Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 4 de 4
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
Br J Radiol ; 96(1144): 20220822, 2023 Mar 01.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-36802974

RESUMO

OBJECTIVE: The purpose of this study is to evaluate the diagnostic performance of MRI parameters to predict adverse maternal peripartum outcomes in pregnant females at high-risk for placenta accreta spectrum (PAS) disorder. METHODS AND MATERIALS: This retrospective study evaluated 60 pregnant females who underwent MRI for placental assessment. MRI studies were reviewed by a radiologist blinded to all clinical data. MRI parameters were compared with five maternal outcomes: severe bleeding, cesarean hysterectomy, prolonged operation time, need for blood transfusion, and need for intensive care unit (ICU) admission. The MRI findings were associated with pathologic and/or intraoperative findings for PAS. RESULTS: The study identified 46 cases of PAS disorder and 16 cases of placenta percreta. The agreement between the radiologist impression of PAS disorder and the intraoperative/histological findings was substantial (0.67, p < 0.001), and almost perfect for the presence of placenta percreta (0.87, p < 0.001). The presence of a placental bulge was highly associated with placenta percreta, with sensitivity of 87.5% and specificity of 90.9%. The MRI signs that associated with more maternal outcomes were myometrial thinning, with significant odds ratio for severe blood loss (20.2), hysterectomy (4.0), need for blood transfusion (4.8) and prolonged surgery time (4.9), and uterine bulging, with significant odds ratio for severe blood loss (11.9), hysterectomy (34.0), ICU admission (5.0), and need for blood transfusion (4.8). CONCLUSION: MRI signs significantly correlated with invasive placenta and were independently associated with adverse maternal outcomes. The presence of a placental bulge was highly accurate in predicting placenta percreta. ADVANCES IN KNOWLEDGE: First study to evaluate the strength of the association between individual MRI signs and five adverse maternal outcomes. Conclusions support published MRI signs associated with placental invasion, especially regarding the value placental bulging in predicting placenta percreta.


Assuntos
Placenta Acreta , Gravidez , Humanos , Feminino , Placenta Acreta/diagnóstico por imagem , Placenta , Estudos Retrospectivos , Miométrio , Histerectomia , Imageamento por Ressonância Magnética/métodos
2.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-285232

RESUMO

A hipertensão arterial é uma das principais causas de morbimortalidade materna e perinatal no Rio Grande do Sul. A maioria dos estudos que avaliaram a exreção urinária de cálcio durante a gestação detectaram uma excreção significativamente menor deste íon em pacientes com pré-eclâmpsia, quando comparadas com gestantes normotensas ou com hipertensão arterial crônica sem pré-eclampsia sobreposta. O objetivo deste estudo foi avaliar a excreção urinária de cálcio em pacientes com distúrbios hipertensivos da gestação...


Assuntos
Feminino , Gravidez , Pré-Eclâmpsia/prevenção & controle , Cálcio/urina , Estudos de Coortes , Pré-Eclâmpsia , Complicações Cardiovasculares na Gravidez
3.
Reprod. clim ; 15(2): 77-81, abr.-jun. 2000. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-289107

RESUMO

A menorragia é um problema ginecológico comum em adolescentes. Os dois primeiros anos pós-menarca geralmente säo anovulatórios e a maioria dos casos de sangramento excessiva resulta da imaturidade do eixo hipotálamo-hipófise-ovário. Entretanto, o diagnóstico diferencial deve incluir coagulopatias, tireoidopatias e Síndrome de Ovários Policísticos, entre outros. A fisiopatologia do sangramento excessivo ainda näo está bem definida mas acredita-se que alteraçöes hemostáticas e hormonais estejam envolvidas. Para o diagnóstico da etiologia da menorragia, a história menstrual e a idade ginecológica (tempo decorrido desde a menarca) säo fundamentais. Um hemograma e uma ecografia transvaginal podem auxiliar bastante. O tratamento pode variar desde a tranqüilizaçäo e acompanhamento da adolescente, até a terapia medicamentosa agressiva. O tratamento cirúrgico é incomum


Assuntos
Adolescente , Humanos , Feminino , Adolescente , Anovulação/complicações , Menorragia/diagnóstico , Menorragia/tratamento farmacológico , Menorragia/etiologia , Menorragia/fisiopatologia , Menorragia/terapia , Transtornos da Coagulação Sanguínea/complicações , Hemorragia Uterina/diagnóstico , Hemorragia Uterina/tratamento farmacológico , Hemorragia Uterina/etiologia , Hemorragia Uterina/fisiopatologia , Hemorragia Uterina/terapia
4.
Rev. ginecol. obstet ; 10(4): 221-6, out.-dez. 1999. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-267776

RESUMO

Na gestacao normal a excrecao urinaria de calcio esta aumentada em relacao a mulheres nao gravidas, no entanto a calciuria encontra-se significativamente diminuida em pacientes com pre-eclampsia e pre-eclampia sobreposta a hipertensao cronica, em comparacao a gestantes com hipertensao transitoria, hipertensao cronica estavel e gravidas normotensas. Varios autores tem sugerido a utilizacao da medida da calciuria para a predicao do desenvolvimento de...


Assuntos
Humanos , Feminino , Gravidez , Cálcio/deficiência , Complicações na Gravidez/diagnóstico , Pré-Eclâmpsia/diagnóstico , Distúrbios do Metabolismo do Cálcio/metabolismo , Hipertensão/diagnóstico , Sensibilidade e Especificidade
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...