Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 17 de 17
Filtrar
1.
Rev. Bras. Saúde Mater. Infant. (Online) ; 21(4): 1015-1023, Oct.-Dec. 2021. tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1360721

RESUMO

Abstract Objectives: to identify factors resulting from the correlation between mother-child bonding, environment, and infant motor development (MD). Methods: a cross-sectional study was conducted with 130 mothers/guardians and their infants at risk from 3 to 12 months of age, accompanied in an outpatient clinic follow-up at a public maternity. The data were collected using a form with socioeconomic data, mother/child routine at the hospital and home environments, and three other instruments validated in Brazil: Protocolo de Avaliação do Vínculo Mãe-Filho (Mother-Child Bonding Evaluation Protocol), Affordances in the Home Environment for Motor Development - Infant Scale, and Escala Motora Infantil de Alberta (Alberta Infant Motor Scale). Pearson's chi-square test, Fisher's exact test, and a significance level of 5% was used for the correlation. Results: the data showed a predominance of preterm babies (74.5%), low-income families (86.2%), and domestic opportunities below the adequate (93.8%) for good motor development. Regarding the mother-child bonding, 60% of the mothers showed a strong bonding with their children. A total of 62.3% of the children had typical motor development. Concerning the interaction between variables, statistical significance (p˂0.05) was observed in the correlation between bonding and typical motor development. Conclusion: despite the presence of risk factors, motor development was normal in most of the babies in this study, suggesting that the mother-child bonding favored motor development even with environmental and biological adversities.


Resumo Objetivos: identificar fatores resultantes da correlação vínculo mãe-filho, ambiente e desenvolvimento motor (DM) infantil. Métodos: estudo transversal com 130 mães/responsáveis e seus lactentes de 3 a 12 meses de vida, acompanhados em ambulatório de seguimento de risco de uma maternidade pública. Os dados foram coletados através de ficha contendo dados socioeconômicos e rotina de mãe/filho no ambiente hospitalar e domiciliar, e três outros instrumentos validados no Brasil: Protocolo de Avaliação do Vínculo Mãe-Filho, Affordances in the Home Envirornent for Motor Development - Infant Scale e Escala Motora Infantil de Alberta. Para correlação utilizou-se teste de qui-quadrado de Pearson, exato de Fisher e nível de significância de 5%. Resultados: os dados mostraram predominância de bebês prematuros (74,5%), famílias de baixa renda (86,2%) e com oportunidades domésticas abaixo do adequado (93,8%) para um bom desenvolvimento motor. No que concerne a vinculação, 60% das mães apresentou forte vinculação com seu filho. O desenvolvimento motor de 62,3% das crianças apresentouse típico. Nas interações entre variáveis, observou-se significância estatística (p<0,05) na correlação entre vínculo e desenvolvimento motor típico. Conclusão: apesar dos fatores de risco, o desenvolvimento motor apresentou-se típico na maioria dos bebês desse estudo, sugerindo que a presença de vínculo favoreceu o desenvolvimento motor mesmo com a presença de adversidades ambientais e biológicas.


Assuntos
Humanos , Feminino , Lactente , Recém-Nascido Prematuro , Desenvolvimento Infantil , Fatores de Risco , Relações Mãe-Filho , Destreza Motora , Fatores Socioeconômicos , Brasil , Distribuição de Qui-Quadrado , Estudos Transversais , Estudo Observacional , Comportamento Materno
2.
Rev. enferm. Cent.-Oeste Min ; 10(1): 3955, out. 2020.
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1150296

RESUMO

Objetivo: Compreender como as mães vivenciam o posicionamento canguru, na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal e apreender a percepção sobre as relações de apego com seus bebês mediadas pelo posicionamento canguru. Método: Caráter qualitativo, descritivo e exploratório. Participaram 9 mães maiores de 18 anos com filhos internados em Unidade de Terapia Intensiva Neonatal com idade gestacional igual ou inferior a 30 semanas, que realizaram o posicionamento canguru, pelo menos duas vezes. Foram excluídas mães que já tiveram filhos internados em Unidade de Terapia Intensiva Neonatal, mães de gemelares, com diagnóstico psiquiátrico e usuárias de psicoativos. A coleta aconteceu, por meio do preenchimento de ficha para obtenção de dadossociodemográficos, entrevista semiestruturada antes e após a realização da posição canguru e o diário da participante. O encerramento da coleta deu-se por saturação e foram analisados, conforme Análise de Conteúdo, na modalidade temática. Resultados: Os dados foram agrupados por temas, emergiram as seguintes categorias: maternidade no contexto da Unidade de Terapia Intensiva Neonatal, Interação mãe-bebê, durante a gestação e após o Canguru, Expectativa e realidade materna, em relação ao Canguru. Conclusão: A posição canguru cumpre sua função conforme norma do Ministério da Saúde, tanto para benefícios clínicos para o bebê como para humanização e aumento do apego mãe-bebê.(AU)


Objective: To understand how mothers experience and perceive the attachment relationship with their babies mediated by the kangaroo position in the Neonatal Intensive Care Unit . Method: This is a qualitative, descriptive, and exploratory study. Nine mothers over 18 years of age with children admitted to the Neonatal Intensive Care Unit with gestational age equal to or less than 30 weeks, and who performed the kangaroo positioning at least twice participated in this study. Mothers who already had children hospitalized in the Neonatal Intensive Care Unit, had twins, had a psychiatric diagnosis and used psychoactive drugs were excluded. Data collection took place by filling out a form to obtain sociodemographic data, by performing semi-structured interviews before and after the kangaroo position, and by analyzing the participant's' diaries. The criterion to end data collectionwas saturation and data were analyzed according to Content Analysis. Results: The data were grouped in themes, and divided into the following categories: Maternity in the context of the Neonatal Intensive Care Unit, Mother-baby interaction during pregnancy and after the Kangaroo, Expectation and maternal reality concerning the Kangaroo. Conclusion: the kangaroo position fulfilled its function according to the Ministry of Health standard, both for clinical benefits for the baby and humanization, and increased mother-baby attachment.(AU)


Objetivo: Comprender cómo las madres experimentan la posición canguro en la Unidad de Cuidados Intensivos Neonatales y comprender la percepción de las relaciones de apego con sus bebés por medio de la posición canguro. Método: Cualitativo, descriptivo y exploratorio. Participaron nueve madres mayores de 18 años con hijos ingresados en la Unidad de Cuidados Intensivos Neonatales con edad gestacional igual o menor a 30 semanas, quienes realizaron la posición canguro al menos dos veces. Se excluyeron las madres que ya tenían hijos hospitalizados en la Unidad de Cuidados Intensivos Neonatales, madres con gemelos, con diagnóstico psiquiátrico y consumidoras de psicoactivos. La recogida se realizó mediante las respuestas de un formulario de obtención de datos sociodemográficos, entrevista semiestructurada antes y después de realizar la posición canguro y diario del participante. El cierre de la recolección de datos fue por saturación y se analizaron según Análisis de Contenido, en la modalidad temática. Resultados: Los datos fueron agrupados por temas, surgieron las siguientes categorías: Maternidad en el contexto de la Unidad de Cuidados Intensivos Neonatales, Interacción madre-bebé durante el embarazo y después del Canguro, Expectativa y realidad materna con relación al Canguro. Conclusión: La posición canguro cumple su función según el estándar del Ministerio de Salud, tanto por los beneficios clínicos para el bebé como por la humanización y el aumento del apego madre-bebé(AU)


Assuntos
Recém-Nascido Prematuro , Método Canguru , Cuidados de Enfermagem , Apego ao Objeto
3.
Rev. Paul. Pediatr. (Ed. Port., Online) ; 38: e2018308, 2020. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS-Express | Sec. Est. Saúde SP, LILACS, Sec. Est. Saúde SP | ID: biblio-1136730

RESUMO

ABSTRACT Objective: To investigate how attachment style has been studied in children with chronic disease in the scientific literature, and what repercussions this attachment has on this population. Data sources: An integrative review of the literature was carried out from a survey in the LILACS, MEDLINE and SciELO databases, including original national and international publications in Portuguese, Spanish and English from 2007 to 2018, using the descriptors "apego" and "criança" in the Health Sciences Descriptors (DeCS), and "attachment" and "children" for the Medical Subject Headings (MeSH). Sixteen (16 articles) were obtained for the sample analysis. Data synthesis: The chronic diseases found in the research were neurobehavioral disorders such as attention deficit hyperactivity disorder (ADHD) and autism, childhood obesity, and chronic migraine. The predominant attachment style was insecurity, which could compromise the biopsychosocial development of the child. Conclusions: The type of attachment between child and primary caregiver may be considered a protective or risk factor for child development. Considering this premise, it is important to equip/inform families based on dialogic educational practices, in which professionals create opportunities and means for families to develop their skills and competencies, and acquire resources which meet the child's needs. It is important that this professional helps the family to build secure bases for their child with chronic disease, understanding that the main focus for promoting child development is in the family unit.


RESUMO Objetivo: Investigar, na literatura científica, de que forma o estilo de apego tem sido estudado nas crianças com doença crônica e as repercussões dessa vinculação nessa população. Fonte de dados: Realizou-se uma revisão integrativa da literatura por meio de um levantamento nas bases de dados Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS), Medical Literature Analysis and Retrieval System Online (MEDLINE) e Biblioteca Eletrônica Científica Online (SciELO) incluindo publicações originais nacionais e internacionais, em português, espanhol e inglês, no período de 2007 a 2018, utilizando-se os descritores apego e criança nos Descritores em Ciências da Saúde (DeCS) e attachment e children para o Medical Subject Headings (MeSH). Foi obtida uma amostra de 16 artigos para análise. Síntese dos dados: As doenças crônicas encontradas na pesquisa foram os distúrbios neurocomportamentais, como transtorno do déficit de atenção e hiperatividade (TDAH) e autismo, obesidade infantil e enxaqueca crônica. O estilo de apego predominante foi o inseguro, o que pode comprometer o desenvolvimento biopsicossocial dessa criança. Conclusões: O tipo de vinculação entre criança e cuidador primário pode ser considerado um fator de proteção ou risco para o desenvolvimento infantil. Haja vista essa premissa, é fundamental a instrumentalização das famílias baseada em práticas educativas dialógicas, nas quais os profissionais criam oportunidades e meios para que os familiares desenvolvam suas habilidades e competências e adquiram recursos que atendam às necessidades da criança. É importante que esse profissional auxilie a família a construir bases seguras para a criança com doença crônica, entendendo que é na unidade familiar que está o principal foco de promoção do desenvolvimento infantil.

4.
Estud. Psicol. (Campinas, Online) ; 37: e190045, 2020. tab
Artigo em Inglês | LILACS, Index Psicologia - Periódicos | ID: biblio-1133850

RESUMO

The internalized attachment in childhood has consequences in the adult life, specifically in the marital life, which demands greater closeness, intimacy and interdependence. In this sense, it was analyzed whether the communication, marital adjustment, frequency, intensity and conflict resolution variables discriminate individuals with secure and insecure attachment in heterosexual relationships. It is a quantitative, descriptive and explanatory study. Data from 485 participants were collected in the south of Brazil through the following measures: Experience in Close Relationship, Marital Conflict Scale, Conflict Resolution Behavior Questionnaire, Communication Questionnaire and Revised Dyadic Adjustment Scale. The results of the discriminant analysis indicated that the variables tested characterize secure or insecure attachment. Therefore, the type of attachment is a relevant resource in the assessment of individual and marital functioning. Psychotherapy interventions are discussed considering the relational bias of the attachment theory and the results observed in the scientific literature.


O apego internalizado na infância provoca reflexos na vida adulta, especificamente na conjugalidade, a qual demanda maior proximidade, intimidade e interdependência. Nesse sentido, foi analisado se as variáveis comunicação, ajustamento conjugal, frequência, intensidade e resolução de conflitos discriminam indivíduos com apego seguro e inseguro em relacionamentos heterossexuais. Trata-se de um estudo quantitativo, descritivo e explicativo. Dados de 485 participantes foram coletados no Sul do Brasil por meio das medidas Experience in Close Relationship, Escala de Conflito Conjugal, Conflict Resolution Behavior Questionnaire, Communication Questionnaire e Revised Dyadic Adjustment Scale. Análise discriminante indicou que as variáveis testadas caracterizam apego seguro ou inseguro. Portanto, o tipo de vinculação é um recurso relevante na avaliação do funcionamento individual e conjugal. Intervenções em psicoterapia são discutidas considerando o viés relacional da teoria do apego e os resultados apontados na literatura científica.


Assuntos
Resolução de Problemas , Casamento , Comunicação , Apego ao Objeto
5.
Trends psychiatry psychother. (Impr.) ; 41(1): 69-77, Jan.-Mar. 2019. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1004838

RESUMO

Abstract Objectives To describe the process of translating and adapting the Relationship Scales Questionnaire (RSQ) from English into Brazilian Portuguese and to present the results of its test-retest reliability using the version developed for interview application. Methodology The process was based on the guidelines of the International Society for Pharmaeconomics and Outcomes Research (ISPOR), which propose 10 steps for the translation and cross-cultural adaptation of self-administered instruments. The original authors of the RSQ have agreed to the translation. The interview version was applied to a sample of 43 healthy elders (≥60 years old) enrolled in a primary health care program in the city of Porto Alegre, state of Rio Grande do Sul, southern Brazil, and then reapplied. The scores of the two applications were compared using the paired sample t-test. Results Only 6 of the 30 items required the adaptation of words or expressions to maintain its conceptual and semantic equivalence. The self-administered form of the RSQ posed difficulties for elders due to visual deficiencies and lower education level, both common in this age group, demonstrating a need for the development of a version of the RSQ in a structured interview format. Only the measure for secure attachment presented significant differences after the application of the retest, indicating reliability of the version being proposed. Conclusion Translation of the RSQ is the first step towards the validation of an attachment evaluation instrument for use in the elderly population in Brazil, allowing for future studies on this topic.


Resumo Objetivos Descrever o processo de tradução e adaptação cultural do questionário Relationship Scales Questionnaire (RSQ) do inglês para o português do Brasil e apresentar os resultados de confiabilidade teste-reteste utilizando a versão desenvolvida para aplicação em entrevista. Metodologia O método utilizado teve como diretriz a proposta da International Society for Pharmaeconomics and Outcomes Research (ISPOR), de 10 passos para a tradução e adaptação transcultural de instrumentos autoaplicáveis. Os autores originais do RSQ concordaram com a tradução. A versão para entrevista dirigida foi aplicada em uma amostra de 43 idosos saudáveis (≥60 anos) cadastrados em um programa de atenção primária à saúde na cidade de Porto Alegre, RS, sendo então reaplicada. As pontuações das duas aplicações foram comparadas usando o teste t de Student para amostras pareadas. Resultados Apenas 6 dos 30 itens precisaram de adaptação cultural de palavras ou expressões para manter sua equivalência conceitual e semântica. O formato autoaplicável do RSQ mostrou-se pouco adequado entre idosos, devido à presença comum de déficits visuais e baixa escolaridade, demonstrando a necessidade do desenvolvimento de uma versão do RSQ em formato de entrevista dirigida. Apenas a medida de apego seguro apresentou diferença significativa após a aplicação do reteste, indicando a confiabilidade da versão proposta. Conclusão A tradução do RSQ é o primeiro passo para a validação de um instrumento de avaliação de apego para a população idosa no Brasil, permitindo futuros estudos sobre o tema.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Idoso , Idoso de 80 Anos ou mais , Psicometria/normas , Autorrelato/normas , Relações Interpessoais , Apego ao Objeto , Psicometria/instrumentação , Psicometria/métodos , Tradução , Brasil , Reprodutibilidade dos Testes , Pessoa de Meia-Idade
6.
Cad. Saúde Pública (Online) ; 34(7): e00170717, 2018. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1039373

RESUMO

Abstract: The establishment of the bond between mother and baby in the postpartum period is important for ensuring the physical and psychological health of both. This short communication reports the first phase of the cross-cultural translation and adaptation to the Brazilian context of the Postpartum Bonding Questionnaire (PBQ). Four aspects of equivalence between the original scale and the Portuguese version were evaluated: the conceptual, semantic, operational and item equivalences. Literature review, the study of PBQ history, translation, expert evaluation, back-translation and pretests involving 30 mothers with children aging up to 7 months using a primary healthcare unit were conducted. Each step demonstrated the need for adjustments, which were made during the adaptation process. At the end of the study, a version of PBQ in Brazilian Portuguese equivalent to the original one was obtained, offering promise for national studies on the mother-baby bond, and its influence on health, and for use in health services.


Resumo: O estabelecimento do vínculo entre mãe e bebê no período pós-parto é importante para garantir a saúde física e psicológica de ambos. Esta artigo relata a primeira fase da tradução e adaptação transcultural ao contexto brasileiro do Postpartum Bonding Questionnaire (PBQ). Quatro aspectos de equivalência entre a escala original e a versão em português foram avaliados: as equivalências conceitual, semântica, operacional e de item. Foi realizada revisão de literatura, estudo da história do PBQ, tradução, avaliação por especialistas, retrotradução e pré-testes envolvendo 30 mães com crianças com até sete meses de idade, que utilizaram unidades básicas de saúde. Cada passo demonstrou a necessidade de ajustes, que foram feitos durante o processo de adaptação. Ao final do estudo, obteve-se uma versão do PBQ em português do Brasil equivalente à original, possibilitando estudos nacionais sobre o vínculo mãe-bebê e sua influência na saúde e uso nos serviços de saúde.


Resumen: El establecimiento del vínculo entre la madre y el bebé en el período posparto es importante para garantizar la salud física y psicológica de ambos. Este artículo informa la primera fase de la traducción y adaptación transcultural al contexto brasileño del Postpartum Bonding Questionnaire (PBQ). Se evaluaron cuatro aspectos de la equivalencia entre la escala original y la versión en portugués: las equivalencias conceptuales, semánticas, operacionales y de ítem. Se realizó una revisión de la literatura, el estudio de la historia de PBQ, la traducción, la evaluación de expertos, la retrotraducción y los exámenes previos que involucraron a 30 madres con niños de hasta siete meses que usaban una unidad de salud primaria. Cada paso demostró la necesidad de ajustes, que se realizaron durante el proceso de adaptación. Al final del estudio, se obtuvo una versión de PBQ en portugués de Brasil equivalente a la original, permitiendo estudios nacionales sobre el vínculo madre-bebé, y su influencia en la salud, y para su uso en los servicios de salud.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Recém-Nascido , Lactente , Adulto Jovem , Comparação Transcultural , Inquéritos e Questionários/normas , Período Pós-Parto/psicologia , Relações Mãe-Filho/psicologia , Apego ao Objeto , Psicometria , Semântica , Traduções , Brasil , Mães/psicologia
7.
Rev. med. (Säo Paulo) ; 96(2): 63-72, 2017. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-868053

RESUMO

Introdução: A obesidade apresenta uma incidência elevada e gênese multifatorial, como fatores biológicos, ambientais e psicológicos. Dentre os psicológicos, os conflitos na relação mãe-filha podem contribuir para a gênese da obesidade feminina. Objetivo: O objetivo desse estudo é investigar os padrões relacionais do vínculo mãe-filha envolvidos na obesidade feminina. Materiais e Métodos: Foi realizado estudo transversal, qualitativo, com pacientes obesas do Programa de Cirurgia Bariátrica de um Hospital Escola do Sul de Minas Gerais. Todas possuíam IMC acima de 30kg/m2 e eram maiores de 18 anos. A determinação da amostra foi de 12 pacientes, número suficiente para se atingir a saturação (Field Methods). Foram realizadas as entrevistas não-diretivas, gravadas e transcritas para análise posterior segundo a Metodologia de Análise de Conteúdo de Bardin. Resultados e Discussão: Foram encontradas seis temáticas centrais relacionadas à influência do vínculo mãe-filha sobre a obesidade feminina: comida/fuga/prazer; ganho de peso após a gravidez; superproteção/dominação materna; abandono materno; abuso sexual; insegurança/baixa autoestima/depressão. Conclusão: Foi possível evidenciar uma relação entre conflitos na relação mãe-filha e condições para a gênese da obesidade.


Introduction: Obesity has a high incidence and multifactorial genesis, such as biological, environmental and psychological factors. Among the psychological factors, the conflicts in the mother-daughter bond can contribute to the genesis of female obesity. Objective: The objective of this study is to investigate the relationship patterns of the mother-daughter bond involved in female obesity. Materials and Methods: A cross-sectional, qualitative study with obese patients in the Bariatric Surgery Program in a Hospital in Minas Gerais. All them have had BMI over 30kg / m2 and were older than 18 years of age. The determination of the sample of 12 patients was sufficient for achieving saturation (Field Methods). The interviews were non-directive ones, recorded and transcribed for posterior analysis according to Bardin's content analysis methodology. Results and Discussion: Six main themes were found and related to the influence of the mother-daughter bond on female obesity: Food / escape / pleasure, Overprotection/ Maternal domination, Maternal Abandonment, Sexual abuse, low self-confidence / low self-esteem / depression, weight gain after pregnancy. Conclusion: It was possible to show a significant relationship between conflicts in the mother-daughter relationship and conditions for the genesis of obesity.


Assuntos
Humanos , Feminino , Adulto , Transtornos da Alimentação e da Ingestão de Alimentos/psicologia , Relações Mãe-Filho/psicologia , Obesidade/psicologia , Transtornos da Alimentação e da Ingestão de Alimentos , Obesidade , Psicologia
8.
Divulg. saúde debate ; (54): 15-17, mar. 2016.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-996848

RESUMO

Neste artigo, procurou-se apresentar de forma pormenorizada o conceito de ambiente emocional facilitador do psicanalista Donald W. Winnicott, um autor que chamou a atenção para a importância da provisão ambiental como fator preponderante para a formação da personalidade da criança em seus primeiros anos de vida. Para melhor compreensão de suas ideias, procurou-se apresentar também o que ele entende por saúde e doença, tendo em vista que o caminho do desenvolvimento infantil com saúde e em plenitude se refere a esse ambiente que é mais do que um espaço físico, é todo um clima, uma atmosfera que envolve a qualidade do cuidado oferecido durante o período da primeira infância. Ao final do artigo, é feita a conexão entre o conceito do autor e o seu uso estratégico, em sua passagem para a ideia de princípio orientador de ações pautadas por uma ética do cuidado. Ao se pensar sobre a importância da defesa de políticas públicas cuidadoras, que incorporem no seu modo de fazer práticas alinhadas a esse pensamento, chegou-se a uma definição possível do que passamos a chamar de ambiente facilitador à vida: por sua garantia, em sua defesa, por sua intensidade criativa e plena


In this article, we sought to present in details the concept of facilitating emotional environment from psychoanalyst Donald W. Winnicott, who drew attention to the importance of environmental provision as a key factor to the formation of personality of the child in its first years of life. In order to better understand his ideas, we sought to also present what he understands for health and illness, given that the path of healthy and in plenitude child development refers to such environment which is more than a physical space, it is an entire atmosphere, which involves the quality of the care offered during the period of early childhood. At the end of the article, it is made the connection between the author's concept and its strategic use, in its passage to the idea of guiding principle of actions ruled by an ethics of care. Thinking about the importance of defending caring public policies, which incorporate in their way of doing practices aligned with that thought, we came to a possible definition of what we then called life facilitating environment: for its assurance, in its defense, for its full and creative intensity


Assuntos
Humanos , Cuidado da Criança , Desenvolvimento Infantil , Saúde da Criança , Política de Saúde , Apego ao Objeto
9.
Divulg. saúde debate ; (54): 26-34, mar. 2016.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-996849

RESUMO

Este artigo é a versão escrita das ideias trabalhadas na oficina 'O desenvolvimento emocional do bebê e sua relação com o processo de amamentação' voltada para um grupo de profissionais da área de saúde. Nela, tomamos como premissa discorrer sobre a importância da experiência de amamentação do ponto de vista do desenvolvimento emocional do bebê, procurando demonstrar que esse momento vai além dos aspectos ligados à nutrição e ao desenvolvimento fisiológico do infante. A constituição da subjetividade se funda primordialmente em uma matriz relacional encarnada na díade mãe-bebê, e a amamentação faz parte desse processo. A amamentação é um elemento essencial na composição do ambiente favorável ao desenvolvimento saudável de uma criança


This article is the written version of the ideas developed in the workshop 'O desenvolvimento emocional do bebê e sua relação com o processo de amamentação' focused on a group of health professionals. In it, we take as a premise to discuss the importance of the experience of breastfeeding from the point of view of the emotional development of the baby, trying to demonstrate that such moment goes beyond the aspects concerning the nutrition and physiological development of the infant. The constitution of subjectivity is based primarily on a relational matrix embodied in the mother-infant dyad, and breastfeeding is a part of that process. Breastfeeding is an essential element in the composition of the facilitating environment to the healthy development of a child


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Lactente , Aleitamento Materno , Desenvolvimento Infantil , Promoção da Saúde , Relações Mãe-Filho , Apego ao Objeto
10.
Rev. Bras. Psicoter. (Online) ; 18(3): 1-15, 2016.
Artigo em Português | LILACS, Index Psicologia - Periódicos | ID: biblio-848521

RESUMO

A Teoria do Apego (TA) descreve como os primeiros vínculos de um indivíduo podem moldar as expectativas futuras dele sobre si e sobre o mundo e descreve também formas com as quais a terapia pode remodelar essas expectativas. Apesar de possuir alguns pontos de divergência com ideias freudianas e kleinianas, essa teoria apresenta também muitas convergências com ideias de psicanalistas como Fairbairn e Winnicott. Assim, o objetivo deste artigo é discorrer sobre os preceitos básicos da TA, sobre suas semelhanças e diferenças com outras escolas da psicodinâmica e sobre suas implicações para a psicoterapia de orientação analítica. Nessa última parte, será apresentado um caso que ilustra conceitos dessa teoria.(AU)


Attachment Theory (AT) describes how an individual's first relationships can shape his/her future expectations about his/herself and about others and it also describes how these expectations can be remodeled through psychotherapy. Despite AT may differ from Freudian and Kleinian ideias, this theory also holds similarities with ideas from psychoanalysts as Fairbairn and Winnicott. Therefore, this study aims to discuss basic concepts about AT, similarities and differences regarding AT and other psychodynamic schools and its implications for psychodynamic psychotherapy. During this last part, a clinical case that illustrates AT concepts will be described.(AU)


Assuntos
Relações Mãe-Filho , Apego ao Objeto , Psicoterapia
11.
Rev. APS ; 16(4)dez. 2013.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-718800

RESUMO

Um dos pilares da Estratégia Saúde da Família é o estabelecimento de vínculos, criação de laços de compromisso e co-responsabilidade entre profissionais de saúde e a população. O vínculo refere um relacionamento estreito de confiança. O principal objetivo do presente estudo foi avaliar o vínculo entre usuários e equipes em duas unidades de Saúde da Família, com diferentes modelos de estrutura e organização, em um Município do Estado do Rio de Janeiro. O procedimento metodológico constituiu-se de uma abordagem qualitativa, estudo tipo exploratório-descritivo, com analise de conteúdo temática. Os temas do estudo, identificados como indicadores de vínculo, organizados no roteiro de entrevistas, apresentou as principais categorias de análise: - Serviço de saúde que a família busca; profissional de saúde que procura quando se sente mal; conhecimento dos profissionais da equipe da Estratégia Saúde da Família; dificuldades para atendimentos na Estratégia; satisfação com atendimento que recebe na Estratégia Saúde da Família; participação em atividades coletivas nas Unidades de Saúde da Família. Identificamos nas duas Unidades várias fragilidades, referentes ao vínculo entre os usuários e as equipes de saúde da família. Em relação à Unidade mista, que funciona com um centro de especialidades médicas, podemos destacar que a procura inicial por profissionais especialistas em uma Unidade de Saúde da Família, para atendimento das demandas de saúde, aponta uma maior dificuldade para formação de vínculo.


One of the pillars of the Family Health Strategy is the establishment of links, creating bonds of commitment and co-responsibility between health professionals and the public. This bond refers to a close relationship of trust. The main objective of this study was to evaluate the link between users and staff in two Family Health units, with different structural and organizational models, in a municipality in the State of Rio de Janeiro. The methodological procedure consisted of a qualitative approach, an exploratory descriptive study, using thematic analysis of content. The topics of the study, identified as indicators of bonds, arranged in the interview scripts, presented the main categories of analysis: - The health service that the family seeks; the health professional consulted when feeling ill; professional staff knowledge within the Family Health Strategy; problems with being attended within the Strategy; satisfaction with the care received in the Family Health Strategy; participation in collective activities in the Family Health Units. We identified several weaknesses in the two units, concerning the link between users and family health teams. Regarding the mixed Clinic that operates with a core of medical specialties, we note that the initial outreach for professional specialists in a Family Health Unit, to meet health needs, indicates a major difficulty in forming links.


Assuntos
Estratégia Saúde da Família , Apego ao Objeto , Atenção Primária à Saúde , Garantia da Qualidade dos Cuidados de Saúde , Saúde da Família , Modelos Organizacionais
12.
Rev. enferm. UFPE on line ; 4(4): 1719-1729, out.-dez. 2010. ilus
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1033005

RESUMO

Objetivo: compreender como se dá o estabelecimento ou a manutenção de vínculos afetivos após o diagnóstico desoropositividade para o HIV. Metodologia: estudo descritivo, abordagem qualitativa com base na Teoria dasRepresentações Sociais. A coleta de dados foi realizada por meio de entrevista aberta em profundidade, analisada pelosoftware ALCESTE 4.5. O estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa Pontifícia Universidade Católica de Goiás(0142/05). Resultados: foram distribuídos em dois eixos temáticos com duas classes cada: O Eixo I – Obejetividade,formado pela classe I: Repercussão Somática e Social da Aids e classe II, Aids: Expectativa de Vida ou de Morte; e Eixo II –Subjetividade, formado pelas classes III e IV, respectivamente: O Impasse entre Segredo, Medo e Recusa; e Aids e o Desejode Conviver. Conclusões: os resultados apontam para a existência da formação de laços afetivos por soropositivos, porémfrente ao impacto do diagnóstico essa possibilidade é uma novidade aterrorizante. Posteriormente, há uma adaptação àexperiência de conviver com a infecção, o que também naturaliza a conformidade do sujeito. Assim, a incorporação davivência de se relacionar transcende o adoecer e passa a integrar o cotidiano dessas pessoas.


Assuntos
Masculino , Feminino , Humanos , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Parceiros Sexuais , Psicologia Social , Soropositividade para HIV/psicologia , Síndrome de Imunodeficiência Adquirida , HIV , Epidemiologia , Pesquisa Qualitativa
13.
Rev. méd. Minas Gerais ; 20(2)abr.-maio 2010. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-553640

RESUMO

O objetivo desta pesquisa foi analisar se e como a atividade em grupo contribui para a formação e o fortalecimento de vínculo emocional e se propicia mudança de comportamento dos adolescentes frente à violência. Os sujeitos da pesquisa foram os adolescentes moradores do Aglomerado Morro das Pedras e do Bairro Providência, que frequentavam as oficinas de promoção da saúde e prevenção da violência do Projeto Frutos do Morro, vinculado ao Núcleo de Promoção da Saúde e Paz/DMPS/FM/UFMG. O estudo utilizou a associação de métodos qualitativos: entrevista semiestruturada, grupo focal e observação participante. Durante quatro meses as atividades de três oficinas foram acompanhadas: duas delas desenvolviam atividades reflexivas e a terceira associava atividade reflexiva à prática esportiva do jiu-jitsu. Os resultados revelaram que todas as oficinas observadas contribuem para a formação e o fortalecimento de vínculo emocional entre os participantes. O papel dos coordenadores das oficinas é central nesse processo. Foi possível perceber como os adolescentes têm procurado resolver os conflitos sem o uso da força ou agressão por meio de palavras. A oficina que associa a prática esportiva a atividades reflexivas é a que mostra mais efeitos na prevenção da violência. Destaca-se o fato mencionado pelos adolescentes de que tudo que é produzido nas oficinas é transmitido por eles a outros espaços de sua convivência. Daí, pode-se concluir que a oficina pode ser um recurso de abordagem da violência e que é necessário manter o acompanhamento permanente dos seus efeitos na vida dos adolescentes


The objective of this research was to examine whether and how the group activity contributes to the formation and strengthening of emotional ties and promotes behavior change among adolescents in the face of violence. The research subjects were the adolescents who live in the Aglomerado Morro das Pedras and Bairro Providencia, who attended workshops on health promotion and violence prevention of the Projeto Frutos do Morro (Project Fruits of the Hill l), connected to the Nucleo de Promoção da Saúde e Paz /DMPS/FM/UFMG (Health and Peace Promotion Nucleus). The study used the qualitative methods association: semistructured interviews, focus group, and participating observation. For four months the three workshops activities have been followed up: two have developed reflexive activities and the third have associated the reflexive activities to jiu-jitsu training. The results revealed that all theworkshops under observation contribute for the development and strengthening of the emotional links among the participants. The coordinators role in the workshop is central in this process. It was possible to see how the adolescents have tried to solve the conflicts rather through words without the use of strength or aggression. The workshops that associate sports training to reflexive activities show more effectiveness in violence prevention. It is noteworthy that the adolescents mentioned that all that is produced in the workshops is transmitted by them to other spaces of their life. Thus the conclusion can be that the workshop may be a resource of approach of violence and that it is necessary to keep permanent follow up of its effects on the adolescents´s life


Assuntos
Humanos , Adolescente , Apego ao Objeto , Psicologia do Adolescente , Violência/prevenção & controle
14.
Rev. bras. psiquiatr ; 31(4): 314-321, Dec. 2009. tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-536755

RESUMO

OBJECTIVE: The aim of this study is to evaluate the association between childhood trauma and the quality of parental bonding in panic disorder compared to non-clinical controls. METHOD: 123 patients and 123 paired controls were evaluated with the Mini International Neuropsychiatric Interview, the Childhood Trauma Questionnaire and the Parental Bonding Instrument. RESULTS: The Parental Bonding Instrument and the Childhood Trauma Questionnaire were highly correlated. Panic disorder patients presented higher rates of emotional abuse (OR = 2.54, p = 0.001), mother overprotection (OR = 1.98, p = 0.024) and father overprotection (OR = 1.84, p = 0.041) as compared to controls. Among men with panic disorder, only mother overprotection remained independently associated with panic disorder (OR = 3.28, p = 0.032). On the other hand, higher father overprotection (OR = 2.2, p = 0.017) and less father warmth (OR = 0.48, p = 0.039) were independently associated with panic disorder among female patients. CONCLUSION: Higher rates of different types of trauma, especially emotional abuse, are described in panic disorder patients as compared to controls. The differences regarding gender and parental bonding could be explained in the light of the psychodynamic theory.


OBJETIVO: O objetivo deste estudo foi avaliar a associação entre trauma na infância e qualidade do vínculo parental em pacientes com transtorno de pânico comparados com controles. MÉTODO: 123 pacientes e 123 controles pareados foram avaliados através do Mini International Neuropsychiatric Interview, do Childhood Trauma Questionnaire e do Parental Bonding Instrument. RESULTADOS: As escalas Parental Bonding Instrument e Childhood Trauma Questionnaire mostraram-se altamente correlacionadas. Pacientes com transtorno de pânico apresentaram elevadas taxas de abuso emocional (OR = 2,54; p = 0,001), superproteção materna (OR = 1,98; p = 0,024) e superproteção paterna (OR = 1,84; p = 0,041) quando comparados ao grupo controle. De acordo com o gênero, nos homens, apenas a superproteção materna permanece independentemente associada ao transtorno de pânico (OR = 3,28; p = 0,032). Já as mulheres com transtorno de pânico descreveram mais frequentemente o pai como sendo superprotetor (OR = 2,2; p = 0,017) e pouco amoroso (OR = 0,48; p = 0,039) e referiram mais negligência emocional em comparação aos controles. CONCLUSÃO: Altas taxas de diferentes tipos de trauma, especialmente abuso emocional, foram encontradas em pacientes com transtorno de pânico quando comparados com o grupo controle. As diferenças com relação ao gênero e ao vínculo parental podem ser explicadas à luz da teoria psicodinâmica.


Assuntos
Adulto , Feminino , Humanos , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Adulto Jovem , Relações Pais-Filho , Transtorno de Pânico/etiologia , Estudos de Casos e Controles , Apego ao Objeto , Transtorno de Pânico/psicologia , Fatores de Risco , Fatores Sexuais , Inquéritos e Questionários
15.
Rev. bras. psicoter ; 11(1): 37-53, 2009.
Artigo em Português | Index Psicologia - Periódicos | ID: psi-53263

RESUMO

O presente artigo procura refletir sobre a teoria pulsional de Freud segundo alguns vieses: a distinção com o conceito correlato de Instinto em que o fator da imprecisão é ressaltado como a principal distinção entre os dois conceitos (Pulsão e Instinto); a necessidade da criação do conceito de pulsão como uma exigência da própria metodologia de eleição utilizada por Freud (análise) e, neste particular, rastreando as antigas raízes filosóficas do método analítico; a realização sucinta de uma revisão critica da teoria freudiana das pulsões à luz dos desdobramentos pós-freudianos realizados pela escola Kleiniana.(AU)


This article aims at reflecting on Freud's drive theory according to some views: firstly, the distinction between the drive theory and the corresponding concept of instinct, in which the indetermination factor ins seen as the main factor of distinction between both concepts (Drive and Instinct); secondly, it tries to justify the need of the creation of the drive concept as a requirement of the election methodology used by Freud (analyses), trying to track the ancient philosophical routs (epicurist) of the analytical method; finally, it seeks to make a critical revision to the Freud's drive theory in the light of the post-Freudian improvements, accomplished by the kleinian school. (AU)


Assuntos
Psicanálise , Apego ao Objeto , Instinto
16.
Rev. bras. psicoter ; 11(1): 37-53, 2009.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-656519

RESUMO

O presente artigo procura refletir sobre a teoria pulsional de Freud segundo alguns vieses: a distinção com o conceito correlato de Instinto em que o fator da imprecisão é ressaltado como a principal distinção entre os dois conceitos (Pulsão e Instinto); a necessidade da criação do conceito de pulsão como uma exigência da própria metodologia de eleição utilizada por Freud (análise) e, neste particular, rastreando as antigas raízes filosóficas do método analítico; a realização sucinta de uma revisão critica da teoria freudiana das pulsões à luz dos desdobramentos pós-freudianos realizados pela escola Kleiniana.


This article aims at reflecting on Freud's drive theory according to some views: firstly, the distinction between the drive theory and the corresponding concept of instinct, in which the indetermination factor ins seen as the main factor of distinction between both concepts (Drive and Instinct); secondly, it tries to justify the need of the creation of the drive concept as a requirement of the election methodology used by Freud (analyses), trying to track the ancient philosophical routs (epicurist) of the analytical method; finally, it seeks to make a critical revision to the Freud's drive theory in the light of the post-Freudian improvements, accomplished by the kleinian school.


Assuntos
Instinto , Apego ao Objeto , Psicanálise
17.
Rev. bras. saúde matern. infant ; 7(supl.1): s29-s35, nov. 2007.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-470931

RESUMO

OBJETIVOS: analisar elementos da psicodinâmica interativa entre mães e crianças desnutridas graves hospitalizadas. MÉTODOS: método qualitativo baseado no referencial psicanalítico, com entrevistas semi-estruturadas, observações e filmagens. Empregou-se a análise de conteúdo, elegendo-se temas representativos. RESULTADOS: foram acompanhadas oito díades de crianças entre seis e 18 meses de idade e a mãe biológica, internadas no Instituto Materno Infantil Prof. Fernando Figueira-IMIP, em Recife, Pernambuco. Identificaram-se três temas, os quais ilustram o processo de parentalidade, sua importância na psicodinâmica interativa da díade, fatores que podem ter interferido na construção/ruptura do vínculo, sua contribuição para a situação de desnutrição e expressão na hospitalização. CONCLUSÕES: a partir da análise preliminar, reforça-se a influência mútua de mãe e filho na construção da interação e a complexidade dos distúrbios funcionais, sugerindo que estados extremos de desnutrição podem estar associados a faltas e/ou falhas nutricionais, bem como a vivências de privação ou excesso psicoafetivo. A observação da interação mãe-criança em momentos críticos, como desnutrição e hospitalização, pode auxiliar a família e a equipe de saúde na compreensão do processo de adoecimento e da necessidade do atendimento integral.


OBJECTIVES: to analyze the features of the interactive psychodynamics of the interaction of mothers with seriously malnourished hospitalized children. METHODS: qualitative research based on psychoanalysis, using semi-structured interviews, observations and video recordings. Content analysis was applied to representative topics. RESULTS: a study was conducted of eight pairs consisting of a biological mother and seriously malnourished child aged between six and 18 months of age hospitaized at the Instituto Materno Infantil Prof. Fernando Figueira-IMIP, in the city of Recife, State Pernambuco, Brazil. Three central topics were identified, illustrating the process of becoming a parent, its importance for interactive psychodynamics, factors that interfere in the formation/rupture of the mother-child bond, its repercussions on the situation of malnutrition and the way it manifests itself in a context of hospitalization. CONCLUSIONS: from the preliminary analysis, the mutual influence of the mother and the child on the construction of the interaction and the complexity of the functional disharmonies is reinforced, suggesting that extreme states of malnutrition may be associated to nutritional privation and/or errors, as well as the experiences of psycho-affective privation or excess. The observation of mother-child interaction at critical moments, such as malnutrition and hospitalization, may help family and health professionals to understand how the illness develops, and suggest the need for integrated health care.


Assuntos
Humanos , Lactente , Desenvolvimento Infantil , Transtornos da Nutrição Infantil , Hospitalização , Relações Mãe-Filho , Brasil , Pesquisa Qualitativa
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...