Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 21
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
Rev. bras. odontol ; 72(1/2): 87-90, Jan.-Jun. 2015.
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: lil-792065

RESUMO

O presente trabalho objetiva realizar uma revisão na literatura sobre os aspectos da Síndrome da Apneia Obstrutiva do Sono (SAOS), diagnóstico e tratamento, com foco nos dispositivos intrabucais. A SAOS é um distúrbio respiratório crônico, caracterizado por um colapso das vias aéreas superiores durante o sono, ocasionando diminuição ou ausência do fluxo de ar para os pulmões. A etiologia é multifatorial. O diagnóstico inclui exame clínico e exames complementares como a polissonografia do sono. Dentre as opções de tratamento estão os dispositivos intrabucais que, quando bem indicados e confeccionados, permitem a supressão parcial ou total do ronco e da apneia obstrutiva. Pode-se concluir que a Odontologia exerce papel fundamental no cenário da SAOS.


This paper aims to conduct a literature review on the aspects of Obstructive Sleep Apnea Syndrome (OSA), diagnosis and treatment, focusing on the intraoral devices. The OSA is a chronic respiratory disorder, characterized by a collapse of the upper airway during sleep, resulting in reduced or no airflow to the lungs. The etiology is multifactorial. The diagnosis includes clinical examination and sleep study as polysomnography. Among the treatment options are the intraoral devices, which allow the partial or total removal of snoring and obstructive sleep apnea when properly prescribed and prepared. It can be concluded that dentistry plays an essential role in OSA diagnosis and treatment.

2.
Dental Press J Orthod ; 18(3): 113-7, 2013.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-24094020

RESUMO

INTRODUCTION: After promulgation and wider dissemination of the Code of Consumer Protection (CCP), there was an increase in the number of legal conflicts between patients and dentists, leading these health professionals to increasingly guard themselves from possible lawsuits. As such, it becomes critical the preparation of an adequate and complete clinical record, even though the keeping time remains uncertain. OBJECTIVE: To review the literature and discuss the keeping time of orthodontic records versus the legal time for their prescription, as well as to propose a model of a Term upon Completion of Dental Treatment. CONCLUSIONS: It is advised to return part of the clinical records to their rightful owners by means of an itemized receipt. The Term upon Completion reflects the patient's awareness and could be considered by the CCP as the initial term of the prescription time, because it implicates that the patient recognizes the quality of service provided and satisfactory results achieved.


Assuntos
Defesa do Consumidor/legislação & jurisprudência , Registros Odontológicos/legislação & jurisprudência , Ortodontia/legislação & jurisprudência , Direitos do Paciente , Decisões da Suprema Corte , Controle de Formulários e Registros , Humanos , Fatores de Tempo , Estados Unidos
3.
Dental press j. orthod. (Impr.) ; 18(3): 113-117, May-June 2013. ilus
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-690006

RESUMO

INTRODUCTION: After promulgation and wider dissemination of the Code of Consumer Protection, there was an increase in the number of legal conflicts between patients and dentists, leading these health professionals to increasingly guard themselves from possible lawsuits. As such, it becomes critical the preparation of an adequate and complete clinical record, even though the keeping time remains uncertain. OBJECTIVE: To review the literature and discuss the keeping time of orthodontic records versus the legal time for their prescription, as well as to propose a model of a Term upon Completion of Dental Treatment. CONCLUSION: It is advised to return part of the clinical records to their rightful owners by means of an itemized receipt. The Term upon Completion reflects the patient's awareness and could be considered by the CCP as the initial term of the prescription time, because it implicates that the patient recognizes the quality of service provided and satisfactory results achieved.


INTRODUÇÃO: após a promulgação e maior divulgação do Código de Defesa do Consumidor (CDC), aumentou o número de conflitos legais entre pacientes e cirurgiões-dentistas, fazendo com que o profissional da saúde passasse a se resguardar cada vez mais quanto ao risco de eventuais processos. Para sua defesa, é indispensável a elaboração de um prontuário clínico adequado e completo, porém, o tempo que esse deve ser guardado é uma incógnita. OBJETIVO: o objetivo do presente estudo é rever a literatura e discutir sobre o tempo de guarda da documentação ortodôntica versus o prazo de prescrição legal, além de propor um modelo de termo de conclusão de serviços odontológicos. CONCLUSÃO: aconselha-se a devolução de parte dos documentos clínicos ao seu legítimo dono mediante recibo discriminado. O "Termo de Conclusão" traduz o conhecimento da conclusão do tratamento pelo paciente e poderia ser considerado termo inicial do prazo prescricional pelo CDC porque nesse consta que o paciente reconhece a qualidade do serviço e o resultado satisfatório.


Assuntos
Humanos , Defesa do Consumidor/legislação & jurisprudência , Registros Odontológicos/legislação & jurisprudência , Ortodontia/legislação & jurisprudência , Direitos do Paciente , Decisões da Suprema Corte , Controle de Formulários e Registros , Fatores de Tempo , Estados Unidos
4.
Dental press j. orthod. (Impr.) ; 17(6): 130-136, Nov.-Dec. 2012. ilus, graf, tab
Artigo em Inglês | LILACS-Express | ID: lil-669405

RESUMO

OBJECTIVE: The aim of this study was to assess - using scanning electron microscopy (SEM) - the effectiveness of two abrasive discs, one made from silicon and one from aluminum oxide, in removing adhesive remnants (AR) after debonding orthodontic brackets. METHODS: Ten randomly selected bovine teeth were used, i.e., 2 in the control group, and the other 8 divided into two groups, which had orthodontic brackets bonded to their surface with Concise Orthodontic Adhesive (3M). The following methods were employed - in one single step - to remove AR after debracketing: Group A, Optimize discs (TDV) and Group B, Onegloss discs (Shofu), used at low speed. After removing the AR with the aforementioned methods, the teeth were prepared to undergo SEM analysis, and photographs were taken of the enamel surface with 50x magnification. Six examiners evaluated the photographs applying the Zachrisson and Årtun enamel surface index (ESI) system (1979). RESULTS: Group A exhibited minor scratches on the enamel surface as well as some AR in some of the photographs, while Group B showed a smoother surface, little or no AR and some abrasion marks in the photographs. No statistically significant differences were found between the two methods and the control group. CONCLUSIONS: The two abrasive discs were effective in removing the AR after bracket debonding in one single step.


OBJETIVO: o objetivo deste trabalho foi avaliar, por microscopia eletrônica de varredura, a eficácia de dois discos abrasivos de silicone e óxido de alumínio para a remoção da resina remanescente após a descolagem de braquetes ortodônticos. MÉTODOS: foram utilizados 10 dentes bovinos selecionados aleatoriamente, sendo 2 para o grupo controle e os demais divididos em dois grupos, os quais receberam colagem de braquetes ortodônticos com resina ortodôntica Concise (3M). Os métodos de remoção da resina após a descolagem dos acessórios ortodônticos em apenas uma etapa foram: Grupo A - disco Optimize (TDV); e Grupo B - disco Onegloss (Shofu), empregados em baixa rotação. Após a remoção da resina remanescente pelos métodos mencionados, os dentes foram preparados para serem submetidos à análise em microscopia eletrônica de varredura, obtendo-se fotografias da superfície do esmalte com aumento de 50X. Seis examinadores avaliaram as fotografias seguindo a escala de avaliação de Zachrisson e Arthun (1979). RESULTADOS: no Grupo A, observou-se pequenos arranhões na superfície do esmalte, bem como pouco remanescente de resina em algumas das fotografias; enquanto, no Grupo B, observou-se maior lisura, pouco ou nenhum remanescente de resina e alguns riscos nas fotografias. Não houve diferença estatisticamente significativa entre os dois métodos avaliados e o grupo controle. CONCLUSÃO: os dois discos abrasivos mostraram-se eficientes para remoção da resina remanescente após a descolagem de braquete em única etapa.

5.
Ortodontia ; 44(1): 23-29, jan.-fev. 2011. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-713815

RESUMO

O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos de dois métodos de preparo utilizados para aumentar a força de adesão de bráquetes colados em superfícies cerâmicas. Um total de 18 corpos de prova foi usado, sendo divididos aleatoriamente em dois grupos(n = 9): grupo sem silano, os corpos de prova foram condicionados com ácido hidrofluorídrico 10% (Ácido Gel-Maquira) por quatro minutos, seguido da aplicação de adesivo (Transbond XT) e os bráquetes (Morelli Roth Light .022" x .030") foram colados com resina fotopolimerizável (Transbond XT Light Cure Orthodontic Adhesive); grupo com silano, os corpos de prova foram condicionados com ácido hidrofluorídrico 10% (Ácido Gel-Maquira) por quatro minutos, seguido da aplicação do silano (Silano Ângelus), da aplicação de adesivo (Transbond XT) e os bráquetes (Morelli Roth Light .022" x .030) foram colados com resina fotopolimerizável (Transbond XT Light Cure Orthodontic Adhesive). Todos os corpos de prova foram armazenados em solução de saliva artificial por 24 horas em temperatura ambiente. O teste de tração foi realizado por uma máquina de ensaio universal (DL 500-Emic) calibrada com velocidade fixa de 1 mm/minuto. Foi usado o teste t Student para análise estatística. Os resultados indicaram que a força média de adesão do grupo sem silano foi de 9,97 MPa, significantemente menor do que a força média do grupo com silano, que foi de 12,38 MPa (p < 0,05). Os dois grupos foram eficientes para colagem, embora o grupo com silano tenha tido o valor de adesão maior.


The purpose of this study was to evaluate the effects of two conditioning methods used to enhance the shear strength of orthodontic brackets bonded to porcelain surfaces. A total of 18 feldspathic specimens were used. The specimens were divided randomly into two groups (n = 9): group free silane, the porcelain specimens were etched with hidrofuoric acid 10% (Acid Gel-Maquira) for 4 minutes followed by adhesive-primer (Transbond XT) and the metallic brackets (Morelli Roth Light .022” x .030”) were bonded with a light-cured microfilled resin (Transbond XT Light Cure Orthodontic Adhesive); group silane, the porcelain specimens were etched with hidrofuoric acid 10% (Acid Gel-Maquira) for 4 minutes followed by silane (Silano Ângelus) for 1 minute, adhesive-primer (Transbond XT) and the metallic brackets (Morelli Roth Light .022” x .030”) were bonded with a light-cured microfi lled resin (Transbond XT Light Cure Orthodontic Adhesive). All specimens were stored in solution of artifi cial saliva at ambient temperature for 24 hours. The debonding was done with shear strength through a universal testing machine (DL 500-Emic) calibrated with a fi xed speed of 1mm/minute. Statical analysis was performed using the Student t test. The results indicated that in the free silane group the mean bond strength was 9,97 MPA, signifi cantly lower than the silane group, that was 12,38 MPa (p < 0,05). The both groups were effective for bonding, although the silane group had the highest bond strength values.


Assuntos
Cerâmica , Colagem Dentária , Materiais Dentários , Teste de Materiais , Braquetes Ortodônticos , Resistência à Tração , Ácido Fluorídrico
6.
Rev. dental press estét ; 7(1): 72-80, jan.-mar. 2010. ilus, graf, tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-557466

RESUMO

O conhecimento dos princípios estéticos aplicados à Odontologia é fundamento do sorriso. Dentre esses, a proporção áurea pode ser empregada para analisar a proporção entre as larguras dos dentes anteriores. Nesse contexto, o objetivo principal deste estudo foi avaliar a prevalência com que a proporção áurea dentária se manifesta em estudantes de um curso de Odontologia de uma instituição pública, submetidos ou não a tratamento ortodôntico. Para tanto, foram selecionados aleatoriamente 30 sujeitos leucodermas que apresentavam sorriso harmonioso, do gênero feminino, com idades entre 18 e 25 anos, os quais foram divididos em dois grupos: Grupo 1 - indivíduos que utilizaram aparelho ortodôntico fixo e Grupo 2 - indivíduos que nunca haviam sido submetidos a tratamentos estéticos ou ortodônticos na região dos dentes anteriores. Modelos de gesso de cada sujeito da pesquisa foram confeccionados e posteriormente avaliados quanto à apresentação da proporção área, tanto pelo uso das grades de Levin quanto pela utilização da régua dourada. Os resultados obtidos revelam que a utilização das grades de Levin é um método mais específico do que a régua dourada para determinar a proporção áurea. A prevalência de relações dentárias na proporção áurea em estudantes que fizeram uso de aparelho ortodôntico ou não foi semelhante para ambos os grupos, independentemente do método de avaliação.


Assuntos
Aparelhos Ortodônticos , Estética Dentária , Sorriso , Moldes Cirúrgicos , Avaliação de Resultados em Cuidados de Saúde
7.
Acta sci., Health sci ; 32(1): 93-100, 2010. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-538879

RESUMO

Este trabalho avaliou os resultados estéticos de pacientes Classe II submetidos à terapia ortodôntica corretiva. Selecionaram-se, aleatoriamente, sete pacientes do gênero feminino, leucodermas, submetidas a tratamento ortodôntico corretivo com extração de pelo menos dois pré-molares e com início do tratamento aos 16 até 26 anos. Cada paciente foi entrevistada e as falas foram gravadas e posteriormente transcritas e analisadas. Modelos de estudo, teleradiografias e fotografias constantes nos prontuários foram consultados para se avaliar cinco parâmetros quantitativos: contorno facial, ângulo nasolabial, proporção áurea inter-incisivos, linha média facial e dentária e silhueta incisal no sorriso. Os resultados obtidos revelaram que o tratamento ortodôntico corretivo melhorou a estética facial, alterando medidas do tecido mole da face, o sorriso e as relações pessoais. Concluiu-se que as pesquisas qualitativas e quantitativas são complementares, pois uma análise de resultados, baseada somente em um parâmetro, pode mascarar o resultado real e revelar aspectos parciais. A análise qualitativa indica que ângulos e proporções faciais diferentes do que é proposto cientificamente como estético não interferem com os resultados do tratamento, contanto que a percepção facial dos sujeitos envolvidos vá ao encontro dos padrões de normalidade aceitos por estes e estabelecidos pela sociedade.


Aesthetic evaluation of patients submitted to orthodontic treatment. The aim of this study was to investigate the aesthetic results of orthodontic treatment in Class II individuals. Seven Caucasian females were randomly selected, subjected to corrective orthodontic treatment with extraction of at least two pre-molars and initiation of treatment between 16 and 26 years of age. All patients were interviewed; their speeches were recorded and then transcribed and analyzed. Plaster models, lateral radiographs and photographs contained in records were consulted to assess five quantitative parameters: facial contour, nasolabial angle, incisors golden ratio, facial and dental midline, and smile line to incisal edge. The corrective orthodontic treatment improves facial aesthetics, changing facial soft tissue measures, smile and personal relationships. It was concluded that the qualitative and quantitative research are complementary, because an analysis of results based only on one parameter can mask the actual outcome and reveal aspects partially. The qualitative analysis indicates that different facial angles and proportions of what is proposed as scientifically aesthetic does not interfere with the results of treatment, provided that the facial perception of the subjects involved meet the standards of normality and accepted by them and those set by society.


Assuntos
Humanos , Adolescente , Adulto , Odontologia , Estética Dentária , Má Oclusão de Angle Classe II
8.
Rev. dent. press ortodon. ortopedi. facial ; 13(5): 134-143, set.-out. 2008. ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-493189

RESUMO

INTRODUÇÃO: o relato de caso apresentado descreve um tratamento ortodôntico auxiliado por miniplacas, de uma paciente adulta que apresentava mordida aberta anterior acentuada, rotação horária da mandíbula, biprotrusão e ausência de selamento labial. Após a extração dos primeiros molares e retração dentária superior e inferior, associada ao controle vertical propiciado pelas placas, ocorreu uma pequena rotação anti-horária da mandíbula e a correção da mordida aberta anterior, com significativa melhora facial. OBJETIVO: o presente relato corrobora as evidências atuais quanto à eficiência do uso de miniplacas de titânio como ancoragem temporária, especialmente em situações de correções de grande amplitude, envolvendo um problema vertical.


INTRODUCTION: The case report presented describes an orthodontic treatment supported by miniplates of an adult female patient who presented severe anterior openbite, clockwise rotation of the mandible, biprotrusion and the absence of labial sealing. After extraction of first molars and maxillary and mandibulary dental retraction, associated with vertical control provided by the miniplates, the anterior openbite was corrected with a little anti-clockwise rotation, resulting in a significant improve on facial appearance. AIM: This case report confirms the efficiency of titanium miniplates as temporary anchorage, especially in situations where great corrections are needed, involving a vertical problem.


Assuntos
Humanos , Feminino , Adulto , Má Oclusão , Procedimentos de Ancoragem Ortodôntica , Próteses e Implantes , Placas Oclusais , Fotografação , Radiografia , Extração Dentária
9.
Rev. dental press estét ; 4(3): 109-117, jul.-set. 2007. ilus, tab, graf
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-529374

RESUMO

Alterações na harmonia facial com implicações estéticas podem afetar o aspecto psicossocial de forma significativa, causando prejuízo ao desenvolvimento emocional e dificuldade nas interações sociais. Por causa dessas complicações, o aspecto estético tem se tornado a principal queixa daqueles que procuram o tratamento ortodôntico e a cirurgia ortognática. Devido a esse fato, o estudo da estética tem adquirido crescente importância entre ortodontistas e cirurgiões bucomaxilofaciais. Devido à necessidade de identificar anseios e expectativas dos pacientes e analisar se há correspondência aos modelos estéticos profissionais, esse trabalho objetivou a análise da percepção estética entre leigos e profissionais quanto à retrusão gradual da mandíbula. Para isso foi selecionado um paciente do gênero feminino, que se submeteu a uma telerradiografia lateral e teve seu perfil fotografado, o qual foi modificado através da digitalização e do uso do aplicativo Dolphin Imaging Software (Version 8.0). Obteve-se, então, cinco perfis diferentes de retrusão da mandíbula (0, 1, 2, 4 e 6mm), os quais foram analisados por ortodontistas (n=10), cirurgiões bucomaxilofaciais (n=8) e leigos (n=30). Para a análise estatística utilizou-se o teste do qui-quadrado. Os resultados demonstraram uma maior preferência pelo perfil reto, tanto entre profissionais quanto entre leigos, não havendo diferença estatisticamente significante entre as populações analisadas. Concluindo-se, assim, que há correspondência entre profissionais e leigos quanto à percepção estética da retrusão mandibular.


Assuntos
Humanos , Feminino , Adulto , Estética , Cirurgia Bucal , Dimensão Vertical , Ortodontia , Análise Estatística
11.
Rev. dental press estét ; 3(3): 85-99, jul.-set. 2006. ilus, tab, graf
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-529290

RESUMO

O objetivo deste estudo foi verifcar a preferência estética de cirurgiões-dentistas (clínicos gerais e ortodontistas), acadêmicos de Odontologia e leigos na área quanto às medidas indicadas por proporções conhecidas como padrão estético para o sorriso. A pesquisa consistiu na análise de 5 fotografias de um sorriso frontal, as quais foram modificadas por um programa de tratamento de imagens ADOBE PHOTOSHOP®, versão 7.0 (Adobe Systems, San Jose, California), a fim de enquadrá-las em 5 exemplos de proporções dentárias descritas na literatura (Platão, Áurea, Polyclitus e Albers ou diagonal do quadrado e Ly-sippus). Cada fotografia foi analisada pelo avaliador subjetivamente, que lhe conferiu um escore de preferência estética de 0 a 10, onde o intervalo de 0 a 3 representou o conceito de pouco estético, de 4 a 8 como agradável e 9 e 10 como muito estético. Participaram como avaliadores 90 indivíduos, cuja faixa etária variou entre 20 e 65 anos, os quais foram divididos em 4 grupos: ortodontistas; clínicos gerais; acadêmicos de Odontologia e leigos. Os resultados demonstraram que a proporção áurea (1:1,62) não foi apontada como a preferência estética de proporção dentária entre os grupos (23,33% da preferência). Apesar disso, ela se enquadrou num conceito agradável. A propoção de Albers (1:1,41) foi a que obteve a maior preferência entre todos os grupos e foi a indicada como a mais bela. Não houve diferença estatisticamente significante entre os gêneros.


Assuntos
Estética , Pesos e Medidas , Sorriso , Formação de Conceito , Estética Dentária , Ortodontia , Satisfação do Paciente
12.
Araraquara; s.n; 2001. 199 p. ilus, tab.
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-466963

RESUMO

Este estudo cefalométrico prospectivo foi desenvolvido com o propósito de descrever os resultados de uma das estratégias de correção da mordida profunda. Foram selecionados 19 indivíduos, com faixa etária entre 11 e 15 anos, apresentando más-oclusões de Classe II, Divisão 1, com mordida profunda de no mínimo 4 milímetros. Desses, 9 indivíduos serviram como grupo controle e os outros 10 foram tratados com a mecânica de intrusão da técnica de Ricketts (arco base). Foram colocados implantes metálicos de referência intra-mandibulares, para sobreposições de traçados, em todos os componentes da amostra. Telerradiografias cefalométrica, em norma lateral, para a avaliação do comportamento dos incisivos inferiores, e em 45 graus, para a avaliação dos primeiros pré-molares e primeiros molares inferiores, foram tomadas no início do tratamento e após o nivelamento da curva de Spee do arco inferior para o grupo experimental, e após aproximadamente 6 meses no grupo controle. Os resultados na região de incisivos inferiores indicaram que houve intrusão dos incisivos inferiores e também um deslocamento horizontal para lingual dos três pontos estudados (borda incisal, centro de resistência e ápice radicular). Não houve deslocamento vertical (extrusivo) nos primeiros pré-molares e nos primeiros molares causados pelo tratamento. Os primeiros pré-molares demonstraram uma inclinação para distal com o...


Assuntos
Cefalometria , Ortodontia Corretiva
13.
Rev. dent. press ortodon. ortop. maxilar ; 5(3): 9-13, maio-jun.2000. ilus, tab, graf
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-298098

RESUMO

Como parte de um projeto do departamento de odontologia da Universidade Estadual de Maringá, 218 crianças de 6 a 12 anos do município de Porto Rico-PR, foram avaliadas quanto a prevalência das más-oclusöes. A oclusäo normal apresentou-se em 11 por cento, a Classe II divisäo 1 em 41 por cento, a ClasseII divisäo 2 em 3 por cento enquanto a Classe III foi 4 por cento. Como parte integrante deste projeto foram instituídos procedimentos simplificados para os problemas da Classe I


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Criança , Adolescente , Má Oclusão , Má Oclusão de Angle Classe II , Má Oclusão de Angle Classe III , Educação , Má Oclusão de Angle Classe I , Ortodontia
14.
Rev. dent. press ortodon. ortop. maxilar ; 4(1): 79-100, jan.-fev. 1999. ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-271374

RESUMO

Na rotina clínica, frequentemente depara-se com molares inclinados mesialmente, devido à perda precoce de molares decíduos ou permanentes, anodontia de segundos pré-molares, irrupçäo ectópica ou ainda a utilizaçäo prolongada de PLA ou AEB, resultando em impacçäo de segundos e terceiros molares. Geralmente a inclinaçäo dos molares desenvolve defeitos infraósseos na mesial do molar inclinado e reduçäo do espaço inter radicular na distal do molar. A verticalizaçäo de molares com abertura ou fechamento do espaço ou ainda a extraçäo säo soluçöes recomendadas, dependendo da gravidade do problema. O movimento de verticalizaçäo de molar é difícil de ser realizar sem provocar extrusäo, e frequentemente produz contatos prematuros e abertura de mordida. Alguns dispositivos da mecânica do arco segmentado preconizados por Burtone, Melsen, Marcotte e outros, proporcionam um controle mecânico com bases teóricas bem definidas, principalmente sobre os movimentos de extrusäo/intrusäo dos molares, com o mínimo de efeitos indesejáveis. Este artigo tem como objetivo apresentar os diferentes tipos de aparelhos de verticalizaçäo existentes, evidenciando os seus princípios mecânicos e os efeitos colaterais, descrevendo a biomecânica adequada para cada situaçäo


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Fenômenos Biomecânicos , Dente Molar , Técnicas de Movimentação Dentária , Aparelhos Ortodônticos , Ortodontia
15.
Rev. dent. press ortodon. ortop. maxilar ; 2(6): 91-108, nov.-dez. 1997. ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-230185

RESUMO

Os dentes supranumerários acometem 1 a 3 por cento da populaçäo e säo detectados geralmente em exames de rotina, afetando principalmente a dentadura permanente. A maioria deles säo assintomáticos em 90 por cento estäo localizados na regiäo anterior da maxila. Se näo forem removidos precocemente, podem causar alteraçöes no desenvolvimento no desenvolvimento da oclusäo. Entre estas complicaçöes destacam-se o apinhamento dentário, impacçöes de dentes permanentes, reabsorçöes radiculares, diastemas na linha média, erupçäo na cavidade nasal e formaçäo de cisto primordial ou folicular


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Reabsorção da Raiz , Erupção Ectópica de Dente , Dente Supranumerário , Cisto Dentígero , Diastema , Má Oclusão , Cistos Odontogênicos
16.
Rev. dent. press ortodon. ortop. maxilar ; 2(2): 87-105, mar.-abr. 1997. ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-256301

RESUMO

O direcionamento do crescimento crânio-facial depende da completa harmonia do complexo maxilomandibular e para tal este deve apresentar-se perfeitamente relacionado em termos oclusais, ou seja, sem a interferência de componentes dentários e/ou esqueléticos. A mordida cruzada anterior pode exibir características ora dentária, ora esquelética, ou mesmo funcional, o que coloca o diagnóstico diferencial como fator primordial para um bom planejamento e tratamento. As mordidas cruzadas anteriores do tipo funcional, têm respondido de maneira satisfatória para uma boa oclusäo e normalizaçäo neurofuncional através da utilizaçäo do aparelho removível tipo Progênico. Este aparelho atua tanto no posicionamento dentário, no direcionamento do crescimento mandibular e no crescimento da maxila, contribuindo sobremaneira na correçäo das mesioclusöes


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Má Oclusão de Angle Classe II , Aparelhos Ortodônticos , Ortodontia
17.
Rev. dent. press ortodon. ortop. maxilar ; 2(1): 89-116, jan.-fev. 1997. ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-271352

RESUMO

As pesquisas e a experiência clínica tem demonstrado que o controle do componente vertical da má-oclusäo é uma das tarefas mais difíceis no tratamento ortodôntico, e os resultados obtidos menos estáveis. Desde Angle, com sua tradicional classificaçäo da má-oclusäo o componente ântero-posterior tem sido amplamente analisado e discutido, enquanto o estudo da dimensäo vertical e transversal receberam menor atençäo. Porém, a busca pelo equilíbrio das proporçöes faciais, levou muitos pesquisadores a se preocuparem com a relaçäo das proporçöes faciais nas três dimensöes do espaço, recebendo as displasias verticais uma atençäo especial, principalmente envolvendo o excesso das dimensöes do terço inferior facial. Na tentativa de controlar este desenvolvimento vertical exagerado, muitos estudos foram realizados utilizando-se placas de mordida ou, como mais conhecidos, os "bite blocks"


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Placa Dentária , Aparelhos Ortodônticos , Ortodontia , Má Oclusão
18.
Rev. dent. press ortodon. ortop. maxilar ; 1(2): 86-106, nov.-dez. 1996. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-230189

RESUMO

Freqüentemente nas últimas fases do tratamento ortodôntico descobre-se que näo será possível finalizar o caso adequadamente, pois o tamanho dos dentes superiores näo é compatível com os inferiores. Ou seja, os dentes superiores e inferiores näo apresentam uma proporçäo adequada para permitir uma boa relaçäo vertical e horizontal (sobremordida e sobressaliência). Se os comprimetos mesiodistais dos incisivos superiores säo maiores que os correspondentes inferiores, o caso apresentará uma tendência para maior sobremordida e sobressaliência (figura 1). Se forem os inferiores maiores que os superiores, haverá uma tendência para mordida topo-a-topo (figura 2). Uma outra hipótese para compensar esta desproporçäo é a presença de diastemas superiores para manter a relaçäo vertical e horizontal entre os arcos (figura 3a-c), ou ainda um pouco de apinhamento no arco inferior para acomodaçäo do excesso de massa dentária (figura 4). na prática diária, estas situaçöes säo resolvidas muitas vezes desgastando-se o excesso de massa dentária em questäo (figura 5), ou recontornando com material resinoso os dentes proporcionalmente menores (figura 3d-e). Ainda, pode-se associar a necessidade de solucionar um apinhamento no segmento ântero-inferior com uma eventual discrepância de tamanhos dentários, mediante a extraçäo de um incisivo inferior (figura 6)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Má Oclusão de Angle Classe I , Ortodontia
19.
Ortodontia ; 29(3): 56-70, set.-dez. 1996. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-203148

RESUMO

Este estudo tem por objetivo verificar, em pacientes portadores de fissura de lábio e/ou palato, as idades médias para o aparecimento do osso sesamóide, assim como as alteraçöes epifisárias da falange proximal do polegar. Foram radiografados, segundo a técnica proposta por Silva Filho & Valladares Neto, 100 pacientes do sexo masculino, entre 11 e 16 anos e 100 do sexo feminino, entre 9 e 14 anos, todos normalmente cadastrados no HRB-USP ("Centrinho"). Os resultados obtidos neste trabalho mostraram que: 1) A idade média de aparecimento do osso sesamóide foi de 10 anos e 10 meses mais ou menos 1 ano e 6 meses para os indivíduos do sexo feminino e de 13 anos e 9 meses mais ou menos 2 anos e 4 meses para os indivíduos do sexo masculino; 2) Os dados deste estudo foram insuficientes para uma correlaçäo entre as fases de ossificaçäo do sesamóide e os estágios de maturaçäo epifisária, sendo apenas observado que: se o osso sesamóide ainda näo se ossificou, a epífise se encontra menor ou igual à diáfise; na fase de osso sesamóide definido, para o grupo feminino, o estágio epifásio era de capeamento na sua maioria e para o grupo masculino, o estágio era de uniäo inicial. 3) Foi observado um dimorfismo sexual, sendo as meninas mais precoces que os meninos para o surgimento do osso sesamóide ulnar do polegar. 4) Näo houve diferença estatisticamente significantemente entre as idades médias para pacientes portadores de fissura de lábio e/ou palato, quando comparados com a média dos padröes da literatura em pacientes normais, para os eventos estudados


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Criança , Adolescente , Fenda Labial , Fissura Palatina , Ossos Sesamoides
20.
Rev. dent. press ortodon. ortop. maxilar ; 1(1): 86-107, set.-out. 1996. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-250303

RESUMO

Os conceitos hoje vigentes para o diagnóstico e plano de tratamento remetem ao equilíbrio e harmonia dos traços faciais. O planejamento das mudanças estéticas faciais é difícil, especialmente quanto à sua integraçäo com a correçäo da oclusäo. Infelizmente, o tratamento da má oclusäo nem sempre leva à correçäo ou mesmo à manutençäo da estética facial. Algumas vezes, o entusiasmo de se alcançar um correto relacionamento dentário pode comprometer o equilíbrio facial. isto pode acontecer em parte pela falta de atençäo para a estética, ou simplesmente pela falta de compressäo do que se deseja como um objetivo estético. A habilidade em se reconhecer uma face bela é inata; porém, traduzíla em metas terapêuticas objetivas e definidas torna-se tarefa mais árdua. A percepçäo da beleza é uma preferência individual, com influência cultural. Com o avanço e popularidade dos procedimentos cirúrgico-ortognáticos, a busca pelo equilíbrio facial recebeu maior destaque. isto resultou na intensificaçäo da necessidade de se estudar as faces esteticamente equilibradas e a harmonia entre os diferentes elementos faciais


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Cefalometria , Estética Dentária , Face , Oclusão Dentária , Lábio , Mandíbula , Ortodontia , Planejamento de Assistência ao Paciente , Prognatismo
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA