepticos, antidepressivos, anticonvulsivantes, nitritios, antiparkinsonianos, antigotosos, digitálicos, hipoglicemiantes orais e insulinas). O indicador de consumo - número de doses médias diárias vendidas diariamente para cada grupo de 1.000 habitantes maiores de 15 anos - mostra três tendências ao longo do período: entre 1970 e 1976 a taxa média de crescimento anual do consumo de benzodiazepínicos é bastante elevada (22%), no período 1976-1980 o crescimento é bem menos acelerado (4,4% ao ano), e entre 1980 e 1985 a taxa é negativa (- 2% ao ano). Essas variaçöes ocorrem principalmente em funçäo das tendências de consumo dos chamados "antidistônicos" - associaçöes benzodiazepínicas cuja venda no Brasil foi liberalizada até 1986 - bastante popularizados a partir da década de 70 e que, hoje em dia, representam 47% do consumo de benzodiazepinas. Analisa-se os aspectos de legislaçäo sanitária e de mercado associados às tendências de consumo de tranquilizantes. Säo, também, apresentados os indicadores de consumo (DMD/1.000hab/dia) dos diversos grupos medicamentosos representativos das prescriçöes médicas


Assuntos
Benzodiazepinas , Controle de Medicamentos e Entorpecentes , Uso de Medicamentos/tendências , Automedicação , Brasil , Legislação como Assunto
9.
J. bras. psiquiatr ; 33(3): 207-11, 1984.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-22092

RESUMO

O autor faz uma revisäo sucinta da epidemiologia das psicoses afetivas. Apresenta dados da demanda de serviços dos 17 ambulatórios de saúde mental da Secretaria de Saúde de Säo Paulo, onde se revela que 0,60% dos homens e 1,56% das mulheres receberam o diagnóstico de psicose afetiva. Os dados hospitalares do Estado de Säo Paulo indicam uma prevalência de 3,73% de psicoses afetivas, sendo que em pelo menos 2,27% dos casos hospitalares seria indicado o uso de lítio. Em seguida säo discutidos aspectos que limitam o emprego mais amplo dos sais de lítio nos serviços públicos do Brasil. Destacam-se o pequeno conhecimento dos médicos da rede pública a respeito dos riscos e benefícios, a näo inclusäo dos sais de lítio na relaçäo nacional de medicamentos da CEME e a falta de infra-estrutura para o controle laboratorial do tratamento


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Transtornos Psicóticos Afetivos , Lítio , Brasil , Serviços de Saúde
10.
s.l; s.n; 1983. 62 p. ilus.
Não convencional em Português | LILACS, Sec. Est. Saúde SP | ID: lil-41881

RESUMO

O relatório versa sobre a necessidade de se estudar a utilizaçäo das informaçöes hospitalares e de propor mudanças no sistema de coleta de dados. Apresenta como proposta, um novo Boletim que engloba os dados contidos nos boletins 101 e 102 da Coordenadoria de Assistência Hospitalar, com inclusäo de cada variável, de uma proposta de análise dos dados e de um manual de orientaçäo e de instruçäo para o preenchimento, a ser distribuido a cada hospital


Assuntos
Registros Hospitalares
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...