Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 1 de 1
Filtrar
Mais filtros










Tipo de estudo
Intervalo de ano de publicação
1.
Estud. pesqui. psicol. (Impr.) ; 17(1): 25-45, jan.-abr. 2017.
Artigo em Português | LILACS, Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: biblio-915591

RESUMO

Frequentemente os diferentes discursos sobre a experiência da surdez partem da perspectiva dos ouvintes, tornando opaca essa vivência tão particular. Esse trabalho pretendeu se aproximar da experiência de se viver no mundo cultural sem a apropriação de uma língua sistematizada. Para tanto, foi realizado um estudo de caso sobre uma surda que aprendeu a Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS) já adulta. A coleta de dados deu-se por meio de uma entrevista aberta, mediada por um intérprete voluntário de LIBRAS. A análise da entrevista foi orientada pelo método fenomenológico de investigação de Giorgi e os dados interpretados a partir da perspectiva de Merleau-Ponty. Os resultados foram divididos em dois grupos temáticos: O mundo sem sentido: vazio e solidão e O despertar aos sentidos: "uma nova vida". As vivências anteriores ao domínio de uma língua sistematizada foram descritas como incompreensíveis e vazias, permeadas por dissociações e experiências esparsas. Ao aprender LIBRAS, a entrevistada relata uma mudança brusca na forma como se relacionava com o mundo, começando a perceber sentidos e gestos compartilhados culturalmente. Sugere-se estudos mais aprofundados que investiguem o sensível e a corporeidade na experiência das pessoas surdas. Destaca-se a importância da apropriação da língua sistematizada. (AU)


Different discourses on the experience of deafness frequently start from the perspective of the listeners, which implies an opacity of this very particular experience. This work aims to approximate the experience of living in the cultural world without the appropriation of a systematic language. Thus, was conducted a case study of a deaf who learned the Brazilian Sign Language (LIBRAS) as an adult. Data collection took place through an open interview, mediated by a LIBRAS´s volunteer interpreter. The interview analysis was guided by Giorgi´s phenomenological method of research and the data interpreted from the perspective of Merleau-Ponty. The results were divided into two thematic groups: The meaningless world: emptiness and loneliness and Awakening the senses, "a new life". The experiences lived before mastering a systematic language were described as incomprehensible and empty, permeated by dissociation and sparse experiences. The interviewed reported a sudden change in how she was connected to the world after she had learned LIBRAS, when she begun to realize culture´s shared meanings and gestures. It is suggested further studies that investigate the sensible and corporeal experience of deaf people. It highlights the importance of apprenticeship of a systematic language. (AU)


A menudo, los diferentes discursos sobre la experiencia de la sordera emergen desde la perspectiva de oyentes, tornando opaca esa experiencia tan particular. Este trabajo tiene como objetivo aproximarse de la experiencia de vivir en el mundo cultural sin la apropiación de un lenguaje sistemática. Por lo tanto, se realizó un estudio de caso de una sorda que aprendió la Lengua Brasileña de Señales (LIBRAS) cuando adulta. La recolección de datos se llevó a cabo a través de una entrevista abierta, mediada por un intérprete voluntario. El análisis de las entrevistas fue guiado por el método fenomenológico de Giorgi y los datos interpretados desde la perspectiva de Merleau-Ponty. Los resultados se dividieron en dos grupos temáticos: El mundo sin sentido: vacío y soledad y El despertar de los sentidos, "una nueva vida". Las experiencias anteriores al dominio de un lenguaje sistemática fueran descritas como incomprensibles y vacías, permeadas por disociación y por experiencias dispersas. La entrevistada informó que después del aprendizaje, experimentó un cambio repentino en su relación con el mundo, empezando a darse cuenta de sentidos y gestos compartidos culturalmente. Se sugiere nuevos estudios para investigar la experiencia sensible y corporal de los sordos. Se destaca la importancia de la apropiación del lenguaje sistemática. (AU)


Assuntos
Humanos , Feminino , Adulto , Relatos de Casos , Surdez , Línguas de Sinais , Idioma
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA