Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 14 de 14
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
2.
Rev. bras. cir. plást ; 33(2): 251-257, abr.-jun. 2018. ilus, tab
Artigo em Inglês, Português | LILACS | ID: biblio-909426

RESUMO

Introdução: A mamoplastia de aumento é o procedimento cirúrgico estético mais realizado nos EUA e o segundo no Brasil. Simastia é uma de suas possíveis complicações. Esta é definida como o mal posicionamento medial dos implantes mamários, que cruzam a linha média, com perda do sulco intermamário. Métodos: Trabalho tipo série de casos. Duas pacientes foram submetidas à correção de simastia pósmamoplastia de aumento. A via de acesso utilizada foi a incisão inframamária prévia. A correção do sulco intermamário foi realizada por escarificação das superfícies anterior e posterior da cápsula, associada a pontos de adesão com fio monofilamentar não absorvível (4 linhas com 6 pontos cada, compreendendo uma faixa vertical de aproximadamente 4 cm de largura na região pré-esternal). Em um dos casos o implante foi recolocado imediatamente e, no outro, em procedimento realizado 3 meses após. Resultados: Obtivemos um novo sulco intermamário satisfatório, com adequado resultado estético em ambos os casos. Não se observou recorrência após 9 e 11 meses de observação. Conclusões: A abordagem com suturas de adesão para a redefinição do sulco intermamário foi efetiva para o tratamento da simastia pós-mamoplastia de aumento.


Introduction: Augmentation mammoplasty is the most commonly performed esthetic surgical procedure in the United States and second in Brazil. Symmastia is one of its possible complications. This is defined as incorrect medial positioning of the breast implants, which cross the midline, losing the intermammary sulcus. Methods: Work type, series of cases. Two patients underwent symmastia repair after breast augmentation. The access route used was the previous inframammary incision. The repair of the intermammary sulcus was performed by scarification of the anterior and posterior capsule surfaces, associated with adhesion suture with non-absorbable monofilament threat (4 lines with 6 points each, comprising a vertical band of approximately 4 cm wide in the presternal region). In one of the cases, the implant was immediately replaced, and in the other, the procedure was done 3 months later. Results: In both cases, we obtained a new satisfactory intermammary sulcus, with proper esthetic result. No recurrence was observed on follow-ups at 9 and 11 months. Conclusions: The approach with adhesion sutures to redefine the intermammary sulcus was effective in the treatment of symmastia after breast augmentation.


Assuntos
Humanos , Feminino , Adulto , Próteses e Implantes , Suturas , Mama , Doenças Mamárias , Mamoplastia , Complicações Pós-Operatórias , Complicações Pós-Operatórias/cirurgia , Complicações Pós-Operatórias/reabilitação , Próteses e Implantes/efeitos adversos , Suturas/efeitos adversos , Mama/cirurgia , Mama/lesões , Doenças Mamárias/cirurgia , Doenças Mamárias/complicações , Mamoplastia/efeitos adversos , Mamoplastia/métodos
3.
J Surg Res ; 201(1): 235-43, 2016 Mar.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-26850208

RESUMO

BACKGROUND: The playing of video games (VGs) was previously shown to improve surgical skills. This is the first randomized, controlled study to assess the impact of VG genre on the development of basic surgical skills. MATERIALS AND METHODS: Twenty first-year, surgically inexperienced medical students attended a practical course on surgical knots, suturing, and skin-flap technique. Later, they were randomized into four groups: control and/or nongaming (ContG), first-person-shooter game (ShotG), racing game (RaceG), and surgery game (SurgG). All participants had 3 wk of Nintendo Wii training. Surgical and VG performances were assessed by two independent, blinded surgeons who evaluated basal performance (time 0) and performance after 1 wk (time 1) and 3 wk (time 2) of training. RESULTS: The training time of RaceG was longer than that of ShotG and SurgG (P = 0.045). Compared to SurgG and RaceG, VG scores for ShotG improved less between times 0 and 1 (P = 0.010) but more between times 1 and 2 (P = 0.004). Improvement in mean surgical performance scores versus time differed in each VG group (P = 0.011). At time 2, surgical performance scores were significantly higher in ShotG (P = 0.002) and SurgG (P = 0.022) than in ContG. The surgical performance scores of RaceG were not significantly different from the score achieved by ContG (P = 0.279). CONCLUSIONS: Different VG genres may differentially impact the development of surgical skills by medical students. More complex games seem to improve performance even if played less. Although further studies are needed, surgery-related VGs with sufficient complexity and playability could be a feasible adjuvant to improving surgical skills.


Assuntos
Educação de Graduação em Medicina/métodos , Cirurgia Geral/educação , Técnicas de Sutura/educação , Jogos de Vídeo , Adolescente , Competência Clínica , Estudos de Viabilidade , Feminino , Humanos , Masculino , Inquéritos e Questionários , Adulto Jovem
4.
Plast Reconstr Surg Glob Open ; 2(11): e247, 2014 Nov.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-25506530

RESUMO

SUMMARY: Adjuvant treatment planning can change after breast cancer resection and definitive pathological examination. Radiation therapy is often chosen as a supplementary treatment. Rectus abdominis-based muscle flaps are one of the main choices when breast reconstruction plans must be changed from implant-based to autologous methods. We herein report a case in which the patient's own tissue expander capsule was used to repair an abdominal wall defect after muscle-sparing transverse rectus abdominis myocutaneous flap reconstruction.

5.
Rev. bras. cir. plást ; 29(3): 384-389, jul.-sep. 2014. ilus
Artigo em Inglês, Português | LILACS | ID: biblio-728

RESUMO

INTRODUÇÃO: Uma grande evolução ocorreu desde o primeiro registro de transferência de tecido abdominal para reconstrução de mama pós-mastectomia. O retalho baseado em vasos perfurantes da artéria epigástrica inferior (DIEAP flap) apresenta-se com um dos mais recentes desenvolvimentos da área. MÉTODOS: Este artigo analisa fatos importantes na área de reconstrução autóloga da mama utilizando retalhos baseados no abdome, com ênfase nos retalhos microcirúrgicos vascularizados por pedículos perfurantes. RESULTADOS: Na experiência inicial do serviço, pudemos verificar que o retalho se comportou de acordo com a experiência relatada na literatura. CONCLUSÃO: O DIEAP flap apresenta uma possibilidade maior de escultura e ganho volumétrico na mama reconstruída, além de evolução pós-operatória muito positiva.


INTRODUCTION: Great advances have been reported since the first abdominal tissue transfer carried out for breast reconstruction after a mastectomy. The deep inferior epigastric artery perforator (DIEAP) flap is one of the most recent advances in this area. METHODS: In this article, we evaluate the important aspects in the field of autologous breast reconstruction with abdominal-based flaps, with emphasis on microsurgical flaps vascularized by perforating pedicles. RESULTS: During the initial experience of this procedure, we were able to verify that the flap behaved according to what was reported in the literature. CONCLUSION: The DIEAP flap provides a great degree of sculpting and volumetric gain to the reconstructed breast besides allowing a positive postoperative course for the patient.


Assuntos
Humanos , Feminino , Pessoa de Meia-Idade , História do Século XXI , Mama , Estudo Comparativo , Estudos Transversais , Revisão , Procedimentos Cirúrgicos Reconstrutivos , Estudo de Avaliação , Glândulas Mamárias Humanas , Gordura Abdominal , Retalho Perfurante , Retalho Miocutâneo , Mama/cirurgia , Procedimentos Cirúrgicos Reconstrutivos/métodos , Glândulas Mamárias Humanas/cirurgia , Gordura Abdominal/cirurgia , Gordura Abdominal/transplante , Retalho Perfurante/cirurgia , Retalho Perfurante/transplante , Retalho Miocutâneo/cirurgia , Retalho Miocutâneo/transplante
6.
Microsurgery ; 29(8): 603-8, 2009.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-19399882

RESUMO

The aim of this study was to verify the role of the venous drainage system in the pathogenesis of complications in microsurgical head and neck reconstruction. In a nonrandomized cohort study, 52 consecutive cases of complex head and neck microsurgical reconstruction were evaluated. The patients were divided in two groups based on the treatment: the deep (DVDG; n = 30) and superficial (SVDG; n = 22) venous drainage groups. The complications evaluated included vascular obstruction with partial or total loss of the microsurgical flap, inadequate healing (fistulas or suture dehiscence), and infections. The arterial anastomotic site, neoplastic recurrence, use of medications and neoadjuvant radiotherapy, flap selection, tumor histology, smoking/alcoholism, and systemic diseases had no effect on postoperative complications, while the venous component influenced the overall complication rate (chi-square test, P = 0.006). A protective effect was achieved in the DVDG when the overall complication rate was considered--relative risk (RR) 0.65, 95% confidence interval (CI) 0.45-0.94. The recipient vein should be the surgeon's main concern as it influenced the outcomes of patients undergoing complex microsurgical head and neck reconstruction. A protective effect was observed when the internal jugular vein drainage system was used for this purpose.


Assuntos
Cervicoplastia , Neoplasias de Cabeça e Pescoço/cirurgia , Retalhos Cirúrgicos/irrigação sanguínea , Cervicoplastia/efeitos adversos , Estudos de Coortes , Feminino , Humanos , Veias Jugulares , Masculino , Microcirurgia/métodos , Pessoa de Meia-Idade
7.
Acta Cir Bras ; 21(2): 80-6, 2006.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-16583059

RESUMO

PURPOSE: Verify the role of ischemic preconditioning (IPC) in ischemia and reperfusion injury on gracilis muscle of rats. METHODS: Wistar rats (n=30) were distributed in three groups, I/R and IPC groups were subdivided concerning ischemia time. A near-amputation model of the posterior limb was produced by a hip joint level incision, preserving the vascular bundle and the femur bone and ischemia was induced for 2 h and 4 h, G-I 2 h/R (n=6) and G-I 4 h/R (n=6), followed by 1 h of vascular reperfusion. The preconditioned groups, G-PCI 2 h (n=6) and G-PCI 4 h (n=6), were preceded by 3 cycles of 5 min of ischemia followed by 5 min of vascular reperfusion before sustained ischemia. In the Control Group, C-G (n=6) animals were subjected to regional approach. The analysis was done with Light Microscopy (LM). RESULTS: The levels of fibril fragmentation were progressive in the G-I 2 h/R (67% of muscle preservation) and in the G-I 4 h/R (0% of muscle preservation). However in the group of the precondition the lesion degree being in level similar to the group controls in the G-I 2 h/R (100% of muscle preservation) while at G-I 4 h/r occur less protection (67% of muscle preservation). The degree of tissue inflammatory reaction was worst at G-I 4 h/R (0% without inflammation signals) than at G-I 2 h/R (50% without inflammation signals); while in the precondition group G-IPC-2 h (83% without inflammation signals) was better than the G-IPC-4 h (67% without inflammation signals). The vascular stasis was absent only in 17% of the G-I 4 h/R and in 33% of the G-I 2 h/R. In precondition group, however, the vascular stasis was absent in 33% at G-IPC 2 h and absent in 50% at G-IPC 4 h. CONCLUSION: The IPC showed, in an earlier phase, a beneficial role at I/R derived injury on gracilis muscle of rats, as proven for the largest preservation of the fibers muscular, smaller inflammatory reaction and smaller vascular stasis.


Assuntos
Precondicionamento Isquêmico , Músculo Esquelético/irrigação sanguínea , Traumatismo por Reperfusão/prevenção & controle , Animais , Inflamação/fisiopatologia , Masculino , Músculo Esquelético/ultraestrutura , Ratos , Ratos Wistar , Traumatismo por Reperfusão/patologia , Coxa da Perna
8.
Acta cir. bras ; 21(2): 80-86, Mar.-Apr. 2006. ilus, tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-423552

RESUMO

OBJETIVO: Verificar o papel do precondicionamento isquêmico (PCI) na lesão de isquemia e reperfusão (I/R) do músculo grácil de ratos. MÉTODOS: Trinta ratos Wistar foram distribuídos em três grupos, sendo G-I/R e G-PCI subdivididos em relação ao tempo de isquemia. Produziu-se modelo de quase-amputação do membro posterior por meio de uma incisão, preservando o feixe vascular e o osso femoral, induzindo-se isquemia por 2h e 4h, G-I 2h/R (n=6) e G-I 4h/R (n=6), seguida por 1h de reperfusão. Os Grupos Precondicionados, G-PCI 2h (n=6) e G-PCI 4h (n=6), foram precedidos por 3 ciclos de 5min de isquemia seguidos de 5min de reperfusão, antes da isquemia sustentada. No Grupo Controle, G-C (n=6) realizou-se apenas a abordagem regional. As avaliações morfológicas foram realizadas por meio de Microscopia Óptica (MO) para avaliação da desestruturação miofibrilar, processo inflamatório e estase venosa no tecido do músculo grácil. Foram atribuídos escores semi-quantitativos às variáveis estudadas. RESULTADOS: Houve preservação miofibrilar de 76% em G-I2h/R e 0% em G-I4h/R; G-IPC 2h a preservação foi de 100% e de 67% em G-IPC 4h. A reação inflamatória foi mais acentuada em G-I 4h (100% com inflamação) do que em G-I2h (50%);G-IPC 2h apresentou 82% sem inflamação e G-IPC 4h apresentou 67% sem inflamação. A estase vascular esteve ausente em 17% do G-I 4h e em 33% do G-I 2h; em G-IPC 2h esteve ausente em33% e em G-IPC 4h em 50%. CONCLUSÃO: O PCI mostrou, em uma fase inicial, papel benéfico na lesão de I/R no músculo grácil de ratos, comprovado pela maior preservação das fibras musculares, menor reação inflamatória e menor estase venosa.


Assuntos
Animais , Masculino , Ratos , Precondicionamento Isquêmico , Músculo Esquelético/irrigação sanguínea , Traumatismo por Reperfusão/prevenção & controle , Inflamação , Músculo Esquelético/ultraestrutura , Ratos Wistar , Traumatismo por Reperfusão/patologia , Coxa da Perna
9.
Rev. AMRIGS ; 48(3): 182-185, jul.-set. 2004. ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-876147

RESUMO

O tratamento cirúrgico conservador do câncer de laringe e a microcirurgia reparadora têm se mostrado uma combinação eficiente de terapia nos tumores em estágio inicial. A monitorização dos retalhos livres empregados com esse objetivo é problemática em virtude da situação anatômica da reconstrução. O procedimento de monitorização proposto foi utilizado em paciente masculino, 55 anos, branco, tabagista, com tumor de laringe (T4aN1M0, estágio IVa, UICC-2003, CID: C14.1) extensão para hipofaringe. Temos o objetivo de apresentar o relato de caso do emprego de técnica cirúrgica simples para proceder à avaliação de viabilidade do retalho nesse tipo de reparação, que possibilita a monitorização contínua no pós-operatório através da associação da observação clínica e da oximetria de pulso convencional. O resultado inicial da técnica foi bastante interessante, mostrando-se uma alternativa útil no controle pós-operatório, acrescentando uma ferramenta diagnóstica importante na detecção precoce de eventos vasculares oclusivos (AU)


The conservative treatment of laryngeal cancer and reconstructive microsurgery have been shown to be an effective therapy association in early tumors diagnosis. The free-flap monitoring employed with this objective is problematical concerning the anatomical situation of the reconstruction. The proposed monitoring procedure was employed at a male patient, 55yo, white, smoker, with laringeal tumour (T4aN1M0), stage Iva, UICC- 2003, CID:C14.1), with hipofaryngeal extension. We have the objective of present a case report of a simple surgical technique to proceed with the flap viability evaluation of this kind of repair that allows continuous monitoring at post-operative period through the association of clinical observation and conventional pulse oximetry. The early results of the technique were very interesting, showing oneself a usefull alternative of post-operative control, increasing a major diagnostic tool in early detection of occlusive vascular occurence (AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Complicações Pós-Operatórias/prevenção & controle , Procedimentos Cirúrgicos Reconstrutivos/métodos , Laringectomia/reabilitação , Retalhos Cirúrgicos , Neoplasias Laríngeas/cirurgia
10.
Acta cir. bras ; 15(3): 142-145, set. 2000. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-265753

RESUMO

Os autores estudaram as alterações enzimáticas [transaminase oxalo-acética (TGO), creatinofosfoquinase (CPK) e desidrogenase lática (LDH)] decorrentes de isquemia muscular esquelética em ratos submetidos à isquemia de membro inferior por 0, 2, 4 e 6 horas. Vinte e oito ratos Wistar foram divididos em 4 grupos: Grupo I (controle); e Grupos II, III, e IV (isquemia por 2, 4 e 6 horas, respectivamente). Após o período de isquemia, foi coletado sangue do plexo retrocular para análise laboratorial. Os valores obtidos (média +/- desvio padrão) para TGO nos Grupos I, II, III e IV foram, respectivamente: 20,14 +/- 6,76; 59,71 +/- 28,91; 88,28 +/- 11,17 e 123 +/- 52,65 U/l. Para CPK, os valores foram: 67,85 +/- 62,76; 203 +/- 108,71; 237,71 +/- 95,06 e 291,71 +/- 173,19 U/l. Para LDH, obteve-se: 334,14 +/- 117,13; 414,42 +/- 222,47; 526 +/- 234,75 e 427,57 +/- 273,58 U/l. Para análise estatística, utilizou-se o método de ANOVA, seguido do teste t de Bonferroni (p<0,05). Os níveis de TGO foram significativamente superiores nos grupos III e IV quando comparados ao controle. Para CPK, houve distinção significativa entre os grupos IV e I. Os níveis de LDH não se demonstraram estatisticamente diferentes entre os grupos. Os autores concluem que em períodos de isquemia por 2, 4 e 6 horas, a dosagem de LDH não se mostra um parâmetro útil na avaliação de dano muscular esquético. A TGO e CPK tiveram alterações significativas a partir de 4 e 6 horas, respectivamente, mostrando-se úteis na avaliação de isquemia muscular em ratos.


Assuntos
Animais , Ratos , Enzimas/sangue , Isquemia/enzimologia , Músculo Esquelético/enzimologia , Aspartato Aminotransferases/sangue , Creatina Quinase/sangue , L-Lactato Desidrogenase/sangue , Ratos Wistar
14.
Rev. AMRIGS ; 42(4): 187-93, out.-dez. 1998. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-257159

RESUMO

Frequentemente lesões neoplásicas da pálpebra evoluem sem um diagnóstico precoce, atingindo estruturas profundas como o tarso e a conjuntiva. O tratamento destas lesões é baseado na ressecção com margem de segurança adequada, o que muitas vezes leva à perdas palpebrais significativas. Na cirurgia de reconstrução é essencial que todas as estruturas seja substituidas por materiais os mais semelhantes, a fim de que se obtenham resultados funcionais e estéticos satisfatórios. O tarso é uma importante estrutura a ser reconstituída, uma vez que é responsável pela sustentação da pálpebra inferior. Os autores fazem uma revisão de alguns métodos disponíveis atualmente e perspectivas para a substituição do tarso na pálpebra inferior


Assuntos
Humanos , Blefaroplastia , Neoplasias Palpebrais/complicações , Neoplasias Palpebrais/diagnóstico , Neoplasias Palpebrais/cirurgia , Procedimentos Cirúrgicos Reconstrutivos
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...