Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 40
Filtrar
1.
Cad Saude Publica ; 35(9): e00191518, 2019 Sep 16.
Artigo em Português | MEDLINE | ID: mdl-31531521

RESUMO

Cancer in individuals 0 to 19 years of age is considered rare when compared to incidence in older age brackets, and is estimated at 2% to 3% of all malignant tumors recorded in Brazil. The use of anthracyclines is frequently associated with cardiotoxicity, and these drugs are part of approximately 60% of treatment protocols in pediatric oncology. Among the existing strategies for the prevention of cardiotoxicity, dexrazoxane obtained favorable results based on intermediate outcomes (biochemical markers and echocardiographic parameters). This study was based on a cost-effectiveness assessment comparing the use of dexrazoxane in different populations, besides an assessment of the budget impact from the technology's potential incorporation. The patient's lifetime was used as the timeline, and the analysis was performed from the perspective of the Brazilian Unified National Health System (SUS). A budget impact analysis was also performed for each technology. After a literature search, a Markov model was developed, capable of comparing the use of dexrazoxane in six profiles of patients at risk of developing cardiotoxicity. Use of the drug in children under 5 years of age proved to be the most cost-effective alternative (incremental cost effectiveness ratio - ICER of BRL 6,156.96), followed by use in all patients (ICER of BRL 58,968.70). If the price decreased to less than BRL 250.00 per vial, the alternative of using the drug in all children would become the most cost-effective. The budget impact at 5 years was BRL 30,622,404.81 for use only in children under 5 years of age. Using the technology in all the children could produce an incremental impact of BRL 94,352,898.77.

2.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-31412986

RESUMO

INTRODUCTION: Acute lymphoblastic leukemia (ALL) is the cancer with the highest incidence in childhood and adolescence, and pharmacotherapy is the primary form of treatment. OBJECTIVE AND METHODS: A systematic review of the efficacy and safety of polyethylene glycol (PEG)-asparaginase in acute lymphoblastic leukemia therapy in children and adolescents was conducted to compare it with native Escherichia coli L-asparaginase. PubMed, Web of Science, Science Direct, Cochrane Library, Scopus, LILACS (Latin American and Caribbean Health Sciences Literature) and EMBASE databases were selected. The following outcomes were analyzed: complete remission of the disease, event-free survival, overall survival, anti-asparaginase antibody level, hypersensitivity reactions, asparaginase and asparagine serum levels, number of postdiagnosis events, and overall mortality. Five randomized controlled trials were included. Analysis of the quality of evidence and risk of bias was performed using the Cochrane recommendation tool and the GRADE system. RESULTS: The assessment results suggest that the level of certainty on the technology addressed is relatively weak from a methodological point of view. Evidence is insufficient to assess the effects on health outcomes because of the limited number and power of studies and important flaws in their design or conduct in classifying PEG-asparaginase as a superior drug or not, in the pharmacotherapy of ALL in children and adolescents. PEG-asparaginase can be used as a substitute for native E. coli L-asparaginase, demonstrating similar efficacy and safety. CONCLUSION: The study may help decision-makers in the public health system to offer a more in-depth judgment on the therapeutic alternatives used to treat this neoplasm in children and adolescents.

3.
Value Health Reg Issues ; 20: 122-128, 2019 Dec.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-31319299

RESUMO

BACKGROUND: Proton radiation therapy offers advantages over photon therapy, assisting with severe side effect avoidance. Pediatric patients with medulloblastoma have demonstrated benefit from this technology in recently published cohort studies. OBJECTIVES: To compare the costs and benefits between proton and photon therapy in treating pediatric medulloblastoma. METHODS: The model was built with a lifetime horizon from the Brazilian health system perspective using a 3% discount rate. A microsimulation model was developed after a literature search, comparing scenarios of equipment life span and number of patients treated per year (50, 100, and 150 patients with 10, 25, and 20 years of equipment life span). The baseline parameters were 50 patients treated annually and 20 years of equipment life span. RESULTS: The quality-adjusted life-year gain was 2.71, and the average incremental cost-effectiveness ratio was $34 590.54 per quality-adjusted life-year. For the willingness-to-pay threshold of 1 gross domestic product per capita, it was observed that the incorporation of the technology would be cost-effective if more than 150 patients were treated per year. The weight of the equipment life span and other variables was limited when it varied in the sensitivity analysis, without significant changes to the model results. CONCLUSIONS: Proton therapy is not cost-effective for pediatric medulloblastoma treatment from the Brazilian health system perspective. The investment is not worth when considering the number of potential patients and the country dimensions.

4.
Rev Panam Salud Publica ; 43: e19, 2019.
Artigo em Português | MEDLINE | ID: mdl-31093243

RESUMO

Objective: To investigate the impact of combined use of fixed and mobile mammography units to rationalize the management of breast cancer screening programs and increase population coverage. Methods: An observational study was performed using agents-based modeling. The model was used to simulate breast cancer screening coverage in a specific region in the state of Rio de Janeiro (região serrana) where 22 fixed mammography units are installed. The number and distribution of fixed and mobile units, as well as the required number of daily exams, were estimated considering a population coverage of 100% and 60% in the region for the 2015-2016 biennium. Results: For the two-year period, a 60% population coverage could be reached with eight mammography units (five fixed and three mobile). Considering a scenario in which 100% of the eligible population would undergo screening, 11 units would be required (seven fixed and four mobile units). The actual coverage in the region for the 2015-2016 biennium was 36.4%, with 22 mammography units performing four exams daily. Conclusions: The present simulation showed that it would be possible to reduce by half the number of mammography units in the region, ensuring 100% coverage. Adding more mobile units would facilitate access by the population from cities without installed mammography units and from rural areas.

5.
Artigo em Português | PAHO-IRIS | ID: phr-49770

RESUMO

[RESUMO]. Objetivo. Investigar o impacto do uso combinado de mamógrafos fixos e móveis para racionalizar a gestão dos programas de rastreamento do câncer de mama, a fim de ampliar a cobertura à população. Métodos. Realizou-se um estudo observacional utilizando um modelo computacional baseado em agentes. O modelo foi utilizado para simular a cobertura por rastreamento do câncer de mama na região serrana do Rio de Janeiro, Brasil, onde existem 22 mamógrafos fixos instalados. Foram estimados o número e a distribuição de mamógrafos fixos e móveis e o número de exames por dia necessário para alcançar uma cobertura de 100% e uma cobertura de 60% da população da região no biênio 2015-2016. Resultados. Para o período de 2 anos, determinou-se que a cobertura de 60% da população seria alcançada com oito mamógrafos, cinco fixos e três móveis. Para um cenário onde 100% da população elegível faria o exame, haveria necessidade de sete mamógrafos fixos e quatro mamógrafos móveis, totalizando 11 equipamentos na região serrana. A cobertura real de mamografia na região para o biênio 2015-2016 foi de 36,4%, com 22 mamógrafos realizando quatro exames por dia. Conclusões. A simulação mostrou que seria possível reduzir pela metade o número de equipamentos existentes na região estudada, garantindo 100% de cobertura. O uso de um maior número de mamógrafos móveis facilitaria o acesso da população nos municípios sem mamógrafos e em áreas rurais.


[ABSTRACT]. Objective. To investigate the impact of combined use of fixed and mobile mammography units to rationalize the management of breast cancer screening programs and increase population coverage. Methods. An observational study was performed using agents-based modeling. The model was used to simulate breast cancer screening coverage in a specific region in the state of Rio de Janeiro (região serrana) where 22 fixed mammography units are installed. The number and distribution of fixed and mobile units, as well as the required number of daily exams, were estimated considering a population coverage of 100% and 60% in the region for the 2015-2016 biennium. Results. For the two-year period, a 60% population coverage could be reached with eight mammography units (five fixed and three mobile). Considering a scenario in which 100% of the eligible population would undergo screening, 11 units would be required (seven fixed and four mobile units). The actual coverage in the region for the 2015-2016 biennium was 36.4%, with 22 mammography units performing four exams daily. Conclusions. The present simulation showed that it would be possible to reduce by half the number of mammography units in the region, ensuring 100% coverage. Adding more mobile units would facilitate access by the population from cities without installed mammography units and from rural areas.


[RESUMEN]. Objetivo. Investigar la repercusión del uso conjunto de mamógrafos fijos y móviles para racionalizar la gestión de los programas de seguimiento del cáncer de mama, con el objeto de ampliar la cobertura de la población. Métodos. Se realizó un estudio de observación con un modelo computacional basado en agentes. El modelo se utilizó para simular la cobertura mediante el seguimiento del cáncer de mama en la región serrana del estado de Rio de Janeiro (Brasil), donde se han instalado 22 mamógrafos fijos. Se estimaron el número y la distribución de mamógrafos fijos y móviles y el número de exámenes por día necesarios para lograr una cobertura de un 100% y de un 60% de la población de la región serrana en el bienio 2015-2016. Resultados. Se determinó que, en el bienio objeto de estudio, se alcanzaría una cobertura de un 60% de la población con ocho mamógrafos (cinco fijos y tres móviles). En un escenario en el cual se haría el examen a un 100% de la población seleccionada, se necesitaría un total de 11 mamógrafos (siete fijos y cuatro móviles) en la región serrana. En el bienio citado, la cobertura real de la mamografía en dicha región fue de 36,4%, con la realización de cuatro exámenes diarios con 22 mamógrafos. Conclusiones. Esta simulación mostró que sería posible reducir a la mitad el número de equipos existentes en la región estudiada y garantizar un 100% de cobertura. El uso de un mayor número de mamógrafos móviles facilitaría el acceso de la población en los municipios carentes de ese equipo y en las zonas rurales.


Assuntos
Mamografia , Neoplasias da Mama , Política Pública , Mamografia , Neoplasias da Mama , Política Pública , Organização e Administração , Mamografia , Neoplasias da Mama
6.
Rev. bras. cancerol ; 65(3)19/09/2019.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1047846

RESUMO

Introdução: Os danos cardiovasculares do rastreamento mamográfico não têm sido objeto de estudo ou preocupações, inclusive na área de cardio-oncologia. O resultado é uma importante lacuna na literatura a despeito de evidências da grande magnitude do sobrediagnóstico e do sobretratamento no rastreamento e sua ligação com aumento da mortalidade cardiovascular. Objetivo: Apresentar e discutir as principais evidências a respeito das causas de aumento de mortalidade cardiovascular associadas ao rastreamento. Método: Foram realizadas buscas sistemáticas na literatura, por meio de quatro estratégias de busca em duas bases de dados (MEDLINE e LILACS), para identificar as causas de aumento de mortalidade cardiovascular potencialmente associadas ao sobrediagnóstico e ao sobretratamento. Para cada uma das estratégias de busca, os resultados tiveram seu nível de evidência atribuídos de acordo com a classificação do Oxford Centre for Evidence-Based Medicine. Resultados: Dois grandes grupos de causas de aumento da mortalidade cardiovascular foram identificados: o primeiro ligado diretamente ao diagnóstico de câncer de mama; e o segundo ao tratamento do câncer de mama, incluindo cirurgia e radioterapia adjuvante. O aumento de mortalidade cardiovascular incluiu diversos subgrupos de causas, tais como infarto agudo do miocárdio, tromboembolismo pulmonar, insuficiência cardíaca, arritmias, doença orovalvar e acidente vascular encefálico. Conclusão: Existem evidências consistentes sobre mortalidade cardiovascular associada ao diagnóstico e ao tratamento do câncer de mama em situações clinicamente compatíveis com o rastreamento. É provável também que essa seja uma das causas mais importantes da mortalidade relacionada ao rastreamento, em especial aquelas associadas ao sobretratamento com radioterapia adjuvante.


Introduction: Cardiovascular harms of mammographic screening have not been the subject of study or concern, including in the cardio-oncology area of. The result is an important gap in literature despite the evidence of great magnitude of overdiagnosis and overtreatment in screening and its association with increased cardiovascular mortality. Objective: Present and discuss the main evidence regarding the causes of increased cardiovascular mortality associated with screening. Method: Systematic searches were performed in the literature through four search strategies in two databases (MEDLINE and LILACS), to identify the causes of increased cardiovascular mortality potentially associated with overdiagnosis and overtreatment. For each one of the search strategies, it was used the classification of the Oxford Centre for Evidence-Based Medicine to assign the level of evidence of the results. Results: Two major groups of causes of increased cardiovascular mortality were identified: the first linked directly to the diagnosis of breast cancer; and the second to the treatment of breast cancer, including surgery and adjuvant radiotherapy. The increase of cardiovascular mortality included several subgroups of causes such as acute myocardial infarction, pulmonary thromboembolism, heart failure, arrhythmias, heart valve disease and stroke. Conclusion: There are consistent evidence about cardiovascular mortality associated with breast cancer diagnosis and treatment in conditions clinically compatible with screening. It is also likely to be one of the most important causes of mortality related to screening, especially those associated with overtreatment with adjuvant radiotherapy.


Introducción: El daño cardiovascular causado por el cribado mamográfico no ha sido objeto de estudio ni de preocupación, incluso en el área de la cardio-oncología. El resultado es una brecha importante en la literatura a pesar de la evidencia de la gran magnitud del sobrediagnóstico y el sobretratamiento en cribado. y su asociación con el aumento de la mortalidad cardiovascular. Objetivo: Presentar y discutir los principales pruebas en las causas del aumento de la mortalidad cardiovascular asociados con la tamización. Método: Se realizaron búsquedas sistemáticas en la literatura a través de cuatro estrategias de búsqueda en dos bases de datos (MEDLINE y LILACS), para identificar las causas del aumento de la mortalidad cardiovascular potencialmente asociadas con el sobrediagnóstico y el sobretratamiento. Para cada una de las estrategias de búsqueda, a los resultados se les asignó su nivel de evidencia de acuerdo con la clasificación del Oxford Centre for Evidence-Based Medicine. Resultados: Se identificaron dos grupos principales de causas de aumento de la mortalidad cardiovascular: el primero relacionado directamente con el diagnóstico de cáncer de mama; y el segundo para el tratamiento del cáncer de mama, incluida la cirugía y la radioterapia adyuvante. El aumento de la mortalidad cardiovascular incluyó varios subgrupos de causas como infarto agudo de miocardio, tromboembolismo pulmonar, insuficiencia cardíaca, arritmias, enfermedad orovalvar y accidente cerebrovascular. Conclusión: Existe evidencia consistente de mortalidad cardiovascular asociada con el diagnóstico y tratamiento del cáncer de mama en condiciones clínicamente compatibles con la tamización. También es probable que sea una de las causas más importantes de mortalidad relacionada con la tamización, especialmente aquellas asociadas con el sobretratamiento con radioterapia adyuvante.


Assuntos
Humanos , Neoplasias da Mama/diagnóstico , Doenças Cardiovasculares/mortalidade , Mamografia , Programas de Rastreamento , Radioterapia Adjuvante
7.
Cad. Saúde Pública (Online) ; 35(9): e00191518, 2019. tab, graf
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-1039419

RESUMO

Resumo: O câncer em indivíduos de 0 a 19 anos é considerado raro, quando comparado à incidência em faixas etárias maiores, sendo estimado entre 2% e 3% de todos os tumores malignos registrados no Brasil. O uso de antraciclinas está frequentemente associado ao aparecimento de cardiotoxicidade e faz parte de aproximadamente 60% dos protocolos terapêuticos em oncologia pediátrica. Dentre as estratégias existentes para a prevenção de cardiotoxicidade, o dexrazoxano obteve resultados favoráveis pautados em desfechos intermediários (marcadores bioquímicos e medidas ecocardiográficas). Foi desenvolvida, neste trabalho, uma avaliação de custo-efetividade que compare o uso do dexrazoxano em diferentes populações, além de uma avaliação do impacto orçamentário causado pela possível incorporação da tecnologia. Foi utilizado o horizonte temporal de toda a vida do paciente e a perspectiva de análise do Sistema Único de Saúde. Uma análise de impacto orçamentário para cada tecnologia também foi construída. Após uma busca na literatura, foi desenvolvido um modelo de Markov capaz de comparar o uso do dexrazoxano em seis perfis de pacientes com risco de desenvolver cardiotoxicidade. Usar o medicamento nas crianças menores de cinco anos de idade se mostrou a alternativa mais custo-efetiva (razão de custo-efetividade incremental - RCEI de R$ 6.156,96), seguida de usar em todos os pacientes (RCEI de R$ 58.968,70). Caso o preço diminua a um valor menor que R$ 250,00 por frasco, a alternativa de usar em todas as crianças se torna a mais custo-efetiva. O impacto orçamentário ao final de cinco anos foi de R$ 30.622.404,81 para uso apenas nas crianças menores de cinco anos. Usar a tecnologia em todas as crianças produziria um impacto incremental de R$ 94.352.898,77.


Abstract: Cancer in individuals 0 to 19 years of age is considered rare when compared to incidence in older age brackets, and is estimated at 2% to 3% of all malignant tumors recorded in Brazil. The use of anthracyclines is frequently associated with cardiotoxicity, and these drugs are part of approximately 60% of treatment protocols in pediatric oncology. Among the existing strategies for the prevention of cardiotoxicity, dexrazoxane obtained favorable results based on intermediate outcomes (biochemical markers and echocardiographic parameters). This study was based on a cost-effectiveness assessment comparing the use of dexrazoxane in different populations, besides an assessment of the budget impact from the technology's potential incorporation. The patient's lifetime was used as the timeline, and the analysis was performed from the perspective of the Brazilian Unified National Health System (SUS). A budget impact analysis was also performed for each technology. After a literature search, a Markov model was developed, capable of comparing the use of dexrazoxane in six profiles of patients at risk of developing cardiotoxicity. Use of the drug in children under 5 years of age proved to be the most cost-effective alternative (incremental cost effectiveness ratio - ICER of BRL 6,156.96), followed by use in all patients (ICER of BRL 58,968.70). If the price decreased to less than BRL 250.00 per vial, the alternative of using the drug in all children would become the most cost-effective. The budget impact at 5 years was BRL 30,622,404.81 for use only in children under 5 years of age. Using the technology in all the children could produce an incremental impact of BRL 94,352,898.77.


Resumen: El cáncer en individuos de 0 a 19 años está considerado raro, cuando se compara la incidencia en franjas etarias mayores, estimándose entre 2% y 3% de todos los tumores malignos registrados en Brasil. El uso antraciclinas está frecuentemente asociado a la aparición de cardiotoxicidad y forma parte de aproximadamente un 60% de los protocolos terapéuticos en oncología pediátrica. Entre las estrategias existentes para la prevención de cardiotoxicidad, el dexrazoxano obtuvo resultados favorables pautados en desenlaces intermedios (marcadores bioquímicos y medidas ecocardiográficas). Se desarrolló en este trabajo, una evaluación de costo efectividad que compare el uso del dexrazoxano en diferentes poblaciones, además de una evaluación del impacto presupuestario causado por la posible incorporación de la tecnología. Se utilizó el horizonte temporal de toda la vida del paciente y la perspectiva de análisis del SUS. También se realizó un análisis del impacto presupuestario para cada tecnología. Tras una búsqueda en la literatura, se desarrolló un modelo de Markov capaz de comparar el uso del dexrazoxano en 6 perfiles de pacientes con riesgo de desarrollar cardiotoxicidad. Usar el medicamento en los niños menores de 5 años de edad se mostró la alternativa más costo-efectiva (relación costo-efectividad incremental - RCEI de BRL 6.156,96), seguido de usarlo en todos los pacientes (RCEI de BRL 58.968,7). En caso de que el precio disminuya a un valor inferior a BRL 250,00 por frasco, la alternativa de usarlo en todos los niños se convierte en la más costo-efectiva. El impacto presupuestario tras 5 años fue de BRL 30.622.404,81 para su uso exclusivo en niños menores de 5 años. Usar esta tecnología en todos los niños, tendría un impacto presupuestario incrementándolo hasta los BRL 94.352.898,77.

8.
Physis (Rio J.) ; 27(1): 127-146, jan.-mar. 2017. tab, graf
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-955469

RESUMO

Resumo A inspeção sanitária de Gerenciamento de Resíduos de Serviços de Saúde (GRSS) carece de metodologia de trabalho padronizada que proporcione bases seguras de avaliação de risco potencial (RP). O objetivo deste trabalho foi propor um instrumento baseado em lógica fuzzy capaz de padronizar a inspeção e gerar indicadores de controle sanitário. O modelo foi desenvolvido com 18 subsistemas relacionados ao GRSS, que resultaram da aglutinação de elementos identificados na inspeção, como aqueles que interferem na avaliação e permeiam todas as etapas do GRSS. A validação do modelo foi realizada em dez unidades de saúde no Rio de Janeiro, de maio a novembro de 2009. Os resultados obtidos no sistema seguiram os diagnósticos realizados pelos especialistas, mostrando a possibilidade de sistematização e racionalização das avaliações de RP. Esse sistema de apoio à decisão torna mais eficiente a gestão e o planejamento de ações na avaliação do RP.


Abstract The sanitary inspection of Health Services Waste Management (HSWM) lacks a standardized work methodology that provides a secure basis for evaluating potential risk (PR). This study aimed to propose an instrument based on fuzzy logic that could standardize inspection and generate indicators of sanitary control. The model was developed with 18 subsystems related to HSWM obtained from the assembly of elements identified in the inspection as those that interfere with the assessment and permeate all stages of HSWM. The validation of the model was conducted in 10 health establishments in Rio de Janeiro between May to November 2009. The results obtained by this model were consistent with the diagnoses made by experts and clearly indicated the possibility of the systematization and rationalization of PR assessments. This decision support system makes management and planning of actions more efficient in PR evaluation.


Assuntos
Humanos , Vigilância Sanitária , Brasil , Saúde Pública , Lógica Fuzzy , Medição de Risco , Inspeção Sanitária , Resíduos de Serviços de Saúde
9.
J. bras. econ. saúde (Impr.) ; 8(3): 174-184, 10/02/2017.
Artigo em Português | LILACS, ECOS | ID: biblio-831844

RESUMO

Objetivos: Resumir os principais pontos da Diretriz de Avaliação Econômica em Saúde (AES) do Ministério da Saúde. Métodos: As diretrizes para AES no Brasil foram desenvolvidas por intermédio de múltiplas rodadas de trabalho iterativas por grupo multidisciplinar de especialistas em economia da saúde e foram submetidas à consulta pública. Resultados: O problema deve ser definido por meio de uma questão de pesquisa estruturada. O estudo pode ser baseado em dados primários ou em modelagem, em que o primeiro aumenta a validade interna dos resultados e o segundo, a capacidade de generalização do estudo. Quando o trabalho for baseado em modelagem e focado em doença crônica, o modelo de Markov pode ser usualmente empregado, quando não houver necessidades que apontem para simulação de eventos discretos (como competição dos indivíduos por recursos escassos) ou modelos de transmissão dinâmica (em vacinação e/ou doenças infecciosas com alta transmissão entre indivíduos). O horizonte temporal preferencial é o de tempo de vida, e a taxa de desconto padrão é de 5% para custo e efetividade. Os custos devem representar a perspectiva do Sistema Único de Saúde (SUS), podendo ser estimados por macrocusteio ou microcusteio. Sempre que possível, os resultados devem ser apresentados no formato de custo por ano de vida salvo ajustado para qualidade, para facilitar comparações com outros estudos. Análises de sensibilidade devem ser extensamente empregadas, de forma a avaliar o impacto da incerteza nos resultados produzidos. Conclusões: Espera-se que, com a padronização da metodologia proposta na Diretriz, a produção de AES no país tenha incremento na sua qualidade e reprodutibilidade.


Objectives: To summarize the main points from the Brazilian's Ministry of Health Economic Evaluations (HEE) guideline. Methods: The guideline was developed through multiple rounds of iterative work, conducted by a multidisciplinary team of specialists in health economics, and where submitted to public consultation. Results: The decision problem should be defined through a structured research question. The study can be either primary data or model-based; in the first case, there is greater internal validity, while the second generates a superior generalizability. When the study is model-based and focused on a chronic disease, a Markov model can be usually employed, except for situations that points towards the need of a discrete event simulation (such as competition of individuals for scarce resources) or a dynamic transition model (for example, vaccination models and infectious diseases with high transmission rates between individuals). The preferred time horizon is the lifetime one, and the default discount rate is 5% for both costs and effectiveness. Costs should represent the Unified Health System (SUS) perspective and can be estimated through either gross-costing or micro-costing. Results should be presented as costs per quality adjusted life years (QALYs) whenever possible, to facilitate comparison with other studies. Sensitivity analyses should be widely employed, in order to evaluate the impact of uncertainty in the results produced by the model. Conclusions: It is expected that, with the standardization proposed in this guideline, the HEE production in Brazil has gains in quality and reproducibility.


Assuntos
Humanos , Análise Custo-Benefício , Economia da Saúde , Avaliação em Saúde , Avaliação da Tecnologia Biomédica
10.
Cad Saude Publica ; 32Suppl 2(Suppl 2): e00189414, 2016 Nov 03.
Artigo em Inglês, Português | MEDLINE | ID: mdl-27828685

RESUMO

This article has two parts. The first discusses the relationship between industry and health interests based on three different but non-mutually exclusive "logics": (a) independent; (b) divergent; and (c) convergent. The second part describes the experience at the Brazilian National Institute of Traumatology and Orthopedics (INTO) with a technology management model. The accumulated expertise in orthopedics at INTO can favor Brazil's domestic medical equipment industry without jeopardizing the country's social health needs. This means directing the production of feasible technologies adapted to the national reality, with a focus on safety and quality, without burdening the public coffers and by overcoming the country's dependency on imported products. The proposal is to promote socioeconomic development through a virtuous circle by attracting reserves and fomenting national competitiveness in domestic and foreign markets while improving social conditions and access to health. Resumo: Este artigo está dividido em duas partes. Na primeira, discute-se como se relacionam os interesses produtivos e a saúde a partir de três "lógicas" ou perspectivas diferentes que não são mutuamente excludentes: (a) independente; (b) divergente e (c) convergente. Na segunda, descreve-se a experiência do Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (INTO) na montagem de um modelo de gestão de tecnologia. O conhecimento internalizado em ortopedia do INTO pode favorecer a indústria nacional de equipamentos médicos sem abandonar as necessidades sociais brasileiras de saúde. Isto é, direcionar a produção de tecnologias viáveis e adaptadas à realidade nacional, com foco em segurança e qualidade, sem onerar os cofres públicos e abandonando a dependência de produtos importados. A proposta é a de promover um desenvolvimento socioeconômico que construa um ciclo virtuoso, por atrair divisas e fomentar a competitividade nacional em mercados internos e externos, melhorando as condições sociais e de acesso à saúde.


Assuntos
Difusão de Inovações , Desenho de Equipamento , Setor de Assistência à Saúde/organização & administração , Inovação Organizacional , Ortopedia/organização & administração , Traumatologia/organização & administração , Academias e Institutos , Brasil , Programas Governamentais , Humanos , Política Pública
11.
Cad. saúde pública ; 32(supl.2): e00189414, 2016.
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-798200

RESUMO

Abstract: This article has two parts. The first discusses the relationship between industry and health interests based on three different but non-mutually exclusive "logics": (a) independent; (b) divergent; and (c) convergent. The second part describes the experience at the Brazilian National Institute of Traumatology and Orthopedics (INTO) with a technology management model. The accumulated expertise in orthopedics at INTO can favor Brazil's domestic medical equipment industry without jeopardizing the country's social health needs. This means directing the production of feasible technologies adapted to the national reality, with a focus on safety and quality, without burdening the public coffers and by overcoming the country's dependency on imported products. The proposal is to promote socioeconomic development through a virtuous circle by attracting reserves and fomenting national competitiveness in domestic and foreign markets while improving social conditions and access to health.


Resumen: Este artículo está dividido en dos partes. En la primera, se discute cómo se relacionan los intereses productivos y la salud, a partir de tres "lógicas" o perspectivas diferentes, que no son mutuamente excluyentes: (a) independiente; (b) divergente; (c) convergente. En la segunda, se describe la experiencia del Instituto Nacional de Traumatología y Ortopedia (INTO) en el montaje de un modelo de gestión de tecnología. El conocimiento internalizado en ortopedia del INTO puede favorecer la industria nacional de equipos médicos, sin abandonar las necesidades sociales brasileñas en salud. Esto es, dirigir la producción de tecnologías viables y adaptadas a la realidad nacional, centrándose en la seguridad y calidad, sin ser onerosos para el erario público y abandonando la dependencia de productos importados. La propuesta es promover un progreso socioeconómico que construya un ciclo virtuoso, con el fin de atraer divisas y fomentar la competitividad nacional en mercados internos y externos, mejorando las condiciones sociales y de acceso a la salud.


Resumo: Este artigo está dividido em duas partes. Na primeira, discute-se como se relacionam os interesses produtivos e a saúde a partir de três "lógicas" ou perspectivas diferentes que não são mutuamente excludentes: (a) independente; (b) divergente e (c) convergente. Na segunda, descreve-se a experiência do Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (INTO) na montagem de um modelo de gestão de tecnologia. O conhecimento internalizado em ortopedia do INTO pode favorecer a indústria nacional de equipamentos médicos sem abandonar as necessidades sociais brasileiras de saúde. Isto é, direcionar a produção de tecnologias viáveis e adaptadas à realidade nacional, com foco em segurança e qualidade, sem onerar os cofres públicos e abandonando a dependência de produtos importados. A proposta é a de promover um desenvolvimento socioeconômico que construa um ciclo virtuoso, por atrair divisas e fomentar a competitividade nacional em mercados internos e externos, melhorando as condições sociais e de acesso à saúde.


Assuntos
Humanos , Difusão de Inovações , Desenho de Equipamento , Setor de Assistência à Saúde/organização & administração , Inovação Organizacional , Ortopedia/organização & administração , Traumatologia/organização & administração , Academias e Institutos , Brasil , Programas Governamentais , Política Pública
12.
Saúde debate ; 39(106): 637-647, jul.-set. 2015. tab, graf
Artigo em Português | LILACS, Repositório RHS | ID: lil-766377

RESUMO

Objetivou-se calcular o índice de rotatividade dos médicos brasileiros. Estudo descritivo, exploratório, quantitativo, realizado por meio de dados secundários, que foram analisados por estatística descritiva. Constatou-se maior índice de rotatividade nas regiões Sudeste e Sul, com médias superiores à nacional (36,7%). A menor média foi evidenciada na região Norte (24,7%). A estratificação por porte populacional aponta para maior rotatividade nos grupamentos de municípios com população entre dez mil e cem mil habitantes; e menor índice nos municípios de grande porte. A rotatividade não pode ser inteiramente compreendida sem que se analise o contexto no qual estão inseridos os profissionais.


The objective was to calculate the turnover rate of Brazilian physicians. Descriptive, exploratory and quantitative study, carried out through secondary data, which were analyzed using descriptive statistics. It is found a higher turnover rate in the Southeast and South regions, with averages higher than the national (36.7%). The lowest average was observed in the North region (24.7%). Stratification by population size indicates higher turnover in the groups of municipalities with a population between ten thousand and one hundred thousand inhabitants; and lower rates in big cities. Turnover cannot be fully understood without examining the context in which professionals are inserted.


Assuntos
Humanos , Mão de Obra em Saúde , Médicos , Emprego , Satisfação no Emprego , Administração de Recursos Humanos , Atenção Primária à Saúde
13.
In. ALASS Asociación Latina Para El Análisis De Los Sistemas De Salud. Actas do XXV Congreso Asociación Latina Para El Análisis De Los Sistemas De Salud. Granada, ALASS, 2014. , mapa, graf, ilus.
Não convencional em Português | LILACS, Repositório RHS | ID: biblio-878746

RESUMO

OBJETIVO: Estimar a necessidade de médicos para a Atenção Primária em Saúde do sistema de saúde brasileiro para os próximos dez anos. MATERIAL E MÉTODO: Estudo ecológico, do tipo séries temporais, de caráter exploratório, prospectivo, desenvolvido por meio de dados secundários A análise se deu no nível municipal (n=5.565) estratificada por porte populacional e região geográfica. Como diferencial, recorreu-se a correção da razão em função da rotatividade médica. CONCLUSÃO: Afirma-se a necessidade de projeção de médicos no intuito de subsidiar o planejamento das políticas públicas de três setores fundamentais: educação, trabalho e saúde. A educação no que compete à criação ou não de vagas nos cursos de medicina; o trabalho, na perspectiva de abertura ou não de novos postos de trabalho médico. Deve-se considerar as necessidades e discrepâncias regionais, já que ainda impera a concentração de cursos e de postos de trabalho médico nas regiões em que a carência desse profissional médico é menor ou inexistente. No que tange ao setor sanitário, é imprescindível que as políticas de educação e de trabalho levem em conta às especificidades epidemiológicas, já que estas é que ditarão as necessidades de médicos, especialmente no que concerne às especialidades.


Assuntos
Humanos , Acesso aos Serviços de Saúde , Médicos/provisão & distribução , Características de Residência , Atenção Primária à Saúde , Sistema Único de Saúde
14.
In. ALASS Asociación Latina Para El Análisis De Los Sistemas De Salud. Actas do XXV Congreso Asociación Latina Para El Análisis De Los Sistemas De Salud. Granada, ALASS, 2014. , mapa, ilus.
Não convencional em Português | LILACS, Repositório RHS | ID: biblio-878753

RESUMO

OBJETIVO: Avaliar a satisfação dos médicos de família com o trabalho na Atenção Primária em Saúde do Brasil por meio da aplicação de uma escala psicométrica. MATERIAL E MÉTODO: Trata-se de estudo descritivo e exploratório, com caráter avaliativo da satisfação de profissionais de saúde com o seu trabalho. Amostra estratificada por cálculo de dimensionamento de população finita com intervalo de confiança de 90% e margem de erro de 6%. Foram entrevistados 711 médicos equivalentes a 1,2% do universo amostral brasileiro de 54.754 médicos ocupados com vínculos empregatícios de 20 horas semanais ou mais em estabelecimentos de APS. CONCLUSÃO: Os resultados sugerem que políticas de melhorias das condições do ambiente de trabalho e das práticas de organização possam ter efeito positivo sobre os níveis de satisfação dos médicos com o seu trabalho na Atenção Primária em Saúde.


Assuntos
Humanos , Mão de Obra em Saúde , Satisfação no Emprego , Médicos , Atenção Primária à Saúde , Sistema Único de Saúde
15.
Cad. saúde pública ; 29(supl.1): s146-s158, Nov. 2013. ilus, graf, tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-690747

RESUMO

Evidências recentes demonstram que respondedores virológicos lentos podem se beneficiar com a extensão do tratamento antiviral. O estudo investigou a adoção desse protocolo diante da coinfecção VHC/HIV. O objetivo foi estudar a relação de custo/efetividade da terapêutica com peguinterferon associado à ribavirina em portadores do genótipo 1 do VHC coinfectados com o HIV, comparando-se a inclusão ou não de respondedores virológicos lentos. Simulou-se por meio de um modelo de Markov a progressão da doença hepática em uma coorte hipotética de mil homens, maiores de 40 anos, considerandose a perspectiva do Sistema Único de Saúde (SUS) e horizonte temporal de 30 anos. A extensão do tratamento para respondedores lentos resultou em uma razão incremental de custo efetividade de R$ 44.171/QALY, valor abaixo do limiar de aceitabilidade proposto pela Organização Mundial da Saúde. A análise de sensibilidade não modificou os resultados alcançados. A inclusão de indivíduos coinfectados VHC/HIV respondedores virológicos lentos no protocolo de tratamento apresenta-se como uma estratégia custo-efetiva para o SUS.


Recent evidence has demonstrated that slow responders may benefit from antiviral treatment in HCV/HIV coinfection. This study aimed to evaluate the cost-effectiveness of HCV treatment in individuals with genotype 1 coinfected with HIV, with peg-interferon in combination with ribavirin, compared to the inclusion (versus non-inclusion) of slow responders. A Markov model was developed that simulated the progression of liver disease in a hypothetical cohort of one thousand men over 40 years of age, considering the Brazilian Unified National Health System (SUS) perspective and a 30-year timeline. The extension of treatment to slow responders provided a 60% increase in the number of individuals who eliminated HCV and an incremental cost-effectiveness ratio of 44,171 BRL/QALY, below the acceptability threshold proposed by World Health Organization. Sensitivity analysis did not alter the results. The inclusion of HCV/ HIV-coinfected slow virologic responders in the treatment protocol is shown to be a cost-effective strategy for the SUS.


La evidencia reciente ha demostrado que los individuos con respuesta virológica lenta pueden beneficiarse de una extensión del tratamiento antiviral. El estudio investigó la adopción de este protocolo antes de la coinfección por VHC/HIV. El objetivo fue estudiar la relación coste-efectividad de la terapia con peginterferon asociado con ribavirina en pacientes con genotipo 1 del VHC, coinfectados por el HIV respondedores virológicos lentos. Se simula mediante un modelo de Markov la progresión de la enfermedad hepática en una cohorte hipotética de un millar de hombres, más de 40, teniendo en cuenta la perspectiva del Sistema Único de Salud (SUS) y un horizonte temporal de 30 años. El grado de tratamiento a los respondedores lentos dio lugar a un incremento de coste-efectividad de R$ 44.171/QALY, por debajo del umbral de aceptabilidad propuesto por la Organización Mundial de la Salud. El análisis de sensibilidad no modificó los resultados. La inclusión de los individuos coinfectados y con respuesta virológica lenta en el protocolo de tratamiento se presenta como una estrategia económica para el SUS.


Assuntos
Adulto , Humanos , Masculino , Antivirais/administração & dosagem , Infecções por HIV , Hepatite C Crônica/tratamento farmacológico , Interferon-alfa/administração & dosagem , Polietilenoglicóis/administração & dosagem , Ribavirina/administração & dosagem , Antivirais/economia , Coinfecção , Análise Custo-Benefício , Quimioterapia Combinada/economia , Interferon-alfa/economia , Polietilenoglicóis/economia , Proteínas Recombinantes/administração & dosagem , Proteínas Recombinantes/economia , Ribavirina/economia
16.
Physis (Rio J.) ; 23(3): 925-950, jul.-set. 2013. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS, Repositório RHS | ID: lil-690131

RESUMO

A revisão integrativa da literatura objetivou levantar o estado atual do conhecimento sobre modelos econométricos de projeção da força de trabalho no Brasil e identificar o mais apropriado para aplicação no âmbito da Atenção Primária em Saúde. A busca se deu a partir de diversas fontes: bases de dados eletrônicas, revistas, anais de congressos, referência cruzada e Plataforma Lattes, por meio de descritores e palavras-chave. A amostra foi constituída de nove publicações, as quais foram lidas, resumidas e analisadas. Os resultados apontam o uso de seis métodos de estimativa de recursos humanos distintos, porém em sua maioria as metodologias propõem cálculos preditivos para o dimensionamento de pessoal com vistas à alocação/realocação imediata de profissionais. Ressalta-se a impossibilidade de definir o melhor modelo econométrico para a projeção de recursos humanos em saúde na Atenção Primária, em virtude do pequeno número de publicações nacionais relativas ao tema, nas quais não se obteve homogeneidade, embora se verifique maior preocupação com a alocação da força de trabalho em saúde, mormente no âmbito hospitalar.


The integrative literature review aimed to raise the current state of knowledge on econometric models of projection of the labor force in Brazil and to identify the most suitable for application in Primary Health Care. The search was conducted in several sources: electronic databases, journals, conference proceedings, cross-reference and Plataforma Lattes, through descriptors and key words. The sample consisted of nine publications, which were read, summarized and analyzed. The results indicate the use of six methods to estimate labor force, but most of the methodologies propose predictive calculations for staff sizing with a view to the immediate allocation / reallocation of professionals. It emphasizes the impossibility of defining the best econometric model for the projection of health manpower in primary health care, due to the small number of national publications on the subject, which showed no homogeneity, although they display a greater concern with the allocation of health manpower, especially in hospitals.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Emprego , Mão de Obra em Saúde , Modelos Econométricos , Estatística como Assunto , Agenda de Pesquisa em Saúde , Necessidades e Demandas de Serviços de Saúde , Indicadores Básicos de Saúde , Downsizing Organizacional , Atenção Primária à Saúde
17.
Cad Saude Publica ; 29 Suppl 1: S146-58, 2013 Nov.
Artigo em Português | MEDLINE | ID: mdl-25402243

RESUMO

Recent evidence has demonstrated that slow responders may benefit from antiviral treatment in HCV/HIV coinfection. This study aimed to evaluate the cost-effectiveness of HCV treatment in individuals with genotype 1 coinfected with HIV, with peg-interferon in combination with ribavirin, compared to the inclusion (versus non-inclusion) of slow responders. A Markov model was developed that simulated the progression of liver disease in a hypothetical cohort of one thousand men over 40 years of age, considering the Brazilian Unified National Health System (SUS) perspective and a 30-year timeline. The extension of treatment to slow responders provided a 60% increase in the number of individuals who eliminated HCV and an incremental cost-effectiveness ratio of 44,171 BRL/QALY, below the acceptability threshold proposed by World Health Organization. Sensitivity analysis did not alter the results. The inclusion of HCV/ HIV-coinfected slow virologic responders in the treatment protocol is shown to be a cost-effective strategy for the SUS.


Assuntos
Antivirais/administração & dosagem , Infecções por HIV , Hepatite C Crônica/tratamento farmacológico , Interferon-alfa/administração & dosagem , Polietilenoglicóis/administração & dosagem , Ribavirina/administração & dosagem , Adulto , Antivirais/economia , Coinfecção , Análise Custo-Benefício , Quimioterapia Combinada/economia , Humanos , Interferon-alfa/economia , Masculino , Polietilenoglicóis/economia , Proteínas Recombinantes/administração & dosagem , Proteínas Recombinantes/economia , Ribavirina/economia
18.
Physis (Rio J.) ; 23(4): 1123-1146, 2013. tab
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: lil-702588

RESUMO

O objetivo deste estudo foi caracterizar os acidentes de motocicletas ocorridos no município de Paranavaí-PR, em 2007, com enfoque nos custos decorrentes das vítimas que necessitaram de internação, na perspectiva do Sistema Único de Saúde e para o seguro obrigatório que cobre danos pessoais causados por veículos automotores de via terrestre, o DPVAT. Compôs-se de um estudo baseado em buscas e análises das bases de dados do Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma e Emergência, do DPVAT e do Sistema de Informações sobre Internações do SUS. A população constou de 655 vítimas (440 homens e 215 mulheres), média de 29,5 anos, sendo que 598 (91,3%) saíram lesionadas e 11 (1,7%) morreram. A frequência da internação hospitalar foi, em média, de 27%. As internações pelo DPVAT corresponderam a 82% dos custos, sendo que o custo médio foi de R$ 1.608,60 e as internações do SUS, 18%, com custo médio de R$ 450,44 por AIH e de R$ 596,37 por paciente. O custo médio da internação dos acidentes analisados foi de R$ 1.321,00, sendo que o custo é maior quanto mais grave é o acidente. Estes são indicativos claros da necessidade de adotar políticas públicas que priorizem a aplicação dos recursos financeiros e humanos na redução dos acidentes e da sua gravidade.


This study aimed to characterize motorcycle accidents in the city Paranavaí, state of Parana, Brazil, in 2007, focusing in hospital costs, in the perspective of the Brazilian National Health System (the so-called SUS) and for the compulsory insurance that covers personal damages caused by road vehicles (DPVAT). It was based on research and analyses of databases of the Trauma and Emergency Integrated Care (SIATE), of DPVAT and SUS Admissions Information System (SIH-SUS). Population consisted of 655 victims (440 men and 215 women), 29.5 years old on average, 598 (91.3%) got injured and 11 (1.7%) died. The frequency of the hospital admission was, on average, 27%. The admissions by DPVAT corresponded to 82% of costs, and the medium cost was of R$ 1,608.60 and SUS admissions, 18%, with medium cost of R$ 450.44 by AIH and R$ 596.37 by patient. Mean cost of all admissions was R$ 1,321.00, and the cost is higher when the accident is more serious. These clearly indicate the need of adopting public policies that prioritize the application of financial and human resources in the reduction of accidents.

19.
Cien Saude Colet ; 17(1): 215-22, 2012 Jan.
Artigo em Português | MEDLINE | ID: mdl-22218554

RESUMO

A cost-effectiveness analysis was conducted in screening for breast cancer. The use of conventional mammography, digital and magnetic resonance imaging were compared with natural disease history as a baseline. A Markov model projected breast cancer in a group of 100,000 women for a 30 year period, with screening every two years. Four distinct scenarios were modeled: (1) the natural history of breast cancer, as a baseline, (2) conventional film mammography, (3) digital mammography and (4) magnetic resonance imaging. The costs of the scenarios modeled ranged from R$ 194.216,68 for natural history, to R$ 48.614.338,31, for screening with magnetic resonance imaging. The difference in effectiveness between the interventions ranged from 300 to 78.000 years of life gained in the cohort. The ratio of incremental cost-effectiveness in terms of cost per life-year gains, conventional mammographic screening has produced an extra year for R$ 13.573,07. The ICER of magnetic resonance imaging was R$ 2.904.328,88, compared to no screening. In conclusion, it is more cost-effective to perform the screening with conventional mammography than other technological interventions.


Assuntos
Neoplasias da Mama/diagnóstico , Neoplasias da Mama/economia , Imagem por Ressonância Magnética/economia , Mamografia/economia , Intensificação de Imagem Radiográfica/economia , Análise Custo-Benefício , Feminino , Humanos
20.
Ciênc. saúde coletiva ; 17(1): 215-222, jan. 2012. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-610673

RESUMO

O objetivo deste trabalho foi realizar análise de custo efetividade da intervenção das mamografias convencional e digital e da ressonância magnética no rastreamento de câncer de mama, comparando com o não rastreamento. Foi construído um modelo markoviano, numa uma coorte hipotética de 100 mil mulheres com rastreamento bianual, cuja linha de base é a história natural da doença. Modelaram-se quatro cenários distintos: (1) a história natural do câncer de mama como linha de base; (2) mamografia com filme convencional; (3) mamografia digital e (4) e ressonância magnética. Os custos dos cenários modelados variaram desde R$ 194.216,68 para a história natural, até R$ 48.614.338,31 para o rastreamento com ressonância magnética. As diferenças de efetividade entre as intervenções variaram de 300 até 78.000 anos de vida ganhos, na coorte de 100 mil mulheres. Em relação à Razão de Custo-Efetividade Incremental, em termos de custo por ano de vida ganhos, a estratégia do rastreamento mamográfico convencional produziu um ano extra por R$ 13.573,07. A Razão de Custo Efetividade Incremental (ICER) da ressonância magnética foi de R$ 2.904.328,88 em relação ao não rastreamento. O estudo mostrou que é mais custo-efetivo realizar o rastreamento com a mamografia convencional do que as outras tecnologias de intervenção.


A cost-effectiveness analysis was conducted in screening for breast cancer. The use of conventional mammography, digital and magnetic resonance imaging were compared with natural disease history as a baseline. A Markov model projected breast cancer in a group of 100,000 women for a 30 year period, with screening every two years. Four distinct scenarios were modeled: (1) the natural history of breast cancer, as a baseline, (2) conventional film mammography, (3) digital mammography and (4) magnetic resonance imaging. The costs of the scenarios modeled ranged from R$ 194.216,68 for natural history, to R$ 48.614.338,31, for screening with magnetic resonance imaging. The difference in effectiveness between the interventions ranged from 300 to 78.000 years of life gained in the cohort. The ratio of incremental cost-effectiveness in terms of cost per life-year gains, conventional mammographic screening has produced an extra year for R$ 13.573,07. The ICER of magnetic resonance imaging was R$ 2.904.328,88, compared to no screening. In conclusion, it is more cost-effective to perform the screening with conventional mammography than other technological interventions.


Assuntos
Feminino , Humanos , Neoplasias da Mama/diagnóstico , Neoplasias da Mama/economia , Imagem por Ressonância Magnética/economia , Mamografia/economia , Intensificação de Imagem Radiográfica/economia , Análise Custo-Benefício
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA