Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 61
Filtrar
1.
Ciênc. Saúde Colet ; 24(11): 4141-4152, nov. 2019. tab, graf
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-1039501

RESUMO

Resumo O objetivo deste estudo foi estimar a força de associação entre tabagistas com variáveis referentes à saúde mental, à funcionalidade familiar e ao uso de outras substâncias psicoativas. Estudo caso-controle, observacional, desenvolvido nos meses de março a novembro de 2016. O campo de estudo foi um município no Centro-Oeste do país e constituiu-se por uma população de 646 indivíduos, sendo 323 casos. No modelo, o grupo caso compreendeu indivíduos com algum grau de dependência ao tabaco. O grupo controle envolveu indivíduos que não foram expostos ao tabaco. Em relação ao tempo de tabagismo, a média de exposição do grupo caso foi de 25,65 anos. No modelo de análise múltipla de regressão logística associaram-se positivamente cor de pele não branca (p = 0,002); anos de estudo ≤ 8 (p < 0,001); ter filhos (p < 0,001); trabalho informal (p = 0,024); não possuir plano de saúde (p < 0,001); elevada disfunção familiar (p = 0,007); AUDIT ≥ 8 (p < 0,001); depressão (p < 0,001); já ter usado droga ilícita na vida (p < 0,001); morar com outras pessoas (p = 0,003) e não possuir religião (p = 0,001). Este estudo reforça a vulnerabilidade dos fumantes investigados, ao associar variáveis correlacionadas ao âmbito da saúde mental, e inova ao discutir a influência das relações familiares na dependência nicotínica.


Abstract This study aimed to estimate the strength of association among smokers with variables regarding mental health, family functionality, and use of other psychoactive substances. This is a case-control observational study developed from March to November 2016. The study was conducted in a Brazilian Midwest municipality with 646 subjects, of which 323 were cases. In the model, the case group comprised subjects with a certain degree of tobacco dependence. The control group included subjects that were not exposed to tobacco. Concerning tobacco use time, the mean exposure of the case group was 25.65 years. In the multiple logistic regression analysis model the following were positively associated: non-white skin color (p = 0.002); years of study ≤ 8 (p < 0.001); having children (p < 0.001); informal work (p = 0.024); not having a health plan (p < 0.001); high family dysfunction (p = 0.007); AUDIT ≥ 8 (p < 0.001); depression (p < 0.001); having illicit drug in lifetime (p < 0.001); living with other people (p = 0.003) and no religion (p = 0.001). This study reinforces the vulnerability of smokers, associating variables correlated to the field of mental health, and innovates by discussing the influence of family relationships on nicotinic dependence.

2.
Cien Saude Colet ; 24(11): 4141-4152, 2019.
Artigo em Português, Inglês | MEDLINE | ID: mdl-31664387

RESUMO

This study aimed to estimate the strength of association among smokers with variables regarding mental health, family functionality, and use of other psychoactive substances. This is a case-control observational study developed from March to November 2016. The study was conducted in a Brazilian Midwest municipality with 646 subjects, of which 323 were cases. In the model, the case group comprised subjects with a certain degree of tobacco dependence. The control group included subjects that were not exposed to tobacco. Concerning tobacco use time, the mean exposure of the case group was 25.65 years. In the multiple logistic regression analysis model the following were positively associated: non-white skin color (p = 0.002); years of study ≤ 8 (p < 0.001); having children (p < 0.001); informal work (p = 0.024); not having a health plan (p < 0.001); high family dysfunction (p = 0.007); AUDIT ≥ 8 (p < 0.001); depression (p < 0.001); having illicit drug in lifetime (p < 0.001); living with other people (p = 0.003) and no religion (p = 0.001). This study reinforces the vulnerability of smokers, associating variables correlated to the field of mental health, and innovates by discussing the influence of family relationships on nicotinic dependence.


Assuntos
Relações Familiares/psicologia , Fumantes/estatística & dados numéricos , Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias/epidemiologia , Tabagismo/epidemiologia , Adulto , Brasil , Estudos de Casos e Controles , Feminino , Humanos , Drogas Ilícitas , Masculino , Saúde Mental , Pessoa de Meia-Idade , Fumantes/psicologia , Uso de Tabaco/epidemiologia , Uso de Tabaco/psicologia , Tabagismo/psicologia
3.
Acta Paul. Enferm. (Online) ; 32(5): 530-537, Set.-Out. 2019. tab
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-1038039

RESUMO

Resumo Objetivo Avaliar a qualidade e tempo de sono entre usuários da rede pública de saúde e fatores associados. Métodos Estudo transversal, realizado com 775 indivíduos de ambos os sexos, em um município da região Centro-Oeste do Brasil. Aplicou-se questionário semiestruturado para avaliar as características sociodemográficas, os hábitos de vida, as condições de saúde, o binge drinking e qualidade e duração do sono, avaliadas pelo Índice de Qualidade de Sono de Pittsburgh. Aplicou-se a regressão de Poisson para identificação dos fatores associados à qualidade do sono ruim e à duração de sono (curta e longa). Resultados Na análise múltipla, os fatores associados à qualidade de sono ruim foram sexo feminino (razão de prevalência: 1,10; intervalo e confiança de 95% − IC95% 1,05-1,16; p<0,00), binge drinking (razão de prevalência: 1,08; IC95% 1,03-1,13; p<0,01), uso de substâncias ilícitas (razão de prevalência: 1.06, IC95% 1.00-1.12; p=0.03), angina (razão de prevalência: 1,10;, IC95% 1,03-1,18; p<0,01) e depressão (razão de prevalência: 1,07 IC95% 1,00-1,14; p=0,02). A obesidade associou-se à curta duração do sono (razão de prevalência: 1,10 IC95% 1,02-1,17; p<0,01). Idade > 55 anos associou-se à longa duração do sono (razão de prevalência: 1,39, IC95% 1,00-1,92; p=0,04). Conclusão Ser mulher, ter idade >55 anos, consumir bebida alcoólica, usar substâncias ilícitas, angina, obesidade e depressão foram fatores de risco para alterações na qualidade e duração de sono. Os resultados do presente estudo reforçam a necessidade do desenvolvimento de ações voltadas para a prevenção dos agravos relacionados às alterações no sono na população estudada.


Resumen Objetivo evaluar la calidad y tiempo de sueño en usuarios del sistema de salud pública y factores asociados. Métodos estudio transversal, realizado con 775 individuos de ambos sexos, en un municipio de la región Centro-Oeste de Brasil. Se aplicó un cuestionario semiestructurado para evaluar las características sociodemográficas, los hábitos de vida, las condiciones de salud, el binge drinking y la calidad y duración del sueño, evaluadas mediante el Índice de Calidad del Sueño de Pittsburgh. Se aplicó la regresión de Poisson para identificar los factores asociados a la mala calidad del sueño y a la duración del sueño (corta o larga). Resultados en el análisis múltiple, los factores asociados a una mala calidad del sueño fueron sexo femenino (razón de prevalencia: 1,10; intervalo de confianza de 95% − IC95% 1,05-1,16; p<0,00), binge drinking (razón de prevalencia: 1,08; IC95% 1,03-1,13; p<0,01), uso de sustancias ilícitas (razón de prevalencia: 1.06, IC95% 1.00-1.12; p=0.03), angina (razón de prevalencia: 1,10;, IC95% 1,03-1,18; p<0,01) y depresión (razón de prevalencia: 1,07 IC95% 1,00-1,14; p=0,02). La obesidad se asoció a una corta duración del sueño (razón de prevalencia: 1,10 IC95% 1,02-1,17; p<0,01). La edad > 55 años se asoció a una larga duración del sueño (razón de prevalencia: 1,39, IC95% 1,00-1,92; p=0,04). Conclusión ser mujer, tener >55 años, consumir bebida alcohólica, usar sustancias ilícitas, angina, obesidad y depresión fueron factores de riesgo para alteraciones en la calidad y duración del sueño. Los resultados del presente estudio refuerzan la necesidad de desarrollar acciones orientadas hacia la prevención de los perjuicios relacionados con las alteraciones del sueño en la población estudiada.


Abstract Objective To assess the quality and sleep time between public health network users and associated factors. Methods A cross-sectional study of 775 individuals of both genders in a city in the Center-West region of Brazil. A semi-structured questionnaire was used to assess the sociodemographic characteristics, life habits, health conditions, binge drinking, and quality and sleep duration assessed by the Pittsburgh Sleep Quality Index. Poisson regression was used to identify the factors associated with poor sleep quality and sleep duration (short and long). Results In the multiple analysis, the factors associated with poor sleep quality were female gender (prevalence ratio: 1.10, 95% Confidence Interval and 95%CI 1.05-1.16, p <0.00), binge drinking (prevalence ratio: 1.08; 95%CI 1.03-1.13; p <0.01), illegal drug use (prevalence ratio: 1.06, 95%CI 1.00-1.12, p=0.03), angina (prevalence ratio: 1.07, 95%CI 1.03-1.18, p <0.01) and depression (prevalence ratio: 1.07 95%CI 1.00-1.14, p=0.02). Obesity was associated with short sleep duration (prevalence ratio: 1.10 95%CI 1.02-1.17, p <0.01). Age> 55 years was associated with long sleep duration (prevalence ratio: 1.39; 95%CI: 1.00-1.92; p=0.04). Conclusion Being a woman, being over 55 years old, consuming alcoholic beverages, using illegal substances, angina, obesity and depression were risk factors for changes in quality and sleep duration. The results of the present study reinforce the need for the development of actions aimed at the prevention of diseases related to sleep disorders in the study population.

4.
Rev Bras Enferm ; 72(suppl 1): 80-87, 2019 Feb.
Artigo em Inglês, Português | MEDLINE | ID: mdl-30942348

RESUMO

OBJECTIVE: To verify the application of the Operative Group as a care tool for the workers of Primary Health Care, with a view to the constitution of mental health care at work. METHOD: Convergent Care Research as a research process and health workers as subjects. The intervention strategy as a proposal to accommodate the mental suffering of the worker was the Operative Group. RESULTS: Two categories emerged: "Evidence of Suffering at Work" and "Group Learning: Group Reception by the Group". FINAL CONSIDERATIONS: The use of the Operative Group has been assertive in providing the subjects with a space for listening to adversities in the work environment and active learning of reality, reflection and confrontation of basic fears, development of a pro-change project through peer and active learning of reality.


Assuntos
Pessoal de Saúde/psicologia , Atenção Primária à Saúde/métodos , Adulto , Brasil/epidemiologia , Feminino , Pessoal de Saúde/tendências , Humanos , Masculino , Transtornos Mentais/epidemiologia , Prevalência , Pesquisa Qualitativa
5.
Rev. bras. enferm ; 72(supl.1): 80-87, Jan.-Feb. 2019. tab
Artigo em Inglês | LILACS-Express | ID: biblio-990690

RESUMO

ABSTRACT Objective: To verify the application of the Operative Group as a care tool for the workers of Primary Health Care, with a view to the constitution of mental health care at work. Method: Convergent Care Research as a research process and health workers as subjects. The intervention strategy as a proposal to accommodate the mental suffering of the worker was the Operative Group. Results: Two categories emerged: "Evidence of Suffering at Work" and "Group Learning: Group Reception by the Group". Final considerations: The use of the Operative Group has been assertive in providing the subjects with a space for listening to adversities in the work environment and active learning of reality, reflection and confrontation of basic fears, development of a pro-change project through peer and active learning of reality.


RESUMEN Objetivo: Verificar la aplicación del Grupo Operativo como herramienta de cuidado a los trabajadores de la Atención Básica de Salud, con miras a la constitución de asistencia a la salud mental en el trabajo. Método: Investigación Convergente-Asistencial como proceso de investigación, y trabajadores del área de la salud como sujetos. La estrategia de intervención como propuesta de acogida del sufrimiento mental del trabajador fue el Grupo Operativo. Resultados: Se plantearon dos categorías: "Evidencias del sufrimiento en el trabajo" y "Aprendizaje en grupo: acogida del grupo por el grupo". Consideraciones finales: El uso del Grupo Operativo demostró ser asertivo al proporcionar a los sujetos un espacio de escucha de las adversidades ocurridas en el ambiente laboral y aprendizaje activo de la realidad, reflexión y enfrentamiento de los miedos básicos; además, el desarrollo de un proyecto pro-cambio por medio de la cooperación entre los pares y el aprendizaje activo de la realidad.


RESUMO Objetivo: Verificar a aplicação do Grupo Operativo como ferramenta de cuidado aos trabalhadores da Atenção Básica em saúde, com vista à constituição de assistência à saúde mental no trabalho. Método: Pesquisa Convergente-Assistencial como processo de investigação e trabalhadores da área da saúde como sujeitos. A estratégia de intervenção como proposta de acolhimento do sofrimento mental do trabalhador foi o Grupo Operativo. Resultados: Emergiram duas categorias: "Evidências do sofrimento no trabalho" e "Aprendizagem em grupo: acolhimento do grupo pelo grupo". Considerações finais: O uso do Grupo Operativo demonstrou ser assertivo ao proporcionar aos sujeitos um espaço de escuta das adversidades ocorridas no ambiente laboral e aprendizagem ativa da realidade, reflexão e enfrentamento dos medos básicos, desenvolvimento de um projeto pró-mudança por meio da cooperação entre os pares e aprendizagem ativa da realidade.

6.
Rev. enferm. UFPE on line ; 13(1): 40-50, jan. 2019. ilus, tab
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1006010

RESUMO

Objetivo: determinar os fatores associados à dependência da nicotina em relação às morbidades cardiovasculares e ao comportamento do sono. Método: trata-se de um estudo quantitativo, caso-controle, observacional com amostra de 323 indivíduos fumantes (caso) e 322 não fumantes (controle). Aplicou-se questionário semiestruturado com dados sociodemográficos e Fagerström Test For Nicotine Dependence (FTND). Resultados: apresentaram-se menores escolaridade e renda pelo grupo-caso quando comparado ao controle. Associou-se positivamente, na análise múltipla, o grupo-caso com as variáveis ≤8 anos de estudo, não possuir religião, diagnóstico de doença isquêmica do coração, dificuldades para dormir por ronco ou tosse mais que duas vezes na semana e não adormecer em 30 minutos também mais que duas vezes na semana. Associou-se negativamente o grupo-caso com a cor de pele/raça branca e o índice de massa corporal ≥30. Conclusão: conclui-se que indivíduos com dependência nicotínica apresentaram maior chance de doença isquêmica do coração e distúrbios no comportamento do sono na população estudada. Reforça-se a importância de maior atenção aos fatores de risco relacionados à dependência da nicotínica, que potencializam agravos crônicos à saúde e devem ser considerados na promoção e na prevenção de tais danos.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Sono , Privação do Sono , Condições Sociais , Tabagismo , Perfil de Saúde , Doenças Cardiovasculares , Saúde Pública , Fatores de Risco , Dados Demográficos , Fumantes , Estudos de Casos e Controles
7.
SMAD, Rev. eletrônica saúde mental alcool drog ; 15(1): 23-31, jan.-mar. 2019. tab
Artigo em Português | LILACS, Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: biblio-1004530

RESUMO

OBJETIVO: estimar prevalência e fatores associados ao transtorno mental comum em moradores de um assentamento rural. MÉTODOS: estudo transversal realizado em 162 residentes de assentamento localizado na região Centro-Oeste do Brasil. Foi aplicado questionário semiestruturado, a probabilidade de transtorno mental comum obtida através do Self-Reporting Questionnaire (SRQ-20) e a funcionalidade familiar foi avaliada pelo instrumento APGAR de Família. Os dados foram analisados no programa STATA. RESULTADOS: a prevalência de probabilidade de transtorno mental comum foi estimada com intervalo de confiança de 95%. Foi utilizada a análise de regressão de Poisson com variância robusta para avaliar a associação entre transtorno mental comum e potenciais preditores. A prevalência de possibilidade de transtorno mental foi de 24,1%. As variáveis "sexo feminino", "exposição à violência" e "uso de hipnóticos/sedativos" foram associadas. CONCLUSÃO: verificou-se que tais preditores devem ser considerados na atenção à saúde dessa população, no que tange às práticas de prevenção e promoção da saúde, além de refletir a necessidade de articulação de políticas públicas que aproximem a população rural e o setor saúde, independentemente de barreiras territoriais.


OBJECTIVE: to estimate prevalence and factors associated with common mental disorder in rural settlement dwellers. METHODS: a cross-sectional study was carried out in 162 settlement residents located in the Center-West region of Brazil. A semi-structured questionnaire was used, the probability of common mental disorder obtained through the Self-Reporting Questionnaire (SRQ-20) and family functionality was assessed by the Family APGAR instrument. The data were analyzed in the STATA program. RESULTS: the prevalence of probability of common mental disorder was estimated with a 95% confidence interval. Poisson regression analysis with robust variance was used to evaluate the association between common mental disorder and potential predictors. The prevalence of the possibility of mental disorder was 24.1%. The variables "female sex", "exposure to violence" and "use of hypnotics / sedatives" were associated. CONCLUSION: it was verified that such predictors should be considered in the health care of this population, regarding health prevention and promotion practices, in addition to reflecting the need for articulation of public policies that approximate the rural population and the health sector, regardless of territorial barriers.


OBJETIVO: estimar prevalencia y factores asociados al trastorno mental común en moradores de un asentamiento rural. MÉTODO: estudio transversal realizado en 162 residentes de asentamiento localizado en la región Centro-Oeste de Brasil. Se aplicó un cuestionario semiestructurado, la probabilidad de trastorno mental común obtenida a través del Self-Reporting Questionnaire (SRQ-20) y la funcionalidad familiar fue evaluada por el instrumento APGAR de Familia. Los datos se analizaron en el programa STATA. RESULTADOS: la prevalencia de la probabilidad de trastorno mental común fue estimada con un intervalo de confianza del 95%. Se utilizó el análisis de regresión de Poisson con varianza robusta para evaluar la asociación entre el trastorno mental común y los potenciales predictores. La prevalencia de trastorno mental fue de 24,1%. Las variables "sexo femenino", "exposición a la violencia" y "uso de hipnóticos / sedantes" se asociaron. CONCLUSIÓN: se verificó que tales predictores deben ser considerados en la atención a la salud de esa población, en lo que se refiere a las prácticas de prevención y promoción de la salud, además de reflejar la necesidad de articulación de políticas públicas que acerquen a la población rural y al sector salud, independientemente de las barreras territoriales.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Atenção Primária à Saúde , População Rural , Transtornos Mentais
8.
Rev. enferm. UFPE on line ; 13: [1-11], 2019. ilus, tab, graf
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1052662

RESUMO

Objetivo: sistematizar o conhecimento acerca dos efeitos do trabalho em turnos no estado nutricional e comportamento alimentar em trabalhadores em turnos. Método: trata-se de um estudo bibliográfico, tipo revisão Integrativa da literatura, com coleta em dupla nas bases de dados MEDLINE, Web of Science e Science Direct aplicando-se os descritores controlados em saúde: "Shift Work Schedule" and "Nutritional Status" and "Feeding Behavior", para trabalhos publicados entre 2014 e 2019. Resultados: encontraram-se seis artigos e se verificou a associação entre trabalho em turnos, sobrepeso/obesidade e hábitos alimentares inadequados. Conclusão: concluiu-se que o excesso de peso e o comportamento alimentar inadequado são fatores de risco para agravos à saúde, e ações de educação nutricional e higiene do sono durante a escala de trabalho são recomendadas para melhorar a qualidade de vida desses trabalhadores.(AU)


Objective: to systematize the knowledge about the effects of shift work on nutritional status and eating behavior in shift workers. Method: this is a bibliographic study, integrative literature review, with double collection in MEDLINE, Web of Science and Science Direct databases applying the controlled descriptors in health: "Shift Work Schedule" and "Nutritional Status" And "Food Behavior", for papers published between 2014 and 2019. Results: six articles were found and the association between shift work, overweight / obesity and inappropriate eating habits was found. Conclusion: it was concluded that overweight and inadequate eating behavior are risk factors for health problems, and nutrition education and sleep hygiene during the work schedule are recommended to improve the quality of life of these workers.(AU)


Objetivo: sistematizar el conocimiento sobre los efectos del trabajo por turnos sobre el estado nutricional y el comportamiento alimentario en los trabajadores por turnos. Método: este es un estudio bibliográfico, tipo de revisión de literatura integradora, con doble recolección en las bases de datos MEDLINE, Web of Science y Science Direct que aplican los descriptores controlados en salud: "Shift Work Schedule" y "Nutritional Status" y "Feeding Behavior", para artículos publicados entre 2014 y 2019. Resultados: se encontraron seis artículos y se encontró la asociación entre el trabajo por turnos, el sobrepeso / obesidad y los hábitos alimenticios inapropiados. Conclusión: se concluyó que el sobrepeso y el comportamiento alimentario inadecuado son factores de riesgo para problemas de salud, y se recomienda la educación nutricional y las acciones de higiene del sueño durante la escala de trabajo para mejorar la calidad de vida de estos trabajadores.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Estado Nutricional , Saúde do Trabalhador , Ritmo Circadiano , Dieta , Comportamento Alimentar , Jornada de Trabalho em Turnos , Privação do Sono , MEDLINE
9.
Cien Saude Colet ; 23(10): 3413-3420, 2018 Oct.
Artigo em Português | MEDLINE | ID: mdl-30365860

RESUMO

The scope of this article is to estimate the prevalence and factors associated with alcohol use during pregnancy. It involved a cross-sectional study in a sample of 361 pregnant women in a reference service for gynecological and prenatal care. The data related to socio-demographic characteristics, alcohol use and potential associated factors were collected through face-to-face interviews. Poisson regression with robust variance was used to identify factors associated with the outcome analyzed. The consumption of alcohol in the sample was 17.7% (95% CI: 95% CI: 14.1% to 22.0%). A history of pre-gestational or gestational diabetes, suicidal ideation and tobacco use in the last 30 days was associated with alcohol use during pregnancy (p < 0.05). The study showed a high prevalence of alcohol use during the current pregnancy and its association with important factors. Actions such as screening for alcohol and advice on problems associated with the use of this substance, especially during the prenatal period, can contribute to effective reduction of alcohol use in pregnant women and related maternal and fetal injuries.


Assuntos
Consumo de Bebidas Alcoólicas/epidemiologia , Programas de Rastreamento/métodos , Complicações na Gravidez/epidemiologia , Adolescente , Adulto , Consumo de Bebidas Alcoólicas/prevenção & controle , Brasil/epidemiologia , Estudos Transversais , Diabetes Gestacional/epidemiologia , Feminino , Maternidades , Humanos , Entrevistas como Assunto , Gravidez , Cuidado Pré-Natal/métodos , Prevalência , Fatores de Risco , Ideação Suicida , Uso de Tabaco/epidemiologia , Adulto Jovem
10.
Rev. enferm. UFPE on line ; 12(9): 2479-2497, set. 2018. ilus, graf, tab
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-995929

RESUMO

Objetivo: apresentar quais instrumentos e técnicas são utilizados em idosos com vistas à melhoria do equilíbrio e da postura. Método: revisão integrativa com pesquisas originais publicadas nos últimos dez anos. Utilizaram-se, para as buscas, os descritores "Aged", "Postural Balance" e "Activities of Daily Living" nas bases de dados LILACS, PubMed/MEDLINE e na biblioteca virtual SciELO. Sintetizaram-se os artigos selecionados após preencherem os critérios de inclusão classificando-os por meio do nível de evidência em um total de 36 estudos. Resultados: identificaram-se 75 instrumentos de avaliação. Destes, o Mini Exame do Estado Mental, a Escala de Equilíbrio de Berg e o Teste Time up and Go foram os mais utilizados e com melhores indicações de seu uso. Conclusão: inúmeros são os instrumentos utilizados para avaliar o equilíbrio e a mobilidade de idosos revelando que apenas um meio de avaliação não é eficaz para avaliar todas as vertentes que envolvem o deficit de equilíbrio. Necessita-se associar dois ou mais instrumentos de avaliação, a fim de proporcionar um resultado mais fidedigno, com vistas a serem traçados objetivos e intervenções adequados na identificação dos fatores de risco e proposição de intervenções preventivas e de promoção à saúde.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Idoso de 80 Anos ou mais , Postura , Acidentes por Quedas/prevenção & controle , Idoso , Atividades Cotidianas , Saúde do Idoso , Fatores de Risco , Equilíbrio Postural , Limitação da Mobilidade , Dinâmica Populacional , Saúde Pública , MEDLINE , Promoção da Saúde
11.
Rev. bras. geriatr. gerontol. (Online) ; 21(4): 488-498, July-Aug. 2018. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-958937

RESUMO

Abstract Objective: this integrative literature review aimed to systematize scientific production regarding the process of aging, mental health, and suicide. Method: the LILACS, MEDLINE, and PubMed databases were used to search for papers published between 2007 and 2017. The final analysis included 34 papers. Result: descriptive North American studies in English were most prevalent. The largest number of papers on the theme was published in 2013. The researchers used questionnaires and interviews as instruments for questions involving aging and suicidal ideation. The papers revealed an association of suicide or suicidal ideation in elderly persons who manifested anxiety, depressive symptoms, depression, physical diseases, low educational and socioeconomic levels, and chronic diseases. Conclusion: this integrative review reinforces the need for investment in public policies and spaces that offer receptiveness, listening, and safety for the aged population, as well as surveys with more robust methodologies to investigate the phenomenon under analysis.AU


Resumo Objetivo: esta revisão integrativa da literatura objetivou sistematizar a produção científica referente ao processo de envelhecimento, saúde mental e suicídio. Método: utilizaram-se as bases de dados LILACS, MEDLINE e PubMed, buscando-se artigos publicados entre os anos de 2007 e 2017. A análise final contou com 34 artigos. Resultados: foram predominantes estudos oriundos da América do Norte em língua inglesa, com abordagem descritiva. O ano de 2013 apresentou maior número de publicações sobre a temática. Os pesquisadores lançam mão de questionários e entrevistas como instrumentos para questões que envolviam o envelhecimento e a ideação suicida. Observou-se, nas publicações, associação do suicídio ou ideação suicida em idosos que manifestaram ansiedade, sintomas depressivos, depressão, doenças físicas, baixa escolaridade, baixo nível socioeconômico e doenças crônicas. Conclusão: Esta revisão integrativa reforça necessidade de investimentos em políticas públicas e espaços que proporcionem acolhimento, escuta e segurança à população idosa, além de pesquisas com metodologias mais robustas para investigação do fenômeno em questão. AU


Assuntos
Humanos , Suicídio , Envelhecimento , Saúde Mental , Saúde Pública
12.
Arq Bras Cir Dig ; 31(2): e1378, 2018.
Artigo em Inglês, Português | MEDLINE | ID: mdl-29972406

RESUMO

BACKGROUND: Bariatric surgery has been an alternative when conservative methods of weight loss fail. Patients undergoing bariatric surgery have an increased risk of up to 6.5% of problems related to alcohol. OBJETIVE: To review the literature about the changes on alcohol consumption in this public. METHOD: Database was accessed from June of 2015 to January of 2016 by searching "bariatric surgery" AND "alcoholism", and their Portuguese equivalents. Science Direct, PubMed, Lilacs and Medline, besides manual search, were searched. To be included, the paper should have been published between 2005-2016 and related to bariatric surgery and alcoholism. Theses, dissertations, unpublished papers, case reports and theoretical studies were excluded. In 2005 there was only one review of change in alcohol metabolism in patients undergoing bariatric surgery. There were no publications in 2006. In 2007, only one study was published, and it did not meet the inclusion criteria. In 2010, there was an increase of 13% in publications and of 20% in 2012, reaching 40% in 2013. CONCLUSION: The prevalence and incidence of alcohol consumption in relation to the postoperative time was six months to three years with higher incidence in men. Roux-en-Y gastric bypass showed greater association with increased alcohol consumption during the postoperative period. This and other studies showed that the pattern of alcohol consumption is important to be faced as a problem in bariatric surgery follow-up.


Assuntos
Consumo de Bebidas Alcoólicas/epidemiologia , Cirurgia Bariátrica , Humanos
13.
Int J STD AIDS ; 29(7): 658-664, 2018 06.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-29393006

RESUMO

The objective of this study was to investigate risk behaviors for sexually transmitted infections (STIs) in noninjecting drug users (NIDUs), using STI diagnosis history as an indicator. A cross-sectional study was conducted in 323 NIDUs of two facilities for alcohol and/or drug dependence treatment in the Goiás State, Central Brazil. All participants were interviewed about risk behaviors and STI history. Multivariable analysis was performed in order to identify predictors of STIs. Adjusted prevalence ratio (APR) with confidence intervals of 95% was obtained using a Poisson regression model. Prevalence of self-reported STIs in the previous 12 months was 25.4% (95% confidence interval [95% CI]: 21.0-30.4%). A multivariable model verified that age (APR: 1.01; 95% CI: 1.00-1.01), sexual contact with partners diagnosed with STIs (APR: 1.27; 95% CI: 1.12-1.45) and injecting drug users (IDUs) (APR: 1.14; 95% CI: 1.14; 95% CI: 1.01-1.31), exchange sex for money and/or drugs (APR: 1.12; 95% CI: 1.02-1.21), and a history of sexual violence (APR: 1.04; 95% CI: 1.04-1.32) were predictors of STIs. Elevated rates of STI history and risk behaviors were observed in NIDUs, supporting the vulnerability of this group for these infections. Public policies and health outreach should be intensified in this population, principally regular STI testing of individuals in treatment for drug dependence and their sexual partners.


Assuntos
Usuários de Drogas/psicologia , Assunção de Riscos , Comportamento Sexual , Doenças Sexualmente Transmissíveis/epidemiologia , Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias/epidemiologia , Adolescente , Adulto , Brasil/epidemiologia , Usuários de Drogas/estatística & dados numéricos , Feminino , Humanos , Drogas Ilícitas , Masculino , Fatores de Risco , Doenças Sexualmente Transmissíveis/diagnóstico , Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias/psicologia
14.
Rev. bras. promoç. saúde (Impr.) ; 31(1): 1-9, 28/02/2018.
Artigo em Inglês, Espanhol, Português | LILACS | ID: biblio-882036

RESUMO

Objetivo: Estimar a prevalência de tabagismo, dependência nicotínica e seus fatores associados em indivíduos submetidos à cirurgia bariátrica. Métodos: Estudo transversal com 303 pacientes bariátricos, realizado entre 2015 e 2016, em Catalão (Goiás). Utilizou-se questionário com variáveis sociodemográficas, condições de saúde e histórico familiar. Como variáveis preditoras para a presente pesquisa, considerou-se ser tabagista atualmente e ter elevada dependência nicotínica, com aglutinação dos níveis elevado e muito elevado de dependência, variáveis coletadas a partir do escore do instrumento Fargeström. Utilizou-se teste qui-quadrado, com valor de p<0,05. Resultados: Encontraram-se 50 pacientes (16,5%; IC95% 12,5-20,8) com consumo de tabaco nos últimos 30 dias. Associaram-se como fatores ao consumo dependente de cigarro: sexo (p<0,003), diagnóstico de ansiedade (p<0,008), histórico familiar de suicídio (p<0,013), dificuldades para dormir (p<0,007) e uso excessivo de álcool (p<0,045), com associação negativa para prática religiosa (p>0,038). Conclusão: A significativa prevalência de tabaco encontrada na população estudada associou-se a fatores como: sexo, comorbidades psíquica (depressão/ansiedade), histórico familiar de suicídio, dificuldade para dormir, e, negativamente, à prática religiosa.


Objective: To estimate the prevalence of tobacco smoking, nicotine dependence and associated factors in individuals submitted to bariatric surgery. Methods: A cross-sectional study with 303 bariatric patients, performed between 2015 and 2016, in Catalão, Goiás State, Brazil. A questionnaire with sociodemographic variables, health conditions and family history was used. Being currently smoker and having high nicotinic dependence, with agglutination of the high and very high levels of dependence, were taken as predictor variables for the present study, variables collected from the Fargeström instrument score. The chi-square test was adopted with a significance level of p<0.05. Results: Tobacco consumption was found in 50 patients (16.5%; CI95% 12.5-20.8) within the past 30 days. The factors associated with tobacco smoking dependence were sex (p<0.003), anxiety diagnosis (p<0.008), family history of suicide (p<0.013), sleeping difficulties (p<0.007) and excessive alcohol use (p<0.045), with a negative correlation with religious practice (p>0.038). Conclusion: The significant prevalence of tobacco smoking found in this study was associated with factors such as sex, psychic comorbidities (depression/anxiety), family history of suicide, sleeping difficulty, and, negatively, with religious practice.


Objetivo: Estimar la prevalencia de tabaquismo, la dependencia de nicotina y sus factores asociados en individuos que realizaron la cirugía bariátrica. Métodos: Estudio transversal con 303 pacientes de cirugía bariátrica realizado entre 2015 y 2016 en Catalão (Goiás). Se utilizó un cuestionario con las variables sociodemográficas, las condiciones de salud y el histórico familiar. Se consideró como variables predictoras para la presente investigación el hecho de fumar tabaco actualmente y tener elevada dependencia de nicotina con aglutinación de los niveles elevado y muy elevado de dependencia que son variables recogidas a partir de la puntuación del instrumento Fargeström. Se utilizó la prueba cui-cuadrado con el valor de p<0,05. Resultados: Se encontró 50 pacientes (16,5%; IC95% 12,5-20,8) con el consumo de tabaco en los últimos 30 días. Se asociaron como factores al consumo dependiente del cigarro: el sexo (p<0,003), el diagnóstico de ansiedad (p<0,008), el histórico familiar de suicidio (p<0,013) las dificultades de dormir (p<0,007) y el uso excesivo de alcohol (p<0,045) con asociación negativa para la práctica religiosa (p>0,038). Conclusión: La prevalencia significativa de tabaco encontrada en la población estudiada estuvo asociada con factores como el sexo, las comorbilidades psíquicas (depresión/ansiedad), el histórico familiar de suicidio, la dificultad de dormir y, negativamente, con la práctica religiosa.


Assuntos
Cirurgia Bariátrica , Fatores de Risco , Tabaco
15.
Cogitare enferm ; 23(3): e54367, 2018. tab
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-984273

RESUMO

Objetivo: apresentar uma análise de dispositivos legais, que sejam norteadores de pesquisas científicas no Brasil quanto à ética, integridade e seus aspectos, em relação às práticas inadequadas de conduta na produção do conhecimento científico. Método: a coleta de dados ocorreu por meio de pesquisa documental, correspondente às publicações de órgãos norteadores de pesquisas científicas, lançadas entre os anos de 2010 e 2017. Resultados: a análise dos dados gerou um quadro de Orientações de Conduta e as Organizações geradoras. As fontes observadas apresentaram documentações diversificadas e concordância, no que diz respeito ao termo má conduta científica. Conclusão: percebeu-se que é necessário esforço por parte das instituições, nas ações preventivas e pedagógicas em relação à produção científica, bem como a padronização das regras de avaliação e de punição em má conduta.


Objetivo: presentar un análisis de dispositivos legales que sean parámetros para investigaciones científicas en Brasil asociados a la ética, la integridad y sus aspectos, en lo que se refiere a prácticas inadecuadas de conducta en la producción del conocimiento científico. Método: se recogieron los datos por medio de investigación documental, correspondiente a las publicaciones de órganos rectores de investigaciones científicas, publicadas entre los años de 2010 y 2017. Resultados: el análisis de los datos generó un cuadro de Orientaciones de Conducta y las Organizaciones generadoras. Las fuentes observadas presentaron documentaciones diversificadas y concordancia acerca del término mala conducta científica. Conclusión: se percibe que es necesario esfuerzo de las instituciones, en las acciones preventivas y pedagógicas en lo que se refiere a la producción científica, así como la estandarización de las reglas de evaluación y de punición en mala conducta.


Objective: To present an analysis of the legal mechanisms that guide scientific research in Brazil in ethics, integrity and its related aspects, regarding misconduct in the production of scientific knowledge. Method: Data was collected through documentary research of publications from regulatory agencies that set the standards for scientific research released in the 2010-2017 period. Results: Data analysis generated a chart of Guidelines of Conduct and the Institutions that generated the records. Despite the differences in the documents of the sources investigated, they all agreed on the term "research misconduct". Conclusion: The institutions should carry out preventive and pedagogical actions targeted to scientific research, as well as promote the standardization of the rules of evaluation and punishment of misconduct.


Assuntos
Plágio , Má Conduta Científica , Direitos Autorais , Ética , Moral
16.
ABCD arq. bras. cir. dig ; 31(2): e1378, 2018. graf
Artigo em Inglês | LILACS-Express | ID: biblio-949228

RESUMO

ABSTRACT Background: Bariatric surgery has been an alternative when conservative methods of weight loss fail. Patients undergoing bariatric surgery have an increased risk of up to 6.5% of problems related to alcohol. Objetive: To review the literature about the changes on alcohol consumption in this public. Method: Database was accessed from June of 2015 to January of 2016 by searching "bariatric surgery" AND "alcoholism", and their Portuguese equivalents. Science Direct, PubMed, Lilacs and Medline, besides manual search, were searched. To be included, the paper should have been published between 2005-2016 and related to bariatric surgery and alcoholism. Theses, dissertations, unpublished papers, case reports and theoretical studies were excluded. In 2005 there was only one review of change in alcohol metabolism in patients undergoing bariatric surgery. There were no publications in 2006. In 2007, only one study was published, and it did not meet the inclusion criteria. In 2010, there was an increase of 13% in publications and of 20% in 2012, reaching 40% in 2013. Conclusion: The prevalence and incidence of alcohol consumption in relation to the postoperative time was six months to three years with higher incidence in men. Roux-en-Y gastric bypass showed greater association with increased alcohol consumption during the postoperative period. This and other studies showed that the pattern of alcohol consumption is important to be faced as a problem in bariatric surgery follow-up.


RESUMO Introdução: A cirurgia bariátrica tem-se mostrado alternativa para o insucesso dos métodos conservadores de emagrecimento. Pacientes submetidos à ela têm aumento do risco de 6,5% de problemas relacionados ao álcool. Objetivo: Realizar revisão integrativa para verificar alteração do consumo de álcool neste público. Método: A base de dados Science Direct, PubMed, Lilacs, Medline e busca manual foram acessadas entre os meses de junho de 2015 a janeiro de 2016 com os descritores "cirurgia bariátrica" e "alcoolismo" e equivalentes em inglês Os critérios de inclusão foram publicações entre junho de 2005 a janeiro de 2016, relacionadas à cirurgia bariátrica e ao consumo de álcool. Foram excluídas teses, dissertações, trabalhos não publicados, relatos de casos e estudos teóricos. Resultado: No ano de 2005 houve somente uma revisão relacionada à alteração do metabolismo do álcool em pacientes submetidos à cirurgia bariátrica. Não houve publicações em 2006. Em 2007, houve uma publicação fora dos critérios deste trabalho. Em 2010 observou-se aumento de publicações em 13% e 20% em 2012, atingindo 40% em 2013. Conclusão: A prevalência e a incidência do consumo de álcool em relação ao tempo de pós-operatório foram de seis meses a três anos com maior incidência em homens. O bypass gástrico em Y-de-Roux apresentou maior associação ao aumento do consumo de álcool durante o pós-operatório. Este e outros estudos mostraram que o consumo de álcool se mostrou importante e deve ser enfrentado como potencial problema no seguimento em longo prazo após operação bariátrica.

17.
Ciênc. Saúde Colet ; 23(10): 3413-3420, Out. 2018. tab
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-974676

RESUMO

Resumo O objetivo deste artigo é estimar a prevalência e os fatores associados ao uso de álcool durante a gestação. Estudo de corte transversal em uma amostra de 361 gestantes de um serviço de referência à assistência ginecológica e pré-natal. Os dados relacionados às características sociodemográficas, uso de álcool e potenciais fatores associados foram coletados por meio de entrevista face a face. Análise de regressão de Poisson com variância robusta foi utilizada para verificar os fatores associados ao desfecho analisado. O consumo de álcool na amostra estudada foi de 17,7% (IC 95%: IC 95%: 14,1-22,0%). Antecedentes de diabetes pré-gestacional ou gestacional, ideação suicida e uso de tabaco nos últimos 30 dias foi associado ao uso de álcool durante a gestação (p < 0,05). O estudo apontou alta prevalência de uso de álcool na gestação atual e a sua associação com importantes fatores. Ações como rastreio para o álcool e aconselhamentos sobre os problemas associados ao uso dessa substância principalmente no pré-natal podem contribuir para redução efetiva ou anulação do seu uso em gestantes e agravos materno-fetais relacionados.


Abstract The scope of this article is to estimate the prevalence and factors associated with alcohol use during pregnancy. It involved a cross-sectional study in a sample of 361 pregnant women in a reference service for gynecological and prenatal care. The data related to socio-demographic characteristics, alcohol use and potential associated factors were collected through face-to-face interviews. Poisson regression with robust variance was used to identify factors associated with the outcome analyzed. The consumption of alcohol in the sample was 17.7% (95% CI: 95% CI: 14.1% to 22.0%). A history of pre-gestational or gestational diabetes, suicidal ideation and tobacco use in the last 30 days was associated with alcohol use during pregnancy (p < 0.05). The study showed a high prevalence of alcohol use during the current pregnancy and its association with important factors. Actions such as screening for alcohol and advice on problems associated with the use of this substance, especially during the prenatal period, can contribute to effective reduction of alcohol use in pregnant women and related maternal and fetal injuries.

18.
Rev Saude Publica ; 51: 100, 2017.
Artigo em Inglês, Português | MEDLINE | ID: mdl-29166444

RESUMO

OBJECTIVE: Investigate patterns and factors associated with tobacco consumption among residents of a rural settlement. METHODS: A cross-sectional study conducted between September and November 2014, with 172 residents of a rural settlement in the Midwest region of Brazil. We analyzed as dependent variables tobacco consumption at some point in life; current tobacco consumption; tobacco abuse; and the high risk of nicotine dependence, with sociodemographic variables associated with tobacco use, and we applied the Alcohol, Smoking, and Substance Involvement Screening Test (ASSIST) and Self-Reporting Questionnaire (SRQ-20). RESULTS: The prevalence of tobacco use in life, current use, tobacco abuse, and high risk of nicotine dependence were 62.2%, 20.9%, 59.8%, and 10.3%, respectively. Advanced age, low education level, evangelical religion, marijuana use, hypnotic or sedative consumption, and male gender were factors associated with smoking patterns in the settlers. CONCLUSIONS: There was a high prevalence of smoking patterns, evidencing the need for public policies on tobacco prevention and control in this population.


Assuntos
População Rural/estatística & dados numéricos , Fumar/epidemiologia , Uso de Tabaco/epidemiologia , Adolescente , Adulto , Brasil/epidemiologia , Estudos Transversais , Feminino , Humanos , Masculino , Prevalência , Fatores de Risco , Fatores Socioeconômicos , Adulto Jovem
19.
Rev. enferm. UFPE on line ; 11(supl.9): 3623-3631, set.2017. ilus, tab
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: bde-33162

RESUMO

Objetivo: descrever os tipos de violência, em diferentes fases da vida, de mulheres que abusam de álcool e outras drogas. Método: estudo qualitativo, descritivo e exploratório, realizado com mulheres em clínica de reabilitação em dependência química. Foram realizadas 31 entrevistas com formulário semiestruturado, gravadas, transcritas na íntegra e analisadas pela técnica de Análise de Conteúdo, na modalidade Análise Temática. Resultados: todas as mulheres sofreram violência na fase adulta e 19 sofreram violência infantil, ocorrendo multiplicidade quanto à natureza da violência e à reincidência de abusos físicos, sexuais e psicológicos. Conclusão: a violência infantil é um precursor do consumo abusivo de drogas, pois eventos estressores facilitam o consumo, aumentando a vulnerabilidade. O abuso de drogas lícitas e ilícitas e a abstinência corroboram o envolvimento em atividades que facilitam a participação em agressões. (AU)


Assuntos
Humanos , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Violência contra a Mulher , Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias , Transtornos Relacionados ao Uso de Álcool , Sobreviventes Adultos de Maus-Tratos Infantis , Vulnerabilidade em Saúde , Violência Doméstica , Violência por Parceiro Íntimo , Epidemiologia Descritiva
20.
Rev. eletrônica enferm ; 19: 1-8, Jan.Dez.2017. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-912355

RESUMO

O objetivo do estudo foi estimar a prevalência de exposição a situações de risco para mortalidade em usuários de álcool e outras drogas, e analisar seus fatores associados. Trata-se de estudo observacional, de corte transversal realizado com indivíduos com transtornos decorrentes do uso e abuso de álcool e outras drogas, segundo diagnóstico médico, que estavam em clínicas particulares de reabilitação e que relataram já terem tido experiências de risco de morte. Foi encontrada a prevalência de exposição ao risco de mortalidade de 45,9%, o que reafirma a seriedade e a complexidade da situação de saúde e social. Associaram-se ao resultado ter transtorno mental grave e doença infecciosa. A saúde mental dessa população demanda, portanto, atenção especial.


The objective of this study was to estimate the prevalence of exposure to mortality risk situations in users of alcohol and other drugs, and analyze its associated factors. A cross-sectional observational study was carried out with individuals with disorders caused by the use and abuse of alcohol and other drugs according to medical diagnosis, who were receiving treatment in private rehabilitation centers and reported having already experienced death risk. A prevalence of 45.9% of exposure to mortality risk was found, which confirms the seriousness and complexity of this health and social situation. The results were associated with severe mental disorders and infectious diseases. Therefore, the mental health of this population requires special care.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adolescente , Adulto , Saúde Mental , Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias/epidemiologia , Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias/mortalidade
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA