Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 41
Filtrar
1.
J. nurs. health ; 12(3): 2212322245, out.2022.
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1426142

RESUMO

Objetivo: avaliar o conhecimento de acadêmicos de enfermagem sobre a administração de medicações parenterais. Método: estudo descritivo de abordagem quantitativa. Desenvolvido em duas instituições de ensino superior, no curso de enfermagem. A pesquisa foi feita através de uma entrevista com questionário estruturado, contendo questões divididas por via de administração parenteral. Resultados: na via intradérmica, 48,1% erraram sobre a indicação e 57,4% erraram sobre o ângulo de introdução da agulha. Na via intramuscular, 66,7% erraram sobre os locais de aplicação e 57,4% acertaram sobre o ângulo de punção em 90° graus. Na via subcutânea, 55,6% erraram sobre a dose indicada e 85,2% erraram sobre os locais de aplicação. Na via endovenosa, 87,0% acertaram sobre a definição da via e 90,7% acertaram sobre a finalidade da via. Conclusão: os acadêmicos de enfermagem possuem conhecimento insuficiente sobre as medicações parenterais, denotando a necessidade de englobar mais conhecimento e evitando eventos adversos.(AU)


Objective: to verify the knowledge of nursing students about the administration of parenteral medications. Method: descriptive study of quantitative approach. Developed in two higher education institutions, in the nursing course, through an interview with a structured questionnaire, containing questions divided by parenteral administration. Results: in the intradermal route, 48.1% were wrong about the route indication and 57.4% were wrong about the needle introduction angle. In the intramuscular route, 66.7% were wrong about the application sites and 57.4% were right about the puncture angle at 90 degrees. In the subcutaneous route, 55.6% were wrong about the indicated dose and 85.2% were wrong about the application sites. In the intravenous route, 87.0% were right about the definition of the route and 90.7% were right about the purpose of the route. Conclusion: nursing students have insufficient knowledge about parenteral medications, denoting the need to encompass more knowledge and avoid adverse events.(AU)


Objetivo: verificar el conocimiento de los estudiantes de enfermería sobre la administración de medicamentos parenterales. Método: estudio cuantitativo desarrollado en curso de enfermería de dos instituciones de educación superior, con cuestionario estructurado con preguntas por tipo de administración parenteral. Resultados: en la vía intradérmica el 48,1% se equivocó en la indicación y el 57,4% en el ángulo de introducción de la aguja. En la vía intramuscular el 66,7% se equivocó en los sitios de aplicación y el 57,4% acertó en el ángulo de punción. En la vía subcutánea, el 55,6% se equivocó en la dosis indicada y el 85,2% en los sitios de aplicación. En la vía intravenosa, el 87,0% acertó en la definición y el 90,7% acertó en la finalidad. Conclusión: los estudiantes de enfermería tienen conocimientos insuficientes sobre medicamentos parenterales, denotando la necesidad de abarcar más conocimientos y evitar eventos adversos.(AU)


Assuntos
Enfermagem , Conduta do Tratamento Medicamentoso , Segurança do Paciente , Infusões Parenterais
2.
Natal; s.n; 27 jun. 2022. 55 p. tab, ilus, graf.
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-1532959

RESUMO

Introdução: Reduzir a sensibilidade do clareamento dental em consultório representa um desafio para os profissionais. Pesquisadores associaram o bloqueio do receptor de dor TRPA1 com a redução da sensibilidade ao clareamento. No entanto, a afinidade química dos analgésicos/anti-inflamatórios para o TRPA1 ainda precisa ser averiguada. Objetivo: Realizar uma triagem virtual de múltiplos medicamentos (analgésicos e antiinflamatórios) para verificar a afinidade química pelo receptor TRPA1. Metodologia: A estrutura cristalina das proteínas do receptor TRPA1 foi recuperada do Protein Data Bank. Os códigos SMILES dos ligantes foram extraídos do PubChem. A energia de ligação do complexo foi obtida em ∆G - kcal/mol pelo AutoDock Vina© e replicada nos servidores SwissDock©, Dockthor© e CbDock©. LigPlus© confirmou os sítios de ligação. Resultados: Apesar dos antagonistas dos receptores analisados apresentarem alta afinidade, codeína e dexametasona apresentaram regularidade em todos os servidores, mesmo apresentando valores de energia de ligação de -7,9 kcal/mol para codeína e -8,1 kcal/mol para dexametasona. Conclusão: A codeína e a dexametasona podem ser drogas potenciais para controlar a sensibilidade ao clareamento dental caso atinjam o receptor TRPA1 da polpa dentária (AU).


Introduction: Reducing in-office tooth bleaching sensitivity represents a challenge for professionals. Researchers have associated the block of the pain receptor TRPA1 with reducing bleaching sensitivity. However, the chemical affinity of analgesic/antiinflammatory drugs to the TRPA1 needs to be verified. Objective: To perform a virtual screening of multiple drugs (analgesic and anti-inflammatory drugs) to verify chemical affinity for the TRPA1 receptor. Methodology: The crystal structure of the TRPA1 receptor proteins was retrieved from the Protein Data Bank. The SMILES codes of the ligands were extracted from PubChem. The binding energy of the complex was obtained in ∆G - kcal/mol by AutoDock Vina© and replicated in the webservers SwissDock©, Dockthor©, and CbDock©. LigPlus© confirmed the binding sites. Results: Although the receptor antagonists analyzed showed high affinity, codeine and dexamethasone showed regularity among all servers, even showing binding energy values of -7.9 kcal/mol for codeine and -8.1 kcal/mol for dexamethasone. Conclusion: Codeine and dexamethasone may be potential drugs to manage tooth bleaching sensitivity if they reach the dental pulp TRPA1 receptor (AU).


Assuntos
Clareamento Dental/efeitos adversos , Simulação por Computador , Sensibilidade da Dentina/terapia , Canal de Cátion TRPA1/efeitos dos fármacos , Interpretação Estatística de Dados , Conduta do Tratamento Medicamentoso , Analgésicos/uso terapêutico , Anti-Inflamatórios/uso terapêutico
3.
Nursing (Ed. bras., Impr.) ; 25(289): 8000-8011, jun.2022.
Artigo em Inglês, Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1379676

RESUMO

Objetivo: Investigar os fatores associados à segurança dos pacientes em cuidados paliativos domiciliares quanto ao uso medicamentos. Método: Trata-se de um estudo exploratório, descritivo, com abordagem quantitativa, realizado com cuidadores familiares de indivíduos com doenças crônicas acompanhados na Unidade de Cuidados Paliativos e Tratamento da dor, em um hospital de referência em Recife - PE. A coleta de dados ocorreu por meio de entrevista, utilizando um roteiro semiestruturado. Os dados foram organizados em planilha construída no programa Microsoft Excel e analisados por meio de estatística descritiva. Resultados: Verificou-se que a maioria dos cuidadores mantém o armazenamento dos medicamentos longe do calor e da incidência do sol, além da verificação rotineira da validade antes da administração. Entretanto, 43,75% dos cuidadores não possuem o hábito de ler a bula e 50% referem, em algum momento, já ter trocado a medicação e/ou horário do remédio do paciente. Conclusões: Foi evidenciado a atenção no armazenamento dos medicamentos, porém há necessidade da implementação de estratégias para garantir a segurança na administração dos medicamentos no domicilio.(AU)


Objective: To investigate the factors associated with patient safety in home palliative care regarding medication use. Method: This is an exploratory, descriptive study with a quantitative approach, carried out with family caregivers of individuals with chronic diseases followed up at the Palliative Care and Pain Treatment Unit (UCPD), in a referral hospital in Recife - PE. Data collection took place through interviews, using a semi-structured script. Data were organized in a spreadsheet built in Microsoft Excel and analyzed using descriptive statistics. Results: It was found that most caregivers keep medication storage away from heat and sunlight, in addition to routinely checking the validity before administration. However, 43.75% of caregivers do not have the habit of reading the leaflet and 50% report, at some point, having already changed the patient's medication and/or medication schedule. Conclusions: Attention to the storage of medicines was evidenced, but there is a need to implement strategies to ensure safety in the administration of medicines at home.(AU)


Objetivo: Investigar los factores asociados a la seguridad del paciente en cuidados paliativos domiciliarios en cuanto al uso de medicamentos. Método: Se trata de un estudio exploratorio, descriptivo, con abordaje cuantitativo, realizado con cuidadores familiares de personas con enfermedades crónicas acompañadas en la Unidad de Cuidados Paliativos y Tratamiento del Dolor (UCPD), en un hospital de referencia de Recife - PE. La recolección de datos ocurrió a través de entrevistas, utilizando un guión semiestructurado. Los datos se organizaron en una hoja de cálculo construida en Microsoft Excel y se analizaron mediante estadística descriptiva. Resultados: Se constató que la mayoría de los cuidadores mantienen el almacenamiento de medicamentos alejado del calor y la luz solar, además de verificar rutinariamente la validez antes de la administración. Sin embargo, el 43,75% de los cuidadores no tiene el hábito de leer el prospecto y el 50% refiere, en algún momento, haber cambiado ya la medicación y/o el horario de medicación del paciente. Conclusiones: Se evidenció atención al almacenamiento de medicamentos, pero existe la necesidad de implementar estrategias para garantizar la seguridad en la administración de medicamentos en el domicilio.(AU)


Assuntos
Cuidados Paliativos , Cuidadores , Conduta do Tratamento Medicamentoso , Segurança do Paciente , Assistência Domiciliar
4.
Cogitare Enferm. (Online) ; 27: e83599, 2022. tab
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1404362

RESUMO

RESUMO Objetivo: Identificar o volume residual em frascos-ampola, após o preparo de injetáveis, associando os erros relacionados a subdoses com as classes dos medicamentos. Método: Estudo descritivo, de abordagem quantitativa. Os dados foram coletados no período de dezembro de 2020 a setembro de 2021, em um serviço ambulatorial privado de um município brasileiro localizado a nordeste do Estado de São Paulo. Foram analisados 562 frascos-ampola de medicamentos preparados pela equipe de enfermagem. Utilizou-se formulário contendo o nome comercial do medicamento, classe/indicação terapêutica, data e horário de reconstituição, volume utilizado para reconstituição do medicamento e volume residual de cada frasco. Os dados foram tabulados e analisados por estatística descritiva e teste ANOVA. Resultados: 462 (82,2%) frascos-ampola continham volume residual que variou de 0,1 ml a 1,5 ml e 165 (29,4%) continham 0,2 ml de solução residual, com perda média de 4,5% da solução. Não houve diferença na perda de solução entre as diferentes classes de medicamentos. Conclusão: Os achados destacam a necessidade de intervenções para a redução de falhas, nas fases de preparo dos medicamentos, com ênfase nos erros associados às subdosagens terapêuticas.


ABSTRACT Objective: Identify the residual volume in ampoule-vials after the preparation of injectables, associating the errors related to underdosing with the classes of drugs. Method: This is a descriptive study with a quantitative approach. Data were collected between December 2020 and September 2021, in a private outpatient service located in a Brazilian municipality in the northeast of the state of São Paulo. A total of 562 ampoule-vials of medications prepared by a nursing staff were analyzed. A form was used containing the commercial name of the medication, therapeutic class/indication, reconstitution date and time, volume used to reconstitute the medication and residual volume of each vial. The data were tabulated and analyzed using descriptive statistics and the ANOVA test. Results: the residual volume of 462 (82.2%) ampoule-vials varied between 0.1 ml and 1.5 ml, whereas 165 (29.4%) ampoule-vials had 0.2 ml of residual volume, with a mean loss of 4.5% of the solution. There was no difference in the loss of solution between the different classes of drugs. Conclusion: The findings highlight the need for interventions to reduce failures in the medication preparation phases, with emphasis on errors associated with therapeutic underdosing.


RESUMEN Objetivo: Identificar volúmenes residuales en frascos ampolla luego de prepararse inyectables, asociando los errores relacionados a subdosificaciones con las clases de los medicamentos. Método: Estudio descriptivo, de abordaje cuantitativo. Datos recolectados entre diciembre de 2020 y setiembre de 2021 en servicio ambulatorio privado de un municipio brasileño del noreste del Estado de São Paulo. Fueron analizados 562 frascos ampolla de medicamentos preparados por el equipo de enfermería. Se utilizó formulario, consignando nombre comercial del medicamento, clase/indicación terapéutica, fecha y hora de reconstitución, volumen utilizado para reconstituir el medicamento y volumen residual de cada frasco. Los datos fueron tabulados y analizados por estadística descriptiva y test ANOVA. Resultados: 462 (82,2%) frascos ampolla contenían volumen residual de entre 0,1 ml y 1,5 ml, y 165 (29,4%) contenían 0,2 ml de solución residual, con una pérdida media del 4,5% de solución. No se observó diferencia de pérdida de solución entre las diferentes clases de medicamentos. Conclusión: Los hallazgos destacan la necesidad de intervenciones para reducir fallos en las fases de preparación de medicamentos, haciendo énfasis en los errores asociados con subdosificaciones terapéuticas.


Assuntos
Soluções , Preparações Farmacêuticas , Enfermagem , Composição de Medicamentos , Assistência Ambulatorial , Equipe de Enfermagem
5.
Enferm. univ ; 18(3): 368-381, jul.-sep. 2021. tab, graf
Artigo em Espanhol | LILACS-Express | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1506195

RESUMO

RESUMEN Introducción La diabetes mellitus tipo 2 (DM2), es una de las enfermedades crónicas no transmisibles que ha aumentado su incidencia en las últimas décadas en todo el mundo, siendo su tratamiento pautas y esquemas de insulinoterapia. No obstante, la gran disponibilidad comercial y el control glucémico atribuido a la insulinoterapia ha generado múltiples confusiones en los usuarios y el personal de salud. Objetivo Describir las pautas y esquemas en el tratamiento de la DM2. Desarrollo La evolución tecnológica de la insulinoterapia conlleva el uso de múltiples análogos. Dentro de estos destacan los inhalatorios y premezclas por su eficacia en el control glucémico a través del tiempo, considerando las pautas de administración subcutánea en estas premezclas una serie de elementos como la zona de punción, seguridad y uso de pliegues. Dichas pautas han inducido la creación de diversos esquemas de insulinoterapia entre los que se destacan los métodos de acción intensiva y acción móvil, orientados a la simulación de la insulina fisiológica como mecanismo de acción para el control glucémico. La seguridad de estos mecanismos depende del sistema público de salud chileno para la dosificación, administración y control suministrado. Conclusión Las pautas y esquemas de insulinoterapia sugieren el uso de análogos de acción prolongada ante hiperglucemia; su uso requiere conocimiento integral de los pacientes y cuidadores con el fin de evitar efectos adversos. Los hallazgos de esta revisión deben ser considerados con cautela al momento de tomar decisiones clínicas producto de las limitaciones metodológicas propias del diseño utilizado.


ABSTRACT Introduction Type 2 diabetes mellitus is one of the non transmissible chronic illnesses which have increased in prevalence during the last decades worldwide. Among the related treatments is the insulin based therapy. Nevertheless, the multiple and diverse controlled and commercial options of this therapy have generated confusion among both the users and health staff. Objective To describe some insulin-based therapy approaches to type 2 diabetes mellitus. Development The related technological advances have produced new diverse analog forms of insulin-based therapies. Among these, inhaling and blended forms can be highlig- hteddue to their efficacy in glucose control. Among the blended mixture, administration forms are the intensive action and the mobile action ones, which can use a human insulin analog as the key therapy element. The public systems, including the Chilean, have an important security role in the supervision and monitoring of the proper and correct dose administrations. Conclusion The diverse forms of insulin-based therapies for patients with type 2 diabetes mellitus include those with prolonged action insulin analogs but their use should be based on integral knowledge in order to avoid adverse effects. The findings of this review should be considered with caution due to the methodological limitations derived from the study design.


RESUMO Introdução O diabetes mellitus tipo 2 (DM2), é uma das doenças crônicas não transmissíveis que tem aumentado sua incidência nas últimas décadas no mundo todo, sendo suas diretrizes de tratamento e esquemas de insulinoterapia. No entanto, a grande disponibilidade comercial e o controle glicêmico atribuído à insulinoterapia têm gerado múltiplas confusões em usuários e profissionais de saúde. Objetivo Descrever as diretrizes e esquemas no tratamento do DM2. Desenvolvimento A evolução tecnológica da insulinoterapia envolve o uso de múltiplos análogos. Dentre estes, os inalantes e pré-misturas destacam-se por sua eficácia no controle glicêmico ao longo do tempo, considerando as orientações de administração subcutânea nessas pré-misturas uma série de elementos como área de punção, segurança e uso de dobras. Essas diretrizes levaram à criação de diversos esquemas de insulinoterapia, dentre os quais se destacam os métodos de ação intensiva e ação móvel, visando simular a insulina fisiológica como mecanismo de ação para o controle glicêmico. A segurança desses mecanismos depende do sistema de saúde pública chileno para a dosagem, administração e controle fornecidos. Conclusão Diretrizes e esquemas de insulinoterapia sugerem o uso de análogos de longa ação na hiperglicemia; seu uso requer conhecimento abrangente dos pacientes e cuidadores a fim de evitar efeitos adversos. Os achados desta revisão devem ser considerados com cautela ao tomar decisões clínicas devido às limitações metodológicas do desenho utilizado.

6.
Artigo em Português | LILACS, ECOS | ID: biblio-1291966

RESUMO

Objetivo: Identificar as condutas terapêuticas e a variabilidade na prática clínica, assim como necessidades não atendidas e barreiras para a adequada assistência a pacientes com polineuropatia amiloidótica familiar relacionada à transtirretina (PAF-TTR), no Brasil. Métodos: Estudo transversal, por meio de questionário semiestruturado on-line enviado por e-mail. Foram incluídos médicos com experiência no manejo clínico-assistencial de pacientes com PAF-TTR no Brasil. O questionário foi composto por 30 questões envolvendo características gerais da população brasileira com PAF-TTR, características das escolhas terapêuticas e da falha, definições de progressão de doença e estadiamento, e métodos para mensuração do impacto na qualidade de vida. Resultados: Seis profissionais responderam ao inquérito. Quanto ao diagnóstico e à classificação da doença, houve consenso quanto ao uso de quadro clínico associado a testagem genética para o diagnóstico, e foram considerados adequados os critérios de Coutinho e do Ministério da Saúde, apesar de serem pouco úteis na avaliação da progressão da doença. Entre os especialistas, 83,3% entendem que a terapia atualmente disponível no Sistema Único de Saúde (SUS) atende às necessidades dos pacientes no estágio I da doença, entretanto todos os especialistas apontam necessidades assistenciais não atendidas, uma vez que esse medicamento não possui benefício definido para os estágios II e III da doença. A progressão da doença é definida como qualquer novo sintoma ou piora daqueles preexistentes, não sendo necessária modificação no estágio da doença para caracterizar tal evento. Conclusões: A condução deste estudo permitiu a identificação de aspectos importantes para auxiliar no entendimento da prática clínico-assistencial no país e das necessidades em saúde desses pacientes


Objective: To identify therapeutic approaches and variability in clinical practice, as well as unmet needs and barriers to adequate care for patients with familial transthyretin-related amyloidotic polyneuropathy (FAP) in Brazil. Methods: Cross-sectional study using an online semi-structured questionnaire sent by email. Physicians with experience in the clinical-care management of patients with FAP in Brazil were included. The questionnaire consisted of 30 questions involving general characteristics of the Brazilian population with FAP; characteristics of therapeutic choices and failure; definitions of disease progression and staging; and methods for measuring the impact on quality of life. Results: Six professionals responded to the survey. As for the diagnosis and classification of the disease, there was a consensus regarding the use of a clinical picture associated with genetic testing for the diagnosis and, as appropriate, the criteria proposed by Coutinho and the Ministry of Health, although not very useful in evaluating the progression of the disease. 83.3% of experts understand that the therapy currently available in the SUS meets the needs of patients in stage I of the disease, however, all experts point out unmet care needs, since this drug has no defined benefit for stages II and III of the disease. Disease progression is defined as any new symptom or worsening of pre-existing ones, and no change in the stage of the disease is necessary to characterize such an event. Conclusions: The conduction of this study allowed to identify important aspects to a better understanding of the clinical care practice in the country and unmet needs of these patients


Assuntos
Inquéritos e Questionários , Neuropatias Amiloides Familiares , Amiloidose Familiar , Conduta do Tratamento Medicamentoso
7.
Saúde debate ; 45(128): 203-215, jan.-mar. 2021.
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-1252208

RESUMO

RESUMO Este artigo apresenta o contexto e os modos de construção da versão brasileira do Guia da Gestão Autônoma da Medicação (Guia GAM-BR), comparativamente ao Guia originário do Quebec. O Guia GAM-BR foi resultado de parceria estabelecida entre Brasil e Canadá que, por meio de uma pesquisa multicêntrica, transpôs ao contexto brasileiro o instrumento quebequense, a serviço dos usuários da saúde mental, visando ao aumento do seu poder de negociação em seus tratamentos medicamentosos. Tal transposição implicou mais do que 'adaptação': tratou-se da 'transformação' do Guia originário em um instrumento brasileiro. Entre essas transformações, destacam-se: substituição do 'eu' pelo 'você' como sujeito do enunciado das questões apresentadas pelo Guia; maior desenvolvimento do tema dos direitos; supressão das orientações para retirada progressiva da medicação. Além disso, o dispositivo grupal fez-se imanente à estratégia GAM brasileira. Longe de significar traição, tais transformações mantêm-se fiéis à forma participativa e cogestiva que orientou a elaboração da GAM na sua origem, como encarnação da experiência democrática e cidadã própria ao Quebec. Assim, o artigo busca colocar em análise a produção dos efeitos da estratégia GAM em solo brasileiro, na consideração à experiência democrática e ao processo de reforma psiquiátrica no Brasil.


ABSTRACT This article presents the context and construction of the Brazilian version of the Gaining Autonomy & Medication Management Guide (GAM-BR) compared to Quebec's original Guide. The GAM-BR Guide resulted from a partnership between Brazil and Canada, which transposed the Quebec instrument to the Brazilian context through multicenter research to empower mental health users in the negotiation of their drug treatment. This process was more than an adaptation as it transformed the original Guide into a Brazilian instrument. The main changes were replacing 'I' with 'you' as the subject of the statements in the Guide, further developing the theme of rights, suppressing the guidelines for the progressive withdrawal of medication. Additionally, the group device became immanent to the Brazilian GAM strategy. Far from being a betrayal, this set of changes remains loyal to the participatory and co-managerial process that oriented the elaboration of the GAM at its origin as an embodiment of Quebec's typical democratic and citizen experience. Therefore, this article aims to analyze the production of the GAM strategy's effects of in Brazil, considering its democratic experience and the psychiatric reform in the country.

8.
Com. Ciências Saúde ; 32(1): 69-76, jan.-mar.2021.
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-1357962

RESUMO

Objetivo: Identificar as ações realizadas pela equipe de enfermagem no extravasamento de drogas antineoplásicas. Método: revisão integrativa de artigos científicos publicados em periódicos nacionais e internacionais, de 2015 a 2020.Resultados: foram identificadas 287 publicações, após a seleção e elegibilidade foram incluídos 5 artigos. Foram extraídas as recomendações gerais e específicas relacionadas ao extravasamento de drogas antineoplásicas. Conclusão: O extravasamento é uma complicação grave durante o tratamento quimioterápico, que pode afetar sua continuidade. Entre as competências da enfermagem estão as ações de prevenção, identificação e o manejo deste evento adverso.


Objective: To identify the actions taken by the nursing team in the ex­travasation of antioneoplastic drugs. Method: integrative review of scientific articles published in national and international journals, from 2015 to 2020. Results: 287 publications were identified, after selection and eligibility 5 articles were included. The general and specific recommendations related to the extravasation of antineoplastic drugs were extracted. Conclusion: Extravasation is a serious complication during chemotherapy, which can affect its continuity. Among the skills of nursing are the actions of prevention, identification and management of this adverse event.

9.
Texto & contexto enferm ; 30: e20200511, 2021. tab
Artigo em Inglês | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1341729

RESUMO

ABSTRACT Objective: to analyze the correspondence between actions contemplated in the safety protocol on medication prescription, use and administration of the Ministry of Health with interventions of the Nursing Interventions Classification, by means of cross-mapping. Method: a descriptive study developed in four stages: extraction of the protocol's Nursing actions; identification of the interventions of the Nursing Interventions Classification; cross-mapping; and cross-mapping validation by experts. Results: 61 actions of the protocol and 32 interventions of the Nursing Interventions Classification were identified. After two rounds of mapping analysis by the experts, correspondence was identified between 53 actions and seven interventions. The interventions that presented the highest correspondence were the following: Medication Administration, Medication Management and Medication Prescription. Of the 53 mapped actions of the protocol, 56,6% were considered more detailed and specific than the activities of the interventions, 20,8% were classified as similar in meaning, 17,0% as broader and general, and 5,7% were only mapped with the title and definition of the intervention. Conclusion: the mapped actions of the protocol were considered more detailed and specific in relation to the activities of the interventions of the Nursing Interventions Classification. The unmapped interventions can contribute to elaborating operational protocols that expand the Nursing actions related to the mitigation of medication errors.


RESUMEN Objetivo: analizar la correspondencia entre las acciones contempladas en el protocolo de seguridad para la prescripción, el uso y la administración de medicamentos del Ministerio de la Salud y las intervenciones de la Clasificación de Intervenciones de Enfermería, por medio de la técnica de mapo cruzado. Método: estudio descriptivo desarrollado en cuatro etapas: extracción de las acciones de Enfermería del protocolo; identificación de las intervenciones de la Clasificación de Intervenciones de Enfermería; mapeo cruzado; y validación del mapeo cruzado a cargo de expertos. Resultados: se identificaron 61 acciones del protocolo y 32 intervenciones de la Clasificación de Intervenciones de Enfermería. Después de dos rondas de análisis del mapo a cargo de los expertos, se identificó correspondencia entre 53 acciones y siete intervenciones. Las intervenciones que presentaron mayor correspondencia fueron las siguientes: administración de medicamentos, control de medicamentos y prescripción de medicamentos. De las 53 acciones del protocolo mapeadas, se consideró que el 56,6% eran más detalladas y específicas que las actividades de las intervenciones, el 20,8% fueron clasificadas como similares en relación al significado, el 17,0% como más amplias y generales y el 5,7% se mapearon solamente con el título y la definición de la intervención. Conclusión: se consideró que las acciones del protocolo mapeadas eran más detalladas y específicas en relación con las actividades de las intervenciones de la Clasificación de Intervenciones de Enfermería. Las intervenciones no mapeadas pueden ser útiles para elaborar protocolos operativos que amplíen las acciones de Enfermería relacionadas a la mitigación de errores de medicación.


RESUMO Objetivo: analisar a correspondência entre ações contempladas no protocolo de segurança na prescrição, uso e administração de medicamentos do Ministério da Saúde com intervenções da Classificação de Intervenções de Enfermagem, por meio do mapeamento cruzado. Método: estudo descritivo desenvolvido em quatro etapas: extração das ações de enfermagem do protocolo; identificação das intervenções da Classificação de Intervenções de Enfermagem; mapeamento cruzado; e validação do mapeamento cruzado por peritos. Resultados: foram identificadas 61 ações do protocolo e 32 intervenções da Classificação de Intervenções de Enfermagem. Após duas rodadas de análise do mapeamento pelos peritos, identificou-se correspondência de 53 ações com sete intervenções. As intervenções que apresentaram maior correspondência foram: administração de medicamentos, controle de medicamentos e prescrição de medicamentos. Das 53 ações do protocolo mapeadas, 56,6% foram consideradas mais detalhadas e específicas do que as atividades das intervenções, 20,8% foram classificadas como similares em significado, 17,0% como mais amplas e gerais e 5,7% foram mapeadas apenas com o título e definição da intervenção. Conclusão: as ações do protocolo mapeadas foram consideradas mais detalhadas e específicas em relação às atividades das intervenções da Classificação de Intervenções de Enfermagem. As intervenções não mapeadas podem contribuir para a construção de protocolos operacionais que ampliem as ações de enfermagem relacionadas à mitigação de erros de medicação.


Assuntos
Humanos , Estratégias de Saúde , Conduta do Tratamento Medicamentoso , Segurança do Paciente , Terminologia Padronizada em Enfermagem , Erros de Medicação , Equipe de Enfermagem
10.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1359762

RESUMO

RESUMO: O hipopituitarismo é a deficiência de dois ou mais hormônios hipofisários, que se expressa por sintomas dependentes do tipo e grau de déficit hormonal. A adequada condução destes pacientes é de fundamental importância para que não acarrete atraso no crescimento e desenvolvimento, óbito ou mudanças na qualidade de vida dos indivíduos. Objetiva-se, neste estudo, relatar caso clínico de abordagem de paciente pediátrico com pan-hipopituitarismo e descrever o manejo adotado, bem como a importância do acompanhamento pelo endocrinologista pediátrico. Trata-se de paciente do sexo masculino, 14 anos, com pan-hipopituitarismo iniciado na infância, secundário ao surgimento de germinoma e ao tratamento realizado para o mesmo. A primeira deficiência hormonal apresentada foi diabetes insipidus, seguida, após a realização de quimioterapia e radioterapia, de múltiplas deficiências. O menor segue em acompanhamento especializado, e faz uso de levotiroxina, desmopressina, somatropina, testosterona e prednisolona. A partir do presente relato, percebe-se a importância do diagnóstico oportuno e da adequada abordagem da criança com pan-hipopituitarismo e de seu seguimento a fim de se manter uma qualidade de vida satisfatória. (AU)


ABSTRACT: Hypopituitarism is the deficiency of two or more pituitary hormones. Its symptoms depend on the type and degree of hormonal deficit. Proper care of these patients is of fundamental importance to avoid delay in growth and development, death, or changes in the quality of life. The objective of this study is to report a clinical case of a pediatric patient with pan-hypopituitarism and describe the care adopted, as well as the importance of monitoring by the pediatric endocrinologist. The patient was a 14-year-old boy, with pan-hypopituitarism beginning in childhood, secondary to the appearance of germinoma and the treatment performed for it. The first hormonal deficiency presented was diabetes insipidus, followed by multiple deficiencies after chemotherapy and radiotherapy. The patient is under specialized monitoring and takes levothyroxine, desmopressin, somatropin, testosterone, and prednisolone. From the present report, timely diagnosis and adequate approach to a child with pan-hypopituitarism and its follow-up are important to maintain a satisfactory quality of life. (AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Adolescente , Hormônios Hipofisários , Qualidade de Vida , Germinoma , Insuficiência de Crescimento , Conduta do Tratamento Medicamentoso , Cuidado Transicional , Hipopituitarismo
11.
Rev. bras. cancerol ; 67(2): e-011179, 2021.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1178031

RESUMO

Introdução: O uso de opioides deve ser individualizado e a troca por outro opioide pode ser necessária (rodízio de opioide). Objetivo: Identificar como foi realizado o rodízio de opioide e se o efeito desejado foi atingido em pacientes internados em uma unidade especializada em cuidados paliativos oncológicos. Método: Análise post hoc do estudo de perfil de pacientes internados em um hospital público de cuidados paliativos oncológicos no Rio de Janeiro, entre setembro e novembro de 2016. As internações foram acompanhadas longitudinalmente por revisão de prontuário com coleta diária da escala verbal numérica (EVN). A dor foi considerada controlada quando EVN = 0. Doses, via de administração e rodízio (fármaco e motivo) dos opioides foram observados. O tempo para controle da dor foi calculado quando este foi o motivo. Resultados: Foram observados 104 rodízios de opioides em 90 internações (22,5%), sendo 49% entre opioides fortes e 43% de fraco para forte. Principais motivos foram dor (40%) e dispneia (36%). O tempo para EVN = 0 foi 1,6 dias (+/-1,8; IC95% 1,0-2,1), sendo mais demorado na troca por metadona (média 2,7 dias +/-2,5; IC95% 1,0-4,4). Comparando a dose de morfina oral por equipotência analgésica, houve aumento de 10% na dose do opioide de destino, sendo esse aumento maior quando no rodízio por dispneia (38%). Conclusão: Embora o controle de dor tenha sido superior ao descrito por outros trabalhos, o aumento da dose equipotente do opioide não é corroborado por protocolos. Maior vigilância e outros estudos são recomendados na unidade.


Introduction: The use of opioids must be individualized and changing for another opioid may be necessary (opioid switching). Objective: Identify how the opioid switching was performed and whether the desired effect was achieved in patients admitted at a public palliative oncologic care specialized hospital. Method: Post hoc analysis of the profile study of patients admitted to a public oncologic palliative care hospital in Rio de Janeiro between September and November 2016. Hospitalizations were followed longitudinally by reviewing the charts with daily collection of the numeric rating scale (NRS). Pain was considered controlled when NRS = 0. Doses, route of administration, switch (drugs and motif ) of the opioids were observed. The time for pain control was calculated when this was the reason. Results: 104 opioid switching were observed in 90 hospitalizations (22.5%), 49% of which were strong opioids and 43%, from mild to strong. Main reasons were pain (40%) and dyspnea (36%). The time to NRS = 0 was 1.6 days (+/-1.8; 95% CI 1.0-2.1), taking longer to switch to methadone (mean 2.7 days +/-2.5; 95% CI 1.0-4.4). Comparing the dose of oral morphine by analgesic equipotency, a 10% increase in the target opioid dose occurred, and when rotating due to dyspnea (38%), the increase was greater. Conclusion: Although pain control was higher than described in other studies, the increase in the equipotent dose of opioid is not corroborated by protocols. Extensive surveillance and other studies are recommended in the unit.


Introducción: El uso de opioides debe ser individualizado y puede ser necesario cambiarlo por otro opioide (rotación de opioides). Objetivo: Identificar cómo se realizó la rotación de opioides y si el efecto deseado se logró en pacientes ingresados en una unidad especializada en cuidados oncológicos paliativos. Método: Análisis post hoc del estudio de perfil de pacientes ingresados en un hospital público de cuidados paliativos de oncología en Río de Janeiro, entre septiembre y noviembre de 2016. Las hospitalizaciones fueron seguidas longitudinalmente mediante la revisión de los registros médicos con la recopilación diaria de la Escala Numérica Verbal (ENV). El dolor se consideró controlado cuando ENV = 0. Se observaron dosis, vía de administración, rotación (fármacos y motivo) de los opioides. El tiempo para el control del dolor se calculó cuando esta fue la razón. Resultados: Se observaron 104 ruedas de opioides en 90 hospitalizaciones (22,5%), con 49% entre opioides fuertes y 43% de débiles a fuertes. Las razones principales fueron dolor (40%) y disnea (36%). El tiempo para ENV = 0 fue de 1,6 días (+/-1,8; IC del 95%: 1,0-2,1), y tomó más tiempo cambiar a metadona (promedio 2,7 días +/-2,5; IC 95% 1,0-4,4). Comparando la dosis de morfina oral para la equipotencia analgésica, hubo un aumento del 10% en la dosis de opioides objetivos, este aumento fue mayor al rotar debido a la disnea (38%). Conclusión: Aunque el control del dolor fue superior al descrito por otros estudios, el aumento en la dosis equipotente de opioide no es compatible con los protocolos. Se recomienda mayor vigilancia y otros estudios en la unidad.


Assuntos
Humanos , Cuidados Paliativos , Analgésicos Opioides/administração & dosagem , Conduta do Tratamento Medicamentoso , Manejo da Dor
12.
Rev. enferm. UFSM ; 10: e99, 2020. ilus
Artigo em Inglês, Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1177347

RESUMO

Objetivo: construir uma matriz de competências relacionadas aos medicamentos para o enfermeiro em unidade de terapia intensiva (UTI). Método: pesquisa qualitativa que empregou a técnica do grupo nominal com 21 enfermeiros que trabalham em UTI de hospitais de Dourados, Mato Grosso do Sul, Brasil. A coleta de dados ocorreu em 2018. Para subsidiar a análise dos dados de acordo com o conceito de competências, aporte teórico desta pesquisa, foi realizada leitura pormenorizada dos relatórios, blocos de anotações e resultado da técnica em comparação com a literatura pertinente. Resultados: na construção da matriz foram estabelecidas sete competências: autonomia profissional, conhecimentos científicos, conhecimentos da indicação do medicamento, conhecimentos técnicos, educação continuada, nove certos na administração segura de medicamentos e responsabilidade. Conclusão: a matriz de competências poderá subsidiar a implementação de futuras estratégias de aprendizagem com propostas de desenvolvimento das mesmas, tanto no campo profissional como no ensino em suas diferentes esferas.


Objective: to build a matrix of competences related to medications for the nurse in the Intensive Care Unit (ICU). Method: a qualitative research study that employed the nominal group technique with 21 nurses working in the ICU of hospitals in Dourados, Mato Grosso do Sul, Brazil. Data collection took place in 2018. In order to support data analysis according to the concept of competences, the theoretical contribution of this research, a detailed reading of the reports, notebooks and the result of the technique was carried out comparing with the relevant literature. Results: seven competences were established in the construction of the matrix: professional autonomy, scientific knowledge, knowledge of drug indication, technical knowledge, continuing education, nine "rights" in the safe administration of medicines and responsibility. Conclusion: the competence matrix may support the implementation of future learning strategies with proposals for their development, both in the professional field and in teaching in its different spheres.


Objetivo: construir una matriz de competencias relacionadas con medicamentos para enfermeros de las unidades de cuidados intensivos (UCI). Método: investigación cualitativa que utilizó la técnica del grupo nominal con 21 enfermeros que trabajan en las UCI de hospitales de Dourados, Mato Grosso do Sul, Brasil. La recolección de datos se llevó a cabo en 2018. Para instrumentar el análisis de los datos según el concepto de competencias, aporte teórico de esta investigación, se realizó una lectura detallada de los informes, notas y del resultado de la técnica considerando la literatura relevante. Resultados: en la construcción de la matriz se establecieron siete competencias: autonomía profesional, conocimiento científico, conocimiento de la indicación del medicamento, conocimiento técnico, educación continua, nueve pautas en la administración segura de medicamentos y responsabilidad. Conclusión: la matriz de competencias puede apoyar la implementación de futuras estrategias de aprendizaje con propuestas para su desarrollo, tanto en el ámbito profesional como en la docencia en sus diferentes ámbitos.


Assuntos
Humanos , Competência Profissional , Conduta do Tratamento Medicamentoso , Unidades de Terapia Intensiva , Enfermeiros , Cuidados de Enfermagem
13.
Rev. bras. enferm ; 73(supl.5): e20190880, 2020. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS-Express | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1144078

RESUMO

ABSTRACT Objective: to investigate evidence that indicates the contribution of realistic high, medium or low fidelity simulation to acquire knowledge, skills and attitudes in safe medication administration by nursing students. Methods: an integrative review of experimental studies from MEDLINE, LILACS, Web of Science, Scopus and Science Direct. The descriptors "nursing students", "simulation", "high fidelity simulation training", "medication errors" and "pharmacology" were used to identify 14 studies that answered the research question, and were assessed for accuracy methodological level and level of evidence. Results: there was a sample of quasi-experimental studies, (level 3 of evidence; 78.6%) and randomized clinical trials (level 2 of evidence; 21.4%), whose expressive majority showed superiority of the simulation strategy over the traditional methodology (71.4%). Conclusion: using low and high fidelity simulators, standardized patients and virtual simulation can promote acquisition of essential skills for patient safety.


RESUMEN Objetivo: investigar evidencia que indique la contribución de la simulación de alta, media o baja fidelidad a la adquisición de conocimientos, habilidades y actitudes en la administración de medicamentos por parte de estudiantes de enfermería. Métodos: revisión integradora de estudios experimentales de las bases MEDLINE, LILACS, Web of Science, Scopus y Science Direct. Los descriptores "estudiantes de enfermería", "simulación", "capacitación en simulación de alta fidelidad", "errores de medicación" y "farmacología" foran utilizados para identificar 14 estudios que respondieron a la pregunta de investigación. Resultados: una muestra de estudios cuasiexperimentales (nivel 3 de evidencia; 78.6%) y ensayos clínicos aleatorizados (nivel 2 de evidencia; 21.4%), cuya mayoría expresiva mostró superioridad de la estrategia de simulación en relación con la metodología tradicional (71,4%). Conclusión: el uso de simuladores de baja y alta fidelidad, pacientes estandarizados y simulación virtual puede promover la adquisición de habilidades esenciales para la seguridad del paciente.


RESUMO Objetivo: investigar as evidências que indiquem a contribuição da simulação realística de alta, média ou baixa fidelidade para aquisição de conhecimentos, habilidades e atitudes na administração segura de medicamentos por estudantes de enfermagem. Métodos: revisão integrativa de estudos experimentais das bases de dados MEDLINE, LILACS, Web of Science, Scopus e Science Direct. Utilizaram-se os descritores "estudantes de enfermagem", "simulação", "treinamento por simulação de alta fidelidade", "erros de medicação" e "farmacologia" para identificar 14 estudos que respondiam à questão de pesquisa, e foram avaliados quanto ao rigor metodológico e nível de evidência. Resultados: amostra de estudos quase-experimentais, (nível 3 de evidência; 78,6%) e ensaios clínicos randomizados (nível 2 de evidência; 21,4%), cuja expressiva maioria evidenciou superioridade da estratégia de simulação em relação à metodologia tradicional (71,4%). Conclusão: o uso de simuladores de baixa e alta fidelidade, pacientes padronizados e simulação virtual pode promover ganho de competências essenciais para a segurança do paciente.

14.
Rev. polis psique ; 10(2): 247-266, 2020.
Artigo em Espanhol | Index Psicologia - Periódicos, LILACS | ID: biblio-1103367

RESUMO

El sufrimiento mental grave está asociado con una dolorosa experiencia de desconexión con el mundo social que acrecienta todavía más la aflicción y la adversidad de las personas afectadas. En un contexto clínico Post-Reforma, marcado por la hegemonía de la respuesta farmacológica, las narrativas de aflicción de los sujetos quedan a menudo invisibilizadas, al mismo tiempo que se fragilizan los posibles espacios de comunicación, de sociabilidad y de construcción colectiva del cuidado. A partir del trabajo de campo desarrollado en el proyecto "La Gestión Colaborativa de la Medicación" en Cataluña (2017-2020), en este artículo se propone el rescate de las narrativas de padecimiento, cuidado y atención con el propósito de habilitar el horizonte de una cultura del cuidado basada en el diálogo.


O sofrimento mental grave está associado a uma dolorosa experiência de desconexão com o mundo social, o que aumenta o sofrimento e as adversidades vividas pelas pessoas afetadas. Num contexto clinico Pós-reforma, marcado pela hegemonia da resposta farmacológica, as narrativas de sofrimento dos sujeitos ficam muitas vezes invisibilizadas, ao mesmo tempo em que são fragilizados os possíveis espaços de comunicação, de sociabilidade e de construção coletiva do cuidado. A partir do trabalho de campo desenvolvido no projeto "A Gestão Colaborativa da Medicação" na Catalunha (2017-2020), neste artigo se propõe o resgate das narrativas de padecimento, cuidado e atenção com o propósito de criar um horizonte de cultura de cuidado baseado no diálogo.


Severe mental distress is associated with a painful experience of disconnection with the social world that further increases affliction and adversity among those affected. In a Post-Reform clinical context, marked by the hegemony of the pharmacological response, the narratives of suffering are often invisible, while the possible spaces of communication, sociability and collective construction are fragile. Based on the fieldwork developed in the project "Collaborative Management of Medication" in Catalonia (2017-2020), this article proposes the rescue of the narratives of suffering, care, and attention to enable the horizon of a dialogic culture of care.


Assuntos
Humanos , Autocuidado , Comunicação em Saúde , Transtornos Mentais/tratamento farmacológico , Serviços de Saúde Mental , Antropologia Cultural , Participação do Paciente , Espanha , Autonomia Pessoal
15.
Rev. Esc. Enferm. USP ; 54: e03653, 2020. tab
Artigo em Inglês, Português | BDENF - Enfermagem, LILACS | ID: biblio-1143714

RESUMO

RESUMO Objetivo: Identificar a conduta referida de profissionais da enfermagem, do estado de São Paulo, sobre Práticas de Medicações Injetáveis. Método: Estudo tipo survey que identificou a frequência referida sobre Práticas de Medicações Injetáveis mediante resposta de questionário eletrônico, validado, entre setembro e dezembro de 2017. Resultados: Considerando as 1.295 respostas computadas, foram identificadas inconformidades como compartilhamento de frascos multidoses para dois ou mais pacientes (10,8%), reutilização de insumos de uso único, como seringas para salinização de pacientes diferentes (1,2%) e reencape de agulhas após uso (4,9%). Foram referidas maior adesão ao uso de luvas para administração de injeções endovenosas (80,5%) e falta de treinamento para manipulação de dispositivos de segurança (13%). Dados correlacionais apontaram que, quanto maior a idade, melhor era a conduta referida na prática de injetáveis. Conclusão: Embora a maioria das condutas configure-se dentro das Boas Práticas de Medicações Injetáveis, há relatos de práticas de risco, como compartilhamento de insumos de uso único. O treinamento para uso de dispositivos de segurança ainda não é uma realidade para todos os profissionais, visto que muitos o referiram como raro.


RESUMEN Objetivo: Identificar la conducta de profesionales de enfermería del estado de São Paulo sobre Prácticas de Medicaciones Inyectables. Método: Se trata de un estudio tipo survey, el cual identificó la frecuencia de Prácticas de Medicaciones Inyectables mediante respuesta de un cuestionario electrónico, validado entre septiembre y diciembre de 2017. Resultados: Teniendo en cuenta las 1.295 respuestas computadas, se identificaron inconformidades como el uso de frascos de dosis múltiples para dos o más pacientes (10,8%), la reutilización de insumos de un solo uso, como jeringas para la salinización de diferentes pacientes (1,2%) y el reencapuchado de agujas después de su uso (4,9%). Sobresalió la adhesión al uso de guantes para las inyecciones intravenosas (80,5%) y la falta de capacitación sobre la manipulación de dispositivos de seguridad (13%). Los datos correlativos señalaron que, a mayor edad, mejor la conducta referida en la práctica de los inyectables. Conclusión: Aunque la mayoría de las conductas se configuran dentro de las Buenas Prácticas de Medicaciones Inyectables, se informa sobre la existencia de prácticas de riesgo, como el compartir insumos de un solo uso. La capacitación en el uso de dispositivos de seguridad aún no es una realidad para todos los profesionales y muchos han declarado que raramente se los entrena en esa área.


ABSTRACT Objective: To identify the self-reported injectable medications of nursing professionals in the state of São Paulo. Method: Survey study that assessed the self-reported frequency of injection medications through a validated electronic questionnaire, applied from September to December 2017. Results: The 1,295 computed responses showed non-compliances such as sharing multidose vials for two or more patients (10.8%), reusing single-use supplies, such as use of saline flush syringes for different patients (1.2%) and needle recapping after use (4.9%). Greater adherence to glove use for administration of intravenous injections (80.5%) and lack of training for handling safety devices (13%) were reported. Correlational data showed that, the older the age, the better the self-reported injecting practices. Conclusion: Although most practices are within Safe Injecting practices, there are reports of risky practices, such as sharing single-use supplies. Training for the use of safety devices is not yet a reality for all professionals, since many reported it as rare.


Assuntos
Injeções Intramusculares/enfermagem , Injeções Intravenosas/enfermagem , Injeções Subcutâneas/enfermagem , Conduta do Tratamento Medicamentoso , Segurança do Paciente , Técnicos de Enfermagem , Profissionais de Enfermagem , Assistentes de Enfermagem
16.
Rev. bras. enferm ; 72(supl.2): 345-353, 2019. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1057643

RESUMO

ABSTRACT Objective: To identify the knowledge produced on Medication-Related Problems in the transitional care of the elderly from hospital to home. Method: Integrative review of the literature data, organized in six stages: guiding question; establishment of inclusion and exclusion criteria; extraction of data; analyze; interpretation of results; and presentation of the review. Articles were considered among 2002 and 2017, in Portuguese, English, and Spanish, in the databases LILACS, MEDLINE, CINAHL and EMBASE. Results: 10 studies were selected and analyzed. They were categorized by subject and identified in three themes: Medication Discrepancy and Reconciliation (40%); Adhesion to Medication (30%); and Adverse Drug Events (30%). Final considerations: Drug-Related Problems in the transitional care of the elderly from hospital to home, were presented as a relevant theme for nursing, involving complex issues related to care. Drug reconciliation was evidenced as a coherent and effective strategy in home care transitions for the elderly.


RESUMEN Objetivo: identificar el conocimiento producido sobre Problemas Relacionados con los Medicamentos en la transición de ancianos del hospital a casa. Método: la revisión integrativa de la literatura, organizada en seis etapas: pregunta orientadora; establecimiento de criterios de inclusión y exclusión; extracción de datos; análisis; interpretación de los resultados; y presentación de la revisión. Se consideraron los artículos entre 2002 y 2017, en portugués, inglés y español, en las bases de datos LILACS, MEDLINE, CINAHL y EMBASE. Resultados: se seleccionaron y analizaron 10 estudios. Se clasificaron por tema y se identificaron tres temas: Discrepancia y Reconciliación de Medicamentos (40%); Adhesión al Medicamento (30%); y Eventos Adversos a los Medicamentos (30%). Consideraciones finales: los Problemas Relacionados con los Medicamentos en la transición de ancianos del hospital a casa, se presentó como un tema relevante para la enfermería, involucrando cuestiones complejas relacionadas con el cuidado. La reconciliación de medicamentos fue evidenciada como estrategia coherente y eficaz en las transiciones de cuidado del anciano a casa.


RESUMO Objetivo: identificar o conhecimento produzido sobre Problemas Relacionados a Medicamentos na transição de idosos do hospital para casa. Método: revisão integrativa da literatura, organizada em seis etapas: pergunta norteadora; estabelecimento de critérios de inclusão e exclusão; extração dos dados; análise; interpretação dos resultados; e apresentação da revisão. Consideraram-se artigos entre 2002 e 2017, nos idiomas português, inglês e espanhol, nas bases de dados LILACS, MEDLINE, CINAHL e EMBASE. Resultados: foram selecionados e analisados 10 estudos. Categorizaram-se por assunto e identificaram-se três temas: Discrepância e Reconciliação de Medicamentos (40%); Adesão ao Medicamento (30%); e Eventos Adversos a Medicamentos (30%). Considerações finais: os Problemas Relacionados a Medicamentos na transição de idosos do hospital para casa, apresentou-se como um tema relevante para a Enfermagem, envolvendo questões complexas relacionadas ao cuidado. A reconciliação de medicamentos foi evidenciada como estratégia coerente e eficaz nas transições de cuidado do idoso para casa.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Idoso , Efeitos Colaterais e Reações Adversas Relacionados a Medicamentos/diagnóstico , Cuidado Transicional/normas , Efeitos Colaterais e Reações Adversas Relacionados a Medicamentos/epidemiologia , Cuidado Transicional/tendências , Hospitais/normas , Hospitais/tendências , Pessoa de Meia-Idade
17.
Einstein (Säo Paulo) ; 17(4): eAO4725, 2019. tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1019810

RESUMO

ABSTRACT Objective: To estimate the prevalence of drug interactions and associated factors among older adults followed up in a Comprehensive Medication Management Service at Primary Care. Methods: Firstly, the Beers criteria 2015 was used to define drug interactions; later, drug interactions proposed by Dumbreck for patients with diabetes, depression, and heart failure were evaluated. The associated factors were assessed by univariate (Pearson's χ2) and multivariate analyses (logistic regression). The significance level of 5% was set for all analyses. Results: The mean age of the studied population was 70.2±7.8 years; 52.2% were between 60 and 69 years, and 61.3% were female. Among the older adults, 94.5% used two or more drugs (condition for the occurrence of drug-drug interaction). The prevalence of drug interaction according to the Beers criteria was 4.9%. After multivariate analysis, diseases of the central nervous system, arrhythmia, number of medications, and female sex were positively associated with drug interaction. The prevalence of drug interaction according to Dumbreck was 27.2%. After multivariate analysis, the number of medications, the presence of heart failure, and Charlson comorbidity index greater than 1 were conditions positively associated with drug interactions. Conclusion: The holistic and individualized approach used in comprehensive medication management services for older patients is important, considering the prevalence of drug interactions and the need to minimize adverse events.


RESUMO Objetivo: Estimar a prevalência de interações medicamentosas entre idosos acompanhados em um Serviço de Gerenciamento da Terapia Medicamentosa na Atenção Primária e fatores associados. Métodos: Para definir as interações medicamentosas, foi utilizado o critério de Beers de 2015 e, em um segundo momento, as interações medicamentosas propostas por Dumbreck para pacientes com diabetes, depressão e insuficiência cardíaca. A análise dos fatores associados foi realizada por análise univariada (χ2 de Pearson) e multivariada (regressão logística). Foi adotado o nível de significância de 5% para todas as análises. Resultados: A média da idade da população foi de 70,2±7,8 anos, 52,2% estavam na faixa etária de 60 a 69 anos, e 61,3% eram do sexo feminino. Dentre os idosos, 94,5% usavam dois medicamentos ou mais (condição para que ocorressem interações medicamentosas). A prevalência de interações medicamentosas dos critérios de Beers foi de 4,9%. Após análise multivariada, doença do sistema nervoso central, arritmia, número de medicamentos e sexo feminino foram positivamente associados com presença de interações medicamentosas. A prevalência das interações medicamentosas propostas por Dumbreck foi de 27,2%. Após análise multivariada, número de medicamentos, insuficiência cardíaca e índice de comorbidade de Charlson superior a 1 foram positivamente associados com presença de interações medicamentosas. Conclusão: A abordagem holística e individualizada no gerenciamento da terapia medicamentosa de pacientes idosos é importante, tendo em vista a prevalência das interações medicamentosas e a necessidade de minimizar consequentes eventos adversos.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Idoso , Idoso de 80 Anos ou mais , Interações Medicamentosas , Lista de Medicamentos Potencialmente Inapropriados , Atenção Primária à Saúde , Prevalência , Prescrição Inadequada/estatística & dados numéricos , Pessoa de Meia-Idade
18.
Dement. neuropsychol ; 12(1): 97-100, Jan.-Mar. 2018.
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-891058

RESUMO

ABSTRACT An elderly patient, aged 76 years, diagnosed with dysphagia, depression, hypothyroidism, Alzheimer's disease and mild cognitive deficit, was identified with sertraline and levothyroxine- drug-related problems. Medication Therapy Management (MTM) was used to adjust therapy to the patient's needs by macerating sertraline tablets and solubilizing them in 10-30 mL of orange juice. The patient was advised to take levothyroxine after fasting. Six months later, pharmaceutical follow-up identified an increase in the Mini-Mental State Exam score from 22 to 26 and a decrease in the Clinical Dementia Rating (CDR) scale score from 1.0 to 0.5 in conjunction with mood and physical improvements, as well as a significant decrease in aggressiveness and agitation. Cognitive deficit may be a result of poor drug administration procedures, leading to drug ineffectiveness. Optimizing levothyroxine and sertraline administration, based on knowledge of their physicochemical properties, improves their clinical effectiveness, including the cognition of patients with Alzheimer's disease and dysphagia.


RESUMO Paciente idosa, 76 anos, diagnosticada com disfagia, depressão, hipotireoidismo, doença de Alzheimer e déficit cognitivo leve, foram identificados problemas relacionados com a sertralina e levotiroxina. O Gerenciamento da Terapia Medicamentosa foi usado para ajustar a terapia às necessidades da paciente, macerando comprimidos de sertralina e solubilizando-os em 10-30 mL de suco de laranja. Foi recomendado a paciente tomar levotiroxina após o jejum. Seis meses depois, o seguimento farmacêutico identificou um aumento no score da escala Mini-Mental de 22 para 26 e Avaliação Clínica da Demência (CDR) de 1,0 para 0,5 em conjunto com melhorias físicas e de humor, bem como uma diminuição significativa na agressividade e agitação. O déficit cognitivo pode ser o resultado de procedimentos de administração inadequada de fármacos, levando à ineficácia do fármaco. A otimização da administração de levotiroxina e sertralina, com conhecimento de suas propriedades físico-químicas, melhora sua efetividade clínica, incluindo a cognição do paciente com a doença de Alzheimer e disfagia.


Assuntos
Humanos , Assistência Farmacêutica , Transtornos de Deglutição , Sertralina , Disfunção Cognitiva , Uso Indevido de Medicamentos , Erros de Medicação
19.
Rev. Assoc. Med. Bras. (1992, Impr.) ; 63(10): 842-855, Oct. 2017. tab, graf
Artigo em Inglês | Sec. Est. Saúde SP, LILACS | ID: biblio-896303

RESUMO

Summary Warfarin stands as the most prescribed oral anticoagulant. New oral anticoagulants have been approved recently; however, their use is limited and the reversibility techniques of the anticoagulation effect are little known. Thus, our study's purpose was to develop algorithms for therapeutic monitoring of patients taking warfarin based on the opinion of physicians who prescribe this medicine in their clinical practice. The development of the algorithm was performed in two stages, namely: (i) literature review and (ii) algorithm evaluation by physicians using a Delphi Method. Based on the articles analyzed, two algorithms were developed: "Recommendations for the use of warfarin in anticoagulation therapy" and "Recommendations for the use of warfarin in anticoagulation therapy: dose adjustment and bleeding control." Later, these algorithms were analyzed by 19 medical doctors that responded to the invitation and agreed to participate in the study. Of these, 16 responded to the first round, 11 to the second and eight to the third round. A 70% consensus or higher was reached for most issues and at least 50% for six questions. We were able to develop algorithms to monitor the use of warfarin by physicians using a Delphi Method. The proposed method is inexpensive and involves the participation of specialists, and it has proved adequate for the intended purpose. Further studies are needed to validate these algorithms, enabling them to be used in clinical practice.


Resumo A varfarina é o anticoagulante oral mais prescrito. Novos anticoagulantes orais foram recentemente aprovados; porém, o uso é restrito e as técnicas de reversibilidade do efeito anticoagulante ainda são pouco conhecidas. Assim, este estudo propõe o desenvolvimento de um algoritmo para o monitoramento terapêutico de pacientes em uso de varfarina, com base na opinião de médicos que utilizam esse fármaco na prática clínica. O desenvolvimento do algoritmo foi realizado em dois estágios: (i) revisão da literatura e (ii) avaliação do algoritmo por médicos, segundo o método Delphi. Com base na análise dos artigos, dois algoritmos foram desenvolvidos: "Recomendações para o uso de varfarina na terapia anticoagulante" e "Recomendações para o uso de varfarina na terapia anticoagulante: ajuste de dose e controle de sangramento". Posteriormente, os algoritmos foram analisados por 19 médicos que responderam ao convite e aceitaram participar da pesquisa. Desses, 16 responderam a primeira rodada, 11, a segunda e oito, a terceira. Houve um consenso de 70% ou mais na maioria das questões e 50% para seis questões. Assim, foi possível desenvolver algoritmos para o monitoramento do uso de varfarina por médicos, utilizando o método Delphi. O método proposto é de baixo custo e envolve a participação de médicos especialistas, revelando-se adequado para o fim pretendido. Mais estudos são necessários para validar esses algoritmos, permitindo que eles sejam usados na prática clínica.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Varfarina/administração & dosagem , Algoritmos , Inquéritos e Questionários/estatística & dados numéricos , Técnica Delphi , Anticoagulantes/administração & dosagem , Padrões de Prática Médica , Padrões de Prática Médica/estatística & dados numéricos , Conduta do Tratamento Medicamentoso , Pessoa de Meia-Idade
20.
Rev. enferm. UFPE on line ; 11(10): 3707-3717, out.2017. ilus, tab
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1031870

RESUMO

Objetivo: identificar os principais erros de prescrição e administração de enoxaparina. Método: estudo transversal, de abordagem quantitativa. Observação de todos os técnicos de enfermagem do serviço diurno da unidade de terapia intensiva, clínica médica e cirúrgica em administrações de enoxaparina e suas respectivas prescrições, conforme o cálculo amostral. Na administração foi utilizada técnica de observação direta e na prescrição checklist do protocolo de prescrição uso e administração de medicamentos. Os softwares EpiData3.1 e SPSS 21.0 auxiliaram na tabulação e análise dos dados, apresentados em tabelas. Resultados: foram analisadas 175 prescrições e administrações. Os principais erros de prescrição foram idade incorreta do paciente e ausência da duração do tratamento. Para os erros de administração, identificou-se dose administrada incorreta, ausência da identificação do paciente no leito, técnica incorreta de administração e horário incorreto. Conclusão: foram demonstrados pontos de fragilidades que levam a erros de medicação, sendo necessário o aperfeiçoamento do sistema de prescrição e administração.


Assuntos
Masculino , Feminino , Humanos , Enoxaparina , Erros de Medicação , Lista de Medicamentos Potencialmente Inapropriados , Pacientes Internados , Segurança do Paciente , Técnicos de Enfermagem , Estudos Transversais
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...