Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 7 de 7
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
Braz. dent. sci ; 23(2,supl): 1-8, 2020.
Artigo em Inglês | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-1100310

RESUMO

Background: Temporomandibular disorder (TMD) belongs to a heterogeneous group of musculoskeletal and neuromuscular conditions involving the temporomandibular joint complex, musculature and adjacent components. These conditions can generate signs and symptoms and be influenced by an altered biopsychosocial condition. Objective: This study aims to seek information to assist the patient in the presence of TMD signs and symptoms and Orofacial Pain, associated with the period of social isolation during the COVID-19 pandemic. Material and methods: For the preparation of this manual, a bibliographic search was performed in the databases PubMed, Latin American and Caribbean Health Sciences Literature (LILACS), BBO (BVS), Scopus, Web of Science and The Cochrane Library, using the keywords: orofacial pain, temporomandibular disorders, bruxism, stress, anxiety, biopsychosocial, diagnosis, self-care with important information on how to reduce and control the signs and symptoms of TMD and Orofacial Pain in this moment of pandemic that we are experiencing a social detachment. Results: The results show that the pandemic of COVID-19 and the need for social isolation, generates psychological impact that raises the pattern of anxiety and can directly affect patients with bruxism and TMD. Conclusion: Psychological factors associated with the pandemic can lead to an increased risk of developing, worsening and perpetuating bruxism, especially waking bruxism and TMD, so dentists should be aware of the occurrence of signs and symptoms to manage the multifactorial aspects of this condition. At that time, individual self-management strategies are advised for the patient, which consist of self-massage techniques, body education, exercise practices, sleep hygiene, meditation also the use of mobile apps and online tools that facilitate this activity. (AU)


Introdução: A Desordem Temporomandibular (DTM) pertence a um grupo heterogêneo de condições musculoesqueléticas e neuromusculares envolvendo o complexo articular temporomandibular, a musculatura e os componentes adjacentes. Essas condições podem gerar sinais e sintomas e serem influenciadas por uma condição biopsicossocial alterada. Objetivo: Esse estudo teve como objetivo buscar informações que possam auxiliar ao paciente na presença de sinais e sintomas de DTM e Dor Orofacial associado ao período de isolamento social durante a pandemia do COVID -19. Material e Métodos: Para a elaboração deste manual, foi realizada uma pesquisa bibliográfica nas bases de dados PubMed, Latin American and Caribbean Health Sciences Literature (LILACS), BBO (BVS), Scopus, Web of Science e The Cochrane Library, utilizando as palavras-chaves: dor orofacial, desordem temporomandibular, bruxismo, estresse, ansiedade, biopsicossocial, diagnóstico e autocuidados, com informações importantes sobre como reduzir e controlar os sinais e sintomas de DTM e Dor Orofacial nesse momento de pandemia que estamos vivenciando um distanciamento social. Resultados: Os resultados mostram que a pandemia de COVID-19 e a necessidade de isolamento social, gera impacto psicológico que eleva o padrão de ansiedade e pode afetar diretamente pacientes com bruxismo e DTM. Conclusão: Fatores psicológicos associados à pandemia podem levar a um maior risco de desenvolver, piorar e perpetuar o bruxismo, principalmente bruxismo de vigília e DTM, por isso os cirurgiões-dentistas devem estar atentos a ocorrência de sinais e sintomas para gerenciar os aspectos multifatoriais dessa condição. Aconselha-se, nesse momento, estratégias individualizadas de autogerenciamento para o paciente que consistem em técnicas de automassagem, educação corporal, práticas de exercícios, higiene do sono e meditação. Além do uso de aplicativos digitais e ferramentas online facilitadores dessa atividade (AU)


Assuntos
Ansiedade , Autocuidado , Dor Facial , Bruxismo , Transtornos da Articulação Temporomandibular , Infecções por Coronavirus , Análise do Estresse Dentário , Diagnóstico
2.
RGO (Porto Alegre) ; 63(2): 207-212, Apr.-June 2015. ilus
Artigo em Inglês | LILACS-Express | LILACS | ID: lil-755128

RESUMO

This paper aims to report the case of a 9-year-old male patient presented to the Pain Clinic at the education institution with a severe complaint of headache and clenching. During clinical examination, facets of tooth wear and accentuated overjet were observed. There were no joint and / or muscle anomalies. Therapy adopted was an occlusal splint with occlusal adjustments in centric performed every fifteen days in order not to impair bone growth and eruption of permanent teeth. After one month of treatment, the patient showed pain remission and remained in monitoring of dental and psychological care.

.

Este trabalho objetiva relatar o caso clínico de um paciente do sexo masculino, nove anos de idade, que compareceu a Clínica da Dor de uma instituição de ensino superior com queixa principal de cefaléia e apertamento dentário em vigília. Ao exame clínico, observou-se facetas de desgaste dentário e transpasse horizontal acentuado. Não foram observadas alterações articulares e/ou musculares. A terapêutica adotada foi à confecção de placa miorrelaxante em resina acrílica termoplastificável com ajustes oclusais em cêntrica realizados a cada quinze dias de forma não prejudicar o crescimento ósseo e a erupção dos dentes permanentes. Após um mês de tratamento o paciente apresentou remissão da dor e foi orientado a reduzir o tempo de uso da placa miorrelaxante. O paciente mantém-se em acompanhamento odontológico e psicológico.

.

3.
Curr Pain Headache Rep ; 17(9): 357, 2013 Sep.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-23904202

RESUMO

The aim of the present review is to discuss two forms of treatment for myofascial pain: laser therapy and dry needling. Although studies have reported the deactivation of myofascial trigger points with these two methods, clinical trials demonstrating their efficacy are scarce. The literature reports greater efficacy with the use of laser over dry needling. It has been suggested that improvements in microcirculation through the administration of laser therapy may favor the supply of oxygen to the cells under conditions of hypoxia and help remove the waste products of cell metabolism, thereby breaking the vicious cycle of pain, muscle spasm and further pain. While laser therapy is the method of choice for patients with a fear of needles and healthcare professionals inexperienced with the dry needling technique, further controlled studies are still needed to prove the greater efficacy of this method.


Assuntos
Terapia por Acupuntura/métodos , Terapia a Laser/métodos , Síndromes da Dor Miofascial/terapia , Agulhas , Humanos , Pontos-Gatilho
4.
J Oral Sci ; 55(2): 175-81, 2013.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-23748458

RESUMO

The aim of this study was to evaluate different approaches to deactivating myofascial trigger points (MTPs). Twenty-one women with bilateral MTPs in the masseter muscle were randomly divided into three groups: laser therapy, needle treatment and control. Treatment effectiveness was evaluated after four sessions with intervals ranging between 48 and 72 h. Quantitative and qualitative methods were used to measure pain perception/sensation. The Wilcoxon test based on results expressed on a visual analog scale (VAS) demonstrated a significant (P < 0.05) decrease in pain only in the laser and needle treatments groups, although a significant increase in the pressure pain threshold was evident only for needling with anesthetic injection (P = 0.0469), and laser therapy at a dose of 4 J/cm² (P = 0.0156). Based on these results, it was concluded that four sessions of needling with 2% lidocaine injection with intervals between 48 and 72 h without a vasoconstrictor, or laser therapy at a dose of 4 J/cm², are effective for deactivation of MTPs.


Assuntos
Anestésicos Locais/administração & dosagem , Injeções Intramusculares , Terapia com Luz de Baixa Intensidade/métodos , Músculo Masseter/efeitos da radiação , Síndrome da Disfunção da Articulação Temporomandibular/radioterapia , Pontos-Gatilho/efeitos da radiação , Adulto , Eletromiografia/efeitos dos fármacos , Eletromiografia/efeitos da radiação , Feminino , Seguimentos , Humanos , Contração Isométrica/efeitos dos fármacos , Contração Isométrica/efeitos da radiação , Lidocaína/administração & dosagem , Músculo Masseter/efeitos dos fármacos , Pessoa de Meia-Idade , Medição da Dor , Percepção da Dor/efeitos dos fármacos , Percepção da Dor/efeitos da radiação , Limiar da Dor/efeitos dos fármacos , Limiar da Dor/efeitos da radiação , Dosagem Radioterapêutica , Amplitude de Movimento Articular/efeitos dos fármacos , Amplitude de Movimento Articular/efeitos da radiação , Síndrome da Disfunção da Articulação Temporomandibular/tratamento farmacológico , Adulto Jovem
5.
Rev. dor ; 13(3): 208-212, jul.-set. 2012. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-650701

RESUMO

JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: As queixas de sintomas otológicos podem estar associadas a quadros de disfunção temporomandibular (DTM). A placa miorrelaxante é uma alternativa de tratamento para a DTM, pois oferece oclusão ideal para o paciente, atuando nos sintomas de dor. Considerando as características conservadoras e reversíveis da terapia de suporte com placa miorrelaxante, o objetivo deste estudo foi avaliar seu impacto na frequência de alterações otológicas em pacientes com DTM. MÉTODO: Realizou-se estudo de intervenção em 35 pacientes com sintomas otológicos associados à DTM. Foram considerados portadores de DTM aqueles que apresentassem pelo menos três sinais e três sintomas da morbidade, sendo um deles otalgia, zumbido, sensação de hipoacusia, sensação de plenitude auricular ou tontura. Os pacientes foram submetidos a exame clínico, orientações e confecção de placa miorrelaxante maxilar em resina acrílica termoplastificável. Ajustes da placa e avaliação dos sintomas foram realizados quinzenalmente. Utilizou-se o teste Exato de Fisher para análise estatística da diferença entre a prevalência de sinais e sintomas antes (AN) e após (AP) a terapia, com nível de significância de 5% (p < 0,05). RESULTADOS: Dezenove pacientes concluíram o tratamento. Observou-se redução na prevalência de sinais e sintomas otológicos: zumbido (AN = 14; AP = 6; p = 0,009), otalgia (AN = 13; AP = 4; p = 0,003), sensação de plenitude auricular (AN = 12; AP = 4; p = 0,006), tontura (AN = 11; AP = 4; p = 0,009) e de hipoacusia (AN = 10; AP = 2; p = 0,001). CONCLUSÃO: A placa miorrelaxante é uma terapia conservadora e reversível que mostrou ser capaz de melhorar os sintomas otológicos associados à DTM.


BACKGROUND AND OBJECTIVES: Otological symptoms complaints may be associated to temporomandibular joint disorders (TMJD). Occlusal splint is an alternative to treat TMJD because it provides ideal occlusion to patients, acting on painful symptoms. Considering the conservative and reversible characteristics of supportive therapy with occlusal splints, this study aimed at evaluating its impact on the frequency of otological changes in TMJD patients. METHOD: An intervention study was carried out with 35 patients with TMJD-associated otological symptoms. TMJD patients were considered those with at least three signs and three symptoms of morbidity, being one of them earache, tinnitus, sensation of hypoacusis, ear fullness or dizziness. Patients were submitted to clinical evaluation, orientations and fabrication of maxillary occlusal splint in thermoplastic acrylic resin. Splint adjustments and symptoms evaluation were performed fortnightly. Fisher Exact test was used for statistical analysis of the prevalence of signs and symptoms before (BE) and after (AF) therapy with significance level of 5% (p < 0.05). RESULTS: Nineteen patients have finished the treatment. There has been decrease in the prevalence of otological signs and symptoms: tinnitus (BE = 14; AF = 6; p = 0.009), earache (BE = 13; AF = 4; p = 0.003), ear fullness (BE =12; AF = 4; p = 0.006), dizziness (BE = 11; AF = 4; p = 0.009) and hypoacusis (BE = 10; AF = 2; p = 0.001). CONCLUSION: Occlusal splint is a conservative and reversible therapy able to improve TMJD-related otological symptoms.


Assuntos
Otopatias , Transtornos da Articulação Temporomandibular , Terapêutica
6.
RFO UPF ; 17(2)maio-ago. 2012.
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: lil-661294

RESUMO

Objetivo: O objetivo deste artigo é relatar o caso clínico de um paciente do gênero masculino, de 29 anos de idade, atendido na Clínica da Dor de uma instituição de ensino superior, diagnosticado como portador de paralisia facial de Bell e desordem temporomandibular, bem como de descrever a conduta terapêutica adotada. Relato de caso: O paciente relatava como queixa principal dor contínua e localizada, no lado direito da face, na região da articulação temporomandibular (ATM), com início há dois anos e piora durante os movimentos de abertura bucal e a mastigação. Apresentava ainda prurido, lacrimejamento, zumbido e parestesia. O quadro da paralisia de Bell do tipo periférica, previamente diagnosticado, caracterizou-se pela impossibilidade de oclusão voluntária das pálpebras do lado direito, paralisia dos mús culos orbiculares da boca, risório e bucinador. Associado a essa patologia, o paciente recebeu o diagnóstico de disfunção temporomandibular do tipo mialgia mediada centralmente. A conduta terapêutica adotada foi terapia oclusal, farmacoterapia, fisioterapia, fonoaudiologia e laserterapia. Após duas semanas o paciente obteve melhora significativa do quadro doloroso e estabilização da desordem muscular. Quanto à função motora do nervo facial, pequeno ganho foi observado na mímica facial do paciente. Considerações finais: A conduta terapêutica mostrou-se satisfatória e o paciente está em acompanhamento na instituição.

7.
Rev. bras. odontol ; 64(1/2): 94-97, 2007. tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-541861

RESUMO

Uma das técnicas mais efetivas para inativação do ponto-gatilho (PG) na Síndrome da Dor Miofacial é o agulhamento. Em vista disso, o objetivo deste trabalho foi, através de uma revisão da literatura pertinente, comparar dois tipos de terapia com agulhamento, seco ou com injeção de substâncias, com a finalidade de identificar a mais eficiente com relação à inativação de ponto-gatilho nas regiões da cabeça e pescoço. Ao consultar trabalhos publicados na literatura entre 1994 e 2006, pôde-se concluir que não houve diferenças quanto ao resultado final, sendo ambas as técnicas eficazes.


Assuntos
Fibromialgia/tratamento farmacológico , Fibromialgia/terapia , Literatura de Revisão como Assunto
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA