Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 3 de 3
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
Rev Bras Enferm ; 71(5): 2594-2598, 2018.
Artigo em Inglês, Português | MEDLINE | ID: mdl-30304195

RESUMO

OBJECTIVE: to reflect on the medicalization process of childbirth and birth and its consequences based on a Brazilian audiovisual media artifact. METHOD: reflective and interpretive analysis of the documentary O Renascimento do Parto (The Rebirth of Childbirth) based on Critical Discourse Analysis. RESULTS: c-section emerges as an alternative to adverse conditions of pregnancy. However, it has become a routine and abusive practice of a medicalized obstetric care, thus becoming a social problem. In order to the incidence of c-sections decrease, women's protagonism must be restored, in addition to considering psychological, affective, emotional, spiritual, cultural, and contextual aspects in childbirth. CONCLUSION: childbirth is established as a material element and a mental phenomenon of social practices. We must interrupt the predominant model, allowing the body to express itself through the release of oxytocin, and decrease the segregation that c-section causes, thus enabling affective bonds.


Assuntos
Medicalização/métodos , Obstetrícia/tendências , Parto , Brasil , Aconselhamento/métodos , Aconselhamento/tendências , Feminino , Humanos , Gravidez
2.
Rev. bras. enferm ; 71(5): 2594-2598, Sep.-Oct. 2018.
Artigo em Inglês | LILACS-Express | ID: biblio-958713

RESUMO

ABSTRACT Objective: to reflect on the medicalization process of childbirth and birth and its consequences based on a Brazilian audiovisual media artifact. Method: reflective and interpretive analysis of the documentary O Renascimento do Parto (The Rebirth of Childbirth) based on Critical Discourse Analysis. Results: c-section emerges as an alternative to adverse conditions of pregnancy. However, it has become a routine and abusive practice of a medicalized obstetric care, thus becoming a social problem. In order to the incidence of c-sections decrease, women's protagonism must be restored, in addition to considering psychological, affective, emotional, spiritual, cultural, and contextual aspects in childbirth. Conclusion: childbirth is established as a material element and a mental phenomenon of social practices. We must interrupt the predominant model, allowing the body to express itself through the release of oxytocin, and decrease the segregation that c-section causes, thus enabling affective bonds.


RESUMEN Objetivo: reflexionar sobre el proceso de medicalización al parto y nacimiento y sus consecuencias, a partir de un artefacto mediático audiovisual brasileño. Método: análisis reflexivo e interpretativo del documental "O Renascimento do Parto", basado en el Análisis Crítico del Discurso. Resultados: la cesárea se configura como alternativa a condiciones adversas en la gestación. Sin embargo, se convirtió en una práctica rutinaria y abusiva, de una atención obstétrica medicalizada, pasando a ser un problema social. Para que la incidencia de cesáreas disminuya es necesario que sea restituido el protagonismo de la mujer, además de considerar aspectos psicológicos, afectivos, emocionales, espirituales, culturales y contextuales en el parto. Conclusión: el parto se configura como elemento material y fenómeno mental de las prácticas sociales. Es necesario romper con el modelo predominante, permitir que el cuerpo se exprese por medio de la liberación de oxitocina y disminuir la segregación que la cesárea provoca, proporcionando la formación de vínculos afectivos.


RESUMO Objetivo: refletir sobre o processo de medicalização ao parto e nascimento e suas consequências, a partir de um artefato midiático audiovisual brasileiro. Método: análise reflexiva e interpretativa do documentário "O Renascimento do Parto", baseada na Análise do Discurso Crítica. Resultados: a cesariana configura-se como alternativa para condições adversas gestacionais. Entretanto, tornou-se uma prática rotineira e abusiva, de uma atenção obstétrica medicalizada, passando a ser um problema social. Para que a incidência de cesarianas diminua é necessário que seja restituído o protagonismo da mulher, além de considerar aspectos psicológicos, afetivos, emocionais, espirituais, culturais e contextuais no parto. Conclusão: o parto configura-se como elemento material e fenômeno mental das práticas sociais. É necessário romper com o modelo predominante, permitir que o corpo se expresse por meio da liberação de ocitocina e diminuir a segregação que a cesariana provoca, proporcionando a formação de vínculos afetivos.

3.
Rev. enferm. UFPE on line ; 11(supl.3): 1520-1527, mar.2017.
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: bde-31034

RESUMO

Objetivo: analisar a produção científica sobre motivações e interferências socioculturais na amamentação. Método: revisão integrativa, realizada em junho de 2014, mediante levantamento de produções científicas dos últimos 10 anos (2003-2014), disponíveis na íntegra e em formato de artigo, na Base de Dados LILACS e na biblioteca virtual SciELO. Para a seleção dos artigos, utilizamos os Descritores em Saúde (DeCS): Aleitamento Materno, Desmame, Conhecimento, Comportamento e Atitude. Foram selecionados 29 artigos, submetidos à técnica de Análise de conteúdo e agrupados em unidades e subunidades temáticas. Resultados: evidenciou-se que a participação da rede social da nutriz na prática do aleitamento influencia a efetivação ou não dessa prática. Conclusão: urge às lactantes o empoderamento referente aos conhecimentos sobre o processo de aleitar e suas contextualidades; melhoramento da assistência à nutriz, que incorpore suas necessidades; bem como a atenção à saúde promover a aproximação da sua rede social em sua assistência. (AU)


Assuntos
Humanos , Feminino , Gravidez , Aleitamento Materno , Desmame , Meio Social , Conhecimentos, Atitudes e Prática em Saúde , Família , Relações Mãe-Filho , Motivação , Educação em Saúde
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA