Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 1 de 1
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
Cad. Bras. Ter. Ocup ; 30: e2810, 2022. tab
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS, Index Psicologia - Periódicos | ID: biblio-1360274

RESUMO

Resumo Tomando o pioneirismo do METUIA/UFSCar no cenário brasileiro quanto a proposições terapêutico-ocupacionais para a escola pública e às demandas advindas da questão social, esta pesquisa buscou compreender o que foi produzido pelo grupo em termos de ação e formação em terapia ocupacional social em escolas públicas, com foco na juventude popular urbana, num período compreendido entre 1998 e 2017. Para tanto, foram realizadas entrevistas com 10 terapeutas ocupacionais que atuaram pelo METUIA/UFSCar, um encontro coletivo com essas profissionais para discutir a temática, a aplicação de questionários com ex-estudantes de graduação que passaram por estágio profissionalizante junto ao METUIA/UFSCar e entrevista individual com setes deles. As análises dos resultados indicam uma proposta de formação que, de um lado, vem sensibilizando terapeutas ocupacionais para o trabalho com a juventude pobre, apreendendo a centralidade da escola pública para ela e, de outro, produzindo ações que buscam a ressignificação da escola e do seu espaço, com produção de sentido e pertencimento, que possam contribuir para o desejo de permanência e/ou retorno aos estudos desses jovens. Pontua-se a incorporação de seus referenciais teóricos e metodológicos nas experiências de trabalho daqueles que passaram pelo grupo, terapeutas ocupacionais e alunos egressos, assim como a inspiração para produções semelhantes em outras universidades do país. Conclui-se pela relevância do que vem sendo feito pelo METUIA/UFSCar, especialmente naquilo que é a formação de terapeutas ocupacionais e práticas que se voltem para demandas relacionadas à desigualdade social, que ainda é uma marca da Educação Básica no Brasil.


Abstract The METUIA/UFSCar stands out in the Brazilian scene as the pioneer in therapeutic and occupational propositions to public school and the demands arising from the social issue. This research aimed to understand what was produced by this group in terms of action and training in social occupational therapy in public schools, focusing on urban popular youth, in a period between 1998 and 2017. Interviews were conducted with 10 occupational therapists who worked at METUIA/UFSCar, a collective meeting with these professionals to discuss the topic, application of questionnaires with former undergraduate students who did a professional internship at METUIA/UFSCar, and an individual interview with seven of them. The analysis of the results indicates a training proposal that sensitizes occupational therapists to work with the poor youth, apprehending the centrality of the public school for them and, at the same time, produces actions that seek to resignify the school and its space, with production meaning and belonging, which can contribute to the desire for permanence and/or return to the studies of these young people. It is indicated also the incorporation of its theoretical and methodological frameworks in the working experiences of those who went through the group, occupational therapists, and former students, as well as inspiration for similar productions in other universities in the country. It concludes by the relevance of what is being done by METUIA/UFSCar, especially in what is the training of occupational therapists and practices that address demands related to social inequality, which is still a hallmark of Basic Education in Brazil.

SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...